Manteiga Ghee pelo menor preço é na loja Tudo Saudável



Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 4 Votos - 4 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[ megaposte ] - A ciência matou Deus?
20-01-2016, 06:26 PM (Resposta editada pela última vez em: 21-01-2016 06:43 AM por ruicoelho.)
Resposta: #1
Question [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
Breve nota: Convido todos, ateus, crentes, agnósticos, indecisos, criacionistas, evolucionistas, etc, a um debate sereno e produtivo. Há muito que tenho minha ideia formada sobre o assunto o que não invalida a discussão, pois acho que é da discussão que nasce a luz. Comentários à parte vamos ler e discutir dentro das regras do fórum.

***


Para muitos cientistas, a resposta é não. O Saúde Plena conversou com especialistas de áreas diferentes para tentar jogar luz à polémica questão da relação entre fé e ciência. Deus existe? Darwin era um mentiroso? Podemos acreditar que viemos de macacos e também em Deus?

[Imagem: ufRt1tl_o4BXakZqQXvRDjqk5zD5FO0d-Ng8mx9l...2aeeb4ffff]



Parte 1



O físico britânico Peter Higgs foi premiado com o Nobel da Física por sua descoberta da 'partícula de deus'. O apelido dado ao bóson de Higgs – que são as partículas de matéria mais elementares, presentes em tudo no planeta, desde plantas à pedras e nós – decepcionou o cientista ateu, defensor de que de divino o universo não tem nada. Contudo, independentemente de sua opinião sobre os diferentes tipos de religião, o britânico criticou publicamente a reincidente postura radical do consagrado biólogo Richard Dawkins contra religiosos. Quem também recentemente provocou criacionistas foi o roqueiro Jimmy London, vocalista do Matanza, ao falar, ao vivo no Rock in Rio 2013, sobre o último álbum da banda Alice in Chains, 'The devil put dinosaurs here'. Ao comentar o porquê do título, London afirma que criacionistas acreditam que o diabo criou os dinossauros para destruírem os bichinhos criados por Deus.

[Imagem: Sem+t%C3%ADtulo1.jpg]


"Dizer que Deus não existe porque não conseguimos o provar é uma infantilidade acadêmica" - Jorge Ponciano Ribeiro, professor emérito da Universidade de Brasília

Assim como eles, formadores de opinião de diversas áreas do conhecimento têm há muito tempo disputado um cabo de guerra no que diz respeito a possibilidade ou não da coexistência pacífica de ciência e religião. A disputa ficou mais acirrada, especialmente, com o aparecimento do Criacionismo, doutrina que lê a Bíblia literalmente – incluindo os dois primeiros capítulos de Gênesis, que narram a criação do mundo em sete dias por Deus. Mito, fato ou poesia, a discussão causa frisson no meio intelectual, filosófico e teológico. Em meio a tudo isso, resta ao censo popular o sentimento de que se posicionar a favor de uma teoria necessariamente nos faz contrários à outra. Mas afinal de contas, é possível ter fé e, ao mesmo tempo, acreditar no que a ciência nos ensina sobre a vida?

[Imagem: file_20131011102042.jpg]


Ganhador do Nobel de Física de 2013, Peter Higgs acredita que ciência e fé não são incompatíveis

Em entrevista ao jornal espanhol El Mundo, Higgs afirmou que acredita, apesar de não ser religioso, que ciência e fé não são incompatíveis. “O crescimento da nossa compreensão do mundo por meio da ciência enfraquece a motivação que faz de algumas pessoas religiosas. Mas isso não é a mesma coisa que dizer que religião e ciência são incompatíveis. Eu simplesmente penso que algumas das razões tradicionais para a fé estão bem minadas. Contudo, isso não encerra a questão. Qualquer um que é convencido, mas não é um crente dogmático, pode continuar com suas crenças. Isso significa que eu acho que você tem de ser mais cuidadoso sobre todo o debate entre ciência e religião do que algumas pessoas foram no passado”, disse Higgs ao El Mundo.

[Imagem: _album31011180402672577i.jpg]

Álbum mais recente da banda Alice in Chains critica a proposta criacionista, em defesa do ensino exclusivo da Teoria da Evolução em escolas norte-americanas


A premissa indica que não é impossível para uma pessoa acreditar em ambas as coisas. No entanto, muitos especialistas pontuam que não há como contestar o que uma diz, com base na outra, como seria possível entre outras áreas do conhecimento.

Para o historiador e professor do Departamento de Ciências da Religião da PUC Minas, Rodrigo Coppe Caldeira há uma incomensurabilidade entre ciência e religião. “Cada uma tem o seu lugar como fenômeno humano", afirma. Assim como defendem outros teóricos, Coppe acredita que essas áreas do conhecimento não se anulam, mas buscam responder perguntas diferentes da psiquê humana: o "como" e o "por quê". "A ciência busca conhecer e explicar como a vida existe, já a religião fala sobre o sentido da vida", comenta.

Coppe ainda ressalta que as origens do pensamento estão intrinsecamente ligadas a pensadores religiosos. “Na verdade, quem buscou os avanços físicos e filósofos, no século XVII, eram de religiosos, como René Descartes, Isaac Newton, entre outros nomes, que contribuíram de maneira muito importante para a ciência e não por isso deixaram de se considerar crentes”.

[Imagem: michelangelo2.jpg]


Adão e Eva, de Michelangelo Buonarrotti



Entender que desde a epistemologia da palavra religião já tem definições diferentes é, na opinião do professor emérito da Universidade de Brasília, Jorge Ponciano Ribeiro, um dos primeiros passos para a discussão. Segundo ele, os grupos religiosos se dividem, assim como os significados da palavra. Religare, vem de ligar, e segundo Ponciano, designa o grupo que tem Deus a priori. Relegere, vem de reler, e é associado a um grupo que busca Deus, mesmo que não intencionalmente.

O primeiro, que usa de rituais religiosos para se aproximar desse Deus, é composto por pessoas, em sua maioria, mais simples, de religiosidade natural e tradicional. “Elas podem ser um pouco alienadas mesmo e acabam colocando a religião acima da realidade”, afirma. Do outro lado temos pessoas como Sartre e Einstein, que tiveram a impressão de terem descoberto ser possível sim a existência de Deus. São pessoas que tem Deus à sua imagem e semelhança e têm uma profunda relação de intimidade e cumplicidade com ele”.

Contudo, ele destaca: “dizer que Deus não existe porque não conseguimos o provar é uma infantilidade acadêmica e querer dizer que o cientista não pode acreditar em Deus é uma ignorância absoluta”.

Parte 2


[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcSDGL5atmQLcwbFGxgyfT3...uztcjuDYRP]

O Design Inteligente atribui a criação do universo à uma mente superior


A ideia de que o conhecimento científico e a fé no sobrenatural podem coexistir é reforçada por renomados estudiosos de diversas áreas. No livro e documentário 'O teste da fé', lançado em setembro no Brasil, cientistas de algumas das principais universidades do mundo falam sobre seu relacionamento com religião e explicam como, para eles, fé e ciência caminham lado a lado. Entre os defensores do 'casamento' estão a coordenadora do Centro de Voos Espaciais da NASA, Jennifer Wiseman e Francis Collins, ex-diretor do Projeto Genoma Humano. Complementam os depoimentos, neurobiólogos, físicos, astrônomos, matemáticos e doutores em teologia, de universidades como Cambrigde, Oxford e o Massachusetts Institute of Tecnology (MIT).

A organizadora do livro e idealizadora do projeto, Ruth Bancewicz (veja a entrevista no final desse texto) conta que a principal proposta do trabalho era mostrar como a fé e a ciência de alguns cientistas caminham juntas sem problemas. Doutora em genética, ela trabalha atualmente no Faraday Institute, na Inglaterra, diretamente em contato com outros pesquisadores crédulos. “Essas pessoas realmente pensaram sobre isso e não vêem como um problema ter fé e trabalhar como cientistas. Na verdade, a maioria deles diz que a fé deles os ajuda a apreciar mais suas descobertas cientificas”, comenta. “Esse projeto também mostra às pessoas o que realmente acontece na comunidade científica. É fácil ouvir o Richard Dawkings e achar que o que ele diz deve ser o caso para todos os cientistas”, completa.

Ao contrário dos cristãos que lêem a Bíblia literalmente, Bancewicz defende uma leitura mais crítica, ciente que ela não é um livro científico e de que foi escrita antes do advento da ciência. Para ela, a estória contada em Gênesis 1 e 2 usa descrição geral para dizer que Deus fez tudo que há no mundo. A interpretação literal seria como afirmar que "às 9h Deus fez um arbusto, às 9h15 ele fez uma árvore". A pesquisadora brinca que, cientificamente, não haveriam minutos o suficiente para todo o trabalho.

[Imagem: 140207_collins.jpg]

Francis Collins, ex-diretor do projeto Genoma, afirma que a teoria da evolução pode ser a resposta para a pergunta 'como', referente à origem do universo

Curiosamente, a doutrina que propõe a leitura literal da Bíblia é relativamente jovem e antes disso, a maioria das comunidades cristãs no mundo acreditavam em uma leitura mais poética dos primeiros livros de Gênesis. "Em meados do século XIX as pessoas não achavam que os livros eram mitos, achavam que era verdade, mas colocada de forma poética e metafórica", explica o teólogo e diretor do projeto 'O teste da fé' no Brasil, Guilherme de Carvalho. Antes disso, Santo Agostinho já defendia a ideia, dizendo que o processo de criação do mundo foi gradual e que Gênesis não deveria ser lido em detalhes.

A linha de pensamento, conhecida no Brasil como criacionismo evolucionário, aceita a explicação da teoria da evolução sobre o desenvolvimento da vida na Terra, mas não tira de Deus a autoria das coisas. O termo é novo e antes seus pensadores eram identificados como evolucionistas teístas. “A adição da palavra criacionismo é mais uma confissão de fé que qualquer outra coisa”, destaca.

O criacionismo evolucionário é um dos melhores exemplos atuais de como ciência e fé podem caminhar juntas em harmonia – o que implica que as limitações de cada uma não são ignoradas. Apesar de acreditar na evolução proposta por Darwin, esses pensadores refutam a ideia de que a teoria seja válida para explicar tudo. A experiência moral humana, por exemplo, não é considerada algo passível de explicação biológica. “Para eles, a ciência não pode responder o significado do cosmos, mas sim como as coisas acontecem dentro do tempo e espaço”, pontua.

Paralelo a esse modelo de pensamento também está o criacionismo progressivo, defendido por um outro grupo de pessoas que acreditam que Deus criou o universo e em algumas explicações que a ciência dá para a maneira como ele fez isso. “Os evolucionários enfatizam a soberania da ciência em seu próprio campo. Talvez o ponto de diferença entre os dois seja a maneira de interpretar a Bíblia”, afirma.




O Teste da Fé


Fomos desenhados?

De um lado completamente oposto surge a Teoria do Design Inteligente (TDI). Criada por cientistas que viram falhas na teoria Darwiniana, o argumento é de que, do ponto de vista bioquímico, os conceitos biológicos são abstratos e sem evidências. “Do ponto de vista molecular, atômico e químico vimos que somos inviáveis”, afirma o doutor em Química, professor da Unicamp e autor do livro 'Fomos planejados', Marcos Eberlin.

A teoria contesta a ideia de que moléculas inanimadas teriam criado vida no planeta. “Sabemos que a mutação, ao longo do tempo, diversifica a vida, mas jamais transforma um macaco em humano ou um urso em baleia. O que as pessoas fizeram para dizer isso foi pegar a parte do nosso DNA mais parecida com as do macaco, mas na análise completa deles somos 80% diferente deles”, explica. Para ele, e outros seguidores da teoria, somos feitos de um sistema de extrema inteligência e somente uma mente inteligente seria capaz de criar vida assim.

Nem todos os adeptos da teoria, contudo, acreditam que essa mente superior seria Deus. Alguns a chamam assim, outros dizem que foram seres extraterrestres, outros, como os agnósticos, não sabem quem foi o desenhista, mas não duvidam que tenha existido um. “Eu não creio que Deus existe. Eu sei disso. Toda minha ciência me prova isso. Ela mostra que a matéria é insuficiente para explicar o universo e a vida. A inteligência teria de emanar de uma mente inteligente”, afirma.

Apesar de chegarem a conclusões semelhantes, as variadas correntes criacionistas são metodologicamente diferentes do Design Inteligente. Segundo Eberlin, os criacionistas já partem do pressuposto de que Deus criou o mundo e, eventualmente, buscam provas científicas que comprovem isso. Já na TDI, a 'busca pela verdade' usa a metodologia científica, mas não parte de um conceito pré-concebido de existência divina.

Nesse ponto, Eberlin também critica fortemente os evolucionistas que, segundo ele, excluem a possibilidade de uma mente inteligente existir. “Estamos resgatando ciência de seu mau caminho. Você pode me perguntar se o desenhista é Deus. A resposta é que eu não sei porque a ciência não me permite dizer quem ele é. Temos que levar essa questão para a filosofia e a teologia”. Para Eberlin, são os dados brutos e racionais providos pela ciência que o fazem acreditar na existência de Deus, não a fé – que a própria Bíblia caracteriza como o “firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não vêem”.





Entenda melhor a Teoria do Design Inteligente


[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcTbJ8-8wiSZ3JvWwlXYGA1...nDDhzEG8mQ]

Idealizadora do projeto, Ruth Bancewicz


Três perguntas para...

Por que você acredita que é possível para alguém acreditar na ciência e crer em Deus? Alguns cientistas dizem que elas são incoerentes. Por que você não acredita nisso?

Eu acho que as duas são maneiras de se buscar a verdade, obviamente elas usam métodos diferentes. Eu sou uma cristã porque eu vi evidências de que Deus existe, de que a Bíblia é um documento confiável, em algumas horas ela é um documento histórico, em outras ela traz registros de histórias pessoais e em outras o testemunho de testemunhas oculares. É como um processo legal, em que você junta evidências, não é uma equação matemática, que ninguém pode discordar. Eu penso que, provavelmente, um dos motivos pelo qual as pessoas pensam que você não pode acreditar na ciência e ser um cristão é porque a gente acredita que um cientista não pode acreditar na Bíblia, mas eu não a vejo como um livro científico. Alguns cientistas pensam que é incoerente porque os métodos são diferentes, e a religião não te dá provas. Mas ciência não sobre ter provas, é sobre ter evidências, boas evidências. As pessoas querem fazer experimentos para comprovar a religião com dados, mas eu diria que existem muitas coisas na vida em que você não pode fazer um experimento para comprovar. Matemática, lógica, filosofia, nenhuma dessas coisas são científicas. A beleza no mundo, a maneira como nos relacionamos com os outros, em nada disso você pensa de maneira científica. Eu nunca conheci ninguém que vivesse inteiramente dessa maneira.

Como as pessoas podem manter sua fé intacta diante de todas as descobertas científicas que temos hoje?

Eu não acredito nesse tipo de Deus. Algumas pessoas acreditam no tipo de Deus que preenche as lacunas do conhecimento. Onde não sabemos o que causa uma coisa, dizemos que é Deus. Não sabemos como a consciência humana funciona, aí dizemos que deve ser Deus. Mas assim que a ciência começa a descobrir mais coisas, Deus fica menor e menor. Eu acredito que as pessoas devem acreditar em um Deus 'bem grande'. Alguém me disse que o Richard Dawkins esteve em um debate aqui em Cambridge recentemente e disse que o universo é incrível, imenso e complexo, e que se ele acreditasse em Deus, acreditaria em um que fizesse esse tipo de universo. Bom, esse é o Deus em que eu creio - um que interage conosco, nos dá liberdade, nos deixa cometer erros, mas nos ama do mesmo jeito.

O projeto 'O teste da fé' é composto por um livro e um documentário. Como você pensou a estrutura dele e por que o fez assim?

A ideia era de que o documentário trouxesse todas as questões importantes e o livro fosse uma sequência. Você vê no documentário essas pessoas importantes e inteligentes falando de questões complexas e depois você tem a oportunidade de conhecer no livro quem eles são, no que eles acreditam e como eles chegaram no lugar em que estão hoje.

Parte 3


Seria Deus um delírio? Para alguns cientistas, posturas pacíficas sobre fé e ciência são incoerentes. Para pesquisadores materialistas, a tentativa de aproximação entre fé e ciência é uma postura de resgate do sentido da vida. Leitura literal da Bíblia é o principal ponto de polémica.

[Imagem: michelangeloadao.jpg]

A pintura de Michelangelo Buonarotti, feita no teto da Capela Sistina, retrata a ideia de que Deus criou o homem e o mundo


No best-seller "Deus, um delirio", Richard Dawkins, considerado o líder do pós-ateísmo e um dos intelectuais mais influentes do mundo, deixa claro que despreza a ideia de que qualquer forma de religião mereça respeito e compara a educação religiosa à crianças ao abuso infantil. Centro de várias polêmicas, recentemente o autor chegou a dizer, via Twitter, que uma das faculdades da Universidade de Cambridge tem mais ganhadores do Nobel que todo o mundo mulçumano.

Ao contrário dos ataques midiáticos que faz à religiosos, em seu livro, Dawkins traz argumentos para sua tese. Mesmo assim, ele provoca convictos e também aqueles que chama de religiosos "por inércia" - aqueles que desconhecem a possibilidade de crer em algo mais -, levando-os a pensar racionalmente e trocar sua crença na religião pela crença na ciência. Para ele, "espíritos livres como esses devem precisar só de um pequeno incentivo para se libertar de vez do vício da religião".

Nem todos os ateus são tão radicais quanto Dawkins, contudo, eles concordam que o método da ciência não combina com a crença em um ser sobrenatural. O médico e professor aposentado Luiz Oswaldo Carneiro Rodrigues, coordenador clínico do Centro de Referência em Neurofibromatose do Hospital das Clínicas da UFMG, é categórico ao dizer que considera a crença em qualquer religião ou Deus incompatível com a postura científica

Considerando que tecnologia e postura científica são coisas diferentes, ele ressalta que é incoerente filosoficamente acreditar nas duas possibilidades. “Tecnologia é o que você faz com o conhecimento científico, é colocá-lo em prática. Ter uma postura científica é acreditar e confiar somente naquilo que você pode medir, comprovar ou que tenha uma base racional”, pontua. “O que acho incompatível é acreditar em qualquer coisa metafísica e todas as religiões têm perspectivas metafísicas, acreditando que existem inteligências não comprovadas materialmente”, explica.

Para ele, as teorias que unem ciência e fé são tentativas de se continuar sendo religioso e 'engolir' as demonstrações científicas. “É muito difícil conviver com a realidade que a ciência nos mostra”, comenta. A dificuldade de se achar o sentido da vida e das coisas também é, para ele, um dos motivos que tem levado mais pessoas a aderirem pontos de vista 'em cima do muro'.

“Quanto mais individualista nossa sociedade for, mais difícil fica de encarar esse medo da própria morte e do desconhecido. Entendo a dificuldade que as pessoas têm, mas isso não me faz abandonar a coerência que acho na outra proposta e continuo achando que as duas não são compatíveis”, ressalta.

[Imagem: B%C3%ADblia-Sagrada-e-vela..jpg]

Mestre em teologia, Michelson Borges considera que partes das escrituras devem ser vistas sim como metáforas e alegorias, contudo, ele sustenta que os livros também contêm narrativas históricas factuais


Contudo, as provas científicas mostram o contrário. Na versão de criacionistas fundamentalistas, a Terra tem cerca de quatro mil anos de existência, enquanto que a ciência estima que nosso planeta tenha mais de 4,5 bilhões de anos. Borges afirma que “a história da criação em Gênesis é um dos relatos factuais que alguns querem que seja mitológico”. “Mitologizar as narrativas bíblicas se tornou muito conveniente para aqueles que não querem se divorciar totalmente da religião ao mesmo tempo em que querem viver como bem entendem. Se a história da criação e da queda (pecado) se tratasse de um mito, toda a teologia bíblica seria jogada por terra”, ressalta.

Ignorância intelectual? Ao contrário do senso comum que tem postulado muitos religiosos de 'ignorantes intelectuais', Luiz Oswaldo Rodrigues discorda da relação direta entre fé e ignorância. Para ele, o fato de uma pessoa acreditar e ter uma postura filosófica científica ou religiosa não tem nada a ver com a sua capacidade intelectual. “Tem a ver com estrutura da personalidade da pessoa, não do caráter dela. Minha impressão é de que a estrutura e criação é que faz a pessoa ter uma menor ansiedade diante da morte e do desconhecido”.

Já o mestre em teologia Michelson Borges acredita que ciência e fé podem estar caminhando para a intolerância total. Segundo ele, a culpa é da mídia, que estaria, cada vez mais, aplicando aos criacionistas o termo de fundamentalistas, o que para ele, se tornou grandemente pejorativo. “Esse estereótipo faz com as pessoas mal informadas vejam os criacionistas como pessoas de mente estreita e até perigosas”, afirma.

O argumento é de que em ambos os lados existem radicalismo e ignorância. “Não podemos tomar o todo pela parte. Há ateus, evolucionistas e religiosos educados, razoáveis e honestos. Esses deveriam lutar para promover o diálogo e o respeito. Só teríamos a ganhar com isso”, destaca.



Ab alio expectes, quod alteri feceris
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 8 usuários diz(em) obrigado a ruicoelho pelo seu post:
A.Xavier (25-01-2016), FaNtOmAs (20-01-2016), Nonsense (21-01-2016), Padmé Amidala (21-01-2016), rmuller (21-01-2016), Salsichinha (21-01-2016), Sunabouzu (21-01-2016), tarcardoso (21-01-2016)
Compre Linhaça Dourada Orgânica pelo Menor Preço na Tudo Saudável!
20-01-2016, 07:24 PM
Resposta: #2
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
rui brother...
vou ser simples e direto....

na minha opinião a física quântica foi a coisa mais sensata
criada pelo homem quando o assunto é ciência. ..

abrass....

Existe apenas um bem, o saber, e apenas um mal, a ignorância[Sócrates]
Sócrates é meu amigo, mas sou mais amigo da verdade[Aristóteles]

“Fui para os bosques porque pretendia viver deliberadamente, defrontar-me apenas com os fatos essenciais da vida, e ver se podia aprender o que tinha a me ensinar, em vez de descobrir à hora da morte que não tinha vivido”. - Walden
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a FaNtOmAs pelo seu post:
A.Xavier (25-01-2016), Marck Vini (19-02-2016), rmuller (21-01-2016), ruicoelho (20-01-2016)
20-01-2016, 11:59 PM
Resposta: #3
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
isso seria um pensamento adotado pelos jovens neo-ateus do Brasil por causa destes motivos:
1 - péssima educação nas escolas
2 - doutrinação ateísta nas escolas

como disse Louis Pasteurs, pouca ciência nos afasta de Deus, muita ciência nos aproxima

Série de vídeo SAINDO DA MATRIX entenda tudo sobre as conspirações
http://forum.antinovaordemmundial.com/To...-da-matrix
"E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões." (Joel 2:28-30)
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Marcusmho pelo seu post:
Branco (21-01-2016), ruicoelho (21-01-2016), Sunabouzu (02-02-2016)
21-01-2016, 12:22 AM
Resposta: #4
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
Caro e ilustre amigo Rui !

Excelentíssimo tópico, no entanto ! de acordo com o padrão que percebi na história dessa magnifica ferramenta do homem que é a ciência, não a noto matando deus nem mesmo distorcendo religiões, eu vejo ela fazendo algo ainda mais importante : DESTRUINDO SUPERSTIÇÃO !

As mitologias não deixam de encantar, afinal, são características de uma cultura muito antes de nossa e ainda soa como poesia, como não lembrar daquela amigável tartaruga Quelone ( grega ) que carregava esse mundão nas costas ? ou daquele gigante Atlas que carregava a todos sem nem reclamar ! esses mitos deixaram de ser belos e servir para profundações reflexões em filosofia ou então, psicologia, quando nós percebemos que não somos carregados por gigantes, nem tartarugas ? de maneira alguma e digo-lhes mais : esses mitos são essenciais para o nosso desenvolvimento, a filosofia é outra ferramenta demasiada interessante e visa explorar muito bem aquilo que é o intelecto humano.

Considero deus o pilar da nossa civilização, e ele não pode ser um delírio. Percebam que aqui, a sua existência ou inexistência é irrelevante, o fato é que há uma ideia de um criador no homem, pq nada pode surgir no nada, essa é a nossa cina, essa é a nossa maior benção ou desgraça, encontrar nosso criador ! diversos animais catalogados, possuem seus antepassados conhecidos, mas e o homem !? que figura prodigiosa e estranha é essa que surge no horizonte evolutivo sem nem pedir licença !? que coisa bizarra é essa que copiou o andar dos animais em grandes máquinas de quatro rodas, que copiou as asas da aves em grandes coisas metálicas com duas asas relativamente inclinadas e turbinas ? AH ! sim, o homem copiou a natureza e ainda depende dela, sempre dependerá, a panspermia nos mostra que estamos em um ventre fecundo, fecundado pelo próprio universo e um dia iremos sair do berço.

A ciência em resumo, meu caro amigo e companheiros de fórum, é uma faca de dois gumes : ela pode ser letal para um intelecto desavisado e preguiçoso, ao mesmo tempo que pode ser um trono, uma espada, e uma coroa, para aquele que deseja aprofundar-se nos seus desígnios. Na ciência não se encontrará deus, deus é a própria realidade, deus e tudo o que nos cerca, e a oração sincera e efetiva não depende da vossa religião e sim da sua própria força de vontade para que a realidade caminhe ao seu lado, se for justo e bom de acordo com os seus conceitos mais sagrados e elevados de justo e bom, nisso a ciência não tem voz, diversas vertentes sugerem auto-sugestão ou até hipnose, pois bem, eu acredito que essa sagrada ferramenta possui amplas verdades e muito consegue explicar, mas aqui habita um mistério, aqui habita algo profundo do homem, o ator de pedir que a realidade esteja ao seu favor, que ela o salve de suas ruínas, aproxima-nos muito a imagem de uma criança pedinte que puxa as saias da mãe com o desejo de um doce que esteja mais ao seu apetite em uma feira. É assim que nos enxergamos, e concordo com diversos pontos aí e principalmente ( que deve ser amplamente entendido, ainda há uma demonização da ciência ) FÉ e ciência não são opostos.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 10 usuários diz(em) obrigado a fallen1232 pelo seu post:
FaNtOmAs (21-01-2016), Fer_Bonfim (21-01-2016), IqueSouza (21-01-2016), Lucas_0512 (21-01-2016), Padmé Amidala (21-01-2016), rmuller (21-01-2016), ruicoelho (21-01-2016), Salsichinha (21-01-2016), Sunabouzu (21-01-2016), tarcardoso (21-01-2016)
Canudos Ecológicos Tudo Saudável
21-01-2016, 01:58 AM (Resposta editada pela última vez em: 21-01-2016 02:07 AM por Padmé Amidala.)
Resposta: #5
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
Olá, amigo Rui!
É sempre um prazer participar dos seus tópicos!
Vamos aos questionamentos do texto:


Citar:Podemos acreditar que viemos de macacos e também em Deus?

Não viemos dos macacos, apenas temos ancestralidade comum.
E para quem quer acreditar em Deus, isso em nada interfere.


Citar:Contudo, independentemente de sua opinião sobre os diferentes tipos de religião, o britânico criticou publicamente a reincidente postura radical do consagrado biólogo Richard Dawkins contra religiosos. Quem também recentemente provocou criacionistas foi o roqueiro Jimmy London, vocalista do Matanza, ao falar, ao vivo no Rock in Rio 2013, sobre o último álbum da banda Alice in Chains, 'The devil put dinosaurs here'. Ao comentar o porquê do título, London afirma que criacionistas acreditam que o diabo criou os dinossauros para destruírem os bichinhos criados por Deus.


Acho que muita gente não se dedicaria a "infernizar" a vida dos criacionistas se muitos destes não tentassem insistentemente enfiar suas crenças nos currículos escolares; suas pseudociências nas aulas de ciência.

Citar:Mas afinal de contas, é possível ter fé e, ao mesmo tempo, acreditar no que a ciência nos ensina sobre a vida?

Sim, desde que não se queira interpretar textos milenares em sua literalidade, bem como se tenha humildade suficiente para aceitar as descobertas científicas realizadas pelo homem, de forma que se passe a interpretar a sua crença ou o seu Deus à luz das novas descobertas.
A ideia de Deus serve para preencher lacunas, e sempre haverá lacunas.

Citar:“O crescimento da nossa compreensão do mundo por meio da ciência enfraquece a motivação que faz de algumas pessoas religiosas.

Sim, mas isso depende do tipo de religião. Os budistas, por exemplo, não abalam sua fé pelas novas descobertas científicas, pois o budismo não tem a pretensão de explicar Deus.


Citar:Álbum mais recente da banda Alice in Chains critica a proposta criacionista, em defesa do ensino exclusivo da Teoria da Evolução em escolas norte-americanas.

A premissa indica que não é impossível para uma pessoa acreditar em ambas as coisas. No entanto, muitos especialistas pontuam que não há como contestar o que uma diz, com base na outra, como seria possível entre outras áreas do conhecimento.


Não há como contestar a evolução com base em nenhuma evidência científica, e a Bíblia é isso, zero de evidência científica. Para aqueles que acham que as evidências da evolução são fracas, devem encontrar evidências científicas mais fortes que contradigam a evolução, pois crenças não são evidências científicas. Logo, nas aulas de ciência se ensina ciência. Ponto final.

Entretanto, algumas crenças religiosas podem sim ser contestadas pelo método científico, como por exemplo a idade da terra não ser de 6 mil anos, ou, a humanidade não ser uma grande família incestuosa descendente de Adão e Eva etc.

Citar:Para o historiador e professor do Departamento de Ciências da Religião da PUC Minas, Rodrigo Coppe Caldeira há uma incomensurabilidade entre ciência e religião. “Cada uma tem o seu lugar como fenômeno humano", afirma. Assim como defendem outros teóricos, Coppe acredita que essas áreas do conhecimento não se anulam, mas buscam responder perguntas diferentes da psiquê humana: o "como" e o "por quê". "A ciência busca conhecer e explicar como a vida existe, já a religião fala sobre o sentido da vida", comenta.

Perfeito! Por isso não dá para aceitar que se ensine o "sentido da vida" nas aulas de ciência. Cada coisa em seu lugar. Quem quiser buscar o sentido da vida que vá ao templo que preferir ouvir a pregação do líder que for, ou ler os filósofos que preferir.

Citar:Do outro lado temos pessoas como Sartre e Einstein, que tiveram a impressão de terem descoberto ser possível sim a existência de Deus. São pessoas que tem Deus à sua imagem e semelhança e têm uma profunda relação de intimidade e cumplicidade com ele”.

Pelo o que li sobre Einstein, ele não via Deus à sua imagem e semelhança. Einstein via as leis da física como uma espécie de Deus, de inteligência universal.

Cada um interpreta as lacunas como preferir, uns chamam de Deus, outros apenas de lacunas; uns chamam de Deus as leis da física, outros chamam apenas de leis da física.

De qualquer forma, é inútil rezar ou pedir alguma coisa para a gravidade, ela não te ama, vai permanecer indiferente e sem te responder qual é o sentido da vida.

Citar:Contudo, ele destaca:“dizer que Deus não existe porque não conseguimos o provar é uma infantilidade acadêmica e querer dizer que o cientista não pode acreditar em Deus é uma ignorância absoluta”.

Concordo!
Mas garanto que nem Einstein, Descartes, ou Newton, apesar de crentes, defenderiam o ensino do criacionismo nas aulas de ciência.

Citar:A ideia de que o conhecimento científico e a fé no sobrenatural podem coexistir é reforçada por renomados estudiosos de diversas áreas. No livro e documentário 'O teste da fé', lançado em setembro no Brasil, cientistas de algumas das principais universidades do mundo falam sobre seu relacionamento com religião e explicam como, para eles, fé e ciência caminham lado a lado. Entre os defensores do 'casamento' estão a coordenadora do Centro de Voos Espaciais da NASA, Jennifer Wiseman e Francis Collins, ex-diretor do Projeto Genoma Humano. Complementam os depoimentos, neurobiólogos, físicos, astrônomos, matemáticos e doutores em teologia, de universidades como Cambrigde, Oxford e o Massachusetts Institute of Tecnology (MIT).

A organizadora do livro e idealizadora do projeto, Ruth Bancewicz (veja a entrevista no final desse texto) conta que a principal proposta do trabalho era mostrar como a fé e a ciência de alguns cientistas caminham juntas sem problemas. Doutora em genética, ela trabalha atualmente no Faraday Institute, na Inglaterra, diretamente em contato com outros pesquisadores crédulos. “Essas pessoas realmente pensaram sobre isso e não vêem como um problema ter fé e trabalhar como cientistas. Na verdade, a maioria deles diz que a fé deles os ajuda a apreciar mais suas descobertas cientificas”, comenta. “Esse projeto também mostra às pessoas o que realmente acontece na comunidade científica. É fácil ouvir o Richard Dawkings e achar que o que ele diz deve ser o caso para todos os cientistas”, completa.

Ao contrário dos cristãos que lêem a Bíblia literalmente, Bancewicz defende uma leitura mais crítica, ciente que ela não é um livro científico e de que foi escrita antes do advento da ciência. Para ela, a estória contada em Gênesis 1 e 2 usa descrição geral para dizer que Deus fez tudo que há no mundo. A interpretação literal seria como afirmar que "às 9h Deus fez um arbusto, às 9h15 ele fez uma árvore". A pesquisadora brinca que, cientificamente, não haveriam minutos o suficiente para todo o trabalho.

Concordo com a visão!
Mas, assim como está errado ensinar criacionismo bíblico nas escolas, está igualmente errado ensinar evolucionismo teísta.

Esse livro pode ser ótimo enquanto filosofia, mas não dá para aceitar que enfiem isso no currículo das escolas.

O sentido da vida, a origem da vida e do universo e toda e qualquer coisa que a ciência não possa explicar, deve se limitar a crença de cada um, e crença não se ensina em aulas de ciência.

Citar:Apesar de acreditar na evolução proposta por Darwin, esses pensadores refutam a ideia de que a teoria seja válida para explicar tudo.


Mas Darwin nunca teve essa pretensão!!!
Não sei quem poderia achar que evolução explica tudo! A evolução foi a descoberta de uma grande peça do quebra-cabeça a respeito da vida na terra, mas nunca teve a pretensão de explicar tudo!

Citar:A experiência moral humana, por exemplo, não é considerada algo passível de explicação biológica.

Quem disse que não? Não é, ainda... Poderá vir a ser ou não, e afirmar de antemão que é impossível para a biologia estudar as raízes biológicas da moral, já soa bem tendencioso.

Newton também achava que o movimento orbital dos planetas não era passível de explicação física.

Citar:Apesar de chegarem a conclusões semelhantes, as variadas correntes criacionistas são metodologicamente diferentes do Design Inteligente. Segundo Eberlin, os criacionistas já partem do pressuposto de que Deus criou o mundo e, eventualmente, buscam provas científicas que comprovem isso. Já na TDI, a 'busca pela verdade' usa a metodologia científica, mas não parte de um conceito pré-concebido de existência divina.

Isso é ladainha para travestir o "Design Inteligente" de ciência.
Se eles não tivessem um conceito prestabelecido, se realmente estivessem apenas aplicando método científico em busca da verdade, não chamariam de desing inteligente, que pressupõe duas coisas: que possa existir um desing e que este ainda seria inteligente.

Citar:Nesse ponto, Eberlin também critica fortemente os evolucionistas que, segundo ele, excluem a possibilidade de uma mente inteligente existir. “Estamos resgatando ciência de seu mau caminho. Você pode me perguntar se o desenhista é Deus. A resposta é que eu não sei porque a ciência não me permite dizer quem ele é. Temos que levar essa questão para a filosofia e a teologia”. Para Eberlin, são os dados brutos e racionais providos pela ciência que o fazem acreditar na existência de Deus, não a fé – que a própria Bíblia caracteriza como o “firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não vêem”.

A evolução é neutra, não é teísta e nem ateísta. Evolucionistas têm a liberdade de acreditarem no que quiserem, mas levar suas crenças pessoais para sala de aula é que é incoerente e desonesto com a ciência.

A ciência não faz isso, e portanto não está em nenhum "mau caminho" e nem precisa ser "resgatada" por crentes que querem travestir suas crenças de ciência.

Citar:Eu acho que as duas são maneiras de se buscar a verdade, obviamente elas usam métodos diferentes. Eu sou uma cristã porque eu vi evidências de que Deus existe, de que a Bíblia é um documento confiável, em algumas horas ela é um documento histórico, em outras ela traz registros de histórias pessoais e em outras o testemunho de testemunhas oculares. É como um processo legal, em que você junta evidências, não é uma equação matemática, que ninguém pode discordar. Eu penso que, provavelmente, um dos motivos pelo qual as pessoas pensam que você não pode acreditar na ciência e ser um cristão é porque a gente acredita que um cientista não pode acreditar na Bíblia, mas eu não a vejo como um livro científico. Alguns cientistas pensam que é incoerente porque os métodos são diferentes, e a religião não te dá provas. Mas ciência não sobre ter provas, é sobre ter evidências, boas evidências. As pessoas querem fazer experimentos para comprovar a religião com dados, mas eu diria que existem muitas coisas na vida em que você não pode fazer um experimento para comprovar. Matemática, lógica, filosofia, nenhuma dessas coisas são científicas. A beleza no mundo, a maneira como nos relacionamos com os outros, em nada disso você pensa de maneira científica. Eu nunca conheci ninguém que vivesse inteiramente dessa maneira.

Sim, são maneiras diferentes de se buscar a verdade. Uma utiliza métodos próprios, aplica testes, compara, replica, há revisões por pares etc. A outra maneira é absolutamente pessoal, e por isso deve se restringir apenas ao indivíduo. Misturar as duas no campo pessoal é plenamente possível, mas no campo acadêmico é incompatível.

Citar:Segundo ele, a culpa é da mídia, que estaria, cada vez mais, aplicando aos criacionistas o termo de fundamentalistas, o que para ele, se tornou grandemente pejorativo. “Esse estereótipo faz com as pessoas mal informadas vejam os criacionistas como pessoas de mente estreita e até perigosas”, afirma.

E não são?
Uma mente que, por exemplo, pensa que a terra tem 6 mil anos mesmo diante de provas incontestáveis, bem como tentar impor à força essa ideia nas escolas nas aulas de ciência, não é uma mente estreita e perigosa digna de um fundamentalista?
[/quote]

(20-01-2016 07:24 PM)FaNtOmAs Escreveu:  rui brother...
vou ser simples e direto....

na minha opinião a física quântica foi a coisa mais sensata
criada pelo homem quando o assunto é ciência. ..

abrass....

A física quântica não foi criada pelo homem. O Homem descobriu a existência de partículas muito pequenas e passou a estudá-las, como reagem ao serem estimuladas, como funcionam, como interagem entre si etc. E estamos apenas engatinhando nesse campo.

O que foi inventado em cima da física quântica são algumas crenças religiosas que se autodenominam de física quântica.

(20-01-2016 11:59 PM)Marcusmho Escreveu:  isso seria um pensamento adotado pelos jovens neo-ateus do Brasil por causa destes motivos:
1 - péssima educação nas escolas
2 - doutrinação ateísta nas escolas

como disse Louis Pasteurs, pouca ciência nos afasta de Deus, muita ciência nos aproxima

Doutrinação ateísta nas escolas??? De que país você está falando?
Do Brasil que não é, já que aqui até em algumas escolas públicas tem professores obrigando crianças a rezar, ensinando religião e um monte de superstições.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 8 usuários diz(em) obrigado a Padmé Amidala pelo seu post:
fallen1232 (21-01-2016), FaNtOmAs (21-01-2016), IqueSouza (21-01-2016), rmuller (21-01-2016), ruicoelho (21-01-2016), Salsichinha (21-01-2016), Sunabouzu (21-01-2016), tarcardoso (21-01-2016)
21-01-2016, 10:54 AM (Resposta editada pela última vez em: 21-01-2016 10:55 AM por Infinite.)
Resposta: #6
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
O maior problema que vejo na ciência de hoje é a resistência firme em não abandonar o que chamo de paradigma materialista fundamentalista. Porém, como disseram ai atrás, a física quântica veio para uma grande mudança de paradigmas. Acredito que em poucas décadas ela já terá provado que aquilo que chamamos de "real" é apenas uma diminuta fração da realidade.

Sobre essa busca pela "partícula de Deus" em termos materialistas, infelizmente não trará a grande evidência que todos esperam. Pelo menos não antes que a física quântica se desenvolva como eu falei acima.

Mas não é preciso encontrar tal partícula de Deus para se provar a existência de um criador. Com todo respeito aos postulados e modelos científicos atuais mas uma simples observação de como tudo no universo é organizado já demonstra que uma inteligência criou tudo. Um exemplo simples é o número 1,618 também chamado de phi ou número de ouro. Ele está presente em toda a criação. Alguns exemplos:

- Se você dividir o número de fêmeas pelo número de machos de qualquer colmeia do mundo, sempre vai obter PHI.

- A razão de cada diâmetro da espiral do Náutilo (Molusco que bombeia gás para dentro de sua concha repleta de câmaras pra poder regular a profundidade de sua flutuação) para a seguinte também é PHI (1,618).

- A proporção de abelhas fêmeas em comparação com abelhas machos numa colmeia é de 1,618;

- A proporção que aumenta o tamanho das espirais de um caracol é de 1,618;

- A proporção em que aumenta o diâmetro das espirais sementes de um girassol é de 1,618;

- A proporção em que se diminuem as folhas de uma árvore a medida que subimos de altura é de 1,618;

- E não só na Terra se encontra tal proporção. Nas galáxias as estrelas se distribuem em torno de um astro principal numa espiral, obedecendo a proporção de 1,618.

Ou seja, esse é um vestígio óbvio de como uma inteligência superior organizou o universo matematicamente e geometricamente. E para os amantes do acaso: atribuir essa proporção numérica presente em todo o universo ao acaso ao meu ver seria um erro de visão. Temos que estar preparados a pensar e ver além do que sempre nos foi imposto. Afinal, não foi assim que a própria ciência evoluiu com o passar dos séculos ?
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 6 usuários diz(em) obrigado a Infinite pelo seu post:
fallen1232 (21-01-2016), Marck Vini (19-02-2016), Padmé Amidala (21-01-2016), rmuller (21-01-2016), ruicoelho (21-01-2016), Sunabouzu (21-01-2016)
21-01-2016, 11:26 AM
Resposta: #7
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
Sobre a pergunta do Tópico podemos levar em consideração diversos fatores, como social, histórico, pessoal, politico,filosófico etc.....

Respondendo do ponto de vista social: Estão tentando e estão conseguindo...

Mas levando em conta o ponto de vista pessoal: Nunca conseguirão realizar essa proeza , pois o homem não se sustenta em suas próprias pernas sem um ''norte'' ( a menos que vire um psicopata lunático)

Do ponto de vista literal : Somos minúsculos , como formigas tentando destruir um Empire States com suas mandíbulas kkkk.

Essa ideia já não me perturba mais , minhas experiencias e a VERDADE já me são o bastante.

...Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo (Gálatas 6:3).
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Sunabouzu pelo seu post:
ruicoelho (21-01-2016), tarcardoso (21-01-2016)
Manteiga Ghee pelo menor preço é na loja Tudo Saudável
21-01-2016, 11:48 AM
Resposta: #8
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
Mataram os Anunnaki?! Smile
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Peter Joseph pelo seu post:
Padmé Amidala (21-01-2016), ruicoelho (21-01-2016)
21-01-2016, 01:51 PM (Resposta editada pela última vez em: 21-01-2016 01:57 PM por Marcusmho.)
Resposta: #9
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
(21-01-2016 01:58 AM)Padmé Amidala Escreveu:  Doutrinação ateísta nas escolas??? De que país você está falando?
Do Brasil que não é, já que aqui até em algumas escolas públicas tem professores obrigando crianças a rezar, ensinando religião e um monte de superstições.

nas aulas de sociologia, história e filosofia, te ensinam que o cristianismo é mitológico e que ninguém sabe se Jesus existiu(sendo que existe mais provas a respeito da existência de Jesus do que do platão e alexandre o grande somados)
e o resultado dessas aulas é comentários que vemos neste fórum:
é superstição
Jesus é um mito pagão

coisas absurdas deste tipo, com um incremento da alienação da mídia e até do youtube, estas mentalidades se formam e viram propagadores destas mentiras.

nas aulas de biologia, te ensinam que é um fato consumado que nós viemos de um "macaco" e que não se deve nem pensar em questionar isto.

resultado: os mente aberta nem sonham em um dia questionar um pedaço mínimo da teoria da evolução e até tem raiva de quem questiona a teoria da evolução.

e inclusive ensinam mentiras, como um embrião humano contendo brânquias para dizer que herdou do peixes, mas isso foi refutado a mais de 100 anos por dezenas de embriologistas, mas continuaram ensinando nas escolas.

e o que dizer da universidade? nem se fala.

mas vamos fazer só um pouquinho de raciocínio lógico sobre a evolução que todos nós podemos fazer sem nenhum artigo científico ou prova externa vinda de outras pessoas:
Se milhões de mutações aleatórias são necessárias antes que uma mutação verdadeiramente benéfica apareça, então o que produzem aquelas mutações que não são imediatamente fatais[portanto não selecionadas pelo ambiente] para o organismo e que são transmitidas para a próxima geração? Essas mutações deletérias, a partir de um ponto de vista estatístico, excederiam em muito o número de mutações benéficas. Assim, a inevitável entrada delas no banco genético resultaria na progressiva deterioração de uma espécie e no seu eventual desaparecimento. Se Dawkins, Gould e os outros estivessem corretos, então o mecanismo que eles estavam usando para explicar a evolução precisaria levar inexoravalmente, não à criação de novas espécies, mas à destruição das existentes!

parem pra pensar agora, um pouco.

Mesmo se este fosse o único problema lógico com essa assim chamada ciência, ele a destruiria completamente. Mas, existem muitos outros. Na verdade, a Teoria da Evolução contradiz tantos princípios bem estabelecidos da física, da química e da matemática que é difícil compreender por que tantos homens e mulheres, que de outro modo são indivíduos racionais, continuam a acreditar nessa teoria. Este trabalho de pesquisa conta a história que está por trás da história, a verdadeira natureza e propósito da pseudociência conhecida como Evolução.

(21-01-2016 01:58 AM)Padmé Amidala Escreveu:  Isso é ladainha para travestir o "Design Inteligente" de ciência.
Se eles não tivessem um conceito prestabelecido, se realmente estivessem apenas aplicando método científico em busca da verdade, não chamariam de desing inteligente, que pressupõe duas coisas: que possa existir um desing e que este ainda seria inteligente.

“Ela [a teoria da evolução] requer uma sequencia fantasticamente improvável de eventos. Barrow e Tipler, dois físicos, no livro ‘The Anthropic Cosmological Principle’ listam dez passos ao longo do curso da evolução humana, cada um tão improvável que antes de acontecer o Sol deixaria sua fase principal de estrela e iria incinerar a Terra! Por exemplo, eles calcularam que a probabilidade do genoma humano ter aparecido naturalmente é de 4 elevado a -180, elevado a 110.000 e 4 elevado a 360, elevado a 110.000!"

não acho que a matemática seja ladainha, a ciência mais exata de todas já confirmou o designer inteligente, só não espere ver isso nos meios de comunicação ou no sistema educacional.

Série de vídeo SAINDO DA MATRIX entenda tudo sobre as conspirações
http://forum.antinovaordemmundial.com/To...-da-matrix
"E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões." (Joel 2:28-30)
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 9 usuários diz(em) obrigado a Marcusmho pelo seu post:
Elenin20182024 (30-01-2016), Infinite (21-01-2016), jjbrazil (24-01-2017), nunes3373 (21-01-2016), Padmé Amidala (21-01-2016), PedroFernandes (22-01-2017), ruicoelho (21-01-2016), Sunabouzu (21-01-2016), YLM (21-01-2016)
21-01-2016, 02:57 PM (Resposta editada pela última vez em: 21-01-2016 03:04 PM por Padmé Amidala.)
Resposta: #10
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
(21-01-2016 10:54 AM)dlukynha Escreveu:  O maior problema que vejo na ciência de hoje é a resistência firme em não abandonar o que chamo de paradigma materialista fundamentalista. Porém, como disseram ai atrás, a física quântica veio para uma grande mudança de paradigmas. Acredito que em poucas décadas ela já terá provado que aquilo que chamamos de "real" é apenas uma diminuta fração da realidade.

Amigo, não há outra forma de estudar os fenômenos, a ciência é materialista por natureza. Aliás, foi quando se desenvolveu um método próprio de investigação que a ciência começou a evoluir exponencialmente em tão pouco tempo, o que jamais evoluiu em milênios de humanidade.

Foi apenas e graças a esse método materialista de investigação que se descobriu a existência partículas quânticas e se pôde medir e estudar as mesmas.

A ciência é método, não é dogmática e por isso mesmo nunca teve a pretensão de ser dona da realidade. Muito pelo contrário, a ciência afirma que a descrição dos fenômenos e das leis universais são apenas uma aproximação da realidade (e não sua totalidade), mas é a melhor coisa que temos até hoje e é sem dúvida nenhuma a melhor forma de nos aproximarmos da compreensão dessa realidade. Não é prefeita? Não, mas ainda é o melhor que conseguimos fazer.

(21-01-2016 10:54 AM)dlukynha Escreveu:  Sobre essa busca pela "partícula de Deus" em termos materialistas, infelizmente não trará a grande evidência que todos esperam. Pelo menos não antes que a física quântica se desenvolva como eu falei acima.

Mas não é preciso encontrar tal partícula de Deus para se provar a existência de um criador.

Física quântica é ciência, é materialista, embora possa não parecer dada a sua complexidade.

A procura pelo Bóson de Higgs nunca teve a pretensão de provar a existência de um criador. Apenas o chamam de "partícula de Deus" porque acredita-se que é onipresente no universo. É apenas uma analogia. É parecida com a já abandonada ideia de "Éter".

E, sim, concordo que não é necessário respaldo científico para crer em Deus, pois deus depende apenas de fé, e as evidências são plenamente descartáveis no campo da fé.

Abs

(21-01-2016 01:51 PM)Marcusmho Escreveu:  (.......)
Amigo, obrigada pela sua pesquisa.

Mas não vou desvirtuar o assunto do tópico para entrar num campo infrutífero de batalha "criacionismo x evolução", com alguém que já tem a cabeça feita pela fé. E sabe por que? Você está com ideias bem equivocadas sobre o que é a evolução e copiando cálculos distorcidos que embasam a sua fé. Não é meu papel te ensinar ciência. Se tiver interesse pesquise.

No mais, obrigada pela resposta!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a Padmé Amidala pelo seu post:
Infinite (21-01-2016), PedroFernandes (13-02-2017), ruicoelho (21-01-2016), tarcardoso (21-01-2016)
Compre Cúrcuma em Pó na Tudo Saudável
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Deus não é o criador, afirma estudiosa da Bíblia Thucks 0 370 21-06-2018 05:18 PM
Última Resposta: Thucks
  Cátaros: Hereges, graças a Deus Thucks 1 308 25-05-2018 03:28 PM
Última Resposta: Thucks
  Por que a Bíblia não pode ser a Palavra de Deus? Thucks 0 256 22-05-2018 02:55 PM
Última Resposta: Thucks
  E SE BAAL FOSSE NOSSO DEUS? Thucks 3 325 22-05-2018 02:26 PM
Última Resposta: Thucks
  Antigo tradutor do hebraico original diz que “a Bíblia não fala de Deus” Thucks 2 485 18-05-2018 02:36 PM
Última Resposta: Thucks

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 98 usuários online.
» 0 Membros | 98 Visitantes

Estatísticas do Fórum
» Membros: 21,198
» Último Membro: cycle87ink
» Tópicos do Fórum: 26,351
» Respostas do Fórum: 280,460

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
ONU: "direitos sexuais" para crianças de 10 anos
Última Resposta Por: Marck Vini
Hoje 10:14 AM
» Respostas: 7
» Visualizações: 7045
Marielle Franco e Raoni são indicados para prêmio Sakharov
Última Resposta Por: Velho Druida
Hoje 09:42 AM
» Respostas: 24
» Visualizações: 488
O esquerdismo é uma religião sociopata
Última Resposta Por: ruicoelho
Hoje 07:40 AM
» Respostas: 18
» Visualizações: 439
Até o Dalai Lama é contra essa onda multiculturalista
Última Resposta Por: ruicoelho
Hoje 07:20 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 40
Chefe indígena, defensor da Amazónia, sugerido para Nobel da Paz 2020
Última Resposta Por: ruicoelho
Hoje 06:49 AM
» Respostas: 19
» Visualizações: 402
Mais um crime bárbaro de militante do “EleNão” e o silêncio sepulcral da esquerda
Última Resposta Por: Diakonov
Ontem 09:36 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 95
Regressão de idade usada em programas espaciais secretos são cientificamente viáveis
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 07:36 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 46
Jeffrey Epstein assassinado para ocultar rede pedófila satânica
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 05:15 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 79
Impressionante do triângulo voador confirma programa espacial secreto da USAF
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 04:59 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 52
China quer subverter a hegemonia dos EUA para se tornar o maior poder espacial
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 04:49 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 33
Bilderberg, banca global, nazistas e alianças alienígenas
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 04:49 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 51
A campanha de ódio, mentiras e desinformação contra a ativista Greta Thunberg
Última Resposta Por: ruicoelho
Ontem 04:33 PM
» Respostas: 14
» Visualizações: 357
O dinheiro brasileiro também é soberano e tem dono.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Ontem 04:07 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 50
Caçadores de alienígenas se reúnem para “invadir” Área 51
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:20 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 60
Os verdadeiros números sobre a morte de LGBTs no Brasil
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:07 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 65
PF detectou milhões em contas do hacker Chiclete
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 02:39 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 65
O Grupo Bilderberg é a face pública da nova ordem mundial
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 02:28 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 63
O Estatuto dos Animais e Sua Liberdade.
Última Resposta Por: Velho Druida
Ontem 11:47 AM
» Respostas: 43
» Visualizações: 4117
Corrupção socialista.
Última Resposta Por: Velho Druida
Ontem 10:13 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 86
Bilderberg 2019: encontro secreto das pessoas mais poderosas do mundo?
Última Resposta Por: Bruna T
20-09-2019 09:27 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 102
Hélio-3: o combustível do futuro, uma razão para voltar à Lua
Última Resposta Por: Bruna T
20-09-2019 02:54 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 197
Mecânico da American Airlines que sabotou o avião, suspeito de ligação com ISIS
Última Resposta Por: Bruna T
20-09-2019 02:52 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 119
Xi pede investigação justa sobre ataques a instalações petrolíferas sauditas
Última Resposta Por: Bruna T
20-09-2019 02:36 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 37
O Homem foi a Lua?
Última Resposta Por: ruicoelho
20-09-2019 01:44 PM
» Respostas: 211
» Visualizações: 56140
Ex-Presidente brasileiro Temer diz que destituição de Dilma Rousseff foi golpe.
Última Resposta Por: ruicoelho
20-09-2019 01:41 PM
» Respostas: 12
» Visualizações: 341
CPAC inaugura site e abre inscrições para evento no Brasil
Última Resposta Por: Bruna T
20-09-2019 11:21 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 51
A “geração Folha de S. Paulo” não está preparada para Rambo
Última Resposta Por: Bruna T
20-09-2019 11:15 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 68
Fake News: Céu de São Paulo fica escuro por causa das queimadas na Amazônia
Última Resposta Por: Bruna T
20-09-2019 11:07 AM
» Respostas: 24
» Visualizações: 1842
Para onde vai o dinheiro da loteria? Governo e Congresso planejam novos destinos
Última Resposta Por: Bruna T
20-09-2019 10:43 AM
» Respostas: 10
» Visualizações: 385
Corrupção à luz da psicologia.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
20-09-2019 10:27 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 806

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial