Conheça o emagrecedor que está dando o que falar neste verão!



Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Invadir militarmente a Venezuela não é opção.
09-03-2019, 09:39 PM (Resposta editada pela última vez em: 09-03-2019 09:46 PM por Cimberley Cáspio.)
Resposta: #1
Invadir militarmente a Venezuela não é opção.
Por Valentin Vasilescu - voltairenet.org

Enquanto vários Estados latino-americanos e as Forças Especiais dos EUA parecem preparar-se para atacar a Venezuela, Valentin Vasilescu examina a relação de forças e a topografia. Segundo ele, nenhuma forma de invasão pode vencer este vasto país defendido por uma selva, muito mais vasta do que a do Vietname. Qualquer intervenção só pode ter como fim desestabilizar o país, não derrubar o seu governo.

[Imagem: Voltairenet-org_-_1-655-40579-75a63.jpg]


invasão estrangeira da Venezuela apenas é possível através do Brasil, da Colômbia e da Guiana, três Estados vizinhos da Venezuela. Teoricamente, há, pelo menos, três eixos de invasão.

- Uma invasão por Estados sul-americanos deve começar pela conquista de superioridade aérea sobre a Venezuela. Mas a maior parte dos objetivos político-militares da Venezuela estão fora do alcance da aviação brasileira, composta de F-5, A-4, de AMX-1A e dos A-29 Tucanos.

A Colômbia tem aviões Kfir, A-37 e A-29 Tucano que não têm nenhuma chance perante os sistemas anti-aéreos Buk-M2, S-125, S-300 e os aparelhos venezuelanos F-16 e Su-30 da Venezuela. O mesmo se passa com os aviões brasileiros face à defesa anti-aérea de médio e longo alcance e face à aviação venezuelana.

Por causa do seu limite de vôo de baixa altitude, os aviões turbo-propulsados A-29 Tucano evoluem constantemente ao alcance dos 5. 000 mísseis anti-aéreos portáteis venezuelanos SA-24 (Igla-S). Os F-5, A-4, AMX-1A, Kfir e A-37 não dispõem de armas guiadas de precisão e atacam a altitudes de 2.000 a 3.000 m, o que os torna vulneráveis aos mesmos mísseis portáteis SA-24 (Igla-S).

- Uma invasão terrestre a partir da Guiana é improvável. Este pequeno país não tem os meios, nem a capacidade física: não há estrada através do rio e delta do Orinoco, nem sequer a possibilidade de mover tanques através da selva.

O Brasil é o menos susceptível de conseguir êxito. Porque antes de entrar em contacto com as principais forças venezuelanas, o Exército brasileiro deve também percorrer 500 quilômetros na selva.

A seguir, o rio Orinoco é um obstáculo muito difícil para os brasileiros que não dispõem de pontes móveis nem de outros equipamentos de engenharia. Além disso, para a defesa anti-aérea das tropas terrestres, o Brasil e a Colômbia dispõem apenas de mísseis portáteis com um limite de 5.000 m, ao mesmo tempo que os Su-30 venezuelanos lançam bombas guiadas a laser KAB-500 e KAB-1500 ou mísseis Kh-29 a uma altitude de 10.000 m

O mais provável eixo para a ofensiva é a Colômbia. No entanto, o relevo não favorece a ofensiva colombiana, a direção da ofensiva é obstada pelo Lago Maracaibo. Ele tem que ser contornado para leste e seguindo um corredor de 15 a 20 km, facilmente defensável pelo Exército venezuelano.

A melhor opção consistiria em abrir uma via de desvio com uma força de base aérea colombiana equivalente a uma brigada, e de a lançar de pára-quedas pelo sudeste pela Cordilheira dos Andes. Mas esta opção é igualmente impossível porque a Colômbia só possui 5 C-130 e 8 C-295, com os quais apenas 2 ou 3 companhias de infantaria podem ser lançadas de pára-quedas.

A Colômbia possui igualmente uma força de combate muito inferior à da Venezuela já que ela se apoia numa infantaria com blindados ligeiros; além disso, ela não dispõe de carros de combate, a sua artilharia está dispersa e depende de reboques por camiões (caminhões-br). A título de comparação, a Venezuela dispõe de veículos de artilharia auto-propulsada 2S19 Msta, de carros de combate BM-30 Smerch, de BM-21 Grad, de LAR e de T-72s.

- Uma expedição marítima brasileira da 1ª Brigada de Infantaria de Marinha a bordo de porta-helicópteros e de navios de desembarque pode complicar a situação dos defensores da Venezuela. A Venezuela pode atacar o grupo de navios de desembarque numa extensão de 100 a 200 km de costa com mísseis anti-navio Kh-31A1 e Kh-59ME lançados por Su-30.

Só uma invasão militar dos EUA pode derrubar Nicolas Maduro, tal como foi o caso no Iraque e na Líbia. Mas no entretanto, a Rússia mudou de política externa e demonstrou na Síria que é capaz de defender os seus aliados.

Devido a interesses econômicos elevados na Venezuela, a Rússia e a China, mesmo se não enviarem tropas, irão fornecer-lhe tipos de armas de alto nível e de grande raio de ação para impedir uma invasão dos EUA.

Os Estados Unidos são a maior potência naval do mundo e possuem 2 corpos de infantaria naval. É por isso que o principal eixo ofensivo poderia ser aberto por um desembarque norte-americano.

O naufrágio de 1 a 2 porta-aviões e de vários navios anfíbios de desembarque dos EUA significa a impossibilidade de obter a supremacia aérea e hipóteses reduzidas de criar uma cabeça de ponte da infantaria naval na costa venezuelana.

Este objectivo é facilmente atingido com o míssil hipersônico russo Zircon, com um alcance de 1.000 km, e o míssil de cruzeiro Kalibr 3M-54 com um alcance de 1.400 km. Se a Venezuela dispuser destes mísseis, poderá atingir o grupo de navios expedicionários norte-americanos a sul das Bahamas, a 500 km de Miami.

No entanto, não penso que a Rússia forneceria aos Venezuelanos mísseis Zircon e Kalibr. Ela poderia, no entanto, propor sistemas Bastion e mísseis ar-ar Kh-59MK2, com um alcance de 550 km, operacionais em aviões Su-30.

Uma bateria do míssil costeiro terra-mar Bastion, usado pela Rússia, utiliza quatro lançadores de mísseis móveis P-800 Oniks. O míssil tem uma massa de 3 toneladas, uma envergadura de 1,7 m e uma ogiva destrutiva de 250 kg. A propulsão é feita por um motor de cruzeiro "ramjet" (estatoreactor supersônico), similar ao do míssil Zircon. O alcance do míssil P-800 é de 350 a 600 km, a sua velocidade é de Mach 2,5 (700 m/s). Na trajetória, no limite de vôo de cruzeiro de 14. 000 m, o míssil é guiado por satélite. À aproximação do alvo, o P-800 fixa-se no alvo, desce até 10 m de altura e executa manobras de mudança de direção.

Nesta situação, a Venezuela estaria à altura de fazer face ao grupo do Corpo Expedicionário dos EUA navegando a sul das ilhas do Haiti e de Porto Rico. O erro provável na precisão do míssil Oniks P-800 é de 1,5 m, o que significa que o alvo é atingido a 100% no caso de um porta-aviões, de um porta- helicópteros, de um cruzador ou de um destroyer (contratorpedeiro-ndT), todos com um comprimento superior a 100 m.

A única possibilidade é um bombardeamento coordenado da OTAN (EUA, França, Países Baixos, Reino Unido) e de Estados latino-americanos (Brasil, Colômbia, Guiana) sobre alvos seleccionados. Neste caso, não se trataria de uma invasão, mas, antes da destruição de certas estruturas venezuelanas.

voltairenet.org/article205447.html
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Cimberley Cáspio pelo seu post:
CaféSemAçúcar (10-03-2019)
Compre o Melhor do Mel e Derivados na Tudo Saudável
10-03-2019, 09:34 PM
Resposta: #2
RE: Invadir militarmente a Venezuela não é opção.
Não é tão difícil assim como ele está falando. Os Estados Unidos só precisa de dois porta aviões e uma pista para abastecimento e meia dúzia de seus modernos F-35 para acabar com a bateria antiaérea venezuelana.

Eu não sou nenhum estrategista militar, mas não vejo dificuldades em conseguir essa invasão.

Temos três pontos de entrada, Colômbia, Guiana e Brasil, 3 frentes de batalhas para o fraco exército venezuelano. A mata ou a selva não é problema, Brasil, Colômbia e Guiana sabem se virar neste ambiente, deixando apenas os americanos com seus aviões e a divisão 101°.

As opções são variadas e todas elas já foram estudadas e postas na mesa para análise. Com a tecnologia que os Estados Unidos possui, não precisa ganhar a guerra, basta apenas capturar a capital e por lá o presidente interino. Garanto que boa parte do exercito vai se virar contra o Maduro.

Já não sou quem eu era nem voltarei a ser quem fui, mas serei sempre fiel aos meus princípios.


Não há prisioneiro pior do que aquele que não busca conhecimento, mas pensa estar livre.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Beobachter pelo seu post:
Cimberley Cáspio (10-03-2019), pequeno gafanhoto (10-03-2019)
10-03-2019, 11:11 PM (Resposta editada pela última vez em: 10-03-2019 11:18 PM por CaféSemAçúcar.)
Resposta: #3
RE: Invadir militarmente a Venezuela não é opção.
Mourão disse que EUA não usará território brasileiro para invadir a Venezuela.

Recentemente Eua perdeu na Ucrânia e na Síria com suas proxys wars. Depois que a Síria colocou os S-300 russo, acabou a festa sionista.

Se a Russia investir como investiu na Síria, os EUA vão embora. E ainda tem a China no jogo, 49% do petróleo venezuelano é vendido para a China, sem contar que a dívida com a China eles pagam também em petróleo.

O roteiro diz que os EUA cedo ou tarde cairá. Depois de matutar bastante, não acho muito oportuno se aliar com eles como quer e faz Bolsonaro, em nada temos a ganhar e sim a perder. O episódio da embaixada foi vergonhoso, depois de tomar um puxão de orelha do alto comando ele recuou.

Brasil precisa se afastar de qualquer relação de inimizades em escala internacional. Não temos tecnologia suficiente para defender nosso território e suas fronteiras e muito menos condição para lidar com os nosso próprios terroristas regionais que são os narcotraficantes, e ainda querem conflitos internacionais. Paramos no tempo enquanto lá fora se desenvolve de tudo.

Arrumar a casa antes de cuidar do jardim do vizinho.

O que está em jogo não é só os recursos naturais venezuelanos e sua fonte de recurso de grupos terroristas xiitas mas também o Triplo A. Em uma hipotética guerra contra a Venezuela, poderíamos perder parte da Amazônia oficialmente porque na prática, como já se sabe, grande parte dela já não é do Brasil. O jogo mundial está nessa região porque para montar a Nova Ordem Mundial Tecnocrata e a mudança de lastro para o ouro, essa é a região a ser conquistada.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a CaféSemAçúcar pelo seu post:
Cimberley Cáspio (10-03-2019), Fire Fox (11-03-2019)
11-03-2019, 11:35 PM (Resposta editada pela última vez em: 12-03-2019 12:17 AM por pequeno gafanhoto.)
Resposta: #4
RE: Invadir militarmente a Venezuela não é opção.
Acredito que todos sabem do apagao na venezuela

Citar: No dia 7 de março, as redes elétricas venezuelanas entraram em colapso, após uma falha na usina hidrelétrica de Guri, que fornece 80% do consumo energético da Venezuela....

fonte

Venezuela nao aguenta um suposto ataque cibernetico,
Tenho impressao que vai durar bom tempo.



Talves esta usina hidrelétrica de Guri seja o ponto fraco da Venezuela.
[Imagem: 11_big.jpg]


E se este apagao for o passo inicial?


Quero lembrar que um ataque é estratégico. e nao um confronto direto. Com certeza EUA ja tem toda a logística necessária

A Venezuela teria que manter suas forças em vários locais diferentes e o suporte a tais. ora, se ataca o suporte e aguarda. O suprimento de armas e alimentos é fundamental. E tem ainda outro fator importante: o apoio da populaçao contra maduro .

Só existe uma coisa melhor do que fazer novos amigos: conservar os velhos.
Elmer G. Letterman
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a pequeno gafanhoto pelo seu post:
Beobachter (12-03-2019), Cimberley Cáspio (12-03-2019), Fire Fox (12-03-2019)
As delícias de ALFARROBA da Carob House você encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Conflito hibrido qual é o plano do pentágono para a fronteira Colômbia X Venezuela Marck Vini 1 270 11-09-2019 11:44 AM
Última Resposta: Marcelo Almeida
  Venezuela no fogo cruzado das potências mundiais Bruna T 66 4,427 18-04-2019 12:50 AM
Última Resposta: CaféSemAçúcar
  Confirmado: começa o cerco naval americano à Venezuela. Cimberley Cáspio 28 2,248 13-03-2019 08:13 PM
Última Resposta: CaféSemAçúcar
  EUA ordenam a retirada de cidadãos americanos da Venezuela.Será um prenúncio? Cimberley Cáspio 1 462 13-03-2019 08:25 AM
Última Resposta: Marcelo Almeida
  Rússia promete intensificar ajuda humanitária à Venezuela. Cimberley Cáspio 2 420 07-03-2019 08:48 AM
Última Resposta: Marcelo Almeida

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 72 usuários online.
» 0 Membros | 72 Visitantes

Estatísticas do Fórum
» Membros: 21,190
» Último Membro: deas98541
» Tópicos do Fórum: 26,310
» Respostas do Fórum: 280,219

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
A Santa Sé no Clube Bilderberg?
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 04:09 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 99
Cristina Martín, a mulher que desmascarou o clube Bilderberg
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:57 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 54
O experimento mais avançado do Big Brother da China é uma bagunça burocrática
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:56 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 31
EUA sancionam hackers norte-coreanos pelo Swift hack, WannaCry e outros ataques
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:55 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 30
Mais um produto falsificado Made in China: a democracia vendida por Pequim
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:54 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 221
O Vietnã realiza experimentos para tentar acabar com a dengue
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:54 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 26
Navio de guerra dos EUA desafia reivindicações chinesas no disputado Mar da China
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:53 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 26
O Homem foi a Lua?
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:52 PM
» Respostas: 201
» Visualizações: 55636
Flávio Bolsonaro e o PT tem uma pauta em comum: enterrar a CPI da Lava Toga
Última Resposta Por: pablo_hp
Ontem 01:19 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 69
10 alegadas armas secretas dos militares dos EUA
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 01:15 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 46
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Branco
Ontem 12:18 PM
» Respostas: 1375
» Visualizações: 241145
Algumas músicas anom
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 01:43 AM
» Respostas: 197
» Visualizações: 34413
Negacionismo científico: Uma negação ignorante ou infame?
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 12:40 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 114
O Brazil com "Z" de Ama'Z'ônia
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 12:04 AM
» Respostas: 101
» Visualizações: 3886
Greenpeace protesta do lado de fora do Salão Automóvel de Frankfurt contra a poluição
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 09:16 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 80
A festa acabou: abastecer o carro elétrico é mais caro que o diesel
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 09:06 PM
» Respostas: 17
» Visualizações: 1886
Edward Snowden: O maior perigo ainda está por vir, com os aprimoramentos de IA
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 08:41 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 63
Conheça a arma secreta da América para matar as armas nucleares subaquáticas da China
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 07:54 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 55
Sergio Moro vai criar Academia Nacional inspirada no FBI para treinar policiais civis
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 07:48 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 32
5G, Armas Psicotronicas, Radiação RF, Mk Ultra, Vozes Intracranianias (V2K)
Última Resposta Por: ULTRON
13-09-2019 04:43 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 329
Justiça gasta R$ 4,3 bilhões com dinheiro extra para juízes e desembargadores
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 12:37 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 64
[VIDEO] A Máfia dos Transplantes de Órgãos e o Caso Paulinho Pavesi
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 11:52 AM
» Respostas: 47
» Visualizações: 30333
O plano global de extinção da classe média mundial
Última Resposta Por: Xevious
13-09-2019 11:35 AM
» Respostas: 18
» Visualizações: 854
Coréia do Norte lança mísseis no mar do Japão após a retomada de conversas com os EUA
Última Resposta Por: Bruna T
12-09-2019 06:59 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 79
Perseguição cristã.
Última Resposta Por: Bruna T
12-09-2019 06:58 PM
» Respostas: 31
» Visualizações: 1551
Industria farmacêutica age como crime organizado
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
12-09-2019 10:11 AM
» Respostas: 5
» Visualizações: 668
Pedofilia para a NOM.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
12-09-2019 09:28 AM
» Respostas: 12
» Visualizações: 368
A degeneração progressiva dos povos e das culturas
Última Resposta Por: Diakonov
12-09-2019 12:04 AM
» Respostas: 97
» Visualizações: 4325
Mitos e mentiras das elites globais sobre incêndios na Amazônia queimam quente
Última Resposta Por: rmuller
11-09-2019 04:20 PM
» Respostas: 22
» Visualizações: 1088
Invasão das idéias.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
11-09-2019 04:15 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 268

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial