Voce nao esta logado ou registrado. Por favor faca login ou se registre para utilizar todas as funcionalidades deste forum...



Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Empresa que recebeu 2,5 milhões de Marcos Valério contratou filho de Joaquim Barbosa
08-07-2013, 04:36 PM (Resposta editada pela última vez em: 10-07-2013 05:14 PM por Tabosa.)
Resposta: #1
Empresa que recebeu 2,5 milhões de Marcos Valério contratou filho de Joaquim Barbosa
[Imagem: image_preview]


Empresa investigada por receber R$ 2,5 milhões de Marcos Valério contratou filho de Joaquim Barbosa

O grupo Tom Brasil contratou Felipe Barbosa, filho do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, para assessor de Imprensa na casa de shows Vivo Rio, em 2010. Até poucos dias atrás, antes de ele ir trabalhar na TV Globo com Luciano Huck, Felipe ainda era funcionário da Tom Brasil.

Nada demais, não fosse um forte inconveniente: a Tom Brasil é investigada no inquérito 2474/STF, derivado do chamado "mensalão", e o relator é seu pai Joaquim Barbosa. Este inquérito, aberto para investigar fontes de financiamento do chamado "mensalão", identificou pagamento da DNA propaganda, de Marcos Valério, para a Casa Tom Brasil, com recursos da Visanet, no valor de R$ 2,5 milhões. E quem autorizou este pagamento foi Cláudio de Castro Vasconcelos, gerente-executivo de Propaganda e Marketing do Banco do Brasil, desde o governo FHC. Estranhamente não foi denunciado na AP-470 (chamado "mensalão") junto com Henrique Pizzolato.

Outra curiosidade é que um dos sócios do grupo Tom Brasil, Gladston Tedesco, foi indiciado na Operação Satiagraha, sob a acusação de evasão de divisas como cotista do Opportunity Fund no exterior, situação vedada a residentes no Brasil. Ele negou ao jornal Folha de S. Paulo que tenha feito aplicações no referido fundo.

Tedesco foi diretor da Eletropaulo quando era estatal em governos tucanos, e respondeu (ou responde) a processo por improbidade administrativa movida pelo Ministério Público.

Pode ser só que o mundo seja pequeno, e tudo não passe de coincidência, ou seja lobismo de empresários que cortejam o poder, embora o ministro Joaquim Barbosa deveria ter se atentado para essa coincidência inconveniente, dada a sua dedicação ao inquérito. Entretanto, não custa lembrar que se o ministro, em vez de juiz, fosse um quadro de partido político, o quanto essa relação poderia lhe causar complicações


mais informações:

http://www.ocafezinho.com/2013/07/08/bar...seu-filho/

Ei, seus dotô Illuminati... Quer frescar fresque, mas num fiquem frescano não!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Tabosa pelo seu post:
A.Xavier (08-07-2013), admin (08-07-2013), Hubble (10-07-2013)
Desodorante Bion Vitta sem Alumínio ou Triclosan Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
08-07-2013, 07:09 PM
Resposta: #2
RE: Empresa que recebeu 2,5 milhões
Concordo quando disse que pode ser coincidência, contudo não deixa de ser muito delicada a situação pai e filho.

Conhecendo um pouco do nosso sistema é muito difícil crer em coincidências desse tipo. (minha visão)

Undecided

O esquema da realidade é a existência em um tempo definido.
O esquema da necessidade é a existência de um objeto em todo tempo
.

Immanuel Kant
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a A.Xavier pelo seu post:
Hubble (10-07-2013), MAP95 (09-07-2013)
09-07-2013, 12:44 PM
Resposta: #3
RE: Empresa que recebeu 2,5 milhões
DIGA-ME COM QUEM ANDAS E TE DIREI QUEM ÉS

Depois de ler esse post, sobre o filho do Joaquim Barbosa ter trabalhado na Tom Brasil, e de agora estar na Globo, justamente no programa do Luciano Hulk, fiquei com a pulga atrás da orelha, me vieram a mente algumas lembranças e me surgiram diversas perguntas. Se Aécio Neves é o aparente candidato à Presidência do Brasil e se o mesmo está apoiado pelo ex-presidente FHC, e se Joaquim Barbosa está frequentando o palanque de Aécio, e se Luciano Hulk, que é mega amigo de FHC, está empregando o filho do Joaquim, vemos aí uma bela ciranda de roda, não é pessoal?

[Imagem: ciranda.jpg]



E, por mais que o brasileiro tenha memória curta, é quase impossível esquecer os diversos fatos gravíssimos do passado recente dessa turma, mas, levando em conta que a maioria dos mais jovens aqui reunidos eram crianças quando tais acontecimentos ocorreram, acho muito pertinente reavivá-los, porque nós todos temos sim, uma memória muito curta. Talvez porque a corrupção seja tamanha e ataque a nós todos por tantos lados, que daí é quase como se acionássemos um sistema de proteção, de apagamento de memória, para poder ir seguindo em frente sem enlouquecer de impotência.

Como sou novo e ontem não pude postar respostas, fiquei com tempo livre e mergulhei nas pesquisas. Fui unindo os pontos desses velhos acontecimentos e cruzando-os com as respectivas biografias dessas pessoas, e daí foi-se formando uma figura tenebrosa, e tudo indica que realmente não vai importar quem, dessa turma, forem eleitos, se Aécio, FHC, ou um dos novos amigos provenientes das origens étnicas adequadas ao momento, Marina Silva, Joaquim Barbosa, entre outros ainda não conhecidos, pois assim como Obama, eles ostentam ilusória oposição ao que está em vigor (classe superior branca, a elite) e são escolhidos por sua origem e cor apenas para nos fazerem sentir bem identificados e representados. Então, juntando tudo, incluindo muito oportunamente o nariz do Luciano Hulk, a forma que vejo é a da figura de um imenso Tucano de asas negras abrindo-as e sobrevoando o nosso Brasil varonil.

Resolvi correr atrás das biografias dessas figuras ilustres para assim, juntamente com os fatos, estabelecer o elo de ligação entre elas, e postar aqui para que possamos enxergar com mais clareza, antes que a sombra do Tucano (ou Tutancamon para os mais bem informados?) nos tolde definitivamente a visão.

Vamos começar por relembrar alguns feitos de nosso ex-presidente Fernando Henrique Cardoso que redundaram no pior cenário para o Brasil :

A Cia. Vale do Rio Doce foi vendida através de leilão, em 1997, durante governo do presidente Fernando Henrique Cardoso, por 3,1 bilhões de reais (cerca de 1,44 bilhão de dólares).

Porém o seu valor era estimado, em 40 bilhões de reais (18,6 bilhões de dólares), de acordo com estudiosos.

O lucro da Vale no 1º ano de funcionamento pós-privatização foi de quase 10 bilhões de reais (4,65 bilhões de dólares).

Folha Online 24/10/2006 .

Dona Rute Cardoso, esposa de FHC,que faleceu no dia 24 de junho de 2008, era judia e irmã de Eva Blay, que, certamente por ser de confiança, era suplente de FHC no Senado.

Beatriz,filha de FHC,é casada com o judeu David Zylbersztajn, que foi Secretário de energia de S.P. e amigo do judeu Benjamin Steinbruch.

Antes que a coisa comece a embolar e possamos nos perder, vamos por partes. Estou traçando aqui os elementos que existem em comum entre essas pessoas, e se os seus laços sanguíneos são expostos não são por qualquer outra razão senão pelo fato de essa particularidade ser uma constante, não se trata de mera casualidade, já que é o elo familiar de ligação, gritante, o que mais se faz notar, eles não estão aqui relacionados por suas etnias, mas por sua proximidades familiares e amizades inequívocas. Se aqui eu estivesse relacionando todos os flamenguistas, e se suas ligações apontassem para manipulações e o consequente desfecho do vencedor de algum campeonato suspeito ou duvidoso, todos entenderiam que esta relação, que ficaria claramente estabelecida, precisava ser evidenciada. No entanto, as verdades incômodas e capazes de desmascarar o óbvio, são oportunamente taxadas de racismo ou de perseguição, numa tentativa já muito desgastada, de camuflar suas flagrantes e comprovadas, más intenções particulares.

Quem é Benjamin Steinbruch.

- presidente da Cia Vale do Rio Doce, da CSN, da Light e da Eletropaulo Metropolitana
- herdeiro do Grupo Vicunha, fundado por seu pai, que atuava no setor têxtil
- amigo do David Zylberstajn (genro de FHC) e íntimo do Alvorada
- testa-de-ferro do Banco The Nations.
- membro da diretoria do Banco Fibra S.A.

Quem é David Zylberstajn, marido da filha de FHC;( http://br.linkedin.com/pub/david-zylbers...2/a50/5a3)

Resumo de David Zylbersztajn

DAVID ZYLBERSZTAJN
SHORT BIOGRAPHY
PhD in Energy Economics from the University of Grenoble (France), 1987, MsC and BsC in Mechanical Engineering from PUC-Rio.
Senior Partner of DZ Negócios com Energia, an investment advisory and business development firm focused on the Brazilian energy industry, since February 2002.
General Director for ANP – the National Oil and Gas Regulatory Agency – since its creation in January 1998 until October 2001.
Energy Secretary for the State of São Paulo between Janury1995 and January1998, leading the privatization process of electricity companies in the State and the creation of the Public Services Commission.
Member of the Board of Certisign, former member of the Board of Banco do Brasil, and on the Advisory Council of the European Union ALURE cooperation program, among others.
Former Chairman of the Board of Varig (Brazilian Airlines)
Professor and director for the Graduate Program on Energy Planning at the University of São Paulo, until 1995.
David is a professor of the Catholic University in Rio de Janeiro at the Energy Institute.
Experiência de David Zylbersztajn
Sócio-Diretor
DZ Negócios com Energia


fevereiro de 2002 – Presente (11 anos 6 meses)
Professor (Licenciado)
PUC-Rio

Instituição acadêmica; 1.001-5.000 funcionários; Setor de Ensino superior

março de 2002 – Presente (11 anos 5 meses) Depto. Engenharia Mecânica
Diretor-Geral
Agência Nacional do Petróleo

Órgão governamental; 201-500 funcionários; Setor de Petróleo e energia

janeiro de 1998 – outubro de 2001 (3 anos 10 meses)
Secretário de Estado
Secretaria de Estado de Energia de São Paulo


janeiro de 1995 – janeiro de 1998 (3 anos 1 mês)
Professor e Coordenador de Pós-Graduação
Universidade de São Paulo

Instituição acadêmica; 10.001 ou + funcionários; Setor de Ensino superior

setembro de 1988 – janeiro de 1995 (6 anos 5 meses) São Paulo
Professor
Universidade Estadual de Campinas

Instituição acadêmica; 5.001-10.000 funcionários; Setor de Pesquisa

julho de 1987 – agosto de 1988 (1 ano 2 meses) Campinas
http://tucanoalstom.blogspot.com.br/2008...chive.html - O envolvimento no Caso Alstom

Algumas curiosidades na Gestão FHC - O banqueiro Arminio Fraga, foi presidente do Banco Central, e também foi diretor-gerente do Soros Fund, do financista internacional George Soros (judeu- húngaro) e trabalhou no banco norte-americano Salomon Brothers.

O Rabino Henry Isaac Sobel (presidente do Rabinato da Congregação Israelita Paulista, nascido em Portugal em 1944, com cidadania americana. Reside no Brasil desde 1970) foi convidado de honra, na primeira fila, por ocasião da posse do presidente Fernando Henrique Cardoso. Em outra ocasião, presenteou o mesmo presidente com um castiçal sem preço pertencente à comunidade judaica.


QUEM É GEORGES SOROS

O megaespeculador, George Soros (quebrador de nações pelo mundo afora) controla quase todos os negócios da nossa vizinha Argentina (principalmente shoppings, hotéis e edifícios comerciais). E tem múltiplos investimentos no Brasil.

Na época de FHC os negócios brasileiros de Soros estavam concentrados em São Paulo. Eram estes, segundo a Revista Veja na época:

- Edifício Nova São Paulo, onde funcionam as sedes da antiga Autolatina, da Samsung e da Philip Morris.
- ABC Plaza Shopping
- Centro Têxtil Internacional
- International Trade Center (em construção, entrega prevista para Julho de 2000), duas torres de escritórios e flats com grande infra-estrutura.
- Construção de edificios residenciais (em 1994), em sociedade com a Imobiliária Cyrela.
- Doze edifícios de escritórios.

George Soros detém cerca de 440 milhões de Reais em ativos no Brasil.
Seu "braço imobiliário" no país é a inocorporadora imobiliária Brasil Realty.

entre os mais recentes negócios no Brasil estão; http://www.revistacanavieiros.com.br/con...o-cresce35

http://extra.globo.com/noticias/economia...02632.html - detalhe; A dívida líquida da Adecoagro cresceu 19,5%, no trimestre para US$ 382,723 milhões em relação ao quatro trimestre de 2012.


A OUTRA PONTA DO DESENHO DO QUEBRA-CABEÇA DAS LIGAÇÕES FAMILIARES.

LUCIANO RUCK E FAMÍLIA - OS PAIS - A mãe, Marta Dora Grostein, é casada com Andrea Sandro Calabi -

Família de banqueiro influente, Andrea Sandro Calabi é Judeu, o pai foi perseguido pelo fascismo, perdeu o emprego por volta de 1938 e veio para o Brasil. Aqui, atendeu a um anúncio no "Estado de S. Paulo" e conseguiu o emprego de contador na Companhia Gessy Industrial, da família Milani. Promovido a diretor financeiro e administrativo, ficou na empresa até o começo dos 60, quando a Lever fez o que Andrea chama de "offer you can"t refuse" - oferta que você não pode recusar. Deixou, então, a Gessy Lever e abriu um escritório de consultoria.
Das conversas em família sobre questões empresariais surgiu a decisão do filho de cursar economia na Universidade de São Paulo (USP). "Da minha mãe", diz, "vieram talvez as minhas veleidades culinárias; ela cozinhava muito bem." A mãe, também judia, era de Modena, mas convertida ao catolicismo. O pai dela veio para o Brasil como diretor da Banca Commerciale Italiana, antes de se intensificarem as perseguições aos judeus no governo de Benito Mussolini. No Brasil os pais de Andrea constituíram o que se poderia chamar de uma família da classe média alta. Moravam no bairro do Pacaembu e Andrea estudava no Dante Alighieri, até hoje colégio da elite de ascendência italiana. (http://www.senado.gov.br/noticias/senado...82351&t=1)

Mais sobre Andrea Calabi (http://www.berkeleyalumni.com.br/servico...lunos.asp)

Andréa Calabi
PhD em Economia UC Berkeley (1982)
Andréa Sandro Calabi é economista formado em 1970 pela FEA-USP com mestrado em Economia em 1972 pelo IPE-USP. Possui os títulos de Master of Arts (1975) e PhD (1982) em Economia pela Universidade da Califórnia, Berkeley (USA). Exerceu a função de professor de economia na FEA-USP e IPE-USP até 1991. Foi Presidente do BNDES, FINAME, BNDESPAR de julho de 1999 a fevereiro de 2000. É membro dos Conselhos da Caixa Econômica Federal, da EMBRAER e SABESP. Foi Presidente do Banco do Brasil, entre janeiro e julho de 1999 e Secretário Executivo do Ministério do Planejamento nos anos de 1995 e 1996 (Ministro interino na gestão do Ministro José Serra). Assumiu, entre 1986/88, a Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda. Nos períodos de 1985/86 e 1995/96, foi Diretor Presidente do IPEA - Instituto de Planejamento Econômico e Social. O economista também foi Diretor Presidente da DIVESP - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários do Estado de São Paulo, entre 1983 e 1985, e Secretário Geral da Secretaria de Planejamento da Presidência da República, entre 1985/86.
Atualmente é Secretário da Economia e Planejamento do Governo de Geraldo Alckmin, no Estado de São Paulo.


O IRMÃO DE LUCIANO HULK - Fernando Grostein Andrade, é o autor do FILME/DOCUMENTÁRIO QUEBRANDO TABU (http://exame.abril.com.br/estilo-de-vida...ega-a-web) que trata da questão da maconha. O filme conta com depoimentos do ex-presidente do Estados Unidos Bill Cliton, do escritor Paulo Coelho, do médico Drauzio Varella, e nada menos que o ex-presidente Fernando Henrique conduzindo o documentário, onde propõe a descriminalização e a regulamentação do uso das drogas. O pai de Fernando Grostein Andrade é o falecido jornalista Mario de Andrade, que foi redator-chefe da revista Playboy, desde sua fundação, em 1970, e a transformou na maior revista masculina do Brasil. (leia mais em; http://www.oexplorador.com.br/site/ver.p...igo=12157)

Leia mais: ( http://extra.globo.com/tv-e-lazer/irmao-...1240.html)


LIBERAÇÃO DA MACONHA

curiosidade e coincidência - Em 2010, o investidor multimilionário Georges Soros doou US$ 1 milhão para a campanha de um referendo que visava legalizar a maconha na Califórnia (http://pt.wikipedia.org/wiki/George_Soros)2

http://blogs.estadao.com.br/marcos-guter...3466796875

http://pt.lecturas.org/catolicismo/19742...soros.html

Creio ser essa uma interessante questão a ser avaliada por nós todos( sejamos adeptos ao uso da erva ou não), e, sem exceção, devemos nos esforçar por pensar com mais amplitude: O que existe na maconha para mobilizar esses interesses tão aparentemente distantes e desconexos, e surpreendentemente tão simultâneos, levando em conta que um filme leva no mínimo um ano para sair de pré-produção para as telas, e então estes singulares movimentos acabem por coincidirem-se?

http://oglobo.globo.com/politica/filme-q...as-2773881

O que está, ou na cara ou tão oculto que, nós, simples mortais, em nossa boa fé e nossa boa índole, não conseguimos ainda divisar ou supor?

Quem souber de mais alguma coisa e quiser acrescentar, seria muito bom, porque trata-se de nada mais nada menos de quem será a Presidência do Brasil no próximo ano, e se não o escolhermos bem nosso presidente, todos esses movimentos e manifestações serão mais uma piada sobre brasileiros no futuro, mas isso, é claro, dependerá também do quanto acreditamos que as urnas eletrônicas possam ser mesmo confiáveis.

De concreto mesmo só sabemos que o futuro de nosso país é nebuloso, não temos um só candidato idôneo, todos os poderes parecem totalmente corrompidos, tudo o que nos resta são os valores familiares, nossos pequenos núcleos de amor sincero e convivência segura, o que eles parecem também muito empenhados em querer destruir.

Na fé de que Deus existe e está do lado daqueles que são de bem, deposito minhas esperanças em nossa união e na força do pensamento positivo, voltado para o bem da humanidade e da preservação desse nosso Planeta, o que, no momento, me parece ser a única coisa que está fazendo a grande diferença e impedindo que sejamos sub-julgados desde já e em definitivo.


mais fontes; http://brazil.indymedia.org/content/2007...9527.shtml - http://www.radioislam.org/islam/portugue...dencia.htm -
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a gestalt pelo seu post:
Hubble (10-07-2013), John Wesley (11-07-2013), Mana (13-07-2013), Quero_ser_ouvido (09-07-2013)
09-07-2013, 01:36 PM
Resposta: #4
RE: Empresa que recebeu 2,5 milhões de M. Valério contratou filho de Joaquim Barbosa
Quem diria... o santo Joaquim é só mais um safado da corja de vagabundos.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Cruzado pelo seu post:
Mr.Mago'o (10-07-2013)
Spirulina Orgânica da Fazenda Tamanduá Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
09-07-2013, 03:56 PM
Resposta: #5
Empresa que recebeu 2,5 milhões de Marcos Valério contratou filho de Joaquim Barbosa
Sobre o post um pouco acima, do usuário "gestalt"...

Quer dizer que o nome verdadeiro do Luciano Huck é Luciano Grostein?

Ora, ora, ora, mas quem diria...

Olha só esse texto achado no Google:


"Among the early Jewish residents of Idaho was Robert Grostein, born in what later became Poland, who came to America at age four, went to California when he was nineteen, and in 1862 joined the rush of miners to Idaho and opened a store in Lewiston. For thirty-three years Grostein and his partner and brother-in-law Abraham Binnard, who joined him in 1865, ran a profitable business. Grostein built several public buildings and "one of the finest residences" in the city, owned 3,500 acres of farmland, and operated a branch store in Warren that he supplied by using his 200 pack mules. Louis Grostein, Robert's younger brother, operated stores in Elk City, Warren, and Lewiston. Robert Grostein's daughter Leah Grostein was the first Jewish woman to be born and married in Idaho Territory. Leah married Aaron Kuhn of Colfax, Washington Territory in 1884. Aaron, who was a German Jewish immigrant, became the President of the Spokane & Eastern Trust Company, which was eventually acquired by Seafirst, and then Bank of America. The Grostein and Binnard families comprise the enitre Jewish section of Normal Hill Cemetery in Lewiston, Idaho, the oldest cemetery in the city. "


Ora, ora....

Quer dizer que Luciano Huck tem sobrenome judeu?

Nunca desconfiei...

Lembrando, claro, que ser judeu não é prova de ter cometido nenhum crime. Muitos judeus não tem nada a ver com conspiração nenhuma...

Mas... Sabendo que a "conspiração judaica" é real, e existe mesmo, dá pra começar a desconfiar das ligações de Luciano Huck com o poder...
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Tabosa pelo seu post:
A.Xavier (10-07-2013), Hubble (10-07-2013)
10-07-2013, 01:47 PM
Resposta: #6
Vale e Espionagem
A espionagem da Vale
Por racismoambiental, 09/07/2013 15:46
Por Lúcio Flávio Pinto*, em Cartas da Amazônia

[Imagem: Vale-não.jpg]

É legal ou legítimo que uma empresa privada tenha nos seus arquivos prontuários de pessoas que lhe interessam, incomodam ou são seus inimigos? Pois a Vale, a segunda maior mineradora do mundo, tem. Não se tratam de fichas, anotações ou clippings. A designação que a empresa deu a esses registros personalizados é mesmo de prontuários, consagrados pelo aparelho policial e tingidos de negro pelo aparato de repressão.

O batismo não deixa de ser um ato falhado, psicanaliticamente falando. O serviço de informações e inteligência da maior empresa privada do Brasil, da qual o país depende como nunca antes, é conduzido também por ex-agentes do serviço de informações do governo, novos ou mais antigos, remanescentes da era do SNI e integrantes da Abin, hibridismo da época da ditadura com a democracia.

A coordenadoria de serviços especiais corporativos, ligada à auditoria interna, subordinada, por sua vez, ao conselho de administração, foi criada em 2003. Seu objetivo era prevenir perdas e combater fraudes dentro da empresa. Parece que a princípio ela se circunscreveu a essa missão, mas logo deu início a atividades ilegais de espionagem, recorrendo a grampos telefônicos, quebra de sigilo bancário e invasão de privacidade. Além do pessoal próprio, utilizou consultorias privadas.

Em abril de 2010, a “atualização do prontuário do jornalista Lúcio Flávio de Farias Pinto” custou 10 reais à Vale. Não sei o que esse prontuário contém, mas já há um mau indício: colocaram um “s” excedente no meu sobrenome Faria.

Uma empresa do porte da Vale precisa ter o seu setor de inteligência. Ele cuida de informações e contrainformações para melhor atender a corporação na sua guerra de mercado, que envolve espionagem. Boicote e sabotagem, e nas relações com o mundo externo.

Mas desde que um ex-integrante desse serviço, o gerente de inteligência André Almeida, demitido em março deste ano por justa causa, repassou documentos que permitiram à revista Veja revelar os intestinos da mineradora, a questão é saber se a Vale atua dentro de limites legais ou os extrapola e viola, agindo como se fora uma entidade pública, com direito de exercer o poder de polícia.

Quando o Serviço Nacional de Informações, concebido pelo general Golbery do Couto e Silva, foi criado, logo depois do golpe militar de 1964, que derrubou o presidente João Goulart, Carlos Lacerda observou com maldade certeira que o SNI não funcionava às segundas-feiras. Nesse dia poucos jornais circulavam – e não os mais importantes. Os arapongas de então não podiam se armar de cola, papel e recortes de jornais para preparar seus relatórios e informes. Não havia o que cortar e colar.

Lacerda já estava avinagrado com seus ex-colegas de golpe, preocupado com a perspectiva de jamais se candidatar a presidente da república, a maior das suas aspirações, mas boa parte do trabalho de inteligência é feito assim mesmo, através de análises de informações correntes, sobretudo da imprensa.

Por sua própria razão de ser, o Estado vai muito além desse ponto, com seus agentes nas ruas, infiltrações e informantes, exercendo o poder de polícia que a sociedade lhe delega formalmente. Mas uma empresa privada pode agir assim? O regime democrático é compatível com esse procedimento?

A leitura de vários dos documentos vazados pelo informante da revista Veja não surpreende. Os arapongas da Vale também se baseiam em material da imprensa. Mas outros documentos dão a nítida sensação de que são produzidos por órgãos oficiais, não com o propósito legítimo de bem informar as autoridades públicas.

Estão contaminados pelo interesse de bisbilhotar, de invadir a privacidade alheia e de colocar etiquetas que definem e julgam os personagens visados, atribuindo-lhe carga de ilicitude e ilegalidade. Não é uma observação olímpica: o olhar discrimina o que vê como inimigos, merecedores, portanto, de punição. E assim eles são tratados.

A relação dos entes que estão sob a mira da inteligência da Vale compreende o MAB (que defende os atingidos por barragens), MST, Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul, Fase, Rede Brasileira de Justiça Ambiental, Instituto Rosa Luxemburgo, Forum Carajás, Campanha Justiça nos Trilhos, Conlutas, Movimento dos Atingidos pela Vale, CUT e Assembleia Popular, dentre outros.

A Vale não se restringe a acompanhar a movimentação dessas entidades: manda espiões se infiltrarem em suas atividades, com a missão de gravar, fotografar e anotar o que acontece. Foi assim que agiu em relação ao 1º Encontro dos Atingidos pela Vale, que acompanhou o lançamento da Caravana Minas, no Rio de Janeiro, em 2010.

Os líderes, identificados, foram acompanhados pelo olheiro, que também esteve ao lado dos participantes do encontro quando eles fizeram uma manifestação diante do condomínio de luxo em que morava o então presidente da Vale, Roger Agnelli, na rua mais famosa de Ipanema, a Vieira Souto.

As despesas com esse serviço custaram à Vale, em abril de 2010, 184 mil reais. Parte desse dinheiro foi gasto na inspeção de andares da sede da empresa, no Rio de Janeiro. O escritório Norte absorveu R$ 25 mil. Uma equipe básica II precisou de R$ 859 para cobrir o seminário “O Maranhão de volta ao século XIX: grandes projetos e seus impactos socioambientais”, em São Luiz. Um informante quilombola em Barcarena saiu por quase R$ 4,4 mil. Naturalmente, esse informante é um espião. Já os dois que atuam em Carajás e Parauapebas têm carteira assinada, cada um deles recebendo R$3,7 mil..

Um ano depois, em abril de 2011, o mesmo serviço pulou para R$ 230 mil, com itens semelhantes. Mas a presença na região norte, entre Pará e Maranhão, se tornou ainda mais forte: além do informante quilombola de Barcarena e dos dois agentes de Carajás/Parauapebas, surgiu um “colaborador e agente” em Marabá (a R$3,4 mil) e uma rede em Açailândia (R$ 1,6 mil).

Ao que tudo indica, o frenesi pela espionagem, interna e externa, abrangendo tanto aqueles considerados inimigos da empresa quanto seus funcionários, dirigentes e até acionistas, foi uma das marcas da gestão de uma década de Agnelli. Em março de 2012 as despesas do setor diminuíram ligeiramente, para R$ 224 mil, embora mantendo a mesma estrutura e reajustando os rendimentos das equipes.

Em setembro caíram mais, para R$ 197 mil. Talvez, quem sabe, desinflem para um patamar saudável – e, mais do que isso, legal. Mas para isso certamente é preciso iluminar as dependências sombrias da antiga Companhia Vale do Rio Doce, que permanece estatal nas suas estranhas impenetráveis.

Para dar consequência às denúncias, o MST e a Justiça nos Trilhos entregaram um pedido formal de investigação a várias instituições públicas. Mais recentemente, outra grande empresa, o consórcio que arrematou a hidrelétrica de Belo Monte, no Xingu, a maior obra em andamento no país, também foi flagrado em atividade de espionagem junto a grupos que se opõem à obra.

Esses dois são os exemplos mais graves. Quantos, porém, existem no desconhecimento público? A crescente promiscuidade entre os aparatos de segurança do governo e os das grandes corporações econômicas parece ser crescente, talvez tão acentuado quanto no período da ditadura, embora sem os mesmos objetivos, já que não há a repressão política aberta, estatizada.

Mas há uma circulação de pessoas entre os dois níveis de poder, desempenhando funções semelhantes ou, em muitas situações, numa distinção que inexiste, embora formalmente devessem ser separadas. O setor de segurança pública fornece quadros para a inteligência corporativa e vice-versa. Essa circulação é perigosa. As dependências desse aparato devem ser iluminadas e higienizadas.

http://racismoambiental.net.br/author/racismoambiental/

*Lúcio Flávio Pinto, 62, é jornalista desde 1966. Editor do “Jornal Pessoal”, publicação quinzenal que circula em Belém do Pará desde 1987.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
10-07-2013, 01:59 PM (Resposta editada pela última vez em: 10-07-2013 03:39 PM por gestalt. Razão da Edição: Vale)
Resposta: #7
snowden
[Imagem: charge-bessinnha_cerra-e-o-tio-sam.jpg]


FERRO, SNOWDEN A E PRIVATARIA



FERNANDO FERRO

Data: 09/07/2013


O SR. PRESIDENTE (Paulo Feijó) – Com a palavra, por 3 minutos, o Deputado Fernando Ferro.

O SR. FERNANDO FERRO (PT-PE. Pela ordem. Sem revisão do orador.) – Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, o escândalo de espionagem, que já foi abordado aqui por vários Deputados, revela um dado estarrecedor. É a possibilidade da constituição de um governo mundial.

Vejam bem o que foi aprovado no Congresso dos Estados Unidos. Para investigar um cidadão americano, para espionar um cidadão americano, é necessária uma decisão judicial lá nos Estados Unidos. Agora, para investigar qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo, não é necessária uma autorização judicial. Esse é um escândalo sem precedentes, e não se pode aceitá-lo como natural.

Esse cidadão, Edward Snowden, é um benfeitor da humanidade. Denunciar esse esquema de arapongagem internacional foi uma benfeitoria para o mundo. E nós, que usamos Facebook, Skype, UOL, Apple, estamos com nossos dados disponíveis para interesses americanos. Há um risco na espionagem militar, na espionagem industrial, na espionagem científica, na espionagem comercial e nas questões individuais. Todos são suspeitos de serem terroristas no mundo contra os Estados Unidos. É essa a lógica que está aí colocada.

E por que isso aconteceu? Porque foi entregue a rede mundial a um país. O Brasil, quando privatizou as suas telecomunicações, o seu satélite permitiu, por exemplo, que as informações das nossas Forças Armadas passem pelo sistema da TIM, pelo sistema da EMBRATEL, que são multinacionais. Ou seja, não há segredo nas nossas forças militares. Nós estamos vulneráveis.

O Brasil precisa construir um sistema de satélite próprio para se preservar, para ter condições de avançar como um país livre e soberano. Todos estamos sob controle. Isso é uma vergonha. Até 2002 existia aqui no Brasil um escritório da CIA, que patrocinava e promovia essa espionagem, no Governo do Sr. Fernando Henrique Cardoso, com concessão do Governo do Sr. Fernando Henrique Cardoso. Esse é um escândalo sem precedentes.

Precisamos retomar o papel da TELEBRAS, precisamos construir ciência e tecnologia na área de Telecomunicação e temos que ter satélite geoestacionário para permitir que as nossas informações e a nossa segurança nacional sejam minimamente garantidas neste momento em que o mundo ficou sob o controle, mais do que nunca… Todos nós já sabíamos do poderio militar americano, da sua capacidade de intervenção no mundo, agora isso acontece no dia a dia. O pior tipo de guerra é a guerra silenciosa que aniquila as informações de um país. Qualquer conta bancária, qualquer segredo comercial, qualquer segredo industrial são vulneráveis aos interesses da máquina de espionagem americana denunciada pelo Sr. Snowden.

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/...ia-tucana/







Acho que a briga entre os petistas e os tucanos vai pegar fogo daqui pra frente. Veja só o começo, é eles se vingando do processo do Mensalão. Um se vingando do outro.

Matéria publicada em: 11/06/2013 às 21:37
[Imagem: vale_01-300x177.gif]

Dez anos depois de ações populares terem sido abertas para questionar o processo, privatização da maior exportadora e produtora de ferro do mundo pode ser revertida; decisão judicial possibilita reabertura de processo contra a venda da Vale

Saiu no http://www.brasildefato.com.br


JUSTIÇA RECONHECE FRAUDE NA PRIVATIZAÇÃO DA COMPANHIA VALE DO RIO DOCE

Se você tivesse um cacho de bananas que valesse R$9,00, você o colocaria à venda por R$0,30? Óbvio que não. Mas foi isso que o governo federal fez na venda de 41% das ações da Companhia Vale do Rio Doce para investidores do setor privado, em 1997. Eles pagaram R$3,3 bilhões por uma empresa que vale perto de R$100 bilhões. Dez anos depois que ações populares foram abertas para questionar o processo, a privatização da maior exportadora e produtora de ferro do mundo pode ser revertida.

Em 16 de dezembro do ano passado, a juíza Selene Maria de Almeida, do Tribunal Regional Federal (TRF) de Brasília, anulou a decisão judicial anterior e reabriu o caso, possibilitando a revisão do processo. “A verdade histórica é que as privatizações ocorreram, em regra, a preços baixos e os compradores foram financiados com dinheiro público”, afirma Selene. Sua posição foi referendada pelos juízes Vallisney de Souza Oliveira e Marcelo Albernaz, que compõem com ela a 5ª turma do TRF.

Entre os réus estão a União, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Eles são acusados de subvalorizar a companhia na época de sua venda. Segundo as denúncias, em maio de 1995 a Vale informou à Securities and Exchange Comission, entidade que fiscaliza o mercado acionário dos Estados Unidos, que suas reversas de minério de ferro em Minas Gerais eram de 7.918 bilhões de toneladas. No edital de privatização, apenas dois anos depois, a companhia disse ter somente 1,4 bilhão de toneladas. O mesmo ocorre com as minas de ferro no Pará, que em 1995 somavam 4,97 bilhões de toneladas e foram apresentadas no edital como sendo apenas 1,8 bilhão de toneladas.

Outro ponto polêmico é o envolvimento da corretora Merrill Lynch, contratada para avaliar o patrimônio da empresa e calcular o preço de venda. Acusada de repassar informações estratégicas aos compradores meses antes do leilão, ela também participou indiretamente da concorrência por meio do grupo Anglo American. De acordo com o TRF, isso comprometeu a imparcialidade da venda.

A mesma Merrill Lynch, na privatização da Yacimientos Petrolíferos Fiscales (YPF) da Argentina, reduziu as reservas declaradas de petróleo de 2,2 bilhões de barris para 1,7 bilhão.

Nova perícia

Depois da venda da Vale, muitas ações populares foram abertas para questionar o processo. Reunidas em Belém do Pará, local onde a empresa está situada, as ações foram julgadas por Francisco de Assis Castro Júnior em 2002. “O juiz extinguiu todas as ações sem apreciação do mérito. Sem olhar para tudo aquilo que nós tínhamos dito e alegado. Disse que o fato já estava consumado e que agora analisar todos aqueles argumentos poderiam significar um prejuízo à nação”, afirma a deputada federal doutora Clair da Flora Martins (PT/PR).

O Ministério Público entrou com um recurso junto ao TRF de Brasília, que foi julgado no ano passado. A sentença determinou a realização de uma perícia para reavaliar a venda da Vale. No próximo passo do processo, as ações voltam para o Pará e serão novamente julgadas. Novas provas poderão ser apresentadas e os réus terão que se defender.

Para dar visibilidade à decisão judicial, será criada na Câmara dos Deputados a Frente Parlamentar em Defesa do Patrimônio Público. A primeira ação é mobilizar a sociedade para discutir a privatização da Vale. “Já temos comitês populares em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Pará, Espírito Santo, Minas Gerais e Mato Grosso”, relata a deputada, uma das articuladoras da frente.

“Precisamos construir um processo de compreensão em cima da anulação da venda da Vale, conhecer os marcos gerais dessas ideias a partir do que se tem, que é uma ação judicial, e compreendê-la dentro de um aspecto mais geral, que é o tema da soberania nacional”, acredita Charles Trocate, integrante da direção nacional do MST. Ele participa do Comitê Popular do Pará, região que tem forte presença da Vale.

Entre os marcos da privatização, que serão estudados e debatidos nos próximos meses nos comitês, está o Plano Nacional de Desestatização, de julho de 1995. A venda do patrimônio da Vale fez parte de uma estratégia econômica para diminuir o déficit público e ampliar o investimento em saúde, educação e outras áreas sociais. Cerca de 70% do patrimônio estatal foi comercializado por R$60 milhões, segundo o governo. “Vendendo a Vale, nosso povo vai ser mais feliz, vai haver mais comida no prato do trabalhador”, disse o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em 1996. A dívida interna, entretanto, não diminuiu: entre 1995 e 2002 ela cresceu de R$108 bilhões para R$654 bilhões.

Na época, a União declarou que a companhia não custava um centavo ao Tesouro Nacional, mas também não rendia nada. “A empresa é medíocre no contexto internacional. É uma péssima aplicação financeira. Sua privatização é um teste de firmeza e determinação do governo na modernização do Estado”, afirmou o deputado Roberto Campos (PPB/SP) em 1997. No entanto, segundo os dados do processo, o governo investiu R$2,71 bilhões durante toda a história da Vale e retirou R$3,8 bilhões, o que comprova o lucro.

“O governo que concordou com essa iniciativa não tinha compromisso com os interesses nacionais”, diz a deputada doutora Clair.

Poder de Estado

A Vale se tornou uma poderosa força privada. Hoje ela é a companhia que mais contribui para o superávit da balança comercial brasileira, com 54 empresas próprias nas áreas de indústria, transporte e agricultura.

“Aqui na região de Eldorado dos Carajás (PA), a Vale sequestra todo mundo: governos municipais e governo estadual. Como o seu Produto Interno Bruto é quatro vezes o PIB do estado Pará, ela se tornou o estado econômico que colonizou o estado da política. Tudo está em função de seus interesses”, coloca Charles Trocate.

Trocate vivência diariamente as atividades da empresa no Pará e a acusa de gerar bolsões de pobreza, causados pelo desemprego em massa, desrespeitar o meio ambiente e expulsar sem-terra e indígenas de suas áreas originais.

“Antes da privatização, a Vale já construía suas contradições. Nós temos clareza de que a luta agora é muito mais ampla. Nesse processo de reestatização, vamos tentar deixar mais claro quais são as mudanças que a empresa precisa fazer para ter uma convivência mais sadia com a sociedade na região”, diz Trocate. De acordo com um levantamento do Instituto Ipsos Public Affairs, realizado em junho de 2006, a perspectiva é boa: mais de 60% dos brasileiros defendem a nacionalização dos recursos naturais e 74% querem o controle das multinacionais.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a gestalt pelo seu post:
Hubble (10-07-2013), John Wesley (11-07-2013)
Compre Linhaça Dourada Orgânica pelo Menor Preço na Tudo Saudável!
10-07-2013, 03:50 PM
Resposta: #8
Empresa que recebeu 2,5 milhões de Marcos Valério contratou filho de Joaquim Barbosa
Sim, e quando é que vamos saber mais detalhes sobre esse inquérito que envolvia a empresa Tom Brasil, onde o filho de Joaquim Barbosa trabalhava?

Quando é que a grande imprensa vai tocar no assunto?
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
11-07-2013, 12:59 PM
Resposta: #9
TUCANOS NÃO TÊM CANDIDATO. É O LUCIANO HUCK
Vou postar um comentário que uma amiga aqui de Caxias do Sul ouviu, num restaurante lá em São Paulo. Ela é muito alta e bonita, e chamaram ela pra ser modelo, mas tudo o que ela conseguia arrumar era serviço de recepcionista, do tipo ficar com as mãos para trás e sorrir muito para todas as pessoas que entravam nas festas. Ela me disse que uma vez tinha uma mesa cheia de políticos bem próxima da porta que ela tinha que ficar de pé e um deles disse que nem deviam ligar se ela estava escutando, que ela não devia entender nada de política. Aí, por causa disso, ela ficou com raiva e começou a prestar atenção neles e no que eles diziam. Ela então disse que teve um lá que bateu a mão nas costas do outro e disse que o candidato secreto do José Serra para Presidente era o Luciano Huck, e que eles iam fazer de conta que era o Aécio Neves, pra testar se tinha popularidade pra arranjar os votos para os Tucanos.

Eu quando ouvi isso achei que era piada, ou conversa de quem já tomou muito uísque, mas lendo as coisas aqui comecei a achar que não. Ai fui perguntar por gestalt e ele me mandou pesquisar na internet. Eu achei isso, e fiquei pensando se aquele montão de gente que assiste aquele caldeirão de besteiras do Luciano Huck não podia mesmo acabar votando nele. O que vocês acham?

E quando li isso fiquei curiosa pra saber quem era essa Bláblárina. Então coloquei aqui as duas reportagens.


TUCANOS NÃO TÊM CANDIDATO.
É O LUCIANO HUCK


O mesmo banco que financiou a festa da Bláblárina
[Imagem: ChargeBessinha_TucanoNervosoSim.jpg]

Saiu no Estadão, na pág. A6, frase definitiva do presidente do PSDB, Sergio Guerra, aquele Gigante do Orçamento:

“O candidato (do PSDB) tem que representar todos, deve ter vontade de disputar e passar por um processo de prévia.”

[Imagem: charge-bessinha_rede-sustentavel.jpg]


O Conversa Afiada reproduz artigo de Mauro Santayana do JB online:


OS LIMITES DA PÁTRIA



por Mauro Santayana

É difícil saber se a Sra. Marina Silva é uma pessoa ingênua e de boas intenções, ou se optou, conscientemente, por defender os interesses das grandes potências que, sob o comando de Washington, exercem o solerte condomínio econômico do mundo e pretendem o absoluto império político. Há uma terceira hipótese que, com delicadeza, devemos descartar: desmesurada ambição de poder, sem as condições concretas para obtê-lo e exercê-lo.

Os admiradores lembram sempre sua origem modesta, o que não quer dizer tudo, mas não podem, com a mesma convicção, dizer que ela tenha mantido, ao longo da carreira, o que os marxistas chamam “consciência de classe”. Suas alianças são estranhas a esse sentimento. Ela se tornou uma figura homenageada pelos grandes do mundo, mas, sobretudo, do eixo Washington-Londres. Se ela mantivesse a consciência de classe, desconfiaria desses mimos. Para dizer a verdade, nem mesmo seria necessária a consciência de classe: bastaria a consciência de pátria.

A Sra. Silva, como alguns outros brasileiros que se pretendem na esquerda, é uma internacionalista. O meio ambiente, que querem preservar tais verdes e assimilados, não é o do Brasil para os brasileiros, mas é o do Brasil para o mundo. Quando a Família Real Inglesa e os círculos oficiais e financeiros norte-americanos cercam a menina pobre dos seringais de homenagens, usam de uma astúcia velha dos colonialistas, e fazem lembrar os franceses na aliança com a Confederação dos Tamoios, e os holandeses em suas relações com Calabar.

Os tempos mudam, os interesses de conquista e domínio permanecem, com sua própria dinâmica e solércia. Os limites intransponíveis da razão política são os da pátria. Todos os devaneios são admissíveis, menos os que comprometam a soberania nacional. Não são apenas os estrangeiros que adoçam os sonhos da defensora da natureza. São também brasileiros ricos e conservadores que, é claro, procuram dividir a cidadania, para que fiéis servidores políticos mantenham sua posição no Parlamento e nos outros poderes. Há informações de que grande acionista de banco poderoso se encarregou das despesas do espetáculo de lançamento do partido de dona Marina, que não quer ser chamado de partido. E não se esqueça de que quem sempre a financiou é um industrial enriquecido com a biodiversidade amazônica.

Não há coincidências em política. Os mentores da Sra. Silva querem que seu movimento, como ela anunciou, não seja de direita, nem de esquerda, e muito menos de centro – que é o equilíbrio pragmático entre as duas pontas do espectro. É interessante a ilogicidade da proposta. Como é possível dissociar a ideologia da política e, ainda mais, a ideologia do viver cotidiano? Esquerda e Direita existem na vida dos homens desde as primeiras tribos nômades, e são facilmente identificáveis na postura solidária de alguns e no egoísmo de outros. Sempre que pensamos em igualdade, somos, menos ou mais, de esquerda; sempre que pensamos na superioridade, de qualquer natureza, de uns sobre os outros, estamos na direita. Mais ainda: idéia é a imagem que construímos previamente na consciência, seja a de um objeto, seja a de uma conduta social e política.

Não é possível viver sem um lado. A doutrina da mal chamada Rede (apropriação apressada e ingênua do mundo da internet, que é um meio neutro) oferece essa aporia: é um partido sem partido, uma realidade sem geometria, uma idéia sem idéia.

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/...iano-huck/
http://www.conversaafiada.com.br/politic...da-patria/
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a mirtesavelaneda pelo seu post:
Cruzado (12-07-2013)
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Farrra de diárias em 2014 soma R$ 619 MILHÕES GU4RD1ÃO 1 557 04-11-2014 05:45 PM
Última Resposta: spyroots
  O verdadeiro motivo da saída de Joaquim Barbosa yoda 30 6,686 31-08-2014 04:30 PM
Última Resposta: Tuareg
  Empresa denunciada por cartel no Metrô/SP financia Israel Firenze 0 581 26-08-2014 09:29 AM
Última Resposta: Firenze
  Carro oficial, festa e R$ 200 milhões: a Copa do chefe da máfia do ingresso luchmalaq 11 1,933 10-07-2014 11:59 PM
Última Resposta: karashy
Bug Pelé fatura R$ 58 milhões com Copa em contratos de publicidade mirtesavelaneda 13 7,874 09-07-2014 12:01 AM
Última Resposta: WithoutDoctrine

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 73 usuários online.
» 1 Membros | 72 Visitantes
pietro moraes guilherme

Estatísticas do Fórum
» Membros: 14,850
» Último Membro: Anna Paula
» Tópicos do Fórum: 19,379
» Respostas do Fórum: 185,865

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Início de cenário catastrófico marcado para o ano 2016
Última Resposta Por: Chang Sung
Hoje 03:10 AM
» Respostas: 39
» Visualizações: 4511
Fósseis de transição corroborando com a teoria evolutiva
Última Resposta Por: naste.de.lumina
Hoje 02:02 AM
» Respostas: 12
» Visualizações: 1383
Pedofilia: a próxima revolução dos "direitos sexuais"?
Última Resposta Por: Jaspion
Hoje 12:41 AM
» Respostas: 47
» Visualizações: 7350
A Disfunção Após a Morte
Última Resposta Por: Technologic Monk
Hoje 12:32 AM
» Respostas: 12
» Visualizações: 2024
Bancada da Bala pode revogar Estatuto do Desarmamento
Última Resposta Por: jonas car
Hoje 12:09 AM
» Respostas: 23
» Visualizações: 2235
Jordan Maxwell: A Tomada de Poder no Planeta Terra
Última Resposta Por: Padawan
Ontem 09:45 PM
» Respostas: 13
» Visualizações: 2170
A essência do comunismo é o controle da população
Última Resposta Por: luchmalaq
Ontem 08:30 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 176
Quem salvará a economia ucraniana?
Última Resposta Por: Henriquepp30
Ontem 08:23 PM
» Respostas: 24
» Visualizações: 3008
França adotando a política do morde e depois assopra com a Rússia
Última Resposta Por: Henriquepp30
Ontem 08:15 PM
» Respostas: 15
» Visualizações: 1681
Avião da Malásia é abatido por míssil no espaço aéreo da Ucrânia; 298 mortos
Última Resposta Por: Henriquepp30
Ontem 08:05 PM
» Respostas: 153
» Visualizações: 28416
Em 10 anos da guerra no Afeganistão, morte de Bin Laden não ameniza peso do conflito
Última Resposta Por: Henriquepp30
Ontem 07:48 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 1414
OTAN v. Rússia: Xadrez Europeu
Última Resposta Por: Henriquepp30
Ontem 07:18 PM
» Respostas: 67
» Visualizações: 8816
Horta domestica
Última Resposta Por: canismajoris9
Ontem 05:41 PM
» Respostas: 11
» Visualizações: 3403
Nibiru, Elenin, - Transformações da Terra - o que ninguém te conta
Última Resposta Por: karashy
Ontem 05:36 PM
» Respostas: 608
» Visualizações: 267943
Biodigestor: Construção e Desenho
Última Resposta Por: canismajoris9
Ontem 05:25 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 1799
Ameaça ISIS ao seu Tio criador
Última Resposta Por: AlexSleipnir
Ontem 05:19 PM
» Respostas: 23
» Visualizações: 3292
Começaram a rastrear os desafetos
Última Resposta Por: Aragorn
Ontem 03:35 PM
» Respostas: 9
» Visualizações: 1818
[HOAX] Presidente Dilma aprova CHIP para 2015
Última Resposta Por: Dorkf
Ontem 02:17 PM
» Respostas: 15
» Visualizações: 4557
10 países que podem entrar em conflito nos próximos 2 anos
Última Resposta Por: LucianoR
Ontem 02:05 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 1846
Sobre aquele tal programa que filtraria discursos de ódio na internet brasileira
Última Resposta Por: VentoCalmo
Ontem 01:57 PM
» Respostas: 10
» Visualizações: 1627
Illuminati: Suas Origens, Seus Métodos e Sua Influência Sobre os Eventos Mundiais
Última Resposta Por: djaga
Ontem 11:45 AM
» Respostas: 30
» Visualizações: 21007
Petição criada no site da Casa Branca pede um golpe de estado no Brasil
Última Resposta Por: AlexSleipnir
Ontem 10:04 AM
» Respostas: 33
» Visualizações: 6549
Laniakea: O Supercluster em que vivemos
Última Resposta Por: naste.de.lumina
Ontem 12:28 AM
» Respostas: 7
» Visualizações: 1180
Proposta revoga uso obrigatório de flúor na água tratada
Última Resposta Por: VentoCalmo
Ontem 12:12 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 790
É Oficial: EUA é o maior Estado terrorista do mundo e se orgulha disso
Última Resposta Por: naste.de.lumina
26-11-2014 10:39 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 963
Brasil e Alemanha vão pressionar ONU a adotar resolução por privacidade na Internet
Última Resposta Por: Henriquepp30
26-11-2014 08:28 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 1081
Suspeita de Ebola interdita UPA em Cascavel PR
Última Resposta Por: Henriquepp30
26-11-2014 08:07 PM
» Respostas: 31
» Visualizações: 6286
URGENTE: Obama está prestes a decretar LEI MARCIAL em Ferguson
Última Resposta Por: Henriquepp30
26-11-2014 07:46 PM
» Respostas: 38
» Visualizações: 5486
Interessante: Profecias diversas de 2014 em diante...
Última Resposta Por: AlexSleipnir
26-11-2014 03:30 PM
» Respostas: 30
» Visualizações: 25086
O melhor equipamento
Última Resposta Por: raphaelcozzi
26-11-2014 01:36 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 1114

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial