Irrigador Nasal Lota pelo menor preço você encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 1 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Levamisol, substância ativa do Ascaridil - Auto-Hemoterapia (link)
25-02-2011, 10:36 PM (Resposta editada pela última vez em: 13-03-2011 05:17 AM por Gladys.)
Resposta: #1
Levamisol, substância ativa do Ascaridil - Auto-Hemoterapia (link)
Olá Pessoal!

Este tópico tem ligação com a Auto-hemoterapia.
Assistindo o vídeo do Dr Luís Moura, ele relata que prescreve o Ascacridil para seus pacientes com artrites, dores musculares e alergias, além de pessoas em tratamento para câncer e leucemia.

Alguns remédios alopáticos antigos ainda são muito eficientes e eles continuam surpreendendo pela extensão de sua atuação.

Este relato extraí da reportagem feita com o Dr Luís Moura:

O Ascaridil é um medicamento que foi e é usado para vermes. A matéria-prima genérica chama-se: Cloridrato de Levamisol. O aspecto modulador da imunidade do Ascaridil foi descoberto por acaso, por uns médicos americanos que, fazendo uma campanha contra a verminose na Califórnia, verificaram que os pacientes com Leucemia tinham tido bons resultados. Tinham melhorado da Leucemia, porque tinha sido dado o remédio para verme, durante aquela campanha contra verminose na população mais pobre lá da Califórnia.
Bom, então eles resolveram estudar o Cloridrato de Levamisol e descobriram que ele tinha um enorme potencial de estímulo imunológico, e ele funcionava em uma série de doenças, em herpes simples, herpes zoster e até em hanseníase ele foi usado com ótimos resultados, artrite reumatóide e também em câncer.
Então também estimulando o sistema imunológico, eles usaram como coadjuvante da quimioterapia e da radioterapia; mas misteriosamente, o produto com esta finalidade que se chama Estimamizol, foi retirado do mercado, nunca mais existiu, mas como eu (dr. Moura) tenho a cópia dele, do Estimamizol (ver docx. anexo) num dicionário de especialidade farmacêutica DEFE.
Eu tirei a copia do Estimamisol, e tirei a cópia do Ascaridil, porque, quando eu dou hoje ascaridil para clientes que não têm verme, eles podem calcular, ‘poxa, pela idade dele, ele deve estar esclerosado. Eu não tenho verme, ele está me dando ascaridil, estou artrite reumatóide, ele está me dando ascaridil. Eu tenho herpes labial, ele ta me dando ascaridil; estou com herpes zoster, ele está me dando ascaridil;’ tenho no consultório uma quantidade de cópias, das duas bulas, estão sempre juntas, eu dou para mostrar que é a mesma substância, o Ascaridil e o Estimamizol, os dois são a mesma matéria prima: Cloridrato de Levamisol, na mesma dosagem, tudo igual.
Então eu substituo com o Ascaridil, mas o paciente leva uma xerox das 2 indicações; de verminose e de estímulo imunológico, para ele saber que não está tomando remédio só para verme, é assim que eu faço, a Auto-Hemoterapia eu faço em paralelo com o Ascaridil, eu acrescento para artrite reumatóide, Ascaridil e AH e herpes também, herpes simples, herpes zoster, são os casos que eu uso, pessoas que também têm infecções viróticas muito freqüentes, tão sempre gripadas...tudo...eu uso o Ascaridil e funciona muito bem.

A dosagem de Ascaridil
O cloridrato de levamisol, ele é um modulador imunológico, não é um estímulante imunológico, agora, somando o Cloridrato de Levamisol à Auto-hemoterapia, um modulando, o outro ativando a imunidade no caso, o combate à doença é efetivo, por isso que o cloridrato de levamisol funciona muito bem nas doenças auto-imune.
Tomando dois comprimidos por semana durante 8 semanas depois faz-se um intervalo de um mês para descansar, liberar o organismo do produto e depois toma outra vez, como imunomodulador ele vai ajudar muito numa doença auto-imune que chama-se artrite reumatóide e funciona em muitas outras, até na doença da lepra, o mal de Hansen. O cloridrato de levamisol é usado na brucelose, nas infecções mais resistentes... tem excelente resultado na herpes simples e zoster, os dois tipos, genital, labial, em tudo isso funciona o Ascaridil, isto é, o cloridrato de levamisol.

Encontrei referencias do uso do Levamisol em odontologia, e uma definição de Características Clínicas por um grupo de pesquisadores:
CD ROSIENE DE FREITAS LIMA
Prof. Eduardo Ribeiro da Silva
Prof. Francisco Pacca
Prof. Artur Cerri

http://www.odontologiadiferenciada.com.b...=levamisol
a pesquisa deles referem-se a feridas aftosas, Dra. Rosiene analizou o uso de corticosteróides e antibióticos no combate a infecções bucais juntamente com o uso do Levamisol. A conclusão a que chegaram foi que o levamisol é um "Restaurador da função de células imunodeficientes (fagócitos, linfócitos T e linfócitos B)"
Dose adulto:
50 mg de 8 / 8 horas por 3 dias consecutivos, por 2 semanas.
50 mg por dia por 10 dias.
Dose Pediátrica:
3 mg / kg
CONCLUSÃO
O Levamisol mostra-se eficaz na terapêutica das Ulcerações Aftosas Recorrentes, diminuindo a freqüência, duração e severidade dos surtos.



REFERÊNCIA DE MATÉRIA MÉDICA VETERINÁRIA:
Ivo Hellmeister; Canal, Raoní Bertelli; Didiano, Juliana Maria -
LEVAMISOL - Vermífugo e imuno modulador: antigo e eficaz. Uma revisão
http://decs.bvs.br/cgi-bin/wxis1660.exe/...e_number=T
( DE = Dose Eficaz DT = Dose Tóxica DL = Dose Letal )
Obras da década de 70 ainda apontam a DE a partir de 2,5 mg/kg, enquanto que hoje as recomendações de bula são de 5 mg/kg para mamíferos e até 30 mg/kg para aves, mas autores o indicam na dose de 10mg e até 48mg/kg para cada grupo, respectivamente.
Demonstrar a resistência dos parasitas a um produto é uma tarefa muito difícil. Neste caso, o importante é que nas doses usuais tem eliminado cerca de 90% dos parasitas adultos de seus hospedeiros, o que é um ótimo resultado.
Mesmo com o aumento da DE, ainda trata-se de um vermífugo seguro para muitas espécies, com margem de segurança entre 2 a 5 vezes superior à DE. Ruminantes domésticos e de zoológico têm DT de 45 mg/kg, e DL de 90 mg/kg. Suínos apresentam três vezes a margem de segurança para DT 15 mg e DL de 40 mg/kg. Frangos resistem a altas doses, sendo que 2.750 mg/kg não lhes é fatal. Gansos apresentam DT de 300 mg/kg e galinhas a DT é de 480mg/kg. Equinos são uma exceção à regra, pois apresentam DE 15 mg/kg, enquanto que doses de 20 mg/kg podem ser fatais, motivo que leva o produto a ter uso restrito para esta espécie, embora se encontre recomendação da utilização a partir de 5 mg/kg com elevada margem de segurança, sendo aplicado no caso por dois dias consecutivos.”
“Para a espécie canina e felina, doses orais de até 80 mg/kg podem não ser fatais, embora levem a sintomas de intoxicação. No entanto, 50% desta dose, 40mg/kg, leva-os a óbito em 10 a 15 minutos, se injetável.
Apresentam alta sintomatologia à dor quando recebem uma dose usual do produto injetável, enquanto que a forma oral é muito bem tolerada por eles. Os sinais e sintomas de intoxicação incluem salivação, anorexia, náusea e vômitos, nervosismo, irritabilidade, fadiga e urticária. A dispnéia, salivação, defecação ocorrem devido à contração muscular, também responsável pela contração dos bronquíolos respiratórios, assim como a alta movimentação das vias digestivas e redução da freqüência cardíaca. Seus efeitos tóxicos podem estar ligados a inibição da colinesterase, com a manifestação da ação muscarínica e da acetilcolina.
O tratamento para os casos de intoxicações é à base de atropina, à semelhança dos organofosforados.”
Em doses muito elevadas, efeitos tais como cefaléia, insônia, vertigem, convulsões, palpitações e transtornos gastrintestinais (náuseas, diarréias, vômito e cólicas) podem ocorrer, porém desaparecem espontaneamente. Em casos de microfilariose pode ocorrer febre. Em casos raros ocorre dores de cabeça do tipo incidência tardia. Foram reversíveis em sua maioria reduzindo ou retirando as doses.
Os seguintes efeitos tóxicos (DT) foram observados com doses superiores a 600 mg de levamisol: náuseas, letargia, cãibras, diarréia, cefaléia, vômito, vertigem, confusão. Uma possível atividade anticolinesterásica deve ser compensada com atropina. Pressão arterial e respiração devem ser controladas; não se deve administrar sedativos.
“Como estimulante de imunidade, a recomendação de bula é de 10 mg/kg, mas encontramos uma grande variedade de experimentos com diferentes doses: JJ Giambrone e P H Klesius obtiveram resultados positivos com várias doses entre 0,25 e 5 mg/kg, Cindy Brunner indica 2 a 3 mg/kg, enquanto que Zanini-Oga recomenda o uso de até 50 mg/kg, dois dias consecutivos por semana, para humanos. Não podemos nos esquecer aqui que, sendo um anti-helmíntico, tem marcante atuação no combate à imunossupressão em casos de verminose, além de seu efeito primário como imuno-modulador.”
Foi constatado que, ainda que o levamisol só permaneça no organismo por 4 horas, ele pode modular a imunidade por 48 horas em indivíduos imuno-deficientes. Então se for feita uma dosagem a cada 3 dias com 3 dias de descanso, ou uma dose única semanal, produzem o efeito de estímulo da imunidade do paciente imuno-deficiente.
“Doses repetidas e prolongadas reduzem a sensibilidade do paciente ao efeito imuno modulador do fármaco e pode inclusive levar a sérios problemas incluindo imunossupressão.
Embora existam diferenças quanto às doses, todos os autores concordam com o efeito benéfico sobre a imunidade. Em trabalhos experimentais utilizando ratos, demonstra seu efeito protetor em casos de neoplasias com a inibição do crescimento de células de sarcoma injetadas e a redução do número de metástases. Em ruminantes, Ovadia e colaboradores (1977) comprovaram seu efeito na prevenção de mastite clínica.
Em 1989 um tratamento associado ao Levamisol foi oficialmente reconhecido pelo Instituto Americano do Câncer.
O produto, associado ao FU (fluorouracil) foi aprovado para o tratamento do câncer de cólon em humanos no estágio III. Para os casos de oncologia, o Levamisol tem demonstrado ser de valor, melhorando a qualidade e aumentando a sobrevida dos pacientes, reduzindo as metástases e o crescimento neoplásico. Apresentam marcante efeito na químio e radioterapia, restabelecendo a imunidade celular imediada pós-tratamentos. (...)”
“O Levamisol não possui efeito no sistema imune perfeito. Dificilmente, um paciente estará com seu sistema intracelular realmente perfeito.”
“Existem ocasiões em que a utilização do Levamisol é contra-indicado. Por ser um modulador da imunidade, uma alternativa para o tratamento da imunossupressão, sempre que haja excesso de estímulo imune, sua recomendação será contra indicada.
Por outro lado será sempre um excelente auxiliar quando o caso envolve um certo grau de imunossupressão ou ainda quando temos de preveni-la. É um ótimo coadjuvante nas antibióticoterapias, estímulos antigênicos (vacinações), doenças crônicas não auto-imunes.”
“Para quaisquer dúvidas, deixamos aqui nosso endereço:
Http://www.POLIVET-Itapetininga.vet.br
e-mail polivet@ polivet-itapetininga.vet.br e clinica@polivet-itapetininga.vet.br
Ficamos ao dispor dos colegas (da área médica) ao que necessário se faça.
O autor deixa claro que nenhuma responsabilidade assumirá pelo uso que outros fizerem desta técnica de maneira adequada ou inadequada, e lembra que a lei 8.078 de 11 de setembro de 1990, diz em seu artigo:

14 §2º que "o serviço não é considerado defeituoso pela adoção de novas técnicas" mas em seu artigo 39 – É vedado ao fornecedor de produtos os serviços, dentre outras práticas abusivas, VI – "executar serviços sem a prévia elaboração de orçamento e autorização expressa do consumidor".

De forma que um documento assinado pelo cliente autorizando é profilaxia acertada.
Este trabalho foi retirado e idealizado para ser integrado à apostila de estágio dos estudantes de Medicina Veterinária na POLIVET-Itapetininga SP Policlínica Cardiologia & Odontologia Veterinária, conforme consta em Http://www.polivet-itapetininga.vet.br/estagios.htm


Contra-indicações de Ascaridil
Hipersensibilidade ao levamisol. Não há outras contra-indicações absolutas ao uso do Ascaridil.

Existem efeitos colaterais quando a dosagem é alta para o organismo, basta reduzir a dose ou retirar:
Reações adversas / Efeitos colaterais de Ascaridil
Em doses muito elevadas, efeitos tais como cefaléia, insônia, vertigem, convulsões, palpitações e transtornos Gastrintestinais (náusea, diarréia, vômito e cólicas), podem ocorrer, porém desaparecem espontaneamente. Em casos de microfilariose concomitante, pode ocorrer Febre. Casos raros de encefalopatia de início tardio (2- 5 Semanas) têm ocorrido.
http://www.medicamentobrasil.com.br/prod...lario=6196

SOBRE O STIMAMISOL, SE NÃO CONSEGUIREM ABRIR O DOCX: http://inforum.insite.com.br/39550/4496075.html


Arquivos Anexos
.docx  Stmamisol.docx (Tamanho: 17.23 KB / Downloads: 687)

Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 5 usuários diz(em) obrigado a Gladys pelo seu post:
Alexg (24-02-2012), Alimah (23-11-2013), Caju_Knight (02-06-2011), Minerim (28-05-2014), mxrox (06-06-2011)
Goji Berry Pelo menor Preço Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
11-03-2011, 11:48 PM
Resposta: #2
RE: Levamisol, substância ativa do Ascaridil - Auto-Hemoterapia (link)
O arquivo está em docx nao estou conseguindo abrir se pode enviar em outro formato salvo no word.

valeu ...
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
13-03-2011, 05:18 AM (Resposta editada pela última vez em: 13-03-2011 05:30 AM por Gladys.)
Resposta: #3
RE: Levamisol, substância ativa do Ascaridil - Auto-Hemoterapia (link)
http://inforum.insite.com.br/39550/4496075.html tem reprodução da bula do STIMAMISOL= CLORIDRATO DE LEVAMISOL

SOBRE O STIMAMISOL, SE NÃO CONSEGUIREM ABRIR O DOCX: http://inforum.insite.com.br/39550/4496075.html



(11-03-2011 11:48 PM)solcom4 Escreveu:  O arquivo está em docx nao estou conseguindo abrir se pode enviar em outro formato salvo no word.

valeu ...

Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
02-06-2011, 11:57 AM
Resposta: #4
RE: Levamisol, substância ativa do Ascaridil - Auto-Hemoterapia (link)
Muito obrigado Gladys, mais uma matéria que levarei para minha vida.

Muito bom mesmo.

Detective Del Spooner:
- Human beings have dreams. Even dogs have dreams, but not you, you are just a machine. An imitation of life. Can a robot write a symphony? Can a robot turn a... canvas into a beautiful masterpiece?
Sonny:
- Can you?
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
Óleo de Copaíba é na Tudo Saudável
24-02-2012, 10:35 AM
Resposta: #5
RE: Levamisol, substância ativa do Ascaridil - Auto-Hemoterapia (link)
Tenho uma amiga que é médica. Ela é de Cuba. E por lá os médicos prescrevem com frequência o cloridrato de levamisol como imunoestimulante. Eu mesma dou para meu filho, e tenho observado uma melhora excepcional quanto a sua imunidade. Ele tinha um quadro de resfriados constantes e agora ñ tem mais.[/b]
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
24-02-2012, 12:27 PM
Resposta: #6
RE: Levamisol, substância ativa do Ascaridil - Auto-Hemoterapia (link)
Obrigado por compartilhar sua experiencia, Luciene.

"Seja a mudança que você quer ver no mundo".
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Alexg pelo seu post:
sleber (31-12-2012)
23-01-2014, 06:42 PM
Resposta: #7
RE: Levamisol, substância ativa do Ascaridil - Auto-Hemoterapia (link)
(25-02-2011 10:36 PM)Gladys Escreveu:  Olá Pessoal!

Este tópico tem ligação com a Auto-hemoterapia.
Assistindo o vídeo do Dr Luís Moura, ele relata que prescreve o Ascacridil para seus pacientes com artrites, dores musculares e alergias, além de pessoas em tratamento para câncer e leucemia.

Alguns remédios alopáticos antigos ainda são muito eficientes e eles continuam surpreendendo pela extensão de sua atuação.

Este relato extraí da reportagem feita com o Dr Luís Moura:

O Ascaridil é um medicamento que foi e é usado para vermes. A matéria-prima genérica chama-se: Cloridrato de Levamisol. O aspecto modulador da imunidade do Ascaridil foi descoberto por acaso, por uns médicos americanos que, fazendo uma campanha contra a verminose na Califórnia, verificaram que os pacientes com Leucemia tinham tido bons resultados. Tinham melhorado da Leucemia, porque tinha sido dado o remédio para verme, durante aquela campanha contra verminose na população mais pobre lá da Califórnia.
Bom, então eles resolveram estudar o Cloridrato de Levamisol e descobriram que ele tinha um enorme potencial de estímulo imunológico, e ele funcionava em uma série de doenças, em herpes simples, herpes zoster e até em hanseníase ele foi usado com ótimos resultados, artrite reumatóide e também em câncer.
Então também estimulando o sistema imunológico, eles usaram como coadjuvante da quimioterapia e da radioterapia; mas misteriosamente, o produto com esta finalidade que se chama Estimamizol, foi retirado do mercado, nunca mais existiu, mas como eu (dr. Moura) tenho a cópia dele, do Estimamizol (ver docx. anexo) num dicionário de especialidade farmacêutica DEFE.
Eu tirei a copia do Estimamisol, e tirei a cópia do Ascaridil, porque, quando eu dou hoje ascaridil para clientes que não têm verme, eles podem calcular, ‘poxa, pela idade dele, ele deve estar esclerosado. Eu não tenho verme, ele está me dando ascaridil, estou artrite reumatóide, ele está me dando ascaridil. Eu tenho herpes labial, ele ta me dando ascaridil; estou com herpes zoster, ele está me dando ascaridil;’ tenho no consultório uma quantidade de cópias, das duas bulas, estão sempre juntas, eu dou para mostrar que é a mesma substância, o Ascaridil e o Estimamizol, os dois são a mesma matéria prima: Cloridrato de Levamisol, na mesma dosagem, tudo igual.
Então eu substituo com o Ascaridil, mas o paciente leva uma xerox das 2 indicações; de verminose e de estímulo imunológico, para ele saber que não está tomando remédio só para verme, é assim que eu faço, a Auto-Hemoterapia eu faço em paralelo com o Ascaridil, eu acrescento para artrite reumatóide, Ascaridil e AH e herpes também, herpes simples, herpes zoster, são os casos que eu uso, pessoas que também têm infecções viróticas muito freqüentes, tão sempre gripadas...tudo...eu uso o Ascaridil e funciona muito bem.

A dosagem de Ascaridil
O cloridrato de levamisol, ele é um modulador imunológico, não é um estímulante imunológico, agora, somando o Cloridrato de Levamisol à Auto-hemoterapia, um modulando, o outro ativando a imunidade no caso, o combate à doença é efetivo, por isso que o cloridrato de levamisol funciona muito bem nas doenças auto-imune.
Tomando dois comprimidos por semana durante 8 semanas depois faz-se um intervalo de um mês para descansar, liberar o organismo do produto e depois toma outra vez, como imunomodulador ele vai ajudar muito numa doença auto-imune que chama-se artrite reumatóide e funciona em muitas outras, até na doença da lepra, o mal de Hansen. O cloridrato de levamisol é usado na brucelose, nas infecções mais resistentes... tem excelente resultado na herpes simples e zoster, os dois tipos, genital, labial, em tudo isso funciona o Ascaridil, isto é, o cloridrato de levamisol.

Encontrei referencias do uso do Levamisol em odontologia, e uma definição de Características Clínicas por um grupo de pesquisadores:
CD ROSIENE DE FREITAS LIMA
Prof. Eduardo Ribeiro da Silva
Prof. Francisco Pacca
Prof. Artur Cerri

http://www.odontologiadiferenciada.com.b...=levamisol
a pesquisa deles referem-se a feridas aftosas, Dra. Rosiene analizou o uso de corticosteróides e antibióticos no combate a infecções bucais juntamente com o uso do Levamisol. A conclusão a que chegaram foi que o levamisol é um "Restaurador da função de células imunodeficientes (fagócitos, linfócitos T e linfócitos B)"
Dose adulto:
50 mg de 8 / 8 horas por 3 dias consecutivos, por 2 semanas.
50 mg por dia por 10 dias.
Dose Pediátrica:
3 mg / kg
CONCLUSÃO
O Levamisol mostra-se eficaz na terapêutica das Ulcerações Aftosas Recorrentes, diminuindo a freqüência, duração e severidade dos surtos.



REFERÊNCIA DE MATÉRIA MÉDICA VETERINÁRIA:
Ivo Hellmeister; Canal, Raoní Bertelli; Didiano, Juliana Maria -
LEVAMISOL - Vermífugo e imuno modulador: antigo e eficaz. Uma revisão
http://decs.bvs.br/cgi-bin/wxis1660.exe/...e_number=T
( DE = Dose Eficaz DT = Dose Tóxica DL = Dose Letal )
Obras da década de 70 ainda apontam a DE a partir de 2,5 mg/kg, enquanto que hoje as recomendações de bula são de 5 mg/kg para mamíferos e até 30 mg/kg para aves, mas autores o indicam na dose de 10mg e até 48mg/kg para cada grupo, respectivamente.
Demonstrar a resistência dos parasitas a um produto é uma tarefa muito difícil. Neste caso, o importante é que nas doses usuais tem eliminado cerca de 90% dos parasitas adultos de seus hospedeiros, o que é um ótimo resultado.
Mesmo com o aumento da DE, ainda trata-se de um vermífugo seguro para muitas espécies, com margem de segurança entre 2 a 5 vezes superior à DE. Ruminantes domésticos e de zoológico têm DT de 45 mg/kg, e DL de 90 mg/kg. Suínos apresentam três vezes a margem de segurança para DT 15 mg e DL de 40 mg/kg. Frangos resistem a altas doses, sendo que 2.750 mg/kg não lhes é fatal. Gansos apresentam DT de 300 mg/kg e galinhas a DT é de 480mg/kg. Equinos são uma exceção à regra, pois apresentam DE 15 mg/kg, enquanto que doses de 20 mg/kg podem ser fatais, motivo que leva o produto a ter uso restrito para esta espécie, embora se encontre recomendação da utilização a partir de 5 mg/kg com elevada margem de segurança, sendo aplicado no caso por dois dias consecutivos.”
“Para a espécie canina e felina, doses orais de até 80 mg/kg podem não ser fatais, embora levem a sintomas de intoxicação. No entanto, 50% desta dose, 40mg/kg, leva-os a óbito em 10 a 15 minutos, se injetável.
Apresentam alta sintomatologia à dor quando recebem uma dose usual do produto injetável, enquanto que a forma oral é muito bem tolerada por eles. Os sinais e sintomas de intoxicação incluem salivação, anorexia, náusea e vômitos, nervosismo, irritabilidade, fadiga e urticária. A dispnéia, salivação, defecação ocorrem devido à contração muscular, também responsável pela contração dos bronquíolos respiratórios, assim como a alta movimentação das vias digestivas e redução da freqüência cardíaca. Seus efeitos tóxicos podem estar ligados a inibição da colinesterase, com a manifestação da ação muscarínica e da acetilcolina.
O tratamento para os casos de intoxicações é à base de atropina, à semelhança dos organofosforados.”
Em doses muito elevadas, efeitos tais como cefaléia, insônia, vertigem, convulsões, palpitações e transtornos gastrintestinais (náuseas, diarréias, vômito e cólicas) podem ocorrer, porém desaparecem espontaneamente. Em casos de microfilariose pode ocorrer febre. Em casos raros ocorre dores de cabeça do tipo incidência tardia. Foram reversíveis em sua maioria reduzindo ou retirando as doses.
Os seguintes efeitos tóxicos (DT) foram observados com doses superiores a 600 mg de levamisol: náuseas, letargia, cãibras, diarréia, cefaléia, vômito, vertigem, confusão. Uma possível atividade anticolinesterásica deve ser compensada com atropina. Pressão arterial e respiração devem ser controladas; não se deve administrar sedativos.
“Como estimulante de imunidade, a recomendação de bula é de 10 mg/kg, mas encontramos uma grande variedade de experimentos com diferentes doses: JJ Giambrone e P H Klesius obtiveram resultados positivos com várias doses entre 0,25 e 5 mg/kg, Cindy Brunner indica 2 a 3 mg/kg, enquanto que Zanini-Oga recomenda o uso de até 50 mg/kg, dois dias consecutivos por semana, para humanos. Não podemos nos esquecer aqui que, sendo um anti-helmíntico, tem marcante atuação no combate à imunossupressão em casos de verminose, além de seu efeito primário como imuno-modulador.”
Foi constatado que, ainda que o levamisol só permaneça no organismo por 4 horas, ele pode modular a imunidade por 48 horas em indivíduos imuno-deficientes. Então se for feita uma dosagem a cada 3 dias com 3 dias de descanso, ou uma dose única semanal, produzem o efeito de estímulo da imunidade do paciente imuno-deficiente.
“Doses repetidas e prolongadas reduzem a sensibilidade do paciente ao efeito imuno modulador do fármaco e pode inclusive levar a sérios problemas incluindo imunossupressão.
Embora existam diferenças quanto às doses, todos os autores concordam com o efeito benéfico sobre a imunidade. Em trabalhos experimentais utilizando ratos, demonstra seu efeito protetor em casos de neoplasias com a inibição do crescimento de células de sarcoma injetadas e a redução do número de metástases. Em ruminantes, Ovadia e colaboradores (1977) comprovaram seu efeito na prevenção de mastite clínica.
Em 1989 um tratamento associado ao Levamisol foi oficialmente reconhecido pelo Instituto Americano do Câncer.
O produto, associado ao FU (fluorouracil) foi aprovado para o tratamento do câncer de cólon em humanos no estágio III. Para os casos de oncologia, o Levamisol tem demonstrado ser de valor, melhorando a qualidade e aumentando a sobrevida dos pacientes, reduzindo as metástases e o crescimento neoplásico. Apresentam marcante efeito na químio e radioterapia, restabelecendo a imunidade celular imediada pós-tratamentos. (...)”
“O Levamisol não possui efeito no sistema imune perfeito. Dificilmente, um paciente estará com seu sistema intracelular realmente perfeito.”
“Existem ocasiões em que a utilização do Levamisol é contra-indicado. Por ser um modulador da imunidade, uma alternativa para o tratamento da imunossupressão, sempre que haja excesso de estímulo imune, sua recomendação será contra indicada.
Por outro lado será sempre um excelente auxiliar quando o caso envolve um certo grau de imunossupressão ou ainda quando temos de preveni-la. É um ótimo coadjuvante nas antibióticoterapias, estímulos antigênicos (vacinações), doenças crônicas não auto-imunes.”
“Para quaisquer dúvidas, deixamos aqui nosso endereço:
Http://www.POLIVET-Itapetininga.vet.br
e-mail polivet@ polivet-itapetininga.vet.br e clinica@polivet-itapetininga.vet.br
Ficamos ao dispor dos colegas (da área médica) ao que necessário se faça.
O autor deixa claro que nenhuma responsabilidade assumirá pelo uso que outros fizerem desta técnica de maneira adequada ou inadequada, e lembra que a lei 8.078 de 11 de setembro de 1990, diz em seu artigo:

14 §2º que "o serviço não é considerado defeituoso pela adoção de novas técnicas" mas em seu artigo 39 – É vedado ao fornecedor de produtos os serviços, dentre outras práticas abusivas, VI – "executar serviços sem a prévia elaboração de orçamento e autorização expressa do consumidor".

De forma que um documento assinado pelo cliente autorizando é profilaxia acertada.
Este trabalho foi retirado e idealizado para ser integrado à apostila de estágio dos estudantes de Medicina Veterinária na POLIVET-Itapetininga SP Policlínica Cardiologia & Odontologia Veterinária, conforme consta em Http://www.polivet-itapetininga.vet.br/estagios.htm


Contra-indicações de Ascaridil
Hipersensibilidade ao levamisol. Não há outras contra-indicações absolutas ao uso do Ascaridil.

Existem efeitos colaterais quando a dosagem é alta para o organismo, basta reduzir a dose ou retirar:
Reações adversas / Efeitos colaterais de Ascaridil
Em doses muito elevadas, efeitos tais como cefaléia, insônia, vertigem, convulsões, palpitações e transtornos Gastrintestinais (náusea, diarréia, vômito e cólicas), podem ocorrer, porém desaparecem espontaneamente. Em casos de microfilariose concomitante, pode ocorrer Febre. Casos raros de encefalopatia de início tardio (2- 5 Semanas) têm ocorrido.
http://www.medicamentobrasil.com.br/prod...lario=6196

SOBRE O STIMAMISOL, SE NÃO CONSEGUIREM ABRIR O DOCX: http://inforum.insite.com.br/39550/4496075.html
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
Spirulina Orgânica da Fazenda Tamanduá Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
28-05-2014, 10:56 AM
Resposta: #8
RE: Levamisol, substância ativa do Ascaridil - Auto-Hemoterapia (link)
Olá eu e minha esposa tomamos Ascaridil 150mg http://www.onofre.com.br/ascaridil-adult...do/1973/06 e tivemos uma reação horrível , ficamos com sentido de olfato onde o ar estava com cheiro de enxofre (plástico queimado ou pneu) e ao beber água mineral e da torneira (SABESP) a água ficou com gosto amargo horrível e sequidão na boca e garganta . Isso foi dia 26/05/2014 e dia 28/05/2014 ainda estamos sentindo apenas o cheiro , a água mineral está sem gosto ainda bem.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a FMDS pelo seu post:
Minerim (28-05-2014)
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Auto-Hemoterapia pelo Dr Luis Moura Gladys 95 79,638 14-02-2016 12:06 PM
Última Resposta: pmac
Thumbs Up UNIPAC Comprova Cura Pela Auto-Hemoterapia Urtiga 13 16,087 22-12-2014 08:58 PM
Última Resposta: pequeno gafanhoto
  Vacina Anti-câncer: Auto-Hemoterapia #Feelings? Sol_e_Lua 2 5,306 06-03-2011 03:15 PM
Última Resposta: BionsBlood

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 132 usuários online.
» 5 Membros | 127 Visitantes
Aragorn, marcosarierom

Estatísticas do Fórum
» Membros: 18,268
» Último Membro: Flayer
» Tópicos do Fórum: 23,315
» Respostas do Fórum: 239,375

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Top 10 relíquias mais misteriosas do mundo
Última Resposta Por: lizardman
Hoje 06:32 PM
» Respostas: 12
» Visualizações: 560
Abin confirma que ameaça do Estado Islâmico de ataque ao Brasil é real
Última Resposta Por: John Dickinson
Hoje 06:31 PM
» Respostas: 49
» Visualizações: 5759
12 casos em que pessoas armadas impediram assassinatos em massa
Última Resposta Por: John Dickinson
Hoje 05:18 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 312
Com a palavra o ex-ministro Cardozo Tomás Turbando
Última Resposta Por: John Dickinson
Hoje 04:54 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 419
Leonardo Attuch e Brasil 247: fim da hegemonia
Última Resposta Por: John Dickinson
Hoje 04:42 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 94
A revelação dos 10 chifres da biblia
Última Resposta Por: lizardman
Hoje 04:40 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 700
Terrorismo: ‘uma matriz de mentiras e engano’
Última Resposta Por: Rambo
Hoje 03:57 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 602
Ataques terroristas em Orlando num prazo de uma semana. Coincidencia?
Última Resposta Por: John Dickinson
Hoje 03:32 PM
» Respostas: 43
» Visualizações: 3747
Islã inicia oficialmente processo de "conquista do Brasil" rumo a Sharia
Última Resposta Por: John Dickinson
Hoje 03:12 PM
» Respostas: 46
» Visualizações: 3235
Jair Bolsonaro e os donos do poder: a questão real
Última Resposta Por: John Dickinson
Hoje 03:01 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 124
Comercial com mensagem subliminar sobre o anticristo
Última Resposta Por: Urtiga
Hoje 02:51 PM
» Respostas: 32
» Visualizações: 3293
Brexit: Inglaterra fora da União Européia?
Última Resposta Por: John Dickinson
Hoje 02:26 PM
» Respostas: 60
» Visualizações: 3361
Top 10 fatos sobre a conspiração Illuminati
Última Resposta Por: lizardman
Hoje 01:02 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 442
Como a intervenção estatal piora os currículos acadêmicos e a educação
Última Resposta Por: John Dickinson
Hoje 11:15 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 342
em 2018 teremos uma moeda global, até lá uma grande crise econômica
Última Resposta Por: John Dickinson
Hoje 11:08 AM
» Respostas: 18
» Visualizações: 1847
Exército diz que onça morta não era 'protagonista' de tour da Tocha no AM
Última Resposta Por: avalon
Hoje 12:58 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 371
A esquerda contra Israel
Última Resposta Por: John Dickinson
Ontem 02:05 PM
» Respostas: 46
» Visualizações: 2058
Vivemos em uma Matrix criada por aliens ?
Última Resposta Por: John Dickinson
Ontem 01:39 PM
» Respostas: 36
» Visualizações: 5546
Estranhos barulhos são ouvidos um pouco por todo o Planeta – compilação
Última Resposta Por: John Dickinson
Ontem 01:23 PM
» Respostas: 154
» Visualizações: 68678
Hacker de 19 anos mostrou como fez para fraudar eleições no Rio de Janeiro
Última Resposta Por: John Dickinson
Ontem 01:07 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 632
A agenda da Elite segue a todo vapor: Globo pode mostra primeira cena de sexo gay
Última Resposta Por: Salsichinha
24-06-2016 11:50 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 436
Prelúdio da Grande Crise no Brasil, o que acham disso?
Última Resposta Por: lizardman
24-06-2016 11:12 PM
» Respostas: 39
» Visualizações: 2998
Em áudio, ministro de Temer fala em pacto para barrar investigações da Lava Jato
Última Resposta Por: John Dickinson
24-06-2016 09:21 PM
» Respostas: 96
» Visualizações: 4028
Parceria, ou apenas uma venda nos nossos olhos.
Última Resposta Por: John Dickinson
24-06-2016 09:12 PM
» Respostas: 27
» Visualizações: 6583
Quando Lula será preso?
Última Resposta Por: John Dickinson
24-06-2016 08:48 PM
» Respostas: 15
» Visualizações: 1408
A Maçonaria visível e a invisível
Última Resposta Por: Xevious
24-06-2016 04:49 PM
» Respostas: 33
» Visualizações: 2722
Elite mantém riqueza por séculos porque merece? Cientista causa polêmica ao dizer que
Última Resposta Por: Xevious
24-06-2016 04:48 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 728
Donald Trump: candidato anti-NOM ?
Última Resposta Por: zernox
24-06-2016 04:44 PM
» Respostas: 36
» Visualizações: 2484
Reunião Grupo Bilderberg 2016
Última Resposta Por: marcosarierom
24-06-2016 04:38 PM
» Respostas: 12
» Visualizações: 1684
Yellowstone está rugindo novamente
Última Resposta Por: marcosarierom
24-06-2016 04:20 PM
» Respostas: 91
» Visualizações: 36840

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial