Onde Comprar  Cloreto de Magnésio PA



Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 2 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
As três frentes que querem se estabelecer como a Ordem Mundial
26-02-2016, 04:23 PM (Resposta editada pela última vez em: 26-02-2016 04:26 PM por Peter Joseph.)
Resposta: #1
As três frentes que querem se estabelecer como a Ordem Mundial
[Imagem: images%7Ccms-image-000408440.jpg]


As pessoas aqui em geral, parecem ver a NOM apenas como um único grupo homogêneo em todo o mundo, com os mesmos interesses e com capacidade absoluta de manipular e de se manter unido.

Mas, o que entendo, é que existem basicamente três frentes tentando se impor mundialmente como a Ordem Mundial dominante. Temos os sionistas (illuminats) no ocidente, os muçulmanos no oriente médio e os Russos-Chineses no oriente extremo. Cada um quer, ao seu modo, estabelecer a sua própria versão de mundo autoritária e escravizante. Aparentemente os mais bem sucedidos no momento são os sionistas ocidentais. Estas três frentes de dominação mundial às vezes chegam até a estabelecer alguns acordos entre si por conveniência do momento, como podemos observar em acordos que vez ou outra ocorrem entre países destes três blocos. Mas no fundo, eles estão sempre em guerra uns contra os outros para tentar se impor como poder hegemônico. Seja qual for que venha a se estabelecer, o povo só tende a perder, então não devemos nos enganar com um ou outro, no final seremos só escravos desprovidos de liberdade se qualquer um deles vencer (aliás, já somos escravos sem liberdade). Nós, que desejamos um mundo realmente livre, harmônico e sem amarras, devemos lutar para que este sistema de competição autoritária global acabe de vez, sendo implantada uma forma de coexistirmos sem que alguém ou algum grupo tenha o poder. Na verdade, o poder deve ser destruído, não conquistado, se quisermos de fato acabar com a NOM (as três frentes).

Hitler, com sua tentativa de instituir o III Reich, quis ser um novo player neste jogo de dominar o mundo, além destes três já existentes. Só que ele foi escorraçado do jogo na II Guerra Mundial, não obtendo êxito em sua empreitada.

Outra coisa, é que, por mais poderosos que tais grupos sejam, eles nunca conseguirão controlar completamente o andar da história. Na verdade eles sempre acabam sendo frustrados em suas tentativas de dominação mundial e seus impérios acabam ruindo com o tempo, pois nunca conseguem dominar todas as variáveis do jogo histórico, pois isto é impossível. A questão é que sempre acabam dando um jeito de se refazerem, ou quando não conseguem, um outro toma o seu lugar, e por isto o caos nunca acaba de forma a dar lugar a um mundo cooperativo e de fato livre.
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 20 usuários diz(em) obrigado a Peter Joseph pelo seu post:
admin (23-03-2016), betomart (27-02-2016), DeOlhOnafigueira (26-02-2016), Doc S (26-02-2016), FaNtOmAs (23-03-2016), Guigo Xavier (29-02-2016), John Dickinson (26-02-2016), LIRMC ...8 (25-01-2017), Lotus (26-02-2016), Marck Vini (27-02-2016), Nelson Ferreira (24-01-2017), NordicR (27-02-2016), Padmé Amidala (26-02-2016), pequeno gafanhoto (26-02-2016), probra (28-02-2016), rmuller (26-02-2016), ruicoelho (26-02-2016), Salsichinha (02-03-2016), sumaia (28-02-2016), ULTRON (26-02-2016)
Desodorante Bion Vitta sem Alumínio ou Triclosan Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
26-02-2016, 06:23 PM
Resposta: #2
RE: As três frentes que querem se estabelecer como a Ordem Mundial
Se alguém tem algo a acrescentar a isto ou a discordar disto, gostaria muito de saber.
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Peter Joseph pelo seu post:
Lombritico (03-03-2016), pequeno gafanhoto (26-02-2016), probra (28-02-2016)
26-02-2016, 08:03 PM
Resposta: #3
RE: As três frentes que querem se estabelecer como a Ordem Mundial
Vale citar a carta de Albert Pike para Mazzini.


Citar:"Um ex-agente dos serviços secretos britânicos, William Guy Carr, publicou em seu livro Pawns in the Game (Peões no Jogo) parte da correspondência mantida entre 1870 e 1871 entre Giuseppe Mazzini e Albert S. Pike, que hoje se conserva nos arquivos da biblioteca do British Museum, em Londres.

"Em uma das cartas, datada de 15 de agosto de 1871, Pike comunica Mazzini o plano a ser seguido pelos Illuminati: "Fomentaremos três guerras que implicarão o mundo inteiro". A primeira delas permitiria derrotar o poder dos czares na Rússia e transformar esse país na fortaleza do " comunismo ateu", necessária como antítese da sociedade ocidental. Os agentes da ordem "provocarão divergências entre os impérios britânico e alemão, ao mesmo tempo que a luta entre o pan-germanismo e o pan-eslavismo".

"Um mundo esgotado depois do conflito não interferiria no processo constituinte da "nova Rússia", que, uma vez consolidada, seria utilizada para "destruir outros governos e debilitar as religiões ".

"O segundo conflito seria desencadeado aproveitando as diferenças entre os fascistas e os sionistas políticos. Em primeiro lugar, seria dado apoio aos regimes europeus para que derivassem para ditaduras férreas que se opusessem às democracias e provocassem uma nova convulsão mundial, cujo fruto mais importante seria "o estabelecimento de um Estado soberano de Israel na Palestina", que vinha sendo reclamado desde tempos imemoriais pelas comunidades judias, cujas rezas nas sinagogas incluíam sempre o famoso bordão, "o ano que vem em Jerusalém", expressando assim o anseio de reconstruir o antigo reino de David. Além disso, esta nova guerra permitiria consolidar uma Internacional Comunista "suficientemente robusta para se equipar ao conjunto cristão". Os Illuminati previam que nesse momento poderiam dispor assim, por fim, da ansiada antítese.

"A terceira e definitiva guerra se desencadearia a partir dos enfrentamentos entre sionistas políticos e dirigentes muçulmanos. Este conflito deveria se orientar " de forma tal que o Islã e o sionismo político se destruam mutuamente" e, além disso, de modo que obrigasse "outras nações a entrar na luta, até o ponto de esgotamento físico, mental, espiritual e econômico".

"Ao final da terceira guerra mundial , prognosticava Pike, os Illuminati desencadeariam " o maior cataclismo social jamais visto no mundo" , lançando uma onda revolucionária que, comparativamente, reduziria a época do Terror na França a uma ingênua brincadeira de criança. " Os cidadãos serão obrigados a se defender contra uma minoria de niilistas ateus", que organizarão "as maiores bestialidades e os tumultos mais sangrentos".

"As massas, decepcionadas diante da ausência de reação das autoridades políticas e religiosas, seriam levadas a um nível de desespero que "destruirão ao mesmo tempo o cristianismo e os ateísmos" e vagarão sem direção em busca de um ideal". Só então, segundo Pike, seria revelada "a luz verdadeira com a manifestação universal da doutrina pura de Lúcifer, que finalmente virá a tona".

"Os Illuminati apresentariam ao mundo um novo líder capaz de devolver a paz e a normalidade ao planeta (e que seria identificado como a nova encarnação de Jesus Cristo para os cristãos, mas ao mesmo tempo como o messias esperado pelos judeus e o mahdi aguardado pelos muçulmanos) e todo o processo desembocaria finalmente na ansiada síntese.

"A horrorosa profecia coincidia com as ideias de Hegel e, surpreendentemente, se ajusta até agora de uma maneira bastante fiel à evolução histórica que conhecemos. Quem era este Albert S. Pike, que falava com fria indiferença dos maiores desastres da humanidade? E Mazzini, que concordava silenciosamente com esses planos? (...)"

Fonte: Trecho extraído do livro: Illuminati - Os segredos da seita mais temida pela Igreja Católica; de Paul H. Koch (pág. 79 a 81, capítulo A guerra permanente).


Leia mais: http://forum.antinovaordemmundial.com/To...z41JVe1snM

Essa dicotomia. Essa briga de esquerda e direita, ela é um instrumento fantástico nas mãos do poder que nos domina. ” Dr. Adriano Benayon
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 8 usuários diz(em) obrigado a ULTRON pelo seu post:
betomart (27-02-2016), Doc S (24-01-2017), John Dickinson (28-02-2016), LIRMC ...8 (25-01-2017), pequeno gafanhoto (27-02-2016), Peter Joseph (26-02-2016), Salsichinha (02-03-2016), sumaia (28-02-2016)
26-02-2016, 08:19 PM
Resposta: #4
RE: As três frentes que querem se estabelecer como a Ordem Mundial
Eu acho que não existe muitas brigas entre esses grupos e as que parecem ser brigas são apenas estratégias de uma mesma elite.

Assim como os "Rothischilds" foram os financiadores de Stalin, Lenin, Trostsy e criaram de fato a URSS agora eles e outros controlam Islâmicos, russos-chineses e todo o teatro que é o mundo com seus conflitos e mortandades, onde só ampla maioria das vítimas não sabem que são bonecos manipulados financeira e psicologicamente.

Se você conta para as pessoas como o mundo real funciona elas fazem o que todos fazem riem da verdade e acham que você é o louco, isso quando reagem. Geralmente tratam com indiferença a informação da verdade, já que supostamente aquilo não as atinge.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 6 usuários diz(em) obrigado a MARCELO DF pelo seu post:
betomart (27-02-2016), fallen1232 (27-03-2016), Guigo Xavier (29-02-2016), NoNOM (01-03-2016), Peter Joseph (26-02-2016), VentoCalmo (28-02-2016)
O Melhor em Suplementos Esportivos Você encontra na Tudo Saudável
26-02-2016, 08:30 PM (Resposta editada pela última vez em: 26-02-2016 08:33 PM por Peter Joseph.)
Resposta: #5
RE: As três frentes que querem se estabelecer como a Ordem Mundial
(26-02-2016 08:19 PM)MARCELO DF Escreveu:  Assim como os "Rothischilds" foram os financiadores de Stalin, Lenin, Trostsy e criaram de fato a URSS agora eles e outros controlam Islâmicos, russos-chineses...

Vejo isto apenas como uma estratégia bem planejada do grupo sionista ocidental na tentativa de minar seus concorrentes do oriente. Como criar uma guerra aberta não é muito interessante pois deixaria escancaradas muitas intensões que devem ficar escondidas da população, bem como atualmente o medo de uma guerra nuclear que seria ruim até pra eles, optam por financiar convenientemente facções internas opositoras para tentar minar o concorrente, ao mesmo tempo que impõe sua agenda própria. Como coloquei antes, os sionistas parecem no momento, dentre os três, o mais forte (mais próximo de conseguir dominar geral). Mas o império capitalista deles está ruindo, e não estão dando conta de reverter isto. Como disse antes, eles não conseguem controlar todas as variáveis e acabam sucumbindo uma hora ou outra. As duas outras frentes da Ordem Mundial devem estar rindo dos sionistas e só esperando colapsarem de vez para entrarem com força total pra tentarem a sorte.
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Peter Joseph pelo seu post:
Guigo Xavier (29-02-2016), Lotus (27-02-2016), MARCELO DF (26-02-2016)
26-02-2016, 08:52 PM
Resposta: #6
RE: As três frentes que querem se estabelecer como a Ordem Mundial
(26-02-2016 08:30 PM)Peter Joseph Escreveu:  
(26-02-2016 08:19 PM)MARCELO DF Escreveu:  Assim como os "Rothischilds" foram os financiadores de Stalin, Lenin, Trostsy e criaram de fato a URSS agora eles e outros controlam Islâmicos, russos-chineses...

Vejo isto apenas como uma estratégia bem planejada do grupo sionista ocidental na tentativa de minar seus concorrentes do oriente. Como criar uma guerra aberta não é muito interessante pois deixaria escancaradas muitas intensões que devem ficar escondidas da população, bem como atualmente o medo de uma guerra nuclear que seria ruim até pra eles, optam por financiar convenientemente facções internas opositoras para tentar minar o concorrente, ao mesmo tempo que impõe sua agenda própria. Como coloquei antes, os sionistas parecem no momento, dentre os três, o mais forte (mais próximo de conseguir dominar geral). Mas o império capitalista deles está ruindo, e não estão dando conta de reverter isto. Como disse antes, eles não conseguem controlar todas as variáveis e acabam sucumbindo uma hora ou outra. As duas outras frentes da Ordem Mundial devem estar rindo dos sionistas e só esperando colapsarem de vez para entrarem com força total pra tentarem a sorte.

Eu tenho uma opinião diferente e vejo o colapso capitalista apenas como uma estratégia para instalar o caos e assim "autorizar" o uso de força para controlar as pessoas, se livrar de milhões através do colapso econômico e provocar mais guerras, usando isso para impor uma Nova Ordem Mundial. Até o colapso socialista foi algo orquestrado, se eles quisessem estariam de pé até hoje. Eles tinham terra e recursos humanos para isso. Se Cuba consegue e Coreia-do-Norte também, por qual motivos os russos não conseguiriam manter a estrutura que diga-se ruiu de forma impressionante demais para ser natural.

Claro, pode ser que eles se dividam em três frentes e sejam tão sádicos a ponto de disputar a hegemonia usando o mundo como um tabuleiro de um jogo perverso.

Vou começar a ler o livro do maldito Kissinger sobre Nova Ordem Mundial. Ele deve ter muitas coisas para dizer nas entrelinhas de suas babaquices politicamente corretas.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a MARCELO DF pelo seu post:
betomart (27-02-2016), Guigo Xavier (29-02-2016), Lotus (27-02-2016), Marck Vini (27-02-2016)
26-02-2016, 11:51 PM
Resposta: #7
RE: As três frentes que querem se estabelecer como a Ordem Mundial
Apesar de não concordar integralmente com o texto abaixo, ele é muito bom pra pegar o fio da meada do que estou falando:

Citar:As três elites globalistas

As forças históricas que hoje disputam o poder no mundo articulam-se em três projetos de dominação global, que vou denominar provisoriamente “russo-chinês”, “ocidental” (às vezes chamado erroneamente “anglo-americano”) e “islâmico”.

Cada um tem uma história bem documentada, mostrando suas origens remotas, as transformações que sofreu ao longo do tempo e o estado atual da sua implementação.

Os agentes que hoje os personificam são respectivamente:

1. A elite governante da Rússia e da China, especialmente os serviços secretos desses dois países.

2. A elite financeira ocidental, tal como representada especialmente no Clube Bilderberg, no Council on Foreign Relations e na Comissão Trilateral.

3. A Fraternidade Islâmica, as lideranças religiosas de vários países islâmicos e também alguns governos de países muçulmanos.

Desses três agentes, só o primeiro pode ser concebido em termos estritamente geopolíticos, já que seus planos e ações correspondem a interesses nacionais e regionais bem definidos. O segundo, que está mais avançado na consecução de seus planos de governo mundial, coloca-se explicitamente acima de quaisquer interesses nacionais, inclusive os dos países onde se originou e que lhe servem de base de operações. No terceiro, eventuais conflitos de interesses entre os governos nacionais e o objetivo maior do Califado Universal acabam sempre resolvidos em favor deste último, que embora só exista atualmente como ideal tem sua autoridade simbólica fundada em mandamentos corânicos que nenhum governo islâmico ousaria contrariar de frente.

As concepções de poder global que esses três agentes se esforçam para realizar são muito diferentes entre si porque brotam de inspirações ideológicas heterogêneas e às vezes incompatíveis.

Não se trata, portanto, de forças similares, de espécies do mesmo gênero. Não lutam pelos mesmos objetivos e, quando ocasionalmente recorrem às mesmas armas (por exemplo a guerra econômica), fazem-no em contextos estratégicos diferentes, onde o emprego dessas armas não atende necessariamente aos mesmos objetivos.

Embora nominalmente as relações entre eles sejam de competição e disputa, às vezes até militar, existem imensas zonas de fusão e colaboração, ainda que móveis e cambiantes. Este fenômeno desorienta os observadores, produzindo toda sorte de interpretações deslocadas e fantasiosas, algumas sob a forma de “teorias da conspiração”, outras como contestações soi disant “realistas” e “científicas” dessas teorias.
Boa parte da nebulosidade do quadro mundial é produzida por um fator mais ou menos constante: cada um dos três agentes tende a interpretar nos seus próprios termos os planos e ações dos outros dois, em parte para fins de propaganda, em parte por genuína incompreensão.

As análises estratégicas de parte a parte refletem, cada uma, o viés ideológico que lhe é próprio. Ainda que tentando levar em conta a totalidade dos fatores disponíveis, o esquema russo-chinês privilegia o ponto de vista geopolítico e militar, o ocidental o ponto de vista econômico, o islâmico a disputa de religiões.
Essa diferença reflete, por sua vez, a composição sociológica das classes dominantes nas áreas geográficas respectivas:

1) Oriunda da Nomenklatura comunista, a classe dominante russo-chinesa compõe-se essencialmente de burocratas, agentes dos serviços de inteligência e oficiais militares.

2) O predomínio dos financistas e banqueiros internacionais no establishment ocidental é demasiado conhecido para que seja necessário insistir sobre isso.

3) Nos vários países do complexo islâmico, a autoridade do governante depende substancialmente da aprovação da umma – a comunidade multitudinária dos intérpretes categorizados da religião tradicional. Embora haja ali uma grande variedade de situações internas, não é exagerado descrever como teocrática a estrutura do poder dominante.

Assim, pela primeira vez na história do mundo, as três modalidades essenciais do poder – político-militar, econômico e religioso – se encontram personificadas em blocos supranacionais distintos, cada qual com seus planos de dominação mundial e seus modos de ação peculiares. Isso não quer dizer que cada um deles não atue em todos os fronts, mas apenas que suas respectivas visões históricas e estratégicas são delimitadas, em última instância, pela modalidade de poder que representam. Não é exagero dizer que o mundo de hoje é objeto de uma disputa entre militares, banqueiros e pregadores.

Embora nas discussões correntes esses três blocos sejam quase que invariavelmente designados pelos nomes de nações, Estados e governos, descrever a relação entre eles em termos de uma disputa entre nações ou interesses nacionais é um hábito residual da antiga geopolítica que não ajuda em nada a compreender a situação de hoje.

Só no caso russo-chinês o projeto globalista corresponde simetricamente aos interesses nacionais e os agentes principais são os respectivos Estados e governos. Isso acontece pela simples razão de que o regime comunista, vigorando ali por décadas, dissolveu ou eliminou todos os demais agentes possíveis. A elite globalista da Rússia e da China é os governos desses dois países.

Já a elite globalista do Ocidente não representa nenhum interesse nacional e não se identifica com nenhum Estado ou governo em particular, embora domine muitos deles. Ao contrário: quando seus interesses colidem com os das suas nações de origem (e isso acontece necessariamente), ela não hesita em voltar-se contra a própria pátria, subjugá-la e, se preciso, destruí-la.

Os globalistas islâmicos atendem, em princípio, a interesses gerais de todos os Estados muçulmanos, unidos no grande projeto do Califado Universal. Divergências produzidas por choques de interesses nacionais (como por exemplo entre o Irã e a Arábia Saudita) não têm sido suficientes para abrir feridas insanáveis na unidade do projeto islâmico de longo prazo. A Fraternidade Islâmica, condutora maior do processo, é uma organização transnacional: ela governa alguns países, em outros está na oposição, mas sua influência é onipresente no mundo islâmico.

A heterogeneidade e assimetria dos três blocos reflete-se na imagem que fazem uns dos outros, tal como transparece nos seus discursos de propaganda – um sistema de erros do qual se depreende a forte sugestão de que os destinos do mundo estão nas mãos de loucos delirantes:

1. A perspectiva russo-chinesa (hoje ampliada sob a forma do eurasismo, que será um dos tópicos deste debate) descreve o bloco ocidental como (a) uma expansão mundial do poder nacional americano; (b) a expressão materializada da ideologia liberal da “sociedade aberta” tal como propugnada eminentemente por Sir Karl Popper; © a encarnação viva da mentalidade materialista, cientificista e racionalista do Iluminismo e, portanto, a inimiga por excelência de toda espiritualidade tradicional.

2. O globalismo ocidental declara não ter outros inimigos senão “o terrorismo”, que ele não identifica de maneira alguma com o bloco islâmico, mas descreve como resíduo de crenças bárbaras em vias de extinção, e “o fundamentalismo”, noção em que se misturam indistintamente os porta-vozes ideológicos do terrorismo islâmico e a “direita cristã”, como se esta fosse aliada daquele e não uma de suas principais vítimas (de modo que o medo do terrorismo islâmico é usado como pretexto para justificar o boicote oficial à religião cristã na Europa e nos EUA!). A Rússia e a China não são apresentadas jamais como possíveis agressoras, mas como aliadas do Ocidente, a China na pior das hipóteses como concorrente comercial. Em suma: a ideologia do globalismo ocidental fala como se já personificasse um consenso universal estabelecido, só hostilizado por grupos marginais e religiosos um tanto insanos.

3. O bloco islâmico descreve o seu inimigo ocidental em termos que só revelam sua disposição de odiá-lo per fas et per nefas, já que ora o apresenta como herdeiro dos antigos cruzados, ora como personificação do materialismo e do hedonismo modernos. A generosa colaboração da Rússia e da China com os grupos terroristas é decerto a razão pela qual esses dois países são como que inexistentes no discurso ideológico islâmico. Contornam-se com isso incompatibilidades teóricas insanáveis. Alguns teóricos do Califado alegam que o socialismo, uma vez vitorioso no mundo, precisará de uma alma, e o Islam lhe dará uma.
Na mesma medida em que cultiva uma imagem falsa de seus concorrentes, cada um dos blocos projeta também uma imagem falsa de si mesmo. Deixando de lado, por enquanto, as fantasias projetivas islâmicas e ocidentais, vejamos as russo-chinesas.

O bloco russo-chinês apresenta-se como aliado dos EUA na “luta contra o terrorismo”, ao mesmo tempo que fornece armas e toda sorte de ajuda a praticamente todas as organizações terroristas do mundo e aos regimes anti-americanos do Irã, da Venezuela, etc., e espalha, até por meio de altos funcionários, a lenda de que o atentado ao World Trade Center foi obra do governo americano.[1]

A Rússia queixa-se de ter sido “corrompida” pelas reformas liberais de Boris Yeltsin, de inspiração americana, como se antes delas vivesse num templo de pureza e não na podridão sem fim do regime comunista. O governo soviético, convém lembrar, viveu essencialmente do roubo e da extorsão por sessenta anos, sem jamais ter de prestar contas, e corrompeu a população mediante o hábito institucionalizado das propinas, das trocas de favores, do tráfico de influência, sem os quais a máquina estatal simplesmente não funcionava.[2] Quando seus bens foram rateados após a dissolução oficial do regime, os beneficiados foram os próprios membros da nomenklatura, que se transformaram em bilionários da noite para o dia, sem cortar os laços que os uniam ao velho aparato estatal, especialmente à KGB (“não existe isso de ex-KGB”, confessou Vladimir Putin).

Imaginem o que teria acontecido na Alemanha após a II Guerra se os vencedores, em vez de perseguir e castigar os próceres do antigo regime, os tivessem premiado com o acesso aos bens do Estado nazista. Foi exatamente o que aconteceu na Rússia: tão logo dissolvida oficialmente a URSS, seus agentes de influência na Europa e nos EUA se mobilizaram numa bem sucedida operação para bloquear toda investigação dos crimes soviéticos.[3] Ninguém foi punido pelo assassinato de pelo menos dezenas de milhões de civis e pela criação da mais eficiente máquina de terror estatal que a humanidade já conheceu. Ao contrário: o caos e a corrupção que se seguiram ao desmantelamento do Estado soviético não foram causados pelo novo sistema de livre empresa, mas pelo fato de que os primeiros a beneficiar-se dele foram os senhores do antigo regime, uma horda de ladrões e assassinos como jamais se viu em qualquer país civilizado.

Mais ainda. Ao choramingar que foi corrompida pelo capitalismo americano, a Rússia esquece que foi ela que o corrompeu. Desde a década de 30, o governo Stálin, consciente de que a força da América residia “no seu patriotismo, na sua consciência ética e na sua religião” (sic), desencadeou uma gigantesca operação destinada, nas palavras do seu executor principal, Willi Münzenberg, a “corromper o Ocidente de tal modo que ele vai acabar fedendo”. Compra de consciências, envolvimento de altos funcionários em espionagem e negócios escusos, intensas campanhas de propaganda para debilitar as crenças morais da população e infiltração generalizada no sistema educacional acabaram por dar resultados sobretudo a partir da década de 60, modificando radicalmente a sociedade americana ao ponto de torná-la irreconhecível.

Foi também a ação soviética que deu dimensões planetárias ao tráfico de drogas, desde os anos 50. A história está bem documentada em Red Cocaine: The Drugging of America and the West, de Joseph D. Douglass. Quando a Rússia choraminga que após a queda do comunismo foi invadida pela cultura das drogas, ela colhe apenas o que semeou.

Nada dessa vasta ação corruptora é coisa do passado. Hoje em dia há mais agentes russos nos EUA do que no tempo da Guerra Fria. [4]

A China, bem alimentada por investimentos americanos, dá provas de que a aparente liberalização da sua economia foi apenas uma fachada para a manutenção do regime totalitário, cada vez mais sólido e aparentemente indestrutível.

http://conspiratio.blogs.sapo.pt/77171.html
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Peter Joseph pelo seu post:
betomart (27-02-2016), Lotus (27-02-2016), MARCELO DF (27-02-2016)
Óleo de Copaíba é na Tudo Saudável
27-02-2016, 04:46 PM
Resposta: #8
RE: As três frentes que querem se estabelecer como a Ordem Mundial
Abrindo um post só para citar essa parte do texto, sem entrar no mérito de todo o artigo.


Citar:A generosa colaboração da Rússia e da China com os grupos terroristas é decerto a razão pela qual esses dois países são como que inexistentes no discurso ideológico islâmico.


Esse é o típico texto do Olavo de Carvalho.

Ele "parece" desconhecer que quem realmente financia terroristas no mundo são os EUA.

Ou eu muito me engano ou as "revoltas" populares da "primavera árabe" foram insufladas pelos americanos e se ainda não estou enganado, lembro de documentos dos congressistas americanos enviando mais de 200 milhões de dólares em 2012 para os "insurgentes" do "estado islâmico" e quando da retirada dos soldados abobalhados dos EUA do Iraque, centenas de milhares de toneladas de equipamentos foram deixados na fronteira para os terroristas ( mercenários pagos pelos EUA ) passarem a mão.

Essa conversinha do Olavo de Carvalho de russos e chineses alimentando o terrorismo islâmico é conversa para boi dormir e ianque aplaudir.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a MARCELO DF pelo seu post:
fallen1232 (27-03-2016), Masome (25-03-2016), NoNOM (01-03-2016), tarcardoso (29-02-2016)
27-02-2016, 10:42 PM (Resposta editada pela última vez em: 27-02-2016 10:49 PM por Peter Joseph.)
Resposta: #9
RE: As três frentes que querem se estabelecer como a Ordem Mundial
(27-02-2016 04:46 PM)MARCELO DF Escreveu:  Abrindo um post só para citar essa parte do texto, sem entrar no mérito de todo o artigo.


Citar:A generosa colaboração da Rússia e da China com os grupos terroristas é decerto a razão pela qual esses dois países são como que inexistentes no discurso ideológico islâmico.


Esse é o típico texto do Olavo de Carvalho.

Também não concordo totalmente com as idéias dele, mas faz sentido algumas coisas. Até mesmo pela propaganda e manutenção das informações feita pela elite ocidental a nós aqui no quintal deles, não conseguimos saber se tudo que chega até nós é realmente verdade ou contrainformação plantada. Antes de saber desta teoria dele sobre as três forças globalistas, eu já pensava algo bem parecido. Nunca conseguia achar que faz sentido que todos os agentes fazem parte de uma mesma tentativa de instalar uma Ordem Mundial Hegemônica.

Citar:Ele "parece" desconhecer que quem realmente financia terroristas no mundo são os EUA.

Não creio que a Russia e China também não joguem este jogo com os terroristas, para se defender e também atacar.

Citar:Ou eu muito me engano ou as "revoltas" populares da "primavera árabe" foram insufladas pelos americanos e se ainda não estou enganado, lembro de documentos dos congressistas americanos enviando mais de 200 milhões de dólares em 2012 para os "insurgentes" do "estado islâmico" e quando da retirada dos soldados abobalhados dos EUA do Iraque, centenas de milhares de toneladas de equipamentos foram deixados na fronteira para os terroristas ( mercenários pagos pelos EUA ) passarem a mão.
Essa conversinha do Olavo de Carvalho de russos e chineses alimentando o terrorismo islâmico é conversa para boi dormir e ianque aplaudir.

Também não tenho condições de afirmar agora se faz sentido mesmo isto ou não. Mas acho que seja bem provável que Russia e China joguem também com testas de ferro terroristas (ou com o que ache necessário), dado que é uma forma de se guerrear comum, esta de financiar facções opositoras internas. A Russia fez isto na Ukrania, ao barrar os sionistas na porta de Russia/China. Fincaram pé ali e já falaram que dali não passam (fizeram isto na Síria também, onde tem o ditador local como aliado estratégico). Se os illuminat passarem destes pontos, a guerra tende a ser mais aberta (Guerra Mundial?)
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
28-02-2016, 11:16 AM
Resposta: #10
RE: As três frentes que querem se estabelecer como a Ordem Mundial
não existe diferentes vertentes querendo implantar a NOM, só existe uma, sua sede é nos EUA.
porém, esta rege a política das outras nações através de ameaças nos bastidores.
assistam o filme "g i joe", que vcs vão entender como, revelam escancaradamente como eles trabalham.

Série de vídeo SAINDO DA MATRIX entenda tudo sobre as conspirações
http://forum.antinovaordemmundial.com/To...-da-matrix
"E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões." (Joel 2:28-30)
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Marcusmho pelo seu post:
Guigo Xavier (29-02-2016), tarcardoso (29-02-2016)
Compre na Tudo Saudável o autênico chá de amora miura
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  O plano global de extinção da classe média mundial BioMachine 18 855 13-09-2019 11:35 AM
Última Resposta: Xevious
  FIM DOS TEMPOS: Papa defende novo Governo Mundial e católicos se calam Marck Vini 16 1,015 31-07-2019 12:02 PM
Última Resposta: Xevious
  Aplicativo que envelhece pessoas pode ter a ver com Nova ordem mundial Marck Vini 0 274 27-07-2019 04:59 PM
Última Resposta: Marck Vini
  O que é a Nova Ordem Mundial hoje NoNOM 0 242 25-07-2019 11:51 AM
Última Resposta: NoNOM
  Nova Ordem Mundial e as Cripto Moedas (bitcoin) Anonymous_T.ron 18 16,418 20-06-2019 12:22 PM
Última Resposta: BioMachine

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 91 usuários online.
» 0 Membros | 91 Visitantes

Estatísticas do Fórum
» Membros: 21,190
» Último Membro: deas98541
» Tópicos do Fórum: 26,310
» Respostas do Fórum: 280,219

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
A Santa Sé no Clube Bilderberg?
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 04:09 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 101
Cristina Martín, a mulher que desmascarou o clube Bilderberg
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:57 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 55
O experimento mais avançado do Big Brother da China é uma bagunça burocrática
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:56 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 31
EUA sancionam hackers norte-coreanos pelo Swift hack, WannaCry e outros ataques
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:55 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 30
Mais um produto falsificado Made in China: a democracia vendida por Pequim
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:54 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 222
O Vietnã realiza experimentos para tentar acabar com a dengue
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:54 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 26
Navio de guerra dos EUA desafia reivindicações chinesas no disputado Mar da China
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:53 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 26
O Homem foi a Lua?
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:52 PM
» Respostas: 201
» Visualizações: 55636
Flávio Bolsonaro e o PT tem uma pauta em comum: enterrar a CPI da Lava Toga
Última Resposta Por: pablo_hp
Ontem 01:19 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 71
10 alegadas armas secretas dos militares dos EUA
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 01:15 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 48
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Branco
Ontem 12:18 PM
» Respostas: 1375
» Visualizações: 241147
Algumas músicas anom
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 01:43 AM
» Respostas: 197
» Visualizações: 34413
Negacionismo científico: Uma negação ignorante ou infame?
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 12:40 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 114
O Brazil com "Z" de Ama'Z'ônia
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 12:04 AM
» Respostas: 101
» Visualizações: 3887
Greenpeace protesta do lado de fora do Salão Automóvel de Frankfurt contra a poluição
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 09:16 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 80
A festa acabou: abastecer o carro elétrico é mais caro que o diesel
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 09:06 PM
» Respostas: 17
» Visualizações: 1888
Edward Snowden: O maior perigo ainda está por vir, com os aprimoramentos de IA
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 08:41 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 64
Conheça a arma secreta da América para matar as armas nucleares subaquáticas da China
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 07:54 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 56
Sergio Moro vai criar Academia Nacional inspirada no FBI para treinar policiais civis
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 07:48 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 32
5G, Armas Psicotronicas, Radiação RF, Mk Ultra, Vozes Intracranianias (V2K)
Última Resposta Por: ULTRON
13-09-2019 04:43 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 329
Justiça gasta R$ 4,3 bilhões com dinheiro extra para juízes e desembargadores
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 12:37 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 64
[VIDEO] A Máfia dos Transplantes de Órgãos e o Caso Paulinho Pavesi
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 11:52 AM
» Respostas: 47
» Visualizações: 30334
O plano global de extinção da classe média mundial
Última Resposta Por: Xevious
13-09-2019 11:35 AM
» Respostas: 18
» Visualizações: 855
Coréia do Norte lança mísseis no mar do Japão após a retomada de conversas com os EUA
Última Resposta Por: Bruna T
12-09-2019 06:59 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 79
Perseguição cristã.
Última Resposta Por: Bruna T
12-09-2019 06:58 PM
» Respostas: 31
» Visualizações: 1551
Industria farmacêutica age como crime organizado
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
12-09-2019 10:11 AM
» Respostas: 5
» Visualizações: 668
Pedofilia para a NOM.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
12-09-2019 09:28 AM
» Respostas: 12
» Visualizações: 368
A degeneração progressiva dos povos e das culturas
Última Resposta Por: Diakonov
12-09-2019 12:04 AM
» Respostas: 97
» Visualizações: 4325
Mitos e mentiras das elites globais sobre incêndios na Amazônia queimam quente
Última Resposta Por: rmuller
11-09-2019 04:20 PM
» Respostas: 22
» Visualizações: 1088
Invasão das idéias.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
11-09-2019 04:15 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 268

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial