Temperos saudáveis você encontra pelo menor preço aqui - Loja Tudo Saudável


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 12 Votos - 4.92 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[Atualizações] Conflitos na Síria
29-05-2013, 10:48 PM
Resposta: #31
RE: E agora a SÍRIA...
Hezbollah esta invadindo a Siria, diz lider rebelde

Grupo xiita libanês é acusado de atacar cidade no norte da Síria; Conselho de Direitos Humanos da ONU pede investigação.


[Imagem: 130529231009_hezbollah_siria_144x81_reut...credit.jpg]

Membros do Hezbollah em funeral de colega morto em Qusair, na Síria (Reuters)

O chefe militar do maior grupo de rebeldes oposicionistas sírios, o Exército de Libertação da Síria, acusou nesta quarta-feira o grupo libanês Hezbollah de “invadir” a Síria.

Em entrevista à BBC, o general Selim Idriss disse que mais de 7 mil combatentes do grupo xiita libanês – que tem apoiado o presidente sírio, Bashar al-Assad – estão atacando a cidade de Qusair, bastião rebelde no norte da Síria.

O Conselho de Direitos Humanos da ONU condenou os ataques em Qusair, bem como o envolvimento de combatentes estrangeiros.

Idriss fez um apelo ao Ocidente. “Estamos morrendo. Por favor, venham nos ajudar”, disse ao programa Newshour, do Serviço Mundial da BBC.

Ele também pediu armas, alegando que seus 1,5 mil rebeldes em Qusair têm apenas armamentos leves.

Segundo ele, mais de 50 mil moradores estão encurralados na cidade e podem ser vítimas de um “massacre”.

Idriss afirma ainda ter recebido informações de que iranianos também estão participando da ofensiva.

Questionado quanto à presença de facções jihadistas na oposição síria, Idriss respondeu que esses combatentes de viés religioso são apenas “5% a 8%” dos rebeldes e que o tema recebeu cobertura exagerada na imprensa.

Mas ele afirma que, apesar de não não compartilhar da ideologia jihadista, não pode impedir ninguém de entrar na luta contra o regime Assad.

Por fim, Idriss pediu que a oposição síria no exterior compareça à conferência internacional que discutirá a guerra civil no país árabe, no mês que vem, em Genebra.


Ofensiva

Ainda nesta quarta, a imprensa estatal síria alegou que, na luta pelo controle de Qusair, tropas do regime obtiveram o controle de uma importante base aérea.

A emissora al-Manar, ligada ao Hezbollah, mostrou tanques sendo enviados à base aérea e soldados patrulhando o local.

A cidade tem sido palco de conflito há dias, em uma forte ofensiva das tropas pró-Assad para expulsar os rebeldes.

Qusair tem importância estratégica: por ela passam armas e combatentes vindos do Líbano, a 10km de distância.

A cidade também é importante para Assad, por estar localizada entre Damasco e a costa mediterrânea, bastião alauíta.


ONU

Em votação nesta quarta, por 36 votos a 1 e com 8 abstenções, o Conselho de Direitos Humanos da ONU pediu uma investigação urgente a respeito dos supostos abusos cometidos por tropas pró-Assad e da presença de combatentes do Hezbollah em Qusair.

A resolução também condenou a participação de estrangeiros na guerra civil.

Já a Rússia, importante aliada da Síria, chamou a resolução de “odiosa”, mas não tem voto no conselho neste ano. O Brasil votou a favor da resolução; a Venezuela foi a única a votar contra.

O texto foi redigido pelo Qatar, país que acredita-se estar apoiando forças da oposição – algumas delas também compostas por estrangeiros.

Antes da votação, a alta comissária da ONU para Direitos Humanos, Navi Pillay, pediu que as potências internacionais parem de “encorajar” os rebeldes e de prover armas para ambos os lados do conflito.

Nesta semana, a União Europeia prometeu suspender um embargo de armas à Síria, medida que abre as portas para o fornecimento de armas a rebeldes.

http://www.deaqweb.com.br/noticias/2013/...r-rebelde/


“Queres conhecer o verdadeiro caráter de uma pessoa, dê o poder a ela”.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a MALLBORO pelo seu post:
GU4RD1ÃO (29-05-2013), Hubble (01-06-2013), LIRMC ...8 (01-06-2013), Mediador (04-07-2016)
O Melhor em Suplementos Esportivos Você encontra na Tudo Saudável
30-05-2013, 04:58 PM
Resposta: #32
RE: E agora a SÍRIA...
Detidos extremistas que contrabandeavam gás sarin para a Síria

[Imagem: highres_00000400220581.jpg.1000x297x1.jpg]


Agentes dos serviços anti-terroristas turcos detiveram 12 supostos elementos do grupo extremista “Al-Nusra Front”.

A detenção ocorreu no Sul da Turquia. Os juizes de instrução conideram que os suspeitos se dirigiam à Síria, onde seu grupo combate contra as tropas do presidente Assad.

A imprensa turca informa que no processo de busca foi encontrada uma botija de gás neuro-paralisante sarin, pretencente aos detidos. As autoridades turcas por agora não confirmaram esta informação.

Fonte!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a zetga pelo seu post:
GU4RD1ÃO (30-05-2013), Hubble (01-06-2013), LIRMC ...8 (01-06-2013), Mediador (04-07-2016)
30-05-2013, 11:33 PM
Resposta: #33
RE: E agora a SÍRIA...
Obama: a vitória já lhe escapou, na Síria
30.05.2013
A realidade - que não aparece nos veículos da imprensa-empresa mundial - é que as forças 'rebeldes' estão já em colapso e que o regime de Assad impôs-se contra as gangues armadas por estrangeiros que invadiram a Síria. Assad e seu governo estão vencendo a guerra. Assim sendo, o que fará o ocidente?


Jeremy Salt*, Al-Ahram Online, Cairo
http://weekly.ahram.org.eg/News/2688/21/...ption.aspx

Por mais que repita que 'todas as opções estão sobre a mesa', Barack Obama já tenta claramente se afastar de qualquer envolvimento mais profundo na Síria, agora que já se vê que só um ataque direto, intervenção com ocupação militar, conseguirá derrubar o governo de Damasco. Só nos últimos meses, as gangues armadas perderam milhares de homens. Embora o conflito ainda se prorrogue por algum tempo, não há dúvida, entre os especialistas, de que o Exército Sírio está já muito próximo de controlar completamente o levante.
Os patrocinadores dessa aventura estão em total confusão. Como, antes, a Coalizão Nacional Síria já implodira, agora também o Conselho Nacional Sírio já implodiu. Muaz Al-Khatib já é voz apenas marginal. Ghassan Hittu é o único ser no planeta a ostentar o título de primeiro-ministro de um comitê. Toda essa gente é causa completamente perdida.


No mundo real, não no mundo dos delírios, há um vídeo de horror em que se vê um comandante 'rebelde' que corta o peito e come, ou pelo menos morde, o coração de um soldado morto. Discute-se se seria um pulmão, talvez o fígado. Os jornais parecem inseguros; dão a impressão de que seria importantíssimo identificar com precisão o exato órgão mastigado. Longe de tentar negar a autoria do ato canibalesco, o perpetrador assume e apropria-se dele e vangloria-se de como retalhou, em pedaços, vários cadáveres de shabihas.

O canibalismo parece ser a mais recente inovação, mas a verdade é que não há o que os psicopatas armados das incontáveis gangues não tenham feito dentro da Síria. Ou, talvez, não se devesse chamar de psicopatas homens capazes de fazer o que fizeram? Afinal, quem mais se deixaria arregimentar para guerra tão absolutamente sem sentido, além de psicopatas?


O autodefinido Exército Sírio Livre diz que caçará o homem que arrancou o coração do soldado. Ótimo. Que cace também os 'rebeldes' cortadores de gargantas e 'rebeldes' degoladores em geral. Que cace os 'rebeldes' que assassinaram funcionários públicos, antes de jogar os cadáveres pelas janelas do prédio dos correios em Al-Bab. E aproveite para caçar também seus próprios companheiros de armas que deliberadamente jogam carros-bomba contra civis.


E que não se esqueça de caçar os assassinos do imã e de 50 fiéis que rezavam numa mesquita em Damasco. E, ainda, os estupradores e sequestradores, inclusive os chechenos que sequestraram dois bispos ainda mantido em cativeiro em Aleppo, enquando os líderes cristãos dos governos ocidentais fingem que nada têm a ver com aquilo. Na caçada dos bandidos que macularam a gloriosa reputação do Exército Sírio Livre, aliás, nem é preciso procurar muito longe, porque há inúmeros bandidos bem ali, nas próprias fileiras. Provas não faltam. A imprensa tem vasta coleção de macabros vídeos nos telefones celulares e câmeras de mão, imagens de rostos muito facilmente identificáveis, porque eles se orgulham muito do que fizeram e querem exibir-se para o mundo. Essa é a gente que a Arábia Saudita e o Qatar dedicaram-se a armar pesadamente, e carregaram de dinheiro, para que tomassem a Síria.


Essa é a realidade por trás da narrativa de ficção e mentiras que a empresa-imprensa global distribuiu para o mundo ao longo dos últimos dois anos. Nenhum jornalismo: só a regurgitação de cada mentira, de cada exagero, de cada distorção produzida por 'ativistas' e pelo chamado Observatório Sírio de Direitos Humanos, de Londres - segundo o qual o "regime' sírio estaria sempre a ponto de desabar, várias vezes por dia; e todas as atrocidades eram sempre, sempre, obra dos soldados sírios. Exceto por alguns poucos artigos assinados recentemente por Robert Fisk, praticamente nenhum veículo de nenhum grande grupo da imprensa-empresa comercial no mundo ocidental noticiou eventos e comentou o conflito do ponto de vista do exército e do governo da Síria.


Jornalistas eram conduzidos através da fronteira por grupos 'rebeldes' e só faziam repetir o que os tais 'rebeldes' (eventualmente, canibais) lhes contavam. É como acreditar em tudo que escreviam os 'jornalistas' incorporados às tropas do exército dos EUA, como se o que relataram fosse o que realmente acontecia no Iraque. E, também como no Iraque, repetem agora a mesma propaganda sobre "armas químicas".


Até que, afinal, a mentira sucumbiu, e a realidade apareceu. Quem está em colapso não é o governo de Assad, mas os 'rebeldes'. Daqui em diante, só a intervenção militar armada e direta, com coturnos em solo, conseguirá salvar os 'rebeldes'. Mas, com o governo sírio já contando com sólido apoio dos russos... não será fácil pôr coturnos norte-americanos em solo sírio. Obama continua pressionado para "fazer mais", mas não dá qualquer sinal de interesse em deixar-se sugar ainda mais para o fundo do pântano criado pelos seus 'rebeldes' na Síria. E outros não darão nem meio passo, se os EUA não marcharem à frente. A Alemanha já se declarou contra qualquer envolvimento; a Áustria disse que já está fornecendo armas aos 'rebeldes', o que a Grã-Bretanha gostaria de ter feito, e que, antes do fim do embargo na União Europeia, que terminará dia 31 de maio em curso, é violar leis internacionais.


Essa semana, todos os holofotes concentraram-se sobre o primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, e a viagem que fez a Washington para discutir a Síria com Barack Obama. A Turquia teve papel central no desenrolar do conflito sírio. Arábia Saudira, Qatar e Libya forneceram dinheiro e armas, mas foi a Turquia, cujo território ficou aberto para a mobilização de gangues armadas que cruzavam a fronteira para depor o "regime". Erdogan não se afastou um passo da posição que assumiu contra Bashar Al-Assad há mais de dois anos. O único caso claro de uso de arma química em ataque foi o composto de cloro embalado numa ogiva e disparado contra um posto do Exército Sírio em Khan Al-Assal, que matou vários soldados e civis. Mas Erdogan continua a repetir que foi o Exército Sírio que usou armas químicas e que, ao fazê-lo cruzou a tal "linha vermelha" que Obama inventara. Perguntado, pouco antes de partir para Washington, se apoiaria a implantação de uma zona aérea de exclusão, respondeu: "Desde o início diríamos que sim."


Semana passada, carros carregados com mais de uma tonelada de C4 e TNT foram explodidos na província de Hatay, na cidade fronteiriça de Reyhanli. Foram mortas, no mínimo, 51 pessoas. A destruição foi massiva. Prédios da administração municipal e dúzias de lojas ficaram soterrados nos escombros. Na sequência, carros com placas sírias foram destruídos e refugiados sírios atacados por grupos da região, enfurecidos. Enquanto destruíam, amaldiçoavam Erdogan. A atrocidade seguiu um padrão já familiar aos sírios: uma primeira explosão e em seguida, quando as pessoas se aproximam para socorrer os feridos da primeira explosão, a segunda bomba, para aumentar o número de vítimas.


Apesar de o governo turco ter declarado que teria sido trabalho de um grupo terrorista que colaboraria com a inteligência (mukhabarat) síria, só as gangues armadas ou um dos governos que as apoia teria algum motivo para cometer tamanha violência. O Exército Sírio está cercando os 'rebeldes', o "conselho dos traidores" baseado em Doha já implodiu, e norte-americanos e russos estão sentando para conversar. Aquele ataque foi claramente planejado e executado para atrair a Turquia diretamente para o conflito, através da fronteira.


O ataque contra Reyhanli aconteceu uma semana depois que Israel lançou uma série de ataques selvagens contra a Síria. Não foi simples ataque de um míssil. Dois ataques em três dias, durando cada um várias horas, com bombardeio cerrado em torno de Damasco, sugerem fortemente que o objetivo era provocar resposta dos sírios, o que abriria a porta para guerra generalizada, na qual até o Irã poderia ser atacado. Israel alegou que o alvo seria um carregamento de mísseis destinados ao Hizbullah, mas, embora um centro de pesquisa e uma fábrica militar de produção de alimentos tenham sido atingidos, não se viu nem sinal de que algum míssil tivesse sido destruído. Os ataques revelaram-se fracasso político e estratégico. Imediatamente, na sequência, Putin aplicou "uma carraspana" em Netanyahu e o castigou, ou fornecendo ou ameaçando fornecer à Síria mísseis antiaéreos avançados S300. Só a insuperável arrogância do governo israelense explica que tenha insistido que outros ataques viriam, se necessários, e que destruiriam o governo sírio, caso houvesse retaliação.


Obama está agora sob pressão doméstica para "fazer mais". Em Washington, os mesmos que clamavam por guerra contra o Iraque clamam pela ampliação do conflito na Síria. O senador Bob Menendez, empenhado apoiador de Israel, como virtualmente todos os congressistas, apresentou projeto de lei que autoriza o governo dos EUA a fornecer armas aos 'rebeldes' (como se os EUA já não estivessem fazendo exatamente isso clandestinamente, diretamente ou usando a Arábia Saudita e o Qatar). O ex-editor do New York Times, Bill Keller, apoiou abertamente a guerra do Iraque e agora quer também que os EUA armem "os rebeldes" e "defendam os civis ameaçados de ser massacrados dentro das próprias casas" na Síria. Não fala, é claro, dos civis massacrados pelas gangues já armadas.


O Washington Post acabou por ter de admitir que o Exército Sírio está em marcha vitoriosa para controlar o conflito, mas nem por isso desiste de tentar mudar o rumo dos acontecimentos. "E se os EUA não intervierem na Síria?" pergunta em editorial, para poder responder-se, o jornal a ele mesmo: a Síria será fraturada, partida em várias áreas sectárias; a Frente Jabhat Al-Nusra assumirá o controle no norte e "remanescentes do regime" ficarão com faixas na parte oeste. A guerra sectária se espalhará e alcançará o Iraque - como se isso já não tivesse acontecido, consequência da invasão norte-americana - e o Líbano. Armas químicas cairão em mãos erradas, "o que provavelmente forçará Israel a intervir, para impedir que cheguem às mãos do Hizbullah ou da Al-Qaeda". E, se os EUA não intervierem logo, para impedir que tudo isso aconteça, Turquia e Arábia Saudita "poderão concluir que os EUA já não são aliado confiável".[1]


Há outras respostas muito mais prováveis àquele "o que acontecerá". O Exército Sírio expulsará do território sírio os "rebeldes" sobreviventes; e Bashar resultará ainda mais popular do que antes, depois de ter enfrentado com sucesso o maior desafio que se impôs ao Estado sírio em toda a sua história. Haverá eleições em 2014. Bashar será eleito presidente com 75% dos votos. Essa, pelo menos, é a previsão da CIA.


Erdogan chegou a Washington também desejando que Obama "faça mais", mas é mais do que claro que o presidente dos EUA não quer fazer coisa alguma, muito menos, mais. A imprensa-empresa turca noticiou que Obama dissera que Assad "tem de" sair [orig. "must"], mas não foi o que Obama disse. Obama escolheu muito atentamente cada palavra. Na conferência de imprensa ao lado de Erdogan, ele não disse que Assad "tem de" sair; disse que Assad "precisa" [orig. "needs"] ir e "precisa" transferir o poder para um corpo transicional. É diferença absolutamente importante. Pessoalmente, Obama não quer chegar ao fim de seu governo afundado numa guerra impopular, que os EUA não vencerão, guerra que, além do mais, pode muito rapidamente extrapolar o plano regional e converter-se em crise global.


Pesquisa recente do Instituto Pew mostrou que o povo norte-americano já não tolera guerras no Oriente Médio. E a conversa entre Kerry e Lavrov indica que, dessa vez, já deixado para trás o Acordo de Genebra de julho de 2012, os EUA estão seriamente interessados em negociar um fim para a crise na Síria, mesmo que outros não considerem ainda sequer essa possibilidade. Se há alguma ameaça a pesar contra a posição dos EUA, o mais provável é que esteja crescendo entre seus amigos e aliados.

**********************************
* Jeremy Salt é professor associado de História e Política do Oriente Médio, na Bilkent University, em Ancara, Turquia.
[1] Em http://articles.washingtonpost.com/2013-05-
08/opinions/39115026_1_regime-u-s-intervention-political-transition
http://www.iranews.com.br/noticia/10058/...u-na-siria
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a GU4RD1ÃO pelo seu post:
Hubble (31-05-2013), LIRMC ...8 (01-06-2013), luckloose (24-08-2013), Mediador (04-07-2016)
31-05-2013, 12:27 PM
Resposta: #34
RE: E agora a SÍRIA...
Segura Israel !!! Chupa que é de Uva !!!
O tiro Saiu pela culatra!KKKKK(Bombardeio na síria)

Russos confirmam venda de aviões militares para a Síria

[Imagem: MiG-29M2.jpg]



A corporação russa de aeronaves MiG informou nesta sexta-feira (31) que serão enviados para a Síria aviões de combate MiG-29MM2. A decisão do governo russo de ajudar o presidente sírio, Bashar Al Assad, no combate à oposição ocorre no momento em que países da União Europeia suspenderam o embargo à venda de armas aos oposicionistas da Síria. Há 26 meses, o país vive em crise e a estimativa é que mais de 90 mil pessoas tenham morrido na região.

"Uma delegação síria se encontra atualmente em Moscou e são definidos os pormenores do contrato". Ao ser perguntados sobre a quantidade de aviões que será fornecida, o diretor-geral do MiG, Serguei Korotkov, respondeu que se planeja vender “mais de dez aviões MiG-29 MM2", um caça multifuncional da geração 4++, uma das mais modernas.

Os combates na Síria se intensificam. Há informações, não confirmadas oficialmente, de uso de armas químicas por parte do governo Assad e também da oposição. A comunidade internacional condena veementemente.

http://www.dci.com.br/internacional/russ...49054.html
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 5 usuários diz(em) obrigado a MALLBORO pelo seu post:
GU4RD1ÃO (31-05-2013), Hubble (31-05-2013), Jsantos302 (02-06-2013), LIRMC ...8 (01-06-2013), Mediador (04-07-2016)
Emagreça com saúde neste verão - Tudo Saudável Produtos Naturais
31-05-2013, 05:33 PM
Resposta: #35
RE: E agora a SÍRIA...
Informações sobre fornecimentos de S-300 à Síria foram exageradas

[Imagem: RIA-180453-Preview.jpg.1000x297x1.jpg]

As informações de a Rússia ter alegadamente fornecido à Síria complexos de mísseis antiaéreos S-300 foram exageradas. A confusão se deve a um erro na tradução da entrevista do presidente sírio, Bashar Assad, ao canal televisivo libanês Al-Manar ou ao desejo dos adversários do seu regime de apresentar o fornecimento como um fato consumado e, dessa maneira, acelerar o levantamento das restrições quanto ao fornecimento de armas à oposição síria. A entrevista foi para o ar a 30 de maio.

O presidente da Síria não confirmou o fato de os complexos russos terem chegado ao destinatário. Limitou-se a traçar um quadro geral da colaboração com a Rússia no âmbito dos contratos vigentes. Moscou respeita os convênios anteriores, frisou Assad.

“Travamos as conversações com a Rússia sobre o fornecimento de vários tipos de armas durante muitos anos e ela demonstra apego de cumprir estes contratos. Os acordos bilaterais serão realizados, tendo sido implementados já alguns outros. Vamos continuar a respeitar os acordos assinados”.

Peritos militares afirmam que tais sistemas complexos como o S-300 não podem ser fornecidos e instalados com muita facilidade. Tal fato não podia passar despercebido ou ficar camuflado. Para a aprendizagem do pessoal de serviço serão necessários, ao menos, seis meses. Caso contrário, os sistemas deverão ser guiados por oficiais da Rússia.

Ambos os fatores não podem escapar à vista dos serviços de reconhecimento e de inteligência dos países limítrofes. Se os S-330 fossem fornecidos, a reação seria muito mais dura do que agora.

Entretanto, o titular da pasta diplomática russa, Serguei Lavrov, apontou em Moscou, em 31 de maio, para uma ameaça maior da parte da oposição, ou seja, para a progressiva acumulação de armas químicas a fim de serem utilizadas em operações militares.

Uma prova disso foi a detenção, a 30 de maio, por forças de segurança turca, de 12 pessoas do grupo Jabhat al-Nusra (Frente al-Nusra), próximo da Al-Qaeda. Aos extremistas detidos na zona da fronteira foram apreendidos recipientes com 2 kg da substancia tóxica Sarin que atua essencialmente sobre o sistema nervoso. Dois quilos deste gás serão suficientes para atingir centenas de milhares de pessoas.

Serguei Lavrov apelou, em 31 de maio, para que fossem estudadas co atenção as notícias sobre as armas químicas de aniquilamento em massa, supostamente na posse da oposição síria.

“Esperamos que os colegas da Turquia nos apresentem, rapidamente e em pleno volume, as informações em primeira mão sobre a situação criada. A situação é séria demais para certas forças prosseguirem com o jogo perigoso de armas químicas. É preciso investigar os incidentes relacionados com seu eventual emprego”.

Lembre-se que os rebeldes empregaram armas químicas em março de 2013, nos arredores de Aleppo, tendo matado 16 pessoas, a maior parte dos quais – habitantes locais. Estabeleceu-se que no ataque havia sido utilizado o gás Sarin.

O CS da ONU resolveu, em 31 de maio, incluir o grupo Jabhat al-Nusra na lista de organizações terroristas. A decisão foi aprovada por unanimidade, tendo sido apoiada por 15 membros do CS. Em abril do ano corrente, o líder da filial iraquiana da Al-Qaeda, Abu Bakr al-Baghdadi, anunciou que o Jabhat al-Nusra era uma célula desta rede terrorista internacional.

Sob este pano de fundo, a convocação de nova conferência de Genebra para a normalização na Síria se torna mais urgente. Moscou e Washington declararam que os altos funcionários do Departamento de Estado terão, a 5 de junho em Genebra, uma reunião com seus colegas russos e representantes da ONU a fim de debater os preparativos para a Genebra-2.

Mas os problemas têm sido tantos que, pelos vistos, a conferência não será convocada na primeira quinzena de junho, como foi previsto antes, devendo ser adiada para os meses seguintes.

Voz da Rússia
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a zetga pelo seu post:
LIRMC ...8 (01-06-2013), MALLBORO (01-06-2013), Mediador (04-07-2016)
31-05-2013, 05:39 PM
Resposta: #36
RE: E agora a SÍRIA...
O espirito da destruição neste caso da Síria, vê-se que foi o mesmo no Iraque e na Líbia, onde enviaram milhares de emigrantes que estavam nos Estados Unidos encontrarem-se com "inimigos" seus nestas terras, para serem ambos "DESTRUIDOS". Uma jogada do Líder do inferno...
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a GU4RD1ÃO pelo seu post:
LIRMC ...8 (01-06-2013), luckloose (24-08-2013), MALLBORO (01-06-2013), Mediador (04-07-2016)
31-05-2013, 10:16 PM
Resposta: #37
RE: E agora a SÍRIA...
Para mim só importa ver os todo-poderosos sionistas perdendo a batalha e depois o controle......daí perdem a razão e de quebra as calças.....e mostram o rabinho pra todos verem............que maravilha!!!!!!!!!!!!!!!O plano deles furou???....ótimo!!!!

"Toda a matéria somente é energia condensada a uma vibração lenta. Então nós somos todos uma consciência que se experimenta subjetivamente. Não há nenhuma tal coisa como a morte. A vida é só um sonho. E nós somos a imaginação de nós mesmos." - Bill Hicks
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 8 usuários diz(em) obrigado a tufoeffect pelo seu post:
GU4RD1ÃO (31-05-2013), Hubble (01-06-2013), Jsantos302 (02-06-2013), LIRMC ...8 (01-06-2013), MALLBORO (01-06-2013), Mediador (04-07-2016), sleber (03-06-2013), yuryrodrigues (01-06-2013)
Stévia pelo menor preço você encontra aqui
01-06-2013, 11:47 AM
Resposta: #38
RE: E agora a SÍRIA...
Síria lança 16 mísseis contra o Líbano

[Imagem: h_50600691.jpg.1000x297x1.jpg]

Pelo menos 16 mísseis disparados do território da Síria explodiram perto de Baalbek, no leste do Líbano, segundo notifica a Associated Press.

De acordo com a fonte da agência, os mísseis foram provavelmente lançados por rebeldes sírios.

Baalbek é um dos centros do movimento xiita libanês Hezbollah, cujos membros estão combatendo na Síria, ao lado do Exército do governo.

Ao longo das últimas semanas, os insurgentes sírios abriam fogo em repetidas ocasiões contra o distrito de Ermel, no nordeste do Líbano, enquanto a área de Baalbek foi atacada por eles pela primeira vez desde que o conflito começou há mais de dois anos.

Voz da Rússia
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a zetga pelo seu post:
GU4RD1ÃO (01-06-2013), LIRMC ...8 (01-06-2013), MALLBORO (01-06-2013), Mediador (04-07-2016)
01-06-2013, 01:31 PM
Resposta: #39
RE: E agora a SÍRIA...
Assad força avanços na Síria

[Imagem: bandeira-siria.jpg]




Forças leais ao presidente da Síria, Bashar al-Assad, endureceram nesta sexta-feira o cerco aos rebeldes em uma cidade estratégica, numa contraofensiva que está alterando o equilíbrio do conflito nas semanas que antecedem uma conferência de paz.

Os rebeldes disseram que conseguiram infiltrar novos combatentes na cidade de Qusair, na fronteira com o Líbano, onde estão rodeados pelo Exército de Assad e por forças da milícia libanesa Hezbollah, que agora entraram ostensivamente no conflito ao lado do governo.

A batalha coincide com uma frenética atividade diplomática em preparação à conferência de paz convocada por Estados Unidos e Rússia, que se colocam em campos opostos no conflito, mas agora concordaram em conversar sobre uma forma de encerrá-lo.

As potências esperavam acalmar a situação convocando a conferência de Genebra, mas o efeito acabou sendo o contrário. Rússia e o Ocidente estão trocando ameaças de escalar o conflito com o envio de armas às facções beligerantes.

A guerra civil, iniciada há dois anos, já matou estimadas 80 mil pessoas. O conflito acirra divisões entre xiitas e sunitas no Oriente Médio e já levou à fuga de milhões de sírios para fora do país.

Líbano e Iraque, historicamente países com tensões sectárias elevadas, já começaram a registrar incidentes violentos entre xiitas e sunitas.

Nesta sexta-feira, a Rússia sugeriu que poderia acelerar a entrega de avançados mísseis antiaéreos para Assad a fim de impedir uma intervenção ocidental. Por outro lado, Moscou também acenou com a possibilidade de suspender essa entrega, o que transforma os mísseis em uma aparente peça de barganha para as negociações de junho em Genebra.

O presidente da França, François Hollande, disse considerar inaceitável que Moscou discuta o fornecimento de armas ao governo sírio antes da conferência de paz, mas enfatizou a importância da ameaça feita por ele próprio e por aliados que cogitam dar armas aos rebeldes.

Os rebeldes fizeram importantes avanços no segundo semestre de 2012, capturando vastas áreas do país e levando governos ocidentais a declararem que os dias de Assad no poder estavam contados.

Mas a situação nas últimas semanas se inclinou favoravelmente a Assad, agora reforçado por milhares de experientes combatentes do Hezbollah, com apoio do Irã. Essas forças conseguiram expulsar os rebeldes da periferia de Damasco e praticamente cercaram os combatentes em Qusair, cidade em posição estratégica para o abastecimento tanto dos rebeldes quanto do Hezbollah.
http://tpa.sapo.ao/noticias/internaciona...s-na-siria

Violentos combates em Quseir; oposição síria impõe condições para diálogo

Os rebeldes lutavam neste sábado em defesa de suas últimas posições na cidade de Quseir, submetida a uma chuva de fogo por parte das tropas governamentais apoiadas por homens do Hezbollah libanês, enquanto a oposição apresentou suas condições para participar de um diálogo pela paz.

Os líderes opositores sírios saudaram a resistência dos rebeldes em Quseir e afirmaram que a saída do presidente Bashar al-Assad do poder e a "interrupção imediata das operações militares das forças do regime, do Hezbollah e do Irã são as principais condições para participar da conferência" internacional de paz que Rússia e Estados Unidos buscam organizar.

Em um novo transbordamento do conflito ao vizinho Líbano, seis foguetes lançados da Síria caíram na região de Bekaa, no oeste libanês, em um setor próximo à zona controlada pelo Hezbollah, embora não tenha deixado vítimas, afirmou uma fonte libanesa da área de segurança.

Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH, uma entidade com base em Londres e que se apoia em uma rede de informantes na Síria), os combates prosseguiam em Quseir, uma cidade do centro-oeste do país situada perto da fronteira libanesa.

Os rebeldes agora estão limitados ao norte da cidade, onde nos últimos dias passaram a receber reforços que conseguiram passar pelas linhas que o exército traçou ao redor de diversos bairros.

As posições rebeldes são submetidas a bombardeios constantes por parte da artilharia do exército governamental, que busca retomar o controle da cidade para abrir uma passagem segura entre a capital, Damasco, e o litoral.

De acordo com o OSDH, o exército reforçou suas posições com a chegada de carros blindados.

Em um comunicado, a Coalizão Nacional da oposição síria saudou "a coragem e a resistência" da rebelião na batalha por Quseir, onde busca "expulsar os invasores. O povo continuará com sua luta para libertar sua terra a qualquer preço e obrigará o Hezbollah a retirar suas forças, quer queira ou não".

Em relação ao rígido pacote de condições imposto para participar de uma conferência de paz, a coalizão alegou que "Assad não respeitará os esforços para um acordo e os utilizará para ganhar tempo para destruir, matar e aterrorizar" os sírios.

A coalizão opositora considerou muito graves as declarações de Assad à televisão próxima ao Hezbollah, Al-Manar, na quinta-feira, quando disse se sentir muito confiante em uma vitória militar e não descartou se apresentar às eleições presidenciais de 2014.

O regime sírio já deu seu apoio à conferência internacional de paz impulsionada por Rússia (que apoia o governo de Damasco) e Estados Unidos (que fornece suporte político aos rebeldes) para tentar colocar fim ao banho de sangue que já custou a vida de 94.000 pessoas desde março de 2011.

Representantes da ONU, dos Estados Unidos e da Rússia devem se reunir no dia 5 de junho em Genebra para preparar a conferência.

No plano dos esforços diplomáticos, o secretário americano de Estado, John Kerry, convocou a Rússia a não entregar armas à Síria para não colocar em risco a conferência de paz.

A imprensa russa afirmou na sexta-feira que Moscou ainda não havia entregado mísseis terra-ar S-300 ao governo sírio, diferentemente do que o próprio Assad havia sugerido.

Em um cenário de crescente inquietação pelo papel de grupos jihadistas entre os rebeldes, o Conselho de Segurança da ONU anunciou ter incluído a frente Al-Nusra (que apoia os rebeldes sírios) na lista de organizações terroristas.

http://noticias.terra.com.br/mundo/orien...aRCRD.html
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a MALLBORO pelo seu post:
GU4RD1ÃO (01-06-2013), LIRMC ...8 (01-06-2013), Mediador (04-07-2016), zetga (01-06-2013)
01-06-2013, 02:16 PM
Resposta: #40
RE: E agora a SÍRIA...
boa tarde
e´de se esperar a invasão da Siria ate ao final de 2013
felicidades
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 5 usuários diz(em) obrigado a Nelson Ferreira pelo seu post:
GU4RD1ÃO (01-06-2013), Jsantos302 (02-06-2013), LIRMC ...8 (01-06-2013), MALLBORO (01-06-2013), Mediador (04-07-2016)
Produtos de Higiene naturais você encontra na Tudo Saudável
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Israel vai começar a roubar o petróleo da Síria antes mesmo de Assad ser deposto Hubble 3 2,670 23-07-2017 04:38 PM
Última Resposta: Beobachter
Exclamation [Atualizações] Conflitos na Ucrânia Quantum 629 71,597 16-06-2017 09:36 PM
Última Resposta: Sanderson S. Pierre
  Agente do FBI foge para a Síria e casa com membro do ISIS que andava a investigar ruicoelho 9 1,548 04-05-2017 07:48 AM
Última Resposta: MARCELO DF
  Trump Ataca a Síria - A Rússia irá Responder? Jahaisa 71 6,455 18-04-2017 07:32 PM
Última Resposta: CaféSemAçúcar
  Ataque Químico na Síria: Repercussões. Anonymous_T.ron 46 4,372 11-04-2017 01:13 PM
Última Resposta: Véia Silidonia

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 141 usuários online.
» 2 Membros | 139 Visitantes
marcosarierom

Estatísticas do Fórum
» Membros: 19,958
» Último Membro: Seixas78
» Tópicos do Fórum: 24,497
» Respostas do Fórum: 261,880

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
General fala em possibilidade de intervenção
Última Resposta Por: marcosarierom
Hoje 10:12 AM
» Respostas: 9
» Visualizações: 544
Nibiru, Elenin, - Transformações da Terra - o que ninguém te conta
Última Resposta Por: fil
Hoje 10:00 AM
» Respostas: 1199
» Visualizações: 506397
Lula é condenado na Lava Jato a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex
Última Resposta Por: Doc S
Hoje 09:42 AM
» Respostas: 120
» Visualizações: 6376
banco SATANder promovendo ideologia de gênero, pedofilia, zoofilia e zombando Cristo
Última Resposta Por: marcosarierom
Hoje 09:30 AM
» Respostas: 74
» Visualizações: 5129
Teoria Crítica e Marxismo Cultural, as estratégias para a dominação do ocidente
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Hoje 02:55 AM
» Respostas: 15
» Visualizações: 3457
Atuação da Open Society de George Soros no Brasil e a Revolução Socialista Globalista
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Hoje 02:43 AM
» Respostas: 30
» Visualizações: 4319
Direita e Esquerda dois braços - Um corpo
Última Resposta Por: Surfista
Ontem 10:13 PM
» Respostas: 141
» Visualizações: 45018
MEGA TÓPICO - COREIA DO NORTE: Centralização de Notícias importantes
Última Resposta Por: Anonymous_T.ron
Ontem 05:43 PM
» Respostas: 333
» Visualizações: 28228
Terremotos recentes
Última Resposta Por: Elenin20182024
Ontem 02:55 PM
» Respostas: 24
» Visualizações: 46101
Como Sobreviver a um Tsunami e Terremoto
Última Resposta Por: Elenin20182024
Ontem 02:54 PM
» Respostas: 26
» Visualizações: 40322
Terremotos pelo mundo
Última Resposta Por: Elenin20182024
Ontem 02:53 PM
» Respostas: 19
» Visualizações: 14399
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Elenin20182024
Ontem 02:53 PM
» Respostas: 537
» Visualizações: 129575
O Brasil Pós-Temer
Última Resposta Por: Guigo Xavier
Ontem 01:41 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 788
Cibercultura e o Futuro da Humanidade
Última Resposta Por: Xevious
Ontem 12:45 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 623
Terremoto, Furacão, Tempestade Solar - Acontecimentos recentes!
Última Resposta Por: Elenin20182024
Ontem 10:46 AM
» Respostas: 73
» Visualizações: 8126
Como o Fórum ajuda você?
Última Resposta Por: Tyler
Ontem 12:50 AM
» Respostas: 22
» Visualizações: 883
23 de Set 2017 a Olho Nu. (Ajuda)
Última Resposta Por: Surfista
17-09-2017 11:45 PM
» Respostas: 37
» Visualizações: 4711
[Vídeo] Dr. Lair Ribeiro - 38 Fatos Importantes do Iodo na Saúde
Última Resposta Por: Doc S
17-09-2017 10:03 PM
» Respostas: 13
» Visualizações: 4699
Sobrevivencialismo: Conceito e Principais Postulados
Última Resposta Por: Elenin20182024
17-09-2017 06:49 PM
» Respostas: 14
» Visualizações: 9169
CERN - Qual a verdadeira agenda?
Última Resposta Por: Dwayne Johnson
17-09-2017 05:12 PM
» Respostas: 9
» Visualizações: 1037
Áudio Divulgado pelo GAR Retratando Intervenção Militar da Esquerda no Brasil
Última Resposta Por: Elenin20182024
17-09-2017 10:06 AM
» Respostas: 60
» Visualizações: 72772
Algumas músicas anom
Última Resposta Por: Peace Sells
16-09-2017 12:03 PM
» Respostas: 120
» Visualizações: 20477
EUA Regridem e Maioria De Sua População Já Vive No Subdesenvolvimento
Última Resposta Por: Campanário
16-09-2017 11:02 AM
» Respostas: 23
» Visualizações: 1944
Não há nenhum Gene para o Espirito Humano - A Armadilha Saturno
Última Resposta Por: ULTRON
16-09-2017 12:09 AM
» Respostas: 1072
» Visualizações: 106279
Blue Planet Project -Alien Technical research
Última Resposta Por: gsouzax
15-09-2017 06:35 PM
» Respostas: 17
» Visualizações: 3048
Maior Flare Solar do Ciclo 24 foi registrado hoje 06/09/2017
Última Resposta Por: Anonymous_T.ron
15-09-2017 05:17 PM
» Respostas: 10
» Visualizações: 1239
Regras Gerais do Forum Anti NOM
Última Resposta Por: Doc S
15-09-2017 02:24 PM
» Respostas: 78
» Visualizações: 92885
Brasil, Rio de Janeiro, Já São 100 Policiais Assassinados(agosto 2017)
Última Resposta Por: Nikoloz
14-09-2017 07:22 PM
» Respostas: 37
» Visualizações: 2163
Diálogo e discussão Filosófica – aumentando o pensamento crítico
Última Resposta Por: Toualy
14-09-2017 06:51 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 525
A Geração dos idiotas.
Última Resposta Por: Xevious
14-09-2017 03:35 PM
» Respostas: 45
» Visualizações: 7825

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial