Receitas para Secar em 30 dias



Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 2 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Conheçam a Permacultura
19-04-2012, 11:16 AM (Resposta editada pela última vez em: 15-05-2013 07:26 PM por admin.)
Resposta: #1
Conheçam a Permacultura
[Imagem: permaculture_darker.jpg]


Quem me conhece sabe bem que sou inimigo mortal do agronegócio e das das indústrias agroquímicas-biotecnológicas.
Muitos me chamam de problematizador, dizem que só sei criticar sem apresentar soluções viáveis para a alimentação mundial.

Estou iniciando uma pesquisa independente e multidisciplinar sobre a permacultura. Busco literaturas e artigos sobre o tema e tentarei aplicar empiricamente esses conhecimentos para elaborar um projeto. Gostaria então de divulgar um resumo dos princípios da permacultura para provar que alternativas sustentáveis existem. Ao contrário do que a Kátia Abreu defende, ninguém é obrigado a comer veneno agrícola!!!!Angry

O que é a Permacultura?

Fonte: Grupo de Permacultura da UFSC

"Permanent Agriculture" em inglês - nasceu na cabeça de Bill Mollison, ex-professor universitário australiano, na década de 1970. Refugiado das loucuras da sociedade de consumo, Mollison percebeu que nem os cantos remotos do interior australiano onde morava seria poupado do colapso planetário iminente - a flora e a fauna estavam diminuindo sensivelmente...
"Resolvi", falou Mollison na sua passagem pelo Brasil em junho de 1992, "que, se voltasse para o mundo, voltaria com uma coisa muito positiva".

Foi assim que nasceu a idéia de criar sistemas de florestas produtivas para substituir as monoculturas de trigo e soja, responsáveis pelo desmatamento mundial. Observando e imitando as formas de florestas naturais do lugar, revelou-se possível a criação de sistemas altamente produtivos, estáveis e recuperadores dos ecossistemas locais.

Depois de dez anos implantando, com grande sucesso, tais sistemas em todos os continentes, Mollison e seus colaboradores perceberam que não adianta concentrar-se em sistemas naturais sem considerar os outros sistemas tão vitais para a sobrevivência humana: sistemas monetários, urbanos (arquitetura, reciclagem de lixo e águas), sociais e de crenças. A "Permanent Culture".

Hoje a permacultura conta com mais de 10.000 praticantes em todos os continentes e mais de 220 professores trabalhando em tempo integral. A permacultura chegou no Brasil através do primeiro curso dado por Bill Mollison, em Porto Alegre. Hoje existe uma equipe de profissionais - agrônomos, engenheiros, arquitetos, etc. - que estão se aprofundando nestas idéias e que já fundaram o primeiro sistema LETS de troca de serviços da América Latina.

Baseada na prática de "Cuidar da Terra, cuidar dos homens e compartilhar os excedentes" (quer sejam dinheiro, tempo ou informações), a permacultura ousa acreditar na possibilidade da abundância para toda a humanidade através do uso intensivo de todos os espaços, através do aproveitamento e geração de energia, da reciclagem de todos os produtos (acabando assim com a poluição) e através da cooperação entre os homens para resolver os grandes e perigosos problemas que hoje assolam o planeta.


Princípios da Permacultura

Princípios Éticos:
Cuidados com o planeta
Cuidados com as pessoas
Compartilhar excedentes (inclusive conhecimentos)
Limites ao consumo
Quanto mais se aproxima da natureza, menos se trabalha.
Quando criamos sistemas auto-sustentados, não precisamos trabalhar para alimentar e proteger os elementos do sistema. Uma floresta produtiva, uma vez estabelecida, exige muito pouco cuidado para se manter, Comparados com as monoculturas, sistemas altamente artificiais que nunca ocorrerão na natureza, sistemas permaculturais que se aproximam da natureza não precisam de adubo, irrigação nem defensivos. Produzem séculos a fio e melhoram cada vez mais o solo, recuperando também o regime das águas da região.

Podemos incorporar animais nestes sistemas se criarmos condições de vida parecidas com aquelas do habitat natural do animal. Tomando o exemplo da galinha, percebemos que é a natureza da galinha de pastar e de ciscar, de comer uma grande variedade de verduras, grãos (pode ser sementes de capins) e insetos. Elas vivem em bandos e sempre dormem no mesmo lugar, no alto. São relativamente resistentes ao frio, mas temem o calor, exigindo sombra. Sofrem predações de gaviões e raposas, precisando de uma boa proteção.

Analisando estas necessidades do animal, podemos muito bem criar uma floresta forrageira para galinhas, incorporando árvores frutíferas (amora, goiaba, acerola, etc.), com verduras rasteiras e grãos (milhetos, capins, etc.), criando um pasto equilibrado onde a galinha se alimenta e se protege. O único trabalho que sobra para o homem nestas condições é de coletar os ovos e vigiar o estado do pasto e dos animais. Uma vez estabelecido, este sistema dura muitos anos com o mínimo de investimento, dando lucro maior do que as granjas industrializadas que exigem altos investimentos em insumos e medicamentos. E, obviamente, a qualidade dos produtos será muito maior.

Substituir altos investimentos e trabalho por planejamento e criatividade.
ou
"Se o sistema está lhe dando muito trabalho, você ainda não pensou o suficiente"
Scott Pittman

O homem está longe de aproveitar plenamente os seus dons criativos. No planejamento de uma propriedade, reflexão e observação podem mostrar soluções engenhosas para os problemas, evitando gastos e trabalho. Podemos aproveitar ao máximo a força da gravidade, por exemplo, para a distribuição da água, colocando áreas de captação no alto da propriedade em vez de colocá-las, como muitos fazem nas baixas, e depois depender de bombas, Ou podemos observar que os animais de modo geral depositam mais esterco de noite do que de dia. O gado pode pastar nas áreas ricas das baixadas durante o dia e dormir em estábulos no alto da propriedade, retransportando assim os nutriente para o alto da propriedade, de onde, com a ajuda da força da gravidade, a distribuição se torna mais fácil.

Precisamos ter a coragem de criar soluções totalmente diferentes dos vizinhos. E precisamos perceber que nenhum sistema é perfeito: sempre tem espaço para mais um elemento, para mais uma função, muitas vezes simplesmente conectando dois elementos já existentes. O limite do sistema é a nossa criatividade.

O problema é a solução
Problemas apontam situações especiais que podem ter uma função única. Se uma área é árida, por exemplo, pode-se especializar em plantas da família dos cactos, como o Figo da Índia ou a cochonilha, um inseto que produz uma tinta valiosa e que se desenvolve no cactos Opuntia. Se uma encosta é pedregosa, ela pode oferecer condições especiais para certas plantas que não de adaptariam em outra áreas mais férteis da propriedade. Se as lavouras sofrem ataques de caracóis, sinal que esta região se presta para a criação destes. Todo problema aponta para uma oportunidade. É questão de enfoque.

A diversificação garante a estabilidade
A estabilidade de uma propriedade ou de uma comunidade depende da disponibilidade de uma gama de produtos espalhados ao longo do ano. Isto protege contra desastres climáticos, porque no caso de qualquer emergência (seca, tempestade), alguns dos produtos vão escapar, devido a uma resistência maior, ou devido ao fato de crescer em épocas diferentes. Deve-se sempre cogitar culturas de emergência, garantidas de dar alguma produção mesmo sob condições adversas. Os povos antigos fazem policulturas por este motivo. Policulturas que incorporam árvores no sistema são as mais estáveis do todas. Uma floresta produtiva dificilmente se abate com a seca ou com o granizo.

A estabilidade vem quando se fecham os ciclos
Quando uma parte do sistema sustenta outra, evita-se a necessidade de procurar insumos fora da propriedade, fortalecendo assim todo o sistema. Da mesma maneira, uma comunidade inteira ganha estabilidade quando os produtos circulam localmente, evitando assim perdas por desperdício ou sangria para uma metrópole central. Considerando, por exemplo, que um terão dos produtos agrícolas no Brasil se perdem antes de chegar à mesa do consumidor, podemos ver a importância do consumo local, que assegura que o que se produz não se perde no processo de transporte e distribuição.

Da mesma maneira, se numa comunidade o mesmo dinheiro troca de mãos muitas vezes, isto tem o mesmo efeito de ter uma quantidade muito maior de dinheiro disponível. Se este dinheiro vai embora para o centro urbano, a comunidade local se empobrece.

Um dos maiores perigos para a estabilidade de uma propriedade rural ou de uma comunidade¸ a poluição. A vida não se mantém onde não há água limpa, por exemplo. Visto que a poluição provém de produtos ainda não utilizados, podemos vê-la como uma fonte de renda em potencial quando se trata de esgotos, ou mesmo de sub-produtos industriais. Os agrotóxicos obviamente nunca oferecem um potencial para reciclagem (e deveriam ser banidos da face do planeta).

Precisamos responsabilizar-nos pelos nossos netos
Tivemos o privilégio de poder ainda desfrutar de florestas, de beber água limpa , de contemplar paisagens belas. Os nossos netos também têm este direito, e cabe a nós a responsabilidade de assegurar que estes direitos sejam respeitados. Isto pode sugerir muitas frentes de ação: conservação de áreas naturais ainda pouco modificadas pelo homem; desenvolvimento de uma forma de agricultura não devastadora; proteção das águas, especialmente do lençol freático. (Um rio pode-se limpar em poucos anos. Um lençol freático, uma vez poluído, dificilmente se limpa de novo). Em termos práticos, uma floresta desmatada leva entre doze a vinte anos para se recompor, e leva entre sessenta e duzentos anos para chegar a um estágio parecido ao original. Se colhermos somente as árvores no final do seus ciclos e plantarmos culturas adaptadas a estas condições de mata, podemos manter a cobertura vegetal e mesmo assim ter uma boa renda. Cada tipo de árvore tem as suas utilidades. Hoje, nos desmatamentos, a grande massa de madeira (com exceção das árvores mais conhecidas como o mogno) é desperdiçada.

Um agricultor pode muito bem plantar uma parte de sua propriedade com madeiras nobres, criando assim um patrimônio inabalável. Não importa se estas madeiras começarem a dar uma colheita daqui a vinte ou trinta anos: o agricultor, nesta época, já vai estar velho e as árvores podem garantir sua velhice, uma forma de aposentadoria particular. E como se pode colher as madeiras gradativamente, replantando ao mesmo tempo que colhe, ele cria um patrimônio para muitas gerações futuras.

Os problemas são basicamente domésticos e podem ser resolvidos no nível doméstico
Não há soluções em grande escala para problemas locais. Não há soluções tecnológicas para problemas que são basicamente sociais. Cada vez que uma família consegue se auto-sustentar, produzindo os seus próprios alimentos e reciclando os seus dejetos, esta deixa de participar da agricultura devastadora e deixa de poluir. Cada propriedade, mesmo bem pequena, pode captar água e produzir alimentos. As possibilidades são infinitas: podemos usar toda parede e até telhados das construções para produzir alimentos. Podemos captar água numa variedade de maneiras e reciclar toda água que utilizamos, fazendo-a render muito mais. Tomando como exemplo a perigosa falta de água potável: poucas pessoas se dão conta de que a descarga doméstica gasta 40% de toda a água consumida. Isto representa 100 litros de água por pessoa por dia! Pode-se imaginar a gravidade desta situação numa cidade de milhares ou milhões de pessoas. Podemos dar descarga com a água servida das pias ou do chuveiro, evitando assim este desperdício desastroso para toda a humanidade. Em áreas mais suburbanas ou rurais, podemos desenvolver privadas secas, das quais existem muitos modelos eficazes hoje. Lembrando que os esgotos são também grandes fatores de poluição de lagos, de rios e do mar, vemos a importância do tratamento doméstico dos efluentes através de filtros ou de sistemas com plantas. Uma aldeia (ou bairro) de 300 pessoas tem a capacidade humana de preencher todas as necessidades das pessoas do lugar. Mesmo numa situação urbana, pode-se aproveitar os espaços baldios para produzir alimentos e pequenos animais. Cada vez que isto ocorre, economiza-se petróleo e espaços naturais que hoje estão sendo desmatados para produzir alimentos em grande escala. Plantações pequenas e intensivas são muito mais produtivas em qualquer lugar do mundo. O pavor de falta de terras agrícolas é um mito: toda terra pode ser agrícola! O que se chama "agrícola" hoje são aquelas onde pode-se entrar com máquinas pesadas, comprovadamente destruidoras da estrutura do solo. De fato, as terras mais "agrícolas", em termos de produção, são aquelas frente à porta da cozinha! (é claro que o grande problema é o fato da agricultura se industrializar e ser vista como produtora de dinheiro. Isto levanta grandes problemas práticos, já que se destrói para ganhar a curto tempo. Isto vai acabar de fato somente quando houver ou uma pressão pública em massa ou quando tais sistemas não forem mais viáveis economicamente. Há sinais de que os dois processo estão acontecendo. O aumento de custos em petróleo e agrotóxicos faz com que a agricultura intensiva e orgânica hoje se torne muito mais lucrativa. Se os problemas são basicamente domésticos e podem ser resolvidos a nível doméstico, isto implica que nós podemos resolver os nossos problemas, não precisando de algum engenheiro ou outro especialista, ou o governo, etc. para dar as soluções. O poder da ação volta para as mãos do indivíduo, da família, ou da comunidade local.

Todo sistema deve produzir mais energia do que consome
Quando falamos em "energia", podemos pensar em calorias. Vários levantamentos tem mostrado que a agricultura industrializada é, em muitos casos, deficitária energeticamente: para cada caloria de alimento produzida, gastam-se duas a oito (ou mais!) calorias na forma de petróleo (transporte, insumos, máquinas agrícolas, etc.). Qualquer sistema deficitário, que seja em termos monetários ou energéticos, é fadado a falir, cedo ou tarde. Os sistemas permaculturais se tornam produtores energéticos de várias maneiras:

a) Produção intensiva em relação ao trabalho. Sistemas permanentes exigem poucas ou nenhuma máquina e pouco ou nenhum insumo, consumindo menos calorias do que produzem;

b) Produção para consumo local. Evitam-se assim gastos em transporte;

c) Utilização das energias do lugar (gravidade, transporte animal, sol, vento, etc.);

d) Reciclagem dos dejetos. Os fertilizantes industrializados são produzidos a partir do petróleo e exigem muitos gastos em transporte. Quando os insumos são produzidos localmente, evitam-se todos estes gastos;

e) Utilizando energias alternativas captadas no lugar: cozinhado com fogões solares e a lenha, biogás, painéis solares, etc.

Visa-se cooperação em vez de competição, integração em vez de fragmentação
O espírito de cooperação é a grande chave para a recuperação da qualidade de vida no planeta. Vista em termos sociais, a cooperação nos leva a ver todo estranho como amigo em potencial, enquanto a competição nos ensina a ver todo estranho com adversário em potencial. Esta mudança de atitude traz mudanças de comportamento fundamentais. Na cooperação, a energia é gasta de uma maneira mais construtiva, somando a energia de uns com os outros, em vez de se anularem mutuamente, como é o caso da competição. Na agricultura, esta mudança de atitude também transforma o comportamento. Se uma praga ataca a lavoura, um agricultor que se baseia em cooperação com a natureza procurará compreender o porque deste ataque. A planta está enfraquecida? O inseto está com fome por falta de um posto natural? Chega-se até a plantar alimentos para o inseto considerado 'praga', reconhecendo que este, como todo ser natural, merece viver. Este convívio pacífico com a natureza faz com que o agricultor não precise mais declarar guerra química na sua propriedade, produzindo assim alimentos de qualidade e limpos, sem comprometer a qualidade da água nem do solo. A cooperação nos leva a ver tudo como sendo interligado. Não é: "eu contra você", mas "eu junto com você". Não é: eu contra a praga, mas eu trabalhando em conjunto com a natureza, dentro de um contexto. Desaparece o sentido da fragmentação, de ver um mundo como formado de peças separadas, passando a ver o mundo como um todo integrado, onde mudanças em um elemento dentro do sistema (agrícola ou social), modifica a situação de muitos outros elementos que estão interligados com este. Isto é o que transforma o sistema todo.

(texto adaptado do Instituto de Permacultura da Bahia)

A permacultura não é apenas uma técnica ou muito menos um pacote. É muito mais complexo que uma simples agricultura sem agrotóxicos, mais complexo que uma agricultura ecológica, ou sustentável, ou biodinâmica. É uma forma de viver que pode ou não envolver essas e outras técnicas. Ao mesmo tempo é muito mais simples por ser a conduta natural das coisas. Necessita apenas de uma observação sem máscaras, da natureza, sem pressa e com atenção. Sem preconceitos.

"Quando é preciso escolher entre a economia e a democracia,
nosso dever é salvar a economia."

Henry Kissinger

Se os esquerdistas tem aversão a meritocracia, quem faz dela algo exemplar?

Guinaldo
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 14 usuários diz(em) obrigado a Lord Ravenous pelo seu post:
(16-05-2013), ADAIR (02-04-2014), admin (15-05-2013), Autarco-anticonspiracionista (16-07-2013), CAMBACUÁ (18-11-2013), DeOlhOnafigueira (11-11-2015), Guinaldo (19-11-2013), Jeyjin (18-11-2013), jjmac (26-06-2014), Mediador (18-11-2013), Randradeknives (15-05-2013), Tecnocrata (15-05-2013), Thiago de Alencar (18-11-2013), Tito Pito (16-05-2013)
Loja Tudo Saudável
19-04-2012, 02:33 PM
Resposta: #2
RE: Conheçam a Permacultura
Todo o texto acima é resumido neste diagrama:

[Imagem: mandala_perma_gg.jpg]

Fonte: IPERS

Como podem ver, permacultura é um conceito muito amplo que envolve várias esferas das atividades humanas. Em relação à produção de alimentos, a permacultura tem integrado conceitos da agricultura orgânica e da agroecologia.

Gostaria que as pesquisas científicas se voltassem fortemente para este novo paradigma. Infelizmente como o capital corrompeu até a Ciência, se a pesquisa não recebe aceitação da Monsanto, Syngenta, Bayer e outras organizações da biopirataria e do envenenamento químico, o trabalho está fadado a sérias restrições (financeiras e operacionais).

"Quando é preciso escolher entre a economia e a democracia,
nosso dever é salvar a economia."

Henry Kissinger

Se os esquerdistas tem aversão a meritocracia, quem faz dela algo exemplar?

Guinaldo
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Lord Ravenous pelo seu post:
admin (15-05-2013), Autarco-anticonspiracionista (16-07-2013), jjmac (26-06-2014)
19-04-2012, 04:59 PM
Resposta: #3
RE: Conheçam a Permacultura
Era o que eu precisava ler...! - Estava remoendo este plano, mas não sabia que já havia gente mais preocupada do que eu.

PARABÉNS pelo post.

Muito bom
SE7MUS

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
O pássaro prefere um simples ramo a uma gaiola de ouro. Lao Tzu
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a SE7MUS pelo seu post:
admin (15-05-2013), Mediador (18-11-2013)
10-05-2012, 04:57 PM (Resposta editada pela última vez em: 10-05-2012 05:30 PM por Lord Ravenous.)
Resposta: #4
RE: Conheçam a Permacultura
Encontrei um manual descritivo de horta orgânica caseira. Li rapidamente e achei muito bem detalhado e explicado. Alguém aqui tem experiência com cultivo de orgânicos?

Horta Orgânica pdf
Encontrei também manuais sobre compostagem

Compostagem pdf

Compostagem 2 pdf

Compostagem 3 pdf
Livro interessante sobre manejo ecológico de pragas

Manejo ecológico de pragas

"Quando é preciso escolher entre a economia e a democracia,
nosso dever é salvar a economia."

Henry Kissinger

Se os esquerdistas tem aversão a meritocracia, quem faz dela algo exemplar?

Guinaldo
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 6 usuários diz(em) obrigado a Lord Ravenous pelo seu post:
ADAIR (02-04-2014), Autarco-anticonspiracionista (16-07-2013), DeOlhOnafigueira (11-11-2015), Fire Fox (19-09-2015), Peregrino (23-08-2014), Tecnocrata (15-05-2013)
Loja Tudo Saudável
15-05-2013, 07:05 PM
Resposta: #5
RE: Conheçam a Permacultura
rede de permacultura online onde vc pode conhecer pessoas,ficar por dentro do calendario dos cursos,postar materias etc...

PSB=permacultura social brasileira

http://permaculturabr.ning.com
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a canismajoris9 pelo seu post:
admin (15-05-2013), Lord Ravenous (18-11-2013)
16-05-2013, 02:03 PM
Resposta: #6
RE: Conheçam a Permacultura
curso [pdc] design em permacultura.

http://api.ning.com/files/zZ8ckFQED9aHC*...7053_n.jpg
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a canismajoris9 pelo seu post:
Lord Ravenous (18-11-2013)
25-06-2013, 10:40 PM
Resposta: #7
RE: Conheçam a Permacultura
fossa septica biodigestora:





[Imagem: fossa1.jpg]



Segundo a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e o Abastecimento, a agricultura de base familiar reúne 14 milhões de pessoas, mais de 60% do total de agricultores, e detém 75% dos estabelecimentos agrícolas no Brasil. É comum nessas propriedades o uso de fossas rudimentares (fossa "negra", poço, buraco, etc.), que contaminam águas subterrâneas e, obviamente os poços de água, os conhecidos poços ”caipiras”. Assim, há a possibilidade de contaminação dessa população, por doenças veiculadas pela urina, fezes e água, como hepatite, cólera, salmonelose e outras.

O processo de biodigestão de resíduos orgânicos é bastante antigo, sendo que a primeira unidade foi instalada em Bombaim, na Índia em 1819; na Austrália uma companhia produz e industrializa o metano a partir de esgoto desde 1911. A China possui 4,5 milhões de biodigestores que produzem gás e adubo orgânico, sendo que a principal função é o saneamento no meio rural (http://www.cdcc.sc.usp.br/escolas/julian...s.html#6). No Brasil, a ênfase para os biodigestores foi dada para a produção de gás, com o objetivo de converter a energia do biogás em energia elétrica através de geradores. Isso permitiu melhorar as condições rurais, como por exemplo o uso de ordenhadeiras na produção de leite, e outros benefícios que podem ser introduzidos. Esse processo realiza-se através da decomposição anaeróbica da matéria orgânica digerível por bactérias que a transforma em biogás e efluente estabilizado e sem odores, podendo ser utilizado para fins agrícolas. As fases do processo constam de: fase de hidrólise enzimática, ácida e metanogênica (Olsen & Larsen, 1987), as quais eliminam todo e qualquer elemento patogênico existente nas fezes, devido principalmente, à variação de temperatura. Com isso, o processo de biodigestão de resíduos orgânicos é uma possibilidade real a ser considerada para a melhoria do saneamento no meio rural.

[Imagem: fossa3.jpg]


Em suma, o biodigestor aqui desenvolvido tem dois objetivos: 1) substituir, a um custo barato para o produtor rural, o esgoto a céu aberto e as fossas sépticas e 2) utilizar o efluente como um adubo orgânico, minimizando gastos com adubação química, ou seja, melhorar o saneamento rural e desenvolver a agricultura orgânica.

[Imagem: fossa1.gif]



O sistema (figura 1a) é composto por duas caixas de fibrocimento ou fibra de vidro de 1000 L cada [5], facilmente encontradas no comércio, conectadas exclusivamente ao vaso sanitário, (pois a água do banheiro e da pia não têm potencial patogênico e sabão ou detergente tem propriedades antibióticas que inibem o processo de biodigestão) e a uma terceira de 1000 L [6], que serve para coleta do efluente (adubo orgânico). As tampas dessas caixas devem ser vedadas com borracha e unidas entre si por tubos e conexões de PVC de 4", com curva de 90o longa [3] no interior das caixas e T de inspeção [4] para o caso de entupimento do sistema. Os tubos e conexões devem ser vedados na junção com a caixa com cola de silicone e o sistema deve ficar enterrado no solo para manter o isolamento térmico. Inicialmente, a primeira caixa deve ser preenchida com aproximadamente 20 L de uma mistura de 50% de água e 50% esterco bovino (fresco). O objetivo desse procedimento é aumentar a atividade microbiana e consequentemente a eficiência da biodigestão, dever ser repetido a cada 30 dias com 10 L da mistura água/esterco bovino através da válvula de retenção [1]. O sistema consta ainda de duas chaminés de alívio [2] colocadas sobre as duas primeiras caixas para a descarga do gás acumulado (CH4). A coleta do efluente é feita através do registro de esfera de 50 mm [7] instalado na caixa coletora [6]. Caso não se deseje aproveitar o efluente como adubo e utilizá-lo somente para irrigação, pode-se montar na terceira caixa um filtro de areia, que permitirá a saída de água sem excesso de matéria orgânica dissolvida (figura 1b).

[Imagem: fossa2.gif]



A lista de material necessário para a construção do sistema é a seguinte:

Item Quant. Unidade Descrição
01 03 pç Caixa de fibrocimento ou fibra de vidro de 1000 L
02 06 m Tubo de PVC 100mm para esgoto
03 01 pç Válvula de retenção de PVC 100mm
04 02 pç Curva 90° longa de PVC 100mm
05 03 pç Luva de PVC 100mm
06 02 pç Tê de inspeção de PVC 100mm
07 10 pç O’ring 100mm
08 02 m Tubo de PVC soldável 25mm
09 02 pç Cap de PVC soldável 25mm
10 02 pç Flange de PVC soldável 25mm
11 01 pç Flange de PVC soldável 50mm
12 01 m Tubo de PVC soldável 50mm
13 01 pç Registro de esfera de PVC 50mm
14 02 tb Cola de silicone de 300g
15 25 m Borracha de vedação 15x15mm
16 01 tb Pasta lubrificante para juntas elásticas em PVC rígido – 400g
17 01 tb Adesivo para PVC – 100g
18 01 litro Neutrol
FERRAMENTAL

Item Quant. Unidade Descrição
01 01 pç Serra copo 100mm
02 01 pç Serra copo 50mm
03 01 pç Serra copo 25mm
04 01 pç Aplicador de silicone
05 01 pç Arco de serra c/ lâmina de 24 dentes
06 01 pç Furadeira elétrica
07 01 pç Pincel de ¾’
08 01 pç Pincel de 4”
09 01 pç Estilete ou faca
10 02 fl Lixa comum no. 100

Se não for utilizar o efluente como adubo orgânico, mais:

Areia fina lavada
Pedra britada nº 1
Pedra britada nº 3
Tela de nylon fina - tipo mosquiteiro
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a canismajoris9 pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (11-11-2015), Lombritico (28-06-2013), Lord Ravenous (18-11-2013)
receitas para secar em 30 dias
28-06-2013, 05:25 PM
Resposta: #8
RE: Conheçam a Permacultura
Democratizando o cultivo do Goji:

[Imagem: wp97cf24f9_05_06.jpg]


Se a planta do Goji Berry é tão milagrosa e tem tantas propriedades medicinais boas, porque não incentivamos e difundimos o seu cultivo aqui no Brasil? Não devemos deixar este importante conhecimento parado nas mãos de alguns poucos comerciantes “espertinhos” que querem lucrar muito com a sua comercialização. Enquanto em alguns outros países do mundo como, por exemplo, em Portugal e na Romênia, o seu cultivo é difundido e de pleno conhecimento público, aqui no Brasil os comerciantes ambiciosos procuram esconder do grande público a facilidade de cultivar o goji no jardim ou em vasos, no quintal de qualquer casa. Precisamos reaprender a divulgar as coisas boas e parar de divulgar as coisas ruins!
Qualquer um pode ter um pé de Goji Berry em seu quintal, o seu cultivo é simples e já vem sendo feito a mais de 3.000 anos, na China. Mas aqui, no Brasil, estas frutinhas são vendidas por um preço absurdo! Abaixo vemos um vídeo que nos ensina como plantar uma muda de Goji no seu jardim:

http://youtu.be/ep4bkiXQ_WM

Foi pensando nestas coisas que a Igreja das Energias Benéficas, uma eco-religião criada pela Comunidade Solaris de Ilhéus, resolveu preparar este artigo, que procura ensinar as pessoas a plantar o Goji no quintal das suas casas, visando assim a democratização desta cultura, que pode ajudar muitas pessoas que precisam:Compre um pacotinho de boas bagas de goji berry numa casa de produtos naturais, ou pela Internet. Dentro das bagas estão as sementes. Os preços variam; somente as sementes, cerca de 50, estão custando uns R$ 15,00. Separe umas 24 bagas para plantar em vasos grandes, cheio de terra, ou numas latas de 20 litros. Coloque as bagas na água mineral por cerca de 8 horas, durante a noite, para plantar na manhã seguinte. Demora cerca de 2 semanas para germinar as sementes.
A terra dos vasos pode ser previamente adubada com esterco de vaca curtido, cerca de uma semana antes do plantio. Regue a terra dos vasos todos os dias, pela manhã, para deixa-la “viva”, e se quiser coloque fertilizante natural. Terra preta é a melhor, mas o Goji gosta de terra adubada, fofa e não muito compacta. Acrescente um pouco de areia na terra para deixa-la mais fofa, viva e pronta para o plantio.
O Goji Berry também pega por meio de estacas de uma planta mais antiga, com cerca de 2 anos. Neste caso de estaquia, ela produz mais rápido.
Por ser uma planta originária do Deserto de Gobi, o Goji não gosta de muita água, mas gosta de Sol. Mas, ela também é produzida em climas frios, com temperaturas nunca inferiores a 15 graus negativos. Já existem muitas fazendas produtoras de Goji na Europa, e algumas pessoas chegam a fazer chá das suas folhas!
Demora cerca de 2 anos para produzir. O Goji gosta de terra adubada com adubo orgânico e fertilizante natural. Uma planta fornece cerca de 2 Kg. de frutas. Ela cresce cerca de 1,8 metros de altura por cerca de 70 cm. de largura.
Para plantar, corte as bagas de Goji no meio, com uma espátula, para aparecer as sementes, e deposite duas bagas em cada vaso de terra. Depois jogue um pouco de terra preparada por cima e borrife um pouquinho de água na terra, conforme podemos ver clicando no vídeo abaixo, que nos ensina a plantar as bagas:

http://youtu.be/WHY3GPYBfKQ

Plante 2 bagas cortadas de Goji Berry em cada vaso e aguarde umas duas semanas.

Coloque os vasos em um local protegido da chuva e do Sol em excesso. As plantas de Goji não gostam de muita água no solo, porque senão apodrecem! Devemos regar somente quando o solo estiver seco. Antes de germinar, a terra do vaso deve ficar apenas um pouco húmida e não deve pegar Sol diretamente. Deixe os vasos na sombra, mas com boa claridade.
Depois que as mudas germinarem, tire as mudas em excesso, e deixe crescendo apenas umas 6 por vaso. Mais tarde, vai ser preciso deixar crescendo apenas umas 2 mudas por vaso. Algumas vão morrer, mas não se preocupe.
Depois da germinação coloque gradativamente o vaso mais tempo no Sol até esquecer. Regue as plantas em dias alternados, umas 4 vezes por semana, conforme a terra vai ficando seca. Adube novamente depois de um ano com fertilizante natural. Depois de um ano e meio faça a primeira poda e coloque uma vara no centro do vaso para amarrar e direcionar a sua plantinha, conforme podemos ver no vídeo abaixo que nos ensina a podar e amarrar o arbusto:
http://youtu.be/wMgC2AyOddg
As flores são da cor violeta e os frutos são inicialmente verdes, depois amarelos e depois vermelhos! As abelhas se encarregam da polinização.
O nome científico do Goji é Lycium Barbarum e ela é originária do Deserto de Gobi, no Tibete. A fruta é rica em nutrientes, ajuda a fortalecer o sistema imunológico, combate os radicais livres e o envelhecimento, por isso é chamada de “fruta da longevidade”. Também tem alguma ação anticancerígena, diminui o estresse e combate a insônia. A fruta é ótima para a saúde pois tem mais de 19 aminoácidos, minerais variados, vitaminas e ácidos graxos essenciais. Veja no vídeo italiano abaixo algumas das suas qualidades benéficas:

http://youtu.be/dmThIVhXov8
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a canismajoris9 pelo seu post:
mr.newface (28-06-2013)
18-11-2013, 04:37 PM
Resposta: #9
RE: Conheçam a Permacultura
Ola,

Muito bom, começei a pesquisar a permacultura e aplicá-la no meu sitio.Gostaria de mais contatos com pessoas interessadas neste assunto na região de Brasilia. Tambem vou contribuir aqui com minhas experiancias.

Grato
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a CAMBACUÁ pelo seu post:
Fire Fox (18-11-2013), Jeyjin (18-11-2013), Lord Ravenous (18-11-2013), Mediador (18-11-2013)
18-11-2013, 05:37 PM (Resposta editada pela última vez em: 18-11-2013 05:39 PM por Jeyjin.)
Resposta: #10
RE: Conheçam a Permacultura
Alguns livros, em PDF, muito úteis sobre o tema:

1) Manual de Conceitos Básicos da Permacultura

http://permacoletivo.files.wordpress.com...ultura.pdf

2) Manual de Permacultura Urbana (em espanhol, porém bem eficaz)

https://docs.google.com/file/d/1g6V0LUwA...t_BR&pli=1

3) Designer's Manuals (em inglês, mas vale muito a pena!)

http://www.4shared.com/get/IWSrzQaF/perm...anual.html
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Jeyjin pelo seu post:
Guinaldo (19-11-2013)
Loja Tudo Saudável
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Manual escrito pelo “pai” da Permacultura está disponível aqui para download John Dickinson 15 7,531 17-03-2016 12:32 PM
Última Resposta: Fire Fox
  Três livros que podem nos salvar - Permacultura Lord Ravenous 6 17,891 23-08-2015 09:01 PM
Última Resposta: SE7MUS

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Receitas para Secar em 30 dias

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 105 usuários online.
» 2 Membros | 103 Visitantes
Cimberley Cáspio, Marck Vini

Estatísticas do Fórum
» Membros: 21,256
» Último Membro: coinmastrous
» Tópicos do Fórum: 26,487
» Respostas do Fórum: 281,300

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Vazamento de óleo no nordeste: descobriram a nossa mentira. Desculpa aí Maduro!
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Hoje 11:10 PM
» Respostas: 26
» Visualizações: 1196
Os brasileiros sem pátria em seu próprio país.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Hoje 10:39 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 232
Um milhão de pessoas estão presas nos Gulags da China
Última Resposta Por: ULTRON
Hoje 08:53 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 267
Um apanhado em OUT de 2019
Última Resposta Por: ULTRON
Hoje 04:11 PM
» Respostas: 13
» Visualizações: 767
Alerta - 03_11_2019 - Possível False Flag em Seattle - Gatilho para WW3
Última Resposta Por: naste.de.lumina
Ontem 10:34 PM
» Respostas: 30
» Visualizações: 1881
A campanha de ódio, mentiras e desinformação contra a ativista Greta Thunberg
Última Resposta Por: Velho Druida
19-10-2019 11:19 AM
» Respostas: 78
» Visualizações: 3469
Os saques em andamento da África sob vigilância de líderes africanos corruptos
Última Resposta Por: DeOlhOnafigueira
18-10-2019 04:47 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 106
13º no Bolsa Família? E a indenização bilionária pelo prejuízo de bilhões de reais?
Última Resposta Por: Velho Druida
18-10-2019 02:57 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 219
Revelação: Você sabia que "666" não é o número da Besta?
Última Resposta Por: DeOlhOnafigueira
18-10-2019 02:07 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 229
Biblioteca Virtual Anti-NOM -- Livros Raros
Última Resposta Por: Alimah
18-10-2019 12:26 PM
» Respostas: 78
» Visualizações: 99582
Você já sofreu Bullying ou Rejeição?
Última Resposta Por: DeOlhOnafigueira
18-10-2019 12:21 PM
» Respostas: 15
» Visualizações: 8201
Como vc lida com pessoas agressivas virtuais ou nao ?
Última Resposta Por: DeOlhOnafigueira
18-10-2019 11:52 AM
» Respostas: 26
» Visualizações: 4491
A Batalha da NOM contra nós
Última Resposta Por: Mister Pelf
18-10-2019 11:27 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 104
O problema do Brasil é o Brasileiro.
Última Resposta Por: ULTRON
17-10-2019 10:02 AM
» Respostas: 59
» Visualizações: 3110
Padre afirma que o Papa Francisco em breve ungirá o líder global
Última Resposta Por: Juquinha
16-10-2019 10:27 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 304
O Brazil com "Z" de Ama'Z'ônia
Última Resposta Por: Velho Druida
16-10-2019 09:38 PM
» Respostas: 112
» Visualizações: 4953
Olavogate: Olavo de Carvalho / Sidi Muhammad seria um agente a serviço do Sionismo?
Última Resposta Por: Juquinha
16-10-2019 09:37 PM
» Respostas: 133
» Visualizações: 83279
Coringa - a ideologia da destruição.
Última Resposta Por: Xevious
16-10-2019 02:05 PM
» Respostas: 20
» Visualizações: 1021
Banimento do usuário Rui Coelho
Última Resposta Por: Supermoderador
16-10-2019 10:21 AM
» Respostas: 52
» Visualizações: 2636
Banimento do usuário Café sem açúcar.
Última Resposta Por: pequeno gafanhoto
14-10-2019 06:23 PM
» Respostas: 11
» Visualizações: 1037
Glenn Greenwald envolvido na desestabilização do Equador?Quem é esse cara afinal?
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
14-10-2019 04:22 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 410
30 lições de Olavo de Carvalho
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
14-10-2019 04:15 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 252
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: NoNOM
14-10-2019 10:45 AM
» Respostas: 1402
» Visualizações: 246538
Forças Ocultas (Forces Occultes)
Última Resposta Por: pequeno gafanhoto
13-10-2019 09:29 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 457
Echelon – A rede de espionagem global
Última Resposta Por: Bruna T
12-10-2019 08:56 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 2375
Os segredos do Paralelo 33
Última Resposta Por: Bruna T
12-10-2019 04:00 PM
» Respostas: 11
» Visualizações: 16156
A Vacina contra o Zika Vírus Modificará Geneticamente seu DNA
Última Resposta Por: Alimah
12-10-2019 12:09 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 2174
Porte de arma
Última Resposta Por: Velho Druida
11-10-2019 08:01 PM
» Respostas: 8
» Visualizações: 451
Vídeo Impressionante - O Ritual Maçônico
Última Resposta Por: Bruna T
10-10-2019 09:24 PM
» Respostas: 74
» Visualizações: 62015
Algumas músicas anom
Última Resposta Por: Bruna T
10-10-2019 08:59 PM
» Respostas: 201
» Visualizações: 35234

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial