Sua pele mais bonita com colágeno hidrolisado



Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 2 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
A verdade por trás do desarmamento
14-05-2018, 09:51 PM (Resposta editada pela última vez em: 14-05-2018 10:52 PM por StephanieDK.)
Resposta: #1
A verdade por trás do desarmamento
[Imagem: horseshoe-gun-rack-5069271582d.jpg]


Sabemos que um dos assuntos mais discutidos atualmente no Brasil é a política do desarmamento civil. Muitos acreditam que se essa lei entrasse em vigor a criminalidade aumentaria no país. Seria essa a verdade?
Segundo o Estudo Global de Homicídios de 2013 da UNIDOC, as armas de fogo não ocupam nem metade dos assassinatos mundiais. Confira abaixo os gráficos:


   






   






   





Podemos observar que a América é o continente que mais utiliza armas de fogo em homicídios, principalmente o Brasil. De acordo com a pesquisa feita pelo Ministério da Saúde, Mapa da Violência 2013, o Brasil está em primeiro lugar no ranking de mortes por armas de fogo. Contraditório ou não, os Estados Unidos que permite o porte de armas está em 8º lugar.

   









Então, quais seriam os motivos para que um país que é proibido por lei o porte de armas estar liderando esse ranking?

O pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e conselheiro do Fórum de Segurança Pública, Daniel Cerqueira, afirma que armas de fogo são mais utilizadas em regiões com alta criminalidade, com presença de crime organizado, econômico e narcotráfico. Podemos citar o Rio de Janeiro que possui uma das maiores organizações criminosas no Brasil, o Comando Vermelho. Não podemos esquecer também do Primeiro Comando da Capital, conhecido também como PCC que atua em São Paulo.

Além do mais, um país que os cidadãos possam utilizar armas de fogo para sua defesa deixa os criminosos mais vulneráveis, já que eles não sabem quem pode ou não estar armado. Isso pode ser comprovado no estudo do Centro de Pesquisa para Prevenção de Crimes, que após o crescimento de 178% de porte de armas, a criminalidade nos Estados Unidos despencou. A taxa de crimes violentos caiu em 25% e a taxa de homicídios por 100 mil habitantes caiu de 5,6% para 4,2%.

Agora, por que será que o governo quer desarmar a população? Essa medida teria como finalidade realmente nos proteger? Bem, é isso que os líderes mundiais irão lhes dizer, mas no fundo o que querem é ter indivíduos cada vez mais indefesos para serem dominados.


Fontes:

https://exame.abril.com.br/brasil/estado...s-de-fogo/
http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2...uisa.shtml
https://spotniks.com/apos-crescimento-de...os-unidos/


OBS: Esse é meu primeiro tópico a ser postado, então com certeza haverá uns erros aqui e ali... Ainda estou me adaptando ao sistema de códigos para escrever rsrs.

"E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" - João 8:32
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 10 usuários diz(em) obrigado a StephanieDK pelo seu post:
Anonymous_T.ron (15-05-2018), Branco (14-05-2018), Doc S (14-05-2018), jonas car (16-05-2018), Justo (15-05-2018), Marcelo Almeida (16-05-2018), marcosarierom (15-05-2018), OfimDoComeço (25-05-2018), rmuller (15-05-2018), Thucks (15-05-2018)
Goji Berry Pelo menor Preço Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
14-05-2018, 11:14 PM
Resposta: #2
RE: A verdade por trás do desarmamento
Povo desarmado é um povo sem resistência. Ótimo para o governo e pros bandidos. Mudanças reais só acontecem na base da força, o resto é só marcha pra Jesus que não da em nada.

Nos EUA a cada tiroteio que acontece tentam impor o desarmamento, só mostrar para eles a situação do Brasil, onde apenas a população não pode nem pensar em ter arma.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 8 usuários diz(em) obrigado a Branco pelo seu post:
Anonymous_T.ron (15-05-2018), Doc S (14-05-2018), jonas car (16-05-2018), Justo (15-05-2018), marcosarierom (15-05-2018), OfimDoComeço (25-05-2018), rmuller (15-05-2018), StephanieDK (15-05-2018)
15-05-2018, 11:45 AM
Resposta: #3
RE: A verdade por trás do desarmamento
A lei do desarmamento entrou em vigor para não barrar os planos do Lula e seu partido de implantar o socialismo/comunismo no Brasil.

Foi a mesma coisa na União Soviética e em outros países...
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 6 usuários diz(em) obrigado a Nikoloz pelo seu post:
Anonymous_T.ron (15-05-2018), Doc S (21-05-2018), jonas car (16-05-2018), OfimDoComeço (25-05-2018), rmuller (15-05-2018), StephanieDK (15-05-2018)
15-05-2018, 05:48 PM
Resposta: #4
RE: A verdade por trás do desarmamento
Lucas 22:36
Ele lhes disse: "Mas agora, se vocês têm bolsa, levem-na, e também o saco de viagem; e, se não têm espada, vendam a sua capa e comprem uma.


Lucas 19:27
E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim.


Mateus 11:19
Veio o Filho do homem, comendo e bebendo, e dizem: Eis aí um comilão e bebedor de vinho, amigo de publicanos e pecadores. Entretanto a sabedoria é justificada pelas suas obras.

Portugese Bible- Almeida Atualizada

[Imagem: jesusgun_bottle_400x400.jpg]
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a Thucks pelo seu post:
fallen1232 (16-05-2018), jonas car (16-05-2018), OfimDoComeço (25-05-2018), StephanieDK (16-05-2018)
Canudos Ecológicos Tudo Saudável
16-05-2018, 12:37 AM (Resposta editada pela última vez em: 16-05-2018 12:41 AM por jonas car.)
Resposta: #5
RE: A verdade por trás do desarmamento
Vídeo interessante que mostra como isso é uma sanha global dos elitistas NOM e que mesmo no interior dos EUA a pressão é constante, o que exige vigília constante(ou a troca dos governantes):





Livro que sugiro pra entender como o desarmamento é uma tática monstruosa.
Aliás, só um completo idiota pode ser a favor do desarmamento. Até um gato nasce com garras para se defender.

[Imagem: ?pro_id=9996940&qld=90&l...p;amp;a=-1]
Citar:Neste livro, o autor analisa a importância da política desarmamentista executada pelo regime nazista dentro do seu projeto de tomada de poder, mostrando como Hitler e sua polícia política desarmaram a população judaica da Alemanha, bem como toda e qualquer pessoa que fosse considerada um “inimigo do Reich” — desde muito antes de ascenderem ao governo.
A política nazista de proibição da posse de armas de fogo ajudou a consolidar o poder de Hitler na Alemanha e a intensificar a perseguição aos judeus, facilitando as prisões e deportações e prenunciando algumas das medidas mais cruéis adotadas durante a guerra.

"Quando todos dizem mentiras, dizer a verdade é mais que rebeldia...é uma revolução!
A Verdade se torna uma arma. Cuidado como usa suas palavras." - G. Orwell

Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 6 usuários diz(em) obrigado a jonas car pelo seu post:
Branco (25-05-2018), Doc S (21-05-2018), marcosarierom (16-05-2018), OfimDoComeço (25-05-2018), rmuller (21-05-2018), StephanieDK (16-05-2018)
16-05-2018, 11:55 AM
Resposta: #6
RE: A verdade por trás do desarmamento
(16-05-2018 12:37 AM)jonas car Escreveu:  



Livro que sugiro pra entender como o desarmamento é uma tática monstruosa.

Obrigada por partilhar essas informações, vou ver com calma e atenção Smile

"E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" - João 8:32
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 5 usuários diz(em) obrigado a StephanieDK pelo seu post:
Bogoton (27-05-2018), Doc S (21-05-2018), jonas car (17-05-2018), marcosarierom (16-05-2018), OfimDoComeço (25-05-2018)
16-05-2018, 03:40 PM
Resposta: #7
RE: A verdade por trás do desarmamento
O direito à legítima defesa é um direito inerente à autopreservação e, como tal, um direito natural, inerente à natureza humana.
Invocar os direitos humanos para ir contra um direito humano é algo que só a esquerdalha política mundial pode conseguir...
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 6 usuários diz(em) obrigado a Marcelo Almeida pelo seu post:
Aragorn (16-05-2018), Doc S (21-05-2018), jonas car (17-05-2018), OfimDoComeço (25-05-2018), rmuller (21-05-2018), StephanieDK (16-05-2018)
Conheça os Benefícios do Matcha
16-05-2018, 10:22 PM
Resposta: #8
RE: A verdade por trás do desarmamento
(16-05-2018 03:40 PM)Marcelo Almeida Escreveu:  O direito à legítima defesa é um direito inerente à autopreservação e, como tal, um direito natural, inerente à natureza humana.
Invocar os direitos humanos para ir contra um direito humano é algo que só a esquerdalha política mundial pode conseguir...

Chega a ser contraditório, né? KKK

Acho esses caras que defendem os Direitos Humanos um bando de hipócritas. Quero ver se eles estivessem em situações de risco iam defender que o bandido é vítima da sociedade opressora, ah me poupe...

"E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" - João 8:32
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a StephanieDK pelo seu post:
Doc S (21-05-2018), jonas car (17-05-2018)
21-05-2018, 12:50 PM
Resposta: #9
RE: A verdade por trás do desarmamento
A VIOLÊNCIA É DOURADA (VIOLENCE IS GOLDEN)


Muitas pessoas gostam de pensar que são “não-violentas.” Geralmente dizem “abominar” o uso da violência, e ela é vista de forma negativa pela maior parte delas. Muitos falham em diferenciar entre a violência justa e injusta. Alguns tipos vãos e hipócritas gostam de pensar que foram criados acima da cultura sórdida e violenta de seus ancestrais. Eles dizem que “a violência não é a resposta”. Dizem que “a violência não resolve nada”.

Eles estão errados. Cada um deles confia na violência diariamente.

No dia da eleição, pessoas de todas as esferas da vida formam fila para irem às urnas e, ao fazerem isso, esperam influenciar em quem empunhará o machado da autoridade. Aqueles que querem acabar com a violência – como se isso fosse possível ou desejável – freqüentemente procuram desarmar seus concidadãos. Na realidade, isso não acaba com a violência. Meramente dá à máfia do Estado um monopólio sobre ela. Isto torna você mais “seguro”, desde que não irrite o chefe.

Todos os governos – de esquerda, direita ou outro – são, por sua própria natureza, coercivos. Eles têm de ser.

A ordem demanda a violência.

Uma regra que no fim não é apoiada pela violência é meramente uma sugestão. Os Estados contam com leis endossadas por homens prontos a promoverem violência contra os infratores. Todo imposto, código e requisição de licenciamento exige uma progressão crescente de penalidades que, no fim, devem resultar na tomada de propriedade a força, ou no aprisionamento por homens armados, preparados para utilizarem a violência em caso de violência ou desacato. Toda vez que uma mãe de futebol [1] ergue-se e exige penas mais duras para aqueles que dirigem alcoolizados, vendem cigarros a menores, são donos de pit bulls, ou não fazem reciclagem, ela está peticionando ao Estado que ele utilize da força para impor sua vontade. Ela não está mais pedindo gentilmente. A viabilidade de toda lei de família, armas, zoneamento, tráfego, imigração, importação, exportação e regulamentação financeira depende tanto da disposição, quanto dos meios do grupo para exigi-los através da força.

Quando um ambientalista exige que “salvemos às baleias”, ele ou ela está, na realidade, argumentando que salvar às baleias é tão importante que vale a pena fazer mal aos seres humanos que fazem mal às baleias. O ambientalista pacífico está peticionando ao leviatã que autorize o uso de violência no interesse de proteger leviatãs. Se os líderes de Estado concordassem e manifestassem que, de fato, era importante “salvar às baleias”, mas se recusassem a penalizar àqueles que trazem mal a elas, ou se recusassem a impor estas penalidades sob a ameaça de uma violenta força policial ou ação militar, o sentimento expressado seria um gesto sem sentido. Aqueles que queriam trazer mal às baleias sentir-se-iam livres para fazê-lo, como é dito, com impunidade – sem punição.

Sem a ação, palavras são apenas palavras. Sem a violência, leis são apenas palavras.

A violência não é a única resposta, mas é a resposta final.

Podem-se fazer argumentos morais e éticos, apelar à razão, emoção, estética e compaixão. As pessoas certamente são movidas por estes argumentos, e quando suficientemente persuadidas – contando, é claro, que estes não sejam excessivamente inconvenientes –, elas comumente preferem moderar ou mudar seus comportamentos.

Contudo, a submissão voluntária de muitos inevitavelmente cria uma vulnerabilidade que fica à espera de ser explorada por qualquer pessoa que desconsidere as normas sociais a éticas. Se todo homem baixar suas armas e recusar-se a pegá-las de volta, o primeiro homem que pegá-las pode-rá fazer o que quiser. A paz somente pode ser mantida sem violência contanto que todos mantenham o poder de barganha e, para manter a paz, cada pessoa, em cada geração sucessiva – mesmo depois que a guerra tenha sido esquecida há muito –, deve continuar a concordar em permanecer pacífica. Para sempre e eternamente. Nenhum delinqüente ou presunçoso poderá jamais perguntar “Ou então o que?”, porque em uma sociedade verdadeiramente não-violenta, a melhor resposta disponível é “Ou então acharemos que você não é uma pessoa muito legal e não teremos nada a dividir com você”. Nosso encrenqueiro estará livre para responder, “Não me importo. Vou tomar aquilo que quiser”.

A violência é a resposta final à questão “Ou então o que?”

A violência é o padrão ouro, a reserva que garante a ordem. Na realidade, ela é melhor que um padrão ouro, pois a violência possui um valor universal. Ela transcende as peculiaridades de filosofia, religião, tecnologia e cultura. As pessoas dizem que a música é uma linguagem universal, mas um soco na cara dói da mesma forma não importa qual língua você fale, ou que tipo de música prefira. Se você está trancado em um quarto comigo e eu agarro um pedaço de cano e gesticulo para atacá-lo com ele, não importa quem você seja, seu cérebro de macaco vai imediatamente entender “ou então o que”. E, desta forma, certa ordem é alcançada.

O entendimento prático da violência é tão básico para a vida e a ordem humana como a idéia de que o fogo é quente. Você pode usá-lo, mas deve respeitá-lo. Pode-se agir contra ele, e algumas vezes controlá-lo, mas não desejar que ele desaparecesse. Como um incêndio, algumas vezes é sobrepujante e você não sabe que está vindo até que seja tarde demais. Às vezes é maior que você. Pergunte ao Cherokee, ao Inca, aos Romanov, aos Judeus, aos Confederados, aos bárbaros e aos Romanos. Todos eles sabem “Ou então o que”.

O conhecimento básico de que a ordem demanda a violência não é uma revelação, mas para alguns parece ser como tal. A própria noção disso pode tornar algumas pessoas apopléticas e alguns tentarão furiosamente disputá-lo com todos os tipos de argumentos enrolados e hipotéticos, pois não soa muito “legal”. Mas algo não precisa ser “legal” para que seja verdadeiro. A realidade não precisa se curvar para que acomode à fantasia ou a sentimentalidade.

Nossa complexa sociedade se baseia na procuração de violência ao grau de que muitas pessoas comuns no setor privado podem vagar pela vida sem realmente ter entendido ou pensado profundamente sobre a violência, pois estamos removidas dela. Podemos nos dar ao luxo de percebê-la como um problema distante, abstrato, que está para ser resolvido através de uma estratégia magnânima e programação social. Quando a violência bate na porta, simplesmente fazemos uma ligação e a polícia vem “parar” a violência. Poucos civis realmente tomam tempo para pensar que aquilo que realmente estamos fazendo é pagar um bando armado com dinheiro de proteção, para que eles venham e façam ordenadamente a violência a nosso favor. Quando aqueles que fariam a violência contra nós são levados pacificamente, a maioria de nós realmente não faz a conexão, nem mesmo afirmamos a nós mesmos que a razão pela qual o perpetrador permite ser preso é por conta da arma no quadril do policial ou o entendimento implícito de que ele será eventualmente caçado por mais e mais oficiais, os quais possuem a autoridade para matá-lo caso ele seja considerado uma ameaça. Isto é, se ele for considerado uma ameaça à ordem.

Existe em torno de dois milhões e meio de pessoas encarceradas nos Estados Unidos. Mais de noventa por cento delas são homens. A maior parte deles não se entregou. A maioria não tenta escapar durante a noite pelo fato de que existe alguém em uma torre de guarda pronto para atirar neles. Muitos são infratores “não-violentos”. Mães de futebol, contadores, celebridades ativistas e vegetarianos free-range, todos mandam seus dólares de imposto e, por procuração, gastam bilhões e bilhões para alimentar um governo armado que mantêm a ordem através da violência.

É quando a nossa violência ordenada dá lugar à violência desordenada, como acontece em conseqüência de um desastre natural, que somos forçados a ver o quanto confiamos naqueles que mantém a ordem através da violência. As pessoas pilham porque podem e matam por pensarem que poderão escapar impunes. Lidar com a violência e encontrar homens violentos que irão protegê-lo de outros homens violentos subitamente se torna uma preocupação real e urgente.

Certa vez um amigo relatou-me a história de um incidente contado por um amigo de sua família, que era um policial, e acho que ela prova este ponto. Alguns adolescentes estavam passeando no shopping, do lado de fora de uma livraria. Eles estavam jogando conversa fora e falando com alguns policiais que estavam rondando. O policial era um cara relativamente grande, não era alguém com quem você iria querer se meter. Uma das crianças falou ao policial que ele não via motivo pelo qual a sociedade precisava da polícia.

O policial inclinou-se e disse ao pequeno menino, “você tem qualquer dúvida em sua mente se eu poderia ou não quebrar seus braços e levar de você este livro, se eu o quisesse?”

O adolescente, obviamente abalado pela brutalidade da declaração disse, “não”.

“É por isso que você precisa de policiais, menino”.

George Orwell escreveu em seu “Notas sobre o Nacionalismo” que, para o pacifista, a verdade de que “Aqueles que ‘renunciam’ a violência podem fazê-lo somente porque outros estão comprometidos com ela em seu nome” é óbvia, mas impossível de aceitar. Muito da irracionalidade provêm da inabilidade em aceitar nossa dependência passiva da violência para a proteção. Fantasias escapistas do tipo de “Imagine”, de John Lennon, corrompem nossa habilidade de ver o mundo como ele realmente o é, e de sermos honestos com nós mesmos sobre a naturalidade da violência para o animal humano. Não há evidência que apóie a idéia de que o homem é uma criatura inerentemente pacífica. Há substancial evidência que apóia a noção de que a violência sempre foi uma parte da vida humana. Todos os dias, arqueólogos desenterram um novo crânio primitivo com danos feitos por armas ou traumas por pancadas. Os primeiros códigos de leis eram chocantemente horrendos. Se nos sentimos menos ameaçados hoje, se sentimos como se vivêssemos em uma sociedade não-violenta, é somente pelo fato de termos cedido tanto poder sobre nossas vidas cotidianas ao Estado. Alguns chamam isso de razão, mas nós poderíamos muito bem chamá-lo de indolência. Uma indolência perigosa ao que parece, dado o quão pouco a maior parte das pessoas diz confiar nos políticos.

A violência não provém dos filmes, videogames ou da música. Ela vem das pessoas. Já é hora delas acordarem da névoa de seus anos ‘60 e começarem a ser honestas novamente sobre a violência. As pessoas são violentas, e isso é OK. Você não pode legislar para acabar com isso ou desconversar. Baseado na evidência disponível, não há razão alguma para acreditar que a paz mundial será algum dia atingida, ou que a violência possa ser “impedida”.

Já é hora de largar as preocupações e aprender a amar o machado de batalha. A história ensina que, se não o fizermos, alguém o fará.

Fonte

“Todos os maus precedentes começam com medidas perfeitamente justificáveis.”
Julio Cesar
"Homens civilizados! Eles envenenam tudo à sua volta e definem isso como progresso!"
Conan, o barbaro
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a Julio Cesar pelo seu post:
Branco (25-05-2018), Doc S (21-05-2018), marcosarierom (22-05-2018), StephanieDK (21-05-2018)
21-05-2018, 05:33 PM
Resposta: #10
RE: A verdade por trás do desarmamento
Nossa, essa foi uma das melhores resposta que li em meu tópico. Seus argumentos são fortes, capaz de quebrar qualquer falácia desses pacifistas.

(21-05-2018 12:50 PM)Julio Cesar Escreveu:  Quando um ambientalista exige que “salvemos às baleias”, ele ou ela está, na realidade, argumentando que salvar às baleias é tão importante que vale a pena fazer mal aos seres humanos que fazem mal às baleias.

Exatamente. Eles estão cientes que o meio para acabar com esse mal que os humanos causam às baleias, é por meio da violência. Bem, não é o único meio, mas como você bem disse: é a resposta final. As pessoas dizem que não se paga o mal com o mal, mas se você não tomar certas atitudes outras pessoas tomarão.

Um caso recente que está tendo grande repercussão na mídia é a policial que executou um assaltante, em Guarujá. Veja bem, o criminoso estava armado e estava apontando a arma, sua intenção era atirar caso a pessoa não seguisse o que ele estava querendo. A policial não pensou duas vezes e, antes mesmo de ele fazer algo pior, atirou no indivíduo e o neutralizou.

Há pessoas que ficaram revoltadas com a ação da policial militar, pois ela tirou a vida de um humano, tirou a liberdade de vida do sujeito. Convenhamos, ele sequer pensou nisso ao agir daquela maneira? O que ela fez é o que todos deveriam fazer. Antes ele e tantos outros bandidos que merecem morrer, do que qualquer outra pessoa inocente.

Citar:O entendimento prático da violência é tão básico para a vida e a ordem humana como a idéia de que o fogo é quente. Você pode usá-lo, mas deve respeitá-lo. Pode-se agir contra ele, e algumas vezes controlá-lo, mas não desejar que ele desaparecesse.

Thomas Hobbes em seu livro O Leviatã, descreve como a sociedade se estrutura através do domínio sob o outro. Isso pode ser comprovado historicamente, a forma mais comum de domínio foi por meio da força, da violência, e isso participou do processo evolutivo da humanidade.

A violência é algo inato aos homens, sempre esteve presente e sempre estará, não tem como erradicá-la de um ser humano, a menos que ele seja um robô rsrs.

Recomendo a leitura do livro Laranja Mecânica. Você também pode assistir ao filme, mas não é a mesma coisa... O filme retrata a vida de um jovem que participa de uma gangue que comete diversas infrações, como estupro, assaltos e agressões. Esse jovem, o Alex, é pego pela polícia e após isso é submetido à uma experiência que o fará dele livre de qualquer indício de violência e maldade.
Ao decorrer do filme, você nota como sua vida e sua personalidade são transformadas. Ele não é capaz nem mesmo de se defender caso alguém venha o agredir, porque mesmo a defesa sendo justa, há a presença da violência.

A abordagem desse filme deixa claro que a violência é necessária. Calma, não estou dizendo que o Alex (um criminoso, ultraviolento) merece carinho e sentimentalismo, não. Mas assim como qualquer outra pessoa (boa ou má) a violência é necessária para que o indivíduo defenda sua vida, e nós humanos sempre lutamos pela nossa sobrevivência seja da maneira que for.

Citar:A violência não provém dos filmes, videogames ou da música. Ela vem das pessoas.

Até porque foram pessoas que fizeram filmes, videogames, etc. Não tem porque colocar a culpa nesses entretenimentos, pois se você é uma pessoa com boas intenções, possui valores sólidos, não é um jogo que te tornará uma pessoa agressiva, mas sim outras causalidades.

Não tenho muito o que dizer sobre isso, você falou tudo... Fico grata pela sua participação, sua resposta foi verdadeiramente valiosa.

Abraços!

"E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" - João 8:32
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a StephanieDK pelo seu post:
Doc S (21-05-2018), marcosarierom (22-05-2018)
Produtos de qualidade é na Tudo Saudável
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  As Regras da Desinformação: Vinte e Cinco Maneiras de Suprimir a Verdade admin 48 49,810 04-06-2018 04:52 PM
Última Resposta: Marcelo Almeida
  A Verdade sobre a Sociedade Ocidental - Paul Weston Bruna T 0 1,014 12-08-2017 09:58 PM
Última Resposta: Bruna T
  'Ilusão da verdade': A importância da repetição para o sucesso das mentiras Guigo Xavier 4 2,574 16-12-2016 04:32 PM
Última Resposta: Sanderson S. Pierre
  O que há por trás da cultura da ostentação Guinaldo 27 22,329 17-06-2015 12:39 AM
Última Resposta: ResponSis
  E se tudo que existe, na verdade não existisse e fosse apenas uma criação da mente? Chang Sung 49 13,854 06-02-2015 08:19 PM
Última Resposta: Ir'pz

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 55 usuários online.
» 0 Membros | 55 Visitantes

Estatísticas do Fórum
» Membros: 20,935
» Último Membro: boda1
» Tópicos do Fórum: 25,916
» Respostas do Fórum: 275,097

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
"O Vaticano é uma organização gay"
Última Resposta Por: BioMachine
Hoje 08:36 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 221
Ministério Público quer banir o GLIFOSATO
Última Resposta Por: Beobachter
Hoje 05:27 PM
» Respostas: 8
» Visualizações: 2668
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Hoje 05:26 PM
» Respostas: 1112
» Visualizações: 211589
Venezuela no fogo cruzado das potências mundiais
Última Resposta Por: ULTRON
Hoje 03:33 PM
» Respostas: 24
» Visualizações: 1171
Modelo perde a perna devido o uso de absorvente tóxico.
Última Resposta Por: Beobachter
Hoje 03:12 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 165
Brasília está fora da realidade ou eu que estou?
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 11:58 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 265
Brasil, aqui o otário é você.
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 08:52 PM
» Respostas: 19
» Visualizações: 833
E a tragédia se repete:Barragem em Brumadinho se rompe deixando vários mortos.
Última Resposta Por: BioMachine
Ontem 05:13 PM
» Respostas: 68
» Visualizações: 3614
RODA VIVA
Última Resposta Por: Nikoloz
Ontem 04:54 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 183
Dr. Enéias Carneiro x Bolsonaro, porque o primeiro não se elegeu?
Última Resposta Por: Nacionalista
Ontem 04:36 PM
» Respostas: 27
» Visualizações: 1651
Tecnologia 5G: O Neuroma Acústico
Última Resposta Por: BioMachine
Ontem 04:35 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 617
STF a serviço da NOM
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Ontem 03:52 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 141
Equipe de cientistas israelenses podem ter encontrado "a cura completa do câncer"
Última Resposta Por: ruicoelho
Ontem 03:14 PM
» Respostas: 9
» Visualizações: 730
Confirmado: começa o cerco naval americano à Venezuela.
Última Resposta Por: Fire Fox
Ontem 01:34 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 373
Pesquisas sobre os danos da Radiação Eletromagnética, Wifi, Celulares, Torres PG 4
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 12:58 PM
» Respostas: 44
» Visualizações: 32737
Olavo de Carvalho - Ideologia.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Ontem 12:46 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 128
Algumas músicas anom
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 12:25 PM
» Respostas: 151
» Visualizações: 29724
Brasil, tampe os ouvidos e não ouça o canto da sereia.
Última Resposta Por: tarcardoso
Ontem 10:15 AM
» Respostas: 7
» Visualizações: 380
Está chegando a hora! Trump dá ultimato aos militares venezuelanos.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
21-02-2019 03:53 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 243
O que a China faz com quem fala contra: invadem sua casa, ameaçam...
Última Resposta Por: tarcardoso
21-02-2019 03:34 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 695
E o gás que saiu do lago,em 1 noite,matou mais de 1700 pessoas e 3500 cabeças de gado
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
21-02-2019 12:39 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 260
ONU insiste no envolvimento do Brasil no inferno da República Centro-Africana.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
21-02-2019 09:03 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 194
O lobby da classe médica venceu. Governo deu por encerrado o programa Mais Médicos.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
21-02-2019 08:50 AM
» Respostas: 17
» Visualizações: 755
[VIDEO] A Máfia dos Transplantes de Órgãos e o Caso Paulinho Pavesi
Última Resposta Por: Beobachter
20-02-2019 07:56 PM
» Respostas: 43
» Visualizações: 28842
Que general está à altura?
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
20-02-2019 08:41 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 192
Bilionários trazem problemas ou soluções?
Última Resposta Por: pablo_hp
19-02-2019 06:57 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 136
Os EUA são um país paranoico. Um povo doente mentalmente e fisicamente.
Última Resposta Por: Nikoloz
19-02-2019 03:25 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 324
Monitoramento Global, Terremotos, Solares, Marés etc
Última Resposta Por: Beobachter
18-02-2019 11:45 PM
» Respostas: 65
» Visualizações: 44326
Club 33: grupo maçom na Disney?
Última Resposta Por: StephanieDK
18-02-2019 09:54 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 260
PEC DA BENGALA
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
18-02-2019 04:36 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 209

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial