Balas de Colágeno pelo melhor preço é na Tudo Saudável


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 7 Votos - 4.57 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[MegaPost] Os Maiores Mistérios da Terra - Parte 6
29-09-2012, 01:22 AM (Resposta editada pela última vez em: 11-02-2013 01:34 AM por F@lling$ki3s.)
Resposta: #1
[MegaPost] Os Maiores Mistérios da Terra - Parte 6


Juntei nesse tópico uma coleção dos maiores mistérios da Terra. Enjoy!


Espero que o Smithsonian não veja esse tópico. Hahahaa!



O MISTÉRIO DO MAPA DE PIRI REIS



[Imagem: pirireis.jpg]

Para começar o enigma, o mapa de Piri Reis mostra pela primeira vez a América do Norte interligada com a do Sul e indica a Groelândia e a Antártica, que ainda não tinham sido descobertas. A riqueza de detalhes sugere que o documento só poderia ter sido elaborado a partir de fotografias tiradas de uma altitude elevada, recurso inexistente no século 16.

As indicações geográficas e projeções do documento são surpreendentemente precisas e, embora se trate de um mapa elaborado no antigo sistema portolano, as posições estão marcadas corretamente quanto à latitude e longitude, técnica que só se tornou possível três séculos depois, em 1790, com a invenção do relógio marítimo adequado.

Por esses e outros argumentos, o mapa de Piri Reis encerra um dos maiores mistérios da cartografia, levando milhares de estudiosos, como sempre, a elaborarem todo tipo de explicações pró e contra o documento.

Perdido por três séculos, esse mapa foi redescoberto por historiadores no Palácio Topkapi, em Istambul, em 1929. Seu autor, Piri Reis, foi um almirante otomano nascido por volta de 1465, na atual Turquia. Depois de combater as marinhas espanhola, genovesa e veneziana, sucumbiu aos portugueses em 1554, ao norte do Golfo Pérsico, e foi decapitado.

Junto com o mapa, Piri Reis publicou em 1513 o "Kitab-i Bahieh" ou Livro da Marinha, onde, entre informações gerais, explica que elaborou sua versão cartográfica a partir de 20 outros documentos, dentre os quais alguns manuscritos orientais únicos e até um documento desenhado por Cristóvão Colombo.

Mesmo esta explicação da origem das informações cartográficas redunda em polêmica - por exemplo, as indicações cartográficas de Piri Reis mostram a conformação das regiões polares exatamente como estavam antes da última glaciação e não na situação atual. Qual dos mapas em que ele se baseou poderia conter informações de 10 mil anos atrás? E para referenciar tantos detalhes, Piri Reis precisaria de uma equipe profissional e de levantamento cartográfico aéreo ou espacial - quem teria, há mais de 500 anos, aviões e equipamentos geográficos? Mistério...

Especificamente com relação à Antártica, existe outro enigma: um mapa, desenhado por Oronteus Finaeus em 1532, mostra detalhadamente como é o continente sob o gelo muito antes de ele ter sido descoberto. Modernamente, só pudemos mapear aquela região em 1956, quatrocentos anos depois, com a realização de levantamentos sísmicos.

A única dedução razoável é que quem cartografou o globo, há milhares de anos atrás, tinha alto nível tecnológico. Curiosamente, segundo Finaeus, o mapa por ele desenhado foi baseado em outras cartas muito mais antigas, a exemplo do mapa do turco Piri Reis.

FONTE


O MISTÉRIO DOS DISCOS DROPA


[Imagem: ufofiles-chinasroswell-Image8.jpg]


Em 1938, Chi Pu Tei, professor de arqueologia da Universidade de Beijin, conduzia alguns de seus estudantes em uma expedição a uma série de grutas que se entrelaçam nas montanhas de Bayan Kara Ula, entre as fronteiras de China e Tibet. Conforme entravam, deram-se conta de mais cavernas; era um sistema completo de túneis artificiais e despensas. As paredes eram quadradas e cristalizadas, como se o corte na montanha tivesse sido realizado com uma fonte de calor extremo. Dentro das grutas acharam sepulturas,com estranhos esqueletos. Estes esqueletos eram pequenos e delgados, e com crânios muito desenvolvidos.

[Imagem: dropa_discs.gif]

A princípio se pensou, que as grutas havia sido um lar de uma espécie desconhecida de primata. Porém essa idéia se descartou ao encontra os esqueletos enterrados.O mesmo professor Chi Pu Tei disse: "Quem conhece algum Primata que enterra outro?”. Outros descobrimentos realizados nas grutas excluíram definitivamente a idéia de que estes eram de monos.Sobre as paredes havia pictogramas talhados do céu: o Sol, a Lua, as estrelas e a Terra com linhas de pontos que os conectavam.

Porém faltava ainda o descobrimento mais fantástico de todos. Semi-enterrado,devido a sujeira da gruta, havia um disco de pedra, obviamente feito por uma mão de uma criatura inteligente. O disco teria 22,7 centímetros de diâmetro e dois centímetros de grossura, também tinha um buraco no centro, perfeitamente circular de dois centímetros de diâmetro. Dali surgia um sulco fino em espiral; havia caracteres escritos exteriormente.Este disco é datado entre 10.000 e 12.000 anos de antiguidade (muito mais antigo que as datações das grandes pirâmides do Egito). Entretanto não foi o único, no total haviam sido encontrados 716 pratos. E cada um com caracteres diferentes.

[Imagem: dropa_people.jpg]
Foto do povo 'Dropa' que seriam descententes dos ET's.

A altura média de um adulto é de um metro e vinte e cinco centímetros. São amarelos, suas cabeças são desproporcionalmente grandes, quase calvos e seus olhos são grandes e azulados, porém não de aspecto oriental. Seus traços são praticamente caucasianos, e seus corpos são sumamente delgados e delicados. O peso médio de um adulto, é aproximadamente de 50 kg.

O professor Tyson um dos que, em 1962 se interessou pela editoria dos discos, e se propôs a decifrar o significado destes. Ele e seus colegas descobriram que os sulcos espirais não eram simples desenhos, mas também, uma escritura incrivelmente antiga, gravada de algum modo desconhecido e de um tamanho quase microscópico. O professor, com ajuda de uma lupa, foi transcrevendo, minuciosamente os caracteres do disco para um papel.

O professor Tsum Um Nui e seus colegas começaram a árdua tarefa de tentar decifrar seu conteúdo. Finalmente, intercambiando desenho com palavras e frases, chegou a decifrar parte do código ou escritura. Feito isto, se dedicou a ordenar os discos,da forma mais coerente que pôde, e assim, fazer uma transcrição parcial. A história contada nos discos era simplesmente assombrosa.

O Professor passou para o papel a transcrição, assim como suas conclusões e o apresentou na universidade para sua publicação posterior mas foi censurado. Em 1965, inesperadamente, um artigo escrito pelo filólogo russo Vyacheslav Saizev, apareceu na revista alemã Das Vegetarische Universum, e na revista anglo russa, Sputnik, contando a história dos discos, sua composição, e um extrato sobre o que havia sido decifrado pelo professor Tsum Um Nui.

Os discos contam a história de uma nave espacial procedente de um planeta longínquo que teve de realizar um pouso forçado nas montanhas de Baian Kara Ula. Os tripulantes da nave (Dropas) buscaram refúgio nas grutas das montanhas e apesar de suas intenções pacíficas, os Dropa não foram compreendidos pelos membros da tribo Ham, os quais, ocupavam as cavernas vizinhas e pensando que eram inimigos que queriam apoderar-se de seu território, perseguiram e mataram alguns deles. Quando finalmente a tribo compreendeu a sua linguagem, por sinais dos Dropa, admitiram-nos em seu território ao saber que os recém chegados tinham intenções pacíficas. Os discos também contam como os Dropas não conseguiram reparar os danos na nave e ficaram impossibilitados de voltar ao seu planeta de origem, tendo de viver na Terra.

FONTE


O MISTÉRIOS DAS ESTATUETAS DE ACÁMBARO


[Imagem: imageKBP.JPG]

Em julho de 1945 . Waldemar Julsrud , um comerciante de Acambaro ( em Guanajato) , no México , percorria a cavalo uma colina que domina a cidade, quando notou alguns fragmentos de cerâmica que afloraram durante a estação de chuvas. Interessado em antiguidades mexicanas , pediu a um pedreiro do local, Odilon Tinajero , para ir ver o lugar e trazer-lhe o que encontrasse . Tinajero encontrou aparentemente muitas coisas , pois a coleção feita por Julsrud , de 1945 a 1952 , compreende bem mais de 30.000 peças . Praticamente todos os arqueólogos consideravam-na falsas, ainda que não encontre nelas quase nada de valor, senão apenas para se olhar. Portanto , há numerosas razões para se pensar que esta coleção aeja uma das curiosidades arqueológicas mais extraordinárias do mundo!

As figuras que representam répteis têm desconcertado particularmente alguns arqueólogos que examinaram a coleção. Algumas destas estatuetas assemelham-se a dinossauros e a pleiossauros. Mas visto que, segundo as teorias correntes, estas criaturas desapareceram há 70 milhões de anos , os antigos indios do México não poderiam saber a que elas se assemelhavam. Entrenda-se , pessoas de nossa época o saberiam , através de livros e filmes de ficção cientifica. Os monstros realmente são muito desconcertantes.

[Imagem: 27p.jpg]

No entanto , um dos aspectos mais fantáticos de toda a coleção é a sua extraordinária variedade. Nenhuma duplicata entre mais de 30.000 peças! Algumas são semlhantes , mas não existem identicas. A imaginação aplicada na produção desses animais "pré-históricos", dessas estatuetas humanóides e de "mumias" , de centenas de grupos nos quais os
seres humanos e os animais desempenham um papel numa cena , é simplesmente estupenda. A lista dos diferentes tipos de objetos é longa .

FONTE


O MISTÉRIOS DOS HIERÓGLIFOS DE ABDUS


[Imagem: abyd.jpg]

Hieróglifos do Egito antigo encontrados no templo de Abydos, lembram, de maneira muito estranha, um helicóptero, um tanque, um avião de carga e um planador. Eles estavam escondidos debaixo de outro hieroglifo que caiu da parede, durante as escavações do templo.

FONTE


O MISTÉRIOS DAS PEDRAS DE ICA “Ica Stones”


[Imagem: ica-stones-1.jpg]

[Imagem: pedras-ica1.jpg]

No início dos anos 1930, o pai do Dr. Javier Cabrera, Antropólogo Cultural de Ica, Peru, descobriu várias centenas de lápides de pedras, nas tumbas dos antigos Incas. O Dr. Cabrera, continuando o trabalho do pai, já recolheu mais de 1.100 dessas rochas andesito, que se estima terem entre 500 e 1.500 anos de idade, e são popularmente conhecidas como Pedras de Ica. As pedras possuem entalhes, muitas delas com desenhos sexuais (o que é comum nesta cultura), algumas mostram ídolos e outras retratam práticas como cirurgia cardiovascular e transplantes cerebrais. Os entalhes mais surpreendentes, entretanto, claramente representam dinossauros – brontossauros, tricerátops, estegossauros e pterossauros. Enquanto os céticos consideram as pedras Icas uma fraude, a sua autenticidade nunca foi provada nem refutada…

FONTE


O MISTÉRIO DAS ESFERAS KLERKSDORP


[Imagem: bolaaj5.jpg]


Pelas últimas décadas, mineiros na África do Sul têm desenterrado misteriosas esferas metálicas. De origem desconhecida, estas esferas medem aproximadamente 2,5cm de diâmetro, e algumas são entalhadas com três ranhuras paralelas circulando ao redor da linha do equador. Dois tipos de esfera têm sido encontradas: uma composta de um sólido metal azulado com manchas brancas; a outra possui uma concavidade, preenchida com uma substância branca esponjosa. O surpreendente da história é que a rocha em que foram encontradas é do período Pré-cambriano – e datada de 2.8 bilhões de anos de idade! Quem as fez e com que propósito, ainda é desconhecido.

FONTE


O MISTÉRIO DO MANUSCRITO VOYNICH


[Imagem: Voynich_Manuscript_%2528121%2529.jpg]

Na Biblioteca Beinecke reservada para os livros mais raros de Yale encontra-se o mais enigmático manuscrito do mundo. Classificado como Manuscrito 408, trata-se de um livro com aproximadamente nove polegadas de comprimento e 235 páginas (embora algumas páginas tenham se perdido). A escrita usada no documento é única e suas páginas são ilustradas com uma infinidade de gravuras e diagramas: plantas, mulheres nuas em banhos públicos, mapas astronomicos, fórmulas químicas e outros temas curiosos.

[Imagem: voynich_manuscript_bathtub2_example.jpg]


O Manuscrito Voynich tornou-se o foco de intensa discussão acadêmica desde sua descoberta, e alguns dos melhores criptógrafos do mundo vem tentado inutilmente quebrar seu código secreto há décadas. Ao longo de sua história, "o mais misterioso manuscrito do mundo" teve sua origem muito debatida entre estudiosos. A verdade é que até hoje ninguém sabe precisar quem teria escrito o Manscrito, qual o idioma usado e quais os segredos que ele guarda.



Tópico de discussão sobre o manuscrito:
O Manuscrito Voynich - O livro que ninguém consegue ler


Se vc possui alguma informação ou teoria sobre o manuscrito entre no tópico e participe tambem.TongueTongue








O MISTÉRIO DA PEDRA DASHKA


[Imagem: mapcreador15%5B1%5D.jpg]

Nos Montes Urais da Sibéria, uma tabuleta de pedra foi encontrado por um professor de física e matemática da Universidade Estadual Bashkir, Alexandr Chuvyrov. Pesando quase uma tonelada, o tablete de três camadas, tem uma impressionante semelhança topográfica com a geografia exclusivo de uma determinada região dos Montes Urais.

Sua camada mais superficial é constituída por uma fina camada de porcelana de cálcio, que atua como uma tampa protetora contra o desgaste para as camadas estruturais abaixo.

A base do mapa é feita de uma camada de dolomita 5,5 polegadas de espessura e uma camada interna, que representa o mapa atual, composta por diopsídio-minerais com uma dureza de 6 na escala de Mohs.
Baseado em exames radiográficos, os pesquisadores acreditam que a camada de diopsídio, originalmente pensado para ser em torno de 3.000 anos, teria sido impossível para esculpir, sem o auxílio de técnicas modernas de escultura.

Talvez a característica mais surpreendente deste misterioso mapa de relevo é que os exames utilizados para a data de pedra antiga colocá-lo em cerca de 120 milhões de anos. Vários geólogos concorda que o mapa representa a região dos Urais conhecido como Bashkiria, que não se alterou significativamente para vários milhões de anos.
A área geográfica identificada na tabuleta foi representado principalmente pela grande falha da região de Ufa. Da mesma forma, o misterioso mapa descreve a riqueza da hidrografia da área, incluindo o Sutolka e rios Ufimka.

Enquanto o comprimido revela uma grande semelhança com a área que supostamente retrata, tem diferenças marcantes. Para analistas, características surpreendentes da Pedra Dashka são seus imensos sistemas de irrigação de engenharia, que incluem sistemas de dois canais e 12 barragens que, se feito em escala mediria cerca de 2 quilômetros de profundidade. De acordo com esse tablet, a área de Belaya Rio parece ser uma obra de engenharia de sistemas, em vez de um recurso natural.

Um grupo de pesquisadores, incluindo o professor Chuvyrov, acreditam que o mapa poderia ser o fragmento de um grande mapa mostrando mais montanhas. Alguns até acham que esta laje é apenas a ponta do iceberg de um mapa inteiro da Terra feito à escala.

FONTE


O MISTÉRIO DE MOHENJO-DARO


[Imagem: mohenjodaro+arma+atomica+4.jpg]

Mohenjo Daro é um sítio arqueológico com mais de 4.000 anos de antiguidade que apresenta uma apaixonante interrogação.

Antiga sede de uma civilização da qual se ignoram as causas do repentino desaparecimento, foi o local onde se adotou uma forma de escrita de tipo pictográfico, cujo significado nos é ainda desconhecido, e onde também se usavam roupas de algodão, as mais antigas já descobertas.

Mohenjo Daro é um local onde não existem tumbas, mas é chamado de “ Colina dos Mortos ” e o lugar onde estão os esqueletos é extremamente radioativo .

A maioria são esqueletos com traços de carbonização e calcinação de vítimas de morte repentina e violenta . Não são corpos de guerreiros mortos nos campos de batalha, mas sim restos de homens, mulheres e crianças civis .

Não foram encontradas armas e nenhum resto humano trazia feridas produzidas por armas de corte ou de guerra.

As posições e os locais onde foram descobertas as ossadas indicam que as mortes foram repentinas , sem que houvesse tempo hábil para que as vítimas dessem conta do que estava ocorrendo.As vidas das pessoas foram ceifadas enquanto realizavam suas atividades diárias.

Passaram do sono à morte junto a dezenas de elefantes, bois, cães, cavalos, cabras e cervos.A cidade foi descoberta em 1921, quando o arqueólogo Daya Harappa – de seu nome provem o nome de outra cidade do Vale, Harappa – tornou, como sua missão, recuperar as ruínas de um templo budista situado em uma ilhota no Rio Indo.

[Imagem: mohenjodaro+arma+atomica+1.jpg]

Antes disso, em 1856, John e William Brunton, encarregados de construir um trecho de ferrovia, naquela região, assinalaram a existência de algumas ruínas, das quais foram retirados numerosos tijolos para a construção.

As escavações, financiadas pelo Governo Paquistanês, trouxeram de volta à luz nada menos do que sete cidades, uma construída sobre a outra, além de outras mais que poderiam, também, ser encontradas se as escavações prosseguissem sob o leito do rio.

FONTE


O MISTÉRIO DA ESTRUTURA RICHAT



[Imagem: Richat_Structure_Mauritania.jpg]


A Estrutura de Richat ou domo de Richat, apelidada de "Olho da África", é uma estrutura circular situada próxima a Ouadane, na Mauritânia, no meio do deserto do Saara. Possui cerca de 50 quilômetros de diâmetro, e só pode ser visível em sua totalidade do espaço sideral. Descoberta em 1965 por uma missão Geminiamericana, permanece um enigma científico raríssimo.

Pelas últimas interpretações geológicas, seria o resultado duma erupção vulcânica atípica, ocorrida há 100 milhões de anos, no período cretáceo, que posteriormente teriam afundado devido a um longo processo de erosão. A estrutura foi descrita pela primeira vez nos mapas na escala de 1/200 0000 feitos pelo Instituto Geográfico Nacional da França, em 1963. A partir daí ela atraiu a atenção das primeiras missões espaciais.

[Imagem: Richat-Structure-Mauritania.jpg]

Essa espetacular formação na Mauritânia fica na parte sudoeste do deserto do Saara. Anteriormente, achava-se que a formação teria sido causada pelo impacto de um meteorito, mas agora concluiu-se que é resultado de erosão. A causa exata de seu formato circular ainda é um mistério.

FONTE


O MISTÉRIO DE YONAGUNI


[Imagem: yonaguni111.jpg?w=300&h=199]

Na ilha de Yonaguni, ao sul do Japão, o Sr. Kihachiro Aratake, em 1.985, estava mergulhando em busca de novos locais para levar os turistas a mergulharem quando se deparou com uma uma plataforma com escadarias, até então desconhecida.

[Imagem: 2007-12-08-sl-yonaguni_02.jpg?w=300&h=184]


Com cerca de 200 metros de oeste ao leste, cerca de 140 metros de norte ao sul e com seu ponto mais alto medindo 26 metros, essas ruínas apresentaram um grande arco ou portão de enormes pedras belamente encaixadas na maneira da construção pré-histórica encontrada junto as cidades Incas do outro lado do Oceano Pacífico, nos Andes da América do Sul.Mais ainda, a arquitetura inclui o que parecem ser ruas pavimentadas e cruzamentos, grandes formações parecidas com altares, escadarias levando à amplas praças e caminhos processionais sobrepujados por pares de altas estruturas que lembram postes.

Essas estruturas, de forma similar aos zigurats da Mesopotâmia, seriam os edifícios mais antigos do mundo: Foram construídas cerca de 10.000 anos atrás! Foram encontradas marcas nas pedras que evidenciam o trabalho feito nelas, inclusive entalhes, mas não só isso, uma pedra com hieróglifos foi encontrada.

Para espanto de todos, submersa, 18 metros abaixo da superfície, surge uma cabeça megalítica, um rosto de pedra gasto pela erosão das águas que faz lembrar as cabeças de pedra de outros lugares antigos: Moais, no Pacífico; La Venta, Golfo do México.

Essa “cidade” estava acima do nível do mar há 10.000 anos atrás ou mais, perturba as teorias cientificas. Claro, os dados que temos sobre símbolos e escrita, atividades sociais e culturais, são de uns 5.000 a.C., incluindo as Pirâmides do Egito!

Não se sabe o que aconteceu, se a região afundou ou se foi encoberta pela elevação do oceano, sendo este o caso mais provável. Mas o mistério dessas ruínas tem de ser estudado e receber muito mais recursos para isso, por dois motivos claros:

- Ficou óbvio que 10.000 anos atrás existiu uma civilização com escrita desenvolvida, arquitetura espetacular capaz de realizar ruas (!!!), arcos, encaixes entre pedras que até hoje não somos capazer de reproduzir e ângulos de 90º perfeitos em suas escadarias… de onde veio tudo isso?

[Imagem: yonaguni-2.jpg?w=270&h=182]

- Com a atual elevação do nível do mar, cabe à essas ruínas servirem de alerta para nós? Se eram tão avançados e acabaram por sucumbir diante das mudanças climáticas, o mesmo pode ocorrer conosco devido às atuais mudanças no Planeta?












FONTE



Então é essa a saída?

|D\e\i\x\e\m\ |q\u\e\ |a\ |V\e\r\d\a\d\e\ |s\e\j\a\ |d\i\t\a\ |m\e\s\m\o\ |q\u\e\ |o\s\ |C\é\u\s\ |C\a\i\a\m\!\

Sitchin was right!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 37 usuários diz(em) obrigado a F@lling$ki3s pelo seu post:
admin (29-09-2012), Alimah (13-02-2016), alinell (03-10-2012), Anonymous_T.ron (16-11-2016), Aragorn (30-09-2012), Arnold Dx (29-09-2012), bralcan (29-09-2012), Campanário (17-10-2012), Cida Oliveira (11-07-2013), Cypher3 (19-10-2012), Digory Kirke (15-02-2017), Equites_Levis (29-09-2012), Firenze (30-12-2012), Hellbound (01-10-2012), izziboy (16-07-2013), Jaspion (19-10-2012), Jiraya (30-09-2012), Jsantos302 (29-09-2012), keylla_marina (30-09-2012), Lilith (02-10-2012), Mediador (09-09-2013), Megaton (30-12-2012), Minerim (20-12-2015), Monica Martins (10-02-2014), Motta (02-10-2012), pachacuti (07-10-2012), Paulo2011 (02-10-2012), Pedro Lakukaracha (08-10-2012), porque? (30-12-2012), ruicoelho (30-12-2012), SE7MUS (09-10-2012), Sergio Santos (30-09-2012), Siouxsiesyw (10-07-2013), ULTRON (10-07-2013), Veduny (28-11-2016), vgfmaia (02-10-2012), Void! (29-09-2012)
Sabonetes naturais pelo menor preço é na Tudo Saudável
29-09-2012, 06:27 PM (Resposta editada pela última vez em: 29-09-2012 06:48 PM por F@lling$ki3s.)
Resposta: #2
RE: [MegaPost] Os Maiores Mistérios da Terra

OS MAIORES MISTÉRIOS DA TERRA - PARTE 2




O MISTÉRIO DO MARTELO DE KINGOODIE


[Imagem: kingoodiehammer.jpg]


Este fóssil é de um martelo com mais de 400 milhões de anos, encontrado em Kingoodie Quarry, em Kingoodie, Escócia. Sir David Brewster foi quem encontrou este misterioso fóssil em uma rocha de arenito com algo estranho encrustado. Supostamente um tipo de martelo pré-histórico, de aproximadamente 12,5 cm e que deixou todos perperplexo.

O bloco de arenito que contém o martelo foi datado do período Devoniano (entre 360 e 408 milhões de anos atrás). Isto significa que este martelo data antes dos próprios dinossauros, que surgiram apenas no período Triássico.

A grande questão é? Quem fez o martelo, se segundo a clássica teoria, só existiam insetos e animais aquáticos neste período ? Quem estava usando um martelo há mais de 240 milhões de anos antes dos dinossauros surgirem?

FONTE


O MISTÉRIO DO MAPA DE BUACHE


[Imagem: buache.jpg]

O mapa de Phillipe Buache foi elaborado a partir de mapas mais antigos que este teria recebido em suas mãos. Também neste trabalho temos a comprovação de tudo o que pode ser conferido em outras cartografias que esclarecem sobre a circulação de mapas antigos em toda a europa nos tempos de Colombo.

Observe que no canto inferior direito do mapa, na imagem ampliada abaixo, temos a data de sua elaboração no ano de 1739. Quando sabemos que foi James Cook quem contornou primeiro a extremidade ao sul do continente, passando próximo à Antártida no ano de 1820, e mais ainda, que só em 07 de Fevereiro de 1821, John Davis viria a pisar no território gelado, fica a indagação: "Quem teria circulado este terrítório conseguindo até mesmo obter o formato da Antártida com maior precisão do que as interpretações mais recentes?', mais ainda, o contorno da região está não apenas mais correto e melhor definido, como também apresenta uma alteração, indicando que este bloco tenha "girado" (força centrífuga?), pois a região que está presenta neste mapa próximo à Terra do Fogo, hoje se encontra voltado para a Nova Zelândia. A área que estava mais próxima à África nos tempos de elaboração deste trabalho é que se apresenta atualmente nas proximidades da América do Sul.


FONTE


O MISTÉRIO DO ARTEFATO DE COSO


[Imagem: coso-artefato_thumb.jpg]


Em fevereiro de 1961, Mike Mikesell, Wallace A. Lane e Virginia Maxey colhiam amostras de minerais, geodos mais especificamente, em Olacha, Califórnia quando recolheram uma pedra com incomuns incrustações de conchas e fragmentos de conchas fósseis.

No dia seguinte , Mike Mikesell partiu o "geodo" em dois com uma serra de diamante de 25 cm de diâmetro. Não foi fácil parti-la e constatou-se que ele havia gasto completamente o corte da serra de diamante que era nova. Não havia cavidade na pedra como se observa em muitos geodos; havia , ao invés , uma seção perfeita circular de um material muito duro de cerâmica ou porcelana, com uma haste de 2 mm de diâmetro de metal brilhante no centro.

A crosta exterior formada de argila endurecida com inclusões de seixos e conchas fósseis encontram dois objetos que pareciam não-magnéticos que assemelhavam-se a um prego e um disco. De início, pensou-se que a matéria que preenchia a cavidade hexagonal fosse madeira petrificada . Sugeriu-se que esta madeira fosse moldada nesta forma hexagonal para servir como estojo ou capa para o objeto. Não se sabe claramente o que os descobridores pensaram realmente do que poderia ser esta camada do geodo.

Um exame minucioso mostra que uma parte da metade inferior, de que se enchia a porção hexagonal do geodo, se perdeu. Que matéria seria esta que parecia mole e quebradiça, se uma parte caiu quando o objeto foi partido em dois?

Uma radiografia do objeto mostra nada além de um metal no "geodo". Está claro que um objeto da parte metálica estava envolto na pedra e havia sido cortado em dois, restando uma metade mais ou menos embutida em cada uma das partes da pedra. O objeto central é uma haste de metal brilhante de 2 mm de diâmetro. Este foi cortado em dois em 1961, porém 5 anos após não apresentava nenhuma mancha. Em torno dela , encontram-se aproximadamente 18 mm de uma espécie de cerâmica circundada exteriormente. A única parte magnética do objeto seria a haste central de metal brilhante , segundo os descobridores.

[Imagem: coso.jpg]

Quando se examina este objeto, com a justaposição de uma cerâmica de forma regular de uma haste metálica e de um resto de cobre, percebe-se que se tratava de um tipo de aparelho elétrico. Se examinarmos as radiografias, constatamos que a haste atravessa todas as partes componentes mostradas pelas fotos; parece ter sido corroída na extremidade. Entretanto a haste acaba, em uma mola ou espiral de metal . Há três segmentos do objetos sobre a haste e o segmento central em cerâmica , com um pouco de cobre roído (aquele que é visível e que é cortado em dois). Nada indica pelas fotos que o objeto possa ser passível de fraude.

Um geólogo examinou o objeto, declarando que o nódulo tinha pelo menos 500.000 anos!

FONTE


O MISTÉRIO DO FÓSSIL DE GUTIERREZ


[Imagem: gutierrez1.jpg?w=350&h=170]

Dr. Jamie Gutierrez é um colecionador de fósseis da américa do Sul. Não se sabe exatamente quem é ou foi este homem, nem mesmo quais são seu itens de coleção, porém um dos itens ficou muito famoso e vazou na internet a algum tempo.
[Imagem: gutierrez3.jpg?w=250&h=200]

Lenda: Provavelmente em 1999, Gutierrez estava em Bogotá (Colômbia) em um site arqueológico, quando encontrou algo diferente numa rocha do período cretáceo. Ao parecer, era o fóssil de duas mãos na rocha, porém, estas eram muito similares a mãos humanas. Logo o Dr. Gutierrez pegou a rocha e a incorporou em sua coleção. Após alguns testes na rocha, foi comprovado que a rocha é do período Cretáceo e data de 100 a 130 milhões de anos atrás.

A rocha ganhou fama aos conspiradores, pois estranhamente suas feições eram muito similares a….mãos humanas! O assunto ferveu entre os arqueólogos e dois criacionistas americanos, Carl Baugh e Kent Hovind fizeram vários testes na rocha e afirmaram que com certeza a rocha é real e do período cretáceo. E incrivelmente também alegaram que as mãos são realmente humanas! Mas como não há indícios de humanos naquela época, o fóssil foi catalogado como um OOPart e ficou por lá (assim como muitos outros mistérios).

O que poucos sabem, é que algumas pessoas procuraram saber sobre o fóssil. E agora surgiram fatos interessantes sobre a “mão humana” de Gutierrez.

FONTE


O MISTÉRIO DAS INSCRIÇÕES DE LOS LUNAS


[Imagem: mystery_rock010806a.jpg]

O Los Lunas Decálogo Stone é uma grande pedra no lado oculto da montanha, perto de Los Lunas, Novo México, cerca de 35 quilômetros ao sul de Albuquerque. A pedra tem uma inscrição regular esculpida em uma tela plana. A inscrição é interpretada por alguns como uma versão condensada do Decálogo ou Dez Mandamentos em uma forma de paleo-hebraico. Um grupo de letra semelhante ao tetragrama YHWH, ou "JEHOVA", faz quatro apresentações na pedra. A primeira menção de registrar o artefato é de 1933 quando o Professor Frank Hibben, um arqueólogo da Universidade do Novo México, supostamente viu. Hibben foi conduzido à pedra por um guia anônimo que alega ter encontrado-o como um garoto na década de 1880.Se esta informação é exata, a falsificação seria improvável porque o script Paleo-Hebrew era desconhecido para os estudiosos em 1880.

Um argumento contra a autenticidade da pedra é o uso aparente de Arte Moderna de pontuação em hebraico, embora o epigrafista Barry Fell argumentou que a pontuação está de acordo com a antiguidade. Outros pesquisadores julgam o artefato com base nos inúmeros erros estilísticos e gramaticais que aparecem na inscrição. A pedra é controversa, pois muitos acreditam que o artefato é pré-colombiano e uma prova de contato com as Américas, fornecendo a evidência que os povos de Israel se estabeleceram na América. Por causa do peso da pedra, com mais de 80 toneladas, ela nunca foi levada a um museu ou a um laboratório para estudo e conservação.

FONTE


O MISTÉRIO DAS PEGADAS DE LAETOLI


[Imagem: imageM3E.JPG]

As pegadas de Laetoli são descobertas pela importantíssima arqueóloga antropóloga Mary Leakey e rondam os 3,7 milhões de anos indicando que três hominídeos (mais correctamente - Hominini) de portes diferentes caminhavam lado a lado, conjecturando-se registos de uma "família" não apenas pelos diferentes tamanhos das pegadas, como pelas pegadas mais pequenas justapostas com as maiores. Quase que delineiam um excerto de filme em que uma criança hominini brincava sobrepondo o seu passo ao dos adultos. Presentemente atribui-se estas pegadas a homínideos da espécie de Lucy - Australopithecus afarensis, por terem sido encontrados vários vestígios de ossadas da espécie nas proximidades.

Mas tal associação é motivo para refutação: pois a espécie de Lucy ainda é considerada um dos mais antigos elos humanos, as pegadas de Laetoli são muito mais antigas do que as suas ossadas e Lucy não era integralmente bípede. Entre Lucy (3,2M) e as pegadas (3,7M) separam-se aproximadamente 500 000 anos o que é estrondoso e imensamente distante.

No decurso da caminhada não existem marcas dos outros membros que poderiam indicar a alternância entre a posição erecta e a quadrúpede, as pegadas apresentam uma curvatura acentuada na planta do pé e o hálux ou dedão (dedo grande do pé) está estendido ao nível dos outros dedos completando o quadro de que os hominídeos que registaram as pegadas eram efectivamente bípedes, tal como o homem moderno - confronta-se que as criaturas tinham mais de genes Homo do que de homínídeo argumentando-se que o Homem é portanto mais antigo do que 3,2 milhões de anos.

As pegadas de Laetoli continuam a suscitar acesos debates sobre a antiguidade da espécie humana.

FONTE


O MISTÉRIO DA PEDRA DA CHINA


[Imagem: imageL66.JPG]

Notícias sobre mais um objeto sem explicação aparente estão circulando pela Internet. Dessa vez, trata-se de uma pedra com uma barra de metal incrustada.

Diz-se que, desde 2002, ela vem despertando a atenção de vários especialistas.

A pedra pertence ao colecionador Zhilin Wang, de Lanzhou, China, que a encontrou durante uma pesquisa na região da montanha Mazong. Ela tem cerca de 8 por 7cm, e pesa 466 gramas. Inteiramente preta, ela trazia em seu interior um objeto de metal com 6 cm. em forma de parafuso.

Segundo as informações, mais de dez geólogos e físicos de importantes institutos de pesquisas da China se reuniram para estudar a possível origem da pedra misteriosa. Depois de discutirem a possibilidade de se tratar de um objeto fabricado pelo homem, os cientistas declararam que a pedra é a mais valiosa da China e do mundo no que diz respeito à pesquisa arqueológica.

Entre as hipóteses levantadas está a de que se trata de uma relíquia de uma civilização pré-histórica, entendendo-se que uma civilização com tecnologia semelhante à da nossa teria existido num passado remoto. Também se falou que a pedra poderia ser um meteorito, carregando informação sobre uma civilização extraterrestre.

Não se têm informações mais recentes sobre quaisquer pesquisas envolvendo a pedra. Alguns pesquisadores entendem que é preciso cautela com essas notícias, especialmente em casos como este em que não foram revelados os nomes dos cientistas supostamente envolvidos nos estudos.

FONTE



Então é essa a saída?

|D\e\i\x\e\m\ |q\u\e\ |a\ |V\e\r\d\a\d\e\ |s\e\j\a\ |d\i\t\a\ |m\e\s\m\o\ |q\u\e\ |o\s\ |C\é\u\s\ |C\a\i\a\m\!\

Sitchin was right!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 28 usuários diz(em) obrigado a F@lling$ki3s pelo seu post:
(09-10-2012), admin (29-09-2012), alinell (03-10-2012), Aragorn (30-09-2012), Arnold Dx (30-09-2012), bralcan (30-09-2012), Campanário (17-10-2012), Cypher3 (19-10-2012), Digory Kirke (15-02-2017), Firenze (30-12-2012), Giocitos (30-09-2012), Jsantos302 (29-09-2012), junior2729 (01-10-2012), keylla_marina (30-09-2012), Lilith (02-10-2012), Minerim (20-12-2015), over9 (02-10-2012), Paulo2011 (02-10-2012), Pescada (09-10-2012), Ping (06-10-2012), ruicoelho (30-12-2012), SE7MUS (09-10-2012), Sergio Santos (30-09-2012), Siouxsiesyw (30-09-2012), TheBodyBuilder (06-10-2012), ULTRON (10-07-2013), Veduny (28-11-2016), vgfmaia (02-10-2012)
30-09-2012, 10:34 AM
Resposta: #3
RE: [MegaPost] Os Maiores Mistérios da Terra
Muito legal! Como sempre mandando bem nos seus posts. Depois irei ler com mais calma caso a caso.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Aragorn pelo seu post:
F@lling$ki3s (15-10-2012)
02-10-2012, 01:42 PM
Resposta: #4
RE: [MegaPost] Os Maiores Mistérios da Terra

OS MAIORES MISTÉRIOS DA TERRA - PARTE 3



O MISTÉRIO DO BUDA FEITO DE METEORITO


[Imagem: 0,,69786672,00.jpg]

A famosa estátua de Buda que os nazistas roubaram em 1930 foi esculpida a partir de um meteorito que caiu na Terra cerca de 15.000 anos atrás, escreve o jornal The Guardian.

Os cientistas conduziram um estudo da estátua e a análise mostrou que o Buda foi feito com um tipo especial de ferro rico em níquel – um metal extremamente raro que existe apenas em meteoritos. Os pesquisadores também acreditam que o meteorito a partir do qual foi feita a estátua caiu sobre a Terra há cerca de 15.000 anos entre a Mongólia e a Sibéria.

Na queda, o meteorito se quebrou em 250 pedaços, alguns dos quais se tornaram parte de coleções particulares.

FONTE


Citar:Em uma expedição ao Tibete entre 1938 e 1939, o zoólogo e etnologista Ernst Schäfer, enviado à região pelo partido nazista para encontrar as raízes (origens) arianas, trouxe o “homem de ferro” (apelido que os pesquisadores deram à estátua) à Alemanha.

Em seguida, o objeto passou para as mãos de um proprietário privado.

O “Buda do espaço” é de idade desconhecida. As melhores estimativas colocam o surgimento da estátua em algum momento entre os séculos VIII e X.

A escultura retrata um homem, provavelmente um deus budista, com as pernas dobradas, segurando algo na mão esquerda. Em seu peito há uma suástica budista, um símbolo de sorte comum na cultura oriental que decora muitas estátuas hindus e budistas, que mais tarde foi usado pelo partido nazista da Alemanha.

“Pode-se especular que o símbolo da suástica na estátua foi uma motivação potencial para trazer o artefato para a Alemanha”, disseram os pesquisadores.

A identidade do homem esculpido não é totalmente clara, mas os pesquisadores suspeitam que ele pode ser o deus budista
Vaisravana, também conhecido como Jambhala. Vaisravana é o deus da riqueza ou da guerra, muitas vezes retratado segurando um limão (símbolo de riqueza) ou saco de dinheiro na mão.

O homem de ferro tem um objeto não identificado em sua mão. A estátua tem cerca de 24 centímetros de altura e pesa cerca de 10,6 kg.

FONTE

Como conseguiram esculpir esse buda em um meteorito de matal raro e duríssimo sem tecnologia? Ou melhor, qual foi a tecnologia utilizada para esculpir esse buda?



O MISTÉRIO DO PARAFUS DE KALUGA


[Imagem: outro-parafuso1.jpg]

A Outubro de1996, uma expedição na Rússia que tinha como objetivo encontrar meteoritos na região de Kaluga, terá criado uma grande surpresa para a comunidade cientifica.
Durante a recolha de alguns minerais rochosos e análise Raio X, foram encontrado dois parafusos cravados na rocha, que datam aproximadamente de 300 milhões.

O fóssil parafuso tem um tamanho de 2 cm , intriga a comunidade cientifica para qual não encontra uma explicação plausível.

[Imagem: mystery09942012.JPG]


Esta descoberta ocorreu a 17 de Outubro de 1996 pela equipe Russa Kosmoposik, mas só agora se tornou conhecida após a publicação da descoberta na Revista Ogonek.

A datação mais antiga de que se tem conhecimento do ser humano " tem aproximadamente 200 mil anos segundo avança John Fleagle da Universidade Stony Brook de Nova York.

Sabendo que o ser humano não tinha capacidade nem inteligência para construir tais proezas na época, quem terá sido o autor destes parafusos?

FONTE


O MISTÉRIO DA PEGADA BURDICK


[Imagem: burdick-kn2.jpg]

Segundo a teoria mais aceita, a extinção dos dinossauros se deu devido à colisão de um enorme meteoro o qual levantou uma imensa nuvem de poeira bloqueando o Sol durante anos, acabando assim com a cadeia alimentar desses grandes répteis. Segundo esta mesma teoria, não havia nenhum humano vivo nesta época para presenciar o ocorrido... ou será que havia?

Há mais de 100 milhões de anos, a pedreira de calcário do Rio Paluxy, no Texas, era uma planície lamacenta. Lá, inúmeros dinossauros deixaram pegadas que foram fossilizadas e preservadas para sempre. Mas a trilha de outra criatura também foi perpetuada nestas margens. Possivelmente a do Homem.

[Imagem: burdick-r1s.jpg]

O antropólogo Carl Baugh comanda há mais de 12 anos o trabalho de investigação destas pegadas controversas.

Minha reação foi de choque - conta Carl Baugh. Soube que pegadas humanas haviam sido descobertas no Rio Paluxy, perto de Glen Rose, Texas, mas eu era cético. Aqui, após remover camadas de rochas, a equipe e eu escavamos pegadas de dinossauros. A 46,25 cm de uma dessas pegadas, achamos uma pegada humana de 24 cm. Escavamos 12 pegadas em série. Quando se acha uma trilha com passos do pés esquerdo e direito à distância correta, deve-se interpretá-la como pertencente ao Homem.

Foi dito que as pegadas do Rio Paluxy são uma fraude e que foram talhadas na rocha como atração turística.

Encontramos trilhas seguindo para baixo das camadas de calcário. Removemos as camadas, uma lasca de rocha por vez. Descobrimos que as pegadas de dinossauro e as humanas continuam sob as camadas de rocha. Esta evidência é real.

Hoje, muitas das chamadas pegadas humanas foram vitimadas pela erosão e pelas mãos de vândalos. Porém, Carl Baugh tem uma das pegadas mais convincentes já descobertas.

[Imagem: burdick-r1.jpg]

Conheci a pegada Burdick - conta Dr. Dale Peterson, M.D. - ao visitar Glen Rose, em 1984. Na época tive a impressão de que era perfeita demais. É claramente uma pegada humana, apresentando uma seção do calcanhar, a curvatura, a base dos metatarsos, o primeiro dedo ou dedão, o segundo, terceiro, quarto e quinto dedos.

Após examinarmos a pegada - conta Don Patton, geólogo - vimos que estava no calcário cretácio, na mesma formação que a pegada de dinossauro. No corte da pegada, pudemos ver os contornos óbvios sob o dedo e as estruturas sob cada dedo. Numa certa parte sob a pegada, vimos uma inclusão de calcita, onde a força foi concentrada e produziu as estruturas da pegada. Exatamente o que os geólogos procuram. Eliminamos a idéia de que foi esculpida. Com certeza é uma impressão original no sedimento.

Um dedo fossilizado de um ser humano, foi descoberto no mesmo estrato que as pegadas de dinossauro datando de mais de 100 milhões de anos.

[Imagem: burdick-pair.jpg]

Tinha o que parecia ser uma unha, uma cutícula, uma ponta, um formato humanóide - conta o Dr. Dale Peterson. - Quando vi a cintilografia, não tive mais dúvidas. Ele mostra o formato de um dedo, mostra o tecido sob a pele do dedo, mostra os ossos, as articulações e os ligamentos. Isso me diz que é um dedo humano. A camada de calcário que preservou estes artefatos é datada de cerca de 135 milhões de anos

FONTE


O MISTÉRIO DA PEGADA MEISTER


[Imagem: Huellas%20humanass%20con%20un%20tribolite.jpg]


Esta é a imagem da mais velha pegada fossilizada achada até hoje. Foi descoberta em junho de 1968 por William J. Meister, um colecionador amador de fósseis. Calcula-se que ela tenha ao redor de 300 a 600 MILHÕES de anos!!!...
Trata-se da estampa da sola de uma sandália esmagando um trilobite.

Trilobites são pequenos invertebrados marinhos, parentes de caranguejos e camarões que floresceram a uns 320 milhões de anos antes de serem extintos a 280 milhões de anos atrás. Pensa-se que os humanos atuais tenham surgido a 1 ou 2 milhões de anos.

Será que este achado prova que haviam civilizações muito anteriores às conhecidas pelos homens ou então será que comprovam visitas de extraterrestres vindos de outros mundos?

Meister fez este notável achado durante uma expedição de caça a fósseis a 43 milhas ao oeste de Delta, em Utah. Ele estava acompanhado pela esposa e por duas filhas. A família já havia descoberto vários pequenos fósseis de trilobites quando Meister dividiu uma laje de pedra de aproximadamente duas polegadas de grossura e descobriu esta excelente impressão.

Disse ele que a pedra caiu aberta "como um livro" revelando a pegada de um ser humano. A outra a metade da laje de pedra mostra um molde, quase perfeito, da pegada e vários fósseis de trilobites. Incrivel!!! O humano estava usando uma sandália!

A sandália que esmagou o trilobite 'vivo' era 10 1/2 polegadas de comprimeno e 3 1/2 polegadas de largura; o salto do sapato estava emendado ligeiramente mais acima da sola, exatamente como seria uma impressão de um sapato atual.

A propósito: os humanos só começaram a usar calçados a poucos milhares de anos.

[Imagem: pegada_meister.jpg?w=500&h=460]

Seriam as primeiras havaianas criadas pelo homem?Brincadeira...rs.

FONTE


O MISTÉRIO DAS LENTES VIKINGS DE VISBY


[Imagem: dh505a83ff.jpg]


Estes notáveis ​​"lentes" (também chamado de Lentes de Visby) foram descobertos em túmulos vikings na ilha de Gotland, mar Báltico, Suécia. Eles possuem propriedades de imagem incríveis e foram feitas a mais de 800 anos atras.

[Imagem: mg505a842c.jpg]


Após vários anos de análises cuidadosas, os especialistas confirmaram que as lentes de cristal do do século 12 encontrados em sepulturas vikings na suécia foram feitos quase com perfeição.

Se a lente é colocada em uma página de texto, o efeito é o mesmo que obtida com uma ampliação de vidro moderna medindo 5 cm de diâmetro. Não era até o século 17 que matemático René Descartes fez com sucesso cálculos teóricos sobre as lentes asféricas. No entanto, esta tecnologia de precisão não foi conhecido por ter sido utilizado na prática antes do século 20.

[Imagem: Optical-quality-Viking-lenses.jpg]

Assim como se desenvolveram tão sofisticados dispositivos ópticos oito séculos atrás? Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Berkeley, querem agora investigar os sensacionais lentes Viking.

Acredita-se geralmente que que esses itens incomuns foram originalmente fabricados em Bizâncio, onde eles foram comprados ou roubados pelos Vikings.


FONTE


O MISTÉRIO DA BATERIA DE BAGDÁ


[Imagem: bateria+de+bagda.jpg]

Em 1938, enquanto trabalhava em Khujut Rabu, perto de Bagdá, no Iraque, o arqueólogo alemão, Wilhelm Konig desenterrou uma jarra de barro medindo 13 cm, contendo um cilindro de cobre o qual envolvia uma barra de ferro. Como o vaso apresentava sinais de corrosão, testes revelaram resquícios de elementos ácidos como vinagre ou vinho.

[Imagem: battery.jpg]

Após essa primeira descoberta, vários artefatos semelhantes, datados de cerca de 200 A.C. foram desenterradas no Iraque. Apesar da maioria dos arqueólogos concordarem tratar-se de baterias, há muitas controvérsias de como elas tenham sido concebidas e para quais propósitos foram construídas. Para produzir corrente elétrica, são necessários dois metais com diferentes potenciais elétricos, imersos em uma solução eletrolítica para permitir a mobilidade de elétrons entre os metais. Foram construídas réplicas usando o mesmo esquema, isto é, jarros de barro, um cilindro de cobre envolvendo uma barra de ferro, imersos em vinagre, vinho ou suco de frutas cítricas. O resultado foi a produção de corrente elétrica de até 2 volts. Teoricamente, ligadas em série, essas baterias poderiam gerar correntes de voltagem mais alta. Toda essa situação é bastante incômoda diante das perguntas:

Como uma bateria pode ter sido construída, 1800 anos antes de sua invenção por Alexandre Volta, em 1779 ?

Como obtiveram esse conhecimento ?

Para que as fabricavam ?

Teriam conhecimento teórico dos princípios da eletricidade ou teriam fabricado as baterias devido a descoberta acidental, sem prévio conhecimento teórico ?


[Imagem: bat1a-pt.jpg]

Especula-se que tenham sido utilizadas com propósitos medicinais, como anestésicos, embora dispusessem de outros meios para o alívio da dor. Outra corrente defende o uso das baterias na cobertura de peças com finíssimas camadas de metais preciosos como prata e ouro. Isso explicaria o fato, também estranho, de se ter encontrado peças antigas, revestidas de prata ou ouro com indícios da aplicação dessa técnica. Existem até aqueles que defendem o uso de tais baterias como meio de produzir efeitos mágicos nos rituais religiosos para impressionar e mistificar os leigos, explicação essa por demais simplória. Qualquer que seja o caso, os artefatos existem e parece haver concordância entre os pesquisadores de que sejam realmente baterias. Assim sendo, teremos que procurar as respostas à luz dos fatos, por mais estranhos e incômodos que sejam.

[Imagem: Bateria+de+Bagd%C3%A1+2.JPG]

FONTE


O MISTÉRIO DA PIRAMIDE NA BÓSNIA


[Imagem: piramide-bosnia.jpg]

Sob o sítio arqueológico de Visoko, na Bósnia, estão localizadas algumas pirâmides que são as maiores do mundo, maiores até que as do Egito. São conhecidas três pirâmides: do Sol (220 m), da Lua (190m) e do Dragão (90m), que formam um triângulo equilátero perfeito. Sob as pirâmides, existem túneis e passagens entre as obras, além de rampas de pedra.

[Imagem: Pir%C3%A2mide-da-B%C3%B3snia1.jpg]

FONTE

http://forum.antinovaordemmundial.com/To...-giz%C3%A9


PIRAMIDES MAIORES QUE AS DO EGITO NA BÓSNIA ?

Então é essa a saída?

|D\e\i\x\e\m\ |q\u\e\ |a\ |V\e\r\d\a\d\e\ |s\e\j\a\ |d\i\t\a\ |m\e\s\m\o\ |q\u\e\ |o\s\ |C\é\u\s\ |C\a\i\a\m\!\

Sitchin was right!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 24 usuários diz(em) obrigado a F@lling$ki3s pelo seu post:
admin (17-11-2012), alinell (03-10-2012), anon79i (21-11-2014), Arnold Dx (02-10-2012), Campanário (17-10-2012), Cida Oliveira (11-07-2013), Cypher3 (19-10-2012), EdgarCurcio (02-10-2012), Estrela (02-10-2012), Firenze (30-12-2012), izziboy (16-07-2013), Lilith (02-10-2012), Minerim (20-12-2015), Motta (02-10-2012), OSVALDO JUNIOR (11-08-2013), over9 (02-10-2012), Paulo2011 (02-10-2012), Pedro Lakukaracha (08-10-2012), ruicoelho (30-12-2012), Sergio Santos (07-10-2012), Siouxsiesyw (10-07-2013), TheBodyBuilder (06-10-2012), ULTRON (10-07-2013), vgfmaia (02-10-2012)
Irrigador Nasal Lota pelo menor preço você encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
02-10-2012, 08:18 PM
Resposta: #5
RE: [MegaPost] Os Maiores Mistérios da Terra
overdose de coisas interessantes. hein? kkkkk
parabens pelo post!
mandou bem mesmo!

tem material para ser analisado por um bom tempo!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Paulo2011 pelo seu post:
Digory Kirke (15-02-2017), F@lling$ki3s (15-10-2012)
06-10-2012, 02:44 AM
Resposta: #6
RE: [MegaPost] Os Maiores Mistérios da Terra
exelente post, tem muita coisa interessante... parabéns!

mas quando falamos em maiores mistérios da terra, stonehenge e as piramides do egito mericiam uma citação Smile

Por mais que você mostre, prove e argumente, não faz diferença. As pessoas só enxergam o que querem enxergar.
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Ping pelo seu post:
Digory Kirke (15-02-2017), F@lling$ki3s (15-10-2012)
07-10-2012, 02:15 PM
Resposta: #7
RE: [MegaPost] Os Maiores Mistérios da Terra
otimo post meu amigo esta de parabéns são poucas pessoas que se interessam em divulgar grandes misterios inexplicaveis.

só os mortos verão o fim da guerra
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a pachacuti pelo seu post:
F@lling$ki3s (15-10-2012)
Sua pele mais bonita com colágeno hidrolisado
09-10-2012, 02:54 AM (Resposta editada pela última vez em: 11-02-2013 01:50 AM por F@lling$ki3s.)
Resposta: #8
RE: [MegaPost] Os Maiores Mistérios da Terra

OS MAIORES MISTÉRIOS DA TERRA - PARTE 4



O MISTÉRIO DA CAVERNA DE LOS TAYOS


[Imagem: underground19_04.jpg?w=497]

Na região amazônica equatoriana, chamada de Morona Santiago, há uma caverna muito profunda, conhecida por Cueva de los Tayos. A caverna, localizada a uma altitude de 800 metros acima do nível do mar, tem esse nome por ser moradia dos Tayos, pássaros quase cegos que vivem em suas profundezas.

Os índios Shuar ou Jivaro (que tinham o hábito de reduzir os crânios dos inimigos mortos em batalha), que vivem perto da caverna, usam essas aves como alimento.

As informações mais antigas da caverna remontam o ano de 1860. Naquela ocasião, o general Victor Proano enviou uma breve descrição da caverna ao então presidente do Equador, Garcia Moreno.

No entanto, apenas em 1969, um pesquisador húngaro naturalizado argentino, chamado Juan Móricz, explorou completamente a caverna, encontrando um verdadeiro tesouro. Da caverna ele retirou folhas de ouro com incisões hieroglíficas arcaicas, estátuas antigas em estilo meio oriental. Além disso, encontrou vários outros objetos em ouro, prata e bronze, como cetros, capacetes, discos e placas.

O pesquisador húngaro também realizou uma tentativa bizarra de formalizar a sua descoberta, registrando seus achados no escritório de um cartório em Guayaquil, em 21 de julho de 1969, mas sua solicitação foi rejeitada.

[Imagem: metal_04.jpg]


Em 1972, o escritor sueco Erik von Daniken aventou por todo o mundo a descoberta do pesquisador húngaro. Quando a notícia da estranha descoberta de Móricz foi divulgada pelo globo, muitos estudiosos e esotéricos decidiram explorar a caverna em expedições particulares.

Uma das primeiras expedições e a mais ousada foi realizada em 1976, pelo pesquisador escocês Stanley Hall, que contou com a participação do astronauta norteamericano Neil Armstrong, o primeiro homem a pisar na Lua, em 1969.

[Imagem: cuevatayos11_05.jpg]
Neil Armstrong no interior da caverna de los tayos

Disse o astronauta, que a estadia de três dias no interior da caverna foi mais significativa do que a sua legendária viagem à Lua. Também participou do empreendimento cavernista, Julio Goyen Aguado, que seria amigo próximo de Juan Móricz e teria referências sobre a localização exata das placas esculpidas em ouro.

Parece que Goyen Aguado, sob influência de Móricz, que não estava envolvido na questão, enganou Stanley Hall, impedindo a posse dos anglosaxões sobre os antigos achados de ouro.

[Imagem: h_b6b97e6ec9baed6c5e315a065823f458]

No final da década de 1970, Gabriele D'Annunzio Baraldi visitou a Cuenca de los Tayos com frequência, onde encontrou e conheceu Carlo Crespi e Juan Moricz.

Naquela época, Carlo Crespi revelou ao ítalobrasileiro que a caverna dos Tayos não tinha fundo, e os milhares de ramificações subterrâneas não eram naturais, mas escavadas pelo homem no passado.

[Imagem: tayos-1.jpg]


Segundo Crespi, a maioria das peças repassadas a ele pelos indígenas viera de uma grande pirâmide subterrânea, situada em um local secreto.

O religioso italiano confessou a Baraldi que, por medo de saque futuro, ordenou que os índios terra cobrissem completamente a pirâmide, para que ninguém pudesse encontrá-la novamente. Segundo Baraldi, a escrita hieroglífica arcaica gravada em folhas de ouro encontrados na Cueva de los Tayos recordava o antigo alfabeto dos hititas que, para ele, teriam viajado para a América do Sul e a colonizado parcialmente, cerca de 18 séculos antes de Cristo.

Baraldi observou que em muitas placas e folhas de ouro havia vários signos recorrentes: o sol, a pirâmide, a serpente, o elefante. Em particular, Baraldi interpretou a placa onde uma pirâmide expõe um sol no seu topo, como uma erupção vulcânica gigante ocorrida em tempos antigos.

[Imagem: expedicon2bmoricz.jpg]

Membros da expedição em uma das entradas da caverna..notem a linhas artificiais

Alguns dos vários intrigantes artefatos que foram retirados da caverna

[Imagem: underground19_20.jpg]

[Imagem: underground19_05.jpg?w=497]

[Imagem: underground19_22.jpg?w=497&h=403]

[Imagem: underground19_84.jpg?w=497]
Padre Crespi ao lado de um instrumento musical?



Interessante matéria de um canal de televisão equatoriana, exibido em 2010, sobre a caverna de Los tayos. Em espanhol!








FONTE


O MISTÉRIO DO VASO DE DORCHESTER


[Imagem: dorchester_oopart.jpg?w=510]

O Vaso ou pote de Dorchester é um objeto metálico recuperado em duas partes após uma explosão em uma pedreira em Dorchester, Massachusetts no ano de 1852. De acordo com relatos da época colhidos pelo jornal Boston Transcript, as duas peças foram encontradas, em meio aos restos da explosão.

Aparentemente o vaso estava no interior da pedra em um pedaço sólido de conglomerado e granito a cerca de 5 metros de profundidade.

O objeto em questão tem um formato semelhate a um sino com exatamente 11.5 cm de altura por 16.5 cm de diâmetro na base e 6.4 cm de diâmetro na parte superior. O corpo do vaso é feito de uma liga de zinco na coloração prateada. As testemunhas descreveram curiosos símbolos ao redor do vaso com motivos florais e curiosas marcas semelhantes a arabescos que sugerem um estranho idioma. Especialistas da época afirmaram que o objeto teria aproximadamente 100,000 anos e ele foi mostrado como uma descoberta sensacional.

Por algum tempo o vaso ficou em exposição no Museu de História natural de Dorchester. Acreditava-se que ele fosse uma relíquia pertencente a uma civilização avançada que o havia depositado em rocha para ser encontrado no futuro distante. Rumores a respeito de estranha luminosidade e de capacidades magnéticas cercaram o vaso por décadas.

Estudos posteriores afirmaram o "Vaso" não era tão antigo quanto se supunha e que possivelmente não passava de um simples objeto de adorno (talvez um mero castiçal) abandonado em local improvável até ser desalojado pela explosão.

Teóricos, no entanto, acreditam que o Vaso de Dorchester é prova inequívoca de que uma civilização avançada, capaz de dominar técnicas de metalugia complexa criou o objeto por alguma razão obscura e o depositou no interior da rocha.

FONTE


O MISTÉRIO DO MONÓLITO DE BAALBEK


[Imagem: baal2.jpg]

POIS É, EU TAMBÉM PENSEI ISSO!
----------------

Em Baalbeck, Líbano, encontra-se os 3 maiores e mais pesados monumentos de pedras do mundo, chamados monolítos e conhecidos como Trilithon. Cada um pesa 1200 toneladas, mede 25 metros de comprimento, 8 de largura e 5 de altura. O maior peso que podemos levantar com um guintaste é o ônibus espacial discovery, que pesa 150 toneladas, 1/10 do peso dos monólitos. Não existe hoje tecnologia para levantá-las, muito menos posicionadas com tanta precisão. O local onde foram talhadas fica a 3 quilômetros, onde se encontra uma rocha do mesmo tamanho que nunca foi utilizada pelos construtores originais.

[Imagem: baalbek%20%287%29.jpg]



Em virtude do seu tamanho, a misteriosa plataforma tornou-se um lugar sagrado para as culturas que depois do dilúvio se assentaram na região. Assírios, persas, gregos e por último os romanos, construíram seus principais templos sobre a plataforma. Teorias não faltam para explicar como estes gigantescos monólitos foram posicionados. Uma corrente, defendida na série O Olho de Hórus, afirma que esta é uma prova da civilização Atlante. Outros já dizem que foram os deuses astronautas...

[Imagem: BaalbekTempleJupiterWall1.jpg]


[Imagem: baalbek.jpg]

[Imagem: baalbek%20%289%29.jpg]
Olhem o tamanho desses blocos que foram encaixados juntos com os imensos monólitos. COMO?

[Imagem: baalbek_5.jpg]


[Imagem: baalbek_7.jpg]

FONTE


O MISTÉRIO DA ESTATUETA DE NAMPA


[Imagem: estatueta_de_nampa.jpg?w=274&h=320]

Estatuetas de Nampa, Idaho, cerca de 2 milhões de anos de idade

Uma pequena imagem humana moldada habilidosamente em barro foi encontrada em 1889, em Nampa, Idaho. A estatueta provinha do nível de 98 metros de profundidade, numa área de escavação de poços datada da idade do Plio-Pleistoceno, cerca de 2 milhões de anos de idade. G. F. Wright comentou, "A imagem em questão é feita do mesmo material que as bolas de argila mencionadas, tendo cerca de 4 centímetros de comprimento; e é extraordinária pela perfeição com a qual representa a forma humana... Tratava-se de uma figura feminina, e tinha as feições naturais nas partes com acabamento que seriam motivo de honra para os centros clássicos de arte". "Ao mostrar o objeto ao professor F. W. Putnam", Wright escreveu, "ele imediatamente voltou a atenção para o caráter das incrustações de ferro sobre a superfície como sendo indicativo de uma relíquia de antiguidade considerável. Havia manchas de óxido de ferro vermelho anídrico em áreas protegidas sobre o objeto, as quais não poderiam ter se formado em algum objeto fraudulento." Os humanos ainda não haviam evoluído neste planeta dois milhões de anos atrás. Portanto, quem criou ou deixou este artefato no passado distante da Terra?

FONTE


O MISTÉRIO DOS OBJETOS ESPIRALADOS RUSSOS


[Imagem: 1_5.jpg]

A prova para saber se já fomos visitados por visitantes do espaço, pode estar relacionada com um achado arqueológico, ocorrido nas Montanhas de Ural, Rússia (1991-1993), onde foram encontrados micro-objetos que tem uma estrutura física inconsistente com a data que foi determinada para eles.

Os objetos encontrados são espiralados e com um tamanho de no máximo 3 cm, sendo que um deles tem apenas 0,003 mm. Foram encontrados vários deles próximos aos rios Narada, Kozhim, Balbanyu, Vtvisty e Lapkhevozh., há uma profundidade entre 3 e 12 metros.

Atualmente esses objetos estão sendo investigados em vários locais: Academia Russa de Ciências em Syktyvka - Moscou, St. Petersburg e no Instituto Científico em Helsinki - Finlândia.

Esses objetos são obviamente produto de uma inexplicável e altíssima tecnologia, somente equiparada à recente área da nanotecnologia. Ela ainda está no início, mas os engenheiros estão pensando em aplicações como micro-sondas, que poderiam auxiliar em cirurgias.

[Imagem: russia_spring1.jpg]

As datas estimadas variam muito, pois alguns objetos estão datados entre 20.000 e 318.000 anos e outros entre 2.000 e 20.000 anos, podemos ver que as datas são bem imprecisas, mas considerando a menor delas, 2.000 anos, já temos um bom problema para explicar a existência de tais objetos.

FONTE


O MISTÉRIO DO MANUSCRITO OERA LINDA


[Imagem: oera-294x400.jpg]

Oera Linda, é um manuscrito da Frísia que tem alimentado a controvérsia a nível mundial, que lida com temas históricos, mitológicos e religiosos, publicado pela primeira vez no século XIX. O texto argumenta que na Europa, os frísios eram governados pelas mães”Folk”, que presidiu a uma ordem de sacerdotisas celibatárias dedicadas à deusa Frya e seu pai Deus Wr-alda.


Além disso, a alegação é que esta civilização Frísia possuía um alfabeto que foi o ancestral dos alfabetos grego e fenício. O manuscrito atual tem uma data de 1256. Alegações internas sugerem que é uma cópia de um manuscritos mais antigos que, se autêntico, teria sido escrito por várias pessoas entre 2194 BC e 803.

[Imagem: Oera-Linda-Book.jpg]


O núcleo da Oera Linda é seguidores de o livro de Adela, aos quais foram adicionados vários textos ao longo do tempo. Sua origem remonta ao século VI A.C. e é composta por uma mistura de inscrições antigas e textos por vários escritores, nenhum dos quais sobreviveram até aos dias de hoje. As duas últimas seções da Oera Linda, escrito Konered e Bed, são incompletas.

Em 2004, o historiador Goffe Jensma publicou um livro sobre o tema: De gemaskerde Deus. François Haverschmidt en het Oera Linda-boek . Nela, ele afirma que Haverschmidt foi o principal autor, destacado pelos Over de Linden e Verwijs. De acordo com Jensma, Haverschmidt, previsto com a paródia de Oera Linda da Bíblia cristã.

FONTE


O MISTÉRIO DA PANELA DE FERRO DE OKLAHOMA


[Imagem: pot.box01.19.jpg]

Uma panela de ferro foi encontrada e datada em 300 a 325 milhões de anos. A descoberta da panela misteriosa surgiu em Oklahoma no ano de 1912. Tudo se deu por acidente, quando dois funcionários da Usina Elétrica Municipal de Thomas, estavam usando pás para alimentar com carvão o forno da usina.

[Imagem: ironpot1.jpg]

O carvão era de origem de uma mina próxima, localizada perto de Wilberton. Os empregados acharam um pedaço de carvão que era grande demais para suportar, de modo que os trabalhadores pegaram uma marreta para partí-la. Após diversas marretadas, o carvão finalmente se rompeu, revelando uma estranha e insólita surpresa no seu interior:

[Imagem: pot-replica.jpg]
REPLICA DE COMO A PANELA FOI ENCONTRADA


Os operários descobriram que o bloco continha uma panela de ferro. Quando o vaso foi removido do bloco, não conseguiram determinar sua origem. Sem conseguir estabelecer a origem da panela, vários especialistas examinaram o carvão ao redor da mesma e determinou-se que a mina teria sido formada entre 300 e 325 milhões de anos atrás. Até hoje a pergunta de como a panela de ferro foi parar ali, está sem resposta.

FONTE



Pelo que eu estou vendo essa serie mistérios vai passar fácil da parte 10, ainda tem muita coisa pra postar..muita coisa incrível..INCLUSIVE AQUI NO BRASIL, então aguardem....quero lembrar também que os mistérios são focados no contexto arqueológico e geológico.

Então é essa a saída?

|D\e\i\x\e\m\ |q\u\e\ |a\ |V\e\r\d\a\d\e\ |s\e\j\a\ |d\i\t\a\ |m\e\s\m\o\ |q\u\e\ |o\s\ |C\é\u\s\ |C\a\i\a\m\!\

Sitchin was right!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 8 usuários diz(em) obrigado a F@lling$ki3s pelo seu post:
bralcan (10-10-2012), Campanário (17-10-2012), Cypher3 (19-10-2012), Minerim (20-12-2015), Motta (09-10-2012), ruicoelho (30-12-2012), Sergio Santos (10-10-2012), ULTRON (10-07-2013)
16-10-2012, 10:28 PM (Resposta editada pela última vez em: 16-10-2012 10:58 PM por F@lling$ki3s.)
Resposta: #9
RE: [MegaPost] Os Maiores Mistérios da Terra - Parte 4

OS MAIORES MISTÉRIOS DA TERRA - PARTE 5



O MISTÉRIO DA ILHA DE PASCOA


[Imagem: 33bibzd.jpg]
Metade do monumento estava enterrado, o que causou isso ?


Neste nosso planeta existem muitos mistérios sem qualquer explicação lógica. As gigantes imagens em pedra da Ilha de Páscoa são, sem dúvida, um desses mistérios que ainda continua por explicar.

São apenas 18 km² de terras áridas, com origem de erupções de quatro vulcões, hoje inactivos. Pertencente ao Chile, ela é a porção de terra habitada mais isolada do restante da humanidade, em todo o Planeta. Qualquer terra mais próxima, está a uma distância de 3000 a 3200km, por isso os nativos desta ilha chamam-na de "umbigo do mundo"; é de imensa solidão, cercada pelas águas perigosas do sul do Oceano Pacífico. Este pequeno pedaço de terra da Oceania foi descoberto, por acaso, pelo almirante holandês Jacob Roggeven, justamente num domingo de Páscoa em 1772; mais tarde, foi rebatizada pelos espanhóis, com o nome do santo protector de seu imperador, passando a constar nos seus mapas náuticos como Ilha de São Carlos. Actualmente, é designada de Rapa-Nui.

[Imagem: eaststa2.jpg]

A ilha de Páscoa é a terra dos "Moais", gigantescas esculturas, construídas com rochas vulcânicas. Suas dimensões e pesos são variáveis, indo de três a dez metros de altura, com algumas dezenas de toneladas. Feitas com material relativamente frágil, a lava vulcânica petrificada, deveriam ser deslocadas com muito cuidado e com as mãos, pois não haviam máquinas para esse fim naquela época. No entanto tal façanha à luz da razão é inteiramente impossível, levando-se em consideração a natureza do terreno que é acidentado e pedregoso.

[Imagem: Moais+da+Ilha+da+P%C3%A1scoa..bmp]

São centenas de homens gigantescos espalhados pela pequena superfície da ilha, ao todo, mais de mil!. Têm sempre no rosto a mesma expressão e parecem vigiar os horizontes desde todos tempos, com olhar distante e sereno. Colossais, imponentes, insondáveis. Muito se estudou e se estuda sobre eles e, no entanto, continuam a ser um dos mais inexplicáveis mistérios do nosso planeta.


Durante milénios os moais estiveram protegidos do restante da humanidade, pela sua localização perdida no sul do Pacífico. Os habitantes primitivos da ilha contam que, a história dos moais é a mesma história deles, ou seja, vieram de uma ilha fadada a desaparecer sob as águas. Sempre que contam esta história, passada de geração em geração, dizem que as monumentais esculturas foram transportadas, das bases dos vulcões onde foram construídas, para plataformas artificiais onde efectivamente estão, pelo "mana", poder sobrenatural que o rei possuía, pois bastava que ele olhasse para uma das estátuas e a mesma se levantaria, "pousando" no lugar desejado. (É interessante que chamavam a esse poder de "Mana", básicamente o mesmo nome do antigo testamento, o alimento caído do céu do povo de Israel durante 40 anos no deserto).

Os nativos da ilha mais solitária do mundo, tinham desenvolvido uma escrita própria, independentemente do resto do mundo e, até hoje, continua indecifrável. Constituía-se de uma série de sinais, gravados com dentes de tubarão, em tábuas de madeira - as "tábuas falantes", no idioma local.

[Imagem: Rongorongo.jpg]
Rongorongo, sistema escrita pictográfico indecifrável encontrado na ilha de Pascoa

Como podem calcular, existem muitas teorias relacionadas com este e outros mistérios do nosso mundo, muitos chegam mesmo a acreditar que estas estátuas tenham sido colocadas ali por mãos de extraterrestres. Apesar de tantas teorias e muitos livros escritos sobre este assunto, a verdade é que até aos dias de hoje continua a ser um grande mistério sem qualquer explicação lógica.

FONTE


O MISTÉRIO DA FUENTE MAGNA


[Imagem: JAllen_FuenteMagna.jpg]

Uma tigela de pedra, achada na Bolívia, contém inscrições semelhantes às de relíquias mesopotâmicas de 3500 anos antes de Cristo. O objeto, batizado de Fuente Magna, pode ser uma incrível descoberta arqueológica – ou uma fraude espetacular.

[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcSCb5_ML4XpMX1HrRdR8HA...MuT-K948zw]

A Fuente Magna foi encontrada em uma fazenda às margens do Lago Titicaca, a 80 quilômetros de La Paz, capital boliviana. Os pesquisadores Bernardo Yacovazzo e Freddy Arce, de uma ONG local, examinaram o objeto e concluíram que ele trazia inscrições em alfabeto cuneiforme e provavelmente era datado do período sumério. Eles sustentam que os sumérios podem ter estado nos Andes há milhares de anos, mas essa teoria é considerada um delírio pela imensa maioria da comunidade científica. As outras possibilidades são: ou alguém levou uma descoberta arqueológica da Mesopotâmia para a Bolívia ou a Fuente Magna não passa de um artefato forjado.

FONTE


O MISTÉRIO DO ENIGMALITH DE WILLIAMS


[Imagem: threeplug201-538x146.jpg]

Em 1998, o engenheiro eletricista John J.Williams descobriu o que parecia ser um conector elétrico que se sobressaia do chão. Ele começou a cavar e descobriu um conjunto de três pinos encrustados em uma pequena rocha.

Segundo Williams, a intrigante pedra foi descoberta durante uma caminhada em uma área rural na América do Norte, longe de assentamentos humanos, complexos industriais, aeroportos , fábricas e etc. Embora isso pudesse prejudicar a credibilidade de sua descoberta, Williams se recusa a dar a localização exata do local onde ele encontrou o artefato, por medo de que o lugar pudesse conter outras relíquias que poderiam ser saqueadas.

[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcRC3-YDqVC2plG6b3vsvk6..._ayn_DlaWw]

Conhecido como o "Enigmalith" (uma combinação da palavra enigma e monólito) ou "Petradox", o dispositivo tem a aparência inegável de um componente eletrônico incrustado em uma pedra natural de granito sólido composta de quartzo e feldspato (incluindo percentagens muito pequenas de mica.)

Por causa do segredo que envolve a descoberta, o preço de US $ 500.000 que Williams colocou no artefato e teorias extraterrestres em torno da origem do objeto, muitos da comunidade científica classificaram o Enigmalith como uma brincadeira feita exclusivamente para gerar fama e dinheiro para Williams.

No entanto, Williams diz que sua pedra incomum está disponível para a analise de qualquer pesquisador. Apesar do convite, os cientistas têm evitado realizar testes na pedra misteriosa.

[Imagem: front_medium.jpg]


De acordo com Williams, que consultou um engenheiro e geólogo para examinar o objeto, o suposto componente eletrônico incorporado no granito não revela nenhum indicio de ter sido colado ou soldado em um processo conhecido, sendo evidente que o objecto já existia antes da formação rochosa. A datação da pedra de granito foi estimada em 100 mil anos, seria algo tecnicamente impossível naquela época.

FONTE



O MISTÉRIO DAS PIRÂMIDES CHINESAS



[Imagem: PIRAMIDE+CHINA+4.jpg]

A grande maioria das pessoas desconhece que existem outras pirâmides,para além das do Egipto e as da América…mas é verdade!!Existem pirâmides semelhantes ás da Ámerica,na China.

De acordo com a Lenda Chinesa,as mais de cem Pirâmides descobertas são o legado de visitantes Extraterrestres. Na virada do Século XX, dois comerciantes australianos encontravam-se numa vasta área nas Planícies de Qin Chuan, na China Central. Lá eles descobriram mais de cem Pirâmides. Quando eles perguntaram ao guarda de um Monastério local,sobre a sua história, foi-lhes dito que, de acordo com os registros guardados no Monastério, as Pirâmides são consideradas “Muito Velhas”.

[Imagem: piramide_china5.jpg]

Visto que os registros tinham mais de 5000 anos, podemos apenas imaginar a idade das Pirâmides propriamente ditas. Foi dito aos comerciantes que as Pirâmides pertenciam à era quando os “Velhos Imperadores” reinavam na China, e que os Imperadores sempre enfatizavam o facto de que eles não eram originários da Terra.

Eles eram descendentes dos “Filhos do Céu, que estrondosamente desceram a este Planeta nos seus dragões de metal ardente”, que as Pirâmides haviam sido construídas por visitantes do espaço sideral.As Pirâmides são geralmente feitas de argila e terra, não de pedras, e alguns agricultores colectaram-nas,para levar para os seus campos e casas.Como aconteceu com as pedras das pirâmides do Egipto…

[Imagem: piramide_china3.jpg]

Todas as Pirâmides estão situadas nas Planícies de Qin Chuan e diferem em tamanho entre 25 e 100 metros de altura. Todas, excepto uma. Ao Norte, no Vale de Qin Lin, encontra-se o que se tornou conhecido como a Grande Pirâmide Branca. Ela é imensa, aproximadamente 300 metros de altura!

As Pirâmides foram fotografadas pela primeira vez durante a Segunda Guerra Mundial, por um piloto da United States Air Force, que fazia um vôo de abastecimento para as Forças Chinesas vindo de Assam, no Norte da Índia, quando problemas no motor fizeram com que ele viajasse em baixa altitude. Em 1994, o pesquisador alemão Hartwig Hausdorf viajou pela região, gravou 18 minutos em vídeo e montou um relatório de suas pesquisas chamado "Die Weisse Pyramide", até, hoje,ainda não foi traduzido.

[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcSapFKpowx_ky0WcSSAzvx...70Apweppq8]

Numa entrevista concedida a uma rádio americana, Hausdorf falou sobre as Pirâmides Chinesas e de um extraordinário acidente com um OVNI na mesma região. Ele descreve um grande número de túmulos que contêm esqueletos de estranhos Humanóides, com cabeça grande e altura de 1,5 m. Além disso, junto deles, estavam centenas de discos de granito com estranhos Hieróglifos. A tradução destes Hieróglifos fala que há 2.000 anos houve uma colisão de um objecto "Vindo do Espaço" e cita a existência de seres Humanóides, magros, amarelados e de cabeça grande que caíram do Céu...

Se foram construídas ou não por Humanóides,nunca,talvez,o saberemos,o certo é que elas existem,magestosas no meio das planicíes,guardando mistérios,que os arqueólogos chineses tentam decifrar…

FONTE


O MISTÉRIO DA PEDRA DE KENSINGTON


[Imagem: 250px-Kensington-runestone_flom-1910.jpg]

Será que os nórdicos, em 1362, 130 anos antes da descoberta da América por Cristovão Colombo, em 1492, estiveram em Kensington, no Minesota (EUA) ?

Há mais de 100 anos que os estudiosos vêm tentando desvendar este mistério, realmente muito empolgante, digno de constar do Almanaque “Pridie Kalendas”.

No longínquo verão de 1898, um colono de origem norueguesa, Olof Ohman, ao extrair uma arvore no seu terreno, emaranhada na sua raiz, encontrava-se a laje da figura ao lado, de forma retangular, com as seguintes dimensões: 79 x 41 x 15 cm. Como podemos apreciar, na laje havia inscrições em caracteres rústicos, fazendo crer que fossem rúnicas, encerrando alguma mensagem especial para que os eventuais descobridores pudessem tomar conhecimento de fatos transcendentais.

[Imagem: 164832_2.jpg]

A primeira versão das intrigantes inscrições foi destinada a um personagem de nome Paul Knutson, um cavaleiro norueguês, que supostamente teria chefiado uma expedição fracassada de soldados-missionários até às cabeceiras do Rio Vermelho, no Minesota, Estados Unidos.

Quase que por unanimidade, os chamados formadores de opinião, logo após o descobrimento, foram categóricos em rotular tal hipótese como fraudulenta.

Com o passar do tempo, estudos mais profundos, avalizados até pelo respeitabilíssimo Smithsonian Instituion, com a anuência de eruditos do porte do dr. Matthew W. Stirling, chefe do Bureau de Etnologia Americana, uma instituição oficial, atesta que a pedra de Kensington era “talvez o objeto arqueológico de maior importância até aquela data descoberto na América do Norte.”

Atualmente, no mundo científico especializado, tudo leva ao entendimento de que Colombo foi precedido, no Novo Mundo, por outros homens de raça branca, com grande probabilidade de terem sido centenas deles.

Com base em lendas muito antigas, provavelmente semeadas com alguns fatos reais, muito antes das concentrações escandinavas da Groenlândia, em fins do século X, chegaram os gauleses, irlandeses e os bretões. Todavia, embora fossem homens de grande valor, pelos trabalhos árduos que executavam, como por exemplo: agricultura, pesca, etc., eram totalmente iletrados, resultante duma época de pouco valor para as letras.

Partindo desse pressuposto, os fatos parecem refletir, no entender dos estudiosos, que realmente Paul Knutson foi o primeiro homem branco possuidor de conhecimentos mais intelectuais a pisar no continente norte-americano, juntamente com os seus comandados de expedição.
[Imagem: the-kensington-runestone.jpg]

Contribuindo significativamente para consolidar de vez a espetacular descoberta, havia o fato do colono Olof Ohman ser um cidadão integro, acima de qualquer suspeita em conceber e perpetuar alguma fraude de tamanha envergadura; por sugestões de amigos e vizinhos, Ohman entregou a pedra a um respeitado antiquario da localidade. Este, por sua vez, a remeteu para a Universidade de Minesota, aonde, como fiel depositário, ficou sendo o eminente professor O.J.Breda, já naquela oportunidade, respeitado como sendo um dos maiores conhecedores em assuntos escandinavos. Posteriormente, esses símbolos foram reconhecidos como sendo de números.

A tradução que o professor Breda conseguiu foi:

“(Nós somos) 8 godos [suecos] e 22 noruegueses em (uma) viagem de exploração de Vinland através do Oeste. Tínhamos acampado junto de (um lago com) doisskerries [ilhas rochosas] a um dia de jornada para o norte a partir desta pedra. Andamos (por fora) e pescamos um dia. Depois de voltarmos ao acampamento encontramos 10 (dos nossos), AV(e) M (aria) salvai (nos) do mal. Dez do (nosso grupo) (estão) perto do mar olhando por nossos navios [ou navio] a 14 dias de viagem desta ilha. Ano 1362.”

FONTE


O MISTÉRIO DA CUNHA DE ALUMÍNIO DE AIUD


[Imagem: aiud2.jpg]

O penetrômetro de alumínio de Aiud, também conhecido como o objeto de Aiud, é um objeto em forma de cunha encontrados 2 quilômetros a leste de Aiud, Roménia, nas margens do rio Mures, em 1974.

De acordo com um artigo escrito por Boczor Iosif, um colaborador para revistas húngaras paranormais, foi encontrado em 35 metros de areia e ao lado 2 O Mastodon.

[Imagem: 171910910747096950_8Y2GOwVP_b.jpg]

Seu artigo também afirma que foi encontrado em 1973. Por três razões Alguns afirmam que a cunha é a prova de que os estrangeiros vieram para visitar a Terra no passado. Um engenheiro aeronáutico não identificada disse que se assemelhava ao pé do trem de pouso não muito diferente dos atuais veículos espaciais na época, só que menor. Esse fato foi corroborado por Florin Gheorghita, um ufólogo conhecido na Roménia.

O fato de que foi encontrado na mesma camada como ossos mastodon, e assumindo que foi encontrada no contexto original, tornaria, pelo menos, 11.000 anos de idade. Os povos da razão terceiros acreditava que este era de uma nave alienígena foi porque o alumínio não foi ainda descoberto até 1808 e não poderia ser produzido em massa até 1885. Portanto, porque parece que o trem de aterrizagem, foi encontrado com ossos de mastodonte e o óxido datado de pelo menos 300 anos (antes de alumínio na terra), que era de uma nave alienígena. O alumínio requer cerca de 1.000 graus de calor para ser produzido.

A cunha de alumínio Aiud permanece um mistério.


FONTE


O MISTÉRIO DA CALÇADA DOS GIGANTES


[Imagem: lrg-1130-giants-causeway-ireland-columns.jpg]

A Calçada dos Gigantes (em inglês Giant's Causeway) é a designação dada a um conjunto de cerca de 40 000 colunas prismáticas de basalto, encaixadas como se formassem uma enorme calçada de pedras gigantescas, formadas pela disjunção prismática de uma grande massa de lava basáltica resultante de uma erupção vulcânica ocorrida há cerca de 60 milhões de anos. A formação está localizada na costa da Irlanda do Norte, a cerca de 3 quilômetros a norte da vila de Bushmills, no condado de Antrim, Irlanda do Norte. Foi declarada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1986 sob o nome de "Calçada dos Gigantes e sua Costa", e como Reserva Natural em 1987.

[Imagem: giants-causeway.jpg]


A Calçada dos Gigantes, também é conhecida, de uma forma peculiar graças à capa do álbum Houses of the Holy, da banda britânica de rock Led Zeppelin.

Fica numa área de basalto compacto. A atividade vulcânica nessa área fez a rocha derretida subir através de fendas no calcário, com temperatura média de mais de 1000 °C.

Quando entrou em contato com o ar,ela se resfriou e se solidificou. A rocha derretida, ou magma, é composta por muitos elementos químicos e por isso pode criar vários tipos de rocha.

O tipo de rocha formado na área do contexto em questão é o basalto. O magma se encolhia à medida que se resfriava lentamente e, por causa de sua composição química, fendas hexagonais regulares se formaram na superfície. Enquanto o magma continuava a se resfriar por dentro, as fendas desciam gradualmente, formando a grande quantidade de colunas de basalto semelhantes a lápis.

[Imagem: giant-causeway.jpg]

A Lenda

Segundo uma lenda irlandesa um gigante chamado Finn MacCool queria enfrentar numa luta um gigante escocês chamado Benandonner, mas havia um problema: não existia uma embarcação com tamanho suficiente para atravessar o mar e levar um ao encontro do outro. A lenda diz que MacCool resolveu o problema construindo uma calçada que ligava os dois lados, usando enormes colunas de pedra. Benandonner aceitou o desafio e viajou pela calçada ate à Irlanda. Ele era mais forte e maior do que MacCool. Percebendo isso a esposa de Finn MacCool, de forma muito perspicaz decidiu vestir seu marido gigante como um bebê. Quando Benandonner chegou à casa dos dois e viu o bebê, pensou: “Se o bebê deste tamanho, imagine-se o pai!”, e fugiu correndo de volta para a Escócia. Para ter certeza de que não seria perseguido por Finn MacCool destruiu a estrada enquanto corria, restando apenas as pedras que agora formam a Calçada dos Gigantes.

FONTE

Então é essa a saída?

|D\e\i\x\e\m\ |q\u\e\ |a\ |V\e\r\d\a\d\e\ |s\e\j\a\ |d\i\t\a\ |m\e\s\m\o\ |q\u\e\ |o\s\ |C\é\u\s\ |C\a\i\a\m\!\

Sitchin was right!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 10 usuários diz(em) obrigado a F@lling$ki3s pelo seu post:
admin (17-11-2012), Campanário (17-10-2012), Cypher3 (19-10-2012), Giocitos (17-10-2012), Minerim (20-12-2015), Motta (17-10-2012), ruicoelho (30-12-2012), Sergio Santos (18-10-2012), Siouxsiesyw (10-07-2013), ULTRON (10-07-2013)
18-10-2012, 05:26 PM
Resposta: #10
RE: [MegaPost] Os Maiores Mistérios da Terra - Parte 5

OS MAIORES MISTÉRIOS DA TERRA - PARTE 6




O MISTÉRIO DE PUMA PUNKU


[Imagem: PumaPunku_Rocks_stone.jpg]

Elas são, indiscutivelmente, as mais velhas, e mais desconcertantes ruínas na face da Terra.

É difícil imaginar como elas não vieram a ser conhecidas como uma das maravilhas do mundo como a Grande Pirâmide. Espetacular em sua própria essência, a Grande Pirâmide empalidece em comparação com as ruínas de Puma Punku em Tiahuanaco, na América do Sul.

As ruínas de Puma Punku são uma das quatro estruturas da antiga cidade de Tiahuanaco. As outras três estruturas são: A pirâmide Akapana, a Plataforma Kalasasaya, e o templo subterrâneo.

Mesmo com a tecnologia moderna e informação, estas estruturas desafiam a lógica, e confundem aqueles que procuram resolver seus mistérios. As ruínas de Puma Punku são as mais fascinantes e mais confusas de todas.


[Imagem: puma.jpg]

Quem construiu essas estruturas?
Como eram essas construções?
Por que estas estruturas foram construídas?

Estas são as questões das mentes daqueles que pesquisam essas estruturas antigas, e elas não são fáceis de responder, se é que podem ser respondidas.

[Imagem: 1296022627213-275x200.jpg]

Puma Punku

Se as pirâmides eram mais difíceis de criar vários milhares de anos atrás, então quanto mais difícil teria sido para construir Puma Punku?

Acredita-se que uma vez Puma Punku continha uma grande cais, e uma estrutura de grande porte. No entanto, tudo o que resta hoje são ruínas megalíticas de algum evento cataclísmico na história.

Um grande terremoto? Um cometa que passou muito perto da Terra? Um dilúvio universal? Estas são todas as possíveis causas para a destruição da estrutura.
Não só há provas para apoiar a reivindicação de um dilúvio catastrófico, mas não há ainda evidências para apoiar a teoria de que pessoas viviam ali.


[Imagem: puma_punku.jpg]

A inundação poderia ter acontecido algo em torno de 12 mil anos atrás, e não há evidência científica de ferramentas, ossos e outros materiais dentro de limos, o que sugeriria que um povo civilizado esteve lá antes de qualquer inundação.

Poderiam as ruínas de Puma Punku ser evidências de uma civilização perdida?

O que torna as ruínas tão originais?

É altamente improvável que qualquer uma das pedras no Puma Punku tenham sido cortadas utilizando as técnicas de corte de pedra antiga, pelo menos não aqueles que são conscientes.

As pedras em Puma Punku são feitas de granito e diorito, e somente o diamante é mais dura que essas pedras. Se o povo que construiu este lugar cortou estas pedras utilizando as técnicas de corte de pedra, então eles tinham que ter usado ferramentas de diamante.

Se não usaram os diamantes para cortar essas pedras, então o que eles usaram?
Não foram só difícil de cortar, mas também são extremamente pesadas. Uma dessas ruínas de pedra pesa cerca de 800 toneladas! Estas são as pedras grandes, e elas são realmente pesadas.

[Imagem: puma-punku-ruins.jpg]

A pedreira mais próxima fica pelo menos a 10 milhas de distância do local das ruínas. Como que essas pessoas moveram esses blocos que pesam muitas toneladas, e como foram capazes de formar uma estrutura como estas?

Com a tecnologia que temos atualmente, seria extremamente difícil de recriar o sitio dessas ruínas. Se não pudemos fazer isso, então como é que estes povos antigos realizar essa tarefa? Isto poderia ter ocorrido em qualquer lugar a partir de 500 AC.

Esses povos antigos tinham que ter sido muito sofisticado, conhecedores de astronomia, geomancia e matemática. No entanto, não há registros deste trabalho.

Para construir um lugar como Puma Punku, deve ter havido planejamento significativo e escrita envolvidos, mas não há registro de nada disso.

Há mais uma coisa importante para falar sobre as ruínas de Puma Punku. Não foram só estas pedras cortadas de alguma forma, mas eram finamente cortada. Os cortes nestas pedras são perfeitamente retos. Os buracos tubulares destas pedras são perfeitos, e todos com a mesma profundidade.

[Imagem: bolivia3.jpg]

Como é que esse povo antigo era capaz de cortar pedras como estas?

É como se só mestres construtores fossem autorizados a entrar e construir Puma Punku. Todos os blocos são cortados par que se encaixem como um quebra-cabeças. Não há nenhuma argamassa. Não são apenas grandes pedras que se encaixam, criando uma estrutura de cerca de quatro níveis de elevação.

Se essas pessoas podiam mover as pedras grandes para este local precisamente, então, obviamente, também tinham uma maneira de colocá-las uma em cima da outra. Mas como foi feito?

[Imagem: 20100308_0004.jpg]

Não existem árvores na área próxima da pedreira, só a, pelo menos, 10 milhas de distância, e não temos registros de como isto poderia ter sido feito.

Não há nenhuma maneira de o povo andino ter feito isso há 2500 anos, sendo que hoje também não o poderiam fazer!

FONTE


O MISTÉRIO DA PLANÍCIE DO JARROS


[Imagem: plainofjars2.jpg]

LAOS – Neste país asiático localizado na região chamada Indochina, a planície de Xieng Khouang é conhecida como A Planície dos Jarros. O nome procede. Ali a paisagem é dominada por uma estranha coleção de gigantescos jarros de pedra; pedra constituída de arenito, granito e coral calcificados. O lugar também é chamado de Stonehenge asiática.

[Imagem: Plain-of-Jars-420x0.jpg]

Mistério fascinante para arqueólogos e outros cientistas, o local foi descoberto no final dos anos de 1920. Os vasos pesam até 13 toneladas e têm entre 1 a 3 metros de altura. Foram datados em cerca de 200 anos a 300 anos passados e seu propósito é completemente desconhecido dos estudiosos. [Há quem diga que os jarros têm milênios de idade].

A arqueóloga francesa Madeleine Colani que estuda há algum tempo o enigma da planície acredita que esses megalitos foram confeccionados/ modelados por uma civilização ou nação já extinta e que os jarros, possivelmente, foram usados como crematórios não se sabe exatamente de quê. A arqueóloga ainda chama a atenção para o fato deque os jarros estão dispostos segundo um padrão que segue uma antiga rota de comércio.

A Planície dos Jarros é bastante vasta porém nem todas as áreas são abertas ao público. Infelizmente, o sítio arqueológico, embora remoto, não escapou da guerra do Vietnã. Durante os anos de 1960 e 1970, o Laos foi o país mais bombardeado do mundo. Muitas das gigantescas peças foram danificadas. Crateras foram abertas na planície e, pior, muitas das bombas lançadas, não explodiram e são um perigo para visitantes, um perigo que só não é maior do que o das minas terrestres que também infestam, silenciosas e letais, enterradas, o subsolo da região.

[Imagem: 11-24-15_prefRes.jpg]

Estima-se que existam mais de 250 mil dessas minas esperando para matar e mutilar. Os acidentes acontecem quase que semanalmente. É curioso como avançam as técnicas e os fantásticos meios para fazer guerra enquanto, a passos de tartaruga, a ciência e a tecnologia não encontraram até agora um meio eficiente de acabar com essa praga das minas terrestres que assombra tantos países há tantas décadas.

A ciência, eficaz para matar mostra-se irresponsável, desleixada, incapaz! incompetente! na missão de resgatar seus erros, de corrigir suas péssimas idéias e evitar que mais pessoas sejam vitimadas pelas conseqüências das políticas bélicas maldosas e burras, como essas, de transformar a terra em campos de morte com essa maldição que são as minas terrestres. Meditemos...

FONTE


O MISTÉRIO DO PILAR DE FERRO DE DELHI


[Imagem: Iron_pillar_of_Delhi.jpg]

No distrito de Nova Delhi, sul da Índia, há o famoso Pilar de Ferro, que geralmente é datado do século IV, mas que alguns estudiosos acreditam que tenha mais de quatro mil anos. Foi erguido como monumento a um rei chamado Chandra. É uma base sólida de ferro com 40 centímetros de diâmetro e 7,5 metros de altura. O mais espantoso é que ele nunca enferrujou, embora esteja exposto ao vento e à chuva há séculos! O pilar desafia qualquer explicação não apenas por nunca ter enferrujado, mas porque parece feito de ferro puro, o que hoje só se consegue produzir em pequenas quantidades mediante eletrólise! A técnica usada para fundir um pilar tão grande e sólido também é um mistério, pois seria difícil, mesmo hoje, construir outro pilar com essas dimensões. Ele é a testemunha silenciosa do conhecimento científico altamente avançado da Antiguidade, e que só foi reproduzido recentemente. Mesmo assim, ainda não se encontrou explicação para o fato de o pilar nunca ter enferrujado!

Como evidência adicional à presença de fundições altamente avançadas na Índia antiga, o boletim mensal Motilal Banarsidass Newsletter, de Nova Delhi, informou em sua edição de julho de 1998 que descobertas feitas pelo Departamento Estadual de Arqueologia, após escavações em Lucknow, distrito de Sonebhadra, podem revolucionar a história quanto à antiguidade do ferro. O departamento encontrou artefatos de ferro que datam entre 1300-1200 a.C. no sítio de Raja Nal Ka Tila, no Vale do rio Marmanasa, norte de Sonebhadra.

[Imagem: sar_ironpillar2.jpg]

Diz o boletim:

A datação por meio de rádio-carbono de uma das amostras, feita pelo Instituto de Paleobotânica Birbal Sahani, determinou que ela data de 1300 a.C., recuando a antiguidade do ferro em quatrocentos anos, pelo menos, até segundo as estimativas conservadoras. Essa datação do ferro é uma das mais antigas do subcontinente indiano.

E são mesmo estimativas conservadoras. Como vimos, há muitas evidências de que a mineração e a manufatura de ferro já eram praticadas muito antes de 1300 a.C. Com efeito, se os épicos futuristas (parece estranho chamar de “futuristas” as histórias do passado) da Índia antiga servem de indicativo, deve ter havido muita atividade metalúrgica na civilização hindu.

Fonte: A Incrível Tecnologia dos Antigos, David Hatcher Childress, editora Aleph, 2005, pp.90-91.

FONTE


O MISTÉRIO DOS 7 HOMENS FORTES DE KOMI - MANPUPUNER


[Imagem: Lebedev-Yuri.jpg]


As formações rochosas "Manpupuner" também conhecidas como os Sete Homens Fortes de rocha são um conjunto de sete gigantescas colunas de pedra em de formato anormal localizadas ao norte das montanhas Urais, na República de Komi, na Rússia. Estes monólitos tem cerca de 30 metros de altura e se sobressaem em meio a um plato deserto.


[Imagem: randomicidades-colunas-da-republica-de-komi.jpeg]

Não faz muito tempo, o planalto Manpupuner (a pronúncia é “man-pupu-nier”) era conhecido apenas por geógrafos e malucos que faziam trekkings pela região do norte dos montes Urais, na república russa de Komi.

O que atraía este povo todo eram 7 pilares de pedra, com alturas de prédios entre 10 e 15 andares, que ficam em cima da “pequena montanha de ídolos” (“manpupuner”, na língua local).

Estas belezinhas começaram a nascer há zilhões de anos, esculpidas pelo vento e pela chuva, e estão dispostas em um grupo de 6 pilares perto de um precipício, com o sétimo pilar um pouco afastado dos outros.

[Imagem: manpupuner%20(7)%5B2%5D.jpg]

Logicamente, os pilares já ganharam lendas. A mais famosa diz que eles eram 6 gigantes que estavam perseguindo pessoas de um povo da região (os mansi). Quando estavam quase alcançando suas presas, um xamã conseguiu reagir e lançou um feitiço sobre os grandalhões, transformando os seis (e ele próprio, infelizmente) em pedra. Por isso os pilares são separados na formação de 6 olhando para 1.


[Imagem: 10-incredible-rock-pillar-landscapes-L-6oRpjA.jpeg]

No dia 12 de junho de 2008, os Sete Homens Fortes – um dos apelidos dos pilares – ganharam fama nacional quando entraram na lista das 7 Maravilhas da Rússia (mais tarde teremos um post sobre isso também). Desde então, a procura pela atração aumentou, mas alcançar estes gigantes segue sendo beeem difícil.

Apesar de estar a apenas 1500 km de Moscou e a 600 km de Ecaterimburgo (o que não é nada em distâncias russas), o Manpupuner fica em uma região totalmente isolada na República de Komi. Não existe nenhuma cidade, estrada, rio navegável ou trilho de trem em um raio de 100 km ao redor dele.

Assim, as duas únicas formas de chegar até lá são alugando um helicóptero ou encarando muitos dias de caminhada no meio da floresta virgem.

Se você resolver ir a pé, a dica é procurar uma agência de viagem para ir acompanhado de um guia experiente, não se meter em enrascada e conseguir todas as autorizações que o governo russo exige de quem embarca na jornada (o número de aventureiros na floresta é limitado).

FONTE


O MISTÉRIO DO GIGANTE DE DYER


[Imagem: giant.jpg]

Gigante fossilizado descoberto em 1895 por Sr. Dyer durante atividades minerológicas que ele desenvolvia no Município Antrim, na Irlanda.
Esta fotografia foi publicada pela revista britânica Strand.

As medidas principais impressionam:
altura total 3.70 m, circunferência de torax 1.97 m, comprimento de braços 1.37 m, pesando 2 toneladas.

O pé direito tinha seis dedos.

Depois que os vários debates legais determinaram a propriedade, ninguém mais sabe o que aconteceu com o gigante e seus donos.

FONTE


O MISTÉRIO DA ESTATUA DE TLALOC


[Imagem: y18f.JPG]
Estatueta de Tlaloc na entrada do Museu

Na mitologia asteca, Tlaloc é o deus da chuva, o senhor do raio, do trovão, do relâmpago, senhor do inferno (Tlalocan). Assim como Quetzalcoalt, Tlaloc era um deus de Teotihuacan, que foi incorporado pelos Astecas quando conquistaram essa cidade.Tlaloc era uma divindade central ao culto agrário. Tlaloc era temido, e não apenas adorado, pois também lhe eram atribuídas certas doenças. Xochiquetzal era sua esposa. Mais tarde tornou-se poderosa divindade no panteão asteca, responsável pela bem-aventuraça no mundo dos mortos (Mictlan). As chuvas que Tlaloc mandava pelos os seus filhos, os Tlaloques, fecundavam os campos, onde o deus Xipe, o deus Cintéotl e o deus Xochipilli, se ocupavam.

Pesando 300 toneladas e com 26 metros de altura a Estatua de Tlaloc estava há séculos em um leito de rio seco na aldeia de Coatlinchan, a 30 milhas da Cidade do México.

[Imagem: 149_00_2.jpg]
Imagem rara da colossal estatueta em seu local original, antes de ser movida pra entradada do Museu Nacional de Antropologia na Cidade do México



[Imagem: 149_01_1.jpg]
Trasporte da estatueta

FONTE

Então é essa a saída?

|D\e\i\x\e\m\ |q\u\e\ |a\ |V\e\r\d\a\d\e\ |s\e\j\a\ |d\i\t\a\ |m\e\s\m\o\ |q\u\e\ |o\s\ |C\é\u\s\ |C\a\i\a\m\!\

Sitchin was right!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 9 usuários diz(em) obrigado a F@lling$ki3s pelo seu post:
admin (17-11-2012), Arnold Dx (19-10-2012), Cypher3 (19-10-2012), Minerim (20-12-2015), Ping (01-10-2013), ruicoelho (30-12-2012), Sergio Santos (18-10-2012), thales100 (22-11-2013), ULTRON (10-07-2013)
Compre o Melhor do Mel e Derivados na Tudo Saudável
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Teoria da Terra Plana, como assim? Anonymous_T.ron 42 7,631 01-05-2017 01:40 PM
Última Resposta: MALLBORO
  Quem ‘estacionou’ a Lua em órbita circular quase perfeita ao redor da Terra? over9 47 21,678 15-01-2017 12:50 AM
Última Resposta: FaNtOmAs
  Satélite Artificial de 13.000 Anos Circula a Terra - Black Knight UFO NASA naste.de.lumina 40 51,207 08-05-2016 06:55 PM
Última Resposta: Regulus T
Exclamation Estudante teria dado coordenadas de planeta invasor se aproximando da Terra? Sann 38 32,036 10-01-2016 11:13 AM
Última Resposta: MARCELO DF
  Por que sobrevivemos na Terra - e outros 'humanos' não John Dickinson 54 8,677 19-11-2015 05:32 PM
Última Resposta: John Dickinson

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 169 usuários online.
» 2 Membros | 167 Visitantes
Alimah, ULTRON

Estatísticas do Fórum
» Membros: 19,983
» Último Membro: Carlos Ferramentas
» Tópicos do Fórum: 24,502
» Respostas do Fórum: 262,121

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
O que aconteceria se a Terra de repente ficasse plana
Última Resposta Por: Buono
Hoje 11:46 PM
» Respostas: 22
» Visualizações: 1879
'Tempos violentos chegarão': alerta de apocalipse assusta espectadores nos EUA
Última Resposta Por: NoNOM
Hoje 10:08 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 1230
MEGA TÓPICO - COREIA DO NORTE: Centralização de Notícias importantes
Última Resposta Por: Bogoton
Hoje 09:59 PM
» Respostas: 344
» Visualizações: 29953
O Gato(simbolismo)
Última Resposta Por: jonas car
Hoje 09:03 PM
» Respostas: 25
» Visualizações: 11105
Electric Dreams-Philip K Dick, Série.
Última Resposta Por: Sanderson S. Pierre
Hoje 09:00 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 615
[Atualizações] Conflitos na Síria
Última Resposta Por: Sanderson S. Pierre
Hoje 08:52 PM
» Respostas: 720
» Visualizações: 152953
[VIDEO] 11 de Setembro: Uma Teoria da Conspiração (em cinco minutos)
Última Resposta Por: Sanderson S. Pierre
Hoje 08:27 PM
» Respostas: 36
» Visualizações: 27830
Brasil, Rio de Janeiro, Já São 100 Policiais Assassinados(agosto 2017)
Última Resposta Por: Sanderson S. Pierre
Hoje 08:14 PM
» Respostas: 40
» Visualizações: 2349
Cibercultura e o Futuro da Humanidade
Última Resposta Por: jonas car
Hoje 08:09 PM
» Respostas: 12
» Visualizações: 1098
O Brasil Pós-Temer
Última Resposta Por: Sanderson S. Pierre
Hoje 07:20 PM
» Respostas: 15
» Visualizações: 1724
General Denuncia Controle Dos ROTHSCHILDS na Amazônia com patrocínio do PSDB
Última Resposta Por: Sanderson S. Pierre
Hoje 06:53 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 834
Reversão do envelhecimento .
Última Resposta Por: Sanderson S. Pierre
Hoje 06:47 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 884
Brasil Paralelo
Última Resposta Por: Sanderson S. Pierre
Hoje 06:42 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 838
General fala em possibilidade de intervenção
Última Resposta Por: Sanderson S. Pierre
Hoje 06:33 PM
» Respostas: 32
» Visualizações: 2701
Cuidado ao usar as Redes Sociais - Importante
Última Resposta Por: Beobachter
Hoje 05:41 PM
» Respostas: 83
» Visualizações: 52935
23 de Set 2017 a Olho Nu. (Ajuda)
Última Resposta Por: IAΩ
Hoje 04:56 PM
» Respostas: 65
» Visualizações: 8677
Teoria da conspiração
Última Resposta Por: Carlos Ferramentas
Hoje 04:45 PM
» Respostas: 36
» Visualizações: 2775
Direita e Esquerda dois braços - Um corpo
Última Resposta Por: tarcardoso
Hoje 03:03 PM
» Respostas: 150
» Visualizações: 45580
Projeto Blue Beam
Última Resposta Por: Elenin20182024
Hoje 01:56 PM
» Respostas: 156
» Visualizações: 37152
Imagem de HAARP manipulando o clima?
Última Resposta Por: Elenin20182024
Hoje 01:43 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 5168
Regras Gerais do Forum Anti NOM
Última Resposta Por: Hotep
Hoje 10:11 AM
» Respostas: 89
» Visualizações: 93348
banco SATANder promovendo ideologia de gênero, pedofilia, zoofilia e zombando Cristo
Última Resposta Por: fil
Hoje 09:37 AM
» Respostas: 86
» Visualizações: 6222
Como detectar MAVs e bloquear
Última Resposta Por: Alimah
Hoje 03:02 AM
» Respostas: 7
» Visualizações: 777
Terremotos recentes
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 10:13 AM
» Respostas: 40
» Visualizações: 47333
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Beobachter
23-09-2017 07:06 PM
» Respostas: 546
» Visualizações: 131050
Terremoto, Furacão, Tempestade Solar - Acontecimentos recentes!
Última Resposta Por: Surfista
23-09-2017 02:20 PM
» Respostas: 84
» Visualizações: 10727
Apocalipse 12 e o céu em 23/09/2017
Última Resposta Por: Lucas_0512
23-09-2017 01:33 PM
» Respostas: 89
» Visualizações: 17179
Serie Black Mirror
Última Resposta Por: Surfista
22-09-2017 10:30 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 4638
Boletos...um passo sorrateiro para a NOM no Brasil.
Última Resposta Por: jonas car
22-09-2017 05:22 PM
» Respostas: 29
» Visualizações: 5160
O Brasil Foi Vendido. O Dia em Que a NOM Leiloou A Nação.
Última Resposta Por: Guigo Xavier
22-09-2017 12:26 PM
» Respostas: 68
» Visualizações: 5457

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial