Óleo de Coco Extra Virgem pelo menor preço é na Tudo Saudável


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 1 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Esquerdopatas, petralhas e bolsominions: como não inviabilizar um debate
15-08-2018, 10:57 PM
Resposta: #1
Esquerdopatas, petralhas e bolsominions: como não inviabilizar um debate
[Imagem: canibalismo2.jpg]

19 DE NOVEMBRO DE 2017 POR AUGUSTO MAURER

Sempre que me deparo com expressões como “esquerdopata” ou “petralha” tenho imediatamente a vontade de me retirar do embate (pois este tipo de confronto não é digno do nome debate), deixando o(s) interlocutor(es) falando sozinho(s). Não preciso explicar outra vez por que considero ataques ad hominem – ou, como também são conhecidos, falácias de envenenamento do poço – um dos recursos mais mais pobres, rasantes, a serem utilizados numa contenda verbal, e por isto mesmo só empregado pelos piores argumentadores.

Não que este tipo de desqualificação sumária do(s) adversário(s) seja um expediente de uso exclusivo dos que se situam no campo ideológico da direita, como os exemplos por mim inicialmente citados podem dar a entender. A expressão “bolsominion”, porquanto divertida, talvez pela alusão aos simpáticos vilõezinhos à procura de um líder, é tão repulsiva quanto aquela que dá nome a este post. O recurso a umas ou outras mina, pelo escárnio que encerram, qualquer possibilidade de êxito num debate político – que é, a saber, a conversão à própria causa, pelo esclarecimento, de alguém anteriormente situado num campo adversário.

Devo confessar que eu mesmo já me vali, em mais de uma ocasião, movido pelo calor da discussão e seduzido por seu potencial cômico, de termos plenissignificantes como “bolsominion” – fato pelo qual me arrependo enormemente e doravante me policio para não repetir.

* * *

Numa primeira análise, todos estes neologismos amplamente usados em pseudo campanhas políticas na internet visam a desqualificação prévia de adversários antes mesmo que seus argumentos sejam levados em consideração. É o que define a falácia do envenenamento do poço. Digo pseudo campanhas por que, sempre nestes casos, um lado trola o outro, sem sequer confrontar as bases de cada ideologia em questão – tudo se reduzindo, ao fim e ao cabo, a uma extravasão de ódio ao diferente. Em sua especificidade, tais termos assumem, no entanto, nuances bem distintas, as quais devemos examinar.

É difícil estabelecer a etimologia exata de uma expressão que viralizou como “esquerdopata”. Se o termo se originou num contexto raso, podemos inferir que denota um psicopata ou sociopata de esquerda. Numa versão repaginada, digamos, do clássico comunista comedor de criancinhas. Alegações recentes de apologia à pedofilia em exposições artísticas corroboram esta hipótese. Outra, mais insidiosa, sugere que o termo qualifique a priori o pensamento de esquerda como uma patologia, i.e., uma doença a ser combatida e/ou curada. Particularmente, acho a segunda hipótese muito pior do que a primeira, já que desmentir a alegação de que todo esquerdista é um assassino em potencial é muito mais fácil do que demonstrar que ele não é portador de nenhuma doença infecto-contagiosa, disseminada através de suas palavras, e que deve ser, portanto, evitado.

Já o termo “petralha” é mais francamente jocoso, por tentar mascarar o fato de existirem ladrões e oportunistas em qualquer partido político com a associação gratuita e leviana de que todo petista é ladrão. “Bolsominion” vai mais ou menos nessa mesma linha, identificando simpatizantes de Bolsonaro com um bando de malvadinhos acéfalos.

Inventariadas estas reduções pejorativas, temos que, enquanto a direita tenta desqualificar a esquerda mais com imputações de desvios de caráter, esta rebate com alegações de que militantes de direita não passam de inocentes úteis, desprovidos de inteligência e pobres de espírito. Se considerássemos apenas estes qualificativos, todo o conflito entre esquerda e direita não passaria, então, de uma disputa entre burros e malvados.

Com acusações assim de um lado e de outro, que variam do escárnio ao ódio, não é difícil entender por que o debate sobre o progresso da nação parece não evoluir nas redes sociais, mesmo quando nos dispomos a incluir entre nossos “amigos”, em prol do rompimento das bolhas discursivas, representantes fervorosos de ideais que abominamos.

* * *

Jamais me esquecerei de um amigo dizendo, ao contemplar a passagem de um ônibus repleto de jovens ruidosos gritando bobagens pelas janelas, que “o ser humano em grupo é sempre mais idiota”. Isto já faz muitos anos. Mas lembrei ao pensar em por que nos regozijamos em trolar, por meio de memes ou tiradas engraçadinhas, adversários ideológicos no conforto da bolha dos que simpatizam com nossas ideias e atitudes.

Até que, hoje, em meio a uma daquelas longas discussões que não quis causar, depois de acusações de toda sorte e ácidas ironias, me assustei quando um dos contendores proferiu, ao se despedir, algo como “esperem para ver o que pensa o Brasil em 2018”.

Senti um calafrio. Pois, por mais que eu acredite estar do lado da razão e da justiça, tenho medo do próximo resultado das urnas. Principalmente por que, enquanto a esquerda se esfacela em busca de uma liderança que melhor a represente (qualquer escolar percebe isto), a direita tem se revelado enormemente pragmática e, o que é muito mais grave, proselitista.

Então, simplesmente não acho seguro ficar sentado sobre minhas convicções, à espera de que, no próximo pleito, a maioria ouça a voz da razão e varra de uma vez por todas os males que afligem a nação, hoje melhor traduzidos no programa da direita – do qual não tratarei aqui por fugir demasiado ao foco deste texto.

Outrossim, conclamo os que me acompanharam até aqui nesta linha de raciocínio a, ao invés de, nas próximas oportunidades em que se virem diante de adversários políticos, odiarem os mesmos ou deles escarnecerem – argumentarem, isto sim, de modo a convertê-los, ainda que parcialmente, a posições mais razoáveis e socialmente justas. Não deve ser tão difícil, dada a fragilidade intelectual da agenda da direita. Despersonalizem a discussão, os incentivando a, em vez de dar tanta atenção a palavras de quem identificam como adversários (às quais, automaticamente, pensarão em refutar), procurar se informar em fontes independentes (devidamente curadas, já que ninguém é bobo). Pois que prazer intelectual maior há do que o de seduzir, pela qualidade dos argumentos, um adversário ?

Anotem aí. A revolução não vai se dar pelar armas, muito menos pelo bate-boca pré-eleitoral. Quando vier (espero que já em 2018), será, antes de tudo, uma revolução cognitiva.

FONTE: http://impromptu.sul21.com.br/2017/11/esquerdopata/
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 5 usuários diz(em) obrigado a Bruna T pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (22-08-2018), Doc S (16-08-2018), Neo1 (19-08-2018), Salsichinha (16-08-2018), tarcardoso (16-08-2018)
Shoyu e Missô Orgânicos Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
16-08-2018, 09:00 AM
Resposta: #2
RE: Esquerdopatas, petralhas e bolsominions: como não inviabilizar um debate
Excelente ponto para reflexão.

Impressionante como a estereotipação furta o argumento do debate e causa como uma bola de neve irracionalidade para todos os lados.

Gostaria apenas de ressaltar que essa fase é muito parecida dos períodos pré-guerras mundiais.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a tarcardoso pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (22-08-2018), Doc S (16-08-2018), NoNOM (16-08-2018), Salsichinha (11-09-2018)
16-08-2018, 02:41 PM
Resposta: #3
RE: Esquerdopatas, petralhas e bolsominions: como não inviabilizar um debate
(16-08-2018 09:00 AM)tarcardoso Escreveu:  Excelente ponto para reflexão.

Impressionante como a estereotipação furta o argumento do debate e causa como uma bola de neve irracionalidade para todos os lados.

Gostaria apenas de ressaltar que essa fase é muito parecida dos períodos pré-guerras mundiais.

Venho dizendo isso há pelo menos 2 anos, o aumento do "patriotismo" e também a idolatria por líderes politicos que parecem um messias, faz lembrar o período de 1935 a 1939.
Fim nós sabemos bem, uma matança generalizada..
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a NoNOM pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (22-08-2018), Doc S (16-08-2018), tarcardoso (16-08-2018)
16-08-2018, 02:50 PM
Resposta: #4
RE: Esquerdopatas, petralhas e bolsominions: como não inviabilizar um debate
(16-08-2018 02:41 PM)NoNOM Escreveu:  ...
Venho dizendo isso há pelo menos 2 anos, o aumento do "patriotismo" e também a idolatria por líderes politicos que parecem um messias, faz lembrar o período de 1935 a 1939.
Fim nós sabemos bem, uma matança generalizada..

Sim, concordo plenamente.

O povo brasileiro é muito messiânico, foi assim com Antonio Conselheiro, Tiradentes, agora com o Lula e o Bolsonaro.

A historia se repete como farsa. O plano para queimar os recursos e dar um sobre-fôlego, ou um sopro infinito para esse sistema doentio já esta muito bem traçado.

Temos que conseguir discutir sem as paixões que cegam a razão.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a tarcardoso pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (22-08-2018), Doc S (16-08-2018)
Compre o Melhor do Mel e Derivados na Tudo Saudável
16-08-2018, 03:12 PM
Resposta: #5
Thumbs Down RE: Esquerdopatas, petralhas e bolsominions: como não inviabilizar um debate
É horrível isso que está acontecendo. Mas também tem um lado positivo. Smile

Muitos querem falar sobre política. Falar? Ditar regras! Gosto de ouvir pessoas inteligentes dando opiniões bem fundamentadas, de preferência com aquele tom de voz e aquela postura de um homem estudioso e sereno que domina a linguagem e sabe resolver um problema ou trazer novas luzes àquela questão.

Alguns apelidinhos ("bolsominion", "cancervador", "petralha", "mortadela", "liberalóide", "anarco-bobo") até tolero. Tolero até xingamentos e palavrões. O que NÃO tolero é a falta de argumentação, é a pura ofensa, é o "bate-e-corre".

Agora mesmo, acabo de ouvir de um locutor de rádio (ao vivo) que o Bolsonaro é de extrema-direita, logo em seguida ele abre o Wikipédia (após uma pergunta de um ouvinte sobre partidos políticos - este era o assunto) e lê, na página do PSC (Partido Social Cristão), "Espectro político: EXTREMA-direita" ao invés de "Espectro político: centro-direita", que é o que realmente aparece na página. A parte mais engraçada foi quando ele leu uma mensagem de um ouvinte (como de costume): "O único partido decente [ou com novas propostas - não me recordo exatamente] é o NOVO [Partido Novo] e o meu candidato é...[?]" E daí o locutor mudou de assunto sem antes terminar de ler a mensagem, como se lhe custasse muito citar o nome de João Amoedo. Não tenho nada contra àqueles que odeiam o Bolsonaro ou amam o Lula (e vice-versa), mas que as críticas e elogios venham (pelo menos às vezes) com alguma justificação razoável, para ajudar pessoas como eu que estão mais perdidas.

Estava pensando ONTEM, depois de muitas desilusões com os debates de Facebook, YouTube e da vida real, o melhor a se fazer seria se afastar dessas discussões para PRIMEIRO entender a situação sob o ponto de vista de quem está de FORA (da direita e da esquerda, ou quantos mais lados existam), assim como igualmente se refugiaria o ingênuo (com algum instinto de sobrevivência) caso se visse em um campo de batalha cercado por dois exércitos enfurecidos prontos para uma guerra iminente. Antes de defender a direita ou a esquerda, ou atacar um dos dois lados, é preciso entendê-los bem, e isso não me parece possível assistindo vídeos youtubísticos nem seguindo páginas ("lacradoras" ou "mitantes") do Facebook. Só é possível através de muita leitura, reflexão (escrita) e experiência de vida. Até por isso vim para este fórum (este é meu primeiro post), tive a impressão de que aqui há muitas pessoas (não sei se é maioria) que estão mais empenhadas em entender o que está acontecendo e menos em levantar bandeiras políticas. Esse é o lado bom: da confusão surge a vontade de conhecer.

Alguém mais está com o saco cheio desses debates pão-com-ovo entre direita e esquerda? Huh
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Discípulo dos Grandes Mestres pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (22-08-2018), Neo1 (19-08-2018), tarcardoso (17-08-2018)
16-08-2018, 05:10 PM
Resposta: #6
RE: Esquerdopatas, petralhas e bolsominions: como não inviabilizar um debate
(16-08-2018 02:50 PM)tarcardoso Escreveu:  
(16-08-2018 02:41 PM)NoNOM Escreveu:  ...
Venho dizendo isso há pelo menos 2 anos, o aumento do "patriotismo" e também a idolatria por líderes politicos que parecem um messias, faz lembrar o período de 1935 a 1939.
Fim nós sabemos bem, uma matança generalizada..

Sim, concordo plenamente.

O povo brasileiro é muito messiânico, foi assim com Antonio Conselheiro, Tiradentes, agora com o Lula e o Bolsonaro.

A historia se repete como farsa. O plano para queimar os recursos e dar um sobre-fôlego, ou um sopro infinito para esse sistema doentio já esta muito bem traçado.

Temos que conseguir discutir sem as paixões que cegam a razão.
Mostrou tudo,o sistema está doentio, estão injetando o resto de recursos que ainda existem pra tentar salvar o sistema, que se retro alimenta e aumenta ainda mais a sua doença com dinheiro, é como se tentasse apaga fogo jogando gasolina, uma hora a gasolina (dinheiro) vai acabar, e aí eu quero ver.
Vai ser um Deus nos acuda, da noite pro dia o dinheiro nao vai valer mais nada, como na alemanha pós primeira guerra, as pessoas levavam um carrinho de mão cheio de maços de franco alemão para comprar um pãozinho frances.
Vai ser nesse nivel, mas não apenas no brasil, mas a nível global, e aí o povo vai acordar e ver que nenhum homem tem poder para resolver as mazelas dos povos no mundo todo, aí será a hora da Grande Intervenção. Quem viver verá!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a NoNOM pelo seu post:
ASAFernandes (17-08-2018), DeOlhOnafigueira (22-08-2018), Minerim (17-08-2018), tarcardoso (17-08-2018)
17-08-2018, 09:36 AM (Resposta editada pela última vez em: 17-08-2018 09:39 AM por tarcardoso.)
Resposta: #7
RE: Esquerdopatas, petralhas e bolsominions: como não inviabilizar um debate
(16-08-2018 03:12 PM)Discípulo dos Grandes Mestres Escreveu:  É horrível isso que está acontecendo. Mas também tem um lado positivo. Smile

Muitos querem falar sobre política. Falar? Ditar regras! Gosto de ouvir pessoas inteligentes dando opiniões bem fundamentadas, de preferência com aquele tom de voz e aquela postura de um homem estudioso e sereno que domina a linguagem e sabe resolver um problema ou trazer novas luzes àquela questão.

Alguns apelidinhos ("bolsominion", "cancervador", "petralha", "mortadela", "liberalóide", "anarco-bobo") até tolero. Tolero até xingamentos e palavrões. O que NÃO tolero é a falta de argumentação, é a pura ofensa, é o "bate-e-corre".

Seja bem vindo aos estudos, debates e compartilhamento dos assuntos anti-NOM.

Aqui reflete o que ocorre "la fora", porem com uma boa ação dos moderadores que tenta corrigir os extremos quando a discussão caminha para ofensas.

Aqui nossa visão é mais ampla onde somos julgados como conspiracionistas pois temos que caminhar na linha tênue que separa o como o mundo é regido da completa fantasia.

Citar:Alguém mais está com o saco cheio desses debates pão-com-ovo entre direita e esquerda? Huh

Sim, totalmente.

Como bem criticou Marx Weber: o mundo é regido por especialistas sem espírito ( aquele que conhece tudo do seu pequeno mundo de atividade e nada do grande mundo que norteia sua vida) e do sensualista sem coração (aquele que vive em busca do prazer fácil, raso, sem compromisso). Esses somos nos que como especialistas agimos como se conhecêssemos de tudo, e as únicas coisas que buscamos são prazeres rápidos. Talvez como forma de justificar nossa vida medíocre.

[Imagem: max_weber_especialistas_sem_espirito_sen...d33lrd.jpg]


Seja bem vindo aos estudos da nova ordem mundial. E nos ajude a sair desse debate monocromático.

Abraço.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a tarcardoso pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (22-08-2018), Minerim (17-08-2018)
O Melhor em Suplementos Esportivos Você encontra na Tudo Saudável
17-08-2018, 05:51 PM (Resposta editada pela última vez em: 07-09-2018 02:37 PM por ASAFernandes.)
Resposta: #8
RE: Esquerdopatas, petralhas e bolsominions: como não inviabilizar um debate
.....
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a ASAFernandes pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (22-08-2018)
19-08-2018, 01:09 PM
Resposta: #9
RE: Esquerdopatas, petralhas e bolsominions: como não inviabilizar um debate
Até parece que estamos a votar ou em Hitler (Bolsonaro) ou Stalin (os marxistas e sociais democratas, exceto Daciolo). Só espero que aquele Daciolo seja uma exceção a isso, e me parece ser. Pena que ele não seja tão popular. Pra mim ele é o que mais nos representa aqui, pelas denúncias que ele fez em seus vídeos e agora nos debates e entrevistas.

Só acho estranho ele falar em nome de Jesus e citar trechos bíblicos e dizer que não prega religião... Confused
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
20-08-2018, 10:02 AM (Resposta editada pela última vez em: 20-08-2018 10:26 AM por Marcelo Almeida.)
Resposta: #10
RE: Esquerdopatas, petralhas e bolsominions: como não inviabilizar um debate
(15-08-2018 10:57 PM)Bruna T Escreveu:  
[Imagem: canibalismo2.jpg]

19 DE NOVEMBRO DE 2017 POR AUGUSTO MAURER

Sempre que me deparo com expressões como “esquerdopata” ou “petralha” tenho imediatamente a vontade de me retirar do embate (pois este tipo de confronto não é digno do nome debate), deixando o(s) interlocutor(es) falando sozinho(s). Não preciso explicar outra vez por que considero ataques ad hominem – ou, como também são conhecidos, falácias de envenenamento do poço – um dos recursos mais mais pobres, rasantes, a serem utilizados numa contenda verbal, e por isto mesmo só empregado pelos piores argumentadores.

Não que este tipo de desqualificação sumária do(s) adversário(s) seja um expediente de uso exclusivo dos que se situam no campo ideológico da direita, como os exemplos por mim inicialmente citados podem dar a entender. A expressão “bolsominion”, porquanto divertida, talvez pela alusão aos simpáticos vilõezinhos à procura de um líder, é tão repulsiva quanto aquela que dá nome a este post. O recurso a umas ou outras mina, pelo escárnio que encerram, qualquer possibilidade de êxito num debate político – que é, a saber, a conversão à própria causa, pelo esclarecimento, de alguém anteriormente situado num campo adversário.

Devo confessar que eu mesmo já me vali, em mais de uma ocasião, movido pelo calor da discussão e seduzido por seu potencial cômico, de termos plenissignificantes como “bolsominion” – fato pelo qual me arrependo enormemente e doravante me policio para não repetir.

* * *

Numa primeira análise, todos estes neologismos amplamente usados em pseudo campanhas políticas na internet visam a desqualificação prévia de adversários antes mesmo que seus argumentos sejam levados em consideração. É o que define a falácia do envenenamento do poço. Digo pseudo campanhas por que, sempre nestes casos, um lado trola o outro, sem sequer confrontar as bases de cada ideologia em questão – tudo se reduzindo, ao fim e ao cabo, a uma extravasão de ódio ao diferente. Em sua especificidade, tais termos assumem, no entanto, nuances bem distintas, as quais devemos examinar.

É difícil estabelecer a etimologia exata de uma expressão que viralizou como “esquerdopata”. Se o termo se originou num contexto raso, podemos inferir que denota um psicopata ou sociopata de esquerda. Numa versão repaginada, digamos, do clássico comunista comedor de criancinhas. Alegações recentes de apologia à pedofilia em exposições artísticas corroboram esta hipótese. Outra, mais insidiosa, sugere que o termo qualifique a priori o pensamento de esquerda como uma patologia, i.e., uma doença a ser combatida e/ou curada. Particularmente, acho a segunda hipótese muito pior do que a primeira, já que desmentir a alegação de que todo esquerdista é um assassino em potencial é muito mais fácil do que demonstrar que ele não é portador de nenhuma doença infecto-contagiosa, disseminada através de suas palavras, e que deve ser, portanto, evitado.

Já o termo “petralha” é mais francamente jocoso, por tentar mascarar o fato de existirem ladrões e oportunistas em qualquer partido político com a associação gratuita e leviana de que todo petista é ladrão. “Bolsominion” vai mais ou menos nessa mesma linha, identificando simpatizantes de Bolsonaro com um bando de malvadinhos acéfalos.

Inventariadas estas reduções pejorativas, temos que, enquanto a direita tenta desqualificar a esquerda mais com imputações de desvios de caráter, esta rebate com alegações de que militantes de direita não passam de inocentes úteis, desprovidos de inteligência e pobres de espírito. Se considerássemos apenas estes qualificativos, todo o conflito entre esquerda e direita não passaria, então, de uma disputa entre burros e malvados.

Com acusações assim de um lado e de outro, que variam do escárnio ao ódio, não é difícil entender por que o debate sobre o progresso da nação parece não evoluir nas redes sociais, mesmo quando nos dispomos a incluir entre nossos “amigos”, em prol do rompimento das bolhas discursivas, representantes fervorosos de ideais que abominamos.

* * *

Jamais me esquecerei de um amigo dizendo, ao contemplar a passagem de um ônibus repleto de jovens ruidosos gritando bobagens pelas janelas, que “o ser humano em grupo é sempre mais idiota”. Isto já faz muitos anos. Mas lembrei ao pensar em por que nos regozijamos em trolar, por meio de memes ou tiradas engraçadinhas, adversários ideológicos no conforto da bolha dos que simpatizam com nossas ideias e atitudes.

Até que, hoje, em meio a uma daquelas longas discussões que não quis causar, depois de acusações de toda sorte e ácidas ironias, me assustei quando um dos contendores proferiu, ao se despedir, algo como “esperem para ver o que pensa o Brasil em 2018”.

Senti um calafrio. Pois, por mais que eu acredite estar do lado da razão e da justiça, tenho medo do próximo resultado das urnas. Principalmente por que, enquanto a esquerda se esfacela em busca de uma liderança que melhor a represente (qualquer escolar percebe isto), a direita tem se revelado enormemente pragmática e, o que é muito mais grave, proselitista.

Então, simplesmente não acho seguro ficar sentado sobre minhas convicções, à espera de que, no próximo pleito, a maioria ouça a voz da razão e varra de uma vez por todas os males que afligem a nação, hoje melhor traduzidos no programa da direita – do qual não tratarei aqui por fugir demasiado ao foco deste texto.

Outrossim, conclamo os que me acompanharam até aqui nesta linha de raciocínio a, ao invés de, nas próximas oportunidades em que se virem diante de adversários políticos, odiarem os mesmos ou deles escarnecerem – argumentarem, isto sim, de modo a convertê-los, ainda que parcialmente, a posições mais razoáveis e socialmente justas. Não deve ser tão difícil, dada a fragilidade intelectual da agenda da direita. Despersonalizem a discussão, os incentivando a, em vez de dar tanta atenção a palavras de quem identificam como adversários (às quais, automaticamente, pensarão em refutar), procurar se informar em fontes independentes (devidamente curadas, já que ninguém é bobo). Pois que prazer intelectual maior há do que o de seduzir, pela qualidade dos argumentos, um adversário ?

Anotem aí. A revolução não vai se dar pelar armas, muito menos pelo bate-boca pré-eleitoral. Quando vier (espero que já em 2018), será, antes de tudo, uma revolução cognitiva.

FONTE: http://impromptu.sul21.com.br/2017/11/esquerdopata/

Não é com eufemismos e surfando a onda do "politicamente correto", ou assumindo uma posse de "centrão" que vamos contribuir com o debate.
Saber o que é ESQUERDOPATA é a condição "sine qua non" para avaliar o debate político de hoje em dia.
A posse de uns são somente a armadura exterior de proteção de um vazio intelectual interior, amparado em gurus igualmente inconsistentes.
O discurso do esquerdopata é um só: vitimismo e criticismo.
Esse ciclo vicioso só será quebrado com a verdade nua e crua, sem empolamentos discursivos ocos, que não levam a nada...

Os esquerdopatas começaram a ser denunciados agora no Brasil.
Eles trabalham para o estabelecimento de uma Nova Ordem Mundial e, ao que parece, querem infestar e dominar a narrativa até desse fórum...
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Marcelo Almeida pelo seu post:
Beobachter (21-08-2018), DeOlhOnafigueira (22-08-2018)
Produtos de Higiene naturais você encontra na Tudo Saudável
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Como a escravidão sobrevive na Alemanha Bruna T 3 298 30-08-2018 12:16 PM
Última Resposta: Marcelo Almeida
  Sou pró-Bolsonaro e meu colega é petista: como lidar com essa situação no trabalho? Bruna T 9 685 29-08-2018 12:14 AM
Última Resposta: aioria
  Como detetar informação falsa ou pseudocientífica Bruna T 1 264 18-05-2018 06:45 PM
Última Resposta: fallen1232
  Como o ceticismo bloqueia o progresso na ciência Bruna T 0 291 18-05-2018 05:41 PM
Última Resposta: Bruna T
  Porta-aviões São Paulo: como que a Marinha não previu o problema na França?! Cimberley Cáspio 2 842 01-05-2018 09:33 AM
Última Resposta: Nikoloz

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 135 usuários online.
» 2 Membros | 133 Visitantes
basiliolp, Dinhotj

Estatísticas do Fórum
» Membros: 20,633
» Último Membro: jonutz
» Tópicos do Fórum: 25,485
» Respostas do Fórum: 271,515

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
ABORTO
Última Resposta Por: jonas car
Hoje 11:40 AM
» Respostas: 12
» Visualizações: 481
(Importante) III Guerra Mundial
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Hoje 11:27 AM
» Respostas: 689
» Visualizações: 441241
Grécia:"o sentimento no país é de que não há futuro.O pessimismo chegou para ficar."
Última Resposta Por: ULTRON
Hoje 11:23 AM
» Respostas: 4
» Visualizações: 284
Imposto Justo
Última Resposta Por: Cecelo
Hoje 11:08 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 63
Tudo que está na Wikipédia é confiável?
Última Resposta Por: pablo_hp
Hoje 10:10 AM
» Respostas: 2
» Visualizações: 164
Modus Operandi do Jornalismo
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 09:33 AM
» Respostas: 2
» Visualizações: 88
Para a NOM, é proibido permitir uma vida decente para todos.
Última Resposta Por: pablo_hp
Hoje 09:07 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 218
Atentado contra Bolsonaro - Informações
Última Resposta Por: Cecelo
Hoje 07:59 AM
» Respostas: 33
» Visualizações: 1954
União Europeia: 84% querem que a Europa pare de mudar o horário no verão!
Última Resposta Por: pablo_hp
Hoje 05:20 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 113
Porta do Inferno - República Gramscista do Brasil
Última Resposta Por: pablo_hp
Hoje 05:18 AM
» Respostas: 11
» Visualizações: 695
Candidato Bolsonaro leva facada
Última Resposta Por: jonas car
Hoje 03:29 AM
» Respostas: 167
» Visualizações: 9491
[VIDEO] A Máfia dos Transplantes de Órgãos e o Caso Paulinho Pavesi
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 12:53 AM
» Respostas: 25
» Visualizações: 26718
Daciolo denuncia Nova Ordem Mundial e pede volta de voto em papel em debate
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 12:46 AM
» Respostas: 51
» Visualizações: 3045
Coca-Cola quer adicionar maconha na bebida?
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Ontem 07:37 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 147
Uruguai: "não há mais garantia de Segurança Pública. O crime está ganhando terreno."
Última Resposta Por: Nikoloz
Ontem 03:09 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 282
Palestra de Gen. Hamilton Mourão
Última Resposta Por: Nikoloz
Ontem 02:51 PM
» Respostas: 17
» Visualizações: 884
O país enlouqueceu?!
Última Resposta Por: Nikoloz
Ontem 02:43 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 456
Advogados do agressor de Bolsonaro mentiram e recusam dizer quem paga os honorários.
Última Resposta Por: Cecelo
Ontem 11:47 AM
» Respostas: 4
» Visualizações: 524
Puberdade precoce e diminuição da idade sexual das meninas (incentivar a pedofilia)
Última Resposta Por: marcosarierom
Ontem 09:25 AM
» Respostas: 5
» Visualizações: 774
Feminização do Homem - Estrogênio por todas as partes.
Última Resposta Por: Neo1
16-09-2018 07:12 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 603
Toffoli oferece cargo a general para auxiliar "conciliação."
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
15-09-2018 06:40 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 145
Chefe da OEA ameaça uso de força militar contra a Venezuela
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
15-09-2018 03:32 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 129
Furacão Florence revela que para os mais pobres, não há opção de fuga.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
15-09-2018 01:15 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 251
O que significa direita e esquerda no campo da economia?
Última Resposta Por: Nikoloz
15-09-2018 01:09 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 137
Por que a esquerda brasileira está muda diante da fome que mata crianças na Venezuela
Última Resposta Por: Nikoloz
15-09-2018 01:07 PM
» Respostas: 22
» Visualizações: 776
2017 - O ano do "Galo de Fogo" no Horóscopo Chinês
Última Resposta Por: gersane
15-09-2018 01:54 AM
» Respostas: 8
» Visualizações: 4155
Ebola ganha força na RDC e leva 90 vidas.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
15-09-2018 12:39 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 121
Boletos...um passo sorrateiro para a NOM no Brasil.
Última Resposta Por: jonas car
14-09-2018 12:53 AM
» Respostas: 35
» Visualizações: 8376
Drones poderão em breve caçar em bandos: planos da Darpa /Drone survival guide
Última Resposta Por: jonas car
13-09-2018 11:37 PM
» Respostas: 22
» Visualizações: 7209
Grupo Bilderberg, o que eles podem estar planejando
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2018 05:46 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 238

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial