Irrigador Nasal Lota pelo menor preço você encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais



Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 6 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Açúcar - O mais perigoso ingrediente alimentar do mundo
28-12-2015, 01:18 AM
Resposta: #11
RE: Açúcar - O mais perigoso ingrediente alimentar do mundo
Muito bom artigo alertando sobre o açúcar consumo excessivo pode fazer muito mal para saúde este artigo sobre Frutose creio que pode complementar informações importantes.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
Canudos Ecológicos Tudo Saudável
29-12-2015, 06:47 AM
Resposta: #12
RE: Açúcar - O mais perigoso ingrediente alimentar do mundo
[Imagem: stevia-sugar.jpg]

A planta Stevia é um adoçante natural não calórico, contém edulcorantes naturais e a sua folha (seca) é 10 a 20 vezes mais doce que o açúcar de cana e o extrato "steviosídeo" ( pó branco, essência das suas folhas ) é até 300 vezes mais doce.

- É um adoçante saudável para diabéticos - estudos demonstraram que pode ter efeitos benéficos nos níveis de insulina e glicose no sangue.

- Não contém calorias - ajuda ao combate da obesidade, sendo que uma porção de 100 mg contém menos de meia caloria, e para além disso atenua a necessidade/desejo de comer.

- Não altera o nível de açúcar no sangue.

- Não é tóxica.

- Inibe a formação da placa e da cárie dental - frui de conteúdo elevado em vitamina C e em clorofila, que reduzem o crescimento indesejado de bactérias na boca (protege do sangramento, inflamações das gengivas, cáries e tártaro).

- Não contém ingredientes artificiais.

- Pode ser usada para cozinhar.

- Pode ser usada a nível cosmético - é usada em cremes, tornando a pele mais macia e firme, combate as impurezas, tonifica a pele e corrige as rugas.

Ab alio expectes, quod alteri feceris
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a ruicoelho pelo seu post:
Aragorn (18-02-2016), Doc S (28-02-2016), Regulus T (29-12-2015)
18-02-2016, 01:43 PM (Resposta editada pela última vez em: 18-02-2016 02:19 PM por jack award.)
Resposta: #13
RE: Açúcar - O mais perigoso ingrediente alimentar do mundo
Olá a todos. Recentemente encontrei no Youtube um documentário muito interessante chamado That Sugar Film que fala sobre o açúcar incluso nos alimentos processados.

[Imagem: 137704-L-LO.jpg]


Documentário divertido e muito bem produzido, com a abordagem muito parecida ao documentário "SuperSizeMe", só que de algo ainda mais importante no que diz respeito aos alimentos: o AÇÚCAR.
O açúcar está presente em cerca 80% dos produtos vendidos em supermercados, em quase todos os processados e são relacionados a varias doenças crônicas, como Diabetes, Cancer e e as cardíacas.

O protagonista, que tem uma alimentação bastante balanceada, decide comer por 2 meses o mesmo número de calorias, só que em produtos processados ditos "saudáveis" como barras de cereais, iogurtes, sucos, cereais, etc., todos com adição de açúcar. O resultado é impressionante.

Se você tem crianças em casa e se preocupa com a saúde delas, não pode perder esse filme.





Segue um trecho do documentário que achei importante:

Depois que o açúcar entra no corpo, ele se divide em duas partes: frutose e glicose, ambas vão para o fígado.
Agora, uma vez no fígado, a glicose é tratada de forma eficiente. É usado imediatamente como fonte de energia ou é armazenada para uso posterior, como uma bateria reserva.

Já com a frutose, que é metade do açúcar, o processo é diferente. O fígado não tem um mecanismo para regular a frutose porque ela era muito escassa na natureza, então, ela é aspirada para a corrente sanguínea, mesmo que não seja necessária. E se todas as nossas baterias extras estiverem cheias, então, ela se transformará rapidamente em gordura. Um pouco dessa gordura permanecerá no fígado aumentando o risco de criar resistência a insulina e desenvolver diabetes.

O que ocorre também, é que, esta gordura no fígado é enviada para o sangue como triglicerídeos, que podem levar ao excesso de peso, entupimento das artérias e doenças cardíacas.

Agora, quando estamos comendo muito açúcar e outros carboidratos, como massas e pães, produzimos muita glicose.
Um hormônio chamado insulina é liberado, que funciona como uma chave que ajuda a abrir as portas das células para que elas absorvam toda a glicose, removê-la da corrente sanguínea e queimá-la para produzir energia.

Quanto mais glicose no sangue, maior será a quantidade de insulina liberada.
Mas o ponto chave aqui é que enquanto esta insulina está no sangue lidando com toda a glicose, ela diz para nossas células de gordura para segurar a gordura.
Interrompe de fato, nosso processo de queima de gordura.
Logo, quando estamos comendo muito açúcar, estamos colocando gordura em nossos corpos pela gordura no fígado. E mais, por causa de toda essa glicose, nós mantemos o nível de insulina, que diz para nossas células de gordura permanecerem com a gordura.
Não podemos queimar gordura quando a insulina está agindo, processando todo o açúcar!
Isto é o que talvez esteja acontecendo com grande parte da população.
A questão que estamos falando é que existem estas doenças crônicas relacionadas à obesidade e diabetes...doenças cardíacas, muito tipos de câncer, gota, hipertensão, pressão alta, possibilidade de desenvolver Alzheimer.
A questão é, se estas doenças existiriam...se o açúcar não estivesse presente na alimentação?

Ah, vou colocar aqui o link para o tópico do livro Negro do Açúcar! Será que não está na hora de fazer um Mega Tópico? hehe Big Grin
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a jack award pelo seu post:
Aragorn (18-02-2016), Doc S (28-02-2016)
28-06-2018, 01:04 PM
Resposta: #14
RE: Açúcar - O mais perigoso ingrediente alimentar do mundo
E xilitol? E stevia? Fazem mal também? Eu uso mascavo mas quero parar e trocar por algo 100% seguro.

(01-10-2014 03:33 AM)Alkin Escreveu:  PURO, BRANCO E MORTAL

[Imagem: a%c3%a7%c3%bacar.jpg]



É esse o nome que dá ao açúcar o Dr. John Yudkin, nutricionista internacionalmente conhecido, do Queen Elizabeth College de Londres.

Ele é talvez o maior criminoso de nossos tempos, já que nos rouba a energia e a alegria, leva-nos a cometer atos criminosos de raiva e ódio insopitáveis, devido ao desequilíbrio metabólico, invalida-nos com úlceras e infecções, estraga-nos os dentes e contribui para a nossa morte por meio de diabetes, hipertensão e doenças cardíacas.

"O vício do açúcar é , em minha opinião , talvez o mais comum, até mesmo mais do que o alcoolismo", disse Dr. John Yudkin . "Há um sem-número de pessoas que poderiam ser esbeltas e vibrantes se não fosse pelo vício dos doces".

Infelizmente o açúcar está em quase tudo, só que não sabemos em que quantidade. Creio ser de importância capital saber quanto açúcar ingerimos. Nós nem percebemos , mas eles são responsáveis por ¼ de nosso consumo diário de calorias. Para reduzir o açúcar, pode-se substituí-lo por adoçantes naturais, em cafés, chás e sucos, mas o ideal seria cortá-lo de vez em nossa vida.

Também é preciso ficar atento aos alimentos salgados industrializados. A grande maioria leva açúcar. Por isso , adote o hábito de verificar , nas embalagens , os ingredientes que compõem catchups, maioneses, temperos para salada, biscoitos, pães. Veja também se há algum elemento terminado em “ose” , como sacarose ou frutose. Todos contém açúcar.

Existe tanto açúcar oculto que nós , provavelmente, chegamos a consumir 40 quilos por ano, á nossa revelia. No último censo , nos Estados Unidos, os fabricantes de alimentos usaram cerca de 6 bilhões de quilos de açúcar por ano, somente como aditivo: um ingrediente dietético adicional, que não tem qualquer valor nutritivo a não ser as calorias.

O açúcar em excesso pode estragar os dentes, envelhecer , fazer engordar, irritar o trato digestivo, causar diabetes, alta pressão arterial, úlceras, problemas cardíacos, afecções na pele, dores de cabeça, alergias, fadiga, depressão, hipoglicemia, ao mesmo tempo em que diminui a presença das vitaminas e sais minerais essenciais ao organismo.

Diz o Dr. Richard A Ahrens: “Os estudos mais cuidadosos mostram que as vítimas de doenças cardíacas consomem muito açúcar” . E ele acrescenta ainda que a epidemia de arteriosclerose e doenças cardíacas “continua a aumentar em escala mundial, em proporção aproximada ao consumo de açúcar.”

Quando o consumo do açúcar ou outro carboidrato refinado aumenta fora de propósito, em qualquer cultura, surge logo o mesmo padrão de moléstias como diabetes, obesidade, trombose coronária, pedras na vesícula, úlcera péptica, diverticulose, varizes, hemorróidas, cáries dentárias e , em parte, câncer do cólon, hipertensão, hérnia e gota.

O Dr. George Campbell, veio da África do Sul para depor perante a comissão em Washington e as suas conclusões foram realmente assombrosas. Disse ele que , quando as condições sociais se modificam em algum lugar, a primeira coisa que muda é o regime alimentar do povo. “ Surge imediatamente uma irreversível tendência para a maciça absorção de carboidratos altamente refinados , dentre os quais se destacam os açúcares branco e mascavo, o pão branco e uma variedade de outros alimentos adoçados com açúcar.

O AÇÚCAR E A MORTE.

Os países que mais consomem açúcar são também os que registram um maior número de mortes devidas a moléstias cardíacas.

Na Iugoslávia o consumo de açúcar subiu quase três por um e o mesmo aconteceu com o índice de morte, que triplicou. E assim são em quase todos os países, sempre que há aumento no consumo de açúcar o número de morte sobe na mesma proporção.

Provas como essas , que continuam aumentando, mostram certamente os efeitos devastadores que o açúcar pode exercer na sua saúde e na saúde de seus filhos.

No entanto , haverá quem diga que isso são apenas correlações estatísticas.

OS ESTUDOS EM ANIMAIS CONFIRMAM TUDO ISSO.

Já em 1924 o Dr. A Gigon mostrou com experiências espetaculares que, adicionando grandes porções de açúcar a uma dieta considerada boa, logo surgiam doenças e mortes em muitas espécies de animais. Desde então e até hoje, essas experiências continuam mostrando os mesmos resultados.

Os relatórios médicos mostram os seguintes efeitos: o açúcar encurta a vida animal em uma quarta parte; reduz o índice de crescimento; aumenta os depósitos de gorduras; e aumenta a concentração no sangue de colesterol, triglicerídeos, insulina, corticosteróides e hidrocortisona.

Reduz a tolerância à glicose e com isso produz o diabete; aumenta o tamanho do fígado e dos rins com transformações em suas células; causa pedra na vesícula, arruína os dentes e produz arteriosclerose. Produz também perturbações nas plaquetas do sangue; transforma as atividades de várias enzimas; aumenta a acidez do suco gástrico; leva à deficiência de vitamina B ; causa cegueira , distúrbios renais e esterilidade, bloqueando os capilares que irrigam os órgãos vitais.

Já em 1972 uma convenção científica internacional, na Alemanha Ocidental, a que compareceram autoridades mundiais em diabetes, obesidade, metabolismo e arteriosclerose, recomendou oficialmente que as pessoas deixassem de ingerir açúcar.

CURIOSIDADE: Cada indivíduo consome diariamente 300 grs. de açúcar , podendo um homem comum consumir até 10 kg de açúcar mensalmente.

Do livro. A DIETA DA SUPER ENERGIA DO DR. ATKINS. Robert C. Atkins.

Vamos Comer Açúcar?


Esse efeito direto do doce veneno é que os médicos chamam de hipoglicemia. Esse fenômeno pode se manifestar como langor (preguiça), fraqueza, sensação de desmaio iminente, vertigens, tonturas, prostração, angústia, depressão, palpitação cardíaca, sudorese, sensação de irrealidade etc.

A hipoglicemia também pode provocar uma leve depressão variável. Os anais médicos nos informam que muitas pessoas são tratadas pelos psiquiatras e até internadas por depressão, cuja única origem é hipoglicemia ou excessiva falta de açúcar no sangue. Se pesquisarmos melhor grande parte desses pacientes tem uma vida muito açucarada com o uso constante de refrigerantes, doces, massas, biscoitos, balas etc.

[Imagem: acucar_de_coco_monama.jpg]


O mecanismo é muito simples: ao consumirmos açúcar em demasia, o organismo, através das células beta do pâncreas, produz muita insulina. Para quem não sabe, a insulina é o hormônio responsável pela “queima” da glicose do sangue. Quanto mais açúcar é consumido, mais insulina é produzida pelo pâncreas. Com o tempo e com o consumo continuado, o pâncreas produz mais insulina do que o necessário. Saibam também que a liberação da insulina depende da avaliação do sistema da veia porta hepática (circulação venosa), o tubo que canaliza todos os nutrientes e toxinas que são absorvidos ao longo do trato digestivo da comida ingerida até o fígado. Um pouco mais de insulina determina queima a mais de glicose, gerando falta. Sacaram como funciona o processo?

O nosso organismo dispõe de um sistema de regulagem automática. Ele mantém a glicose entre 70 e 110 mg em cada 100 ml de sangue. Mais insulina do que o normal vai produzir uma queda desses níveis determinando hipoglicemia. O cérebro é o órgão mais diretamente afetado com isso (o alimento do cérebro é a glicose), daí os mais freqüentes sintomas de depressão, tremores, agitação.

O produto químico denominado açúcar branco faz as pessoas reagirem de diversas formas: ficamos tristes (depressão) ou ligados (hiperatividade). O açúcar branco é uma espécie de "cocaína" sem corroer o nariz, mas corroendo os ossos e, sutilmente, o comportamento e a emoção.

A hipoglicemia é o primeiro estágio da degradação do pâncreas. O tratamento médico requer uma boa avaliação e depois a diminuição lenta do consumo de açúcar, paralelo a uma dieta bem apropriada.

A evolução natural da hipoglicemia, embora muito variável, desemboca naturalmente no diabetes. Dependendo de uma série de fatores, o pâncreas pode entrar em “cansaço” após anos de produção excessiva de insulina.

O pâncreas da nossa querida Monique começou a produzir menos insulina do que o necessário. Como resultado, começaram a aumentar no sangue os níveis de açúcar, determinando uma hiperglicemia. Nessa situação os sintomas já são completamente diferentes da hipoglicemia. Monique não sente nada a não ser muita sede, muita vontade de urinar e muita fome. O açúcar circulante começa a ser depositado e os problemas do diabetes vão surgindo.

Parece-nos importante compreender a importância do excesso de consumo de açúcar como gênese mais direta das doenças da sociedade moderna. O consumo do açúcar é insidioso e inconsciente.

Uma técnica psicológica interessante, que propomos aos leitores, que eleva o nível crítico e estimula a conscientização é a técnica da dissociação. Essa técnica fará você rever experiências, aprender com as experiências passadas, acompanhar a passagem do tempo e distanciar-se de situações desagradáveis.

Por exemplo: se você está chupando um sorvete, estando nessa experiência de lamber e sentir o gosto do sorvete, dizemos que você está associada a essa situação. Agora, saia dessa experiência, veja você fazendo isso, andando num shopping, visualizando seu corpo e a forma como você lambe o sorvete e caminha no shopping. Dizemos então que você está dissociado da experiência. A técnica de dissociação faz nos sentir distanciados daquilo que estamos fazendo, elevando o nosso nível crítico.

Visualizemos agora o seu comportamento dissociado no almoço profissional. Veja-se comendo uma lasanha e sorvendo a coca-cola, onde ela desce lenta e gradualmente pela garganta. Veja-se sentado à mesa com uma garrafa do refrigerante de 2 litros de Coca-Cola fraternalmente repartida entre os colegas. Veja-se agora arrotando disfarçadamente e começando a se deliciar com uma torta de chocolate. No trabalho, à tarde, veja-se degustando um biscoito com um copo de café na mão. À noite, já em casa, veja-se jantando, comendo uma fritura qualquer com arroz e batatas, e uma coca-cola para "ajudar" na digestão. De quebra, veja-se comendo um chocolate para acompanhar a novela das oito. Imagine você fazendo tudo isso invariavelmente ao longo de trinta ou quarenta anos...

Agora você está no shopping observando as pessoas, onde muitas estão com um sorvete na mão ou comendo alguma guloseima. Veja as mesas dos restaurantes repletas com algum refrigerante ou doce. Veja as pessoas nas ruas sempre com algo doce na mão.

Esses hábitos insidiosos, constantes, prazerosos e antinutritivos são os que vão nos desmineralizando e mudando a nossa fisiologia, anatomia e os nossos comportamentos (tristeza ou agressividade) lenta, gradual e insidiosamente, ou seja, muito sutilmente. Cada pessoa vai reagindo e sinalizando o processo de degeneração pelo corpo ácido ao seu modo, lenta e constantemente, seja na cárie, no tártaro, na gengivite, na sinusite, nos resfriados recorrentes, nas inflamações de gargantas, nas dores de cabeças crônicas etc. É um processo de sofrimento lento, gradual e sutil. Essa história vem se repetindo e se aprimorando nocivamente há séculos, passando de pai para filho, de geração em geração, modificando o código genético. Ao longo de alguns anos, de acordo com a teoria da evolução das espécies de Darwin, seremos seres muito fracos biologicamente, talvez até feios, e muito mais dependentes de organizações médicas e farmacêuticas.

Em havendo paz interior, conseguimos gerenciar melhor nossos pensamentos e administrar as nossas emoções. Em paz, conseguimos vislumbrar o belo, se colocar no lugar do outro, desfazer focos de tensão emocional e ser autor de nossa história. A arte da dúvida, da crítica e da determinação, técnica da Terapia da Inteligência Multifocal, só alcançará sucesso em você (superação do cárcere da emoção em razão do estresse, depressão, ansiedade, dependência psicológica das drogas e ciúmes) quando você compreender pela VONTADE PRÓPRIA e AÇÃO que:

a) a doença se inicia no corpo psíquico (consciência celular);
b) nenhuma doença mantém-se no sangue alcalino (pH 7,35 a 7,45);
c) o alimento funcional, nutracêuticos e ervas são essenciais para a longevidade e qualidade de vida;
d) não basta você conhecer os papéis da memória. Para sair do imbróglio mental, você deverá obrar a arte do silêncio, respiração e meditação;
e) Os alimentos vegetais, por estarem ligados à terra, têm força vital, até as águas minerais alcalinas (pH = ou maior que 7), por correrem em rochas.
f) Os meios de radiodifusão (TVs, Rádios etc.) são facilidades tecnológicas que perturbam nossa psique pela frequência das vibrações nocivas, que causam paranóias, psicoses e histeria coletivas. Dedique-se há ficar menos tempo diante dos lixos psicológicos produzidos pela tecnologia e mídia. A novela, por exemplo, é um mal que colabora na SPA.
g) Afaste-se dos parentes e amigos negativos. Pessoas que costumam falar "não dá", "não consigo", "é difícil" são atrasos em sua vida. Lembre-se: a linguagem também influencia nosso comportamento e psique. Observe.
h) Alongamentos, exercícios leves e asseio corporal estimulam nossa auto-estima.
Açúcar X Saúde -
:: Conceição Trucom - mailto:mctrucom@docelimao.com.br ::

Falando, escrevendo, dando dicas e receitas da Alimentação Desintoxicante ou sobre o poder terapêutico do Limão, sempre surgem pessoas perguntando: posso colocar açúcar no meu suco desintoxicante? Posso tomar o limão com açúcar? Posso usar mel? Posso usar adoçantes?

Enfim, mesmo tendo como ponto de interesse a desintoxicação e um tratamento de saúde, as pessoas insistem em adoçar a sua grande oportunidade de cura. Vejamos o quanto de in-sano (não saudável) existe nesta necessidade.

Até cerca de 300 anos atrás a humanidade não usava aditivos doces na sua dieta ordinária. Os povos antigos e civilizações passadas não conheciam este famoso aditivo doce. O mel era usado eventualmente, mais como remédio. Como remédio!

Este processo histórico prova que o açúcar é desnecessário como alimento. Foi só a partir dos dois últimos séculos que o açúcar começou a ser produzido em larga escala e ser consumido de forma cada vez mais intensa. Cada vez mais purificado, o açúcar de cana (ou beterraba) se transformou em sacarose branca. Um pó branco.

Hoje somos uma civilização consumidora de milhares de toneladas diárias de açúcar. O açúcar refinado é o resultado de um processamento físico-químico que extrai da garapa a sacarose purificada e anidra, usando e adicionando produtos químicos como clarificantes, antiumectantes e agentes de moagem. Aditivos químicos, sintéticos, muitas vezes cancerígenos e/ou danosos à saúde.

O açúcar refinado deve ser considerado como um produto quimicamente ativo, pois se trata de uma substância resultante de um processo de purificação, um concentrado. Do xarope inicial, além de evaporado, são retiradas fibras, proteínas, sais minerais, vitaminas, impurezas etc. O produto final é a sacarose concentrada a mais de 90%, um carboidrato de elevado poder calórico e de liberação de glicose no sangue. Um alimento vazio de nutrientes, ao contrário, rico em aditivos e resíduos de um processo físico-químico, razão pela qual devemos considerar o açúcar como um não alimento, zero de energia vital, portanto, como na classificação do livro do Dr. Soleil - Você sabe se desintoxicar? - um alimento biocídico (bio = vida + cídico = que mata).

O corpo humano não necessita de açúcar refinado. O que ele realmente necessita é de glicose, ou seja, o tijolo básico dos carboidratos. Mas essa glicose pode ser facilmente obtida a partir de uma alimentação balanceada, onde frutas, cereais integrais, legumes e hortaliças são consumidas diariamente. Ao contrário do que dietas como a do Dr. Atkins e a de South Beach preconizam (quando evitam o consumo de carboidratos), a glicose é o principal combustível de ser humano, portanto é muito importante para o seu pleno metabolismo, quando gera energia de crescimento, regeneração, movimento, pensamento e manutenção. Assim, consumida da forma correta, de fontes naturais, que inclusive o organismo precisa digerir para obtê-la, existem tempos e condições que só fortalecem e favorecem o organismo.

Mas, o slogan afirma: "açúcar é energia".
Entretanto, esta é uma citação enganosa, pois na verdade, o correto seria dizer que: "açúcar é uma injeção de glicose na veia, ou seja, superabundância de energia química concentrada.

E aí reside o problema: açúcar refinado é sempre excesso de energia, acima das necessidades reais. E, uma vez ingerido, para onde vai este excesso?

•Depósito de gordura corporal nas vísceras, órgãos, sistemas...
•Maior demanda de energia metabólica (estresse metabólico) para contornar as desarmonias energéticas geradas;
•Envelhecimento precoce, pois a célula só usa o que necessita, todo o resto passa a ser um "estorvo" metabólico;
• Estímulo excessivo do pâncreas;
•Depressão do sistema imunológico, incluindo problemas como doenças repetitivas; •Desmineralização orgânica, incluindo problemas de anemia, dentes e ossos; •Subnutrição pela depressão de enzimas digestivas, portanto pobre aproveitamento e fixação de nutrientes e;
•Problemas digestivos, gases, constipações, etc.

Ao se consumir um produto extremamente concentrado, isolado, será exigido do organismo uma compensação química. Ou seja, serão seqüestrados cálcio e magnésio do metabolismo e das reservas. Então, indiretamente, o açúcar "rouba" do organismo depósitos destes minerais, e esta carência de cálcio, magnésio e ferro aumenta quanto maior a ingestão de açúcar. Podemos afirmar então que o açúcar é descalcificante, desmineralizante, desvitaminizante, um agente de desarmonização metabólica. Açúcar não é "alimento", mas um "antinutriente".

Seus efeitos são como o de uma verdadeira droga, lentos, acumulativos e insidiosos, vão minando a saúde dia após dia, ano após ano.

Importante lembrar que todo alimento classificado como carboidrato ou energético, que são os cereais e suas farinhas, as frutas, os legumes e as verduras, são assim denominados porque se transformam em glicose durante seu processo digestivo. Também, uma pequena parte das carnes e até mesmo das sementes se converte em glicose.
Portanto, numa alimentação balanceada e consciente, esta é a rota energética natural de mantemos as necessidades bioquímicas do corpo. Isso explica por que povos antigos não necessitavam de açúcar extra.

Assim, se levarmos em conta que não necessitamos de açúcar extra, tudo o que se consome de açúcar nestes três últimos séculos é excessivo, exagerado, muito além do que o organismo necessita.

Não são necessários aditivos adoçantes nem açúcar.
Já que o açúcar refinado existe e é impossível negar seus prazeres, vamos ao bom senso, à criatividade, ao adaptar-se? Nestes tempos de modernidade e high tech, ingerimos muito mais "energia" do que o necessário. Principalmente porque a humanidade está muito menos física, ao contrário, mais sedentária.
O Brasil, um dos maiores produtores de açúcar do mundo, tem um problema cultural, pois sua economia iniciou-se pelo cultivo da cana. Infelizmente, o brasileiro consome cerca de 200 gramas de açúcar/dia. Por extensão são cerca de 6 quilos/mês ou 72 quilos/ano.

Portanto, a cada 13 anos a pessoa consome 1 tonelada de açúcar. Então um cidadão brasileiro de 40 anos já fez passar pelo seu organismo algo como 3 toneladas de açúcar.
Referência: "Relatório Orion" - Dr. Márcio Bontempo - L&PM Editores.

A mente viciada deseja muito açúcar, sonha açúcar, imagina açúcar, não consegue pensar outra coisa, raciocinar, vira um fantoche, um zumbi com os olhos vidrados diante da idéia de ingerir um doce. Se não tem um doce, vai leite em pó, vai leite condensado, vai açúcar de colher. Vejo um doce e esqueço todos os meus propósitos, todas as minhas prioridades.

Que tal usar a informação para ativar a força de vontade, a auto-estima, a determinação, a motivação para buscar uma salada de frutas, uma fruta assada, um bolo integral feito com metade do açúcar (mascavo); usar frutas secas, mastigar mais todos os alimentos e achar o seu sabor sem embotar as papilas com toneladas de açúcar?
Pelo fato de entorpecer e sedar, a lucidez e a clareza ficam em alguma instância prejudicadas. Isto é cultural. Os pais enchem as crianças de açúcar para elas ficarem mais dóceis; os escravos eram supridos de açúcar para ficarem mais dopados, porém felizes.

E o pior é que as pessoas viciadas em açúcar não percebem isso porque não têm referência. Como seria você se não consumisse tanto açúcar? Como seria sua disposição? Sua capacidade de concentração? Sua capacidade de realizar todos os seus desafios de cada dia? Sua capacidade de ser mais participativo e ativo nas relações? Sua serenidade? Sua ansiedade?

Fica esta proposta no ar: Como você seria se consumisse (somente por uma semana) metade do açúcar que consomes hoje?

CÉU E INFERNO

Não há garantia de que você irá para o céu se comer salada todos os dias, ou padecer no inferno porque vez por outra come um bombom. Contudo, se você nunca come legumes e verduras, mas se "entope" de bombons, é natural que algumas conseqüências possam lhe acontecer aqui na Terra mesmo! A sabedoria está no equilíbrio...

Já o açúcar branco, o cristal, o mascavo, o melado de cana e o demerara apresentam IG em torno de 100%, também muito elevados, com comportamento quase semelhante ao mel e ao malte de cereais.
Porém, a lactose (o açúcar do leite) e a frutose (o açúcar das frutas) apresentam IG em torno de 40%.

1. Reduzir o consumo de açúcar, principalmente os isolados (purificados em alguma instância) em nossa alimentação diária;

2. O açúcar branco (refinado) é o mais danoso de todos pois contém elevadíssima concentração de sacarose e aditivos muito prejudiciais ao metabolismo humano;

3. O mel e os melados (de cana, de beterraba, de caju e outras frutas) devem ser consumidos somente como remédios, portanto em dosagens comedidas;

4. Ao consumir açúcares, procurar associá-lo com outros alimentos, que sejam ricos em fibras, água vital, proteínas e gorduras nutricionais, ou seja, de forma diluída e balanceada.

Fonte:
Cura e Ascenção: O AÇÚCAR E A MORTE

Jesus Filho de Deus Heart [/color]
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Edwin Hoover pelo seu post:
Doc S (30-06-2018)
Conheça os Benefícios do Matcha
30-06-2018, 12:18 AM
Resposta: #15
RE: Açúcar - O mais perigoso ingrediente alimentar do mundo
(28-06-2018 01:04 PM)Edwin Hoover Escreveu:  E xilitol? E stevia? Fazem mal também? Eu uso mascavo mas quero parar e trocar por algo 100% seguro.

Xilitol eu não conheço, mas Stevia eu sei que é natural, é extraído de uma planta, e você pode inclusive plantar Stevia em casa.

Eu faço consumo de açúcar mascavo, é pouco processado e saudável, além de ser rico em vitaminas e minerais, não vejo por que evita-lo.

"Agradecimento não significa plena concordância de opiniões!"

"Para ser vitorioso você precisa ver o que não está visível" — Sun Tzu

A verdade sempre prevalecerá!
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Doc S pelo seu post:
Edwin Hoover (30-06-2018)
30-03-2019, 03:30 AM
Resposta: #16
RE: Açúcar - O mais perigoso ingrediente alimentar do mundo
146 razões pelas quais o açúcar está destruindo sua saúde

1. O açúcar compromete o sistema imunológico.
2. O açúcar perturba as relações minerais no corpo.
3. O açúcar pode causar hiperatividade, ansiedade, dificuldade de concentração e irritabilidade em crianças.
4. O açúcar pode produzir um aumento significativo nos triglicerídeos.
5. O açúcar contribui para a redução da defesa contra infecções bacterianas (doenças infecciosas).
6. Açúcar provoca uma perda de elasticidade e função dos tecidos, quanto mais açúcar você come, menos elasticidade você tem.
7. O açúcar reduz as lipoproteínas de alta densidade.
8. O açúcar leva à deficiência de cromo.
9. O açúcar leva ao câncer dos ovários.
10. O açúcar pode aumentar os níveis de glicose em jejum.
11. O açúcar causa deficiência de cobre.
12. O açúcar interfere na absorção de cálcio e magnésio.
13. O açúcar pode enfraquecer a visão.
14. O açúcar aumenta o nível de um neurotransmissor: dopamina, serotonina e norepinefrina.
15. O açúcar pode causar hipoglicemia.
16. O açúcar pode produzir um trato digestivo ácido.
17. O açúcar pode causar um aumento rápido dos níveis de adrenalina nas crianças.
18. A má absorção de açúcar é frequente em pacientes com doença intestinal funcional.
19. O açúcar pode causar envelhecimento prematuro.
20. O açúcar pode levar ao alcoolismo.
21. O açúcar pode causar cárie dentária.
22. O açúcar contribui para a obesidade
23. A alta ingestão de açúcar aumenta o risco de doença de Crohn e colite ulcerativa.
24. O açúcar pode causar alterações frequentemente encontradas pessoalmente em úlceras gástricas ou duodenais.
25. O açúcar pode causar artrite.
26. O açúcar pode causar asma.
27. O açúcar auxilia muito o crescimento descontrolado de Candida Albicans (infecções fúngicas).
28. O açúcar pode causar cálculos biliares.
29. O açúcar pode causar doenças cardíacas.
30. O açúcar pode causar apendicite.
31. O açúcar pode causar esclerose múltipla.
32. O açúcar pode causar hemorroidas.
33. O açúcar pode causar veias varicosas.
34. O açúcar pode elevar as respostas de glicose e insulina em usuários de contraceptivos orais.
35. O açúcar pode levar à doença periodontal.
36. O açúcar pode contribuir para a osteoporose.
37. O açúcar contribui para a acidez da saliva.
38. O açúcar pode causar uma diminuição na sensibilidade à insulina.
39. O açúcar pode diminuir a quantidade de vitamina E (alfa-tocoferol) no sangue.
40. O açúcar pode diminuir o hormônio do crescimento.
41. O açúcar pode aumentar o colesterol.
42. O açúcar pode aumentar a pressão arterial sistólica.
43. O açúcar pode causar sonolência e diminuir a atividade em crianças.
44. A alta ingestão de açúcar aumenta os produtos finais de glicação avançada (AGEs) (açúcar ligado não enzimaticamente à proteína)
45. O açúcar pode interferir na absorção de proteína.
46. O açúcar causa alergias alimentares.
47. O açúcar pode contribuir para o diabetes.
48. O açúcar pode causar toxemia durante a gravidez.
49. O açúcar pode contribuir para o eczema em crianças.
50. O açúcar pode causar doenças cardiovasculares.
51. O açúcar pode prejudicar a estrutura do DNA
52. O açúcar pode alterar a estrutura da proteína.
53. O açúcar pode tornar a nossa idade da pele, alterando a estrutura do colágeno.
54. O açúcar pode causar catarata.
55. O açúcar pode causar enfisema.
56. O açúcar pode causar aterosclerose.
57. O açúcar pode promover uma elevação das lipoproteínas de baixa densidade (LDL).
58. A alta ingestão de açúcar pode prejudicar a homeostase fisiológica de muitos sistemas no corpo.
59. O açúcar reduz a capacidade das enzimas de funcionar.
60. O consumo de açúcar é maior em pessoas com doença de Parkinson.
61. O açúcar pode causar uma alteração permanente no modo como as proteínas atuam no corpo.
62. O açúcar pode aumentar o tamanho do fígado, fazendo as células do fígado se dividirem.
63. O açúcar pode aumentar a quantidade de gordura no fígado.
64. O açúcar pode aumentar o tamanho dos rins e produzir alterações patológicas no rim.
65. O açúcar pode danificar o pâncreas.
66. O açúcar pode aumentar a retenção de líquidos do corpo.
67. O açúcar é o inimigo número 1 do movimento intestinal.
68. O açúcar pode causar miopia.
69. O açúcar pode comprometer o revestimento dos capilares.
70. O açúcar pode tornar os tendões mais frágeis.
71. O açúcar pode causar dores de cabeça, incluindo enxaqueca.
72. O açúcar desempenha um papel no câncer pancreático em mulheres.
73. O açúcar pode afetar adversamente as notas das crianças da escola e causar distúrbios de aprendizagem.
74. O açúcar pode causar um aumento nas ondas cerebrais delta, alfa e teta.
75. O açúcar pode causar depressão.
76. O açúcar aumenta o risco de câncer gástrico.
77. O açúcar causa dispepsia (indigestão).
78. O açúcar pode aumentar o risco de contrair a gota.
79. O açúcar pode aumentar os níveis de glicose em um teste oral de tolerância à glicose sobre a ingestão de carboidratos complexos.
80. O açúcar pode aumentar as respostas à insulina em humanos que consomem dietas ricas em açúcar em comparação com dietas de baixo teor de açúcar.
81. A dieta rica em açúcar refinado reduz a capacidade de aprendizagem.
82. O açúcar pode comprometer o funcionamento de duas proteínas do sangue, albumina e lipoproteínas, o que pode reduzir a capacidade do organismo de manipular gordura e colesterol.
83. O açúcar pode contribuir para a doença de Alzheimer.
84. O açúcar pode causar adesividade plaquetária.
85. O açúcar pode causar desequilíbrio hormonal; alguns hormônios se tornam menos ativos e outros se tornam superativos.
86. O açúcar pode levar à formação de cálculos renais.
87. O açúcar pode levar o hipotálamo a se tornar altamente sensível a uma grande variedade de estímulos.
88. O açúcar pode causar tontura.
89. Dietas ricas em açúcar podem causar radicais livres e estresse oxidativo.
90. Dietas com alto teor de sacarose em indivíduos com doença vascular periférica aumentam significativamente a adesão plaquetária.
91. A dieta rica em açúcar pode levar ao câncer do trato biliar.
92. O açúcar alimenta o câncer.
93. O alto consumo de açúcar de adolescentes grávidas está associado a um risco aumentado em duas vezes para o nascimento de uma criança pequena para a idade gestacional (PIG).
94. O alto consumo de açúcar pode levar a uma diminuição substancial na duração da gestação entre adolescentes.
95. O açúcar reduz o tempo de viagem da comida pelo trato gastrointestinal.
96. O açúcar aumenta a concentração de ácidos biliares nas fezes e enzimas bacterianas no cólon. Isso pode modificar a bile para produzir compostos causadores de câncer e câncer de cólon.
97. O açúcar aumenta o estradiol (a forma mais potente de estrogênio natural) nos homens.
98. O açúcar combina e destrói a fosfatase, uma enzima, que dificulta o processo de digestão.
99. O açúcar pode ser um fator de risco para câncer de vesícula biliar.
100. O açúcar é uma substância viciante.
101. O açúcar pode ser intoxicante, semelhante ao álcool.
102. O açúcar pode exacerbar o PMS.
103. O açúcar dado a bebês prematuros pode afetar a quantidade de dióxido de carbono que eles produzem.
104. A diminuição do consumo de açúcar pode aumentar a estabilidade emocional.
105. O corpo transforma o açúcar em 2 a 5 vezes mais gordura na corrente sanguínea do que o amido.
106. A rápida absorção de açúcar promove a ingestão excessiva de alimentos em indivíduos obesos.
107. O açúcar pode piorar os sintomas de crianças com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH).
108. O açúcar afeta negativamente a composição eletrolítica urinária.
109. O açúcar pode retardar a capacidade das glândulas suprarrenais para funcionar.
110. O açúcar tem o potencial de induzir processos metabólicos anormais em um indivíduo saudável normal e promover doenças degenerativas crônicas.
111. Alimentação intravenosa de água com açúcar pode cortar o oxigênio para o cérebro.
112. A ingestão elevada de sacarose pode ser um importante fator de risco para o câncer de pulmão.
113. O açúcar aumenta o risco de poliomielite.
114. A alta ingestão de açúcar pode causar convulsões epilépticas.
115. Açúcar causa pressão alta em pessoas obesas.
116. Em UTIs, limitar o açúcar salva vidas.
117. O açúcar pode induzir a morte celular.
118. O açúcar pode aumentar a quantidade de comida que você come.
119. Nos campos de reabilitação juvenil, quando as crianças foram submetidas a uma dieta baixa em açúcar, houve uma queda de 44% no comportamento antissocial.
120. O açúcar pode levar ao câncer de próstata.
121. O açúcar desidrata os recém-nascidos.
122. Açúcar aumenta o estradiol em homens jovens.
123. O açúcar pode causar bebês com baixo peso ao nascer.
124. Maior consumo de açúcar refinado está associado a índices de esquizofrenia.
125. O açúcar pode elevar os níveis de homocisteína na corrente sanguínea.
126. Alimentos doces aumentam o risco de câncer de mama.
127. O açúcar é um fator de risco no câncer do intestino delgado.
128. O açúcar pode causar câncer de laringe.
129. O açúcar induz a retenção de sal e água.
130. O açúcar pode contribuir para uma leve perda de memória.
131. À medida que o açúcar aumenta na dieta dos 10 anos, há uma diminuição linear no consumo de muitos nutrientes essenciais.
132. O açúcar pode aumentar a quantidade total de alimentos consumidos.
133. Expor um recém-nascido ao açúcar resulta em uma maior preferência pela sacarose em relação à água aos 6 meses e 2 anos de idade.
134. O açúcar causa constipação.
135. O açúcar causa veias varicosas.
136. O açúcar pode causar a decadência cerebral em mulheres pré-diabéticas e diabéticas.
137. O açúcar pode aumentar o risco de câncer de estômago.
138. O açúcar pode causar síndrome metabólica.
139. A ingestão de açúcar pelas mulheres grávidas aumenta os defeitos do tubo neural nos embriões.
140. O açúcar pode ser um fator na asma.
141. Quanto maior o consumo de açúcar, maiores as chances de se ter síndrome do intestino irritável.
142. O açúcar pode afetar os sistemas centrais de recompensa.
143. O açúcar pode causar câncer no reto.
144. O açúcar pode causar câncer endometrial.
145. O açúcar pode causar carcinoma de células renais.
146. O açúcar pode causar tumores no fígado.

---

Fontes:
1. Sanchez, A., et al. "Role of Sugars in Human Neutrophilic Phagocytosis," American Journal of Clinical Nutrition. Nov 1973;261:1180-1184.

Bernstein, J., et al. "Depression of Lymphocyte Transformation Following Oral Glucose Ingestion." American Journal of Clinical Nutrition.1997;30:613.

2. Couzy, F., et al."Nutritional Implications of the Interaction Minerals," Progressive Food and Nutrition Science 17;1933:65-87.

3. Goldman, J., et al. "Behavioral Effects of Sucrose on Preschool Children." Journal of Abnormal Child Psychology.1986;14(4):565-577.

4. Scanto, S. and Yudkin, J. "The Effect of Dietary Sucrose on Blood Lipids, Serum Insulin, Platelet Adhesiveness and Body Weight in Human Volunteers," Postgraduate Medicine Journal. 1969;45:602-607.

5. Ringsdorf, W., Cheraskin, E. and Ramsay R. "Sucrose,Neutrophilic Phagocytosis and Resistance to Disease," Dental Survey. 1976;52(12):46-48.

6. Cerami, A., Vlassara, H., and Brownlee, M."Glucose and Aging." Scientific American. May 1987:90.

Lee, A. T. and Cerami, A. "The Role of Glycation in Aging." Annals of the New York Academy of Science. 663:63-67.

7. Albrink, M. and Ullrich I. H. "Interaction of Dietary Sucrose and Fiber on Serum Lipids in Healthy Young Men Fed High Carbohydrate Diets." American Journal of Clinical Nutrition. 1986;43:419-428.

Pamplona, R., et al. “Mechanisms of Glycation in Atherogenesis.” Medical Hypotheses. Mar 1993;40(3):174-81.

8. Kozlovsky, A., et al. "Effects of Diets High in Simple Sugars on Urinary Chromium Losses." Metabolism. June 1986;35:515-518.

9. Takahashi, E., Tohoku University School of Medicine, Wholistic Health Digest. October 1982:41.

10. Kelsay, J., et al. "Diets High in Glucose or Sucrose and Young Women." American Journal of Clinical Nutrition. 1974;27:926-936.

Thomas, B. J., et al. “Relation of Habitual Diet to Fasting Plasma Insulin Concentration and the Insulin Response to Oral Glucose,” Human Nutrition Clinical Nutrition. 1983; 36C(1):49_51.

11. Fields, M.., et al. "Effect of Copper Deficiency on Metabolism and Mortality in Rats Fed Sucrose or Starch Diets," Journal of Clinical Nutrition. 1983;113:1335-1345.

12. Lemann, J. "Evidence that Glucose Ingestion Inhibits Net Renal Tubular Reabsorption of Calcium and Magnesium." Journal Of Clinical Nutrition. 1976 ;70:236-245.

13. Acta Ophthalmologica Scandinavica. Mar 2002;48;25.

Taub, H. Ed. "Sugar Weakens Eyesight," VM NEWSLETTER;May 1986:6

14. "Sugar, White Flour Withdrawal Produces Chemical Response." The Addiction Letter .Jul 1992:4.

15. Dufty, William. Sugar Blues. (New York:Warner Books, 1975).

16. Ibid.

17. Jones, T. W., et al. “Enhanced Adrenomedullary Response and Increased Susceptibility to Neuroglygopenia: Mechanisms Underlying the Adverse Effect of Sugar Ingestion in Children.” Journal of Pediatrics. Feb 1995;126:171-7.

18. Ibid.

19. Lee, A. T.and Cerami A. "The Role of Glycation in Aging." Annals of the New York Academy of Science.1992;663:63-70.

20. Abrahamson, E. and Peget, A.. Body, Mind and Sugar. (New York:Avon,1977.}

21. Glinsmann, W., Irausquin, H., and Youngmee, K. “Evaluation of Health Aspects of Sugar Contained in Carbohydrate Sweeteners. F. D. A. Report of Sugars Task Force.” 1986:39.

Makinen K.K.,et al. “A Descriptive Report of the Effects of a 16_month Xylitol Chewing_Gum Programme Subsequent to a 40_Month Sucrose Gum Programme.” Caries Research. 1998; 32(2)107-12.

Riva Touger-Decker and Cor van Loveren, “Sugars and Dental Caries.”

Am. J. Clin.Nut. Oct 2003; 78:881-892.

22. Keen, H., et al. "Nutrient Intake, Adiposity, and Diabetes." British Medical Journal. 1989; 1: 655-658.

23. Tragnone, A. et al. “Dietary Habits as Risk Factors for Inflammatory Bowel Disease.” Eur J Gastroenterol Hepatol. Jan 1995;7(1):47-51.

24. Yudkin, J. Sweet and Dangerous.. (New York;Bantam Books:1974), 129.

25. Darlington, L., Ramsey, N. W. and Mansfield, J. R. "Placebo_Controlled, Blind Study of Dietary Manipulation Therapy in Rheumatoid Arthritis," Lancet. Feb 1986;8475(1):236-238.

26. Powers, L. "Sensitivity: You React to What You Eat." Los Angeles Times. Feb. 12, 1985.

Cheng, J., et al. “Preliminary Clinical Study on the Correlation Between Allergic Rhinitis and Food Factors.” Lin Chuang Er Bi Yan Hou Ke Za Zhi Aug 2002;16(8):393-396.

27. Crook, W. J. The Yeast Connection. (TN:Professional Books, 1984)..

28. Heaton, K. "The Sweet Road to Gallstones." British Medical Journal. Apr 14, 1984; 288:1103-1104.

Misciagna, G., et al. American Journal of Clinical Nutrition. 1999;69:120-126.

29. Yudkin, J. "Sugar Consumption and Myocardial Infarction." Lancet..Feb 6, 1971;1(7693):296-297.

Reiser, S. "Effects of Dietary Sugars on Metabolic Risk Factors Associated with Heart Disease." Nutritional Health. 1985;203-216.

30. Cleave, T. The Saccharine Disease. (New Canaan, CT: Keats Publishing, 1974).

31. Erlander, S. "The Cause and Cure of Multiple Sclerosis, The Disease to End Disease. Mar 3, 1979;1(3):59-63.

32. Cleave, T. The Saccharine Disease. (New Canaan, CT: Keats Publishing, 1974.)

33. Cleave, T. and Campbell, G. Diabetes, Coronary Thrombosis and the Saccharine Disease: (Bristol, England, John Wrightand Sons, 1960).

34. Behall, K. "Influence of Estrogen Content of Oral Contraceptives and Consumption of Sucrose on Blood Parameters." Disease Abstracts International. 1982;431-437.

35. Glinsmann, W., Irausquin, H., and K. Youngmee. Evaluation of Health Aspects of Sugar Contained in Carbohydrate Sweeteners. F. D. A. Report of Sugars Task Force.1986;39:36_38.

36. Tjäderhane, L. and Larmas, M. “A High Sucrose Diet Decreases the Mechanical Strength of Bones in Growing Rats.” Journal of Nutrition. 1998:128:1807-1810.

37. Appleton, N. New York: Healthy Bones. Avery Penguin Putnam:1989.

38. Beck_Nielsen H., Pedersen O., and Schwartz S. “Effects of Diet on the Cellular Insulin Binding and the Insulin Sensitivity in Young Healthy Subjects." Diabetes. 1978;15:289-296 .

39. Mohanty P. et al. “Glucose Challenge Stimulates Reactive Oxygen Species (ROS) Generation by Leucocytes.”Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism. Aug 2000; 85(8):2970-2973.

40. Gardner, L. and Reiser, S. "Effects of Dietary Carbohydrate on Fasting Levels of Human Growth Hormone and Cortisol." Proceedings of the Society for Experimental Biology and Medicine. 1982;169:36-40.

41. Reiser, S. "Effects of Dietary Sugars on Metabolic Risk Factors Associated with Heart Disease." Nutritional Health. 1985;203:216.

42. Preuss, H. G. “Sugar-Induced Blood Pressure Elevations Over the Lifespan of Three Substrains of Wistar Rats.” J Am Coll of Nutrition, 1998;17(1) 36-37.

43. Behar, D., et al. “Sugar Challenge Testing with Children Considered Behaviorally Sugar Reactive." Nutritional Behavior. 1984;1:277-288.

44. Furth, A. and Harding, J. "Why Sugar Is Bad For You." New Scientist.”Sep 23, 1989;44.

45. Lee AT, Cerami A. “Role of Glycation in Aging.” Ann N Y Acad Sci. Nov 21,1992 ;663:63-70.

46. Appleton, N. New York:Lick the Sugar Habit. (New York:Avery Penguin Putnam:1988).

47. "Sucrose Induces Diabetes in Cat." Federal Protocol. 1974;6(97).

48. Cleave, T.:The Saccharine Disease: (New Canaan Ct: Keats Publishing, Inc., 1974).131.

49. Ibid. 132.

50. Vaccaro O., Ruth, K. J. and Stamler J. “Relationship of Postload Plasma Glucose to Mortality with 19 Year Follow-up.” Diabetes Care. Oct 15,1992;10:328-334.

Tominaga, M., et al, “Impaired Glucose Tolerance Is a Risk Factor for Cardiovascular Disease, but Not Fasting Glucose.” Diabetes Care. 1999:2(6):920-924.

51. Lee, A. T. and Cerami, A. "Modifications of Proteins and Nucleic Acids by Reducing Sugars: Possible Role in Aging." Handbook of the Biology of Aging. (New York: Academic Press, 1990.).

52. Monnier, V. M. "Nonenzymatic Glycosylation, the Maillard Reaction and the Aging Process." Journal of Gerontology 1990:45(4 ):105-110.

53. Dyer, D. G., et al. "Accumulation of Maillard Reaction Products in Skin Collagen in Diabetes and Aging." Journal of Clinical Investigation. 1993:93(6):421-422.

54. Veromann, S.et al.”Dietary Sugar and Salt Represent Real Risk Factors for Cataract Development.” Ophthalmologica. Jul-Aug 2003 ;217(4):302-307.

55. Monnier, V. M. "Nonenzymatic Glycosylation, the Maillard Reaction and the Aging Process." Journal of Gerontology. 1990:45(4):105-110.

56. Schmidt A.M. et al. “Activation of receptor for advanced glycation end products: a mechanism for chronic vascular dysfunction in diabetic vasculopathy and atherosclerosis.” Circ Res.1999 Mar 19;84(5):489-97.

57. Lewis, G. F. and Steiner, G. “Acute Effects of Insulin in the Control of VLDL Production in Humans. Implications for Theinsulin-resistant State.” Diabetes Care. 1996 Apr;19(4):390-3

R. Pamplona, M. .J., et al. "Mechanisms of Glycation in Atherogenesis." Medical Hypotheses. 1990;40:174-181.

58. Ceriello, A. “Oxidative Stress and Glycemic Regulation.” Metabolism. Feb 2000;49(2 Suppl 1):27-29.

59. Appleton, Nancy. New York; Lick the Sugar Habit. (New York:Avery Penguin Putnam, 1988).

60. Hellenbrand, W. ”Diet and Parkinson's Disease. A Possible Role for the Past Intake of Specific Nutrients. Results from a Self-administered Food-frequency Questionnaire in a Case-control Study.” Neurology. Sep 1996;47(3):644-650 Cerami, A., Vlassara, H., and Brownlee, M. "Glucose and Aging." Scientific American. May 1987: 90.

62. Goulart, F. S. "Are You Sugar Smart?" American Fitness. Mar-Apr 1991: 34-38.

63. Ibid.

64. Yudkin, J., Kang, S. and Bruckdorfer, K. "Effects of High Dietary Sugar." British Journal of Medicine. Nov 22, 1980;1396.

65. Goulart, F. S. "Are You Sugar Smart?" American Fitness. March_April 1991: 34-38

66. Ibid.

67. Ibid.

68. Ibid.

69. Ibid.

70. Nash, J. "Health Contenders." Essence. Jan 1992-23: 79_81.

71. Grand, E. "Food Allergies and Migraine."Lancet. 1979:1:955_959.

72. Michaud, D. ”Dietary Sugar, Glycemic Load, and Pancreatic Cancer Risk in a Prospective Study.” J Natl Cancer Inst. Sep 4, 2002 ;94(17):1293-300.

73. Schauss, A. Diet, Crime and Delinquency. (Berkley Ca; Parker House, 1981).

74. Christensen, L. "The Role of Caffeine and Sugar in Depression." Nutrition Report. Mar 1991;9(3):17-24.

75. Ibid.

76. Cornee, J., et al. "A Case-control Study of Gastric Cancer and Nutritional Factors in Marseille, France," European Journal of Epidemiology. 1995;11:55-65.

77. Yudkin, J. Sweet and Dangerous.(New York:Bantam Books,1974) 129.

78. Ibid, 44

79. Reiser, S., et al. “Effects of Sugars on Indices on Glucose Tolerance in Humans." American Journal of Clinical Nutrition. 1986:43;151-159.

80. Reiser,S., et al. “Effects of Sugars on Indices on Glucose Tolerance in Humans." American Journal of Clinical Nutrition. 1986;43:151-159.

81. Molteni, R, et al. “A High-fat, Refined Sugar Diet Reduces Hippocampal Brain-derived Neurotrophic Factor, Neuronal Plasticity, and Learning.” NeuroScience. 2002;112(4):803-814.

82. Monnier, V., “Nonenzymatic Glycosylation, the Maillard Reaction and the Aging Process.” Journal of Gerontology. 1990;45:105-111.

83. Frey, J. “Is There Sugar in the Alzheimer’s Disease?” Annales De Biologie Clinique. 2001; 59 (3):253-257.

84. Yudkin, J. "Metabolic Changes Induced by Sugar in Relation to Coronary Heart Disease and Diabetes." Nutrition and Health. 1987;5(1-2):5-8.

85. Ibid.

86. Blacklock, N. J., "Sucrose and Idiopathic Renal Stone." Nutrition and Health. 1987;5(1-2):9-12.

Curhan, G., et al. “Beverage Use and Risk for Kidney Stones in Women.” Annals of Internal Medicine. 1998:28:534-340.

87. Journal of Advanced Medicine. 1994;7(1):51-58.

88. Ibid

89. Ceriello, A. “Oxidative Stress and Glycemic Regulation.” Metabolism. Feb 2000;49(2 Suppl 1):27-29.

90. Postgraduate Medicine. Sept 1969:45:602-07.

91. Moerman, C. J., et al. “Dietary Sugar Intake in the Etiology of Biliary Tract Cancer.” International Journal of Epidemiology. Ap 1993;2(2):207-214.

92. Quillin, Patrick, “Cancer’s Sweet Tooth.” Nutrition Science News. Ap 2000.

Rothkopf, M.. Nutrition. July/Aug 1990;6(4).

93. Lenders, C. M. “Gestational Age and Infant Size at Birth Are Associated with Dietary Intake among Pregnant Adolescents.” Journal of Nutrition. Jun 1997;1113-1117.

94. Ibid.

95. Bostick, R. M., et al. "Sugar, Meat.and Fat Intake and Non-dietary Risk Factors for Colon Cancer Incidence in Iowa Women." Cancer Causes & Control. 1994:5:38-53.

96. Ibid.

Kruis, W., et al. "Effects of Diets Low and High in Refined Sugars on Gut Transit, Bile Acid Metabolism and Bacterial Fermentation.” Gut. 1991;32:367-370.

Ludwig, D. S., et al. “High Glycemic Index Foods, Overeating, And Obesity.” Pediatrics. Mar 1999;103(3):26-32.

97. Yudkin, J and Eisa, O. “Dietary Sucrose and Oestradiol Concentration in Young Men”. Annals of Nutrition and Metabolism. 1988:32(2):53-55.

98. Lee, A. T. and Cerami A. "The Role of Glycation in Aging." Annals of the New York Academy of Science. 1992; 663:63-70.

99. Moerman, C. et al."Dietary Sugar Intake in the Etiology of Gallbladder Tract Cancer." Internat J of Epi. Ap 1993; 22(2):207-214.

100. "Sugar, White Flour Withdrawal Produces Chemical Response." The Addiction Letter. Jul 1992:4.

Colantuoni, C., et al. “Evidence That Intermittent, Excessive Sugar Intake Causes Endogenous Opioid Dependence.” Obes Res. Jun 2002 ;10(6):478-488.

101. Ibid.

102. The Edell Health Letter. Sept 1991;7:1.

103. Sunehag, A. L., et al. “Gluconeogenesis in Very Low Birth Weight Infants Receiving Total Parenteral Nutrition” Diabetes. 1999 ;48 7991-8000).

104. Christensen L. et al. “Impact of A Dietary Change on Emotional Distress.” Journal of Abnormal Psychology .1985;94(4):565-79.

105. Nutrition Health Review. Fall 85. Sugar Changes into Fat Faster than Fat.”

106. Ludwig, D. S., et al. “High Glycemic Index Foods, Overeating and Obesity.” Pediatrics.Mar1999;103(3):26-32.

107. Girardi, N.L.” Blunted Catecholamine Responses after Glucose Ingestion in Children with Attention Deficit Disorder.” Pediatrics Research. 1995;38:539-542.

Berdonces, J. L. “Attention Deficit and Infantile Hyperactivity.” Rev Enferm. Jan 2001;4(1)11-4

108. Blacklock, N. J. “Sucrose and Idiopathic Renal Stone.” Nutrition Health. 1987;5(1 & 2):9-17.

109. Lechin, F., et al. “Effects of an Oral Glucose Load on Plasma Neurotransmitters in Humans.” Neurophychobiology. 1992;26(1-2):4-11.

110. Fields, M. Journal of the American College of Nutrition. Aug 1998;17(4):317-321.

111. Arieff, A. I. Veterans Administration Medical Center in San Francisco. San Jose Mercury; June 12/86. “IVs of Sugar Water Can Cut Off Oxygen to the Brain.”

112. De Stefani, E.“Dietary Sugar and Lung Cancer: a Case Control Study in Uruguay.” Nutrition and Cancer. 1998;31(2):132_7.

113. Sandler, Benjamin P. Diet Prevents Polio. Milwakuee, WI,:The Lee Foundation for for Nutritional Research, 1951.

114. Murphy, Patricia. “The Role of Sugar in Epileptic Seizures.” Townsend Letter for Doctors and Patients. May, 2001.

115. Stern, N. & Tuck, M. “Pathogenesis of Hypertension in Diabetes Mellitus.” Diabetes Mellitus, a Fundamental and Clinical Test. 2nd Edition, (Phil. A:Lippincott Williams & Wilkins, 2000)943-957.

116. Christansen, D. “Critical Care: Sugar Limit Saves Lives.” Science News. June 30, 2001;159:404.

117. Donnini, D. et al. “Glucose May Induce Cell Death through a Free Radical-mediated Mechanism.”Biochem Biohhys Res Commun. Feb 15, 1996:219(2):412-417.

118. Allen S. Levine, Catherine M. Kotz, and Blake A. Gosnell . “Sugars and Fats: The Neurobiology of Preference “J. Nutr.2003 133:831S-834S.

119. Schoenthaler, S. The Los Angeles Probation Department Diet-Behavior Program: Am Empirical Analysis of Six Institutional Settings. Int J Biosocial Res 5(2):88-89.

120. Deneo-Pellegrini H,. et al.Foods, Nutrients and Prostate cancer: a Case-control study in Uruguay. Br J Cancer. 1999 May;80(3-4):591-7.

121. “Gluconeogenesis in Very Low Birth Weight Infants Receiving Total Parenteral Nutrition. Diabetes. 1999 Apr;48(4):791-800.

122. Yudkin, J. and Eisa, O. “Dietary Sucrose and Oestradiol Concentration in Young Men. Annals of Nutrition and Metabolism. 1988;32(2):53-5.

123. Lenders, C. M. “Gestational Age and Infant Size at Birth Are Associated with Dietary Intake Among Pregnant Adolescents.” Journal of Nutrition 128; 1998::807-1810.

124. . Peet, M. “International Variations in the Outcome of Schizophrenia and the Prevalence of Depression in Relation to National Dietary Practices: An Ecological

Analysis.” British Journal of Psychiatry. 2004;184:404-408.

125. Fonseca, V. et al. “Effects of a High-fat-sucrose Diet on Enzymes in Homosysteine Metabolism in the Rat.” Metabolism. 200; 49:736-41.

126. Potischman, N, et.al. “Increased Risk of Early-stage Breast Cancer Related to Consumption of Sweet Foods among Women Less than Age 45 in the United States." Cancer Causes Control. 2002 Dec;13(10):937-46.

127.Negri. E. et al. “Risk Factors for Adenocarcinoma of the Small Intestine.”

International Journal of Cancer. 1999:82:I2:171-174.

128.Bosetti, C. et al. “Food Groups and Laryngeal Cancer Risk: A Case-control Study from Italy and Switzerland.” International Journal of Cancer, 2002:100(3): 355-358.

129. Shannon, M. “An Empathetic Look at Overweight.”CCL Family Found.” Nov-Dec.1993. 20(3):3-5.

130. Harry G. Preuss, M.D., of Georgetown University Medical School

131., “Health After 50.” Johns Hopkins Medical Letter. May, 1994.

132. Allen, S. "Sugars and Fats: The Neurobiology of Preference." Journal of Nutrition. 2003;133:831S-834S.

133. Booth, D.A.M. etc al. “Sweetness and Food Selection: Measurement of Sweeteners’ Effects on Acceptance.” Sweetness. Dobbing, J., Ed., (London:Springer-Verlag, 1987).

134. Cleve, T.L On the Causation of Varicose Veins. “Bristol, England, John Wright, 1960.”

135. Cleve, T.L On the Causation of Varicose Veins. “Bristol, England, John Wright, 1960”.

136. Ket, Yaffe et al. “Diabetes, Impaired Fasting Glucose and Development of Cognitive Impairment in Older Women. Neurology 2004;63:658–663.

137. Chatenoud, Liliane et al. “Refined-cereal Intake and Risk of Selected Cancers in Italy.” Am. J. Clinical Nutrition, Dec 1999;70:1107-1110.

138. Yoo, Sunmi et al. “Comparison of Dietary Intakes Associated with Metabolic Syndrome Risk Factors in Young Adults: the Bogalusa Heart Study” Am J Clin Nutr. 2004 Oct;80(4):841-848.

139. Shaw, Gary M. et al. “Neural Tube Defects Associated with Maternal Periconceptional Dietary Intake of Simple Sugars and Glycemic Index.”

Am. J. Clinical Nutrition, Nov 2003;78:972-978.

140. Krilanovich, Nicholas J. “Fructose Misuse, the Obesity Epidemic, the Special Problems of the Child, and a Call to Action “ Am. J. Clinical Nutrition, Nov 2004;80:1446-1447.

141.Jarnerot, G., “Consumption of Refined Sugar by Patients with Crohn's Disease, Ulcerative colitis, or Irritable Bowel Syndrome. Scand J Gastroenterol. 1983 Nov;18(8):999-1002.

142. Allen, S. "Sugars and Fats: The Neurobiology of Preference." J Nutr.

2003;133:831S-834S.

143. De Stefani E, Mendilaharsu M, and Deneo-Pellegrini H. Sucrose as a Risk Factor for Cancer of the Colon and Rectum: a Case-control Study in Uruguay. Int J Cancer. 1998 Jan 5;75(1):40-4.

144. Levi F, Franceschi S, Negri E, La Vecchia C. “Dietary Factors and the Risk of Endometrial Cancer. Cancer. 1993 Jun 1;71(11):3575-3581.

145. Mellemgaard A. et al. “Dietary Risk Factors for Renal Cell Carcinoma in Denmark.” Eur J Cancer. 1996 Apr;32A(4):673-82.

146. Rogers AE, Nields HM, Newberne PM. “Nutritional and Dietary Influences on Liver Tumorigenesis in Mice and Rats. Arch Toxicol Suppl. 1987;10:231-43. Review.

Era a esquerda, agora ele se veste de direita liberal sionista. Troca-se a ração e seguimos para o abate.
Mas os goyim estão acordando! Lute até a última gota do seu sangue com a palavra. O mais nobre ato de santidade não é ser pudico e sim lutar contra as trevas que te escraviza. Não há outra opção a não ser o combate.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a CaféSemAçúcar pelo seu post:
pequeno gafanhoto (30-03-2019)
30-03-2019, 09:42 AM
Resposta: #17
RE: Açúcar - O mais perigoso ingrediente alimentar do mundo
(30-03-2019 03:30 AM)CaféSemAçúcar Escreveu:  146 razões pelas quais o açúcar está destruindo sua saúde

Eu praticamente nao consumo açucar, mais é no café da manhã e da tarde, porem tem certas pessoas que nem gostam açucar no café.

Nao é mesmo "café " ? Desculpe ai, somente zueira mesmo Tongue

Só existe uma coisa melhor do que fazer novos amigos: conservar os velhos.
Elmer G. Letterman
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a pequeno gafanhoto pelo seu post:
CaféSemAçúcar (30-03-2019)
Onde Comprar  Cloreto de Magnésio PA
30-03-2019, 10:02 AM (Resposta editada pela última vez em: 30-03-2019 10:15 AM por CaféSemAçúcar.)
Resposta: #18
RE: Açúcar - O mais perigoso ingrediente alimentar do mundo
(30-03-2019 09:42 AM)pequeno gafanhoto Escreveu:  
(30-03-2019 03:30 AM)CaféSemAçúcar Escreveu:  146 razões pelas quais o açúcar está destruindo sua saúde

Eu praticamente nao consumo açucar, mais é no café da manhã e da tarde, porem tem certas pessoas que nem gostam açucar no café.

Nao é mesmo "café " ? Desculpe ai, somente zueira mesmo Tongue

Pois é Gafanha Smile

Eu tomo muito café. Já sou um viciado, se fico mais de 5 horas sem tomar pelo menos 1/3 de um copo com café chego a ter as vezes dor de cabeça e sensação de boca seca.

Algum tempo atrás resolvi estudar mais sobre o açúcar e foi ai que decidi tentar tirar do café. Com o tempo fui me acostumando a ponto de que hoje se eu tomar café com açúcar me da uma aversão e nojo terrível.

Era a esquerda, agora ele se veste de direita liberal sionista. Troca-se a ração e seguimos para o abate.
Mas os goyim estão acordando! Lute até a última gota do seu sangue com a palavra. O mais nobre ato de santidade não é ser pudico e sim lutar contra as trevas que te escraviza. Não há outra opção a não ser o combate.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a CaféSemAçúcar pelo seu post:
pequeno gafanhoto (30-03-2019)
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
Exclamation Flúor na água aumentará ainda mais Mediador 19 9,441 18-10-2018 02:34 PM
Última Resposta: draggy29
  O Lado Mais Sujo da Monsanto Firenze 3 4,468 17-08-2017 06:55 PM
Última Resposta: Doc S
  Quem É Mais Perigosa Pepsi ou Coca-Cola? mr.newface 50 57,827 22-07-2017 09:10 AM
Última Resposta: Skybourne
Exclamation [Bebidas Energéticas]- São Mais Perigosas do Que você Pensa! snoop_dogg10 13 74,624 13-03-2017 07:31 PM
Última Resposta: Sanderson S. Pierre
  Adoçantes. Alguns prejudicam mais que açúcar Alexg 2 4,549 01-10-2016 04:35 PM
Última Resposta: Angelick

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 76 usuários online.
» 0 Membros | 76 Visitantes

Estatísticas do Fórum
» Membros: 21,116
» Último Membro: Nayara
» Tópicos do Fórum: 26,212
» Respostas do Fórum: 278,846

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Se você é homem, branco, heterossexual e cristão... a NOM quer o seu fim!
Última Resposta Por: questionando
Hoje 05:53 AM
» Respostas: 52
» Visualizações: 2306
"Intolerância religiosa é o resultado da limitação do conhecimento"
Última Resposta Por: DeOlhOnafigueira
Hoje 03:12 AM
» Respostas: 21
» Visualizações: 740
Terra Plana: A Elite e a doutrinação secular da Terra em formato de globo
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 11:25 PM
» Respostas: 305
» Visualizações: 13508
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: pequeno gafanhoto
Ontem 09:08 PM
» Respostas: 1242
» Visualizações: 228161
(Importante) III Guerra Mundial
Última Resposta Por: Anonymous_T.ron
Ontem 08:34 PM
» Respostas: 698
» Visualizações: 455190
NASA ocultou a verdadeira trajetória de NIBIRU/Planeta X/Hercólubus
Última Resposta Por: Velho Druida
Ontem 08:26 PM
» Respostas: 16
» Visualizações: 5621
O acordo de paz que é só sobre Israel
Última Resposta Por: Diakonov
Ontem 05:59 PM
» Respostas: 20
» Visualizações: 918
Em que país você moraria?
Última Resposta Por: Diakonov
Ontem 05:54 PM
» Respostas: 85
» Visualizações: 17658
Olavo de Carvalho - Ideologia.
Última Resposta Por: Xevious
Ontem 10:31 AM
» Respostas: 15
» Visualizações: 1285
O Homem foi a Lua?
Última Resposta Por: pequeno gafanhoto
12-07-2019 09:39 PM
» Respostas: 186
» Visualizações: 53530
A morte do segredo bancário suíço.
Última Resposta Por: callietawny
12-07-2019 04:35 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 412
Algumas músicas anom
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
12-07-2019 04:28 AM
» Respostas: 180
» Visualizações: 32751
Dicas para Criar Tópicos Mais Atraentes
Última Resposta Por: masonlava
12-07-2019 04:05 AM
» Respostas: 53
» Visualizações: 84941
NETFLIX - Propagando o feminismo, empoderamento e LGBT
Última Resposta Por: Xevious
11-07-2019 01:35 PM
» Respostas: 13
» Visualizações: 952
URSAL
Última Resposta Por: Infinite
11-07-2019 09:42 AM
» Respostas: 13
» Visualizações: 756
Universo Cyberpunk
Última Resposta Por: Tecnocrata
11-07-2019 02:12 AM
» Respostas: 16
» Visualizações: 13257
A degeneração progressiva dos povos e das culturas
Última Resposta Por: Diakonov
10-07-2019 10:28 PM
» Respostas: 94
» Visualizações: 3524
Seria o Anti-Cristo um Islâmico?
Última Resposta Por: BioMachine
10-07-2019 06:57 PM
» Respostas: 41
» Visualizações: 1344
Toy Story 4 - Ideologia de gênero para as crianças.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
10-07-2019 12:17 PM
» Respostas: 10
» Visualizações: 1121
No futuro o aborto será tão comum quanto tomar pilula do dia seguinte.
Última Resposta Por: Xevious
09-07-2019 01:57 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 342
PROJETO VERITAS Fake News, manipulação da mídia e falsos dados
Última Resposta Por: Velho Druida
09-07-2019 08:24 AM
» Respostas: 8
» Visualizações: 422
Filme Café: E se o mundo que você vive não for real?
Última Resposta Por: Anonymous_T.ron
09-07-2019 01:13 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 287
Fundamentalismo Científico: uma forma de Pseudo-Ciência
Última Resposta Por: Xevious
08-07-2019 02:08 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 204
Revolução "copernicana"
Última Resposta Por: Bogoton
07-07-2019 07:18 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 364
Monitoramento Global, Terremotos, Solares, Marés etc
Última Resposta Por: Beobachter
06-07-2019 11:30 AM
» Respostas: 68
» Visualizações: 46074
Agenda 2030 Oculta - Big Bang e o Deus da ciência
Última Resposta Por: Koala
05-07-2019 05:50 AM
» Respostas: 6
» Visualizações: 477
Viagem humana a Marte começará por voltar à Lua, afirma responsável da NASA
Última Resposta Por: ruicoelho
04-07-2019 06:01 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 292
Em breve vamos transferir consciências ao estilo Matrix? A resposta é sim!
Última Resposta Por: BioMachine
04-07-2019 05:42 PM
» Respostas: 25
» Visualizações: 1578
Lula é condenado na Lava Jato a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex
Última Resposta Por: Velho Druida
04-07-2019 03:40 PM
» Respostas: 154
» Visualizações: 15802
A consciência colectiva, a massa critica, a mudança e o efeito do centésimo macaco.
Última Resposta Por: ruicoelho
03-07-2019 03:46 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 412

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial