Shoyu Orgânico Fermentado Naturalmente Você Encontra na Tudo Saudável


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 9 Votos - 4.67 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[Atualizações] Conflitos na Ucrânia
20-02-2014, 12:53 PM (Resposta editada pela última vez em: 20-02-2014 12:55 PM por GU4RD1ÃO.)
Resposta: #31
RE: Ao vivo - Em Kiev, polícia anti-motim começou assalto à praça da Independência
Cerca de 100 soldados das Tropas do Interior renderam-se aos rebeldes.

Soldados das Tropas do Interior começara a render-se em massa aos rebeldes, comunica o Ukrainskie Novosti (Notícias Ucranianas). Já se entregaram cerca de 100 soldados.

Acompanhe os acontecimentos na Ucrânia ao vivo

Os prisioneiros são levados para fora das barricadas perto do Palácio Oktyabrsky. Comunica-se que “eles não são espancados, sendo conduzidos a uma tenda com a inscrição “Comandatura de Kiev”. Por enquanto, entre os prisioneiros figuram apenas simples soldados, não havendo oficiais.

Leia todos os materiais sobre a situação na Ucrânia

FONTE
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a GU4RD1ÃO pelo seu post:
LIRMC ...8 (20-02-2014)
Aqui você encontra as barrinhas da Hart's Natural pelo menor preço
20-02-2014, 01:05 PM
Resposta: #32
Ameaça de divisão da Ucrânia está crescendo
[Imagem: 9h_51246817.jpg]


Uma sensação de irrealidade é provocada pela transmissão de 24 horas da praça da Independência em chamas, efetuada em regime online pelo canal televisivo ucraniano Espreso.tv. Uma real batalha com tiroteios e incêndios, explosões de projéteis, feridos e mortos decorre no centro da Europa. Tudo parece um filme de horror que ninguém pode interromper.

Acompanhe os acontecimentos na Ucrânia ao vivo

Libor Dvorak, observador político da Rádio Tcheca, falou à Voz da Rússia como a República Tcheca, próxima vizinha da Ucrânia, acompanha os acontecimentos em Kiev.

Libor Dvorak: Os tchecos acompanham atentamente o drama ucraniano não porque somos próximos geograficamente. No país há uma numerosa comunidade ucraniana.

Voz da Rússia: O presidente Yanukovich declarou que os oposicionistas ultrapassaram os limites ao ter apelado para que os seus partidários chegassem armados à praça. Quem responderá pela escalada da violência e o sangue derramado?

L.D.: A meu ver, um impulso foi dado pelo incidente com um grupo de manifestantes agressivos que se dirigiram para a Suprema Rada, onde deveria ser definido o destino da Constituição. Possivelmente, eles organizaram uma provocação. Ao mesmo tempo, o fato de os manifestantes não terem sido absolutamente controlados não suscita dúvidas. Por outro lado, não quero defender o presidente Yanukovich, cuja indecisão e excessiva crueldade (ações das tropas e da polícia) apenas embaraçaram a situação. Tenho também uma atitude muito crítica em relação a agrupamentos nacionalistas. Na minha opinião, são eles e o poder que têm culpa pelo sangue derramado e a violência. Em resultado, hoje a Ucrânia encontra-se à beira de uma guerra civil.

Veja as fotos dos confrontos em Kiev

VR: A oposição está ocupando prédios públicos no ocidente do país: em Lviv, Ivano-Frankovsk, Ternopol… Ao que pode levar isso? À desintegração do país?

L.D.: A ameaça de divisão da Ucrânia está crescendo. E ninguém se atreve a prevení-la. Temos esquecido o exemplo de desintegração da Iugoslávia, quando em vez da federação surgiram vários Estados. A Tchecoslováquia também se dividiu, embora civilizadamente. Mas ninguém acredita num tal cenário. A divisão da Ucrânia não é necessária nem para seus oligarcas e o poder ucraniano, nem para a Rússia, nem para a UE e os EUA. Mas o país pode dividir-se de fato em duas partes, com a fronteira pelo Dniepre…

VR:
O ministro das Relações Exteriores da República Tcheca, Lubomir Zaoralek, reprovou Yanukovich pela falta da vontade de atender às exigências da oposição. Na opinião do ministro, é necessário formar um governo de transição com a participação da oposição, que poderia preparar eleições antecipadas. Será que esta proposta é real na atual situação muito grave?
L.D.: Real, se as partes derem provas de vontade política. Mas é pouco provável que a oposição faça concessões que, em sua opinião, já foram suficientes. A meu ver, as eleições antecipadas são a única saída eficaz da situação, porque irão mostrar como se alterou a distribuição das forças políticas na sociedade, irão mostrar se o Partido das Regiões não havia perdido o apoio da maioria. Mas, infelizmente, as partes não têm vontade política. A variante proposta pelo ministro Zaoralek torna-se menos provável a cada dia.

Unidade especial Berkut está garantindo a ordem na Ucrânia (fotos)

VR: Bruxelas tampouco gosta da posição do presidente da Ucrânia, destacou a chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton. Por que razão então Vitali Klitschko não conseguiu nas conversações em Berlim que fossem introduzidas sanções em relação a Yanukovich?
L.D.: Merkel não gosta de fazer algo com as suas mãos. Por isso Klitschko, que é muito popular na Alemanha e tem a naturalidade alemã, não conseguiu obter algo. É uma boa lição para a oposição ucraniana – é melhor contatar Bruxelas do que líderes europeus em separado. Na realidade, a UE tem poucas alavancas de influência na Ucrânia. A Rússia tem muito mais. A UE deve entender-se com Moscou e ajudar a resolver a crise ucraniana. Mas, naturalmente, só os ucranianos podem definir o seu destino com, repito, a participação diplomática da Europa Ocidental e da Rússia.

VR: A televisão ucraniana acompanha as transmissões da praça da Independência com uma pequena inscrição “Revolução”. O que, a seu ver, acontece em Kiev?
L.D.: Visito frequentemente a Ucrânia, conheço bem a vida ali e as realidades políticas. Tudo aparece como uma rebelião mal controlada, que agora ninguém, nem Klitschko nem Yatsenyuk, é capaz de dirigir.

FONTE
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a GU4RD1ÃO pelo seu post:
dode (20-02-2014), Javelin (20-02-2014)
20-02-2014, 01:05 PM
Resposta: #33
RE: Ao vivo - Em Kiev, polícia anti-motim começou assalto à praça da Independência
Vi num jornal algumas imagens/vídeos mostrando as manifestações e só digo uma coisa: cenário de guerra.
Alguns vídeos ilustrando a situação por lá:





Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 5 usuários diz(em) obrigado a Mgll pelo seu post:
Andre Specker (20-02-2014), GU4RD1ÃO (20-02-2014), Jeyjin (20-02-2014), LIRMC ...8 (20-02-2014), naste.de.lumina (20-02-2014)
20-02-2014, 01:57 PM
Resposta: #34
RE: Ameaça de divisão da Ucrânia está crescendo
Divisão: A Elite adora isso.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
Chlorella e Spirulina você encontra na Tudo Saudável
20-02-2014, 02:07 PM
Resposta: #35
RE: Ameaça de divisão da Ucrânia está crescendo
Oposicionistas ucranianos capturam usina atômica de Rovno.
Hoje (20) de manhã, manifestantes capturaram uma instalação estratégica da Ucrânia – a usina atômica na cidade de Rovno.

Ao assaltar a usina, os atacantes ocuparam prédios administrativos, queimaram os arquivos e o computador central.
Após ter estabelecido o contrôle sobre o principal recurso energético dessa província, os atacantes não sabem o quê fazer com ele.

fonte - http://portuguese.ruvr.ru/news/2014_02_2...ovno-4269/
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
20-02-2014, 05:27 PM
Resposta: #36
guerra civil na ucrânia!
confrontos deixam mortos e feridos na capital da Ucrânia


[Imagem: ukraine_protest_r.jpg]


Manifestantes antigoverno atacaram polícia na Praça da Independência.
Há 67 mortos, e governo acusa radicais de sequestrarem policiais.


Pelo menos 67 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em novos e mais violentos confrontos entre manifestantes antigoverno e a polícia nesta quinta-feira (20) em Kiev, capital da Ucrânia, apesar da trégua estabelecida na véspera.

O número foi atualizado por autoridades municipais, informou a AFP. Anteriormente, havia 60 mortes confirmadas por fontes médicas ligadas aos manifestantes. Todas as vítimas teriam sido baleadas.

Tiros procedentes das barreiras policiais e de edifícios próximos foram registrados em Maidan, ou Praça da Independência, na região central, ocupada desde novembro pelos manifestantes.

Um jornalista da AFP observou oito corpos diante da sede do Correio Central e 10 diante do hotel Kozatski. Outro repórter observou sete
corpos na entrada do hotel Ukraina, do outro lado da praça.

Médicos ligados à oposição pró-europeia afirmaram que algumas vítimas foram alvos de franco-atiradores.

A polícia utilizou armas de fogo em "legítima defesa" e dentro da lei, depois que homens armados não identificados atiraram contra policiais pela manhã, disse o Ministério do Interior em um comunicado.

Segundo o ministério, 67 policiais foram "capturados" por manifestantes "radicais", e todos os meios serão usados para libertá-los.

Rastros de sangue

[Imagem: 635283343841330388.jpg]


Nas imediações da Praça da Independência, era possível observar muitos rastros de sangue.

Milhares de manifestantes, com forte presença de mulheres e aposentados, permaneciam na praça, apesar dos graves incidentes dos
últimos dias.

Os funcionários da sede do governo ucraniano em Kiev deixaram o local na manhã desta quinta em consequência dos confrontos. "Todos os trabalhadores deixaram o local esta manhã. Recebemos uma ordem oficial", disse um funcionário, sem revelar detalhes.

Troca de acusações

[Imagem: ukraine_protest_r_1.jpg]


A Presidência da Ucrânia culpou os manifestantes por terem dado início à violência, com uso de atiradores, que resultaram em confrontos com a polícia.

Um comunicado do gabinete do presidente Viktor Yanukovich disse que "eles (os manifestantes) partiram para a ofensiva".

"Eles estão agindo em grupos organizados. Eles estão usando armas de fogo, inclusive atiradores com rifles. Eles estão disparando para matar."
A nota, publicada no site da presidência, diz ainda que o número de mortos e feridos entre policiais chega a "dezenas".

Os líderes da oposição, por sua vez, consideraram os confrontos uma "provocação deliberada", tendo em vista a trégua acertada na véspera.

Rússia

Para tentar acalmar a situação, o presidente russo, Vladimir Putin, anunciou que vai mandar um enviado à Ucrânia, a pedido do presidente ucraniano, para tentar mediar as conversas entre o governo e a oposição, disse o porta-voz de Putin, segundo informações de agências de notícias.

Reunião

[Imagem: belgium_eu_ukraine_r.jpg]


Yanukovich reuniu-se com os ministros das Relações Exteriores da França, Alemanha e Polônia, para discutir a crise.
Fontes diplomáticas afirmaram que os diplomatas continuariam em Kiev para prosseguir nas negociações.
Segurança

O ministério do Interior pediu que os habitantes de Kiev não saiam de casa nem se dirijam ao centro da cidade.

"Neste momento mais vale limitar os deslocamentos em carros particulares e não sair às ruas. Há pessoas armadas com intenções agressivas nas ruas de Kiev", informou o ministério em um comunicado.

Ameaça de sanções

[Imagem: ukraine_protests_r.jpg]


Na véspera, 26 pessoas morreram em confrontos, provocando uma reação internacional contra a repressão aos protestos e levando EUA e União Europeia (UE) a ameaçarem sanções contra autoridades envolvidas em possíveis abusos.

As manifestações contra o governo começaram em novembro de 2013, depois que Yanukovich cedeu à pressão da Rússia e desistiu de um tratado comercial com a União Europeia, preferindo a ajuda financeira do Kremlin, principal aliado de Kiev.

Essa é a pior crise desde a independência, em 1991, da ex-república soviética, com fronteiras com a Rússia e com países da União Europeia.

Governo brasileiro


[Imagem: itamaraty-300x250e.jpg]


O Itamaraty informou que o governo brasileiro acompanha situação na Ucrânia e “lamenta profundamente as mortes ocorridas em Kiev. O governo brasileiro conclama todas as partes envolvidas a dialogar. A crise política na Ucrânia deve ser equacionada pelos próprios ucranianos, de forma pacífica e com base no respeito às instituições e aos direitos humanos.”

A embaixada local não foi informada de nenhum brasileiro ferido nos protestos.

Fonte:http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/0...rania.html







Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Raul Marcel pelo seu post:
Jeyjin (20-02-2014)
20-02-2014, 06:32 PM
Resposta: #37
RE: Modelo sírio para Ucrânia
Semelhanças entre Ucrânia e Síria

Por que a Ucrânia parece tanto como a Síria?

Por:Daniel McAdams


20 de fevereiro de 2014

Na Ucrânia, os rebeldes apoiados pelos EUA apreenderam armas de um depósito militar e começaram a disparar contra a polícia - matando pelo menos dez.

Os grupos rebeldes ocupam prédios do governo e os incendeiam , sede sindical, a agência central dos correios, e sede do partido político. Eles ocupam as instalações do governo local em outras cidades e atacar fisicamente as autoridades locais. Seu objetivo é derrubar o governo eleito.
[Imagem: 200214syria.jpg]
Imagem: Ucrânia Uprising (Wikimedia Commons).

Relatórios de reforços rebeldes chegando, com "mochilas volumosas perto da cena dos últimos protestos," estão suspeitosamente lembrando o " Internet in a Suitcase " um projeto financiado pelo governo dos EUA para fornecer ferramentas para" ativistas "nos países candidatos a mudança de regime . Os EUA tem similarmente treinado e equipado os rebeldes sírios.

Rebeldes apoiados pelos EUA são fotografados em toda a Ucrânia com armas, às vezes fotografados em tiroteio contra a polícia . Na Síria, os EUA secretamente fornecem armas e aprovadas pela Arábia Saudita, Qatar, e outros "amigos da Síria" para proporcionar ainda mais. Um oficial russo acusou os EUA de armar a oposição ucraniana.

Como na Síria, onde o embaixador dos EUA Robert Ford adotou os rebeldes desde o início da insurreição, as autoridades americanas têm batido um caminho constante para os rebeldes ucranianos para oferecer seu apoio e assistência.

O senador John McCain ainda jantou com o presidente do Partido Svoboda, Oleh Tyahnybok, mostrada aqui em uma pose bastante diferente.

Secretária Adjunto de Estado dos EUA Victoria Nuland foi gravada tramando a derrubada e substituição do governo ucraniano com o embaixador dos EUA para a Ucrânia, Geoffrey Pyatt.

Pyatt, um homem certamente desprovida de qualquer senso de auto-reflexão, corajosamente proclamou que sua gravado conspiração para derrubar do governo ucraniano foi apenas "ajudar a construir pontes entre o governo e a oposição."

É claro que em sentido estrito que é verdade : ele está ativamente envolvida na construção de uma ponte para o poder do governo para a oposição ucraniana.

Os rebeldes sírios são apresentados como um grupo moderado de pretensos democratas que buscam a reforma política . "Manifestantes pacíficos" rebeldes ucranianos são apresentados como um grupo de pró-ocidental, pró-UE, em ambos os casos, o poder real nas ruas tem sido radical extremistas com os quais as autoridades dos EUA tiveram contato considerável .

Na Síria, o presidente Assad respondeu no início para a agitação com ofertas de compromisso, inclusive concordando em realizar um referendo constitucional que pôs fim às gerações de regime de partido único.

Na Ucrânia, o presidente Yanukovich concedia anistia aos manifestantes violentos, rescindiu legislação visto como inibindo os protestos, demitiu seu governo a pedido da oposição e até mesmo para citar os líderes da oposição a um novo governo interino.

Cada movimento em direção compromisso e apaziguamento da oposição foi recebido com o aumento da violência e as demandas crescentes por parte dos rebeldes, mais recentemente, na Ucrânia após os líderes da oposição se reuniram com autoridades dos EUA e da UE em uma conferência de segurança em Munique.

Presidente Obama adverte severamente o governo ucraniano a restaurar a ordem: "Esperamos que o governo ucraniano a mostrar moderação, para não recorrer à violência para lidar com os manifestantes pacíficos".

Ele misteriosamente insinua eventual escalada dos EUA, afirmando: "Nós estaremos monitorando muito cuidadosamente a situação, reconhecendo que, juntamente com os nossos parceiros europeus e da comunidade internacional, haverá consequências se as pessoas passar por cima da linha."

Ele advertiu de forma semelhante o presidente sírio Assad contra a tomar medidas para defender o país contra rebeldes armados que lutam por sua derrubada.

Outra linha vermelha traçada? Desta vez, na porta da Rússia?
Aqui, novamente, é a pergunta do milhão de dólares: O que fazer se os rebeldes de Washington com a intenção de derrubar o regime Obama atacassem depósitos de armas militares, matando pelo menos dez policiais e ferindo dezenas de outras, definisse Washington DC em chamas , ocupando edifícios governamentais chave, incluindo nos EUA o complexo do Capitólio, e exigindo uma mudança na Constituição favorecendo sua ascensão ao poder?

Obama advertiu o governo da Ucrânia para garantir que os "militares ucranianos não intervirão para resolver problemas que poderiam ser resolvidos por civis." Os militares dos EUA foram chamados para conter um protesto muito menos significativo em Seattle sobre a reunião da Organização Mundial do Comércio lá em 1999.

A área do Capitólio dos EUA tem sido em "Lockdown" inúmeras vezes sobre tais "ameaças" como uma mulher mentalmente perturbada dirigindo de forma irregular - que estava desarmada e foi morta a tiros pela polícia.

Uma pessoa não precisa ficar do lado um ou outro grupo de oposição na Ucrânia para apontar a hipocrisia sufocante da posição dos EUA.

Mas o que é verdadeiramente notável são as muitas semelhanças entre o que vem acontecendo na Síria e que está acontecendo agora na Ucrânia. Parece quase como se a mesma mão com a mesma cartilha está tramando ambas as operações de mudança de regime ...

FONTE:http://horizontenews.blogspot.com.br/201...siria.html
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
Você encontra o Sal Rosa do Himalaya pelo menor preço na Tudo Saudável
20-02-2014, 06:57 PM
Resposta: #38
RE: A escalada da crise ucraniana
Crise se agrava na Ucrânia: Trégua nem mal começou e confrontos prosseguem na Ucrânia

UCRÂNIA trégua quebrada - Mais 35 mortos

Por:Vasily Fedosenko e Richard Balmforth ,Reuters

20 de fevereiro de 2014

[Imagem: rtx1961c-1.jpg]
REUTERS/Vasily Fedosenko

Uma mulher reage quando os manifestantes anti-governamentais colocam um corpo morto em uma maca após violência irrompeu na Praça da Independência, em Kiev neste 20 de fevereiro de 2014.

KIEV (Reuters) - uma nova confrontação violenta estourou no centro de Kiev nesta quinta-feira, quebrando uma trégua declarada pelo presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, como o líder russo, apoiando se reuniu com ministros europeus exigindo que ele se comprometa com opositores pró-UE.

Um fotógrafo da Reuters viu os corpos de 21 civis mortos na Praça da Independência, a poucas centenas de metros (metros) a partir de onde o presidente se reuniu com a delegação da UE, depois que os manifestantes que ocuparam a área por quase três meses atiraram coquetéis molotov e pedras de pavimentação para conduzir motim polícia para fora da praça.

Buzzfeed relata pelo menos 35 mortos em.

Os ministros das Relações Exteriores da Alemanha, França e Polônia foram a informar, em Bruxelas, no final do dia para os colegas da UE, que decidirão sobre possíveis sanções contra aqueles considerados responsáveis ​​pelo banho de sangue .

Rússia volta a criticar as medidas europeias e norte-americanas, dizendo apenas que seria piorar a situação.

A declaração presidencial ucraniana disse que dezenas de policiais foram mortos ou feridos durante as horas de oposição ofensiva depois que os líderes da oposição e Yanukovich tinham acordado uma trégua.

Testemunhas disseram que viram atiradores disparando durante os confrontos. O Ministério da Saúde disse que dois policiais estavam entre os mortos na quinta-feira.

Isso elevou o número total de mortos desde terça-feira a pelo menos 51 , incluindo pelo menos 12 policiais - de longe as mais sangrentas horas de quase 22 anos de história pós-soviética da Ucrânia.

A mídia local disse que mais de 30 manifestantes foram mortos em flare-up de quinta-feira.

O país é o objeto de um cabo de guerra-geopolítica entre Moscou, que o vê como o berço histórico da civilização russa, eo Ocidente, que diz que os ucranianos devem ser livres para escolher aproximação económica com a UE.

A luta renovada, que diminuiu após cerca de uma hora, intensificada preocupação expressa pela vizinha primeiro-ministro polonês, Donald Tusk, que a Ucrânia poderia descer em uma guerra civil ou de divisão entre o pró-europeu ocidental e de língua russa a leste.

A reunião de ministros da UE com Yanukovich foi adiada por razões de segurança, mas começou atrasado uma hora. Eles esperavam para apresentá-lo com uma mistura de sanções e tentações para fazer um acordo com seus adversários que poderiam acabar com o derramamento de sangue.

Um comunicado do gabinete de Yanukovich disse: Eles (os manifestantes) estão trabalhando em grupos organizados. Eles estão usando armas de fogo, incluindo rifles de precisão. Eles estão atirando para matar...

"O número de mortos e feridos entre os policiais é dezenas", disse o comunicado no site presidencial.

O líder da oposição Vitaly Klitschko disse na Sky TV: "Como podemos ver a trégua se ela foi quebrada."

A televisão mostrou os ativistas em uniforme de combate que levam vários capturados, policiais uniformizados outro lado da praça.

AGENTES DA POLÍCIA CAPTURADOS

[Imagem: original_2013-12-11T080734Z_79741955_GM1...1386756437]

Ativistas que recapturados da praça, conhecida como Maidan ou "Euro-Maidan" para a oposição, apareceu para afastar vários policiais uniformizados.

Dezenas de manifestantes feridos estavam recebendo tratamento de primeiros socorros improvisada no saguão do Hotel Ucrânia, onde muitos jornalistas estrangeiros estão hospedados.

Repórteres disse que havia buracos de bala nas paredes e janelas do hotel com vista para a praça. Ambos os lados acusam o outro de usar munição real.

"Fumaça preta, denotações e tiros ao redor do palácio presidencial" ...

Funcionários em pânico, twittou polonês ministerRadoslaw Sikorski para explicar o atraso na reunião no escritório de Yanukovich, a poucas centenas de metros da praça.

Ativistas pró-UE tem sido manter vigília lá desde que o presidente virou as costas para um pacto de comércio com o bloco em novembro e aceito ajuda financeira de Moscou.

A Rússia, que tem vindo a realizar de volta uma nova parcela do empréstimo até que ele vê estabilidade em Kiev, condenou apoio da UE e das demandas da oposição que Yanukovich, eleito em 2010, deveria dividir o poder e realizar novas eleições EUA.

Em uma crítica aparente de manuseio de Yanukovich da crise, primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, disse na quinta-feira que Moscou só poderia cooperar plenamente com a Ucrânia quando a sua liderança estava em "boa forma", disse a agência de notícias Interfax.

A crise se agravando no país de 46 milhões, com uma economia em crise e corrupção endêmica monta desde Yanukovich, sob pressão do Kremlin, levou um resgate da Rússia US $ 15 bilhões, em vez de um acordo abrangente com a UE.

Os Estados Unidos aumentaram a pressão na quarta-feira pela imposição de proibições de viagens em 20 altos funcionários da Ucrânia, e ministros das Relações Exteriores da União Europeia devem se reunir em Bruxelas na quinta-feira para considerar medidas similares.

Um comunicado no site do Yanukovich anunciou um acordo na noite de quarta-feira com líderes da oposição para "o início de negociações com o objetivo de acabar com o derramamento de sangue, e estabilizar a situação no estado, no interesse da paz social".

Respondendo cautelosamente, o presidente dos EUA, Barack Obama considerou a trégua "um passo bem-vindo para a frente", mas disse que vai monitorar de perto a situação de "garantir que as ações espelham palavras".

"Nossa abordagem nos Estados Unidos não é ver estes como algumas peças do tabuleiro de xadrez da Guerra Fria, em que estamos em competição com a Rússia", disse Obama depois de uma reunião de cúpula da América do Norte, no México.

Nos Jogos Olímpicos de Inverno da Rússia em Sochi alguns membros da equipe da Ucrânia decidiram deixar por causa da violência em casa, o Comitê Olímpico Internacional disse nesta quinta-feira.

MOOD combativo

[Imagem: 0.jpg]

Os manifestantes estavam em um estado de espírito truculento, apesar da calmaria durante a noite e as colunas de homens, tendo os clubes e cantando canções patrióticas encabeçados de Praça da Independência, às 8:30 am (ET 0130).

Que trégua Não há trégua É simplesmente uma guerra pela frente Eles estão nos provocando. Eles atiram granadas contra nós queimar nossas casas .Estamos aqui há três meses e durante esse tempo nada queimado", disse Petro Maksimchuk de 23 anos.

"Estas não são pessoas. Eles são assassinos. Sanções não vão ajudar. Todos eles devem ser enviados para o isolamento na Sibéria."

Serhiy, um com 55-anos da cidade ocidental de Lviv, que não quis dar seu sobrenome, acrescentou: "É ruim que Ukraineis já divididos em duas partes

.No oeste a polícia e o exército estão conosco, mas no leste,eles estão contra nós.

"É dos Yanukovichers que nos separam."

Em Lviv, um bastião do nacionalismo ucraniano desde os tempos soviéticos, a assembleia regional declarou autonomia da região em relação a Yanukovich e sua administração, o que muitos ucranianos ocidentais vêem como muito mais perto de Moscou e da Ucrânia de língua russa leste.

Yanukovich, que substituiu o chefe das forças armadas, tinha denunciado o derramamento de sangue no centro de Kiev, como uma tentativa de golpe.

Seu serviço de segurança disse que o país lançou uma "operação anti-terrorista" depois das armas e depósitos de munições foram saqueados.

Eram esperados que os ministros da UE a considerar uma série de medidas possíveis, incluindo congelamento de bens e proibição de viajar, embora diplomatas duvidam de que sejam eficazes.

Saltar à frente de seus aliados da União Europeia, Washington impôs proibições de vistos norte-americanos a 20 funcionários do governo que considera "responsáveis por ordenar os abusos dos direitos humanos relacionados com a opressão política", disse um funcionário do Departamento de Estado.

"Esses indivíduos representam toda a cadeia de comando que consideramos responsável por ordenar as forças de segurança para agir contra" os manifestantes, disse o funcionário.

Autoridades da UE disseram se Yanukovich seriam excluídos de tais medidas, a fim de manter canais de diálogo aberta.

Diplomatas disseram que a ameaça de sanções poderia também alvo activos detidos no Ocidente por oligarcas de negócios ucranianos que quer ter apoiado Yanukovich ou estão sentados em cima do muro.

O presidente russo, Vladimir Putin, que se reuniu seis vezes com o amigo Yanukovich desde o início da crise, manteve tranquilo na flare-up.

Mas o ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, culpou o Ocidente por incitar radicais da oposição e chamou a ameaça de sanções chantagem.

Moeda hryvnia da Ucrânia, flertando com seu nível mais baixo desde a crise financeira global, há cinco anos, enfraqueceu novamente nesta quinta-feira.

Possivelmente, devido ao risco de sanções, três dos magnatas mais ricos da Ucrânia intensificaram a pressão sobre Yanukovich para segurar de usar a força.

"Não há circunstâncias que justificam o uso da força para a população pacífica", aço e carvão magnata Rinat Akhmetov, que financiaram a campanha eleitoral de 2010 Yanukovich disse em um comunicado na noite de terça-feira.

(Reportagem adicional de Natalya Zinets, Pavel Polityuk e Alessandra Prentice em Kiev; Escrita por Richard Balmforth e Paul Taylor, Edição de Alastair MacDonald)

FONTE:http://horizontenews.blogspot.com.br/201...a-nem.html
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a John Dickinson pelo seu post:
GU4RD1ÃO (20-02-2014), Jeyjin (20-02-2014)
20-02-2014, 07:37 PM
Resposta: #39
RE: A escalada da crise ucraniana
Obama ameaça Ucrânia com consequências se as forças militares forem envolvidas no conflito

[Imagem: 9h_51210272.jpg]


O presidente dos EUA, Barack Obama, advertiu ao governo ucraniano que, caso as partes do conflito passem dos limites, isso vai ter consequências para a Ucrânia.

Conforme é relatado pela imprensa ocidental, o chefe de Estado norte-americano, em visita ao México na úlitma quarta-feira, disse que “não passar do limite” inclui garantias de que os militares não sejam envolvidos na situação que deverá ser resolvida pelos civis.

Ao mesmo tempo, Obama destacou que os EUA condenam energicamente a violência e acreditam que o governo ucraniano tem a responsabilidade de garantir um tratamento adequado em relação aos manifestantes pacíficos.

Segundo ele, os EUA também abordaram com os parceiros europeus a perspectiva de impor sanções contra a Ucrânia.

Fonte
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Jeyjin pelo seu post:
John Dickinson (20-02-2014)
20-02-2014, 08:10 PM
Resposta: #40
RE: A escalada da crise ucraniana
Lyndon LaRouche em Alex Jones advertiu sobre perigo ucraniano

Ucrânia, a 3ª GM & Extinção – Lyndon LaRouche & Alex Jones

Lyndon LaRouche juntou-se a Alex Jones para uma entrevista sobre o agravamento da situação na Ucrânia que pode rapidamente transformar-se em 3ª Guerra Mundial e aniquilação termonuclear da maior parte do mundo.

Usando palavras como "extinção", LaRouche adverte que todos os dias de uma presidência Barack Obama nos coloca a poucos momentos de distância da extinção da raça humana, uma extinção que de acordo com LaRouche, pode ocorrer nos próximos dias, na próxima semana ou no próximo mês. Nada distante de ocorrer.



[Imagem: images%2878%29.jpeg]

FONTE:http://www.infowars.com/
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a John Dickinson pelo seu post:
GU4RD1ÃO (20-02-2014), Jeyjin (20-02-2014)
Sabonetes naturais pelo menor preço é na Tudo Saudável
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  [Atualizações] Conflitos na Síria GU4RD1ÃO 718 152,733 Ontem 06:39 PM
Última Resposta: Beobachter
Exclamation [Atualizações] EUA-Rússia: A Nova Guerra Fria? John Dickinson 153 65,773 16-10-2016 01:47 PM
Última Resposta: MALLBORO
Exclamation [Atualizações] Tentativa de Golpe Militar na Turquia Mediador 56 7,987 22-07-2016 08:57 PM
Última Resposta: Beobachter
  A síria desencadeará a 3 guerra mundial? (atualizações) vitor hugo dias 200 111,408 07-10-2015 08:23 PM
Última Resposta: eduvix
  Irã em Guerra [Atualizações] GU4RD1ÃO 780 205,255 21-07-2015 11:34 AM
Última Resposta: Álvaro

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 125 usuários online.
» 1 Membros | 124 Visitantes

Estatísticas do Fórum
» Membros: 19,974
» Último Membro: hieuminhita9
» Tópicos do Fórum: 24,501
» Respostas do Fórum: 262,026

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
23 de Set 2017 a Olho Nu. (Ajuda)
Última Resposta Por: DeOlhOnafigueira
Hoje 01:02 AM
» Respostas: 52
» Visualizações: 6712
'Tempos violentos chegarão': alerta de apocalipse assusta espectadores nos EUA
Última Resposta Por: Motta
Ontem 11:04 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 224
Serie Black Mirror
Última Resposta Por: Surfista
Ontem 10:30 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 4543
General fala em possibilidade de intervenção
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 10:26 PM
» Respostas: 31
» Visualizações: 2347
Como detectar MAVs e bloquear
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 10:09 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 618
General Denuncia Controle Dos ROTHSCHILDS na Amazônia com patrocínio do PSDB
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 09:43 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 84
[Atualizações] Conflitos na Síria
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 06:39 PM
» Respostas: 718
» Visualizações: 152733
O Gato(simbolismo)
Última Resposta Por: avalon
Ontem 05:57 PM
» Respostas: 24
» Visualizações: 10969
Boletos...um passo sorrateiro para a NOM no Brasil.
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 05:22 PM
» Respostas: 29
» Visualizações: 5062
Electric Dreams-Philip K Dick, Série.
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 05:05 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 228
banco SATANder promovendo ideologia de gênero, pedofilia, zoofilia e zombando Cristo
Última Resposta Por: fil
Ontem 01:42 PM
» Respostas: 81
» Visualizações: 5846
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Doc S
Ontem 01:34 PM
» Respostas: 545
» Visualizações: 130631
O Brasil Foi Vendido. O Dia em Que a NOM Leiloou A Nação.
Última Resposta Por: Guigo Xavier
Ontem 12:26 PM
» Respostas: 68
» Visualizações: 5376
O Brasil Pós-Temer
Última Resposta Por: Diakonov
Ontem 11:02 AM
» Respostas: 13
» Visualizações: 1474
Cibercultura e o Futuro da Humanidade
Última Resposta Por: tarcardoso
Ontem 09:51 AM
» Respostas: 10
» Visualizações: 972
Suco Verde
Última Resposta Por: sandramaria
21-09-2017 09:03 PM
» Respostas: 10
» Visualizações: 11887
Terremoto, Furacão, Tempestade Solar - Acontecimentos recentes!
Última Resposta Por: Surfista
21-09-2017 07:45 PM
» Respostas: 83
» Visualizações: 10206
Terremotos recentes
Última Resposta Por: Elenin20182024
21-09-2017 01:45 PM
» Respostas: 36
» Visualizações: 47008
Nibiru, Elenin, - Transformações da Terra - o que ninguém te conta
Última Resposta Por: Elenin20182024
21-09-2017 10:46 AM
» Respostas: 1204
» Visualizações: 508094
Teoria Crítica e Marxismo Cultural, as estratégias para a dominação do ocidente
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
21-09-2017 06:31 AM
» Respostas: 18
» Visualizações: 3655
Dilma e a inauguração do Templo de Salomão
Última Resposta Por: Elenin20182024
21-09-2017 01:48 AM
» Respostas: 58
» Visualizações: 29294
Brasil, o Reino de Ofir
Última Resposta Por: Elenin20182024
21-09-2017 01:29 AM
» Respostas: 10
» Visualizações: 2408
Decifrando o Haarp
Última Resposta Por: Thebox
20-09-2017 06:26 PM
» Respostas: 119
» Visualizações: 88103
Catastrofe climatica de Junho à Setembro?!...
Última Resposta Por: Elenin20182024
20-09-2017 12:00 PM
» Respostas: 67
» Visualizações: 8050
Olavo de Carvalho - Os Verdadeiros Agentes da Nova Ordem Mundial
Última Resposta Por: tarcardoso
20-09-2017 09:00 AM
» Respostas: 15
» Visualizações: 12033
Recrutamento para o Programa Espacial Secreto em andamento?
Última Resposta Por: Elenin20182024
19-09-2017 11:53 PM
» Respostas: 22
» Visualizações: 2176
Como o Fórum ajuda você?
Última Resposta Por: Beobachter
19-09-2017 11:32 PM
» Respostas: 25
» Visualizações: 1116
MEGA TÓPICO - COREIA DO NORTE: Centralização de Notícias importantes
Última Resposta Por: Beobachter
19-09-2017 08:36 PM
» Respostas: 337
» Visualizações: 28945
Lula é condenado na Lava Jato a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex
Última Resposta Por: Beobachter
19-09-2017 08:20 PM
» Respostas: 122
» Visualizações: 6589
Simbolismo em GoT
Última Resposta Por: Leandrors
19-09-2017 06:38 PM
» Respostas: 23
» Visualizações: 2277

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial