Shoyu e Missô Orgânicos Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 2 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
apocalipse econômico brasileiro esta a passos largos
08-09-2016, 06:48 PM
Resposta: #31
RE: apocalipse econômico brasileiro esta a passos largos
(08-09-2016 03:16 PM)tarcardoso Escreveu:  Auditoria da divida publica foi vetada pela Dilma:

http://www.auditoriacidada.org.br/derrubaoveto/

http://noticias.uol.com.br/politica/ulti...o-psol.htm

Não tenho a menor duvida que o governo Dilma trabalhava única e exclusivamente para manutenção do poder.

Como também não tenho a menor duvida que o Governo Temer luta para dar o poder para o imperio-anglo-americano-sionista.

O que é difícil são esses simplórios que carregam esse mantras "esquerda e direita é farinha do mesmo saco".

Saiam desse mantra. Saiam dessa simplificação.

Se para os senhores, simplórios, tudo perdido perdido esta. Então que vão jogar palystation e deixem quem esta procurando entender o que esta acontecendo trocar conhecimento.

Essa galerinha que não sabe distinguir a NOM da Venezuela é demais.

@tarcardoso não são farinha do mesmo saco... todavia são dois caminhos que levam ao mesmo fim.

Você pode pescar com vara ou com rede, desde quer vc pegue o peixe dá no mesmo. E nós somos o peixe.

Quem sempre mandou por essas bandas foi o bloco EUA - Otan... No fim do século XX eles permitiram que governos socialistas assumir o poder nos países da America Latina.

A experiencia não deu certo, e eles estão tomando tudo de volta... o próximo a cair é o Maduro.
É isso amigos.

A quem interessa o fim da Igreja Católica??? Religião Mundial e o super estado sinárquico
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a Campanário pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (30-09-2016), Guigo Xavier (09-09-2016), probra (09-09-2016), Sophia (08-09-2016)
Óleo de Copaíba é na Tudo Saudável
08-09-2016, 07:57 PM
Resposta: #32
RE: apocalipse econômico brasileiro esta a passos largos
(08-09-2016 06:48 PM)Campanário Escreveu:  
(08-09-2016 03:16 PM)tarcardoso Escreveu:  ...

@tarcardoso não são farinha do mesmo saco... todavia são dois caminhos que levam ao mesmo fim.

Você pode pescar com vara ou com rede, desde quer vc pegue o peixe dá no mesmo. E nós somos o peixe.

Quem sempre mandou por essas bandas foi o bloco EUA - Otan... No fim do século XX eles permitiram que governos socialistas assumir o poder nos países da America Latina.

A experiencia não deu certo, e eles estão tomando tudo de volta... o próximo a cair é o Maduro.
É isso amigos.

Não @Campanário. Não dá para aceitar mais essa justificativa simplória.

Dois caminho. Mesmo fim.

Nunca ouvi falar da Venezuela jogar bombas atômicas em duas cidades.

Temos que experimentar, com medo de errar, mas experimentar.

Por isso os esquerdista nos chamam de reacionários. O medo nos impede de arriscar.

Também não devemos sair por ai experimentando "meninos e meninas" como os oba oba. Também não temos que rejeitar os Hugo Chaves so porque temos medo de arriscar.


O medo de decrescer ou estagnar socialmente so porque o governo PT tem um projeto de poder que "ilude o pobre" não justifica colocar um espião norte americano na presidência da republica.

A estratégia do medo que a NOM impõe esta ai servido para manutenção do status quo, ou seja, domínio da NOM.

É certo que seriamos escravos do bolivarianismo se o projeto tivesse tido sucesso.

O que prefere, ficar eternamente na coleira do imperio-anglo-americano-sionista ou mudar ate a mudança ser uma norma?

Se não der certo no bolivarianismo, mudamos para o argentilismo, ou paraguaismo, ou africanismo ou alemãonismo, ou marcianismo.

Não podemos ficar estagnado abraçado com a esperança. Isso apenas alimenta a NOM.

Podemos identificar as diferenças, colocar em uma balança, analisar as possibilidades e concluir ao invés de colocar tudo no simplório "dois caminho mesmo fim".
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a tarcardoso pelo seu post:
Gapre (08-09-2016), probra (09-09-2016)
08-09-2016, 10:04 PM
Resposta: #33
RE: apocalipse econômico brasileiro esta a passos largos
Enfim... tudo dito e nada entendido!

Amigos, colegas e simpatizantes de sei lá qual seja seu lado, não adianta explicar, pois as pessoas são compreensivas apenas quando se dão bem no jogo.

Alguns já entenderam outros, bem, outros continuam adormecidos no sistema que lhes encaixaram.

Nada melhor que esta frase para desintoxicar o sentido do ser humano.

Citar:Você precisa entender, a maioria destas pessoas não está preparada para despertar. E muitas delas estão tão inertes, tão desesperadamente dependentes do sistema, que irão lutar para protegê-lo.

(Morpheus)

Jedermanns Freund ist niemals Freund

Na multidão de palavras, existem aquelas que edificam e as que destroem... o muito falar não significa sabedoria, mas sim a impaciência no ouvir!


A língua do sábio, destila o conhecimento; porém a boca dos tolos derrama a estultícia. PV-15:2
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Beobachter pelo seu post:
probra (09-09-2016)
09-09-2016, 12:17 AM
Resposta: #34
RE: apocalipse econômico brasileiro esta a passos largos
senhores o tópico sinaliza que a coisa está entrando num novo patamar. Não se trata mais de defender interesses próprios e sim se vai ser aplicável tal premissa. Tudo isso é uma loucura se não tomarmos consciência já, que se trata de uma subjugação total da nação, não haverá como recuperar o país e as condições mínimas necessárias pra prosperar. Todos os bilionário brasileiros do setor produtivo ou quebraram ou estão presos. Tudo a custa de um moralismo doentio que ainda se julga pró capitalismo. O travamento das empreiteiras é de tal dimensão que não haverá quem não seja afetado, a não ser os vendilhões do topo.
Sei que todos eles não tem a mínima noção de pátria e por isso estão pagando o preço, mas esse é o setor mais dinâmico da econômia brasileira e até do mundo, o que dizer do "new deal" do plano marshal. Com o travamento desse setor a economia entrará numa espiral de encolhimento que se retroalimentará até entrar em colápso total.

A doutrinação do (o que interessa é defender o meu) pegou, e as condições para que isso implique em, necessariamente, destruir o próximo está sendo forjada. Ou tomamos consciência disso, ou não sobreviveremos como nação civilizada. O inimigo não é o capitalismo ou socialismo, esquerda vs direita, mais sim o imperialismo que nos divide, explora e subjuga.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 6 usuários diz(em) obrigado a probra pelo seu post:
Gapre (10-09-2016), Guigo Xavier (09-09-2016), marcosarierom (09-09-2016), tarcardoso (12-09-2016), Xevious (09-09-2016), Zunim (09-09-2016)
Shoyu e Missô Orgânicos Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
09-09-2016, 12:07 PM
Resposta: #35
RE: apocalipse econômico brasileiro esta a passos largos
(07-09-2016 10:50 PM)Profeta do Apocalipse Escreveu:  Incrível, desvirtuaram o tópico. Enquanto vocês ficam se digladiando, os banqueiros enchem os bolsos.

A dívida pública é uma vergonha que foi aumentada por vários governos condenando gerações. Parem de mirar no lugar errado.

Por que nenhum governo consegue fazer a reforma tributária? A auditoria da dívida pública? A reforma política? Porque somos todos escravos dos três poderes que se mancomunaram para espoliar o Brasil de todas as formas.

O legislativo criando leis que legitimam a opressão. O executivo criando mecanismos para drenar as riquezas do país e o judiciário protegendo os mais ricos dos mais pobres. Se vocês não conseguem enxergar isso, então estão mais cegos do que imaginei e agem exatamente da maneira que eles querem.

Profeta

Caro profeta,

estás certo. O sistema financeiro manda em todos os lados do poder. A dívida pública, somente com os juros, poderá chegar a 80% do PIB. Ou seja, tudo que produzimos, 80% será destinado para o pagamento da banca e seus vassalos de esquerda e de direita.

Entendo a perspectiva do criador do tópico. Fala-se que o país está uma *****, mas ele nunca foi nada.

Somos controlados pelo papel fiduciário desprovido de valor real, chamado dinheiro.

Somos o país mais rico do Planeta. Temos tudo, só não temos a capacidade de se libertar da corja política que se aproveita da miséria para fazer o que bem entende com esse país em troca das migalhas que os senhores distribuem aos seus asseclas.

"Quem manda na nação: o voto ou o dinheiro? Como os donos do poder (as elites dirigentes) dominam?


Não há manual de ciência política que não ensina o valor igualitário do voto nas democracias (cada cabeça um voto). Como as pesquisas não mostram o real funcionamento do poder, sim, as aparências, quem vê superficialmente o resultado da eleição de 2014 chega à seguinte conclusão: nas classes A e B, de cada três votos, dois foram para Aécio. Nas classes D e E, de cada três votos, dois foram para Dilma. Na classe C houve divisão mais proporcional.

Dilma liderou entre os eleitores com até 2 salários mínimos (teve 63%); Aécio apareceu na frente entre os que ganham mais de 10 salários mínimos (teve 65%) (ver Datafolha). O senso comum afirmou: os pobres elegeram Dilma. As classes populares deram mais votos para Dilma (e elas são mais numerosas). Então quem manda no Brasil (e em todas as democracias do mundo) é o voto? Vamos entender o tema.

Regra 1: o voto legitima o governante (o político) a tomar decisões em nome do povo (os legitima para governarem). Só isso. Nesse sentido, a democracia é puramente procedimental (Schumpeter).

Regra 2: mas quem influencia na tomada das decisões? Em regra, o dinheiro (ou seja: os interesses dos mais poderosos).

O voto diz quem pode tomar decisões (governar) em nome do povo. O dinheiro diz quais decisões devem ser tomadas (como se deve governar). Se o dinheiro público pode construir uma escola e um hospital ou ser emprestado com taxas privilegiadas para algumas empresas poderosas, quem influencia nessa decisão?

Crédito privilegiado com o dinheiro público

No governo FHC o dinheiro público dos fundos de pensão e do BNDES foi usado para que empresas privadas comprassem empresas públicas (ver Sérgio Lazzarini, Capitalismo de laços). Houve “privatização”, sem desestatização. No governo lulopetista os chamados “campeões nacionais” (JBS, Eike Batista, Odebrecht etc.) levaram fortunas em créditos subsidiados.

O governo Temer acaba de tomar a decisão de que R$ 5 bilhões do BNDES serão emprestados a taxas diferenciadas para empresas que queiram comprar outras em dificuldades financeiras.

Todos são exemplos do “capitalismo à brasileira” (que enriquece alguns poucos com o dinheiro público privilegiado).

Quem influencia essas decisões de favorecimentos dos donos do poder? O voto ou o dinheiro? Quais empresas são escolhidas? As mais influentes, evidentemente, levam o dinheiro público para suas contas (e sua prosperidade financeira).

Nessa hora, frente ao poder do dinheiro (dos donos do poder), o voto tanto dos eleitores médios como o da base vira pó. Os que financiam as campanhas eleitorais levam vantagens imensas.

Num país com hiperescassez de crédito (e muito caro), ter dinheiro público privilegiado para poder comprar empresas à beira da falência por valor muito aquém do normal é um tremendo negócio.

Isso gera fortunas para alguns privilegiados (sendo patente a confusão entre o público e o privado, conforme a tradição patrimonialista). E o governo atende os interesses tanto de quem está falindo como de quem está comprando.

Quais empresas falidas serão beneficiadas e quais empresas compradoras serão aquinhoadas? Somente as que pertencem ao “clube dos donos do poder” terão acesso ao benefício.

“A linha foi uma grande jogada. Muitos players estratégicos que não têm acesso a capital porque o mercado de crédito está difícil terão uma linha para comprar ativos baratos e, com esses ativos, poderão voltar a crescer e a ganhar dinheiro”, disse Marcelo Gomes, diretor-executivo da consultoria Alvarez & Marsal (Valor Econômico).

Mais: a nova lei de falências (nº 11.101, de 2005) criou mecanismos para dar garantia aos compradores de ativos de empresas em recuperação judicial. O artigo 60 da lei garante que não haverá sucessão de dívidas para o comprador do ativo que for segregado na chamada Unidade Produtiva Isolada (UPI). A UPI “blinda” o investidor na compra do ativo da empresa em recuperação judicial de potenciais sucessões de dívidas.

A obtenção de créditos públicos privilegiados não é a cleptocracia. Cleptocracia é o funcionamento das instituições (das leis, da Justiça, da mídia, da política e da economia) que fomentam ou acobertam esse crédito público favorecido em benefício de poucos (de algumas elites), sobretudo quando sem critérios transparentes.

Segundo o economista José Roberto Afonso, do Ibre/FGV, o elevado endividamento das empresas, que acabaram asfixiadas pelo aumento dos juros e alta do dólar, levou o banco (BNDES) a agir. “Pelo visto, o mercado não deu conta. E esperava-se que estrangeiros entrassem e comprassem as empresas brasileiras em má situação financeira, mas também não devem estar dando conta.” Ele critica, porém, que seja o BNDES o instrumento escolhido pelo governo para mitigar o problema. “Foge ao padrão do BNDES, que é o fomento para projetos de novos investimentos”, diz ele. “O BNDES é usado para fazer uma função que é própria do governo ou do Banco Central” (Folha).

Estudo de dois cientistas políticos norte-americanos

Mas não é novidade que os donos do poder (as elites dirigentes ou supercidadãos) dominam o poder econômico-financeiro, o político, o jurídico (até onde este permite) e o social (mídias, escolas, intelectuais etc.).

Os detentores de mais capitais (econômico, cultural, social, relacional etc.) contam com mais acesso ao poder político (logo, ao domínio da sociedade) e isso ocorre inclusive nas democracias (onde prospera o “mito” de que os votos possuem o mesmo valor).

No Brasil (como em tantos outros países) sempre se viveu essa realidade. Portanto, nada de inusitado. O que nos faltava era uma comprovação de tudo isso.

Essa confirmação veio com um estudo de dois cientistas políticos (Martin Gilens, da Princeton University, e Benjamin Page, da Northwestern University), que chegaram a algumas conclusões com implicações dramáticas para o funcionamento da democracia – seja nos EUA, seja em outros países (ver Dani Rodrik, Valor Econômico 11/9/14).

Foram usadas pesquisas de opinião pública em cerca de 2 mil questões de política governamental entre 1981 e 2002. A dupla analisou duas coisas: (a) se governo federal dos EUA adotou a política em questão no exercício do mandato seguinte à pesquisa e (b) mensuraram em que medida o resultado coincidiu com as preferências dos distintos eleitores (comparando os donos do poder com o restante da população).

Diferentemente do que ocorre com os “eleitores da base da pirâmide” ou subcidadãos (mais ou menos 2/3 da população, no caso brasileiro), os “eleitores médios” ou cidadãos (classes A e B: grosso modo, quase 1/3 da população, no caso do Brasil) aparentemente contam com muita influência nas políticas do governo.

Mas isso ocorre somente na medida em que seus interesses coincidem com os dos donos do poder (que não chegam nem a 0,1% dos habitantes, no Brasil). Quando tais interesses são conflitantes, normalmente predominam as políticas sustentadas pelas elites dirigentes.

As preferências desse “eleitor médio” (cidadãos) e das elites econômicas (supercidadãos) não são muito diferentes no que diz respeito à maioria das questões de política de governo. Por exemplo, ambos os grupos de eleitores gostariam de ver uma defesa nacional forte e uma economia saudável (ver Dani Rodrik, citado).

Quando tais interesses são conflitantes (por exemplo: que se use o dinheiro público para subsidiar empréstimos privilegiados para algumas empresas), o efeito do “eleitor médio” cai para níveis insignificantes, ao passo que o das elites econômicas permanece substancial.

Conclusão: quando os interesses das elites dirigentes são distintos daqueles do restante da sociedade, é a opinião das elites que conta – quase exclusivamente.

Gilens e Page relatam resultados semelhantes para grupos de interesse organizados, que exercem uma influência poderosa sobre a formulação de políticas. Como ressaltam os autores, “faz muito pouca diferença o que o público em geral pensa” depois que são levados em conta os alinhamentos dos grupos de interesse organizados (eleitores médios) e as preferências dos donos do poder.

Quando há coincidência entre os interesses dos eleitores médios com os dos donos do poder (das elites), é inegável sua força política, porque nesse caso os políticos, que já atendem preponderantemente os interesses dos donos do poder (que são os que financiam suas campanhas eleitorais), também favorecem os eleitores médios. Quando há descoincidência, preponderam os interesses dos donos do poder (em detrimento do restante da população).





http://professorlfg.jusbrasil.com.br/art...es-dominam

"Não é quem eu sou por dentro e sim o que eu faço é que me define." Batman.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 6 usuários diz(em) obrigado a Guigo Xavier pelo seu post:
Doc S (11-09-2016), marcosarierom (09-09-2016), probra (09-09-2016), Profeta do Apocalipse (10-09-2016), tarcardoso (12-09-2016), ULTRON (11-09-2016)
10-09-2016, 09:18 PM
Resposta: #36
RE: apocalipse econômico brasileiro esta a passos largos
belo exmplo guigo tudo haver com o tópico, muito obrigado!. Realmente esses subsídios pra aquisição de empresas em dificuldade é o fim da picada. Veja o exemplo da eletropaulo, que foi comprada por uma empresa americana quebrada com o dinheiro do bndes, deram o cano no bndes e ainda "dispuseram" o pior serviço de energia elétrica da história com vários apagões. Só que naquela época a economia tava crescendo e o serviõ da dívida mau chegava aos 35%. Ho je a economia despenca junto com a arrecadação e o serviço da dívida já pode fechar nos 60%. E aí tem algumas contatações que evidencia o suicídio econômico proposital da atual administração.

_ tal medida revela o anseio de alguns do setor produtivo migrar para o rentismo com a venda de suas empresas. Eventuais compradores assumiram grandes riscos somente com vantagens extorsivas o que implicará em mais queda de arrecadação, sem contar o alto risco do crédito dessas operações.
- Com mais gente migrando para o rentismo com a arrecadação caindo, essa conta, mesmo jogando tudo nas costas da população, não vai fechar. Vê se aí uma clara intenção em inviabilizar bancos públicos, estourar as contas públicas para a partir daí recorrer a empréstimos junto ao fmi.

... engraçado que os de visão "capitalista" apoia o calote de empresas americanas, mas se países como cuba e venezuela pagam os empréstimos, é dinheiro nosso ajudando o comunismo. São essas as premissas que administram o país agora. Só queria entender que xxxxx de capitalismo é esse.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a probra pelo seu post:
Doc S (11-09-2016), marcosarierom (11-09-2016), tarcardoso (12-09-2016), ULTRON (11-09-2016)
10-09-2016, 10:07 PM
Resposta: #37
RE: apocalipse econômico brasileiro esta a passos largos
Muito bem esclarecido @Guigo Xavier. Só queria fazer um adendo: isso não acontece somente no Brasil, acontece no mundo inteiro. E não vejo saída rápida desse ciclo vicioso.

Profeta

"Na multidão de palavras não falta transgressão, mas o que modera os lábios é prudente."
(Pv 10:19)

"Porque na muita sabedoria há muito enfado; e o que aumenta em conhecimento, aumenta em dor."
(Eclesiastes 1:18)
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 6 usuários diz(em) obrigado a Profeta do Apocalipse pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (30-09-2016), Doc S (11-09-2016), marcosarierom (11-09-2016), mbastos73 (11-09-2016), tarcardoso (12-09-2016), ULTRON (11-09-2016)
Onde Comprar  Cloreto de Magnésio PA
11-09-2016, 02:01 PM
Resposta: #38
RE: apocalipse econômico brasileiro esta a passos largos
Bem, o impeachment da Dilma foi como os nobres da idade media e moderna faziam, matavam o rei e coroavam o príncipe como rei. Dilma junto com Cunha tinham virado o simbolo de corrupção para a população. Se tem uma coisa que sempre fez a população arrancar a cabeça de seus reis e nobres, é mexer no "bolso deles". Isso levou ao mundo desde revoluções (a francesa é o maior exemplo disso) e algumas revoltas sufocadas. Toda vez que os nobres salvaram o sistema, foi tirando o rei e colocando o príncipe no lugar. O impeachment foi apenas isso.

Agora quanto a economia, estamos bem mal, mas EUA, União Europeia, Japão e China estão com bolhas econômicas BEM MAIORES. Na hora que isso explodir, pode ter certeza que o tranco vai ser bem grande.

“Todos os maus precedentes começam com medidas perfeitamente justificáveis.”
Julio Cesar
"Homens civilizados! Eles envenenam tudo à sua volta e definem isso como progresso!"
Conan, o barbaro
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 5 usuários diz(em) obrigado a Julio Cesar pelo seu post:
Doc S (11-09-2016), Gapre (12-09-2016), pequeno gafanhoto (11-09-2016), tarcardoso (12-09-2016), ULTRON (11-09-2016)
11-09-2016, 02:31 PM
Resposta: #39
RE: apocalipse econômico brasileiro esta a passos largos
julio cesar escreveu:
Agora quanto a ECONOMIA, estamos bem mal, mas EUA, União Europeia, Japão e China estão com bolhas econômicas BEM MAIORES. Na hora que isso explodir, pode ter certeza que o tranco vai ser bem grande.

Leia mais: http://forum.antinovaordemmundial.com/To...z4Jxors7Sz
---------------------------------------------------------------------------------
é julio mas esses países criaram bolhas e dívidas para financiara seu nacional desenvolvimentismo e expansionismo aqui no brasil temos um movimento semelhante, porém gasta-se o dinheiro para acabar com o pouco que tem de nacional desenvolvimentismo. Ou seja, uma coisa é quebrar financeiramente preservando os meios de produção e domínio tecnológico, outra é quebrar financeiramente "de propósito" sem ter nada disso.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a probra pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (30-09-2016), tarcardoso (12-09-2016), ULTRON (11-09-2016)
11-09-2016, 02:49 PM (Resposta editada pela última vez em: 11-09-2016 02:52 PM por ULTRON.)
Resposta: #40
RE: apocalipse econômico brasileiro esta a passos largos
(09-09-2016 12:07 PM)Guigo Xavier Escreveu:  "Quem manda na nação: o voto ou o dinheiro? Como os donos do poder (as elites dirigentes) dominam?


Não há manual de ciência política que não ensina o valor igualitário do voto nas democracias (cada cabeça um voto). Como as pesquisas não mostram o real funcionamento do poder, sim, as aparências, quem vê superficialmente o resultado da eleição de 2014 chega à seguinte conclusão: nas classes A e B, de cada três votos, dois foram para Aécio. Nas classes D e E, de cada três votos, dois foram para Dilma. Na classe C houve divisão mais proporcional.

Dilma liderou entre os eleitores com até 2 salários mínimos (teve 63%); Aécio apareceu na frente entre os que ganham mais de 10 salários mínimos (teve 65%) (ver Datafolha). O senso comum afirmou: os pobres elegeram Dilma. As classes populares deram mais votos para Dilma (e elas são mais numerosas). Então quem manda no Brasil (e em todas as democracias do mundo) é o voto? Vamos entender o tema.

Regra 1: o voto legitima o governante (o político) a tomar decisões em nome do povo (os legitima para governarem). Só isso. Nesse sentido, a democracia é puramente procedimental (Schumpeter).

Regra 2: mas quem influencia na tomada das decisões? Em regra, o dinheiro (ou seja: os interesses dos mais poderosos).

O voto diz quem pode tomar decisões (governar) em nome do povo. O dinheiro diz quais decisões devem ser tomadas (como se deve governar). Se o dinheiro público pode construir uma escola e um hospital ou ser emprestado com taxas privilegiadas para algumas empresas poderosas, quem influencia nessa decisão?

Crédito privilegiado com o dinheiro público

No governo FHC o dinheiro público dos fundos de pensão e do BNDES foi usado para que empresas privadas comprassem empresas públicas (ver Sérgio Lazzarini, Capitalismo de laços). Houve “privatização”, sem desestatização. No governo lulopetista os chamados “campeões nacionais” (JBS, Eike Batista, Odebrecht etc.) levaram fortunas em créditos subsidiados.

O governo Temer acaba de tomar a decisão de que R$ 5 bilhões do BNDES serão emprestados a taxas diferenciadas para empresas que queiram comprar outras em dificuldades financeiras.

Todos são exemplos do “capitalismo à brasileira” (que enriquece alguns poucos com o dinheiro público privilegiado).

Quem influencia essas decisões de favorecimentos dos donos do poder? O voto ou o dinheiro? Quais empresas são escolhidas? As mais influentes, evidentemente, levam o dinheiro público para suas contas (e sua prosperidade financeira).

Nessa hora, frente ao poder do dinheiro (dos donos do poder), o voto tanto dos eleitores médios como o da base vira pó. Os que financiam as campanhas eleitorais levam vantagens imensas.

Num país com hiperescassez de crédito (e muito caro), ter dinheiro público privilegiado para poder comprar empresas à beira da falência por valor muito aquém do normal é um tremendo negócio.

Isso gera fortunas para alguns privilegiados (sendo patente a confusão entre o público e o privado, conforme a tradição patrimonialista). E o governo atende os interesses tanto de quem está falindo como de quem está comprando.

Quais empresas falidas serão beneficiadas e quais empresas compradoras serão aquinhoadas? Somente as que pertencem ao “clube dos donos do poder” terão acesso ao benefício.

“A linha foi uma grande jogada. Muitos players estratégicos que não têm acesso a capital porque o mercado de crédito está difícil terão uma linha para comprar ativos baratos e, com esses ativos, poderão voltar a crescer e a ganhar dinheiro”, disse Marcelo Gomes, diretor-executivo da consultoria Alvarez & Marsal (Valor Econômico).

Mais: a nova lei de falências (nº 11.101, de 2005) criou mecanismos para dar garantia aos compradores de ativos de empresas em recuperação judicial. O artigo 60 da lei garante que não haverá sucessão de dívidas para o comprador do ativo que for segregado na chamada Unidade Produtiva Isolada (UPI). A UPI “blinda” o investidor na compra do ativo da empresa em recuperação judicial de potenciais sucessões de dívidas.

A obtenção de créditos públicos privilegiados não é a cleptocracia. Cleptocracia é o funcionamento das instituições (das leis, da Justiça, da mídia, da política e da economia) que fomentam ou acobertam esse crédito público favorecido em benefício de poucos (de algumas elites), sobretudo quando sem critérios transparentes.

Segundo o economista José Roberto Afonso, do Ibre/FGV, o elevado endividamento das empresas, que acabaram asfixiadas pelo aumento dos juros e alta do dólar, levou o banco (BNDES) a agir. “Pelo visto, o mercado não deu conta. E esperava-se que estrangeiros entrassem e comprassem as empresas brasileiras em má situação financeira, mas também não devem estar dando conta.” Ele critica, porém, que seja o BNDES o instrumento escolhido pelo governo para mitigar o problema. “Foge ao padrão do BNDES, que é o fomento para projetos de novos investimentos”, diz ele. “O BNDES é usado para fazer uma função que é própria do governo ou do Banco Central” (Folha).

Estudo de dois cientistas políticos norte-americanos

Mas não é novidade que os donos do poder (as elites dirigentes ou supercidadãos) dominam o poder econômico-financeiro, o político, o jurídico (até onde este permite) e o social (mídias, escolas, intelectuais etc.).

Os detentores de mais capitais (econômico, cultural, social, relacional etc.) contam com mais acesso ao poder político (logo, ao domínio da sociedade) e isso ocorre inclusive nas democracias (onde prospera o “mito” de que os votos possuem o mesmo valor).

No Brasil (como em tantos outros países) sempre se viveu essa realidade. Portanto, nada de inusitado. O que nos faltava era uma comprovação de tudo isso.

Essa confirmação veio com um estudo de dois cientistas políticos (Martin Gilens, da Princeton University, e Benjamin Page, da Northwestern University), que chegaram a algumas conclusões com implicações dramáticas para o funcionamento da democracia – seja nos EUA, seja em outros países (ver Dani Rodrik, Valor Econômico 11/9/14).

Foram usadas pesquisas de opinião pública em cerca de 2 mil questões de política governamental entre 1981 e 2002. A dupla analisou duas coisas: (a) se governo federal dos EUA adotou a política em questão no exercício do mandato seguinte à pesquisa e (b) mensuraram em que medida o resultado coincidiu com as preferências dos distintos eleitores (comparando os donos do poder com o restante da população).

Diferentemente do que ocorre com os “eleitores da base da pirâmide” ou subcidadãos (mais ou menos 2/3 da população, no caso brasileiro), os “eleitores médios” ou cidadãos (classes A e B: grosso modo, quase 1/3 da população, no caso do Brasil) aparentemente contam com muita influência nas políticas do governo.

Mas isso ocorre somente na medida em que seus interesses coincidem com os dos donos do poder (que não chegam nem a 0,1% dos habitantes, no Brasil). Quando tais interesses são conflitantes, normalmente predominam as políticas sustentadas pelas elites dirigentes.

As preferências desse “eleitor médio” (cidadãos) e das elites econômicas (supercidadãos) não são muito diferentes no que diz respeito à maioria das questões de política de governo. Por exemplo, ambos os grupos de eleitores gostariam de ver uma defesa nacional forte e uma economia saudável (ver Dani Rodrik, citado).

Quando tais interesses são conflitantes (por exemplo: que se use o dinheiro público para subsidiar empréstimos privilegiados para algumas empresas), o efeito do “eleitor médio” cai para níveis insignificantes, ao passo que o das elites econômicas permanece substancial.

Conclusão: quando os interesses das elites dirigentes são distintos daqueles do restante da sociedade, é a opinião das elites que conta – quase exclusivamente.

Gilens e Page relatam resultados semelhantes para grupos de interesse organizados, que exercem uma influência poderosa sobre a formulação de políticas. Como ressaltam os autores, “faz muito pouca diferença o que o público em geral pensa” depois que são levados em conta os alinhamentos dos grupos de interesse organizados (eleitores médios) e as preferências dos donos do poder.

Quando há coincidência entre os interesses dos eleitores médios com os dos donos do poder (das elites), é inegável sua força política, porque nesse caso os políticos, que já atendem preponderantemente os interesses dos donos do poder (que são os que financiam suas campanhas eleitorais), também favorecem os eleitores médios. Quando há descoincidência, preponderam os interesses dos donos do poder (em detrimento do restante da população).





http://professorlfg.jusbrasil.com.br/art...es-dominam


Excelente achado guigo. Gostei muito da explicação do professor LFG.

Esse vídeo, bem como artigo, são de visualizações obrigatória não só para os membros do fórum como para toda a sociedade.

A nossa democracia precisa evoluir. Vamos instituir o voto distrital, o Recall, e o fim do politico profissional, auditoria da dívida pública, imposto sobre as grandes fortunas (IGF), e a punição do membro do executivo que não cumprir promessas de campanha.

Nos termos do art.11, § 1º, IX da Lei 9.504, o candidato a Prefeito, a Governador de Estado e a Presidente da República deve apresentar as propostas de governo.


Citar:Art. 11. Os partidos e coligações solicitarão à Justiça Eleitoral o registro de seus candidatos até as dezenove horas do dia 15 de agosto do ano em que se realizarem as eleições.

§ 1º O pedido de registro deve ser instruído com os seguintes documentos:

IX - propostas defendidas pelo candidato a Prefeito, a Governador de Estado e a Presidente da República.

Se o sujeito faz promessas de campanha para ganhar voto, e não as cumpre da má-fé, deveria existir alguma forma de punição. Isto é, deveria seguir a teoria do MANDATO IMPERATIVO: "ao qual se fundamenta na concepção de que o povo, como titular da soberania, deve estabelecer limites à ação do governo, a fim de que o interesse público, e não os interesses privados dos representantes prevaleçam. O mandatário, assim, deve seguir as recomendações do eleitor, sob pena de perder o mandato."

Referência da citação: NETO, Jaime Barreiros. Direito Eleitoral: Coleção Sinopse Para Concursos. JusPODVIM: Bahia. 2016. (não esta estritamente na metodologia)





Em determinada hora, a partir de agora... Outras espécies de vida irão desaparecer da face do planeta...
Para sempre... E o ritmo está acelerando.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a ULTRON pelo seu post:
Guigo Xavier (11-09-2016), marcosarierom (11-09-2016)
As delícias de ALFARROBA da Carob House você encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  A dívida pública poderá levar o Brasil ao colapso econômico. Anonymous_T.ron 10 937 04-09-2017 02:08 PM
Última Resposta: Sanderson S. Pierre
  [Colapso Econômico] Economia em frangalhos John Dickinson 7 2,433 31-05-2017 07:56 PM
Última Resposta: Doc S
  PIB brasileiro cai 3,6% em 2016 e confirma pior recessão desde 1930 ULTRON 53 3,462 25-03-2017 01:38 PM
Última Resposta: Angelick
  A solução da crise venezuelana esta nos Estados Unidos John Dickinson 59 4,837 17-06-2016 09:29 PM
Última Resposta: John Dickinson
  "Desgoverno" Dilma está acabando com a Petrobras. #RSO# 48 19,964 08-06-2016 08:16 PM
Última Resposta: John Dickinson

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 185 usuários online.
» 1 Membros | 184 Visitantes
FaNtOmAs

Estatísticas do Fórum
» Membros: 19,973
» Último Membro: sandramaria
» Tópicos do Fórum: 24,498
» Respostas do Fórum: 261,995

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
O Brasil Foi Vendido. O Dia em Que a NOM Leiloou A Nação.
Última Resposta Por: Guigo Xavier
Hoje 12:26 PM
» Respostas: 68
» Visualizações: 5306
O Brasil Pós-Temer
Última Resposta Por: Diakonov
Hoje 11:02 AM
» Respostas: 13
» Visualizações: 1354
Cibercultura e o Futuro da Humanidade
Última Resposta Por: tarcardoso
Hoje 09:51 AM
» Respostas: 10
» Visualizações: 928
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 10:49 PM
» Respostas: 544
» Visualizações: 130451
banco SATANder promovendo ideologia de gênero, pedofilia, zoofilia e zombando Cristo
Última Resposta Por: ULTRON
Ontem 10:01 PM
» Respostas: 79
» Visualizações: 5733
Suco Verde
Última Resposta Por: sandramaria
Ontem 09:03 PM
» Respostas: 10
» Visualizações: 11863
23 de Set 2017 a Olho Nu. (Ajuda)
Última Resposta Por: Motta
Ontem 08:34 PM
» Respostas: 43
» Visualizações: 5987
General fala em possibilidade de intervenção
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 08:28 PM
» Respostas: 23
» Visualizações: 1982
Terremoto, Furacão, Tempestade Solar - Acontecimentos recentes!
Última Resposta Por: Surfista
Ontem 07:45 PM
» Respostas: 83
» Visualizações: 9955
Terremotos recentes
Última Resposta Por: Elenin20182024
Ontem 01:45 PM
» Respostas: 36
» Visualizações: 46985
Nibiru, Elenin, - Transformações da Terra - o que ninguém te conta
Última Resposta Por: Elenin20182024
Ontem 10:46 AM
» Respostas: 1204
» Visualizações: 507885
Teoria Crítica e Marxismo Cultural, as estratégias para a dominação do ocidente
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 06:31 AM
» Respostas: 18
» Visualizações: 3638
Dilma e a inauguração do Templo de Salomão
Última Resposta Por: Elenin20182024
Ontem 01:48 AM
» Respostas: 58
» Visualizações: 29262
Brasil, o Reino de Ofir
Última Resposta Por: Elenin20182024
Ontem 01:29 AM
» Respostas: 10
» Visualizações: 2381
Decifrando o Haarp
Última Resposta Por: Thebox
20-09-2017 06:26 PM
» Respostas: 119
» Visualizações: 88080
Catastrofe climatica de Junho à Setembro?!...
Última Resposta Por: Elenin20182024
20-09-2017 12:00 PM
» Respostas: 67
» Visualizações: 8006
Olavo de Carvalho - Os Verdadeiros Agentes da Nova Ordem Mundial
Última Resposta Por: tarcardoso
20-09-2017 09:00 AM
» Respostas: 15
» Visualizações: 11989
Recrutamento para o Programa Espacial Secreto em andamento?
Última Resposta Por: Elenin20182024
19-09-2017 11:53 PM
» Respostas: 22
» Visualizações: 2162
Como o Fórum ajuda você?
Última Resposta Por: Beobachter
19-09-2017 11:32 PM
» Respostas: 25
» Visualizações: 1103
MEGA TÓPICO - COREIA DO NORTE: Centralização de Notícias importantes
Última Resposta Por: Beobachter
19-09-2017 08:36 PM
» Respostas: 337
» Visualizações: 28849
Lula é condenado na Lava Jato a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex
Última Resposta Por: Beobachter
19-09-2017 08:20 PM
» Respostas: 122
» Visualizações: 6573
Simbolismo em GoT
Última Resposta Por: Leandrors
19-09-2017 06:38 PM
» Respostas: 23
» Visualizações: 2260
Reversão do envelhecimento .
Última Resposta Por: Doc S
19-09-2017 04:44 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 594
Atuação da Open Society de George Soros no Brasil e a Revolução Socialista Globalista
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
19-09-2017 02:43 AM
» Respostas: 30
» Visualizações: 4402
Direita e Esquerda dois braços - Um corpo
Última Resposta Por: Surfista
18-09-2017 10:13 PM
» Respostas: 141
» Visualizações: 45173
Como Sobreviver a um Tsunami e Terremoto
Última Resposta Por: Elenin20182024
18-09-2017 02:54 PM
» Respostas: 26
» Visualizações: 40426
Terremotos pelo mundo
Última Resposta Por: Elenin20182024
18-09-2017 02:53 PM
» Respostas: 19
» Visualizações: 14463
[Vídeo] Dr. Lair Ribeiro - 38 Fatos Importantes do Iodo na Saúde
Última Resposta Por: Doc S
17-09-2017 10:03 PM
» Respostas: 13
» Visualizações: 4855
Sobrevivencialismo: Conceito e Principais Postulados
Última Resposta Por: Elenin20182024
17-09-2017 06:49 PM
» Respostas: 14
» Visualizações: 9308
CERN - Qual a verdadeira agenda?
Última Resposta Por: Dwayne Johnson
17-09-2017 05:12 PM
» Respostas: 9
» Visualizações: 1505

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial