Shoyu e Missô Orgânicos Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 3 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Brasileiro afirma que substância desenvolvida na USP cura o câncer.
11-10-2015, 07:04 PM
Resposta: #31
RE: Brasileiro afirma que substância desenvolvida na USP cura o câncer.
Definitivamente eu como ser humano e um possível alvo desta doença, digo isso pois nós nunca estamos livres de nada. Mas espero que seja verdade, pena é que alguns ou no seu todo, as pessoas até mesmo aqui do fórum parece que torce contra esta tau cura.

Eu penso que é um grande passo para as pessoas que portam esta doença devastadora.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a John Dickinson pelo seu post:
jonas car (11-10-2015), Obi-wan (12-10-2015), Zunim (19-10-2015)
Stévia pelo menor preço você encontra aqui
14-10-2015, 06:28 AM (Resposta editada pela última vez em: 14-10-2015 06:29 AM por ruicoelho.)
Resposta: #32
RE: Brasileiro afirma que substância desenvolvida na USP cura o câncer.
Informação relevante para o desenvolvimento do tópico.

Os vídeos foram referidos por um amigo, que me contactou pessoalmente com o intuito de divulgar a informação uma vez que o tema tinha sido abordado aqui.

Fica então disponível para poderem analisar. A minha posição sobre o assunto é conhecida. É necessário alguma cautela com assuntos desta natureza, mas sou a favor da realização de testes clínicos controlados. Não devendo ninguém acreditar que é uma substancia milagrosa, mas sim, mais uma no combate ao mal do século.

Mesmo que os ensaios comecem agora, a fase I fica faltando muito tempo para que a droga esteja à venda no mercado, de qualquer forma acho que o povo brasileiro tem o direito de poder saber ao certo se de facto a nova substancia tem ou não uma actividade antitumoral eficaz.





fosfoetanolamina - Pacientes pedem na Justiça que USP forneça cápsula de combate ao câncer





POR QUE NÃO QUEREM LIBERAR A fosfoamina - CURA DO CÂNCER PROIBIDA PELA ANVISA E MINISTÉRIO DA SAÚDE





FOSFOAMINA PARTE 2 - PESSOAS COM CÂNCER DE TODO O BRASIL ACIONAM A JUSTIÇA PARA OBTER A "PROIBIDA"





Com a Palavra, Dr. Renato Meneguelo. Revoltante!




(...) Pacientes com câncer brigam na Justiça para que a Universidade de São Paulo (USP) forneça cápsulas de fosfoetanolamina sintética. Segundo usuários, familiares e advogados, a substância experimental produzida no campus de São Carlos (SP) acumula resultados satisfatórios no combate à doença, inclusive com relatos de cura, mas não possui registro junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e, por isso, só está sendo entregue por decisão judicial. A droga, cuja cápsula É PRODUZIDA POR MENOS DE R$ 0,10, levou ao surgimento de discussões na internet e um morador de Santa Catarina que a distribuía gratuitamente foi preso.
A universidade afirma que não tem capacidade para produzir a substância em larga escala e reforça que a regulamentação é necessária, mesma opinião da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica. A entidade diz que não é contra pesquisas, mas aponta que, antes de novas substâncias serem oferecidas como medicamentos, devem passar por estudos amplos que comprovem seus benefícios e a eficácia diante do tratamento que já é oferecido (...)

Publicado a 30/08/2015


(...) Disputas na Justiça: Os estudos com a substância começaram no início dos anos 90, coordenados pelo professor Gilberto Orivaldo Chierice, hoje aposentado, e até 2014 havia a doação de cápsulas no Instituto de Química de São Carlos (IQSC), mas uma portaria mudou o sistema.
De acordo com a determinação nº 1389/2014, publicada pela diretoria, a produção e a distribuição de drogas com finalidade medicamentosa só podem ser efetuadas com a apresentação de licenças e registros. Como a fosfoetanolamina sintética não possui a permissão da Anvisa, parou de ser doada e os pacientes recorreram ao Judiciário.
"A portaria não se refere exclusivamente à fosfoetanolamina, e sim às susbstâncias experimentais. Ela surgiu porque temos que normatizar os procedimentos dentro da universidade, é a 1ª determinação nesse sentido. A diretoria se preocupa com os trâmites legais, normatizar o escopo dos laboratórios", explicou a advogada Helena Ferrari, assistente administrativa do IQSC.
“É uma situação delicada. Tenho mais de 20 processos e todo dia me liga alguém de um lugar diferente do país”, disse a advogada Alexandra Carmelino Zatorre, de São Carlos. Ela explicou que os juízes de 1ª instância têm concedido liminares, permitindo que os pacientes retomem ou iniciem o consumo da substância, mas as decisões no Tribunal de Justiça não são unânimes. (...)


- Petições públicas para liberar o medicamento para uso e registro e distribuição (remédio barato apenas R$0,10 por capsula preço de custo) : Anvisa: Registro, produção e distribuição da fosfoetanolamina sintética contra o câncer.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a ruicoelho pelo seu post:
John Dickinson (18-10-2015), Vitoreli (14-10-2015)
14-10-2015, 11:04 AM (Resposta editada pela última vez em: 14-10-2015 11:18 AM por corezilla.)
Resposta: #33
RE: Brasileiro afirma que substância desenvolvida na USP cura o câncer.
(26-08-2015 05:48 PM)Vitoreli Escreveu:  Pesquisador acredita que substância desenvolvida na USP cura o câncer.

[video=youtube]PI781921023BR[/video]

'A fosfoamina está aí, à disposição, para quem quiser curar câncer', diz.

[Imagem: 4408937.jpg]


Um professor aposentado da Universidade de São Paulo (USP) acredita que conseguiu desenvolver uma substância que pode curar o câncer. Gilberto Orivaldo Chierice coordenou por mais de 20 anos os estudos com a fosfoetanolamina sintética, que imita uma substância presente no organismo e sinaliza células cancerosas para a remoção pelo sistema imunológico. “A fosfoamina está aí, à disposição, para quem quiser curar câncer”, disse o especialista.
Como mostrou o G1, a droga era fornecida gratuitamente em São Carlos, mas uma portaria da universidade proibiu a distribuição até o registro junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pacientes que tinham conhecimento dos estudos entraram na Justiça para obter as cápsulas. Procurada, a Anvisa disse que não identificou um processo formal para a avaliação do produto em seus registros e que não houve por parte da instituição de pesquisa nenhuma iniciativa ou atitude prática no sentido de transformar o produto em um medicamento. Segundo a agência, para obter o registro, além da requisição, é preciso apresentar documentos e análises clínicas.
Mas, de acordo com Chierice, a substância, também conhecida como fosfoamina, não chegou ao mercado por “má vontade” das autoridades. Ele disse que procurou a Anvisa quatro vezes e foi informado que faltavam dados clínicos. "Essa é a alegação de todo mundo. Mas está cheio de remédios neste país que não têm dados clínicos", desabafou.
Pediu então à agência um hospital público onde pudesse realizar novos testes - os pesquisadores afirmam que, nos anos 90, a substância foi testada em um hospital de Jaú -, mas contou que não obteve retorno. A Anvisa nega que tenha sido procurada formalmente.


Entenda o caso

No dia 17, o G1 mostrou que pacientes com câncer brigam na Justiça para que a USP forneça cápsulas de fosfoetanolamina sintética. De acordo com usuários, familiares e advogados, a substância experimental acumula resultados satisfatórios no combate à doença, inclusive com relatos de cura, mas não possui registro junto à Anvisa e, por isso, só está sendo entregue por decisão judicial.
A droga, cuja cápsula é produzida por menos de R$ 0,10, levou ao surgimento de discussões na internet e um morador de Santa Catarina que a distribuía gratuitamente foi preso. Em entrevista ao G1, Carlos Kennedy Witthoeft afirmou que está "com a consciência em paz”.
Durante uma visita a São Carlos (SP), ele contou como conheceu a substância, apontada por pesquisadores como um tratamento alternativo para o câncer, por que quis doá-la e o que aconteceu após ser preso e indiciado por falsificação de medicamento. "Não tem como mensurar o que a gente sentia a cada pessoa que vinha falar que estava curada", disse.


Ação

O professor aposentado explicou que, com a ingestão das cápsulas, as células cancerosas são mortas e o tumor desaparece entre seis e oito meses de tratamento. "Mas é evidente que um caso é diferente do outro", afirmou, reforçando que o período pode variar de acordo com cada sistema imunológico.
Contou ainda como a substância age e afirmou que já há outro país interessado em fabricá-la. “Nós podemos ter que comprar esse medicamento a custo de mercado internacional porque já está começando a aborrecer ficar todo esse tempo tentando e não conseguir”, disparou na entrevista, reproduzida a seguir:

EPTV - Que substância é essa?
É a combinação de uma substância muito comum, utilizada em muitos xampus de cabelo, chamada monoetanolamina, e o ácido fosfórico, que é um conservante de alimentos. A combinação dessas duas substâncias gera uma substância chamada fosfoetanolamina, que é um marcador de células diferenciadas, que são as consideradas células cancerosas.

EPTV - Como ela age no organismo?
Essa substância nós mesmos fabricamos dentro das células de músculo longo e no fígado, no retículo endoplasmático. Então, não podemos chamar de produto natural porque é sintetizado, mas o seu organismo já fabrica com o mesmo propósito: defender você durante todo o tempo da sua vida de células que se diferenciam.

EPTV - Na prática, essa substância reforça a que a gente já tem? Como ela age na célula cancerosa?
Primeiro, ela passa do trato digestivo para o sistema sanguíneo, vai até o fígado e forma uma reação junto com o ácido graxo. O que é esse ácido graxo? É a substância que vai alimentar o tumor. É a energia do tumor. E ela entra junto com essa substância dentro da célula. Quando ela entra, essa célula está relativamente parada, ou seja, a organela principal dela, chamada mitocôndria, está parada. Ela obriga a mitocôndria a trabalhar e, quando ela obriga, ela se denuncia para o sistema imunológico e a célula é liquidada, é a chamada apoptose (veja o processo no vídeo abaixo).

EPTV - A eficácia da substância foi mais evidente em algum tipo de tumor?
Os tumores têm células parecidas no seu mecanismo, chamadas de anaeróbicas. Células de tumor anaeróbico, todas elas cediam pela ação da fosfoamina.

EPTV - Não houve um tipo de tumor em que a eficácia foi maior?
Não é possível fazer essa medida porque, primeiro, nós não somos médicos. Teria que ter uma parceria com o médico para ele mostrar a eficácia de cada um. Isso nunca foi feito.

EPTV - Tem alguma contraindicação? A cápsula tem que ser ingerida antes de a pessoa fazer quimioterapia?
Não existe “antes” porque ela não funciona como coadjuvante. Se você detona o sistema imunológico da pessoa, os resultados não são bons porque a ação da fosfoamina necessita que o sistema imunológico esteja intacto. Se existir uma quimioterapia que não destrói o sistema imunológico, perfeito, pode ser combinado.

EPTV - O senhor tem uma ideia de quantas pessoas foram beneficiadas por essa substância nos últimos 20 anos?
Nos últimos tempos nós fazíamos cerca de 50 mil cápsulas por mês. Isso equivale, a 60 cada pessoa, a 800 pessoas ou próximo de mil pessoas por mês. Agora quantas pessoas foram beneficiadas eu não sou capaz de dizer porque muitas delas, que eram pacientes terminais, estão aí, vivas. Então não sei dizer quantas pessoas foram curadas.

EPTV - O senhor publicou esse estudo em diversas revistas científicas. Quantas no total?
Hoje eu suponho que há de nove a dez trabalhos nas melhores revistas de oncologia do mundo, que são revistas internacionais, junto com o pessoal do [Instituto] Butantan, e explicam o mecanismo de ação da fosfoamina.

EPTV - Houve interesse de outro país nessa fórmula. O que pode acontecer?
Nós podemos ter que comprar esse medicamento a custo de mercado internacional porque já está começando a aborrecer ficar todo esse tempo tentando e não conseguir, criam dificuldades que eu não sei explicar. Eu sou um homem de ciência de 25 anos, eu não sou nenhum amador e, por não ser amador, eu conheço os trâmites das coisas, como funciona. Se não for possível aqui, a melhor coisa é outro país fazer porque beneficiar pessoas não é por bandeira. A humanidade precisa de alguém que faça alguma coisa para curar os seus males.

EPTV - A cura do câncer existe?
Não só pela fosfoamina, deve existir por uma dezena de outras coisas, mas a fosfoamina está aí, à disposição, para quem quiser curar câncer.

EPTV - E por que a aprovação está demorando tanto? Por que a Anvisa está demorando tanto para liberar?
A razão é muito simples: eu acho que existe uma má vontade. Porque, se existisse boa vontade, isso já tinha sido aplicado em hospitais do governo, como dados experimentais, fase I, fase II, fase III, tudo isso já está pronto. Agora o que falta é dentro das normas da lei, os dados clínicos, assim me disseram na Anvisa todo esse tempo. Eu acho que existe uma má vontade.

EPTV - E, enquanto essa "má vontade" continuar, muita gente com a doença, e a cura está mais próxima do que muita gente imagina, não é?
É, eu penso que sim. A cura está bem mais perto. E se dissessem ainda que falta aprimorar alguma coisa, teria que ser aprimorado daqui para frente, não daqui para trás. Daqui para trás está tudo pronto.

EPTV - Essa substância é a cura do câncer?
Eu acredito que sim, eu acredito que sim. Não só essa como um monte delas que poderiam vir de derivados.


[Imagem: captura_de_tela_inteira_19082015_142355.jpg]


"Se não for possível aqui, a melhor coisa é outro país fazer porque beneficiar pessoas não é por bandeira. A humanidade precisa de alguém que faça alguma coisa para curar os seus males."
Gilberto Chierice, pesquisador

Fonte: http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao...ancer.html


Minha observação: Com isso, vemos nitidamente uma má vontade da Anvisa. Claro que algo assim não é interessante para os grandes que estão envolvidos na indústria da "cura" do câncer.

Cada cápsula dessa substância custa R$0,10 para ser produzida!

E vocês, o que acham?


GRAÇA E PAZ!

MAIS UMA FRAUDE DESMASCARADA!!!!

Fosfoetanolamina ‘não é remédio’, diz USP sobre substância controversa

"A reitoria da USP emitiu hoje uma carta dirigida a pacientes de câncer que estão requisitando à universidade cápsulas da fosfoetanolamina, anunciada como cura para o câncer pelo professor de química Gilberto Chierice, aposentado pela universidade. “Essa substância não é remédio”, afirma a reitoria, sugerindo que a propaganda da droga como panaceia é obra de exploradores oportunistas.

O comunicado foi uma reação da universidade à decisão judicial que a obrigou a distribuir o composto para doentes de câncer e familiares persuadidos de que a droga teria algum efeito benéfico.

“A USP não desenvolveu estudos sobre a ação do produto nos seres vivos, muito menos estudos clínicos controlados em humanos”, afirma o comunicado. “Não há registro e autorização de uso dessa substância pela Anvisa e, portanto, ela não pode ser classificada como medicamento, tanto que não tem bula.”

A droga vinha sendo inicialmente fornecida de graça por funcionários da USP no campus de São Carlos, mas uma portaria da reitoria proibiu distribuição. A partir daí, criou-se uma disputa judicial que culminou na liberação da substância pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

‘Oportunistas’

Mesmo obrigada a distribuir a fosfoetanolamina, a universidade diz que se sentiu no dever de informar o status de pesquisa do composto, por “respeito” aos pacientes.

“É compreensível a angústia de pacientes e familiares acometidos de doença grave. Nessas situações, não é incomum o recurso a fórmulas mágicas, poções milagrosas ou abordagens inertes”, diz o comunicado “Não raro essas condutas podem ser deletérias, levando o interessado a abandonar tratamentos que, de fato, podem ser efetivos ou trazer algum alívio. Nessas condições, pacientes e seus familiares aflitos se convertem em alvo fácil de exploradores oportunistas.

A universidade também afirma que não é uma indústria química e não tem capacidade de produzir a substância na escala com que vem sendo solicitada. A reitoria sugere que a Justiça busque a indústria química caso queira obrigar uma distribuição da fosfoetanolamina em grande escala. “Não há, pois, nenhuma justificativa para obrigar a USP a produzi-la sem garantia de qualidade”, diz o comunicado.

Briga judicial

A reitoria diz que as decições judiciais serão cumpridas, mas vai brigar para revertê-las. “A USP está verificando o possível envolvimento de docentes ou funcionários na difusão desse tipo de informação incorreta”, diz o comunicado. A USP “estuda, ainda, a possibilidade de denunciar, ao Ministério Público, os profissionais que estão se beneficiando do desespero e da fragilidade das famílias e dos pacientes."

Nada disso exclui, porém, que "estudos clínicos suplementares possam ser desenvolvidos no âmbito desta Universidade", encerra o comunicado."

Fonte: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/201...versa.html

AngryAngryAngry ExclamationExclamationExclamationExclamationExclamation
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a corezilla pelo seu post:
Eduardo - Unholy Confessions (20-10-2015), ruicoelho (14-10-2015), Vitoreli (14-10-2015)
14-10-2015, 11:45 AM
Resposta: #34
RE: Brasileiro afirma que substância desenvolvida na USP cura o câncer.
Aprendam pessoal: não existe lobby da indústria farmacêutica contra qualquer forma de Medicina Alternativa. Isso tudo é invenção desses malucos teóricos da conspiração.
DodgyDodgy

"These chambers offer insight for those patient enough to look - in your haste to find me, perhaps you have not gazed deeply enough. Our futures are predestined - Moebius foretold mine a millennium ago. We each play out the parts fate has written for us. We are compelled ineluctably down pre-ordained paths. Free will is an illusion."
Kain
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Chronoplast pelo seu post:
Obi-wan (14-10-2015), ruicoelho (14-10-2015)
Stévia pelo menor preço você encontra aqui
14-10-2015, 12:14 PM (Resposta editada pela última vez em: 14-10-2015 12:19 PM por ruicoelho.)
Resposta: #35
RE: Brasileiro afirma que substância desenvolvida na USP cura o câncer.
(14-10-2015 11:04 AM)corezilla Escreveu:  ...
ExclamationExclamationExclamationExclamationExclamation
....

Meu caro amigo, tenho acompanhado sua postura ao longo dos tópicos, sempre muito defensora dos aspectos mais variados sobre ciência. Este não foge à regra.

Uma simples questão: Por acaso já leu os estudos científicos que deixei em nota numa das minhas respostas sobre o tema? Como deve de ter notado também sou muito cauteloso sobre o assunto, mas o que me diz?

Considero que a substancia em questão poderá ser mais uma a juntar ao arsenal de "armas" oncológicas a ter em conta. Nada mais... não há milagres ainda nesta matéria...


FERREIRA, A. K.; SANTANA-LEMOS, B. A. A.; REGO, E. M.; FILHO, O. M. R.; CHIERICE, G. O.; MARIA, D. A. Synthetic phosphoethanolamine has in vitro and in vivo anti-leukemia effects. BRITISH JOURNAL OF CANCER, v. 109, n. 11, p. 2819-2828, NOV 26 2013. Citações Web of Science: 0.

FERREIRA, ADILSON KLEBER; MENEGUELO, RENATO; PEREIRA, ALEXANDRE; FILHO, OTAVIANO MENDONCA R.; CHIERICE, GILBERTO ORIVALDO; MARIA, DURVANEI AUGUSTO. Synthetic phosphoethanolamine induces cell cycle arrest and apoptosis in human breast cancer MCF-7 cells through the mitochondrial pathway. BIOMEDICINE & PHARMACOTHERAPY, v. 67, n. 6, p. 481-487, JUL 2013. Citações Web of Science: 5.

FERREIRA, ADILSON KLEBER; FREITAS, VANESSA MORAIS; LEVY, DEBORA; MARIA RUIZ, JORGE LUIZ; BYDLOWSKI, SERGIO PAULO; GRASSI RICI, ROSE ELI; FILHO, OTAVIANO MENDONCA R.; CHIERICE, GILBERTO ORIVALDO; MARIA, DURVANEI AUGUSTO. Anti-Angiogenic and Anti-Metastatic Activity of Synthetic Phosphoethanolamine. PLoS ONE, v. 8, n. 3 MAR 14 2013. Citações Web of Science: 4.

FERREIRA, ADILSON KLEBER; MENEGUELO, RENATO; NAVARRO MARQUES, FABIO LUIZ; RADIN, ADRIANO; FILHO, OTAVIANO MENDONCA R.; CLARO NETO, SALVADOR; CHIERICE, GILBERTO ORIVALDO; MARIA, DURVANEI AUGUSTO. Synthetic phosphoethanolamine a precursor of membrane phospholipids reduce tumor growth in mice bearing melanoma B16-F10 and in vitro induce apoptosis and arrest in G2/M phase. BIOMEDICINE & PHARMACOTHERAPY, v. 66, n. 7, p. 541-548, OCT 2012. Citações Web of Science: 1.

FERREIRA, ADILSON KLEBER; MENEGUELO, RENATO; PEREIRA, ALEXANDRE; FILHO, OTAVIAND MENDONCA R.; CHIERICE, GILBERTO ORIVALDO; MARIA, DURVANEI AUGUSTO. Anticancer Effects of Synthetic Phosphoethanolamine on Ehrlich Ascites Tumor: An Experimental Study. ANTICANCER RESEARCH, v. 32, n. 1, p. 95-104, JAN 2012. Citações Web of Science: 12.




(14-10-2015 11:45 AM)Dave Wilderwein Escreveu:  ...
Aprendam pessoal: não existe lobby da indústria farmacêutica contra qualquer forma de Medicina Alternativa. Isso tudo é invenção desses malucos teóricos da conspiração.
...

Estou completamente de acordo com sua afirmação, no entanto não consegui entender a parte que diz respeito à sua citação: Medicina Alternativa???

Resumo:

A fosfoetanolamina sintética - FOS-S utilizada neste estudo é um fosfolipídeo de origem sintética com atividades antitumorais seletivas e com alta especificidade. O objetivo principal desse estudo e avaliar os efeitos antitumorais e inibitórios da FOS-S em células de melanoma B16F10, MCF-7, L1210, adenocarcinoma de mama, H292 e SKMEL-28 e nos modelos de tumores de animais histocompatíveis. A atividade citotóxica do composto FOS-S serão avaliadas pelo método colorimétrico MTT e Sulforodamina B e determinada â concentração inibitória (IC50%). Serão avaliadas as modificações dos potenciais de membrana mitocondrial in vitro e in vivo dos tumores dorsais e metástases dos animais tratados com FOS-S e grupo controle. Após 10º dia de implantação das células tumorais B16F10 e adenocarcinoma de mama na região dorsal os animais serio tratados com 1,65; 3,3 e 6,6 mg/mL FOS-S pela via intraperitoneal e a redução tumoral será acompanhada por parâmetros antitumorais (área e taxa de sobrevida Kaplan-Meier). Os animais Leucêmicos serão tratados após a quinta semana do transplante leucêmico no mesmo protocolo terapêutico da FOS-S. As amostras dos tumores serão também avaliados quanto à distribuição das fases do ciclo celular, análises expressão da caspase-3, genes pró-angiogênicos e do ciclo celular, análises histopatológica e cito químicas para fibras de colágenos e vasos endoteliais. As alterações hepatotóxicas e mielotoxicas serão avaliadas ao longo do tratamento nos diversos modelos de tumores. Dados preliminares mostraram que o tratamento das células de melanoma com FOS-S induziu alta toxicidade em baixas concentrações sem alterações significativas em células normais, a FOS-S é um composto antitumoral de alta seletividade. (AU)
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a ruicoelho pelo seu post:
John Dickinson (18-10-2015)
14-10-2015, 12:46 PM (Resposta editada pela última vez em: 14-10-2015 01:16 PM por Vitoreli.)
Resposta: #36
RE: Brasileiro afirma que substância desenvolvida na USP cura o câncer.
Fosfoetanolamina ‘não é remédio’, diz USP sobre substância controversa

Obrigada a distribuir composto, universidade estuda denunciar funcionários.
Rumor de que substância cura o câncer é obra de ‘oportunistas’, diz reitoria.

[Imagem: 20150813_104540.jpg]

Cápsulas de fosfoetanolamina sintética produzidas na USP de São Carlos (SP) (Foto: Stefhanie Piovezan/G1)

A reitoria da USP emitiu hoje uma carta dirigida a pacientes de câncer que estão requisitando à universidade cápsulas da fosfoetanolamina, anunciada como cura para o câncer pelo professor de química Gilberto Chierice, aposentado pela universidade. “Essa substância não é remédio”, afirma a reitoria, sugerindo que a propaganda da droga como panaceia é obra de “exploradores oportunistas”.
O comunicado foi uma reação da universidade à decisão judicial que a obrigou a distribuir o composto para doentes de câncer e familiares persuadidos de que a droga teria algum efeito benéfico.
“A USP não desenvolveu estudos sobre a ação do produto nos seres vivos, muito menos estudos clínicos controlados em humanos”, afirma o comunicado. “Não há registro e autorização de uso dessa substância pela Anvisa e, portanto, ela não pode ser classificada como medicamento, tanto que não tem bula.”
A droga vinha sendo inicialmente fornecida de graça por funcionários da USP no campus de São Carlos, mas uma portaria do Instituto de Química restringiu a distribuição. A partir daí, criou-se uma disputa judicial que culminou na liberação da substância pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Pessoas têm formado filas todas as semanas para retirar o produto no campus de São Carlos.
‘Oportunistas’
Mesmo obrigada a distribuir a fosfoetanolamina, a universidade diz que se sentiu no dever de informar o status de pesquisa do composto, por “respeito” aos pacientes.
“É compreensível a angústia de pacientes e familiares acometidos de doença grave. Nessas situações, não é incomum o recurso a fórmulas mágicas, poções milagrosas ou abordagens inertes”, diz o comunicado “Não raro essas condutas podem ser deletérias, levando o interessado a abandonar tratamentos que, de fato, podem ser efetivos ou trazer algum alívio. Nessas condições, pacientes e seus familiares aflitos se convertem em alvo fácil de exploradores oportunistas.”
A universidade também afirma não tem capacidade de produzir a substância na escala com que vem sendo solicitada. A reitoria sugere que a Justiça busque a indústria química caso queira obrigar uma distribuição da fosfoetanolamina em grande escala. “Não há, pois, nenhuma justificativa para obrigar a USP a produzi-la sem garantia de qualidade”, diz o comunicado.
Briga judicial
A reitoria diz que as decições judiciais serão cumpridas, mas vai brigar para revertê-las. “A USP está verificando o possível envolvimento de docentes ou funcionários na difusão desse tipo de informação incorreta”, diz o comunicado. A USP “estuda, ainda, a possibilidade de denunciar, ao Ministério Público, os profissionais que estão se beneficiando do desespero e da fragilidade das famílias e dos pacientes."
Nada disso exclui, porém, que "estudos clínicos suplementares possam ser desenvolvidos no âmbito desta Universidade", encerra o comunicado.
Tribunal de Justiça de São Paulo havia inicialmente suspendido a distribuição da substância, mas voltou atrás após uma liminar que chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF), acatando pedido de uma paciente do Rio de Janeiro que requeria a fosfoetanolamina.
Segundo a sentença do TJ-SP, a substância foi liberada a despeito da incerteza sobre sua eficácia, por uma questão de respeito a liberdades individuais na busca de melhores condições de saúde. "Do ponto de vista jurídico há uma real contraposição de princípios fundamentais", escreveu o presidente do tribunal, desembargador José Renato Nalini. Para ele, porém, o "maior risco de perecimento é mesmo o da garantia à saúde."

Pergunta: Como alguém pode ser oportunista se não está visando o lucro?
Um senhor dessa idade almejaria o que? Fama, glória?

Fonte: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/201...versa.html


GRAÇA E PAZ

(14-10-2015 11:04 AM)corezilla Escreveu:  MAIS UMA FRAUDE DESMASCARADA!!!!

AngryAngryAngry ExclamationExclamationExclamationExclamationExclamation

Até agora não vi a fraude desmascarada.
Cadê os estudos de caso da USP para poder dizer com convicção que o medicamento é fraude?
Onde está o oportunismo? O que esse senhor ganhou com a distribuição GRATUITA do medicamento?

O DESESPERO das indústrias e dos corruptos é por resultados como esse abaixo, em apenas 7 meses:

Dezembro/2014:
[Imagem: captura_de_tela_inteira_14082015_145934.jpg]


Julho/2015:
[Imagem: captura_de_tela_inteira_14082015_150103.jpg]



Aqui tem a fonte com relatos das pessoas que foram beneficiadas em pouco tempo de tratamento. Não vejo nenhum oportunismo em salvar vidas:

Até a advogada se rende ao que ela mesma tem presenciado:

http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao...ancer.html


GRAÇA E PAZ

Que a Verdade do Teu Reino reine em mim!
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 5 usuários diz(em) obrigado a Vitoreli pelo seu post:
eduvix (14-10-2015), Guerreiro Libertário (19-10-2015), jonas car (15-10-2015), Obi-wan (14-10-2015), ruicoelho (14-10-2015)
14-10-2015, 12:56 PM (Resposta editada pela última vez em: 14-10-2015 12:57 PM por ruicoelho.)
Resposta: #37
RE: Brasileiro afirma que substância desenvolvida na USP cura o câncer.
Actualização: resposta da USP a uma questão levantada por um agente particular, sobre a utilização e a polémica da Fosfoetanolamina. Segue transcrição.


Terça-feira, 13 de Outubro de 2015 16:56, "grcg@usp.br" <grcg@usp.br> escreveu:

Os fatos sobre a substância que seria a cura do câncer: fosfoetanolamina não é remédio


A Universidade de São Paulo (USP) foi envolvida, nos últimos meses, na polêmica do uso de uma substância química, a fosfoetanolamina, anunciada como cura para diversos tipos de cânceres. Por liminares judiciais, a Universidade foi obrigada a fornecer o produto para os que a solicitam. Em respeito aos doentes e seus familiares, a USP esclarece:

1 - Essa substância não é remédio. Ela foi estudada na USP como um produto químico e não existe demonstração cabal de que tenha ação efetiva contra a doença: a USP não desenvolveu estudos sobre a ação do produto nos seres vivos, muito menos estudos clínicos controlados em humanos. Não há registro e autorização de uso dessa substância pela Anvisa e, portanto, ela não pode ser classificada como medicamento, tanto que não tem bula.

2 - Além disso, não foi respeitada a exigência de que a entrega de medicamentos deve ser sempre feita de acordo com prescrição assinada por médico em pleno gozo de licença para a prática da medicina. Cabe ao médico assumir a responsabilidade legal, profissional e ética pela prescrição, pelo uso e efeitos colaterais – que, nesse caso, ainda não são conhecidos de forma conclusiva - e pelo acompanhamento do paciente.

3 - Portanto, não se trata de detalhe burocrático o produto não estar registrado como remédio – ele não foi estudado para esse fim e não são conhecidas as consequências de seu uso.

4 - É compreensível a angústia de pacientes e familiares acometidos de doença grave. Nessas situações, não é incomum o recurso a fórmulas mágicas, poções milagrosas ou abordagens inertes. Não raro essas condutas podem ser deletérias, levando o interessado a abandonar tratamentos que, de fato, podem ser efetivos ou trazer algum alívio. Nessas condições, pacientes e seus familiares aflitos se convertem em alvo fácil de exploradores oportunistas.

5 - A USP não é uma indústria química ou farmacêutica. Não tem condições de produzir a substância em larga escala, para atender às centenas de liminares judiciais que recebeu nas últimas semanas. Mais ainda, a produção da substância em pauta, por ser artesanal, não atende aos requisitos nacionais e internacionais para a fabricação de medicamentos.

6 - Por fim, alertamos que a substância fosfoetanolamina está disponível no mercado, produzida por indústrias químicas, e pode ser adquirida em grandes quantidades pelas autoridades públicas. Não há, pois, nenhuma justificativa para obrigar a USP a produzi-la sem garantia de qualidade.

Os mandados judiciais serão cumpridos, dentro da capacidade da Universidade. Ao mesmo tempo, a USP está verificando o possível envolvimento de docentes ou funcionários na difusão desse tipo de informação incorreta. Estuda, ainda, a possibilidade de denunciar, ao Ministério Público, os profissionais que estão se beneficiando do desespero e da fragilidade das famílias e dos pacientes.
Nada disso exclui, porém, que estudos clínicos suplementares possam ser desenvolvidos no âmbito desta Universidade, essencialmente dedicada à pesquisa e à ciência.



Mensagem enviada por: Gabinete do Reitor. Segue em conformidade
com a resolução 03 da CTI, que dispõe sobre a difusão de e-mails
para a comunidade USP.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a ruicoelho pelo seu post:
eduvix (14-10-2015), Obi-wan (14-10-2015)
Shoyu Orgânico Fermentado Naturalmente Você Encontra na Tudo Saudável
14-10-2015, 01:03 PM (Resposta editada pela última vez em: 14-10-2015 01:13 PM por Obi-wan.)
Resposta: #38
RE: Brasileiro afirma que substância desenvolvida na USP cura o câncer.
(14-10-2015 11:04 AM)corezilla Escreveu:  MAIS UMA FRAUDE DESMASCARADA!!!!

Cuidado afirmar categoricamente como fraude pode ser um erro, pois no texto que postou não diz nada sobre fraude, a reitora quis passar o status atual da pesquisa do composto:

“A USP não desenvolveu estudos sobre a ação do produto nos seres vivos, muito menos estudos clínicos controlados em humanos”, afirma o comunicado. “Não há registro e autorização de uso dessa substância pela Anvisa e, portanto, ela não pode ser classificada como medicamento, tanto que não tem bula.”


Não se pode afirmar que esse composto seja milagroso, também não podemos descartar a ineficácia do mesmo se dizendo uma fraude.

Portanto o ideal seria aproveitarem o barulho que está percorrendo na mídia e conseguirem ajuda e investimento para fazerem de vez estudos clínicos em humanos e seguir todos os tramites necessários para oficializar como medicamento se comprovado benéfico no tratamento de câncer ...


(14-10-2015 11:45 AM)Dave Wilderwein Escreveu:  Aprendam pessoal: não existe lobby da indústria farmacêutica contra qualquer forma de Medicina Alternativa. Isso tudo é invenção desses malucos teóricos da conspiração.
DodgyDodgy

Desculpe também não entendi Medicina Alternativa ... pois Fosfoetanolamina foi desenvolvido pela USP usando o recursos científicos acadêmicos.

(14-10-2015 12:56 PM)ruicoelho Escreveu:  Nada disso exclui, porém, que estudos clínicos suplementares possam ser desenvolvidos no âmbito desta Universidade, essencialmente dedicada à pesquisa e à ciência.

@ruicoelho, acho que esse é o ponto principal para acabar com a polemica ...

"E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará ." João 8:32
[Imagem: 45dbfe26754ddee0648c06a55ace63729239583a.jpg]
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Obi-wan pelo seu post:
eduvix (14-10-2015), jonas car (15-10-2015), ruicoelho (14-10-2015)
14-10-2015, 02:18 PM
Resposta: #39
RE: Brasileiro afirma que substância desenvolvida na USP cura o câncer.
@ruicoelho e @Obi-wan, eu usei o termo pois foi o que me veio a mente pensando na situação na qual a indústria farmacêutica pressiona para barrar o acesso da população a tratamentos mais baratos ou mesmo quando eles patenteiam plantas cujo uso já é conhecido na medicina popular.

"These chambers offer insight for those patient enough to look - in your haste to find me, perhaps you have not gazed deeply enough. Our futures are predestined - Moebius foretold mine a millennium ago. We each play out the parts fate has written for us. We are compelled ineluctably down pre-ordained paths. Free will is an illusion."
Kain
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a Chronoplast pelo seu post:
eduvix (14-10-2015), jonas car (15-10-2015), Obi-wan (19-10-2015), ruicoelho (14-10-2015)
14-10-2015, 11:52 PM
Resposta: #40
RE: Brasileiro afirma que substância desenvolvida na USP cura o câncer.
A Massa de testemunhas é grande, saiu uma matéria aqui no jornal do Estado e muitos que usaram foram curados, enfim tomara q surja algo de fato q acabe com esse mal.

"Ninguém teria medo, Se a bomba fosse estourar
Se tivesse no quintal de casa Um bom abrigo nuclear
"
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a eduvix pelo seu post:
Guerreiro Libertário (19-10-2015), jonas car (15-10-2015)
Pasta de Dente sem Flúor Oralin Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  10 anos devem bastar para que a Microsoft encontre a cura para o cancro ruicoelho 0 849 21-09-2016 10:44 AM
Última Resposta: ruicoelho
  Acabou a luz! Supercomputador brasileiro é desligado por falta de dinheiro Urtiga 5 1,385 08-07-2016 08:30 PM
Última Resposta: Anonymous_T.ron
  Cientista brasileiro encontra estrela com atmosfera composta por 99,9% de oxigênio John Dickinson 7 2,001 27-04-2016 02:11 PM
Última Resposta: Toxisystem
  Empresa Thunder Energies Afirma ter Descoberto Entidades Invisíveis naste.de.lumina 36 12,716 13-03-2016 12:28 PM
Última Resposta: Urtiga
  Cientista afirma: Marte terá anéis como Saturno John Dickinson 2 1,312 27-11-2015 01:35 PM
Última Resposta: Webdriver Torso

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 142 usuários online.
» 4 Membros | 138 Visitantes
avalon, Cimberley Cáspio, gonçalo ribas, JuanesGarza

Estatísticas do Fórum
» Membros: 20,538
» Último Membro: saviodom
» Tópicos do Fórum: 25,254
» Respostas do Fórum: 269,684

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: NoNOM
Hoje 04:09 PM
» Respostas: 906
» Visualizações: 181224
A verdade escondida sobre Cavaco Silva e a PIDE!
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 03:51 PM
» Respostas: 10
» Visualizações: 258266
Deputada de MS é eleita "Musa do Veneno” em debate sobre agrotóxico
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 03:05 PM
» Respostas: 8
» Visualizações: 427
É estranho, mas parece que Zuckerberg está se preparando para o apocalipse
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 02:49 PM
» Respostas: 24
» Visualizações: 13936
Apocalipse 12 e o céu em 23/09/2017
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 02:46 PM
» Respostas: 94
» Visualizações: 26148
Vacinas com DNA de Fetos Humanos e Vírus que Podem Causar Autismo e Câncer
Última Resposta Por: Nikoloz
Hoje 02:41 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 1441
O massacre praticado por Israel, que o Estado Judeu quer esquecer.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 02:28 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 288
França - Campeão da Copa do Mundo Fifa 2018 (666)
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 09:32 AM
» Respostas: 2
» Visualizações: 495
Emmanuel Macron é o Anti-Messias?
Última Resposta Por: fallen1232
Hoje 09:02 AM
» Respostas: 21
» Visualizações: 1150
Teoria da Terra Plana, como assim?
Última Resposta Por: Elenin20182024
Hoje 02:34 AM
» Respostas: 90
» Visualizações: 17841
Projeto de lei ANTI-chip no Brasil
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 10:15 PM
» Respostas: 46
» Visualizações: 42086
[FERRAMENTA] Mapeando Chemtrails/Rastros Químicos no Brasil - PARTICIPE!
Última Resposta Por: docaminho2017
Ontem 03:50 PM
» Respostas: 59
» Visualizações: 59264
Muito além da ideologia: o fenômeno da doutrinação na educação brasileira
Última Resposta Por: saviodom
Ontem 03:38 PM
» Respostas: 13
» Visualizações: 1783
Infiltração marxista nas universidades
Última Resposta Por: ULTRON
Ontem 11:26 AM
» Respostas: 15
» Visualizações: 543
O ser humano e seu semelhante
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Ontem 11:24 AM
» Respostas: 12
» Visualizações: 1542
Divididos nós caímos!
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 09:55 AM
» Respostas: 106
» Visualizações: 53584
O Martelo de Kingoodie: Um artefato de MILHÕES de anos
Última Resposta Por: Dinhotj
Ontem 09:14 AM
» Respostas: 7
» Visualizações: 3668
Satélite Artificial de 13.000 Anos Circula a Terra - Black Knight UFO NASA
Última Resposta Por: Dinhotj
Ontem 09:11 AM
» Respostas: 42
» Visualizações: 53439
Forças Armadas pagam salários milionários, mas apenas para altas patentes.
Última Resposta Por: Aragorn
17-07-2018 10:37 PM
» Respostas: 8
» Visualizações: 296
Alice Bailey ONU e a Nova Ordem Mundial
Última Resposta Por: Doc S
17-07-2018 07:59 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 780
Direita e Esquerda dois braços - Um corpo
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
17-07-2018 03:28 PM
» Respostas: 155
» Visualizações: 52789
Temer Decreta Intervenção Militar! Quem esperava por essa?
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
17-07-2018 03:12 PM
» Respostas: 94
» Visualizações: 11045
Qual é a próxima conspiração?
Última Resposta Por: Beobachter
17-07-2018 10:48 AM
» Respostas: 5
» Visualizações: 3125
Donald Trump, anti-comunista
Última Resposta Por: Beobachter
16-07-2018 10:10 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 1022
Trump a caminho de reconhecer Jerusalém como capital de Israel?
Última Resposta Por: Nikoloz
16-07-2018 05:08 PM
» Respostas: 130
» Visualizações: 13399
mensagens subliminares - satanismo na música
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
16-07-2018 04:48 PM
» Respostas: 42
» Visualizações: 9801
banco SATANder promovendo ideologia de gênero, pedofilia, zoofilia e zombando Cristo
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
16-07-2018 04:36 PM
» Respostas: 123
» Visualizações: 13887
Polícia pode entrar em residências SEM MANDADO, decide STF
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
16-07-2018 03:32 PM
» Respostas: 16
» Visualizações: 4999
GUERRA CIVIL - existe alguma possibilidade disso acontecer no Brasil?
Última Resposta Por: Elenin20182024
16-07-2018 03:28 PM
» Respostas: 22
» Visualizações: 4869
Intervenção militar no Brasil! NOM?
Última Resposta Por: Elenin20182024
16-07-2018 03:27 PM
» Respostas: 63
» Visualizações: 7289

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial