Temperos saudáveis você encontra pelo menor preço aqui - Loja Tudo Saudável


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 1 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
As 12 tendências cognitivas que te impedem de ser racional
23-09-2015, 11:35 AM
Resposta: #1
As 12 tendências cognitivas que te impedem de ser racional
[Imagem: 15609595128_fdcf325839_k.jp_-696x392.jpg]



O cérebro humano é capaz de realizar 1016 processos por segundo, o que torna-o muito mais poderoso do que qualquer computador existente. Mas isso não significa que nossos cérebros não têm grandes limitações. Uma simples calculadora pode fazer cálculos matemáticos milhares de vezes mais rápido que nós, e nossas memórias são muitas vezes praticamente inúteis – além disso, estamos sujeitos a tomar tendências cognitivas, que são irritantes falhas em nosso pensamento, as quais nos levam a tomar decisões questionáveis ​​e chegar a conclusões errôneas. Citaremos uma dúzia das tendências cognitivas mais comuns e malignas que você precisa conhecer.

Antes de começar, é importante distinguir entre tendências cognitivas e falácias lógicas. A falácia lógica é um erro na argumentação lógica (por exemplo, ataques ad hominem, ladeiras escorregadias, argumentos circulares, apelo à força, etc.). Uma tendência cognitiva, por outro lado, é uma verdadeira deficiência ou limitação em nosso pensamento – uma falha no julgamento que decorre de erros de memória, atribuição social e erros de cálculo (como erros estatísticos ou uma falsa sensação de probabilidade).

Alguns psicólogos sociais acreditam que nossas tendências cognitivas podem nos ajudar a processar informações de forma mais eficiente, especialmente em situações perigosas. Ainda assim, elas nos levam a cometer graves erros. Podemos estar propensos a tais erros de julgamento, mas pelo menos podemos estar ciente deles. Aqui estão alguns dos mais importantes a ter em mente.


Tendência à Confirmação

Nós adoramos concordar com pessoas que concordam conosco. É por isso que só visitamos sites que expressam nossas opiniões políticas, e por isso que na maior parte do tempo optamos por conviver com pessoas que sustentam pontos de vista e gostos semelhantes. Nós tendemos a nos esquivar aos indivíduos, grupos e fontes de notícias que nos fazem sentir desconfortáveis ou inseguros sobre nossos pontos de vista – o que o psicólogo comportamental Leon Festinger* chama de dissonância cognitiva. É este o modo preferencial de comportamento que leva à predisposição para a confirmação – o ato muitas vezes inconsciente em referenciar apenas as perspectivas que alimentam nossas visões pré-existentes, e, ao mesmo tempo ignorando ou descartando opiniões – não importa quão válida – que ameaçam a nossa visão de mundo. E, paradoxalmente, a internet só tornou essa tendência ainda pior.


Viés Social

Um pouco semelhante à tendência à confirmação é o viés social, uma manifestação de nossas tendências tribais inatas. E estranhamente, grande parte desse efeito pode ter a ver com a oxitocina – tida como o “‘hormônio do amor”, este neurotransmissor, enquanto nos ajuda a forjar laços mais apertados com as pessoas em nosso grupo interno, desempenha a função exatamente oposta para aqueles do lado de fora – faz-nos desconfiados, com medo, e até mesmo desdenhosos dos outros. Em última análise, o viés social nos leva a superestimar as habilidades e valor do nosso grupo íntimo à custa de pessoas que realmente não sabem.


Falácia do apostador

Chama-se uma falácia, mas é mais uma falha no nosso pensamento. Nós tendemos a colocar uma enorme quantidade de peso em eventos anteriores, acreditando que eles vão de alguma forma influenciar resultados futuros. O exemplo clássico é o arremesso da moeda. Depois de virar cara, digamos, cinco vezes consecutivas, a nossa inclinação é de prever um aumento na probabilidade de que o próximo sorteio seja coroa – mesmo que as chances certamente estejam a favor de cara. Mas, na realidade, as chances ainda são 50/50. Como dizem os estatísticos, os resultados em diferentes lançamentos são estatisticamente independentes e que a probabilidade de qualquer resultado ainda é de 50%.

De um modo semelhante, há também a tendência de expectativa positiva – o que muitas vezes alimenta vícios no jogo. É a sensação de que a nossa sorte tem que mudar e, eventualmente, que o destino promissor está a caminho. Ele também contribui ao equívoco da “mão quente”. Da mesma forma, é o mesmo sentimento que temos quando iniciamos um novo relacionamento que nos leva a crer que vai ser melhor do que o último.


A racionalização pós-compra

Você já comprou algo que pensava ser totalmente desnecessário, com defeito ou excessivamente caro, e então você racionalizou a compra de tal forma que você se convenceu de que era uma ótima ideia o tempo todo? Sim, isso é a racionalização pós-compra em ação – uma espécie de mecanismo interno que nos faz sentir melhor depois de tomar decisões ruins, especialmente no registro de dinheiro. Também conhecida como Síndrome de Estocolmo do comprador, é uma forma de subconscientemente justificar nossas compras – especialmente as mais caras. Os psicólogos sociais dizem que decorre do princípio do compromisso, o nosso desejo psicológico em ficar consistente e evitar um estado de dissonância cognitiva.


Negligenciar Probabilidade

Pouquíssimos de nós temos problema entrar em um carro e dirigir, mas muitos de nós experimentamos grande trepidação ao pisar dentro de um avião e voar a 35.000 pés. Voar, obviamente, é uma atividade totalmente inatural e aparentemente perigosa. No entanto, praticamente todos nós conhecemos e reconhecemos o fato de que a probabilidade de morrer em um acidente de carro é significativamente maior do que ser morto em um acidente de avião -, mas nosso cérebro não vai lançar-nos desta lógica clara (estatisticamente, temos um 1 em 84 chances de morrer em um acidente de veículos, em comparação com um 1 em 5000 chances de morrer em um acidente de avião [outras fontes indicam probabilidades tão altas quanto 1 em 20.000]). É o mesmo fenômeno que faz com que nos preocupemos em sermos mortos em um ato de terrorismo, em oposição a algo muito mais provável, como cair da escada ou envenenamento acidental.

Isto é o que o psicólogo social Cass Sunstein chama de negligenciar probabilidades – nossa incapacidade de compreender adequadamente um bom senso de perigo e risco – o que muitas vezes nos leva a exagerar os riscos de atividades relativamente inofensivas, enquanto força-nos a superestimar as mais perigosas.


Tendência à Seleção Observacional

Este é o efeito de repentinamente perceber coisas que não havia sido percebidas antes com tanta frequência. Um exemplo perfeito é o que acontece depois de comprar um carro novo e inexplicavelmente começar a ver o mesmo carro praticamente em todos os lugares. Um efeito similar acontece com as mulheres grávidas que de repente notam várias outras mulheres grávidas em torno delas. Ou poderia ser um número ou uma música. Não é que estas coisas estão aparecendo com mais frequência, é que nós, por qualquer motivo, selecionamos o item em nossa mente, e, por sua vez, o notamos mais vezes. O problema é que a maioria das pessoas não reconhecem isso como uma tendência selecional, e realmente acreditam que esses itens ou eventos estão acontecendo com maior frequência – o que pode ser um sentimento muito desconcertante. É também um viés cognitivo que contribui para a sensação de que o aparecimento de certas coisas ou acontecimentos não poderia ser coincidência (embora seja).


Tendência Status-Quo

Nós, seres humanos tendemos a sermos apreensivos às mudanças, o que muitas vezes nos leva a fazer escolhas que garantem que as coisas permaneçam as mesmas, ou minimamente alteradas. É preciso dizer que isso tem ramificações em tudo, da política à economia. Nós gostamos de ficar com as nossas rotinas, partidos políticos, e as nossas refeições favoritas em restaurantes. Parte da maldade desse viés é o pressuposto injustificado de que outra escolha será inferior ou irá piorar as coisas. A tendência ao status quo pode ser resumida com o ditado “Se não está quebrado, não conserte” – um provérbio que alimenta nossas tendências conservadoras. E, de fato, alguns analistas dizem que é por isso que os EUA não tem sido capaz de decretar um plano de saúde universal, apesar do fato de que a maioria das pessoas apoiam a ideia da reforma.


Tendência à Negatividade

As pessoas tendem a prestar mais atenção em más notícias – e não é só porque somos mórbidos. Os cientistas sociais acreditam que seja devido à nossa atenção seletiva e que, dada a escolha, nós percebemos notícias negativas como sendo mais importantes ou profundas. Nós também tendemos a dar mais credibilidade à má notícia, talvez porque estamos suspeitos (ou entediados) de proclamações em contrário. Evolutivamente, lidar com a má notícia pode ser mais adaptavelmente vantajoso do que ignorar uma boa notícia (por exemplo, “tigres-dente-de-sabre são perigosos” contra “esta fruta tem um gosto bom”). Hoje, corremos o risco de nos determos sobre a negatividade à custa de uma boa notícia. Steven Pinker, em seu livro “The Better Angels of Our Nature: Why Violence Has Declined“, argumenta que o crime, violência, guerra e outras injustiças estão em constante declínio, mas a maioria das pessoas diria que as coisas estão piorando – o que é um exemplo perfeito da tendência à negatividade no trabalho.


Efeito Bandwagon

Embora muitas vezes não tomamos consciência disso, nós gostamos de ir com o fluxo da multidão. Quando as massas começam a escolher um vencedor ou um favorito, é quando os nossos cérebros individualizadas começam a desligar e entrar em uma espécie de “pensamento coletivo” ou mentalidade de colmeia. Mas ele não tem que ser uma grande multidão ou os caprichos de uma nação inteira; ele pode incluir pequenos grupos, como a família ou mesmo um pequeno grupo de colegas de trabalho. O efeito movimento é o que muitas vezes provoca comportamentos, normas sociais e memes para propagar entre grupos de indivíduos – independentemente das provas ou motivos em apoio. É por isso que as pesquisas de opinião são muitas vezes criticadas, pois podem orientar as perspectivas dos indivíduos em conformidade. Grande parte deste viés tem a ver com o nosso desejo interno para adaptar-se e conformar-se, como notoriamente demonstrado pelas experiências de conformidade de Asch.


Tendência de Projeção

Como indivíduos preso dentro de nossas próprias mentes 24 horas por dia e 7 dias por semana, muitas vezes é difícil nos projetarmos além dos limites da nossa própria consciência e preferências. Tendemos a supor que a maioria das pessoas pensam como nós – embora não haja justificativa para isso. Essa deficiência cognitiva muitas vezes leva a um efeito relacionado conhecido como o viés do falso consenso, onde tendemos a acreditar que as pessoas não só pensam como nós, mas que elas também concordam conosco. É uma tendência onde nós consideramos nosso costumes como típicos e normais, e assumimos que existe um consenso sobre as questões quando na realidade não há. Além disso, ele também pode criar o efeito onde os membros de um grupo radical ou marginal assumem que mais pessoas do lado de fora concordam com eles. Ou uma confiança exagerada ao prever o vencedor de um jogo, eleição ou esporte.


A Tendência do Momento Atual

Nós seres humanos temos certa dificuldade ao imaginar a nós mesmos no futuro, alterando os nossos comportamentos e expectativas em conformidade. A maioria de nós prefere sentir prazer no momento atual, deixando a dor para mais tarde. Esta é uma tendência que é de particular preocupação para os economistas (ou seja, a nossa falta de vontade para não gastar mais e poupar dinheiro) e profissionais de saúde. De fato, um estudo de 1998 mostrou que, ao fazer escolhas alimentares para a próxima semana, 74% dos participantes escolheram frutas. Mas 70% escolheram chocolate para o dia atual.


Efeito Ancoragem

Também conhecida como a armadilha da relatividade, esta é a tendência que temos de comparar e contrastar apenas um conjunto limitado de itens. É chamado efeito de ancoragem porque nós tendemos a nos fixar em um valor ou número em comparação com todo o resto. O exemplo clássico é um item na loja que está à venda; nós tendemos a ver (e avaliar) a diferença de preço, mas não o preço global em si. É por isso que alguns cardápios de restaurantes apresentam pratos muito caros, ao mesmo tempo, incluindo (aparentemente) alguns com preços razoáveis. É também por isso que, quando dada uma escolha, nós tendemos a escolher a opção do meio – não muito caro, e não muito barato.



Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 10 usuários diz(em) obrigado a ruicoelho pelo seu post:
Chronoplast (29-09-2015), Eduardo - Unholy Confessions (23-09-2015), eduvix (23-09-2015), Gustavo Guerrear (23-09-2015), jjmac (25-09-2015), Padmé Amidala (29-09-2015), pequeno gafanhoto (23-09-2015), simao (23-09-2015), spyroots (23-09-2015), tarcardoso (23-09-2015)
Compre Cúrcuma em Pó na Tudo Saudável
23-09-2015, 04:01 PM
Resposta: #2
RE: As 12 tendências cognitivas que te impedem de ser racional
Com essas informações quantificadas imagino que seja bem fácil conduzir a humanidade assim como o conto do flautista de hamelin. Ir contra esse fluxo natural de nossa psiquê é literalmente navegar contra a maré, ou seja, um feito para poucos. Muitas dessas tendencias aprendi em PNL e muita dessas coisas se baseiam em CRENÇA>CONVICÇÃO>VONTADE ao qual fugimos da dor e buscamos o prazer, e é exatamente por isso que o Estado Islamico é do jeito que é, pois, as pessoas fogem da dor e buscam a crença islã imposta. Resultado disso é que a crença pode nos prender ou nos elevar, ter a mente aberta, inclusive a exprimentações é fundamental, mas num regime ditatorial tudo isso é muito imposto. Salvo o sufismo dentro do EI.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a spyroots pelo seu post:
eduvix (23-09-2015), ruicoelho (23-09-2015)
23-09-2015, 04:05 PM
Resposta: #3
RE: As 12 tendências cognitivas que te impedem de ser racional
Inclusive acredito que esse tópico tem muito haver com o tópico recente também fé, cultura e religiosidade. Nesse sentido não da pra ser conservador.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a spyroots pelo seu post:
eduvix (23-09-2015), ruicoelho (23-09-2015)
23-09-2015, 05:21 PM
Resposta: #4
RE: As 12 tendências cognitivas que te impedem de ser racional
(23-09-2015 04:01 PM)spyroots Escreveu:  ...
Ir contra esse fluxo natural de nossa psiquê é literalmente navegar contra a maré, ou seja, um feito para poucos.
...

De facto somos, ou estamos limitados, aquando da tomada de uma qualquer decisão. Todos sabemos que somos limitados mentalmente. Mas se cada um tiver a noção das suas capacidades e limitações, certamente que ao decidir ou melhor ao agir, consegue corrigir essas tendências por forma a que a decisão seja a mais correcta e próxima do que verdadeiramente queremos.

Se ao invés de pensar eu quero, posso, eu consigo, se pensássemos eu sou mesmo capaz, ou melhor, eu já estou a conseguir, nossas atitudes seriam mais efectivas. Isto se traduziria num auto-controle que nos levaria a ser o que somos verdadeiramente. Nada de máscaras, nada de falsas capas de coragem, nada de hipocrisias e, muito importante, nada de "medos". É certamente uma maneira de nos conhecermos melhor e, ao nos conhecermos melhor, somos melhores pessoas.

Por outro lado, estas tendências podem ser muito bem encaradas como subterfúgios da nossa mente que visam nos proteger de algo. Talvez o nosso inconsciente se aperceba de muita coisa que conscientemente não temos noção. Não sei, talvez digo eu...

Acreditar ou ter uma crença não me parece mal, mas já me parece mal viver em função dessa crença e abdicar da minha autonomia, seja a que nível for. Se tenho uma crença forte num determinado principio, seja religioso, politico ou social, e limito a minha liberdade em função desses principio, estou a castrar a minha livre maneira de viver. Se acredito no "pecado" propagado por muitas doutrinas, abdico até do meu prazer sexual, pois meu pensamento está condicionado pelo medo de pecar e ser castigado.

Afinal somos livres, ou somos seres que estão condicionados por princípios impostos por uma autoridade que se nos sobrepõe? Esta é a grande questão que respondida na medida de cada nos pode libertar e deixar ser genuínos.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a ruicoelho pelo seu post:
eduvix (23-09-2015), jjmac (25-09-2015), spyroots (23-09-2015)
Óleo de Copaíba é na Tudo Saudável
23-09-2015, 09:58 PM
Resposta: #5
RE: As 12 tendências cognitivas que te impedem de ser racional
Senhor @ruicoelho adorei o texto, é gratificante ler.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Bruna T pelo seu post:
eduvix (23-09-2015), ruicoelho (24-09-2015)
23-09-2015, 10:04 PM
Resposta: #6
RE: As 12 tendências cognitivas que te impedem de ser racional
(23-09-2015 09:58 PM)Bruna T Escreveu:  Senhor @ruicoelho adorei o texto, é gratificante ler.

@ruicoelho é uma pena que o Mestre está tão longe de nós, se estivesse qui estaríamos comendo um tiramissu, tomando um chá, e absorvendo mais dele.

Abraço

"Ninguém teria medo, Se a bomba fosse estourar
Se tivesse no quintal de casa Um bom abrigo nuclear
"
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a eduvix pelo seu post:
Padmé Amidala (29-09-2015), ruicoelho (24-09-2015)
23-09-2015, 10:59 PM
Resposta: #7
RE: As 12 tendências cognitivas que te impedem de ser racional
Grande @ruicoelho que contribuição pertinente.
Esse provavelmente vai ser um texto que vou ler bastante.


Meu site: http://www.tabernaculonet.com.br
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Gustavo Guerrear pelo seu post:
eduvix (23-09-2015), ruicoelho (24-09-2015)
Chás medicinais você encontra na Tudo Saudável
24-09-2015, 05:44 AM
Resposta: #8
RE: As 12 tendências cognitivas que te impedem de ser racional
@Gustavo Guerrear
@eduvix
@Bruna T

Pena que poucos venham ler e dar um pouco de atenção a algo que nos pode ser tão útil...

Como sabem, estas informações não são sensacionalistas, logo a muito poucos interessa. Por vezes penso que é preferível mantermos a ignorância instituída.

Não querendo ser mais do que ninguém, lamento uma certa pobreza de espírito que acomete a maioria das pessoas.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a ruicoelho pelo seu post:
eduvix (24-09-2015), Gustavo Guerrear (24-09-2015), Padmé Amidala (29-09-2015)
24-09-2015, 06:05 AM
Resposta: #9
RE: As 12 tendências cognitivas que te impedem de ser racional
Leitura suculenta @ruicoelho !!

"Ninguém teria medo, Se a bomba fosse estourar
Se tivesse no quintal de casa Um bom abrigo nuclear
"
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a eduvix pelo seu post:
ruicoelho (24-09-2015)
24-09-2015, 08:56 AM
Resposta: #10
RE: As 12 tendências cognitivas que te impedem de ser racional
O fato da maior parte de nossa cognição ser baseada em pensamentos em cache é atribuído à evolução, à forma como nosso cérebro se organiza. Esses pensamentos são uma ocorrência quase tão auto-sabotadora quanto a sinalização.


O problema de não revisitar suas crenças


Um dos maiores quebra-cabeças sobre a mente humana é como diabos ela funciona quando a maioria dos neurónios dispara 10-20 vezes por segundo, 200 Hz no máximo. […] Você consegue imaginar ter um programa que usa CPUs de 100 Hz, não importando o quanto delas você tivesse? Você iria precisar de centenas de biliões de processadores para fazer qualquer coisa em tempo real.
Se você precisasse escrever programas que funcionassem em tempo real para cem biliões de processadores, um truque que você iria utilizar tanto quanto possível seria fazer cache. É quando você armazena o resultado de operações prévias e procura por eles, ao invés de os repor a zero.

A forma como o cérebro humano evoluiu, limitado por sua base biológica, se baseia em uma estrutura na qual pensar sobre as coisas (“fazer operações na máquina”) é custoso. Por isso, muito do que sabemos e acreditamos sobre o mundo é armazenado directamente como resposta; nunca foi analisado por nós criticamente.

Quando vemos o sinal, o cérebro dispara o que foi guardado sobre aquele sinal e colocamos o conteúdo para fora como se tivesse sido pensado por nós (embora tenha sido absorvido apenas como resposta). Isso explica parcialmente porque as pessoas crescem acreditando em coisas malucas como "a morte que dá sentido à vida" ou “gastar 700 reais em um tinis é ok porque precisamos cuidar de nossa pisada” e coisas do género.

Se elas tivessem nascido em um lugar onde a morte não era um fenómeno normal e abraçado por todos, nunca, em um milhão de anos, passaria na mente delas por um instante como morrer seria uma óptima e fantástica ideia. O mesmo para gastar centenas de reais em um ténis. E para todos os outros pensamentos que temos armazenados, mas que não visitamos para avaliar.


Pensamentos em cache ou pensamentos habituais


Outro nome que esse tipo de pensamento pode receber é “pensamentos habituais”.

Você observa o gatilho, o cérebro dispara o conteúdo e você coloca para fora os resultados. Olhando de perto, não é surpreendente que o processo “reconhecimento, associação, completar o padrão”, a linguagem de nossos neurônios, seja tão próxima do processo de formação de hábitos.

Esse processo é insidioso por ser automático: ao identificar o gatilho para o hábito, as áreas de pensamento consciente do cérebro são “desligadas” e áreas mais primitivas conectadas à realização de tarefas automáticas são ativadas. Você literalmente para de pensar a respeito uma vez que o gatilho é disparado.

Isso faz os pensamentos habituais tão difíceis de serem mudados, por mais que sejam idiotices.

Visto do lado de dentro, eles passam a mesma sensação de uma crença que é deliberada, na qual você investiu energia crítica e pensou bastante a respeito.Sempre que o assunto ao redor do tema é trazido para discussão, o gatilho dispara o hábito, a mente completa o padrão e você nem sente a necessidade de pensar a respeito. Na história anterior, você pode pensar nas crenças como os alimentos que você tem guardado e a recepção de seus amigos como situações do dia a dia.

Algumas crenças que você absorveu do ambiente são funcionais o suficiente para permitir que você viva sua vida mais ou menos. Assim como alguns dos alimentos que você comprou, mesmo sendo tudo de uma marca, vão ser bons o suficiente para que você continua recebendo seus amigos em casa.

Contudo, algumas crenças absorvidas vão ser malucas, assim como alguns dos alimentos que você armazenou são ruins. O problema é que você começa a achar que “ser ruim” é uma propriedade do alimento e não da marca, o que te impede de querer testar marcas diferentes.

Da mesma forma, muitos pensamentos em cachê são restritivos. Eles impedem seu desenvolvimento. Sempre que alguém traz o tópico em uma discussão ou você se depara em uma situação na vida que leva você a pensar no assunto, o pensamento guardado dispara e você sente que é desnecessário continuar pensando a respeito. Mesmo em situações quando seu amigo lhe oferece um pensamento estruturado de modo diferente, defendendo uma posição diferente.

Não importa se a comida enlatada é de outra marca, você desenvolveu a tendência de nem considerar experimentar. De nem considerar analisar criticamente o que está sendo dito.

Em última instância, você precisa analisar tudo aquilo em que você acredita de perto. Não é possível fazer tudo agora, de uma vez, mas desenvolver o hábito de analisar o porquê de você acreditar no que você acredita é algo fantástico a se fazer com frequência.

Se, ao se questionar, não for possível identificar o porquê de você acreditar naquilo claramente, é uma boa hora para pensar a fundo sobre o tema. Especialmente se você estive prestes a tomar uma decisão importante baseada nessa crença.


Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a ruicoelho pelo seu post:
Padmé Amidala (29-09-2015)
Stévia pelo menor preço você encontra aqui
Responder 


Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 149 usuários online.
» 2 Membros | 147 Visitantes
Thiago Costa

Estatísticas do Fórum
» Membros: 20,129
» Último Membro: Robson F Sousa
» Tópicos do Fórum: 24,632
» Respostas do Fórum: 264,064

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
I.A, singularity, cripto-moedas e blockchain = Sistema da Besta
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Hoje 04:35 PM
» Respostas: 39
» Visualizações: 3683
Não há crise financeira e sim, crise de ódio e desprezo pelos mais pobres.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Hoje 03:56 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 38
Juiz justifica adicionais no supersalário devido emboscada com jararaca.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Hoje 11:36 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 116
Presidente da Nestlé:" a água não é um direito básico humano."
Última Resposta Por: vLP
Hoje 11:19 AM
» Respostas: 4
» Visualizações: 486
Trump a caminho de reconhecer Jerusalém como capital de Israel?
Última Resposta Por: Beobachter
Hoje 11:17 AM
» Respostas: 91
» Visualizações: 6253
Brasil: traidores de ontem e de hoje.
Última Resposta Por: Zunim
Hoje 11:10 AM
» Respostas: 4
» Visualizações: 372
Seul exige que EUA lhe entreguem o comando das tropas sul-coreanas.
Última Resposta Por: tarcardoso
Hoje 08:50 AM
» Respostas: 4
» Visualizações: 341
Os Bancos estão morrendo de medo: Bitcoin
Última Resposta Por: tarcardoso
Hoje 08:02 AM
» Respostas: 11
» Visualizações: 838
Não há nenhum Gene para o Espirito Humano - A Armadilha Saturno
Última Resposta Por: Menna
Ontem 11:54 PM
» Respostas: 1093
» Visualizações: 113367
A nova religião em que Deus é um robô
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 08:27 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 597
Jerusalém - o objetivo pode até ser justo, mas o preço a pagar pode ser alto.
Última Resposta Por: Xevious
Ontem 05:55 PM
» Respostas: 11
» Visualizações: 1147
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 02:10 PM
» Respostas: 639
» Visualizações: 141205
2018 (pros e contras)
Última Resposta Por: Nelson Ferreira
Ontem 01:09 PM
» Respostas: 12
» Visualizações: 1612
Investigação revela exército de perfis falsos usados para influenciar eleições
Última Resposta Por: Guigo Xavier
Ontem 12:58 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 373
Feliz Natal???
Última Resposta Por: NoNOM
Ontem 12:46 PM
» Respostas: 12
» Visualizações: 611
Japão planeja despejar toneladas de água radioativa de Fukushima p/ o mar.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Ontem 11:50 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 156
Cura para cancer no cerebro descoberta no Brasil, na UFF (RJ) e uso em cancer pulmao
Última Resposta Por: Nacionalista BR
09-12-2017 11:44 PM
» Respostas: 10
» Visualizações: 11446
Demora do STF deixa suspensas 26.560 ações sobre medicamentos de alto custo
Última Resposta Por: safeAndSound
08-12-2017 10:43 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 402
Donald trump:O pervertido predador pedófilo
Última Resposta Por: Nelson Ferreira
08-12-2017 08:15 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 1132
Congresso Nacional, ou Mercado Político Nacional?
Última Resposta Por: pablo_hp
08-12-2017 06:24 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 333
Pai de médico morre por negligência médica.
Última Resposta Por: Nelson Ferreira
08-12-2017 01:09 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 601
Prepare-se, o Governo quer Proibir o Uso de Facas!
Última Resposta Por: Bogoton
07-12-2017 11:14 PM
» Respostas: 9
» Visualizações: 1365
Descartar Brasília e recriar novamente o Rio de Janeiro como capital Federal.
Última Resposta Por: Unk
07-12-2017 09:38 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 768
[Enquete] Porque os "inimigos do sistema" não denunciam o sistema ?
Última Resposta Por: tarcardoso
07-12-2017 08:54 AM
» Respostas: 8
» Visualizações: 1225
Brasil: onde a vida humana é desprezada, odiada, perseguida e discriminada.
Última Resposta Por: tarcardoso
06-12-2017 07:33 PM
» Respostas: 11
» Visualizações: 1437
Seis eventos recentes que estranhamente não chamaram atenção.
Última Resposta Por: DeOlhOnafigueira
06-12-2017 06:16 PM
» Respostas: 11
» Visualizações: 3053
Política vitalícia. De pai para filho. "Brasileiro é tão bonzinho."
Última Resposta Por: Nelson Ferreira
06-12-2017 04:42 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 754
Auto suficiencia: o pesadelo dos globalistas
Última Resposta Por: Nelson Ferreira
06-12-2017 04:22 PM
» Respostas: 20
» Visualizações: 10327
Controle social, do Grande Irmão ao Big Data
Última Resposta Por: Beobachter
05-12-2017 07:20 PM
» Respostas: 11
» Visualizações: 2615
Áustria: Lei da Integração entra em vigor
Última Resposta Por: pablo_hp
05-12-2017 01:52 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 741

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial