Spirulina Orgânica da Fazenda Tamanduá Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais



Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 2 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Israel ataca 20 alvos na Faixa de Gaza
21-07-2014, 10:58 AM
Resposta: #21
RE: Israel ataca 20 alvos na Faixa de Gaza
Os governos obsoletos, egoístas, "babacas" submissos, e populistas da velha Europa, mais uma vez ficam de fora do conflito. A Europa como potencia mundial, como líder das democracias mais velhas do mundo, defensora da liberdade de direitos e garantias a todos os cidadãos, (TPI), assiste impávida e serena ao morticínio e à chacina de um povo. Mais uma vez fica demonstrado a sua inutilidade em termos de afirmação no mundo moderno.

EUA e Israel, mais 1 ou 2 países do Médio Oriente, tomam contam, ou fazem que tomam, da situação, deixando o "T. REX" Netanyahu, fazer o que bem quer e lhe apetece. Não fosse agora os EUA terem causado uma pequena zanga com Israel, por causa do seu apoio ao Irão (por interesses dos EUA), e já tínhamos assistido ao governo dos EUA apoiar claramente Israel. De qualquer forma, o plano para a destruição de um povo livre continua e só irá parar quando a Faixa de Gaza for território israelita. O Hamas serve de bode expiatório para o avanço planeado faz tempo.

A posição, ou não posição, da Europa é vergonhosa. Lamento.

Ab alio expectes, quod alteri feceris
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a ruicoelho pelo seu post:
GU4RD1ÃO (21-07-2014), LoneWolf (21-07-2014), Mister Pelf (21-07-2014), Technologic Monk (23-07-2014)
Manteiga Ghee pelo menor preço é na loja Tudo Saudável
21-07-2014, 12:17 PM
Resposta: #22
RE: Israel ataca 20 alvos na Faixa de Gaza
Apesar de boa parte da opnião pública européia(eleitores) ser contra o que ocorre em gaza, o fato é que as "democracias" européias jamais intervirão a favor dos "sand niggers", como os palestinos são jocosamente chamados por seus opressores, porque estão acorrentados pelo lobby de Israel, seria um suícidio político. O problema é que o estado opressor só mantém sua existência em um regime de guerra perpétua e insegurança, pois só assim a ajuda externa continua, num contexto desses, quem pode acreditar no que acontece internamente e ao redor de Israel. O plano está em curso, a balcanização do oriente médio, para uma maior expansão do estado de Israel.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a LoneWolf pelo seu post:
GU4RD1ÃO (21-07-2014)
21-07-2014, 04:50 PM
Resposta: #23
RE: Israel ataca 20 alvos na Faixa de Gaza
(19-07-2014 12:36 AM)Javelin Escreveu:  Sem querer defender,mas se não fosse o HAMAS,Israel já teria ocupado Gaza todinha.

Pouco o nada entendo de geopolítica no entanto aproveito a frase do nosso amigo @Javelin para, não tão aberta e explicitamente, pois é politicamente incorrecto fazê-lo, dizer que concordo com a opinião dele. É triste ter de chegar a um ponto em que damos razão a quem não a tem. No entanto, especificamente neste conflito, não é só o HAMAS que é terrorista. ISRAEL é tão ou mais terrorista que o HAMAS. Exerce com toda a liberdade o terrorismo de guerra, retaliações desproporcionadas, e o terrorismo de estado. Usurpa não só a liberdade de um povo, ao abrigo da ignorância da comunidade internacional, e irá usurpar todo o território de Gaza que nunca foi pertença de Israel.

A meu ver, apesar do conflito ser já antigo, desta vez se agravou pois os EUA têm o rabo preso. Esta "submissão" dos EUA ao Irão, pelo trabalho que o Irão está a fazer no Iraque lutando contra o Sunitas, veio a calhar por 2 motivos. Primeiro evita a presença militar novamente no Iraque, apoiando as tropas Iranianas, com os seus Drones evitando assim o embaraço de Obama uma vez que este autorizou a retirada militar do Iraque. Ficaria sem Jeito ter que voltar a colocar tropas no terreno.

Depois, convém aos EUA ter uma razão para poder chamar a atenção de Israel sobre o conflito na Palestina, (somente chamar a atenção porque fazer, nada). É uma maneira muito bem camuflada da comunidade muçulmana bater palmas aos EUA. Neste momento Obama está com as calças na mão, não convém entrar em nenhum conflito, uma vez que tem mais um problema com a Rússia na agenda por resolver. O caso do avião que foi abatido na Ucrânia.

Ninguém de bom senso pode estar do lado de Israel. Mesmo que tivesse razão, a perderia pela desproporção de força utilizada e pelo massacre de civis. Convém não esquecer que a comunidade Judaica mais ortodoxa se demarca desta barbárie. Pois estes mais ortodoxos são os verdadeiros herdeiros das terras da Palestina que já habitavam antes de 47. Esses são os verdadeiros judeus que nunca entraram em conflitos com os seus vizinhos palestinianos.

Se me permitem só mais uma nota, o acéfalo presidente Bush foi o grande mestre e amigo de Israel ao derrubar o regime de Bagdade. Este regime ditatorial, servia de tampão e moderava e equilibrava as forças no Médio Oriente, pois Israel temia um ataque de Bagdade. Neste momento parece-me que Golias vai mesmo vencer. Israel com o seu poderio militar vai esmagar Gaza, se não for hoje é amanhã, pois a ideia é anexar. E vai conseguir perante o olhar impávido e sereno da comunidade internacional. Isto porque Putin neste momento tem o rabo preso, pois se não fosse isso, a musica seria outra.

Ab alio expectes, quod alteri feceris
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
21-07-2014, 05:03 PM
Resposta: #24
RE: Israel ataca 20 alvos na Faixa de Gaza
Quem ganha com a venda destas armas da morte?
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a GU4RD1ÃO pelo seu post:
John Dickinson (22-07-2014)
Compre na Tudo Saudável o autênico chá de amora miura
22-07-2014, 07:49 PM
Resposta: #25
RE: Israel ataca 20 alvos na Faixa de Gaza
Faixa de Gaza é vítima da guerra entre Hamas e Israel

[Imagem: 9AP468645430230.jpg]
Foto: AP/Khalil Hamra


A escalada de violência na Faixa de Gaza está reduzindo drasticamente as hipóteses de uma regularização pacífica do conflito. Ambas as partes demonstram estar dispostas a travar uma guerra em grande escala.

A campanha militar, que no início se resumia a uma troca de tiros à distância, passou para a fase de combates terrestres. Imediatamente a seguir aumentou bruscamente o número de vítimas. A contagem inclui dezenas de israelenses (o estado hebraico já não enfrentava baixas destas desde a Segunda Guerra do Líbano de 2006) e centenas de palestinos.

O grande drama é que desses mortos fazem parte cerca de duas centenas de mulheres e crianças que não podem de forma nenhuma ser consideradas como extremistas.

Aquilo que neste momento se passa na Faixa de Gaza foi descrito à Voz da Rússia pelo analista político palestino Atef Abu Saif que foi testemunha ocular dos acontecimentos.

Já há duas semanas que no território de Gaza não param os assassinatos, os ataques, a destruição”.

São utilizados todos os tipos de armas de fabrição israelense e norte-americano: mísseis, tanques e aviões.

Foram mortas mais de 500 pessoas e mais de 300 foram gravemente feridas. Quanto às destruições, cerca de 700 casas são completamente irrecuperáveis e outras 2.000 exigem obras significativas.

O número exato das vítimas da operação que decorre no bairro antigo de AL-Shujaia, no leste de Gaza, é desconhecido. Entre os mortos se contam inclusivamente médicos que socorriam as vítimas.

Gaza se encontra à beira de uma catástrofe humanitária. Nós já percebemos perfeitamente que o objetivo desta guerra é o extermínio do povo palestino. Fazem tudo o que é possível para forçar os palestinos a abandonar suas casas.

Israel elimina as pessoas, destrói as casas e as culturas agrícolas. Em Gaza existem grandes problemas com o abastecimento de eletricidade, as casas só têm energia elétrica durante três horas por dia.

O número de refugiados atinge as 60 mil pessoas. Dos 200 mil habitantes do bairro de al-Shujaia, 40 mil fugiram de suas casas. Os hospitais estão em condições deploráveis, não há medicamentos nem equipamento para socorrer as pessoas. “Os hospitais e as escolas se transformaram em postos de acolhimento de refugiados”.

Na opinião de Moscou, a dimensão das baixas e das calamidades que vive a população da Faixa de Gaza exige ações inadiáveis da comunidade internacional. A nova escalada de violência demonstrou com toda a clareza a necessidade de um cessar-fogo, sublinha o MRE russo. Contudo, as partes em confronto estão decididas a continuar.

Os militares israelenses tencionam alargar a operação militar na Faixa de Gaza até conseguirem atingir todos os objetivos a que se propuseram. Tel Aviv reconhece que a operação está sendo complicada e não está isenta de situações difíceis. Contudo, tudo indica que os israelenses estão dispostos a sofrer baixas, inclusive na sua reputação.

Já o movimento Hamas recusa regressar ao status quo anterior à guerra: a um cessar-fogo sem garantias de um fim do bloqueio da fronteira e da libertação dos seus militantes, presos anteriormente pelos israelenses na Cisjordânia.

Segundo declarou recentemente o líder do Hamas na Faixa de Gaza, o antigo primeiro-ministro Ismail Haniya, “nós não podemos regressar à situação anterior e não vamos continuar aceitando uma morte lenta”.
Aliás, o Hamas pode estar interessado numa escalada do conflito, considera o perito em Oriente Médio Serguei Seregichev:

Todos estes ano o Hamas, apesar das declarações pacíficas, foi aumentando seu potencial militar, construiu novos túneis e aprimorou os antigos”.

Toda a Faixa de Gaza está coberta de vias de comunicação subterrâneas pelos quais se deslocam os combatentes do Hamas. Para limpar essas passagens são necessárias forças consideráveis. Isso é acompanhado de grandes baixas.

O Hamas não mudou o objetivo da sua existência. Ele considera que o Estado de Israel deve ser destruído. O Hamas está em condições de não permitir que Israel seja alvejado a partir de Gaza. Mas isso não acontece porque a escalada do conflito é útil para o próprio Hamas de forma a manter sua reputação de inimigo irreconciliável de Israel”.

Toda a dificuldade reside na impossibilidade de resolver o problema do Hamas pela via militar. Para eliminar toda a infraestrutura terrorista será necessária uma ocupação de longo prazo que irá provocar muitas baixas.

É possível abater os militantes mais ativos, mas a maioria dos membros do Hamas não se distingue dos civis. Por isso, uma guerra total contra essa organização significará o genocídio de todo o povo palestino. Serguei Seregichev prossegue:

A arma mais terrível do Hamas não são os foguetes Kassam, mas sua ideologia. Aí os israelenses irão enfrentar problemas muito grandes. Até os desenhos animados para crianças, transmitidos pela TV palestina, fomentam o ódio contra Israel. Desde tenra idade os habitantes de Gaza e da Cisjordânia estão sujeitos a essa ideia e recebem conselhos práticos de luta contra o inimigo. É difícil fazer seja o que for contra essa ideologia, porque os que fazem a lavagem aos cérebros dos jovens palestinos não querem abandonar esse negócio lucrativo”.

De acordo com o presidente do comitê do Conselho da Federação para os assuntos internacionais, Mikhail Margelov, em Gaza existem diversos grupos que por vezes nem se comunicam, e a situação está em grande parte fora do controle de um centro único, o que dificulta as tentativas para encontrar uma decisão política.

Assim, os israelenses são obrigados a lutar não contra a causa, mas contra a consequência. Agora eles tentam provocar o máximo de danos aos palestinos para reduzir, se não sua vontade, pelo menos sua capacidade física para resistir.

Logo que o governo de Israel decida que provocou prejuízos suficientes, e os líderes do Hamas – que esse prejuízo já é demasiado elevado, eles irão permitir que a comunidade internacional e os mediadores internacionais os convençam a estabelecer um compromisso.

FONTE:http://portuguese.ruvr.ru/news/2014_07_2...rael-4026/
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a John Dickinson pelo seu post:
GU4RD1ÃO (26-07-2014)
24-07-2014, 09:15 PM
Resposta: #26
RE: Israel ataca 20 alvos na Faixa de Gaza
Hamas sem saber como vencer sistema de tanques com escudo israelenses

Um cessar-fogo "humanitário" daria ao Hamas tempo para encontrar respostas para armadura de escudo do israelense Chariot-4

[Imagem: trophy.jpg]
O Troféu: Escudo de Proteção-Ativa para blindados


Quinta-feira, 24 julho, o 17 º dia de operação em Gaza da IDF, os ministros israelenses estavam discutindo um possível "cessar-fogo humanitário" em hostilidades da IDF-Hamas, o que pode durar até cinco dias. De acordo com fontes militares do DEBKAfile, é o Hamas que, por trás de sua postura dura, está interessado em uma pausa - e não apenas por causa da preocupação repentina para os civis de Gaza.

Seus estrategistas estão desesperados para encontrar uma brecha no sistema de mísseis Trophy de defesa Chariot-4 do Escudo de Proteção-Ativa tanque Armored, conhecido como o corta-vento. A brigada blindada 401 é a única unidade IDF com esta armadura.

Hamas tem tentado parar estes tanques com dois tipos de mísseis avançados guiados antitanque, o russo Kornet-E, e os Konkurs 9M113. Mas Windbreaker repele e danificá-los todos.

Quarta-feira 23 de julho, a IDF deliberadamente colocado comandante da brigada coronel Sa'ar Tzur, um dos comandantes de destaque na Operação Borda de proteção, diante das câmeras de TV, ao estar na frente de um tanque Chariot-4.

Ele falou longamente sobre o desempenho imparável da brigada antitanque sob fogo de mísseis. Esses mísseis são explodidos sem penetrar a armadura dos tanques, disse ele, e são impotentes para retardar seu avanço.

Hamas não encontrou resposta para o sistema de defesa ativa Trophy, mais do que ele tem para as baterias de defesa antimísseis Iron Dome, que mantêm populações civis israelenses a salvo de seus foguetes.

Ambos os sistemas são de fabricação caseira, desenvolvidos pela Rafael indústrias de sistemas armados avançados.

Hamas não vai desistir, é por isso que está segurando-se contra um longo cessar-fogo, mas com o objetivo de apenas ganhar tempo suficiente para chegar a novos estratagemas, fontes militares do DEBKAfile dizem.

Esta foi à mensagem transmitida na demonstração do líder do Hamas, Khaled Meshaal feita na Quarta-feira 23 de julho, em Qatar: Ele rejeitou um cessar-fogo de longo prazo, mas deixou a porta aberta para uma pausa "humanitária".

Enquanto suas forças tomaram punição grave, a maioria de comando subterrâneo do Hamas e militar e a infraestrutura ainda estão longe de ser nocauteado.

Mas se o exército israelense decide ir para um golpe decisivo contra as instalações nucleares - definidas por eufemismo do gabinete de segurança israelense de "expandir a operação" - chefes do Hamas esperam que ela seja liderada por uma frota de tanques Chariot-4 vindo à direção deles atrás a proteção de seus impenetráveis "Windbreakers".

Para manter qualquer tipo de sorteio com a IDF, o Hamas está na necessidade urgente de dois recursos:

1) Tecnologia para neutralizar o corta-vento; e

2) Os mísseis capazes de perfurá-lo.

Enquanto Khaled Meshal anda com os corretores de cessar-fogo no Catar, os seus agentes são conhecidos por terem um apelo urgente a Teerã para encontrar as armas de que precisam e entregá-los em alta velocidade para a Faixa de Gaza - possivelmente pela Líbia por contrabando de rota de armas “os iranianos-terroristas através do Egito”.

Foi feita referência a este apelo em um comentário por um alto funcionário de inteligência militar quarta-feira, quando ele revelou que o Irã prometeu reconstruir a máquina militar do Hamas, incluindo seus sistemas de produção e lançamento de foguetes.

Hamas e Teerã também abordaram o problema da armadura Chariot-4.

Ambos totalmente compreenderam que a menos que ele pode ser resolvido, o Hamas pode não ter nenhuma forma de defender seu alto comando e arsenal em seus bunkers subterrâneos elaborada mente decorados.

Secretário de Estado dos EUA John Kerry tem todos esses fatos à mão, alimentados por um fluxo constante de informações dos informantes dos EUA no e sobre o campo de batalha.

Seus esforços para um cessar-fogo são baseados na sua percepção de que Israel até agora não conseguiu infligir uma derrota clara sobre o Hamas e precisa expandir sua operação para inclinar a balança.

Ele calcula que, se Israel lança seu impulso final, que ainda não foi aprovado, não vai aceitar um cessar-fogo antes de atingir seu objetivo, e isso pode levar pelo menos uma semana a dez dias.

Mas se o primeiro-ministro Binyamin Netanyahu e o ministro da Defesa, Moshe Ya'alon adiar ataque decisivo de Israel, então as negociações podem começar por uma trégua de algum tipo, enquanto ambos os lados tamanho até suas respectivas situações e decidir se é ou não é a sua vantagem.

FONTE:http://undhorizontenews2.blogspot.com.br...ma-de.html
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
24-07-2014, 10:57 PM
Resposta: #27
RE: Israel ataca 20 alvos na Faixa de Gaza
Os Palestinos não tem nem a chance que os judeus tiveram quando Hitler subiu ao poder: Fugir!

Existe um poder em algum lugar tão organizado, tão sutil, tão atento, tão entrelaçado, tão completo, tão disseminado e abrangente, que é melhor sempre abaixar muito bem a voz ao dizer qualquer coisa em condenação a ele. "Woodrow Wilson"
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Castelo pelo seu post:
GU4RD1ÃO (26-07-2014)
Compre Spirulina e Chlorella da OceanDrop na Tudo Saudável
27-07-2014, 06:41 PM
Resposta: #28
RE: Israel ataca 20 alvos na Faixa de Gaza
Hamas retoma bombardeios depois de concordar em novo cessar-fogo de 24 horas

[Imagem: gaza-2.si.jpg]
Fumaça sobe durante a ofensiva israelense no leste da Cidade de Gaza 27 de julho de 2014. (Reuters / Ahmed Zakot)

A luta brevemente diminuiu em Gaza no domingo depois que o Hamas concordou com uma trégua humanitária de 24 horas na Faixa. PM de Israel, Benjamin Netanyahu, no entanto, bateu o grupo por não aceitar o seu próprio cessar-fogo e continuar a disparar.


Em resposta à intervenção da ONU e considerando a situação de nosso povo e por ocasião do Eid, foi acordado entre as facções de resistência para endossar as 24 horas de cessar fogo, a partir de 14h00min no domingo”, disse Sami Abu Zuhri, porta-voz do Hamas disse em um comunicado.

Eid AL-Fitr, também chamada de Festa de quebrar o jejum, é um feriado religioso importante celebrado pelos muçulmanos em todo o mundo que marca o fim do Ramadã. Ela começa na terça-feira.


Entretanto, Israel rejeitou a proposta pela Organização das Nações Unidas e Hamas para o cessar-fogo humanitário na Faixa de Gaza, o primeiro-ministro do país, Benjamin Netanyahu, disse à CNN.

"O Hamas não aceitará até mesmo o seu próprio cessar-fogo, é continuara a disparar contra nós enquanto falamos", disse ele, acrescentando que Israel "vai tomar medidas necessárias, sempre quando for para proteger o nosso povo" .


Israel antes retomou combates na Faixa de Gaza, dizendo que o Hamas ignorou um acordo anterior.

Na sequência de disparos de foguetes incessantes do Hamas em toda a janela humanitária, que foi acordada para o bem-estar da população civil em Gaza, [o Exército] vai agora retomar a sua atividade aérea, naval e terrestre na Faixa de Gaza, “uma declaração das forças israelenses”.

[Imagem: 747b2f59d16d76aadcbc295d3a2b3c82.jpg]
Fumaça sobe durante a ofensiva israelense no leste da Cidade de Gaza 27 de julho de 2014. (Reuters / Suhaib Salem)

De acordo com a Força de Defesa de Israel (IDF), uma vez que a margem de proteção da Operação começou, eles concordaram em um cessar-fogo várias vezes, mas isso não foi captado pelo Hamas.

Desde o início da operação em Gaza, realizamos o nosso cessar-fogo 4 vezes. Hamas nunca parou de disparar foguetes ", disse o IDF no Twitter.

[Imagem: BtfoYD_CIAAC9Lu.jpg]


No sábado, Israel concordou em cessar-fogo de 12 horas humanitária em Gaza e, em seguida, estendeu por 24 horas. No entanto, minutos após a trégua inicial saiu, um novo lançamento de foguetes que atingiram o sul e centro de Israel. Pelo menos cinco caíram em Israel e outros dois foram interceptados pelo Domo de Ferro, disse o militar.

Hamas no ponto rejeitou a extensão da trégua.

“Não há cessar-fogo humanitário é válido sem os tanques de Israel que se retiraram da Faixa de Gaza e sem moradores voltando para suas casas e ambulâncias transportando corpos sendo capaz de se mover livremente em torno de Gaza, “disse o porta-voz do Hamas”.

[Imagem: 2014-07-27T102115Z_1_LYNXMPEA6Q04C_RTROP...T-GAZA.JPG]
Um tanque do Exército israelense move perto da fronteira com a Faixa de Gaza 27 de julho de 2014. (Reuters / Ronen Zvulun)

Apesar do cessar-fogo na manhã de sábado, as Forças de Defesa de Israel (IDF) exortou os palestinos, que anteriormente deixaram suas casas em Gaza, a “abster-se de retornar” para suas casas, dizendo que” o IDF deverá responder se os terroristas escolhem para explorar essa hora para atacar o pessoal do IDF ou fogo contra civis israelenses. " O IDF também pediu que a população civil de Gaza não se aproximar zonas de combate.


No entanto, milhar de palestinos ignoraram as advertências e voltaram para suas casas em Gaza para encontrar dezenas de casas demolidas e destroços bloqueando as estradas.


Após o anúncio do cessar-fogo de 24 horas no sábado, uma série de lançamento de foguetes foi lançada de militantes do Hamas contra Israel. Pelo menos cinco cairam em Israel e outros dois foram interceptados pelo Domo de Ferro, disse o militar.

Como a operação de Borda de proteção entra em seu 20 º dia, o número de mortos em Gaza chegou a pelo menos 1.050 - a maioria civis.

[Imagem: gaza-4.jpg]
Carpideiras palestinas carregam o corpo de Mahmud Abu AL-Hosna, cujo corpo foi recuperado dos escombros no dia anterior, durante seu funeral, em Jabalia, no norte da Faixa de Gaza em 27 de julho de 2014. (AFP Photo / Mahmud Hams)


Israel perdeu três civis mortos em Israel por foguetes e morteiros. No domingo de manhã um soldado israelense foi morto por um morteiro perto da fronteira com Gaza.

Ele elevou o número de soldados mortos na operação a 43. Nos sábado mais dois soldados israelenses morreram no hospital.

Israel lançou uma grande campanha aérea na Faixa de Gaza em 08 de julho e, posteriormente, enviado tropas terrestre em território controlado pelo Hamas.

O IDF diz que a Operação Borda de proteção é destinada a travar a disparos de foguetes palestinos e destruir túneis transfronteiriços do Hamas.

FONTE:http://rt.com/news/175928-israel-gaza-hamas-ceasefire/
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
28-07-2014, 08:36 PM
Resposta: #29
RE: Israel ataca 20 alvos na Faixa de Gaza
Israel reformatou em Gaza sua operação "Margem Protetora"


[Imagem: T2_PYH2014072108280034000_P4.jpg]
Foto: AP/Tsafrir Abayov


Israel anunciou que passava da “fase ativa” da operação militar terrestre "Margem Protetora" na Faixa de Gaza para uma reação rápida a quaisquer ataques dos palestinos.

O objetivo declarado da operação, iniciada em 8 de julho, era o fim dos ataques com foguetes contra Israel a partir de Gaza e a neutralização do potencial bélico do movimento palestino Hamas.

Os resultados dos bombardeios israelenses contra o enclave palestino no fim do dia 28 de julho são tristes. Além da destruição de uma grande parte das infraestruturas, das habitações e do sistema de abastecimento de água, foram mortos 1.036 palestinos, incluindo 236 crianças.

Mais de 6,2 mil pessoas ficaram feridas. Foram realizados ataques com mísseis contra 3,5 mil alvos. Estes dados foram fornecidos pelo lado palestino.

Os cálculos israelenses, como sempre, são muito diferentes dos palestinos. Segundo os dados do lado israelense, foram aniquilados 320 terroristas. Os israelenses tiveram 43 soldados mortos e cerca de 600 feridos.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia Serguei Lavrov pronunciou em 28 de julho um apelo à cessação de todas as hostilidades de ambas as partes e que estas se sentem à mesa de negociações.

Quando os nossos parceiros norte-americanos, juntamente com os outros membros do Conselho de Segurança da ONU, se pronunciam a favor de um cessar-fogo imediato e incondicional, nós gostaríamos que eles usassem a mesma firmeza e as mesmas expressões para exigir um cessar-fogo na Ucrânia, imediato e incondicional”, disse Serguei Lavrov. “As exigências de capitulação do Sudeste da Ucrânia são duplos critérios.”

Olhemos realmente para tudo o que se passa em Gaza através de um “prisma ucraniano”, diz o diretor do centro de análise de informação Oriente Médio-Cáucaso Stanislav Tarasov:

Na Faixa de Gaza está sendo derramado o sangue de centenas de pessoas simples. Vejam o comportamento ativo do Ocidente. Ele tenta, pelo menos na aparência, sentar as partes em confronto à mesa das negociações.

Paralelamente estão se desenvolvendo acontecimentos trágicos, quase idênticos, na Ucrânia, e aqui assistimos a uma política completamente diferente: uma reação mínima do Ocidente à morte de pessoas simples na Ucrânia na zona de atuação das tropas ucranianas. Isto, infelizmente, é um dos indicadores dos duplos critérios que caracterizam a atual política internacional.

Outro paralelismo vergonhoso com a crise ucraniana e com a reação ocidental é referido pelo analista político francês e editor principal da revista Défense Richard Labévière:

No início deste conflito François Hollande fez uma declaração bastante imprópria, tendo dado ao exército israelense completa liberdade de ação.

Ele falou exclusivamente sobre a segurança de Israel, não tendo dedicado uma palavra sequer às vítimas palestinas, apesar de depois ter tentado se corrigir.

Ou seja, se quiserem, a diplomacia francesa de Laurent Fabius (ministro das Relações Exteriores) está de tal forma subordinada aos israelenses e aos estadunidenses que ela deixou de ter qualquer peso ou influência na região.

Quaisquer processos no Oriente Médio são complexos e exigem uma análise profunda. Mas neste momento é claro que na Faixa de Gaza, antes da operação militar, a situação das pessoas era simplesmente insuportável.

Devido ao bloqueio israelense elas não tinham trabalho, não tinham como viver e se sustentar, diz o conhecido analista político francês e professor de História Bruno Drveski:

“Eu penso que os líderes israelenses caíram em sua própria armadilha. Eles não têm uma visão da situação em longo prazo, eles apenas gerem os problemas correntes e tentam manter o status quo.

Isso foi perfeitamente visível nos exemplos dos últimos anos, quando esse Estado, que ocupou a Palestina, não deu qualquer passo no sentido da paz. Foi assim que eles próprios permitiram serem envolvidos numa situação de guerra.

No plano militar eles são muito mais fortes que seus inimigos, aí não há quaisquer dúvidas. Mas esses mesmos inimigos estão em condições de impedir um desenvolvimento eficaz da economia israelense.

Por enquanto Gaza vive uma paz bastante frágil. Segundo demonstra a história e a prática, essa paz poderá durar muito pouco tempo.

FONTE:http://portuguese.ruvr.ru/news/2014_07_2...tora-6392/
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
29-07-2014, 04:54 AM
Resposta: #30
RE: Israel ataca 20 alvos na Faixa de Gaza
AVISO->Tem imagens muito fortes nesse link: https://t.co/eKLfyXeAA8


Nesse outro link http://www.buzzfeed.com/jennaguillaume/t...er-attack, menina de 16 anos posta no twitter alguns Vines(pequenos videos) mostrando misseis, sons de bomba, etc e diz que não sabe se vai sobreviver.

Vejam tweets relacionados em:
https://twitter.com/hashtag/GazaUnderAttack?src=hash

Tem fotos(pode contar imagens fortes também) e tweets de pessoas que estão lá e pessoas que estão torcendo pelos cidadãos comuns que estão em risco :/

Stream de vídeo, Gaza ao vivo: http://www.ustream.tv/channel/gaza-live1
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
Maca Peruana pelo menor preço você encontra na Tudo Saudável
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Guerra Iminente: Israel-Síria -Irã mr.newface 139 68,298 21-01-2019 08:54 AM
Última Resposta: Beobachter
  Trump corta verba para ONU, o que afeta escolas e clínicas em Gaza Bruna T 3 479 19-08-2018 11:02 PM
Última Resposta: Binho C.R.
  Irã anuncia nova arma "contra EUA e Israel" Bruna T 0 451 19-08-2018 10:35 PM
Última Resposta: Bruna T
  Estado Islâmico ataca escolas infantis no Afeganistão e matam crianças. Cimberley Cáspio 0 282 16-08-2018 01:57 PM
Última Resposta: Cimberley Cáspio
  Síria diz que ataques de Israel atingem bases militares Bruna T 15 2,231 24-07-2018 03:29 PM
Última Resposta: Beobachter

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 91 usuários online.
» 2 Membros | 89 Visitantes
dyego.jhou

Estatísticas do Fórum
» Membros: 21,191
» Último Membro: terry98541
» Tópicos do Fórum: 26,318
» Respostas do Fórum: 280,245

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: rmuller
Hoje 05:35 PM
» Respostas: 1380
» Visualizações: 241412
Será que protestar nos leva a algum lado?
Última Resposta Por: ruicoelho
Hoje 05:15 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 16
Chefe indígena, defensor da Amazónia, sugerido para Nobel da Paz 2020
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 05:14 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 13
A campanha de ódio, mentiras e desinformação contra a ativista Greta Thunberg
Última Resposta Por: ruicoelho
Hoje 04:49 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 13
Justiça gasta R$ 4,3 bilhões com dinheiro extra para juízes e desembargadores
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 03:20 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 89
Flávio Bolsonaro e o PT tem uma pauta em comum: enterrar a CPI da Lava Toga
Última Resposta Por: dyego.jhou
Hoje 01:44 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 214
Fake News: Céu de São Paulo fica escuro por causa das queimadas na Amazônia
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 12:53 PM
» Respostas: 19
» Visualizações: 1486
Google no banco dos réus? O cerco se fecha sobre as gigantes de tecnologia
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 12:44 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 39
Por que o socialismo não funciona?
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 12:39 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 34
2.246 bebês abortados foram encontrados na casa de um abortista
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 12:31 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 33
A Santa Sé no Clube Bilderberg?
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 11:39 AM
» Respostas: 4
» Visualizações: 414
Ataque à Aramco pode afetar cerca de 5% da produção mundial de petróleo bruto
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 11:17 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 30
Que tipo de informação é vazada pelo seu navegador?
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 11:01 AM
» Respostas: 5
» Visualizações: 646
Sinto, logo existo.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 10:13 AM
» Respostas: 29
» Visualizações: 4388
A engenharia social da pedofilia.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 08:33 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 61
Cristina Martín, a mulher que desmascarou o clube Bilderberg
Última Resposta Por: Bruna T
14-09-2019 03:57 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 86
O experimento mais avançado do Big Brother da China é uma bagunça burocrática
Última Resposta Por: Bruna T
14-09-2019 03:56 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 65
EUA sancionam hackers norte-coreanos pelo Swift hack, WannaCry e outros ataques
Última Resposta Por: Bruna T
14-09-2019 03:55 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 51
Mais um produto falsificado Made in China: a democracia vendida por Pequim
Última Resposta Por: Bruna T
14-09-2019 03:54 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 232
O Vietnã realiza experimentos para tentar acabar com a dengue
Última Resposta Por: Bruna T
14-09-2019 03:54 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 41
Navio de guerra dos EUA desafia reivindicações chinesas no disputado Mar da China
Última Resposta Por: Bruna T
14-09-2019 03:53 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 35
O Homem foi a Lua?
Última Resposta Por: Bruna T
14-09-2019 03:52 PM
» Respostas: 201
» Visualizações: 55698
10 alegadas armas secretas dos militares dos EUA
Última Resposta Por: Bruna T
14-09-2019 01:15 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 72
Algumas músicas anom
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
14-09-2019 01:43 AM
» Respostas: 197
» Visualizações: 34450
Negacionismo científico: Uma negação ignorante ou infame?
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
14-09-2019 12:40 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 135
O Brazil com "Z" de Ama'Z'ônia
Última Resposta Por: jonas car
14-09-2019 12:04 AM
» Respostas: 101
» Visualizações: 3944
Greenpeace protesta do lado de fora do Salão Automóvel de Frankfurt contra a poluição
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 09:16 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 91
A festa acabou: abastecer o carro elétrico é mais caro que o diesel
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 09:06 PM
» Respostas: 17
» Visualizações: 1898
Edward Snowden: O maior perigo ainda está por vir, com os aprimoramentos de IA
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 08:41 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 76
Conheça a arma secreta da América para matar as armas nucleares subaquáticas da China
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 07:54 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 70

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial