Você encontra o Sal Rosa do Himalaya pelo menor preço na Tudo Saudável



Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 1 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
“Mais Médicos”: nada pessoal; o problema é que Cuba não é transparente.
15-11-2018, 03:46 PM (Resposta editada pela última vez em: 15-11-2018 03:46 PM por Cimberley Cáspio.)
Resposta: #1
“Mais Médicos”: nada pessoal; o problema é que Cuba não é transparente.
Por Cimberley Cáspio

[Imagem: 6set2017---mayreilis-alvarez-rodriguez-u...15x300.jpg]

Dado Galdieri/The New York Times- Mayreilis Alvarez Rodriguez, uma médica cubana, deixa a casa de um paciente em Santa Rita, no Brasil.

Como presidente eleito, Bolsonaro tem autonomia para em favor do Brasil, fazer o que ele bem entender. Na questão do “Mais Médicos” não se trata de uma questão pessoal aos médicos cubanos e muito menos ainda aos brasileiros beneficiados pelo “programa”.

Como brasileiro, o que compartilho da opinião do presidente, é o injusto condicionamento do governo cubano para que os médicos da Ilha, possam exercer a profissão fora do país comunista; como por exemplo, ficar com 70% da receita do profissional de saúde e manter sua família refém no país caribenho. Quer dizer, o médico é proibido de sair com sua família de Cuba.

Por outro lado, há um fator estratégico. O que o governo cubano conversa com os médicos selecionados antes de deixarem Cuba? Há espiões disfarçados no “programa” enviando informações para o país comunista? Se há, que informações são passadas? Quem são cada um dos médicos? O objetivo é somente exercer a medicina? Ou há objetivos obscuros por parte de algum, ou alguns? A profissão de médico seria só um disfarce, mesmo que seja realmente médico? Não se trata somente do fator saúde. Há mais coisa envolvida, e o governo de Dilma Rousseff que implementou a parceria com Cuba, foi um ninho de traidores e ladrões, segundo a Lava Jato. E só por isso, não há confiança. E por falta de transparência do governo cubano, é determinante para proteção nacional, que realmente haja uma reformulação total no “Mais Médicos”, ou, o rompimento do acordo com Cuba.

Já os médicos brasileiros com as devidas exceções, não tem boa fama quanto ao atendimento em geral, principalmente aos mais pobres. São muito criticados por boa parte dessa população, como por exemplo, se sentirem seres superiores aos demais brasileiros, e quando atendem, além da negligência de não dar à atenção devida à ocorrência, possibilitam os famosos erros médicos com consequências trágicas, pouco se importando com a vítima do seu descaso.

Reclama-se também que só dão atendimento à altura somente aos abastados e muito ricos. E quando se trata de comunidades carentes, querem passar longe, ficar distante, muito distante.

Houve reportagens na mídia, que médicos entravam no hospital, assinavam o ponto e se retiravam da instituição. O ponto era assinado regularmente, mas o médico nunca era visto no hospital. E não foi só uma reportagem sobre isso, foram várias. E na cidade de Araruama, badalada cidade da Região dos Lagos, no Estado do Rio de Janeiro. Imagine então no interior distante do país, rincão com acessibilidade difícil; que como já é de conhecimento, muitos médicos não querem ir?

As exceções são poucas, e não conseguem reverter essa má fama de orgulho, arrogância e prepotência por boa parte dos profissionais de saúde no Brasil. E diante desse quadro, só acredito que Bolsonaro conseguirá resolver por força de lei obrigatória como o serviço militar. Mas mesmo por força de lei, não há garantias quanto a qualidade do atendimento, onde os médicos cubanos estão brilhando, trabalhando com muito profissionalismo e humanidade segundo a população atendida por eles. Mas quanto aos médicos brasileiros que os substituirão, haverá dúvidas e temor diante da fama de negligência e o erro médico que os precedem, geralmente levando suas vítimas à morte.

Quanto a questão com Cuba, podemos dizer que no geral, é impossível realizar qualquer negócio sem confiança e transparência.
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Cimberley Cáspio pelo seu post:
Branco (18-11-2018), tarcardoso (19-11-2018), ULTRON (15-11-2018)
Pasta de Dente sem Flúor Oralin Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
15-11-2018, 05:04 PM (Resposta editada pela última vez em: 17-11-2018 10:14 AM por ULTRON.)
Resposta: #2
RE: “Mais Médicos”: nada pessoal; o problema é que Cuba não é transparente.
A medicina no Brasil precisa se popularizar. Se o país formar mais médicos, os serviços tornar-se-iam mais em conta, consequência natural da lei de oferta e procura. O problema é que a classe médica procura obstar essa ideia, prezando pela reserva de mercado, o que vai de encontro com o aclamando "livre mercado".

Veto à abertura de novos cursos de medicina por 5 anos é oficializado pelo Ministério da Educação
https://g1.globo.com/educacao/noticia/ve...eral.ghtml


MEC fecha curso e corta 570 vagas de cursos de medicina
https://expresso-noticia.jusbrasil.com.b...e-medicina

Governo federal vai suspender a abertura de novos cursos de medicina, diz MEC
https://g1.globo.com/educacao/noticia/go...-mec.ghtml

Ademais, é sabido que boa parte dos formados em medicina vêm das classes mais abastadas, sendo que muitos desses acabam migrando para lugares do Brasil com maior qualidade de vida. Além disso, muitos montam clinicas particulares, sobrando poucos médicos para atender pelo SUS, e é por isso que vemos várias pessoas morrendo em filas de espera em hospitais.


Temos que ficar de olho se, em futuro próximo, não vão querer acabar com o SUS, e submeter a população a diversos planos de saúde para todo o tipo de classe. Então teríamos como fator negativo a reserva de mercado para uma oligarquia médica, e um negócio vantajoso para as empresas de plano de saúde, e prejuízo à população.

Essa dicotomia. Essa briga de esquerda e direita, ela é um instrumento fantástico nas mãos do poder que nos domina. ” Dr. Adriano Benayon
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a ULTRON pelo seu post:
Cimberley Cáspio (15-11-2018), tarcardoso (19-11-2018)
15-11-2018, 11:34 PM (Resposta editada pela última vez em: 15-11-2018 11:46 PM por Bruna T.)
Resposta: #3
RE: “Mais Médicos”: nada pessoal; o problema é que Cuba não é transparente.
(15-11-2018 03:46 PM)Cimberley Cáspio Escreveu:  As exceções são poucas, e não conseguem reverter essa má fama de orgulho, arrogância e prepotência por boa parte dos profissionais de saúde no Brasil.

O texto não sei se é de sua autoria ou do "The New York Times", mas a parte que deixei anotada, não corresponde a realidade.

Por ano no Brasil se formam centenas de médicos:

Quantos médicos se formam por ano no Brasil?

https://jornal.usp.br/wp-content/uploads...ca2018.pdf

http://www.fm.usp.br/cedem/conteudo/publ...opaemi.pdf

Não se pode atribuir que todos sejam de famílias abastadas ou que se comportem de forma arrogante, esta e uma visão limitada e preconceituosa sobre os profissionais desta importante profissão.

Os motivos que fazem que os novos profissionais da área a não se interessarem em atender lugares distantes, periferia, se deve a inúmeros fatores, entre eles a falta de planos de carreira para a categoria.


Falta de plano de carreira para médicos

[Imagem: dypnpofbrlwou7sog.png]

O programa Mais Médicos foi implantado pelo governo federal no ano de 2013 na tentativa de melhorar a experiência do usuário ao procurar o serviço do Sistema Único de Saúde (SUS). O projeto tinha objetivo de atender, de forma emergencial, a falta de profissionais para atendimento do serviço de saúde básico, nos postos de saúde, dando ênfase às áreas periféricas e com dificuldades de acesso, procurando também melhorar o vínculo dos médicos com a comunidade local para humanização do atendimento.

De acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM), o Brasil, na época em que o Mais Médicos começou a ser executado, tinha quase 390 mil profissionais da saúde, o que corresponde a dois médicos a cada mil habitantes. O número é considerado bom – neste quesito, o Brasil está lado a lado com país desenvolvidos como o Japão e os Estados Unidos. No entanto, a distribuição desses médicos era problemática: apenas 8% dos médicos atendiam em cidades com menos de 50 mil habitantes, o que corresponde a 90% das cidades brasileiras.

O Mais Médicos, assim que implantado, trabalhou fortemente para trazer médicos estrangeiros para trabalhar nessas áreas onde estavam faltando profissionais, já que os brasileiros não queriam trabalhar nem para o SUS, muito menos em áreas periféricas. Os participantes do programa ganhariam uma bolsa de R$ 10 mil, mais uma bolsa-auxílio de R$ 2,5 mil (valores já reajustados por conta da inflação).

Hoje, o programa encontrou uma aparente estabilidade, após se envolver em algumas polêmicas. Uma delas era a situação dos médicos cubanos – o governo brasileiro da época fez o convênio com aquele país por meio da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), que intermediava o recebimento dos salários dos médicos, o que foi questionado, já que o governo cubano foi acusado de ficar com a maior parte do dinheiro.

Outro problema foi a validação dos diplomas estrangeiros. Após passarem pelo Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida), mais de 70% dos candidatos reprovaram, demonstrando que os conhecimentos que adquiriram nos cursos de medicina dos outros país eram insuficientes para atuarem no Brasil. Para dar continuidade no programa e em decisão polêmica, o Ministério da Saúde emitiu uma autorização especial para que esses profissionais pudessem atuar legalmente no país. A atitude revoltou a classe médica, que protestou contra a decisão.

É bom lembrar que, de acordo com especialistas da área, a Atenção Básica à Saúde é onde a maior parte dos problemas pode ser resolvida. Para isso, o SUS organizou as Unidades Básicas de Saúde (UBS), os famosos postos, que devem oferecer atendimentos em Pediatria, Ginecologia, Clínica Geral, Enfermagem e Odontologia.

No entanto, exatamente por conta da falta de interessados nos SUS, um grande número de postos espalhados pelo Brasil (especialmente nas regiões Norte e Nordeste) sofre com a falta de médicos, fazendo com que a população procure atendimento em unidades de alta complexidade ou ainda, que não receba absolutamente nenhum atendimento.

Ainda em 2013, a então presidente Dilma Rousseff vetou a criação de um plano de carreira para os profissionais participantes do Mais Médicos. Isso se deu por conta de um acordo com o CFM para que deixasse de ser motivo de discussão a autorização provisória que o Ministério da Saúde estava emitindo para que os médicos estrangeiros pudessem trabalhar no país. Na época, Dilma se comprometeu a criar o plano de carreira para os médicos que atuam no SUS. No entanto, o projeto não saiu do papel.

Segundo o CFM, a adoção de um plano de carreira para os médicos do serviço público é uma forma de fazer com que o SUS seja mais atraente para esses profissionais, principalmente os recém-formados, já que foi constatado que o Brasil sofre com a má distribuição de médicos e não a falta deles. Outro ponto criticado é a importação de médicos para atuarem nas pequenas cidades, que costumam ter estruturas precárias.

Por fim, o Conselho da classe aponta que o governo federal precisa fazer ajustes nos valores pagos aos médicos que atendem pelo SUS, que é outro motivo pelo qual os profissionais não permanecem na rede pública. Um médico do SUS ganha R$ 10 por consulta, enquanto o que atende por um convênio médico recebe cerca de R$ 50. Já o profissional que atende de forma particular chega a cobrar R$ 300 pelo atendimento.

O CFM já entregou várias propostas da categoria para o governo federal e entidades como Senado Federal, Supremo Tribunal Federal (STF) e Procuradoria-Geral da República (PGR), no intuito de fazer com que seja criado um plano de carreira para a profissão no setor público, inclusive com projeto que alocaria médicos nas cidades do interior e que sentem mais a ausência de médicos. Enquanto a proposta não vira realidade, a discussão prossegue e a população mais carente continua sofrendo com a falta de orientação médica.

FONTE: http://blog.imedicina.com.br/mais-medico...artigo-st/

Mais sobre o assunto:

Mais Médicos: por que o programa é rejeitado pela classe médica brasileira?

A polêmica dos Mais Médicos: porque o projeto sofreu retaliações

Programa Mais médicos ainda tem vagas abertas para estrangeiros: quando vamos valorizar os médicos brasileiros?

Programa Mais Médicos: saiba como funciona e o impacto dele no SUS

Os estrangeiros do Mais Médicos: o que é revalida e qual a reclamação da classe médica?


E fica a pergunta, onde estão as ONGs, os artistas politicamente corretos, a mídia, a OAB, fora outros, que ficam com mi mi mi com qualquer bobeira, o que eles têm a falar sobre trabalho escravo no mundo atual?

O governo cubano corrupto e socialista, fica com 70% de suado dinheiro, sua família e mantida a distância, não pode nem pensar em pedir asilo.



Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Bruna T pelo seu post:
Cimberley Cáspio (16-11-2018), DeOlhOnafigueira (16-11-2018), fallen1232 (16-11-2018)
16-11-2018, 10:57 AM (Resposta editada pela última vez em: 16-11-2018 11:01 AM por fallen1232.)
Resposta: #4
RE: “Mais Médicos”: nada pessoal; o problema é que Cuba não é transparente.
@Bruna T
Não só a falta de plano de carreira, mas a própria situação em que o mesmo irá atuar e ter que lidar com a raiva da população que ele mesmo não tem culpa. Como escutei em algumas aulas na graduação, o nome do programa não deveria ser "mais médicos" e sim, "mais hospitais".
Hoje eu trabalho em um centro de referência em SP, e ainda assim, o SUS mais atrapalha do que ajuda com a tal da "agenda cross". Toda semana é um caos para saber qual paciente veio da onde e para onde ele irá.
@ULTRON
A úncia coisa que os profissionais da saúde concordam a respeito do SUS, é que a distribuição de medicamento funciona (mesmo que eles sejam em sua maioria genéricos e com pouco efeito), o resto...bem, é o resto. O paciente tem direito a dois atendimentos APENAS com o especialista dependendo da área, na minha vivencia, um endocrinologista pode tratar o seu paciente hoje e amanhã, sem ter certeza do futuro.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a fallen1232 pelo seu post:
Bruna T (16-11-2018), DeOlhOnafigueira (16-11-2018)
Biscoitos saudáveis e sem glúten
você encontra aqui!
16-11-2018, 02:09 PM (Resposta editada pela última vez em: 17-11-2018 10:15 AM por ULTRON.)
Resposta: #5
RE: “Mais Médicos”: nada pessoal; o problema é que Cuba não é transparente.
(15-11-2018 03:46 PM)Cimberley Cáspio Escreveu:  Já os médicos brasileiros com as devidas exceções, não tem boa fama quanto ao atendimento em geral, principalmente aos mais pobres. São muito criticados por boa parte dessa população, como por exemplo, se sentirem seres superiores aos demais brasileiros, e quando atendem, além da negligência de não dar à atenção devida à ocorrência, possibilitam os famosos erros médicos com consequências trágicas, pouco se importando com a vítima do seu descaso.

A maioria é arrogante e só pensa no dinheiro. Querem o óbvio, atender numa clinica particular e encher o ** de dinheiro. Isso é lógico.

Não são comuns os relatos da população falando das atitudes desumanas destes profissionais que deveriam prezar pela ética acima de tudo. Semana passada mesmo, estava ouvindo os meus vizinhos reclamarem de um atendimento absurdo.

Tem que aumentar o número de médicos, assim, pela lei da oferta e procura os serviços tenderão a baratear. Seria até uma maneira da população desinchar a procura por atendimentos no SUS. A renda desse profissional vai cair, e este se submeterá a atender em regiões diversas devido a concorrência do mercado.

Essa dicotomia. Essa briga de esquerda e direita, ela é um instrumento fantástico nas mãos do poder que nos domina. ” Dr. Adriano Benayon
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a ULTRON pelo seu post:
Cimberley Cáspio (16-11-2018), Fire Fox (17-11-2018)
16-11-2018, 07:23 PM (Resposta editada pela última vez em: 16-11-2018 08:11 PM por Bruna T.)
Resposta: #6
RE: “Mais Médicos”: nada pessoal; o problema é que Cuba não é transparente.
(16-11-2018 10:57 AM)fallen1232 Escreveu:  Não só a falta de plano de carreira, mas a própria situação em que o mesmo irá atuar e ter que lidar com a raiva da população que ele mesmo não tem culpa.

A raiva por uma parte da população, acredito se deva mais a educação do brasileiro de uma forma geral, muitos têm a ideia errada que médico é arrogante.

O médico não pode ficar se envolvendo emocionalmente com os pacientes ou parentes, têm que ser profissional, e esta atitude gera de certa forma, a ideia errada que médico é um burguesinho, metido que só pensa em dinheiro.

Médico não pode ficar em pleno hospital dando pulos de alegria com a cura de um paciente, e nem tampouco ficar chorando a cada morte de algum paciente, imagine quantos casos assim aparecem em uma semana, em um ano, o profissional ficaria maluco, se ele se envolvesse emocionalmente com todos os casos que aparecem

A atitude arrogante de alguns, e outros que apenas pensam em dinheiro, não pode e nem deve servir de base para tentar classificar todos de uma profissão, que por ano se formam centenas médicos.

São todos de famílias abastadas, e se achando com o rei na barriga?

Pegava livros no lixo: ex-catador de Brasília conta como virou médico

Aos 22, jovem de periferia passa em medicina na Unifesp e na UFTM

Filho de lavradores e quilombola, João é o novo médico de SE

Jovem de origem humilde passa para medicina em 4 universidades públicas

Todos se esforçaram, e merecem respeito, seja do ex-catador de lixo, seja o filho de um milionário.

O problema e que no Brasil, ser rico, ser filho de gente que venceu na vida as duras penas e hoje colhem o que plantaram, e podem dar uma edução de nível a seus filhos, gera desconforto, uma inveja, e onde, o pensamento preconceituoso aflora, e pensam de forma minimalista, se têm dinheiro, foi as custas de exploração do pobre trabalhador assalariado ou fruto de corrupção.

Este tipo de pensamento, dá uma noção gritante da péssima educação de muitas de nossas escolas e Universidades, onde em meio a excelentes mestres e educadores, temos infiltrados professoras esquerdistas, profissionais do mais baixo nível intelectual e moral.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Bruna T pelo seu post:
Cimberley Cáspio (16-11-2018), DeOlhOnafigueira (16-11-2018), Fire Fox (17-11-2018)
16-11-2018, 10:44 PM (Resposta editada pela última vez em: 16-11-2018 10:47 PM por DeOlhOnafigueira.)
Resposta: #7
RE: “Mais Médicos”: nada pessoal; o problema é que Cuba não é transparente.
(16-11-2018 07:23 PM)Bruna T Escreveu:  A raiva por uma parte da população, acredito se deva mais a educação do brasileiro de uma forma geral, muitos têm a ideia errada que médico é arrogante.

O médico não pode ficar se envolvendo emocionalmente com os pacientes ou parentes, têm que ser profissional, e esta atitude gera de certa forma, a ideia errada que médico é um burguesinho, metido que só pensa em dinheiro.

Médico não pode ficar em pleno hospital dando pulos de alegria com a cura de um paciente, e nem tampouco ficar chorando a cada morte de algum paciente, imagine quantos casos assim aparecem em uma semana, em um ano, o profissional ficaria maluco, se ele se envolvesse emocionalmente com todos os casos que aparecem

A atitude arrogante de alguns, e outros que apenas pensam em dinheiro, não pode e nem deve servir de base para tentar classificar todos de uma profissão, que por ano se formam centenas médicos.

São todos de famílias abastadas, e se achando com o rei na barriga?

[...]

Todos se esforçaram, e merecem respeito, seja do ex-catador de lixo, seja o filho de um milionário.

O problema e que no Brasil, ser rico, ser filho de gente que venceu na vida as duras penas e hoje colhem o que plantaram, e podem dar uma edução de nível a seus filhos, gera desconforto, uma inveja, e onde, o pensamento preconceituoso aflora, e pensam de forma minimalista, se têm dinheiro, foi as custas de exploração do pobre trabalhador assalariado ou fruto de corrupção.

Este tipo de pensamento, dá uma noção gritante da péssima educação de muitas de nossas escolas e Universidades, onde em meio a excelentes mestres e educadores, temos infiltrados professoras esquerdistas, profissionais do mais baixo nível intelectual e moral.

Muita lucidez e sobriedade nas suas respostas. Infelizmente algumas pessoas tem a mania de generalizarem tudo. Um individuo erra, e daí todos são iguais.

E se no passado alguém poderia atribuir que a classe médica era composta por gente abastada, HOJE NAO pode usar esse argumento. Pois desde 1998 muita coisa mudou com ENEM, se tornando possível o ingresso sem nenhum custo. O problema é que o preguiçoso - de se informar também -, esquece que se estudar, se esforçar, é possível ingressar numa faculdade de medicina com bolsa integral. No entanto, ainda o curso pago é de valor absurdo, sendo plausível somente para os de classe social alta.

Acompanho um grupo de adolescentes e jovens - entre 17 a 28 anos -, e posso afirmar, pois dei suporte na preparação para o ENEM, e percebi que 85/90% nao se interessam pelo futuro. Nao tem perspectiva nenhuma. E nessa margem maior, se concentra os mais pobres. Alguns que se sentiam desestimulados por nao acreditarem ser possivel o sonho, outros por estarem viciados em redes sociais, e a maioria por se contentarem em serem assalariados.

E sobre o Programa Mais Médicos, já foi bem esclarecido por voce, e li em algum lugar recentemente, que 100% dos médicos que se inscreveram da última vez, eram brasileiros. Nenhum de Cuba. E considerando que a prioridade é dada a brasileiros, nota-se que essa procura aumentou. E pelo que consta, se deve ao aumento de profissionais que estão se formando também em países da America Latina. Onde é possível pagar um curso por um valor acessível. Existem universidades cuja mensalidade é de 900 reais, mais ou menos. E o custo de vida é praticamente o mesmo do Brasil.

Também foi possível saber, que universidades onde tinham apenas uma turma de brasileiros, atualmente estão com 15 a mais. Ou seja, a busca nesses paises pelo curso de medicina aumentou consideravelmente. E pode ser que tenha relação com o Mais Médicos. Até porque, antes, para trabalhar no Brasil - depois de formado nesses paises - me parece que era apenas com a revalidação do diploma.

Enfim, acredito que, considerando esses acontecimentos, dentro de 10 anos essa deficiencia de profissionais da área médica estará sanada. E penso ainda que o futuro governo já deve ter em maos dados que possibilitem a ele dar uma basta nessa atitude do governo de Cuba. Isso porque, mesmo sensibilizados com o problema que poderá ser acarretado com a saida subita dos médicos oriundos daquele país, é impossivel aceitar o que está acontecendo por detrás dessa contratação, especificamente. É absurdamente imoral o que estão fazendo com aqueles profissionais. E olha que nao estou considerando o custo em torno desse acordo! E que hoje já é sabido por todos... logicamente os que nao são preguiçosos em buscar essas informações!

_____________________________________________________
Blog DeOlhOnafigueira
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a DeOlhOnafigueira pelo seu post:
Bruna T (18-11-2018), Cimberley Cáspio (17-11-2018), Fire Fox (17-11-2018)
Emagreça com saúde neste verão - Tudo Saudável Produtos Naturais
17-11-2018, 10:22 AM (Resposta editada pela última vez em: 17-11-2018 03:31 PM por Cimberley Cáspio.)
Resposta: #8
RE: “Mais Médicos”: nada pessoal; o problema é que Cuba não é transparente.
A reportagem é do SBT e foi feita em 2013. Será que de lá pra cá mudou alguma coisa? Se mudou, ótimo?




Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Cimberley Cáspio pelo seu post:
ULTRON (17-11-2018)
17-11-2018, 03:54 PM (Resposta editada pela última vez em: 17-11-2018 07:16 PM por ULTRON.)
Resposta: #9
RE: “Mais Médicos”: nada pessoal; o problema é que Cuba não é transparente.
Acho que generalizaram meus comentários.

Fato 1: Boa parte dos médicos vêm de classes abastadas, não todos.

Fato 2: A maioria é arrogante, não todos.





































































Se eu fosse Presidente do Brasil, cortaria as asinhas dessa classe. Os médicos são importantes, mas não podem ter complexo de deus, coisa comum inclusive entre alguns juízes e promotores também.

Essa dicotomia. Essa briga de esquerda e direita, ela é um instrumento fantástico nas mãos do poder que nos domina. ” Dr. Adriano Benayon
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 6 usuários diz(em) obrigado a ULTRON pelo seu post:
Branco (17-11-2018), Cimberley Cáspio (17-11-2018), DeOlhOnafigueira (19-11-2018), ECJ (17-11-2018), Fire Fox (17-11-2018), Rox Extreme (21-11-2018)
17-11-2018, 10:15 PM (Resposta editada pela última vez em: 18-11-2018 12:09 AM por CaféSemAçúcar.)
Resposta: #10
RE: “Mais Médicos”: nada pessoal; o problema é que Cuba não é transparente.
Grande parte desses médicos cubanos que vieram para cá são para-médicos, e muitos a serviço do regime cubano e dos interesses do PT. Além disso tudo é um regime de escravidão sendo que eles recebiam apenas 25% do salário, o resto ia para Cuba.

É só comprovar que é médico pelo revalida, terá até asilo garantido podendo trazer a família.


Aqui vai um depoimento interessante de um médico brasileiro:

"Vou contar uma historinha para vocês.
Em 2016, uma amiga médica recém formada inscreveu-se no Programa Mais Médicos e, apesar da formação extremamente adequada e da NÃO PREFERÊNCIA por região para atuação, teve sua inscrição negada.
Em janeiro de 2017, no lançamento de mais um edital do programa, eu, terminando minha residência médica no INCA, mas incomodada com a história dela, resolvi me inscrever no programa para testar a hipótese de que o programa servia SIM para patrocinar a ditadura cubana, mais do que para levar médicos aos rincões do país. Detalhe: no meu currículo constava um Doutorado e 720 horas de formação para atuação em saúde pública no internato da faculdade.
Olhem, foi uma trabalheira dos infernos. Vários formulários preenchidos, documentos scaneados e enviados, um dia inteiro perdido com isso... e, detalhe, na inscrição não especificamos NADA sobre preferências de áreas de atuação (a inscrição pode ser considerada até para regiões indígenas no meio do nada).
Pois bem, qual não foi a minha surpresa quando também não fui "aceita no programa", mas centenas de cubanos sim.
Na época deixei quieto, era só uma curiosidade que eu desejava sanar, mas agora levarei isso adiante - tem é que ser feita uma CPI desse programa escabroso. É revoltante ouvir de tantos e da mídia desinformada que "faltarão médicos" e que a população "ficará desassistida" com o fim da cooperação cubana. Isso é uma FALÁCIA!

O programa serviu para mostrar que temos SIM médicos brasileiros interessados em ir para o interior, desde que estimulados e adequadamente pagos para isso. Resta agora o governo desenvolver um programa mais decente, que envolva remuneração salarial e não uma bolsa sem qualquer direito trabalhista, disfarçada de "aprimoramento".

Ainda sobre o Programa Mais Medicos, a AMB (Associação Médica Brasileira) já havia denunciado tudo isso que digo em 2017 e declarou: "Precisou que o governo cubano se recusasse a enviar 710 médicos para o Brasil (600 novos e 110 como reposição) para mais vagas serem dirigidas a brasileiros. Mas esta quantidade de vagas ainda é insuficiente, perto da quantidade de médicos brasileiros interessados, pois só no último edital se inscreveram 10.557 médicos brasileiros.
O interesse de médicos brasileiros em entrar para o programa Mais Médicos sempre foi grande, antes das inscrições de janeiro. Em outros editais a quantidade de médicos inscritos foi superior ao último. Grande quantidade de profissionais procurou a Associação Médica Brasileira (AMB), por se sentirem preteridos ou cerceados nos seus direitos, beneficiando médicos de outros países."

Pois bem, agora vou lutar por essa CPI, porque já estou cansada de tanta mentira, de tantas acusações injustas de corporativismo médico e tanta irresponsabilidade envolvendo nós médicos brasileiros.
Paciência tem limite."

https://www.facebook.com/obrazildeforado...__tn__=K-R

http://www.freerepublic.com/focus/f-reli...0565/posts
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a CaféSemAçúcar pelo seu post:
Branco (18-11-2018), Cimberley Cáspio (18-11-2018), DeOlhOnafigueira (19-11-2018), Fire Fox (19-11-2018)
Conheça o emagrecedor que está dando o que falar neste verão!
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Fake news: o mais novo pretexto para censura ideológica Bruna T 11 1,085 27-10-2018 12:39 AM
Última Resposta: Bruna T
  Terra Convexa, mais uma picaretagem do Urandir, o criador do ET Bilú Bruna T 3 1,488 09-05-2018 11:24 PM
Última Resposta: Marck Vini
  Porta-aviões São Paulo: como que a Marinha não previu o problema na França?! Cimberley Cáspio 2 981 01-05-2018 09:33 AM
Última Resposta: Nikoloz
  Estudo, escolas, tempo e títulos que não valeram de nada. Cimberley Cáspio 0 884 17-03-2018 12:23 PM
Última Resposta: Cimberley Cáspio
  Cuba, uma revolução decrépita e rabugenta Bruna T 35 3,286 10-11-2017 08:53 AM
Última Resposta: tarcardoso

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 63 usuários online.
» 1 Membros | 62 Visitantes
dyego.jhou

Estatísticas do Fórum
» Membros: 20,835
» Último Membro: Iugxk
» Tópicos do Fórum: 25,747
» Respostas do Fórum: 273,943

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
A grave crise de energia elétrica na África do Sul.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Hoje 02:24 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 13
O lado escuro e desconhecido da história dos EUA.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Hoje 02:13 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 14
O teatro soberano de países incompetentes e corruptos.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
10-12-2018 02:28 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 90
Ciclos de conservadorismo e progressismo no Brasil
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
10-12-2018 12:08 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 386
O G20 jogou uma pá de cal na soberania perdida da Argentina.
Última Resposta Por: Xevious
10-12-2018 10:31 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 308
Bolsonaro e o Trotskismo: Um paralelo interessante
Última Resposta Por: Bogoton
10-12-2018 09:36 AM
» Respostas: 34
» Visualizações: 2154
Procurador-Geral da República Pede Explicações ao Ministro Palocci
Última Resposta Por: Aldebarâ
09-12-2018 08:43 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 1919
Vence Bolsonaro. Qual o rumo do Brasil agora? Which road is Brazil heading to?
Última Resposta Por: Infinite
07-12-2018 11:40 PM
» Respostas: 75
» Visualizações: 6060
O que está por trás na prisão da executiva chinesa Meng Wanzhou no Canadá.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
07-12-2018 03:26 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 315
Jornalistas e blogueiros estão sendo caçados e mortos, inclusive no Brasil.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
07-12-2018 11:28 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 319
Líbia: negro que não está sendo morto nas ruas, está sendo vendido como escravo.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
07-12-2018 09:22 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 321
A Ordem Mundial está começando a rachar.
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
06-12-2018 08:11 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 419
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Justo
06-12-2018 01:34 PM
» Respostas: 1090
» Visualizações: 204502
Xarope maldito que foi banido na Nigéria é vendido no Brasil em larga escala.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
06-12-2018 01:21 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 353
A morte nos espera no futuro muito, muito próximo.
Última Resposta Por: ORealista
06-12-2018 09:26 AM
» Respostas: 7
» Visualizações: 751
Greve dos Caminhoneiros 2 - Atuação de entidades BlackOps
Última Resposta Por: BioMachine
04-12-2018 10:14 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 453
Algumas músicas anom
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
04-12-2018 08:02 PM
» Respostas: 142
» Visualizações: 28460
Como saber se um poço artesiano tem fluoreto?
Última Resposta Por: draggy29
04-12-2018 06:47 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 472
Médicos americanos infectaram propositalmente população pobre c/sífilis e gonorreia.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
04-12-2018 05:53 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 256
Chineses estão transformando o Atlântico Sul em terra de ninguém.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
04-12-2018 03:41 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 352
Palestinos condenam transferência da embaixada do Brasil para Jerusalém
Última Resposta Por: DeOlhOnafigueira
04-12-2018 02:30 PM
» Respostas: 21
» Visualizações: 1375
Por que tantos funcionários chineses estão se matando?
Última Resposta Por: pablo_hp
03-12-2018 07:56 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 353
Nos portos de Buenos Aires,drogas e explosivos estão entrando e saindo livremente.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
03-12-2018 05:41 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 188
Barco de pesca brasileiro foi atacado por chineses no Atlântico Sul.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
03-12-2018 04:37 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 219
Bayer anuncia corte de 12.000 empregos em todo o mundo.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
03-12-2018 03:22 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 249
Peru: À beira de ser preso, o ex-presidente Alan Garcia pede asilo ao Uruguai.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
03-12-2018 03:06 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 228
Teoria da Terra Plana, como assim?
Última Resposta Por: jnana
03-12-2018 01:34 PM
» Respostas: 142
» Visualizações: 23633
“Mais Médicos”: nada pessoal; o problema é que Cuba não é transparente.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
03-12-2018 11:53 AM
» Respostas: 45
» Visualizações: 2896
Brasileiros tiram R$ 9 bi da Suíça após Lava Jato.
Última Resposta Por: Aldebarâ
02-12-2018 08:47 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 214
Enquanto para alguns, o salário é uma festa, os demais brasileiros vão definhando...
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
02-12-2018 03:07 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 314

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial