Balas de Colágeno pelo melhor preço é na Tudo Saudável


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 7 Votos - 4.57 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[Atualizações] Paris sob ataque
24-11-2015, 08:32 AM
Resposta: #621
RE: [Atualizações] Paris sob ataque - ESTADO DE EMERGÊNCIA DECLARADO- FRONTEIRAS FECHADAS
Que isso pessoal, foi apenas coincidência Big Grin

Quem não acredita, nunca será enganado.
(Nessahan Alita)
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a mentefantastica pelo seu post:
raphaelcozzi (28-11-2015)
O Melhor em Suplementos Esportivos Você encontra na Tudo Saudável
28-11-2015, 01:48 PM
Resposta: #622
RE: [Atualizações] Paris sob ataque - ESTADO DE EMERGÊNCIA DECLARADO- FRONTEIRAS FECHADAS
Os Estados Unidos participaram da criação do Estado Islâmico e são responsáveis pelos ataques terroristas em Paris, Diz Maduro


[Imagem: 565326fac36188cb228b458b.jpg]

"Os Estados Unidos tem o objetivo de destruir a resistência inspiradora da nação venezuelana e governo através de pressões do país", disse o líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, durante uma reunião com o presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, realizada segunda-feira em Teerã.

"As Guerras de hoje são, na verdade, um choque de vontades e podem resolver os seus problemas resistindo, reforçando a sua vontade e aproveitando a capacidade abundante de seu país", disse o aiatolá Ali Hosseini Khamenei, citado pela agência FARS.

"Atualmente as políticas das grandes potências destruiram a vida humana como uma catástrofe de grandes proporções e que a única maneira de progredir e para a vitória dos países independentes é resistir e de confiar nas pessoas", disse o aiatolá, que participa do Fórum os países exportadores de gás.

Khamenei sublinhou que o progresso do Irã em ciência e tecnologia é uma experiência valiosa.

O líder supremo do Irã disse que o Irã está disposto a aumentar o nível de cooperação com Caracas e espera testemunhar o progresso e sucesso da Venezuela.

Nos últimos anos, o Irã ampliou relações amistosas com países da América Latina, especialmente no que diz respeito ao sector industrial economia e comércio.

Ali Khamenei culpa EUA Ataques Paris


De acordo com um vídeo feito pelo escritório de Ali Hosseini Khamenei, Os EUA participaram da criação do Estado islâmico e, portanto, é responsável pelos ataques terroristas em Paris.

O vídeo, feito sob a forma de relatório, disse que o Estado Islâmico foi criado pelos Estados Unidos para estabelecer uma aliança entre a Al Qaeda e os baathistas no Iraque, as forças leais a Saddam Hussein em Camp Bucca prisão fundada pelos Estados unidos perto da fronteira do Iraque com o Kuwait.

O narrador também diz que o lançamento de caixas de armas para o Estado Islâmico de aviões militares dos EUA algo que o Pentágono descreveu como a acidente foi uma tentativa deliberada pelos aliados ocidentais para armar os terroristas, a fim de promover os seus próprios interesses.

O vídeo diz que EUA continua a financiar e treinar o Estado islâmico sob o pretexto de apoiar os rebeldes sírios que pretendem derrubar Bashar al Assad.







FONTE: semprequestione.com
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a John Dickinson pelo seu post:
satanchild (29-08-2016)
30-11-2015, 09:23 PM
Resposta: #623
RE: [Atualizações] Paris sob ataque - ESTADO DE EMERGÊNCIA DECLARADO- FRONTEIRAS FECHADAS
Dez razões para questionar os ataques a Paris...


[Imagem: 12243155_1241488725866842_8005923409359989976_n.jpg]

Enquanto alguns relatórios sugeriram que quatro atiradores estariam envolvidos, outros sugeriram três.

A maioria dos relatórios regulares parece reconhecer apenas dois atiradores.

Então, quantos atiradores estariam lá? Dois três ou quatro? Uma testemunha, Pierre Marie Bertin, de 36 anos de idade, que estava no teatro quando o tiroteio começou, declarou que havia até quatro homens armados.

Bertin descreveu alguns reféns do sexo masculino que “foram em direção a varanda e tentaram negociar pela vida de suas esposas com um dos caras terroristas”.

Foi revoltante. “Bertin contou um pouco mais de detalhes do que algumas outras testemunhas e ficou claro que havia até quatro homens armados”. A notícia australiana está relatando que três homens armados foram mortos.

2. Os tipos de armas usadas - Enquanto alguns relatórios sugerem que os atacantes estavam usando fuzis AK-47, outros estão sugerindo que foram usadas espingardas.

Enquanto a contradição em relatórios pode certamente ser atribuída às vítimas e testemunhas, simplesmente não existem informações do tipo de armas utilizadas nos ataques e pânico no calor do momento, não há nenhuma menor contradição nos relatórios emitidos.

A partir do momento da escrita deste artigo não tem havido um esclarecimento sobre que tipo de armas foram usadas.

Uma vez que os assaltantes foram supostamente mortos pela polícia, devem ficar claro quais as armas que eles usaram.

3. Os atiradores foram mortos ou presos? Embora o número de homens armados em si está em dúvida, as notícias provenientes de Fox e Sky estão sugerindo que os pistoleiros suspeitos foram realmente presos.

Na verdade, o suspeito teria afirmado à polícia: "Eu sou do ISIS" dando-nos todas as informações que precisamos quanto a quem é responsável por este ataque.

4. Homens armados ligados ao ISIS, homens armados ligados à Síria – Por que o atirador tem passaporte Sírio? Haaha a velha piada:

todos os terroristas trazem passaporte no lugar de tiro e, por favor, deixe-o ser sírio para que possamos culpar a Síria é claro”.

Junto com a afirmação muito conveniente e imediata por um suspeito preso que alegou ser do ISIS, também temos gritos de um atirador que "Isto é para a Síria!" Isso nos dá todas as informações que precisam sobre a motivação dos supostos agressores. Eles são do ISIS.

Eles odeiam os franceses porque os franceses estão "atacando" ISIS e porque em algum lugar na França, em um canto muito escuro, debaixo do sofá, há liberdades.

ISIS odeia liberdades. Isto é bastante coincidência, considerando o fato de que um avião russo foi recentemente bombardeado, supostamente pelo ISIS - pelo menos de acordo com o Ocidente.

5. O calendário do evento - Além das óbvias conotações derivadas dos ataques ocorridos na sexta-feira dia 13, o massacre de Paris teve lugar pouco antes de uma importante cúpula sobre o clima que foi definido para acontecer na França.

O governo francês estava esperando protestos maciços, eles alegaram que poderia se tornar potencialmente violento, por ativistas contrários à globalização.

Curiosamente, a França já havia planejado impor controles nas fronteiras, a partir de 30 de novembro em antecipação da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática, em Paris “por causa da ameaça terrorista ou risco de perturbação da ordem pública”.

Escusado será dizer que não haverá protesto maciço agora. Considerando o fato de que em 2015 a França se assemelha a versão 1943 de si mesmo mais do que qualquer outra coisa

6.) Segurança - Considerando o fato de que a segurança, tanto nos saltos dos ataques Charlie Hebdo e da antecipação de transtornos para a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima,

Como na terra fez tal um grande ataque terrorista através das mãos do DGSE? Afinal de contas, a França é nada se não um estado policial.

Ele também está dando aos Estados Unidos uma corrida por dinheiro na luta por maiores informações que é capaz de prender-se a seus cidadãos.

Sem dúvida, vamos ser vendido à linha de "selvagens recivilizados mais espertos do que estados de vigilância militar de alta qualidade do primeiro mundo”.

7.) Exercício - Uma marca da operação da falsa bandeira é a execução de exercícios pouco antes ou durante o ataque real.

Muitas vezes, esses exercícios envolvem a seqüência real de eventos que ocorre durante o ataque na vida real. Estes treinos têm estado presentes em falsas bandeiras de larga escala, como 9/11, bem como ataques de menor escala, como o tiroteio Aurora.

Por exemplo, como documentou Webster Tarpley em seu livro 11/09 Terror Synthetic: Feito nos EUA, pelo menos 46 exercícios estavam em andamento nos meses que antecederam a 11/09 e na manhã do ataque.

Estes 46 exercícios foram todos diretamente relacionados aos acontecimentos que aconteceram no local em 9/11, de alguma forma ou de outra.

Da mesma forma, o atentado de 7 de Julho de 2015 em Londres foram executando exercícios exatamente no mesmo cenário que estava ocorrendo no mesmo horário e local.

Embora uma razão possa prevalecer sobre a outra, dependendo da natureza e finalidade dos exercícios de operação, são usadas por operadores de falsa bandeira, por pelo menos, duas razões.

Tal objetivo é a criação de confusão intencional, se o exercício está tomando lugar durante o ataque real. O outro aspecto, mais eficaz, no entanto, é usar o exercício como uma capa para planejar o ataque ou mesmo "ir ao vivo" quando chegar a hora de lançar o evento.

Ainda mais, ele dá aos indivíduos que estão envolvidos no planejamento do evento um elemento de cobertura, especialmente com corrente apertada da agência de inteligência militar da estrutura de comando e necessidade de ter conhecimento do principio básico.

Se um funcionário ou agente de inteligência militar leal depara com o planejamento do ataque, que o indivíduo possa ser sempre relata que o que ele tem testemunhado nada mais é que o planejamento de um exercício de treinamento.

Esta negação continua todo o caminho para o real "de ir ao vivo" do exercício. Após a conclusão do falso ataque, Teoria Coincidência é usada para explicar os resultados trágicos.

Tudo isso deve ser considerado, quando se lê relatos sugerindo que o Reino Unido realizou exercícios de combate ao terrorismo no início deste ano, que incluiu cenários que envolveram ataques terroristas em Paris similares aos que ocorreram no massacre Charlie Hebdo.

Como os relatórios que cercam os exercícios do Reino Unido foram liberados, um porta-voz do número 10 confirmou "que tinha sido acordado que os exercícios futuros, que acontecem em uma base regular, devem procurar aprender com os eventos na França."

O próprio David Cameron afirmou que houve uma precisa para a polícia "para chamar em ajuda militar se houvesse uma emergência grave."

8. Netanyahu adverte de "grave erro" se a França reconhece a Palestina.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu advertiu no domingo que o parlamento da França estaria fazendo um "grave erro" se reconhecer um Estado palestino em uma votação em 2 de dezembro.

"Será que eles não têm nada melhor para fazer em um momento de decapitações em todo o Médio Oriente, incluindo o de um cidadão francês?" disse ele a jornalistas em Jerusalém, referindo-se caminhante Herve Gourdel que foi executado por seus captores jihadistas na Argélia, em setembro.

"O reconhecimento de um Estado palestino pela França seria um grave erro", disse Netanyahu.

França estava entre 14 nações da UE que tenham votado a favor da concessão de territórios palestinos estatuto de observador nas Nações Unidas, em novembro de 2012.

9. Reuniu-se com o diretor da CIA Chief Security francês e Mossad Antes Ataques Paris
Diretor da CIA, Brennan se reuniu com Secuity chefe francês antes dos ataques a Paris.

Relatório | 13 de novembro de 2015 |- O correspondente da Casa Branca para a rede de televisão francesa Canal +, Laura Haim, relatou um fato interessante durante uma reportagem ao vivo com Brian Williams Sexta à noite da MSNBC. Haim declarou que o diretor da Agência Central de Inteligência, John O. Brennan, recentemente se reuniu com o seu homólogo, inteligência francês (DGSE) diretor Bernard Bajolet.

O equivalente francês do MI6 e CIA é o Direction générale de la sécurité extérieure. [Ver: CIA-GW Conferência Intelligence: Panel on The International Mission --GW Centro Shared 21st Century para Cyber e Homeland Security 2015 Painel de 29 de outubro sobre "A Missão Internacional Shared 21st Century", com o diretor da CIA John Brennan, ex-chefe do MI6 do Reino Unido John Sawers, diretor da Direção Francesa de Segurança Externa Bernard Bajolet, e ex-assessor de Segurança Nacional israelense Yaacov Amidror.

Realizada como parte da segunda Ethos Anual e Conferência Profissão de Inteligência, co-organizada pela Agência Central de Inteligência e da Universidade George Washington. Realizada no dia 27 de outubro de 2015.

10. Quem controla ISIS? Para muitos, afirmar que os agressores pertencem a ISIS é um negócio infrator. Para estes indivíduos, ISIS é uma organização terrorista sombrio que se suporta e criou um califado no leste da Síria e do Iraque ocidental que dificilmente pode ser derrotado, (exceto quando os russos bombardeá-la).

No entanto, os fatos não suportam tal compreensão superficial da organização terrorista ISIS. ISIS foi inteiramente criado, financiado e dirigido pelos Estados Unidos, Grã-Bretanha, França e outros países da OTAN.

Suas ações foram coordenadas pelo aparelho de inteligência anglo-americana para fins geopolíticos em todo o mundo, tanto em casa como no estrangeiro. Por esta razão, a declaração de que ISIS cometeu um ataque terrorista em Paris é de nenhuma maneira um get-out-of-free-prison, cartão para o aparelho de inteligência ocidental. Em vez disso, é a marca registrada de sua obra.

Embora a informação apresentada acima pode não ser evidência suficiente para concluir que os ataques a Paris eram falsos ataques, é razão suficiente para questionar a história oficial até o momento.

Se estes ataques são de fato colocado no colo do ISIS, no entanto, todos os dedos devem apontar imediatamente para a NATO e do aparelho Atlantis Intelligence. São eles que controlam ISIS e os que assumem a responsabilidade por suas ações.

FONTE: wucnews.com

Tradução: Thais Santos

Reproduzido por: portrasdamidiamundial.com
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a John Dickinson pelo seu post:
satanchild (29-08-2016)
01-12-2015, 02:26 PM
Resposta: #624
Wink [Atualizações] Paris sob ataque - ESTADO DE EMERGÊNCIA DECLARADO- FRONTEIRAS FECHADAS
Hollande em 2008: O governo inventa o terrorismo para justificar medidas de segurança


Durante uma entrevista em 2008, o atual presidente francês, François Hollande, fez revelações que parecem incríveis hoje e mostram o estado de espírito no qual o governo utiliza os recentes atos terroristas. Ele admite, portanto, que no mais alto nível do Estado, não é incomum “inventar” terroristas para justificar medidas de segurança e outras leis para o governo.




Fonte: lepouvoirmondial.com, visto em: periodismo-alternativo.com

Caminho Alternativo - Hollande em 2008: O governo inventa o terrorismo para justificar medidas de segurança

[Imagem: fe8f66bb63.jpg]

"Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima." (Lucas 21:28)
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
Sabonetes naturais pelo menor preço é na Tudo Saudável
04-12-2015, 11:16 PM
Resposta: #625
RE: [Atualizações] Paris sob ataque - ESTADO DE EMERGÊNCIA DECLARADO
Polícias francesa e belga procuram novos suspeitos de ataques de Paris
Homens passaram por controle na Hungria junto com o principal suspeito.
Série de ataques deixou mais de 100 mortos e de 250 feridos.

[Imagem: novos-suspeitos-paris.jpg]


Dois novos suspeitos são "ativamente procurados pelas polícias belga e francesa" por ligação com os ataques de Paris no dia 13 de novembro, que deixaram mais de 100 mortos, informou nesta sexta-feira (4) a procuradoria federal belga.

O pior ataque à França na história recente deixou 130 mortos e mais de 350 pessoas feridas. O grupo radical Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade pelos ataques.

"Eles são perigosos e estão provavelmente armados", indicou a polícia federal, que difundiu um alerta acompanhado de várias fotos, duas carteiras de identidade e imagens de câmeras de segurança.

Os dois homens que são procurados foram controlados na fronteira húngara na companhia do principal suspeito dos ataques, Salah Abdeslam. Eles portavam identidades falsas. A investigação demonstrou que Salah Abdeslam passou pela Hungria em duas ocasiões no mês de setembro.

No dia 9, ele foi controlado na fronteira entre a Hungria e a Áustria, junto com duas pessoas que apresentaram identidades falsas, indicou em um comunicado a procuradoria.

A de Samir Bouzid foi utilizada quatro dias após os atentados de Paris, no dia 17 de novembro por volta das 18h, em uma agência de Western Union, na região de Bruxelas.

[Imagem: mentor.jpg]

Foto sem data mostra Abdelhamid Abaaoud,
apontado como mentor dos ataques de Paris
(Foto: Social Media Website via Reuters)

Na ocasião, um homem transferiu um montante de 750 euros a Hasna Aït Boulahcen, a prima de Abdelhamid Abaaoud. Este último, suposto mentor dos ataques de Paris e figura importante do círculo de jihadistas de língua francesa do Estado Islâmico, morreu em 18 de novembro com sua prima Hasna na ação policial realizada no apartamento que servia de esconderijo ao grupo em Saint-Denis (norte de Paris).

"Foram gravadas imagens durante a transferência de dinheiro", de acordo com a procuradoria.

A outra identidade falsa, em nome de Soufiane Kayal, foi usada para alugar uma casa em Auvelais, no sul da Bélgica.

Relembre o caso
Na casa de show Bataclan, no 11º distrito, atiradores fizeram reféns e abriram fogo contra o público que assistia ao show da banda Eagles of Death Metal. Ao menos 80 pessoas foram mortas.

No Bar Le Carillon e no restaurante Le Petit Cambodge, no 10º distrito, clientes foram mortos por atiradores. No Bar La Belle Equipe, no 11º distrito, atiradores abriram fogo contra os clientes. Perto do Stade de France, em Saint Dennis, ao norte de Paris, onde França e Alemanha jogavam um amistoso, ocorreu um ataque de um suicida.

Pelo menos sete terroristas morreram durante os atentados. Os jihadistas, em sua maioria, tinham nacionalidade francesa ou belga.

Três pessoas foram mortas dias depois em uma operação policial em Paris, incluindo o suposto mentor da ação, o belga Abdelhamid Abaaoud foi apontado por fontes próximas à investigação como mentor intelectual dos ataques. Outras duas pessoas foram presas, e um homem, Salah Abdeslam, está foragido.

[Imagem: restaurante-paris.jpg]

O bar A la Bonne Biere, um dos alvos dos ataques terroristas simultâneos em Paris no último mês, recebe multidão de jornalistas durante sua reinauguração. O local, que teve 5 vítimas fatais, é o 1º dos alvos de ataques a reabrir na cidade (Foto: Kenzo Tribouillard/AFP)

[Imagem: molenbeek.jpg]

Manifestantes acendem velas em Molenbeek, subúrbio de Bruxelas, nesta quarta-feira (18) durante ato de solidariedade às vítimas dos ataques em Paris (Foto: AFP PHOTO / EMMANUEL DUNAND)

Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/1...paris.html
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Bruna T pelo seu post:
eduvix (04-12-2015), raphaelcozzi (06-12-2015)
05-12-2015, 06:13 AM
Resposta: #626
RE: [Atualizações] Paris sob ataque - ESTADO DE EMERGÊNCIA DECLARADO- FRONTEIRAS FECHADAS
(04-12-2015 11:16 PM)Bruna T Escreveu:  Polícias francesa e belga procuram novos suspeitos de ataques de Paris
Homens passaram por controle na Hungria junto com o principal suspeito.
Série de ataques deixou mais de 100 mortos e de 250 feridos.

[Imagem: novos-suspeitos-paris.jpg]

É impressão minha ou os dois da foto são as mesmas pessoas?
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
06-12-2015, 12:42 PM
Resposta: #627
RE: [Atualizações] Paris sob ataque - ESTADO DE EMERGÊNCIA DECLARADO- FRONTEIRAS FECHADAS
Liberté, égalité, fraternité ou não? França pretende endurecer legislação de segurança


[Imagem: zx450y250_2655816.jpg]

As autoridades francesas querem ampliar as medidas de segurança na constituição na sequência dos ataques terroristas em Paris em 13 de novembro. Ativistas de direitos humanos já manifestaram insatisfação com estes passos.

O governo elaborou alterações à constituição que introduzirão estado de emergência, expandirão poderes de prisão domiciliária e a possibilidade de privar os possuidores de dupla nacionalidade da sua cidadania francesa no caso de ligação com terrorismo, informou a AFP nesta quinta-feira (3).

O estado de emergência foi introduzido na França imediatamente após os ataques em Paris em 13 de novembro que levaram a vida de 130 pessoas.

O parlamento apoiou a extensão por três meses do estado de emergência original de 12 dias declarado pelo presidente do país, François Hollande, devido à ameaça de novos ataques terroristas.

O estado de emergência atual é baseado em uma lei e não é descrito na Constituição, o que deve mudar após as recém-propostas alterações.

As alterações da Constituição requerem aprovação por dois terços no parlamento.

Segundo o premiê francês, Manuel Valls, a polícia da França fez mais de 2.000 buscas desde a introdução do estado de emergência após os atentados em Paris.

Ativistas de direitos humanos já avisaram que as medidas antiterroristas de emergência não devem permanecer como um aspecto permanente da legislação francesa.

A organização internacional Anistia Internacional já manifestou as suas preocupações de que as novas medidas possam potencialmente erodir os valores básicos da República Francesa.

[Imagem: 2j5e1r4.png]

#liberte #securite

O estado de emergência na França inclui a possibilidade de raides policiais em qualquer momento sem ordem, confisco de equipamento digital suspeito de conter informação relevante pela polícia em qualquer momento e detenção e pessoas cujo “comportamento pode ser seriamente considerado como uma ameaça à segurança ou ordem pública”.

FONTE: http://br.sputniknews.com/mundo/20151204...ranca.html
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a John Dickinson pelo seu post:
raphaelcozzi (06-12-2015), Regulus T (06-12-2015)
Balas de Colágeno pelo melhor preço é na Tudo Saudável
06-12-2015, 10:19 PM
Resposta: #628
RE: [Atualizações] Paris sob ataque - ESTADO DE EMERGÊNCIA DECLARADO
Eleição na França pós-ataques: a Frente Nacional mudou de cara?

[Imagem: 151206122240_frente_nacional_640x360_epa_nocredit.jpg]


O partido de extrema-direita francês Frente Nacional está atraindo um novo tipo de eleitor.

E eles podem fazer a diferença nas eleições regionais deste domingo, as primeiras após os ataques que deixaram 130 mortos em Paris.

Os atentados, de autoria do grupo autodenominado Estado Islâmico, impulsionaram a popularidade da Frente Nacional, que tem uma plataforma anti-imigração, anti-União Europeia e anti-islâmica.

O partido tem chances reais de vencer em algumas regiões pela primeira vez - hoje, eles não governam nenhuma. A votação ocorre em dois turnos, neste domingo e no próximo.

Milhares de militantes do partido se reuniram na semana passada em um centro de conferência na cidade de Toulon, na Riviera Francesa.

[Imagem: 151206122419_marion_lepen_624x351_ap_nocredit.jpg]


Eles balançavam suas bandeiras tricolores enquanto esperam a principal atração da noite: a aparição de Marion Marechal-Le Pen, a neta de 25 anos do fundador do partido.

Eles vaiaram quando imagens dos políticos tradicionais da França foram exibidas em um telão.

Este é um partido diferente do que Jean Marie Le Pen, um antigo soldado paraquedista, fundou em 1972.

Na reunião, não havia skinheads. Tampouco havia muitos rostos não brancos. Mas, com certeza, não era uma reunião de neonazistas.

"Eu era o tipo de pessoa que nunca pensaria em aderir", disse Philippe Lansade, empresário de cerca de 40 anos que se filiou à Frente Nacional no dia seguinte aos ataques de Paris.

"Morei na Inglaterra e nos Estados Unidos. Não entendo como você pode falar do Tea Party americano ou o UKIP no Reino Unido como política tradicional, mas aqui perguntam se nós somos fascistas", diz.

"Terrível lição"

Jean Marie Le Pen já chamou o Holocausto de "detalhe da história". Mas comentários como este, percebidos como antissemitas, são altamente desencorajados no partido atualmente.

[Imagem: 151206122902_bataclan_624x460_bbc_nocredit.jpg]


A retórica anti-islâmica, porém, é lugar comum entre os militantes.

"Sabemos o que somos", disse Marion Marechal-Le Pen em seu discurso.

"E sabemos o que não somos. Nós não somos uma nação islâmica."

Ela falou sobre a "terrível lição" dos ataques de 13 de novembro.

"A lição é que o islã radical se estabeleceu em certas partes do país devido à imigração em massa. Isso criou pessoas francesas que pegam em armas contra o país que as recebeu. Então precisamos repensar a política global, em termos de controle de fronteiras, aquisição de nacionalidade e restringir os fluxos de imigração se não quisermos que as coisas piorem."

Uma pesquisa de opinião feita recentemente mostrou que a popularidade da Frente Nacional cresceu entre 4 e 7 pontos percentuais desde os ataques de Paris.

A líder do partido, Marine Le Pen (filha de Jean Marie e tia de Marion) pode vencer na região do norte de Nord-Pas-De-Calais-Picardie, uma das 13 que irá às urnas em dois turnos, neste domingo e no próximo.

[Imagem: 151206122623_national_front_624x351_ap_nocredit.jpg]


Marion Marechal-Le Pen pode ganhar na região sulista de Provence-Alpes-Cote d'Azur.

Seria a primeira vez que a Frente Nacional ganharia em qualquer das regiões francesas.

Essas chamadas "super-regiões", geograficamente falando, não são poderosas politicamente.

Mas uma ou duas vitórias poderiam ser um impulso moral para a campanha à Presidência de Marine Le Pen em 2017.

Pesquisas atuais mostram que ela poderia ganhar a maior parte dos votos no primeiro turno em 2017 - mas poucos acreditam que ela venceria no segundo.

Fonte: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2...cional_lab
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
01-02-2016, 10:15 AM
Resposta: #629
RE: [Atualizações] Paris sob ataque - ESTADO DE EMERGÊNCIA DECLARADO- FRONTEIRAS FECHADAS
PROFESSOR DA UFRJ BOLSISTA DO GOVERNO FOI CONDENADO POR PLANEJAR ATENTADOS NA FRANÇA (VÍDEO)

[Imagem: deukdvxw46f1e3rr783d2spw0.jpg]


De sandálias de couro, instalado numa sala pequena no 3º andar do departamento de Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro, o físico Adlène Hicheur, 39 anos, tem o physique du rôle atribuído aos cientistas. É magro, tem olheiras profundas e trabalha em uma pequena escrivaninha aboletada de livros. Disciplinado, Hicheur, toda sexta-feira, se desloca para fazer suas orações numa mesquita na zona norte do Rio de Janeiro. Argelino de nascimento e naturalizado francês, Hicheur tem um segredo em sua biografia que o pôs sob investigação da Polícia Federal brasileira. Em 2009, ele foi preso e condenado na França a cinco anos de detenção pela acusação de planejar atentados terroristas.

Até ser preso, Hicheur era considerado um cientista brilhante, especialista em física das partículas elementares. Ele integrava a equipe da Organização Europeia de Pesquisa Nuclear (CERN, na sigla em francês) que mantém em Genebra, na Suíça, o maior laboratório de aceleração de partículas do mundo, uma espécie de santuário para os PhDs da área. Em 2009, ele teve uma crise de dores na coluna, tirou uma licença médica e foi para a casa dos pais, na França. Lá, passou a frequentar um fórum na internet usado por jihadistas e a trocar mensagens com um interlocutor apelidado de “Phenix Shadow” (fênix da sombra, numa tradução literal). Sob essa alcunha, escondia-se a identidade de Mustapha Debchi, apontado pelo governo francês como um membro da Al Qaeda na Argélia.

O site já era investigado pela polícia francesa, que identificou potencial de risco nas mensagens enviadas por Adlène Hicheur e passou a monitorá-lo. ÉPOCA obteve os 35 e-mails trocados
por ele e decriptografados pela inteligência francesa. Eles usavam um programa de criptografia chamado Asrar, criado pela Al-Qaeda para trocar informações e armazenar conversas sigilosas.
As mensagens entre “Phenix Shadow” e Hicheur começaram genéricas. “Phenix Shadow” menciona o governo do então presidente francês Nicolas Sarkozy, para quem, diz ele, a sua hora chegaria “em breve”. Na sequência, “Phenix” pergunta a Hicheur se ele estaria disposto a fazer um ataque suicida. Recebe uma negativa como resposta. Ao longo da conversa, “Phenix” fez uma abordagem sem rodeios a Hicheur: “Caro irmão, vamos direto ao ponto: você está disposto a trabalhar em uma unidade de ativação na França? Que tipo de ajuda poderíamos te dar para que isso seja feito? Quais são suas sugestões?”.

A resposta de Hicheur veio cinco dias depois. “Sim, claro”. Ele esclarece ainda que planejava deixar a Europa nos próximos anos, mas que poderia rever o plano. Para permanecer, Adlène Hicheur colocou uma condição: a criação de uma estratégia precisa: “Trabalhar no seio da casa do inimigo central e esvaziar o sangue de suas forças”. Para o plano da “unidade de ativação” na França, Hicheur sugere diversos alvos. “Precisamos trabalhar para acelerar a recessão econômica, ou seja, atingir as indústrias vitais do inimigo e as grandes empresas, como Total, British Petroleum, Suez”, escreveu Hicheur, que também menciona também ataques a embaixadas. Os alvos seriam os governos que ele classificou de “incrédulos”: “Executar assassinatos com objetivos bem estudados: personalidades europeias ou personalidades bem definidas que pertençam aos regimes incrédulos (em embaixadas e consulados, por exemplo)”.

[Imagem: 69a2961_1.jpg]


Fiéis durante oração na Mesquita da Luz (Foto: Stefano Martini/ÉPOCA)


Com mensagens tão claras, a polícia francesa decidiu prender Hicheur. Afastou-se a possibilidade de que a conversa seria apenas uma postura crítica ao governo - ou o exercício da liberdade de expressão. A polícia ainda encontrou em seu computador um arquivo criptografado no qual se discutia o envio de € 8.000 euros para a Al Qaeda. Ao ser preso, ele disse que era um “bode expiatório”. Muitos de seus colegas ficaram ao seu lado. Em uma carta enviada em 2011 para Sarkozy, um grupo de cientistas questionou a prisão de Hicheur. Imaginavam que o franco-argelino era apenas um usuário a mais navegando em fóruns na internet. Naquele momento, contudo, a polícia francesa ainda não tinha divulgado os e-mails sobre os ataques, que nunca foram desmentidos por Hicheur e revelaram-se decisivos para que a Justiça francesa o condenasse como terrorista.

Em 2012, o caso de Hicheur foi citado num estudo da ONU sobre o uso da internet em atentados terroristas. Virou exemplo das “diferentes formas em que a internet pode ser usada para facilitar a preparação de atos de terrorismo, incluindo comunicações entre organizações que promovem o extremismo violento”. Depois de obter a liberdade condicional, em 2012, Hicheur dedicou-se a duas coisas: mudar informações na Wikipedia a seu respeito, que mencionam o caso de terrorismo, e a tentar recuperar o emprego no CERN. Ele foi barrado, porém, pela polícia suíça. Em abril de 2015, ao julgar um recurso de Hicheur, a Justiça suíça manteve a proibição da presença do cientista no país até abril de 2018. “A gravidade dos fatos leva o tribunal a considerar que a manutenção da interdição de entrada se justifica por motivos ligados à segurança interior e exterior da Suíça. As atividades executadas pelo recorrente são, com efeito, objetivamente de uma gravidade suficiente para justificar a decisão de afastamento”, diz a decisão da Justiça.

O que a Suíça considerou grave não foi impedimento para que Hicheur viesse para o Brasil, onde ele entrou em 2013 depois de obter uma bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento
Científico e Tecnológico (CNPq). O órgão diz que, ao contratar, faz “análise baseada no mérito científico da proposta e no currículo do candidato”. Desde então, Hicheur vive no Rio e tem visto de trabalho garantido pela Universidade Federal do Rio Janeiro até julho deste ano. Entre 2013 e 2014, Hicheur recebeu R$ 56 mil como bolsista do CNPq. Depois, tornou-se professor visitante da UFRJ, com salário de R$ 11 mil por mês. Questionada por ÉPOCA sobre os antecedentes de Hicheur, a UFRJ disse que a sua contratação seguiu as normas usuais para professores visitantes estrangeiros, de quem são exigidos passaporte com visto.

[Imagem: 69a3003.jpg]


Mohamed Zeinhom Abdiem, presidente da Mesquita da Luz (Foto: Stefano Martini/ÉPOCA)

No Brasil, Hicheur leva uma vida discreta. Mas isso não impediu que ele virasse alvo de uma operação secreta do grupo antiterrorismo da PF, em outubro. Sua casa e seu laboratório na UFRJ sofreram uma busca e apreensão, com autorização da Justiça. A investigação da PF começou quase por acaso - depois de uma reportagem da CNN em espanhol, que entrevistou frequentadores de uma mesquita no Rio de Janeiro sobre o atentado ao semanário Charlie Hedbo, em Paris, em janeiro de 2015, que deixou 12 mortos. Durante a reportagem, um dos entrevistados defendeu o ataque e tirou a camisa. Por baixo, ele estampava outra roupa com o símbolo do Estado Islâmico. Na tentativa de identificar o autor da mensagem pró-terrorismo, a PF descobriu que Hicheur frequentava a mesquita. O cientista passou então a ser um alvo prioritário da polícia, que apura se há ligações dele com o ato registrado no vídeo. ÉPOCA descobriu que Hicheur procurou o Ministério da Justiça, em setembro de 2014, para pedir a alteração da sua nacionalidade, no visto de permanência no Brasil, de francesa para argelina. Isso significa que, no caso de uma expulsão de Hicheur do Brasil, ele seria deportado para a Argélia e não para a França, onde foi condenado.

Uma das listas da Interpol, a polícia internacional, é a chamada difusão verde, com informes sobre pessoas que já cometeram crimes e que representam uma ameaça. ÉPOCA questionou a embaixada da França em Brasília se Hicheur foi alvo de comunicações desse gênero e se outros países foram informados da condenação, como forma de fazer controle na fronteira - a exemplo do que fez a Suíça. A embaixada não se pronunciou especificamente sobre o caso. “A Embaixada da França não se manifestará sobre a situação atual do senhor Adlène Hicheur”. De acordo com a nota, “tratando-se da luta contra o terrorismo, as autoridades francesas competentes mantêm um diálogo estreito, direto e útil com as autoridades brasileiras competentes”. A instituição informou ainda que, como ele tem nacionalidade francesa, ele não está impedido de voltar à França.

No Rio, Adlène Hicheur mora em um prédio de quatro andares de classe média numa rua tranquila do bairro da Tijuca. Por ainda tropeçar na língua portuguesa, o porteiro tem dificuldades para compreendê-lo e, sem gravar o nome do inquilino, o identifica “como um rapaz barbudinho” que costuma sair por volta das 7h e só voltar à noite. Segundo vizinhos, houve uma mudança brusca na rotina do cientista, que mandou um familiar de volta para a Europa e passou a viver sozinho. Na UFRJ, Hicheur ocupa uma sala pequena no final de um corredor mal iluminado, no terceiro andar do Instituto de Física.ÉPOCA o localizou lá no começo da tarde da última quinta-feira. A surpresa da visita o deixou nervoso. Começou a tremer e se recusou a dar entrevista. “Não posso falar e gostaria de ser deixado em paz. Se você escrever ou falar qualquer coisa, você não imagina as consequências para você e para mim. É só isso”, disse o professor, sem explicar a que se referia exatamente. “Esse tipo de assunto hoje em dia não é assunto tratado de maneira analítica e com razão. Estamos numa época de histeria”, afirmou. “Eu decidi não falar nada só para reconstruir minha vida. Não é porque eu não tenha razão. Eu tenho razão. Tenho muita coisa para falar. Mas deixa o tempo falar sobre isso.” Em seguida, acrescentou: “Não sou uma pessoa pública. Estou protegendo minha vida privada e de minha família. Não tenho qualquer impacto sobre o destino do mundo.” Por fim, deixou uma incógnita no ar sobre a operação de busca e apreensão feita pela PF em sua casa e no laboratório da universidade: “Sua informação não vem da Polícia Federal. São eles que contataram você (de ÉPOCA)”. Ele não esclareceu quem seriam “eles”.

Os líderes da Mesquita da Luz, no Rio, querem que a Polícia Federal descubra a identidade e o paradeiro do homem que se manifestou a favor de terroristas, dentro do templo, logo após o atentado contra o Charlie Hebdo no ano passado. A Sociedade Muçulmana do Rio de Janeiro, responsável pela mesquita, tem repudiado publicamente os ataques do Estado Islâmico, em especial o que ocorreu de novembro passado em Paris. Para o presidente da entidade, Mohamed Zeinhom Abdien, muitas pessoas não distinguem terroristas dos seguidores do islamismo e isso aumenta a estigmatização dos muçulmanos. “Denunciamos a ação do simpatizante do Estado Islâmico à Polícia Federal. Queremos mostrar que a gente não concorda com essas coisas. Nossa religião não é essa. Queremos viver em paz com o próximo”, diz Abdien, que não foi informado sobre o resultado da investigação pela PF.

A investigação da PF sobre Adlène é baseada na suspeita de incitação ao crime e propaganda em favor da guerra. Embora a Constituição de 1988 cite terrorismo, até hoje o Congresso Nacional não criou uma lei para classificar o que seria um ataque terrorista. Por isso, as investigações sobre ameaças terroristas no Brasil têm de se basear em crimes laterais, sempre com penas mais brandas. Com os ataques a Paris em novembro, ganhou força a discussão de um projeto de lei para enfim criminalizar o terrorismo. Mas, por causa da situação política atribulada do país, sua votação pela Câmara ficou para este ano – se o debate sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff não atrapalhar. O projeto prevê penas duras para quem executar, financiar, preparar ou fazer apologia a atos terroristas. Há um ponto específico que interessa aos especialistas em terrorismo: o combate aos chamados “atos preparatórios”. Ou seja, planejar - antes mesmo de executar um atentado - já será considerado crime. Com esse enquadramento, as autoridades policiais esperam viabilizar operações para que os atentados sejam evitados. Se a nova lei for aprovada, mensagens como a de Hicheur (“executar assassinatos com objetivos bem estudados”) possivelmente teriam o mesmo entendimento dado pela Justiça francesa. Hoje, contudo, há um vácuo jurídico. No ano passado, a PF realizou pelo menos quatro operações antiterrorismo, sempre baseadas em crimes menores. Enquanto as Olimpíadas se aproximam e o Congresso não se apressa em votar uma legislação anti-terror, o Brasil vive uma situação diferente de outros países: combate um terrorismo sem dispor de uma lei.

[Imagem: 917-infografico-a-sombra-do-terror.jpg]


Confira o vídeo do professor Alexandre Seltz sobre o acontecido:





http://www.libertar.in/2016/01/professor...verno.html
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Álvaro pelo seu post:
John Dickinson (19-03-2016), raphaelcozzi (01-02-2016)
19-03-2016, 10:42 AM
Resposta: #630
RE: [Atualizações] Paris sob ataque - ESTADO DE EMERGÊNCIA DECLARADO- FRONTEIRAS FECHADAS
Suspeito de ataques em Paris é capturado em Bruxelas


Salah Abdeslam estava foragido desde o atentado à capital francesa, em novembro de 2015

[Imagem: 18219738.jpg?w=640]

Uma operação policial realizada em Bruxelas nesta sexta-feira capturou um dos suspeitos de ter participado dos atentados em Paris, em novembro do ano passado.

Salah Abdeslam estava foragido desde o ataque à capital francesa. Houve troca de tiros, e o suspeito foi ferido em uma das pernas antes de ser detido.

O secretário de Estado para o Asilo e Migração, Theo Francken, confirmou em um breve tuíte a prisão do suspeito: "Nós o temos", escreveu. Outro homem também foi preso.




O presidente francês François Hollande dirigiu-se imediatamente ao gabinete do primeiro-ministro belga Charles Michel para se manter informado sobre a operação.

Salah Abdeslam, um francês de origem marroquina, radicalizado quando ainda morava em Molenbeek, é suspeito de ter tido um papel central na logística dos atentados jihadistas de 13 de novembro.

Seu rastro foi perdido depois que conseguiu fugir de Paris no dia seguinte aos atentados.

Na terça-feira, impressões digitais do homem mais procurado da Europa foram encontradas em um apartamento revistado pela polícia na capital belga.




FONTE: ZEROHORA
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a John Dickinson pelo seu post:
Marck Vini (20-03-2016)
Balas de Colágeno pelo melhor preço é na Tudo Saudável
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Ataque Terrorista em Barcelona deixa ao menos 13 mortos e mais de 80 feridos jonas car 18 1,290 19-08-2017 12:19 AM
Última Resposta: jonas car
  Homem joga carro contra muçulmanos em Mesquita de Paris. Mídia mente e muda versão ked 4 683 08-07-2017 01:38 PM
Última Resposta: Elenin20182024
  [Opinião] Ataque contra congressistas republicanos é False Flag para promover Trump ked 16 1,344 20-06-2017 11:17 AM
Última Resposta: want_to_believe
Exclamation Ataque a Show de Ariana Grande no Reino Unido Mata 19 e Fere 50 Pessoas Doc S 15 2,593 30-05-2017 12:48 AM
Última Resposta: Icarox
  Ataque químico Síria, mais um falsa bandeira? nunes3373 3 1,128 14-04-2017 01:24 PM
Última Resposta: Dan7

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 155 usuários online.
» 2 Membros | 153 Visitantes
NordicR

Estatísticas do Fórum
» Membros: 19,975
» Último Membro: janderson
» Tópicos do Fórum: 24,501
» Respostas do Fórum: 262,026

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
23 de Set 2017 a Olho Nu. (Ajuda)
Última Resposta Por: DeOlhOnafigueira
Hoje 01:02 AM
» Respostas: 52
» Visualizações: 6744
'Tempos violentos chegarão': alerta de apocalipse assusta espectadores nos EUA
Última Resposta Por: Motta
Ontem 11:04 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 238
Serie Black Mirror
Última Resposta Por: Surfista
Ontem 10:30 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 4545
General fala em possibilidade de intervenção
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 10:26 PM
» Respostas: 31
» Visualizações: 2354
Como detectar MAVs e bloquear
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 10:09 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 620
General Denuncia Controle Dos ROTHSCHILDS na Amazônia com patrocínio do PSDB
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 09:43 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 106
[Atualizações] Conflitos na Síria
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 06:39 PM
» Respostas: 718
» Visualizações: 152739
O Gato(simbolismo)
Última Resposta Por: avalon
Ontem 05:57 PM
» Respostas: 24
» Visualizações: 10972
Boletos...um passo sorrateiro para a NOM no Brasil.
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 05:22 PM
» Respostas: 29
» Visualizações: 5063
Electric Dreams-Philip K Dick, Série.
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 05:05 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 239
banco SATANder promovendo ideologia de gênero, pedofilia, zoofilia e zombando Cristo
Última Resposta Por: fil
Ontem 01:42 PM
» Respostas: 81
» Visualizações: 5848
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Doc S
Ontem 01:34 PM
» Respostas: 545
» Visualizações: 130642
O Brasil Foi Vendido. O Dia em Que a NOM Leiloou A Nação.
Última Resposta Por: Guigo Xavier
Ontem 12:26 PM
» Respostas: 68
» Visualizações: 5377
O Brasil Pós-Temer
Última Resposta Por: Diakonov
Ontem 11:02 AM
» Respostas: 13
» Visualizações: 1475
Cibercultura e o Futuro da Humanidade
Última Resposta Por: tarcardoso
Ontem 09:51 AM
» Respostas: 10
» Visualizações: 973
Suco Verde
Última Resposta Por: sandramaria
21-09-2017 09:03 PM
» Respostas: 10
» Visualizações: 11887
Terremoto, Furacão, Tempestade Solar - Acontecimentos recentes!
Última Resposta Por: Surfista
21-09-2017 07:45 PM
» Respostas: 83
» Visualizações: 10213
Terremotos recentes
Última Resposta Por: Elenin20182024
21-09-2017 01:45 PM
» Respostas: 36
» Visualizações: 47009
Nibiru, Elenin, - Transformações da Terra - o que ninguém te conta
Última Resposta Por: Elenin20182024
21-09-2017 10:46 AM
» Respostas: 1204
» Visualizações: 508114
Teoria Crítica e Marxismo Cultural, as estratégias para a dominação do ocidente
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
21-09-2017 06:31 AM
» Respostas: 18
» Visualizações: 3655
Dilma e a inauguração do Templo de Salomão
Última Resposta Por: Elenin20182024
21-09-2017 01:48 AM
» Respostas: 58
» Visualizações: 29294
Brasil, o Reino de Ofir
Última Resposta Por: Elenin20182024
21-09-2017 01:29 AM
» Respostas: 10
» Visualizações: 2408
Decifrando o Haarp
Última Resposta Por: Thebox
20-09-2017 06:26 PM
» Respostas: 119
» Visualizações: 88105
Catastrofe climatica de Junho à Setembro?!...
Última Resposta Por: Elenin20182024
20-09-2017 12:00 PM
» Respostas: 67
» Visualizações: 8051
Olavo de Carvalho - Os Verdadeiros Agentes da Nova Ordem Mundial
Última Resposta Por: tarcardoso
20-09-2017 09:00 AM
» Respostas: 15
» Visualizações: 12033
Recrutamento para o Programa Espacial Secreto em andamento?
Última Resposta Por: Elenin20182024
19-09-2017 11:53 PM
» Respostas: 22
» Visualizações: 2176
Como o Fórum ajuda você?
Última Resposta Por: Beobachter
19-09-2017 11:32 PM
» Respostas: 25
» Visualizações: 1117
MEGA TÓPICO - COREIA DO NORTE: Centralização de Notícias importantes
Última Resposta Por: Beobachter
19-09-2017 08:36 PM
» Respostas: 337
» Visualizações: 28946
Lula é condenado na Lava Jato a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex
Última Resposta Por: Beobachter
19-09-2017 08:20 PM
» Respostas: 122
» Visualizações: 6590
Simbolismo em GoT
Última Resposta Por: Leandrors
19-09-2017 06:38 PM
» Respostas: 23
» Visualizações: 2277

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial