Produtos de qualidade é na Tudo Saudável


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 5 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Fukushima: radiação chega ao Brasil
21-08-2013, 03:46 AM
Resposta: #21
RE: Fukushima: radiação chega ao Brasil
Acredito que uma eventual contaminação vinda do Pacífico para o Atlântico pelo estreito de Drake acabaria por chegar rapidamente ao nosso litoral, tanto vindo do sul como pelo norte. A corrente marítima vem do Pacífico e se divide em duas, uma vai para leste até o sul da África, vira para o norte, pega a corrente de Benguela e chega ao Brasil pelo equador na Corrente do Brasil descendo por todo o litoral, até mais ou menos o banco de Abrolhos e na cadeia Vitória-Trindade. Outra parte da corrente marítima que vem do Pacífico sobe pela América do sul (corrente das Falklands) normalmente até Cabo Frio, onde ocorre uma boa ressurgência da corrente fria e chega também até o Espírito Santo, terminando na cadeia Vitória-Trindade e indo para o leste. Então, não se deve evitar peixes e produtos do mar vindos só do Pacífico, mas os daqui também, infelizmente. Comer peixes do mar antes era considerado saudável, hoje pode não ser mais, que coisa.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a Tito Pito pelo seu post:
Campanário (21-08-2013), Cristã (21-08-2013), rogcon (21-08-2013), Ze_ninguém (01-09-2013)
Sabonetes naturais pelo menor preço é na Tudo Saudável
21-08-2013, 10:13 AM (Resposta editada pela última vez em: 21-08-2013 10:18 AM por Campanário.)
Resposta: #22
RE: Fukushima: radiação chega ao Brasil
(21-08-2013 03:46 AM)Tito Pito Escreveu:  Acredito que uma eventual contaminação vinda do Pacífico para o Atlântico pelo estreito de Drake acabaria por chegar rapidamente ao nosso litoral, tanto vindo do sul como pelo norte. A corrente marítima vem do Pacífico e se divide em duas, uma vai para leste até o sul da África, vira para o norte, pega a corrente de Benguela e chega ao Brasil pelo equador na Corrente do Brasil descendo por todo o litoral, até mais ou menos o banco de Abrolhos e na cadeia Vitória-Trindade. Outra parte da corrente marítima que vem do Pacífico sobe pela América do sul (corrente das Falklands) normalmente até Cabo Frio, onde ocorre uma boa ressurgência da corrente fria e chega também até o Espírito Santo, terminando na cadeia Vitória-Trindade e indo para o leste. Então, não se deve evitar peixes e produtos do mar vindos só do Pacífico, mas os daqui também, infelizmente. Comer peixes do mar antes era considerado saudável, hoje pode não ser mais, que coisa.

Putz... moro no Rio de Janeiro e todo o pescado daqui vem de Cabo Frio e região dos Lagos, que é rica em pescados justamente pelo fenômeno da ressurgência.

Que tipo de proteína vamos poder comer agora? Tá tudo envenenado, seja por hormônios, fertilizantes e agora por radiação...

Citar:Japão considera grave vazamento de água radioativa de Fukushima
Água contaminada pode chegar ao Oceano Pacífico.
300 toneladas de água radioativa vazaram da Central Atômica.


As autoridades do Japão qualificaram nesta quarta-feira (21) de nível 3, correspondente a um "incidente grave" na escala internacional de eventos nucleares, o vazamento de 300 toneladas de água altamente radioativa da central de Fukushima nos últimos dias.

A classificação de nível 3 da escala de 0 a 7 corresponde ao vazamento de grande volume de material radioativo no interior da instalação. O acidente de Fukushima, em 11 de março de 2011, atingiu o nível 7, o mais elevado e que define efeitos consideráveis para a saúde e o meio ambiente.

Cerca de 300 toneladas de água radioativa vazaram de um tanque da usina nuclear japonesa, e segundo a operadora do complexo, a Tokyo Electric Power Company (Tepco), há poças com níveis extremamente elevados de radiação, de 100 millisieverts por hora.

"Isso significa que, em uma hora, você fica exposto ao nível de radiação permitido para um trabalhador de uma usina nuclear em cinco anos", informou um porta-voz da empresa.

Desde o tsunami que atingiu Fukushima, afetando os sistemas de refrigeração do reator e provocando colapsos, já ocorreram quatro vazamentos similares de tanques do mesmo tipo. Porém, o vazamento mais recente é o pior em termos de volume, disse o porta-voz da Tepco.
A companhia admitiu que a água tóxica pode contaminar as águas subterrâneas e desaguar no Oceano Pacífico, mas disse estar trabalhando para evitar que isso ocorra.

"Estamos transferindo a água contaminada de um tanque com problema de vazamento para tanques intactos, recuperando a água que vazou e o solo em torno dela. Também estamos reforçando as barragens existentes em torno dos tanques", disse o porta-voz.

A Tepco, que enfrenta enormes custos de limpeza, tem lutado para resolver o problema do grande volume de água radioativa acumulada em função da contínua injeção para resfriar os reatores.

A companhia admitiu em julho, pela primeira vez, que as águas subterrâneas radioativas haviam deixado o local do vazamento.
Os problemas levaram o governo japonês e sua instituição reguladora nuclear a afirmar que ficariam mais diretamente envolvidos na limpeza de Fukushima, ao invés de deixá-la por conta da operadora.

Enquanto ninguém é oficialmente registrado como vítima fatal em decorrência direta dos colapsos dos reatores de Fukushima, as grandes áreas em torno da usina tiveram que ser abandonadas. Dezenas de milhares de pessoas ainda não puderam retornar para as suas casas.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/0...iva-1.html

A quem interessa o fim da Igreja Católica??? Religião Mundial e o super estado sinárquico
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Campanário pelo seu post:
rogcon (21-08-2013)
21-08-2013, 11:05 AM
Resposta: #23
RE: Fukushima: radiação chega ao Brasil
(21-08-2013 01:05 AM)Admirador de Cristo Escreveu:  O vídeo postado mostra a resposta (documento) do ministério público a um morador de Encantado-RS sobre o nível de radiação. O CNEN diz que os níveis de radiação na região são inexistentes e que a denuncia de suspeita de contaminação no município de RS não procede. ¬¬

Este documento esta disponivel em algum lugar, escaneado?
Ou então teria como alguém transcrever o que diz o documento?

O Blog Sobre A Nova Ordem Mundial
[Imagem: banner_blog_nom_200x87.png]

Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
21-08-2013, 12:13 PM
Resposta: #24
RE: Fukushima: radiação chega ao Brasil
Holocausto Nuclear de Fukushima: Um Apocalipse iminente e irreversível

A coisa está muito séria...

Sem dúvidas, esta catástrofe nuclear já é o desdobramento da agenda da redução populacional.

Se a radiação de Fukushima já está chegando até no Brasil, veja aqui, imagine no Hemisfério Norte?

A mídia mercenária, omite informações para não gerar alarde... Ela faz o que melhor sabe fazer: enganar e manipular!

Para conter vazamento, técnicos japoneses pensam até em congelar o local, pois está impossível usar outro meio.

Nível de contaminação é o maior desde as primeiras medições.

Fukushima é o maior desastre ambiental de todos os tempos? A cada dia, 300 toneladas de água radioativa de Fukushima entra no Oceano Pacífico. O material radioativo que está sendo lançado vai sobreviver a todos nós por uma grande margem, e é constantemente acumulando na cadeia alimentar. Ninguém sabe ao certo quantas pessoas irão eventualmente desenvolver câncer e outros problemas de saúde como resultado do desastre nuclear de Fukushima, mas alguns especialistas não têm medo de usar a palavra "bilhões". Tem sido assim ao longo de dois anos desde o desastre original e agora eles estão nos dizendo que poderia levar até mais 40 anos para limpá-lo. É um pesadelo de proporções inimagináveis, e não há nada no hemisfério norte que você será capaz de se esconder dele. A seguir estão 11 fatos sobre o contínuo holocausto nuclear Fukushima, que são quase demasiado horrível para acreditar ...



# 1 Estima-se que existem 1331 barras de combustível nuclear usados ​​que precisam ser removidas de Fukushima. Por causa de tudo o dano que tenha ocorrido, a remoção guiada por computador das hastes não será possível. A remoção manual é muito mais arriscado, e é absolutamente essencial que a remoção de cada um dos 1.331 hastes vai perfeitamente, pois um único erro pode potencialmente levar a uma reação em cadeia nuclear .

º 2 De acordo com a Reuters , a quantidade combinada de césio-137 contidas nessas barras de combustível nuclear é 14 mil vezes maior do que o que foi lançado quando os EUA lançaram uma bomba atômica sobre Hiroshima no final da II Guerra Mundial. Outras estimativas colocam esse número muito mais elevado.

# 3 Autoridades no Japão admitir que 300 toneladas de água radioativa de Fukushima está entrando no Oceano Pacífico a cada 24 horas.

º 4 De acordo com um professor da Universidade de Tóquio, 3 gigabecquerels de césio-137 estão fluindo para o porto de Fukushima Daiichi cada dia ...

Yoichiro Tateiwa, NHK repórter : [Professor Jota] Kanda argumenta estatísticas do governo não se somam. Ele diz que um vazamento diário de 300 toneladas não explica os actuais níveis de radiação na água.

Jota Kanda, professor da Universidade de Tóquio : Segundo a minha pesquisa, há agora três gigabecquerels [3 bilhões de becquerels] De césio-137 que flui para o porto de Fukushima Daiichi todos os dias. Mas, para as 300 toneladas de água subterrânea para conter tanto o césio-137, um litro de água subterrânea tem que conter 10 mil becquerels de isótopo radioativo.

NHK : pesquisa e monitoramento da Kanda por Tepco coloca a quantidade de césio-137 nas águas subterrâneas ao redor da planta em várias centenas de becquerels por litro, no máximo. Ele concluiu que o isótopo radioativo é encontrar uma outra maneira de entrar no oceano. Ele está pedindo ao governo ea Tepco para identificar outras vias de contaminação de águas subterrâneas.

º 5 De acordo com a Tepco, um total de algo entre 20 trilhões de e de 40 trilhões de becquerels de trítio radioativo ter começado no Oceano Pacífico desde o desastre de Fukushima começou.

º 6 Algo está causando peixe ao longo da costa oeste do Canadá, a sangrar de suas brânquias, barrigas e olhos . Fukushima poderia ser responsável?

# 7 de 150 ex-marinheiros e fuzileiros navais dizem que agora têm doença de radiação, como resultado de servir em navios da Marinha dos EUA perto de Fukushima e eles estão processando por danos .

# 8 O iodo-131, césio-137 e estrôncio-90, que estão constantemente vindo de Fukushima vão afetar a saúde das pessoas que vivem o hemisfério norte por muito, muito tempo. Basta verificar o que Harvey Wasserman tinha a dizer recentemente ...

O iodo-131, por exemplo, pode ser ingerida na tiróide, onde ele emite partículas beta (electrões) que os danos dos tecidos. A praga da tireóide danificadas já foi relatado entre tantos como 40 por cento das crianças na área de Fukushima. Esse percentual só pode ir mais alto. Em jovens em desenvolvimento, que pode prejudicar o crescimento físico e mental. Entre os adultos que provoca uma gama muito ampla de doenças auxiliares, incluindo o câncer.

Césio-137 a partir de Fukushima foi encontrado em peixes capturados tão distantes como a Califórnia. Espalha-se por todo o corpo, mas tende a acumular-se nos músculos.

Meia-vida do estrôncio-90 é de cerca de 29 anos. Ele imita cálcio e vai para os nossos ossos.

º 9 Acredita-se que a instalação nuclear de Fukushima originalmente continha uma gritante 1.760 toneladas de material nuclear .

# 10 Ele está sendo previsto que todo o Oceano Pacífico em breve " têm níveis de césio, de 5 a 10 vezes maior "do que aquilo a que assistimos durante a era dos testes de bomba atômica pesado no Pacífico há muitas décadas.

# 11 De acordo com o Wall Street Journal, está sendo previsto que a limpeza de Fukushima pode levar até 40 anos para ser concluído .

Infelizmente, o verdadeiro horror do desastre só está começando a ser entendida, ea maioria das pessoas não tem absolutamente nenhuma idéia de quão sério tudo isso é. O pesquisador precipitação Christina Consolo disse RT no outro dia deve ser muito preocupante para todos nós ...

Temos lançamentos intermináveis ​​no Oceano Pacífico, que será permanente, não só para nossas vidas, mas "vidas dos nossos filhos. Temos 40 milhões de pessoas que vivem na região de Tóquio nas proximidades. Continuamos lançamentos da derme subterrâneo que nos lembra que está lá, ocasionalmente, com eventos de vapor e enormes aumentos nos níveis de radiação. Do outro lado do Pacífico, temos pelo menos dois peer-reviewed tão longe que já forneceram evidências do aumento da mortalidade na América do Norte, e problemas de tireóide em crianças, na costa oeste dos estados nossas exposições iniciais estudos científicos.

Estamos aumentando a contaminação da cadeia alimentar, através de bioacumulação e biomagnificação. E uma preocupação recentemente indicada é a proximidade do combustível derretido em relação ao aquífero Tóquio, que se estende sob a planta. Se e quando a derme atinge o aquífero Tóquio, discussões sérias e expediente terá de ter lugar sobre a evacuação de 40 milhões de pessoas da região metropolitana. Por mais impossível que pareça, você não pode viver em uma área que não tem acesso a água potável.

A operação para iniciar a remoção do combustível a partir de uma tal piscina severamente danificado nunca foi tentado antes. As hastes são pesadas e muito pesados, pesando cada um de dois terços de uma tonelada. Mas tem que ser feito, a menos que haja alguma maneira de envolver todo o edifício em concreto com a piscina como ele é. Eu não sei de ninguém discutindo essa opção, mas parece muito mais "seguras" do que o que eles estão prestes a tentar ... mas não sem seu próprio conjunto de riscos.

E todo esse dano colateral vai continuar por décadas, se não séculos, mesmo que as coisas ficar exatamente do jeito que está agora. Mas isso é improvável, como coisas ruins acontecem, como desastres naturais e deterioração com o tempo ... terremotos, afundamento e de corrosão, para citar alguns. Cada dia que passa, o risco aumenta estatísticos para esse cenário apocalíptico. Ninguém pode dizer ou sabe como isso vai jogar fora, a não ser que milhões de pessoas provavelmente vai morrer, mesmo se as coisas continuarem exatamente como elas são, e milhares de milhões poderiam morrer se que as coisas piorem.

A área imediatamente em torno de Fukushima já é permanentemente inabitável, ea verdade é que uma área muito maior do norte do Japão provavelmente deve ser declarada fora dos limites para a habitação humana.

Mas este não é apenas sobre o Japão. A realidade fria e dura da questão é que este é verdadeiramente um desastre que é de âmbito planetário. O material nuclear de Fukushima vai ser realizado em todo o hemisfério norte, e um número incontável de pessoas vão ficar gravemente doente, como resultado.

E lembre-se, este é um desastre que não está nem perto de ser contido ainda. Centenas de toneladas de água radioativa continua a entrar no Oceano Pacífico a cada dia tornando o desastre que estamos enfrentando ainda pior.

Que Deus tenha misericórdia de todos nós.

Enviado por Gisele Emerick

Fonte: http://thetruthwins.com/archives/11-fact...to-believe

Fonte: Libertar
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a Cristã pelo seu post:
Adir_Junior (24-08-2013), Kaboom (21-08-2013), rogcon (21-08-2013), Ze_ninguém (01-09-2013)
Irrigador Nasal Lota pelo menor preço você encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
21-08-2013, 12:36 PM (Resposta editada pela última vez em: 21-08-2013 12:39 PM por GU4RD1ÃO.)
Resposta: #25
RE: Fukushima: radiação chega ao Brasil
Casca de banana pode despoluir água
Técnica contribui para redução de resíduos no ambiente e para a descontaminação de água.

A casca de banana, esquecida e desvalorizada por muitos, pode ganhar um fim nobre. Se depender da técnica desenvolvida pelo projeto da pesquisadora Milena Boniolo para descontaminar a água com a casca de banana, a valorização acontecerá bem rápido. A descoberta dela mostra uma técnica que utiliza o pó feito com a casca de banana para descontaminar a água com metais pesados, de uma forma barata e eficaz.

Panorama

Esse projeto, que oferece mais uma solução para os resíduos sólidos e desperdício de alimentos, segue uma conscientização mundial, da busca por uma sociedade mais sustentável. No início deste ano, agências da ONU divulgaram a campanha “Think. Eat. Save. Reduce your Foodprint” (em tradução livre: Pense. Coma. Economize. Reduza sua pegada alimentar). Ela tem o objetivo de reduzir as perdas e o desperdício de alimentos ao longo de toda a cadeia de produção e consumo.

No comunicado da campanha, Achim Steiner, secretário-geral adjunto da ONU e diretor-executivo do Pnuma, falou sobre a situação mundial de desperdício de alimentos. “Em um mundo de 7 bilhões de habitantes, que chegará a 9 bilhões em 2050, o desperdício de alimentos não faz sentido nem ao nível econômico, nem ambiental e nem ético”. Disse ainda: “Além do custo que acarreta, toda terra, água, fertilizantes e mão de obra necessários para cultivar estes alimentos se perdem. Para não falar nas emissões de gases de efeito estufa, produzidos pela decomposição dos alimentos nos lixões e no transporte dos alimentos, que acabam sendo descartados”, acrescentou.

Confira dicas de como separar resíduos para a reciclagem![Imagem: materia_casca_de_banana_milena_boniolo_a...ssoal_.jpg]


Como funciona

O processo de despoluição é simples e se aproveita de um dos princípios básicos da química: os opostos se atraem. Como na casca de banana existe uma grande quantidade de moléculas carregadas negativamente, elas conseguem atrair os metais pesados, positivamente carregados. Para isso acontecer, é necessário potencializar essas propriedades na banana. De que forma isso acontece? Quase sem gastos de energia.
A pesquisadora explica que, primeiro, as cascas de bananas são colocadas em assadeiras para secarem ao sol por aproximadamente uma semana, e depois são trituradas. O pó é peneirado até ficar bem fino. Para cada 100 ml a serem despoluídos, usam-se cerca de 5 mg do pó de banana. O foco inicial dela foi retirar o urânio da água contaminada. O produto final foi eficiente na descontaminação da água de metais pesados, como urânio, chumbo e níquel.

Milena afirma que o percentual de descontaminação obtido com o processo é de, no mínimo, 65%. Essa ação pode ser repetida várias vezes, alcançando valores de remoção mais altos, de até 90%. “A cada tonelada de fertilizante fosfatado fabricado, 4 toneladas de fosfogesso é gerado (o fosfogesso é um subproduto indesejável). Este é um material rico em urânio, entre outros metais pesados”, disse Milena. Se o fosfogesso for disposto de forma inadequada no solo, ele pode contaminar córregos, reservas subterrâneas de água, rios etc.

O projeto, que foi apresentado na dissertação de mestrado da pesquisadora no Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), foi pensado com urânio.

Perguntamos para Milena sobre uma possível desconfiança das pessoas em relação ao seu projeto. “No início, todos acham ‘diferente’, mas técnicas deste tipo são amplamente estudadas – principalmente em países em desenvolvimento – desde os anos 80. Ao apresentar os resultados, qualquer dúvida é esclarecida”, afirmou a pesquisadora.
Em 2007, ela recebeu o Prêmio Jovem Cientista. Desde então, recebeu bolsa do grupo TED para ser TED Fellow, em Oxford, e fazer uma apresentação por lá. Em 2011, recebeu o convite para um seminário intensivo na Universidade da Califórnia, além de fazer uma apresentação.

Conversamos com Milena para saber mais detalhes sobre o projeto e suas conquistas. Veja:

Bate-papo com Milena Boniolo:

Instituto Brookfield: De que forma a ideia surgiu?

Milena: A partir de minha busca por ideias sustentáveis para a questão da descontaminação da água. Trabalhei, antes, com outros projetos mais “tecnológicos”, como nanopartículas magnéticas, que também removiam metais das águas, mas estava preocupada com os custos elevados que o projeto teria caso fosse aplicado em larga escala.

Ao conversar com minha orientadora, Dra. Mitiko Yamaura, do Ipen, ela sugeriu que eu procurasse alguma biomassa para fazer uns testes e checar se era possível tratar água com este material.

Olhei para a minha mesa de café da manhã – sempre haviam bananas. Além disso redes de restaurantes geram grande quantidade deste material na fabricação de doces de bananas. Pensei que a casca desta fruta seria interessante, já que eu estaria retirando estas cascas do ambiente, aumentando, assim, sua vida útil e dando um destino e função mais nobres a este material que, normalmente, só iria aumentar a quantidade de resíduo orgânico gerado.

Instituto Brookfield: Como está o projeto atualmente?
Milena: Desde 2010, tenho trabalhado em áreas correlatas, mas não especificamente com este projeto. Iniciei, agora em 2012, meu doutorado na Unesp Campus Rio Claro, junto ao Centro de Estudos Ambientais e ao Instituto de Geociências. As atividades laboratoriais iniciaram-se em janeiro. Pretendo retomar o projeto e testar em algumas empresas e efluentes específicos, mas estas etapas ainda estão em fase de definição. Antes, preciso visitar algumas empresas e áreas contaminadas para checar as possíveis parcerias e a viabilidade do projeto na área.

Instituto Brookfield: Quais são as vitórias do seu projeto?


Milena: Acho que o maior impacto foi a possibilidade de despertar/motivar jovens estudantes a acreditar e disseminar a sustentabilidade. Tenho e tive alunos de iniciação científica aqui no Brasil e também cooperei com alunos do Canadá, França e EUA, que testaram diferentes cascas, além da banana, em efluentes, com ótimos resultados. Alguns até ganharam prêmios. Motivar alguém a querer ser melhor e ter um país melhor é minha maior vitória. Sustentabilidade é algo que só existe se houver cooperação de diferentes setores. Enquanto não entendermos isso, a sustentabilidade é só um termo favorável para a publicidade, que, infelizmente, vai na contramão da ideia, já que muitas empresas utilizam o termo para “vender mais”.
FONTE - http://blog.institutobrookfield.org.br/i...luir-agua/
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a GU4RD1ÃO pelo seu post:
Alimah (11-05-2014), Ze_ninguém (01-09-2013)
21-08-2013, 01:07 PM
Resposta: #26
RE: Fukushima: radiação chega ao Brasil
(21-08-2013 11:05 AM)admin Escreveu:  Este documento esta disponivel em algum lugar, escaneado?
Ou então teria como alguém transcrever o que diz o documento?

Não, infelizmente o documento não está disponível.. eu pedi uma cópia ao autor do vídeo. Vou aguardar e se eu recebe-lo irei posta-lo aqui posteriormente. Transcrevi o texto do documento mostrado no vídeo.

Citar:(...)O município de Encantado não apresenta níveis de contaminação anômalos sendo a radiação natural de fundo do local da mesma ordem de grandeza de radiação de fundo de Porto Alegre.

Os Resultados das análises das amostras de água coletados na segunda lagoa de Garibaldi mostram que não há indícios de contaminação radioativa naquela região.

Os resultados das análises das amostras de água coletadas na segunda lagoa do Garibaldi serão reportados oportunamente.

A denúncia de suspeita de contaminação radioativa por césio, plutônio ou qualquer outro elemento radioativo artificial em
Encantado, RS, não procede.

Os níveis de radiação registrados pelo Sr. Samuel Pedro Dalpizol com um instrumento de marca SOEKS, não calibrado no Brasil, quais sejam, variando de 0,25 a 2,35 mcSv/h (unidade que se supõe ser uSv/h) são até cerca de 10 vezes superiores aos medidos em Encantado por técnicos da CNEN, empregando detectores de radiação devidamente calibrado.

Esse suposto exercício da cidadania implicou em despesas para a administração federal da ordem de R$ 12.000,00, quando computados homens-hora, determinações laboratoriais de radionuclídeos em amostras de água da lagoa do Garibaldi, passagens e diárias relacionadas à averiguação, in situ, do descrito pelo reclamante no termo de declarações perante o Ministério Público de Encantado.

A divulgação equivocada de contaminação radioativa em Encantado, que vem sendo realizado na mídia pelo Sr. Samuel Pedro Dalpizol, poderá vir a prejudicar a cidade...

O Sr. Sr. Samuel Pedro Dalpizol deveria ser alertado sobre a gravidade do fato de que a divulgação de dados errôneos na
mídia pode vir a prejudicar a economia da região de Encantado, pela recusa de seus produtos, entre outros danos psicossociais. (...)

--------------------------------------------------------
♪...Keep it coming, did you know the time is now
Keep it coming, never ever take us down
Keep it coming, better do your last pray
Keep it coming, bombs, bo-bombs, bo-bombs away!
Stop! Hold it! Freeze! Bounce!
We've got to work together, 'cause the time is now...♫
--------------------------------------------------------
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Admirador de Cristo pelo seu post:
admin (09-05-2014), Gustavo Guerrear (21-08-2013), Ze_ninguém (01-09-2013)
01-09-2013, 09:25 PM (Resposta editada pela última vez em: 01-09-2013 09:29 PM por Ze_ninguém. Razão da Edição: adicionar links)
Resposta: #27
RE: Fukushima: radiação chega ao Brasil
Eu estou com uma duvida. SE:

O CNEN, mandou uma equipe fazer uma analise em Encantado RS e não encontrou radioatividade anormal na região.

Nesses videos o garoto aparece mostrando um pó, que quando seu medidor se aproxima, dispara para um valor perigoso. Então existe radioatividade oriunda da chuva.


As duas afirmações se contradizem, então algo deve estar errado: ou o medidor do rapaz está com defeito "descalibrado" e nós ficamos preocupados atoa, ou então houve uma manipulação no resultado da analise feita pelo CNEN.

Talvez temos como tirar a prova dos 9.

Se de fato está acontecendo fallout na região e não somente o cara, mas todos os moradores da região ficaram expostos a radioatividade, também deve estar acontecendo algo á sua saude.

Seria interessante, nos comentarios do Youtube, pedir pra ele fazer uns exames medicos, pra ver se detectou alguma anomalia no sangue, na medula, etc....

Ainda assim, não é 100% certo, pq algumas doses de radiação tem efeito latente, só aparecendo prejuizos a saude depois de anos.
____________________________________________________

Um pouco sobre os efeitos da radioatividade no corpo:

Em pequenas doses, a exposição à radiação não oferece riscos à saúde: o corpo tem tempo suficiente para substituir as células que eventualmente tenham sido alteradas ou destruídas. Em doses extremas, é fatal: o desastre nuclear de Chernobyl, na Ucrânia, em 1986, o mais grave da história, matou 30 pessoas em apenas um mês e foi associado a 1.800 notificações de câncer de tireoide. O Japão atravessa agora a pior crise nuclear desde o acidente na usina soviética. O governo divulgou que pelo menos 20 pessoas foram expostas à radiação que escapou da usina Fukushima, mas não detalhou as circunstâncias ou a gravidade dos casos.

Chamada ionizante, a radiação emitida pelo combustível das usinas nucleares (em geral urânio ou plutônio) tem a propriedade de alterar a carga elétrica dos elementos das células humanas. A extensão dos danos à saúde depende da dose e do tempo de exposição e até da região do corpo atingida. Os pulsos, por exemplo, são mais resistentes à radiação. A medula óssea, ao contrário, é o órgão mais sensível.

Na literatura médica, o câncer é um dos problemas mais associados à radiação. Isso porque a radioatividade pode alterar o 'relógio biológico' das células, fazendo com que cresçam desordenadamente, formando tumores. Os tumores induzidos pela radiação não aparecem antes de 10 anos a contar das doses recebidas. Em caso de leucemia, o intervalo cai para dois anos. Esse período entre a exposição e o aparecimento do câncer é chamado 'período latente'.

Os cientistas ainda não têm dados precisos para determinar o risco de câncer associado a uma dada exposição à radiação. Mas existem estimativas. Sabe-se que baixas dosagens não estão relacionadas ao câncer, daí por que são normalmente seguros exames médicos como tomografia, raio-X e mamografia, segundo a Health Physics Society (HPS), uma organização americana especializada nos efeitos da radiação no corpo humano. Mas a partir de uma certa dosagem, a associação entre radiação e câncer aparece.

De acordo com estimativa da Sociedade Americana do Câncer, em um grupo de 100 pessoas, 42 irão desenvolver câncer ao longo da vida. Se o grupo for exposto a uma dose acumulada de 10 milisieverts (entenda o que é o Sievert), durante uma tomografia computadorizada, por exemplo, as mesmas 42 desenvolverão a doença. Mas, para uma dose acumulada de 50 milisieverts, 43 pessoas teriam câncer. A partir deste patamar, o risco aumenta 0,17% a cada 10 milisieverts de radiação.

Radioterapia — Muito do que se sabe sobre os efeitos da radiação ionizante na saúde humana se deve à radioterapia, técnica aplicada no combate ao câncer que submete o paciente a doses controladas de radiação. “Na radioterapia, dividimos uma grande dose em várias sessões”, explica Artur Malzyner, oncologista do Hospital Albert Einstein. Pacientes com câncer de pulmão, por exemplo, recebem doses que se acumulam entre 2.000 e 3.000 milisieverts. Depois de 18 a 20 aplicações em regiões específicas do pulmão, a dose se completa em 50.000 milisieverts. Um ser humano pode morrer em poucas horas se seu corpo inteiro for exposto à 50.000 milisieverts. Mas, Melzyner esclarece, como as doses são localizadas, “apenas a região onde está o tumor é atingida”.

De acordo com Malzyner, o primeiro sintoma causado pelo envenenamento por radiação é a náusea. “É o efeito clínico mais comum”, diz Malzyner. Se a dose aumentar, a radiação começa a atingir outros tecidos humanos, em particular a medula óssea, responsável pela formação das células sanguíneas. “Em 30 dias a pessoa se torna anêmica e incapaz de se defender contra doenças”, diz o oncologista.

http://veja.abril.com.br/noticia/saude/o...rpo-humano

_________________________________________________________

Saiba mais sobre os efeitos da radiação no corpo humano

[...]

Quais são os efeitos imediatos da exposição à radioatividade?

Exposição a níveis moderados de radiação - acima de um gray (a medida padrão da dose absorvida pelo corpo) - podem resultar em náusea e vômitos, seguidos de diarreia, dores de cabeça e febre.

Depois da primeira série de sintomas, pode haver breve período sem qualquer problema aparente, mas algumas semanas depois, os sintomas podem voltar ainda mais fortes.

Com níveis mais altos de radiação, todos esses sintomas podem ser imediatamente aparentes, assim como lesões - possivelmente fatais - aos órgãos internos.

Normalmente, a exposição a uma dose de quatro grays mataria cerca de metade dos adultos saudáveis.

Em comparação, o tratamento com radiação contra câncer geralmente utiliza várias doses entre um e sete grays de cada vez, mas as doses são altamente controladas e normalmente dirigidas a uma área específica do corpo.

E os efeitos de longo prazo?

Câncer é o maior risco de longo prazo. Normalmente quando as células do corpo atingem sua "data de validade", elas cometem suicídio. O câncer aparece quando as células perdem esta habilidade e efetivamente se tornam imortais, continuando a se dividir e se multiplicar de forma descontrolada.

O corpo tem vários processos para garantir que as células não se tornem cancerosas, mas os danos causados por exposição à radiação podem atrapalhar esses processos de controle, fazendo com que o câncer se torne muito mais provável.

O fracasso em consertar de forma efetiva os danos causados pela radiação também podem gerar mutações genéticas não apenas associadas ao câncer, mas que também podem ser passadas para os filhos, levando a deformidades em futuras gerações. Entre os problemas que podem surgir daí estão mudanças no tamanho da cabeça e do cérebro, má formação dos olhos, problemas de crescimento e de aprendizado.

As crianças são mais vulneráveis a problemas causados pela radioatividade?

Potencialmente sim, porque como elas estão crescendo mais rapidamente, mais células estão se dividindo, e as chances de mais coisas darem errado se torna maior.

Após o acidente nuclear em Chernobyl, na Ucrânia, em 1986, a Organização Mundial de Saúde notou um aumento significativo na incidência de câncer de tireoide em crianças das redondezas.

Isso aconteceu porque materiais radioativos liberados no acidente continham altos níveis de iodo radioativo, uma substância que se acumula na tireoide.

Que risco Fukushima Daichii representa para a população atualmente?

As autoridades japonesas mediram um nível de radiação de 400 milisieverts por hora na usina. Um sievert é equivalente a um gray, mas costuma ser usado para medir quantidades menores de radiação e para estimar riscos de longo prazo.

Há mil milisieverts (mSv) em um sievert e as pessoas são normalmente expostas a cerca de 2 mSv de radiação por ano por fontes naturais.

O especialista em radiação da Universidade de Manchester, na Grã-Bretanha, Richard Wakeford diz que a exposição a uma dose de 400 milisieverts - o equivalente a algo entre 50 e 100 tomografias computadorizadas - não seria suficiente para causar problemas de saúde imediatos. O dobro dessa dose seria necessário para causar enjoos.

No entanto, a dose já causaria uma queda na produção de células vermelhas e provavelmente aumentaria as chances de um câncer fatal em 2-4%. Normalmente, o risco de ter um câncer fatal durante a toda a vida no Japão é de 20-25%.

Wakeford frisou que apenas os funcionários que trabalham na usina de Fukushima teriam sido expostos a essa dose, mas provavelmente cada um deles teria sido exposto à radiação por curtos períodos de tempo.

O nível de exposição para a população em geral, mesmo para quem vivia perto da usina, não deve ter sido tão alta. O risco seria próximo do zero para quem vive mais longe do local.

Como as autoridades japonesas podem minimizar os riscos à saúde?

Segundo Wakeford, com a ação rápida das autoridades, a maioria da população não deve enfrentar problemas sérios de saúde.

Ele diz que nessas circunstâncias, os únicos com risco de sofrer efeitos mais graves são os funcionários da usina nuclear e dos serviços de emergência que atuaram no local e foram expostos a altos níveis de radiação.

A prioridade, além de retirar pessoas de áreas com maior risco de contaminação, deveria ser evitar que as pessoas comam alimentos contaminados, de acordo com o especialista.

A distribuição de pílulas de iodo - que impedem a absorção de iodo radioativo pelo corpo - também ajudaria a minimizar o risco de câncer de tireoide na população.

Há indícios de que alimentos foram contaminados?

Sim. O Ministério da Saúde do Japão pediu que alguns moradores das proximidades da usina parem de beber água encanada depois que amostras apresentaram altos níveis de iodo radioativo, aproximadamente três vezes maiores que o nível normal.

Iodo radioativo também foi encontrado no suprimento de água de Tóquio, em níveis duas vezes maiores que o considerado seguro para bebês, mas ainda dentro da margem de segurança para adultos.

Níveis elevados de radiação foram detectados em amostras de leite e espinafre, algumas vezes em localidades distantes da zona de exclusão de 20 quilômetros ao redor da usina de Fukushima.

No entanto, nada indica que esses níveis de radiação representem alguma ameaça imediata à saúde humana.

O nível de radioatividade encontrado no espinafre, por exemplo, se consumido durante um ano, seria equivalente à dose de radiação de uma única tomografia computadorizada.

O consumo da água contaminada por um ano traria um pequeno risco adicional de câncer, mas, na prática, nada além do risco trazido pela exposição aos níveis normais de radiação no ambiente.

E a contaminação da água do mar?

Níveis de iodo radioativo 131 no mar, próximo à usina de Fukushima, chegaram a mais de 3 mil vezes o limite legal.

Autoridades japonesas admitiram que a situação é preocupante, mas afirmaram que não há ameaça imediata à saúde humana. O especialista em contaminação nuclear Richard Wakeford diz que é necessário garantir que peixes contaminados não sejam consumidos.

Apesar disso, ele enfatizou que o iodo radioativo será diluído pelas correntes marinhas e terá praticamente desaparecido em três meses.

[...]

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias...a_is.shtml

" Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada. "
Edmund Burke.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Ze_ninguém pelo seu post:
Biesek (16-10-2013), pequeno gafanhoto (01-09-2013)
Compre Spirulina e Chlorella da OceanDrop na Tudo Saudável
16-10-2013, 11:59 AM
Resposta: #28
RE: Fukushima: radiação chega ao Brasil
Bom dia!
Penso que não devemos deixar este assunto morrer! É real! Há níveis de radiação altíssimos aqui na região.
Quando comentei com meu cunhado sobre este assunto, e disse que era uma pessoal de Encantado que tinha realizado os testes, ele comentou com um amigo dele que viaja até a universidade de ônibus com ele.
Este rapaz, que estava junto na hora do teste por coincidência, ficou querendo saber como ele sabia deste assunto e ele contou.
O cidadão confirmou a história e disse que É REAL! Porém estão assuntados tendo em vista a repercussão, bem como, os resultados.

"CONTINUA CHOVENDO RADIAÇÃO!"

Ajudem a pesquisar e manter vivo este assunto, pois é de suma importância a permanência deste tópico vivo!

Obrigado!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Master of Puppets pelo seu post:
Biesek (16-10-2013), Jadiel (16-10-2013)
17-10-2013, 02:52 PM
Resposta: #29
RE: Fukushima: radiação chega ao Brasil
Fukushima Dentro de Um Mês e meio, Poderá ser Palco do Momento mais Perigoso para a Humanidade!

Nós estamos agora, a cerca de um mês e meio do que pode ser o momento mais perigoso para a humanidade desde a crise dos mísseis em Cuba. Não há desculpas para não agir. Todos os recursos precisam estar focados no tanque de combustível do reator quatro de Fukushima.

A empresa proprietária de Fukushima, a Tokyo Electric (Tepco), diz que daqui cerca de 45 dias eles começarão a tentar remover mais de 1.300 tubos de combustível de um dos tanques que está bastante danificado a cerca de 50 metros do chão. Este tanque está em cima de um prédio muito danificado que está afundando, entortando e pode facilmente cair com o próximo terremoto ou até mesmo sozinho.

As quase 400 toneladas de combustível naquela piscina podem derramar 15 mil vezes mais radiação do que foi derramada em Hiroshima.

A única coisa certa sobre essa crise é que a Tepco não tem os recursos financeiros ou científicos para lidar com a situação. Nem mesmo o governo japonês. A situação demanda de um esforço mundial coordenado dos melhores cientistas e engenheiros que nossa espécie pode prover.

Por que isso é tão sério?

Nós já sabemos que milhares de toneladas de água muito contaminada estão vazando de Fukushima desde 2011 e indo direto para o oceano Pacífico. Já foram encontrados cardumes de sardinha com traços de contaminação na costa da Califórnia… E nós devemos esperar coisas muito piores.

O governo proibiu a pesca na região após encontrarem peixes com o nível de radioatividade 10 vezes acima do comum.

A Tepco continua a jogar mais e mais água na região dos três núcleos dos reatores destruídos para de alguma forma mantê-los resfriados. O vapor que sai destes indica que a fissão nuclear pode ainda estar ocorrendo no subsolo. Mas ninguém sabe exatamente onde estes núcleos estão.

Esta água jogada torna-se radioativa ao entrar em contato com o núcleo. Como não pode ser descartada, sua maioria está agora armazenada em milhares de enormes porém frágeis tanques que foram montados com pressa em volta do local. Muitos já estão vazando. Eles podem simplesmente se desmontar no próximo terremoto, liberando milhares de toneladas de veneno permanente no Pacífico.

Tanques armazenando água radioativa.

A água que está sendo jogada no local está prejudicando as bases das estruturas que sobraram, inclusive a do prédio que suporta o tanque de combustível da unidade quatro.

Mais de 6.000 varas de combustível estão em um tanque apenas a cinquenta metros da unidade quatro. Algumas destas contendo plutônio. O tanque não tem nenhuma contenção extra, está vulnerável à perda do isolamento estrutural, ao colapso de algum prédio próximo, outro terremoto, outra tsunami e mais.

No geral, mais de 11.000 varas de combustível estão espalhadas ao redor da Fukushima. De acordo com o especialista do departamento de energia Robert Alvarez, há cerca de 85 vezes mais césio no local do que o que foi liberado em Chernobyl. Pontos de radioatividade continuam sendo encontrados em todo o Japão. Há indicações de áreas com grande incidência de problemas na tireoide de crianças.

A missão principal é que estas varas de combustível devem sair de alguma forma com segurança deste tanque de combustível do reator quatro o mais rápido possível.

Qual o risco que estas varas de combustível apresentam?

O combustível gasto têm de ser mantido de alguma forma debaixo da água. É revestido em uma liga de zircônio que irá entrar em ignição espontaneamente se exposto ao ar. Usado por muito tempo em lâmpadas de flash de câmeras fotográficas, o zircônio queima com uma chama extremamente clara e quente.

Cada bastão emite radiação o suficiente para matar alguém próximo a ela em questão de minutos. A ignição de uma poderia forçar toda a equipe a abandonar o local e deixaria equipamentos elétricos inutilizados.

De acordo com Arnie Gunderson, uma engenheira nuclear com quarenta anos de experiência em uma indústria que fabrica estas varas de combustível, as que estão dentro do reator da unidade quatro estão tortas, danificadas e trincadas ao ponto de quebrarem. As câmeras mostraram quantidades preocupantes de destroços no tanque de combustível, que parece estar bem danificado.

Os desafios de esvaziar este tanque são cientificamente enormes, diz Gundersen. Mas deverá ser feito com 100% de perfeição.

Se a tentativa falhar, as varas podem ser expostas ao ar e pegar fogo, liberando quantidades horroríficas de radiação na atmosfera. O tanque pode cair no chão, derrubando as varas juntas em uma pilha que poderia ativar a fissão e explodir. O resultado seria uma nuvem radioativa que ameaçaria a segurança e saúde do mundo todo.

Os primeiros vestígios de radiação que Chernobyl emitiu chegaram na Califórnia em dez dias. Os vestígios de Fukushima chegaram em menos de uma semana. Um novo incêndio no tanque de combustível do reator quatro pode derrubar uma corrente contínua de radiação venenosa por séculos.

O embaixador aposentado Mitsuhei Murada diz que se esta operação der errado, “destruiria o ambiente mundial e nossa civilização. Não é ciência astronômica ou se conecta com debates sobre plantas nucleares. Esse é um assunto sobre a sobrevivência humana”.

Nem a Tokyo Electric ou o governo do Japão pode fazer isso sozinho. Não há desculpas para não organizar um esforço em conjunto mundial dos melhores engenheiros e cientistas disponíveis.

O relógio está contando e não podemos evitá-lo. O desfecho de um possível desastre nuclear mundial está quase batendo na porta. Para ajudar, a melhor coisa que você pode fazer é passar esta informação para outras pessoas afim de mobilizar e conscientizar o mundo do perigo que estamos enfrentando e assim pressionar as autoridades a se organizarem.

Fonte
Traduzido e adaptado do blog Common Dreams

-------------------------------------------------------------
O aprendizado é a única forma de evolução espiritual. Busque-mo-lo sempre.

Poderei vós amar a si mesmo? E amando a si, reconhecer no próximo, a vós? (Pode amar a ti mesmo? E amando a ti mesmo, reconhecer no teu semelhante, você mesmo?)
Pois todos somos um e ninguém é só.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 5 usuários diz(em) obrigado a djaga pelo seu post:
Droid Z (11-05-2014), Jadiel (17-10-2013), Master of Puppets (17-10-2013), pequeno gafanhoto (17-10-2013), Ze_ninguém (17-10-2013)
17-10-2013, 06:58 PM
Resposta: #30
RE: Fukushima: radiação chega ao Brasil
E é exatamente isso pessoal!
Não devemos deixar este assunto cair em esquecimento tendo em vista sua magnitude. Quanto se falou em 2012, Maias, e tantas outras profecias porém isto é real e está acontecendo. Tenho fontes seguras de que há radiação excessiva na região do vale do taquari no RS. Várias medições foram feitas após precipitações e foi constatado radiação.
Então vamos postar todas informações e pesquisar de forma extenuante este assunto para ajudarmos uns aos outros, a fim de conseguirmos nos proteger.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Master of Puppets pelo seu post:
Caximano (17-10-2013), Droid Z (11-05-2014), Ricardo T (24-11-2013)
Compre amendoim e derivados pelo menor preço aqui - Loja Tudo Saudável
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  A cocaína chega à Antártida Bruna T 1 669 28-06-2017 12:06 AM
Última Resposta: Sanderson S. Pierre
  Fukushima - Uma Guerra Nuclear Sem Uma Guerra Profeta do Apocalipse 16 9,203 05-03-2017 10:15 PM
Última Resposta: Bogoton
  Europa é atingida por misterioso aumento nos níveis de radiação ULTRON 15 3,265 01-03-2017 07:17 PM
Última Resposta: GU4RD1ÃO
  Radiação Fukushima: Mais 500 Leões-Marinhos Mortos no Peru admin 1 2,423 22-02-2017 10:20 PM
Última Resposta: MARCELO DF
  Tsunami Gigante no Brasil? Marcusmho 207 74,466 16-09-2016 11:50 PM
Última Resposta: avalon

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 112 usuários online.
» 0 Membros | 112 Visitantes

Estatísticas do Fórum
» Membros: 20,295
» Último Membro: Manoel Victor
» Tópicos do Fórum: 24,788
» Respostas do Fórum: 265,725

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Objeto Misterioso nos Céus da Bahia.
Última Resposta Por: Poseidon
Hoje 01:21 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 165
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 11:11 PM
» Respostas: 686
» Visualizações: 150981
Empresa cobra R$ 660 mil para congelar corpo de quem espera reviver no futuro
Última Resposta Por: Angelick
Ontem 11:09 PM
» Respostas: 13
» Visualizações: 3636
Desenvolvimento científico nacional
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 11:02 PM
» Respostas: 11
» Visualizações: 890
Teoria da Terra Plana, como assim?
Última Resposta Por: DeOlhOnafigueira
Ontem 07:25 PM
» Respostas: 72
» Visualizações: 12437
Lenha na fogueira: Polêmica lista de Maçons
Última Resposta Por: DeOlhOnafigueira
Ontem 07:11 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 319
Temer Decreta Intervenção Militar! Quem esperava por essa?
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 05:08 PM
» Respostas: 62
» Visualizações: 5502
EUA: presidente Trump declara emergência na saúde pública americana.
Última Resposta Por: Tutomystc O alquimista
20-02-2018 07:56 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 348
SpaceX lança com sucesso o Falcon Heavy
Última Resposta Por: NoNOM
20-02-2018 03:44 PM
» Respostas: 32
» Visualizações: 2570
A falsa expedição secreta mais cara da CIA.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
20-02-2018 12:09 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 371
Austrália: iniciada maior investigação da história contra Bancos.
Última Resposta Por: NoNOM
20-02-2018 11:04 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 313
Nicks e avatar porque?
Última Resposta Por: pequeno gafanhoto
20-02-2018 10:16 AM
» Respostas: 211
» Visualizações: 75922
Papua: Fome e epidemia diante da maior mina de ouro do mundo.
Última Resposta Por: Tutomystc O alquimista
19-02-2018 10:33 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 305
Geração de analfabetos e alienados tecnológicos.
Última Resposta Por: Lucas_0512
19-02-2018 10:32 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 778
Bolsa Família: esmola para vagabundos ou política de transferência de renda?
Última Resposta Por: nosvana
19-02-2018 08:35 PM
» Respostas: 113
» Visualizações: 36222
Fim do ensino superior público pago no Chile.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
19-02-2018 07:52 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 453
Plano mirabolante de Elon Musk vai levar internet barata a todo o mundo
Última Resposta Por: O Mensageiro
19-02-2018 04:49 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 624
A grande farsa chamada viajem a Marte, Nasa e suas missões Hollywoodianas.
Última Resposta Por: Toualy
18-02-2018 09:12 PM
» Respostas: 134
» Visualizações: 9894
Pasta de dente caseira - livre de flúor
Última Resposta Por: draggy29
18-02-2018 05:44 PM
» Respostas: 31
» Visualizações: 42500
Site que vende filtros de água que retira o Fluor
Última Resposta Por: draggy29
18-02-2018 01:57 PM
» Respostas: 70
» Visualizações: 90713
Projeto de renda mínima
Última Resposta Por: ULTRON
18-02-2018 11:43 AM
» Respostas: 8
» Visualizações: 1052
A Geração dos idiotas.
Última Resposta Por: Bogoton
18-02-2018 07:59 AM
» Respostas: 49
» Visualizações: 10377
Terra Chata? Uma Nova Teoria sobre o Polo Sul
Última Resposta Por: Branco
18-02-2018 12:05 AM
» Respostas: 414
» Visualizações: 75225
Febre Amarela- São Paulo, RJ, Minas e Bahia.
Última Resposta Por: Doc S
17-02-2018 08:54 PM
» Respostas: 42
» Visualizações: 4350
No Brasil, médicos cubanos são elogiados pela forma de atender e tratar.
Última Resposta Por: AnotherBrickInTheWall
17-02-2018 07:41 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 299
Novo Denunciante - Ex Illuminati (? não acredito em ex...) conta os planos da elite
Última Resposta Por: Elenin20182024
17-02-2018 05:54 PM
» Respostas: 16
» Visualizações: 2788
Somewhere Over The Rainbow (O que existe além do Arco-íris (cores)?
Última Resposta Por: Angelick
17-02-2018 03:17 PM
» Respostas: 9
» Visualizações: 1736
Os Bancos estão morrendo de medo: Bitcoin
Última Resposta Por: Pedro Henrique 25
16-02-2018 11:21 PM
» Respostas: 92
» Visualizações: 7000
A diferença entre baixa cultura e alta cultura
Última Resposta Por: Bruna T
16-02-2018 02:26 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 365
Rainha de Inglaterra afirma ser descendente de Maomé (além da possível merovíngia?)
Última Resposta Por: ULTRON
16-02-2018 12:29 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 1187

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial