Shoyu Orgânico Fermentado Naturalmente Você Encontra na Tudo Saudável


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 4 Votos - 4 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[ megaposte ] - A ciência matou Deus?
26-01-2017, 07:36 PM (Resposta editada pela última vez em: 26-01-2017 08:17 PM por jjbrazil.)
Resposta: #141
ã
(26-01-2017 02:55 PM)Lucas_0512 Escreveu:  [quote='jjbrazil' pid='255424' dateline='1485444451']

Certíssimo. Mas eu não entendi o que você quis me passar; afinal, o vídeo do Osho "Jesus never died on the cross" cita essa punição. Aliás, se você assistir o vídeo com calma, você vai ficar no mínimo intrigado...

fica aí um abraço!

O que quis dizer é: foi crucificado e morreu. Primeiro porque estava escrito que assim teria que acontecer. Segundo cientificaamente ele não teria como sobreviver a crucificação. Você provavelmente não tem idéia do que acontece com aquele que está crucificando então vou lhe apresenta alguns dos sofrimentos:
"Pois, de fato, uma morte por crucificação parece incluir tudo aquilo que a dor e a morte podem ter de horrível e assustador — vertigem,
cãibras, sede, fome profunda, falta de sono, febre traumática, tétano, vergonha, zombaria diante do constrangimento da vítima, longa duração do tormento, medo do desenlace, gangrena das feridas expostas
— tudo isso intensificado só até o ponto em que pode ser suportado, mas não chegando ao ponto de dar à vítima o alívio de ficar inconsciente".

"A posição nada natural tornava cada movimento doloroso; as veias dilaceradas e os tendões esmagados latejavam com uma dor terrível e incessante; as feridas, inflamadas por estarem expostas, pouco a pouco gangrenavam; as artérias, especialmente as da cabeça e do estômago, ficavam intumescidas e experimentavam um aumento de pressão devido ao excesso de sangue no local; e, à medida em que cada tipo de sofrimento ia gradualmente aumentando, acrescia-se-lhes a dor insuportável de uma sede atroz que ia como que queimando por dentro; e todas essas complicações físicas provocavam uma excitação e uma ansiedade no íntimo da pessoa, o que fazia com que a perspectiva da própria morte — da morte, o inimigo desconhecido, a cuja aproximação o ser humano geralmente mais estremece — tivesse o aspecto de uma libertação consoladora e estranha".
O professor Day, falando sobre o livro The Physical Cause of the Death of Christ (A Causa Física da Morte de Cristo), assim se refere ao seu autor, James Thompson: "Ele demonstra que a morte de Cristo foi causada não por exaustão física nem pelas dores da crucificação, mas pela agonia mental que provocou uma ruptura do coração. Seu vigor mental e físico no instante da morte prova, sem qualquer possibilidade de dúvida, que Sua morte não foi conseqüência de exaustão; a lança do soldado foi o meio de exibir ao
mundo que Sua morte ocorreu por uma ruptura do coração."

Sem sombra de dúvida ele morreu...

Prezados, só para deixar mais claro que já estava, o que eu escrevi foi
:
jjbrazil Escreveu: ..
Meu jovem, ninguém, pelo menos que seja inteligente, diz que Jesus não existiu.
...

Está bem explícito, eu falei "diz que Jesus não existiu." Em nenhum momento eu disse: ...diz que Jesus "o Filho de Deus", ou "Jesus o Messias" não existiu. Óbviamente existem aqueles que creem e aqueles que não creem na divindade de Jesus, isso é óbvio.
Se o colega achou que o estava ofendendo-o perceba que você se enganou e não lhe dirigi a mensagem. Mesmo assim me perdoe pois não preciso nem tenho a necessidade de criar inimigos. Cada um está defendendo aquilo que acredita, sua fé, mas todos nós que participamos aqui sabemos que temos um inimigo em comum e não é o colega que troca mensagens...

(26-01-2017 12:41 AM)Lucas_0512 Escreveu:  [quote='ruicoelho' pid='255369' dateline='1485373505']

Eu lhes apresento uma terceira hipótese, muito desconhecida para os ocidentais até hoje:

Tá difícil meu amigo... ele cita que ele ficou 6 horas na cruz... mas antes disso? Ele estava no Mc Donald fez um lanche, depois foi pra casa dormiu confortavelmente num colchão king size e depois de tomar um café reforçado foi se apresentar aos soldados e subiu na cruz usando um banquinho? Desculpe o sarcasmo mas não existe como não ser sarcástico quando TODO O DESENROLAR se tenta ser descrito num único momento.

O que aconteceu ANTES DELE SER PENDURADO NO MADEIRO?
Vamos lá...
(1) Chicotadas com o "azorague" que com certeza não era feito de algodão. 12 pontas vezes 39 chicotadas aproximadamente 468 feridas lhe foram abertas nas costas;
(2) Coroa de espinhos (não de flores). Espinhos que chegavam a perfurar a carne;
(3) Carregou a parte superior da cruz e não uma cruz inteira, mas com certeza não era de pinus elliottii. Deveria pesar uma barbaridade;
(4) Fez um trajeto de aproximadamente 2 km... não é uma São Silvestre mas todo esfolado, sangrando e carregando peso deveria ser um tormento;
(5) As pessoas esbofeteavam, cuspiam e lhe jogavam pedras;
(6) O deitaram, com as costas em carne viva, na cruz. Então lhe cravaram os pregos que tinham entre 15 e 20cm. Isso num dos lados, para o outro lado tiveram que puxá-lo para então poder cravar o prego.
(7) Então foi erguido. Nisso teve ombros deslocados, ligamentos e tendões rompidos (que já teve algum ligamento ou tendão rompido sabe a dor que é) e para complicar mais ainda havia a dificuldade de respirar;
(8) Depois de tudo isso aí ele ficou 6 horas dependurado...

Um outro fato é que para acelerar a morte eles quebravam os ossos das pernas, isso para quem é claro não passou pelas 07 etapas acima. Quando o soldado chegou em Jesus, viu que já estava morto.
João 19.33-34 "Mas quando se aproximaram de Jesus e viram que Ele já estava morto, não lhe quebraram as pernas. Contudo, um dos soldados perfurou o lado de Jesus com uma lança, e imediatamente brotou sangue e água.

“Muitos cientistas são também pessoas com uma fé religiosa bastante convencional. Eu, um físico, sou um exemplo. Creio em Deus como Criador e como Amigo. Isto é, creio que Deus é pessoal e interage conosco.”
WILLIAM DANIEL PHILLIPS - ganhador do Prêmio Nobel de Física de 1997
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a jjbrazil pelo seu post:
PedroFernandes (12-02-2017), ruicoelho (27-01-2017)
Compre na Tudo Saudável o autênico chá de amora miura
26-01-2017, 09:12 PM
Resposta: #142
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
Tudo o que você escreveu se enquadra na hipótese que de Jesus morreu na cruz. Fim.
E é essa a hipótese que você toma por verdadeira por causa do seu modelo de crença. Se você fosse muçulmano, a segunda hipótese seria aceita sem o menor rigor. E é assim que a "fé" funciona, @jjbrazil, você dá todo o crédito para o que está escrito em um livro que foi alterado diversas vezes desde o antigo testamento. E quem diz que foi alterado diversas vezes é um especialista em traduções da bíblia (profundo conhecedor da língua hebraica e grega) que transitou entre cardeais e rabinos nos 30 anos de trabalhos em tradução. O vídeo foi postado originalmente pelo Rui, foi o vídeo (são seis no total) sobre a bíblia mais interessante que assisti em toda a minha vida.

https://www.youtube.com/watch?v=jAoN2V1lHSQ


Que fique entendido que respeito a sua crença, apenas fiz o trabalho de apontar que há pelo menos três hipóteses do que aconteceu com Jesus no evento da crucificação, no segundo vídeo que postei depois do Osho, há um documentário sobre Jesus em Caxemira, Índia, reforçando a terceira hipótese.
Agora, dizer "foi assim" que aconteceu ou "foi assado" é algo bastante complicado senão inútil, porque ninguém é dono da verdade. O contexto da crença é bastante complexo e é um campo minado, não é mesmo? Os adventistas, por exemplo, esperam a volta de Jesus; eu acho que vão se passar cem anos, e eles ainda vão ficar esperando, e depois vai passar mais cem, e te garanto que ainda continuarão esperando.

How is it possible for many conscientious observer-analists to encounter so many blocks to progess?
Part of the answer to this question seems to be that preconceived ideas have been converted into fixed ideas. Then, when new data are received which do not conform to the fixed ideas, an impediment to progress is experienced.

Norman R. Bergrun: Ringmakers of Saturn
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Lucas_0512 pelo seu post:
jjbrazil (27-01-2017), ruicoelho (27-01-2017), tarcardoso (24-03-2017)
27-01-2017, 01:31 PM (Resposta editada pela última vez em: 27-01-2017 02:02 PM por jjbrazil.)
Resposta: #143
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
(26-01-2017 09:12 PM)Lucas_0512 Escreveu:  Tudo o que você escreveu se enquadra na hipótese que de Jesus morreu na cruz. Fim.
E é essa a hipótese que você toma por verdadeira por causa do seu modelo de crença. Se você fosse muçulmano, a segunda hipótese seria aceita sem o menor rigor. E é assim que a "fé" funciona, @jjbrazil, você dá todo o crédito para o que está escrito em um livro que foi alterado diversas vezes desde o antigo testamento. E quem diz que foi alterado diversas vezes é um especialista em traduções da bíblia (profundo conhecedor da língua hebraica e grega) que transitou entre cardeais e rabinos nos 30 anos de trabalhos em tradução. O vídeo foi postado originalmente pelo Rui, foi o vídeo (são seis no total) sobre a bíblia mais interessante que assisti em toda a minha vida.

https://www.youtube.com/watch?v=jAoN2V1lHSQ


Que fique entendido que respeito a sua crença, apenas fiz o trabalho de apontar que há pelo menos três hipóteses do que aconteceu com Jesus no evento da crucificação, no segundo vídeo que postei depois do Osho, há um documentário sobre Jesus em Caxemira, Índia, reforçando a terceira hipótese.
Agora, dizer "foi assim" que aconteceu ou "foi assado" é algo bastante complicado senão inútil, porque ninguém é dono da verdade. O contexto da crença é bastante complexo e é um campo minado, não é mesmo? Os adventistas, por exemplo, esperam a volta de Jesus; eu acho que vão se passar cem anos, e eles ainda vão ficar esperando, e depois vai passar mais cem, e te garanto que ainda continuarão esperando.

Coloquei as informações baseadas nos resultados FÍSICOS resultantes de uma crucificação e que são cientificamente prováveis/testificáveis.

Mas não ficamos apenas com as Escrituras, apesar dela ser suficiente, pois quem descreveu o que aconteceu a Jesus foram TESTEMUNHAS OCULARES dos acontecimentos e que FORAM MORTOS (martirizados) também por dar continuidade ao que Jesus ensinou.
Acrescento ainda o relato da Tácito que era historiador romano e que escreveu: "Christus, o que deu origem ao nome cristão, foi condenado à extrema punição por Pôncio Pilatos, durante o reinado de Tibério."

Tácito - Entre os anos 100 e 117, escreveu os "Anais", onde relatou a história dos imperadores romanos desde Tibério até a morte de Nero. Nas "Histórias", redigidas entre 100 e 110, recriou o período seguinte, que vai até o reinado de Domiciano Além dessas duas obras monumentais, Tácito escreveu a "Germânia" (em que trata da vida e da cultura dos povos germânicos). Como escritor, seu estilo combinava a clareza à eloquência e concisão.
Educação UOL - Biografia de Tácito

Então, não estou me baseando em hipóteses, estou me baseando em fatos registrados. Agora se a pessoa não acredita na RESSURREIÇÃO, aí estamos falando de outro fato bem diferente e para esse fato sempre haverá aquele que crê e aquele não crê.

(26-01-2017 09:12 PM)Lucas_0512 Escreveu:  Tudo o que você escreveu se enquadra na hipótese que de Jesus morreu na cruz. Fim.
E é essa a hipótese que você toma por verdadeira por causa do seu modelo de crença. Se você fosse muçulmano, a segunda hipótese seria aceita sem o menor rigor. E é assim que a "fé" funciona, @jjbrazil, você dá todo o crédito para o que está escrito em um livro que foi alterado diversas vezes desde o antigo testamento. E quem diz que foi alterado diversas vezes é um especialista em traduções da bíblia (profundo conhecedor da língua hebraica e grega) que transitou entre cardeais e rabinos nos 30 anos de trabalhos em tradução. O vídeo foi postado originalmente pelo Rui, foi o vídeo (são seis no total) sobre a bíblia mais interessante que assisti em toda a minha vida.

https://www.youtube.com/watch?v=jAoN2V1lHSQ

Vou assistir e analisar passo a passo que ele diz no video e depois lhe transmito o que achei por MP para não ficar muito longo... mas nos poucos minutos que assisti já captei incongruências.

“Muitos cientistas são também pessoas com uma fé religiosa bastante convencional. Eu, um físico, sou um exemplo. Creio em Deus como Criador e como Amigo. Isto é, creio que Deus é pessoal e interage conosco.”
WILLIAM DANIEL PHILLIPS - ganhador do Prêmio Nobel de Física de 1997
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a jjbrazil pelo seu post:
Lucas_0512 (27-01-2017), Rafaelsimões (20-03-2017), ruicoelho (27-01-2017)
19-03-2017, 12:35 PM
Resposta: #144
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
Excelente.

Aconselho esse canal: https://www.youtube.com/channel/UCDoPuIv...9fS5VJCNWg

Ciência de Verdade:
(24-01-2017 01:24 PM)jjbrazil Escreveu:  
(21-01-2016 01:51 PM)Marcusmho Escreveu:  
(21-01-2016 01:58 AM)Padmé Amidala Escreveu:  Doutrinação ateísta nas escolas??? De que país você está falando?
Do Brasil que não é, já que aqui até em algumas escolas públicas tem professores obrigando crianças a rezar, ensinando religião e um monte de superstições.

nas aulas de sociologia, história e filosofia, te ensinam que o cristianismo é mitológico e que ninguém sabe se Jesus existiu(sendo que existe mais provas a respeito da existência de Jesus do que do platão e alexandre o grande somados)
e o resultado dessas aulas é comentários que vemos neste fórum:
é superstição
Jesus é um mito pagão

Meu jovem, ninguém, pelo menos que seja inteligente, diz que Jesus não existiu. Não se fala uma asneira dessas. Era dito quando "estudioso" pediam uma prova, a velha pergunta " me mostra, me mostra" ... ai veio a História e sua irmã a Arqueologia e comprovaram. Calaram e foram procuram uma outra coisa pra criticar...

Mas uma coisa que sempre pedi para esses adeptos da evolução é me mostrarem UM, um único exemplar de uma espécie transitória para comprovar a evolução, porque até o momento se chama TEORIA e não LEI e pasmem... não vi nenhum.
Deve haver um único pois deveriam haver milhões por aí pois pela ciência matemática eles levariam milhares de anos se adaptando e transformando-se, então morriam numa forma, continuava mudando, morria de outra forma, mais uns milhares de anos multiplicado por milhares de seres (a não que se acredite que o ciclo reprodutivo deles era de mil em mil anos e somente nascia um ser) então haveria milhões fossilizados por aí... até tentaram com o celacanto, depois o primo do rei Juliam, depois montaram mais um monstrinho para vender para um museu... e o que para mim é o pior disso, o mais trapaceiro, o mais sujo que "cientistas" poderiam fazer é pregar uma mentira como verdade e ensinar para as crianças.
Nem vou colocar links para tornar o texto extenso mas é só procurar na internet que podem ser verificadas diversas dessas farsas para ludibriar os encautos.

Particularmente acredito que a ciência está matando os cientistas, aqueles verdadeiros, raros e em processo de extinção, pois a maioria não tem como foco a busca por algo que faça a diferença para as pessoas mas para si próprio (na grande maioria das vezes de forma monetária é claro).

Mas vou deixar pessoas simples, humildes, que fizeram o melhor de si pelos outros.

Isaac Newton - nem preciso apresentá-lo pois todos sabem quem é...
"Devemos crer em um Deus e não ter outros deuses além dele. Ele é eterno, onipresente, onisciente, onipotente, criador de todas as coisas, sábio, justo, bom e santo. Devemos amá-lo, temê-lo, honrá-lo e confiar nele, orar a ele, dar-lhe graças, louvá-lo e santificar seu nome, cumprir seus mandamentos e dispor de tempo para honrá-lo em culto."

Gottfried Wilhelm Leibniz (1646-1716), matemático, engenheiro, filósofo e diplomata
"A verdadeira felicidade consiste no amor a Deus, porém num amor sem preconceitos, cujo fogo arde na luz do conhecimento. Este tipo de amor gera a alegria com boas ações, que dá apoio à virtude e, tendo Deus como centro, eleva o humano ao divino."

Alessandro Volta (1745-1827), físico
"Submeti as verdades fundamentais da fé a um estudo minucioso. Li as obras dos apologetas e de seus adversários, avaliei as razões a favor e contra e assim obtive argumentos relevantes que tornam a religião (bíblica) tão digna de confiança ao espírito científico que uma alma com pensamentos nobres ainda não pervertida por pecado e paixão não pode senão abraçá-la e afeiçoar-se a ela. Peço a Deus que minha profissão de fé, que me foi solicitada e que eu forneço com alegria, escrita de próprio punho e por mim assinada, possa ser apresentada a todos, pois não me envergonho do Evangelho."

Wilhelm von Humboldt (1767-1835), linguista, cofundador da primeira universidade de Berlim
"Os mistérios de Deus não são compreendidos; são adorados."

Karl Friedrich Gauss (1777-1855), matemático e físico
"Existem questões a cuja resposta eu daria um valor infinitamente maior do que às matemáticas, por exemplo questões sobre ética, sobre nosso relacionamento com Deus, sobre nosso destino e nosso futuro. Para a alma existe uma satisfação de espécie superior, para a qual dispenso o que é material"

Michael Faraday (1791-1867), físico e químico
"Eu confio em certezas. Eu sei que meu Redentor vive, e porque Ele vive eu também viverei."

Louis Pasteur (1822-1895), microbiólogo e químico
"Quanto mais eu estudo a natureza mais fico impressionado com a obra do Criador. Nas menores de suas criaturas Deus colocou propriedades extraordinárias..."

Max Planck (1858-1947), ganhador do Prêmio Nobel de Física de 1919
"A prova mais imediata da compatibilidade entre religião e ciência natural, mesmo sob análise detalhada e crítica, é o fato histórico de que justamente os maiores cientistas de todos os tempos, homens como Kepler, Newton, Leibniz, estavam imbuídos de profunda religiosidade."

Roberto Landell de Moura (1861- 1928), teólogo, inventor, pioneiro do rádio
"Eu sempre vi nas minhas descobertas uma dádiva de Deus. E como, além disso, sempre trabalhei para o bem da humanidade, tentando provar, ao mesmo tempo, que a religião não é incompatível com a ciência, folgo em ver hoje realizado na prática utilitária, aquilo que foi meu sonho de muitos dias, muitos meses, muitos anos."

George Washington Carver (1864-1943), botânico, agrônomo
"Quando eu trabalhava em projetos que atendiam a uma real necessidade humana, forças trabalhavam através de mim que me surpreendiam. Frequentemente eu adormecia com um problema aparentemente insolúvel. Ao acordar, a resposta estava lá. Por que, então, devemos nós crentes em Cristo nos surpreender com aquilo que Deus pode fazer com um homem de boa vontade em um laboratório?"

Walter Heinrich Heitler (1904-1981), físico, recebedor da Medalha Max Planck de 1968
"Natureza definitivamente não pode ser discutida de modo completo em termos científicos sem incluir também a indagação por Deus."

Carlos Chagas Filho (1910-2000), médico, membro da Acad. Bras. Ciências
"Estou procurando mostrar que não há incompatibilidade entre a verdade científica e a revelação: são duas coisas que tratam de espaços diferentes. Uma trata da realidade da vida, a outra trata do transcendental. E a Bíblia, que é um livro muito interessante de ser lido (principalmente Isaías), não procura ensinar à gente nada de ciência, e sim uma ordem moral. ... a Bíblia não quer ensinar como é que se fez o céu, mas quer ensinar como é que se vai ao céu. Trata-se de um preceito teológico muito importante, relativo à questão de graça: a pessoa acredita ou não. Agora, como eu respeito as pessoas que não creem, quero também que elas respeitem a sinceridade de minha fé."

Charles H. Townes (1915-2015), ganhador do Prêmio Nobel de Física de 1964
"Você pode perguntar: onde exatamente Deus entra em tudo isto? Talvez minha narrativa possa lhe dar algumas respostas, mas para mim a pergunta quase não faz sentido. Se você crê em Deus, não existe um 'onde' em particular. Ele sempre está presente... Para mim Deus é pessoal e também onipresente. Uma grande fonte de força, Ele fez uma enorme diferença para mim."

Antony Hewish (1924-), ganhador do Prêmio Nobel de Física de 1974
"Eu creio em Deus. Não faz o menor sentido para mim supor que o universo e nossa existência são apenas um acidente cósmico, que a vida emergiu por processos aleatórios em um ambiente que apenas por acaso tinha as propriedades certas."

Copérnico (1473- 1543), fundador da mundovisão moderna:
“Quem vive em estreito contato com a ordem, mais realizado é, e a sabedoria divina faz-nos sentir mais estimulados para as aspirações mais sublimes. Quem não adora o arquiteto de
todas estas coisas?"

Johannes Kepler (1571-1630), um dos maiores astrônomos:
“Deus é grande, grande é o seu poder e infinita a sua sabedoria. Louvai-o, céu e terra, sol, lua e as estrelas com sua própria linguagem. Meu Senhor e meu Criador! A magnificência de tuas obras que eu quero anunciar aos homens na medida em que a minha inteligência limitada possa compreender."
"Vemos que Deus, como um arquiteto humano, tratou a fundação do mundo de acordo com a ordem e as leis, e mediu tudo de tal maneira."

Linneo (1707- 1778) fundador da botânica sistemática:
“Eu vi passar perto de mim o Deus eterno, infinito, onisciente e onipotente e eu prostrei-me de joelhos em adoração.”

Ampere (1775- 1836), descobriu a lei fundamental da corrente elétrica:
“Quão grande é Deus,e quão pequena é a nossa ciência que parece uma nano-pequenez!”

Liebig (1803- 1873), célebre químico:
“A grandeza e sabedoria infinita do Criador só se irão realmente revelar a quem fizer esforços para tirar as suas ideias do grande livro da natureza.”

E aqui tem mais uma listinha caso tenham interesse... http://www.respostasaoateismo.com/2015/0...e-que.html
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Elenin20182024 pelo seu post:
marcosarierom (20-03-2017), ruicoelho (19-03-2017)
Pasta de Dente sem Flúor Oralin Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
19-03-2017, 11:59 PM
Resposta: #145
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
Quais os motivos da "ciência" ao enveredar para esse caminho?





Há limites?










Qual a verdade afinal? Apenas, ajudar? Soluções para nossa vida? Vida eterna? Quem promete isso através do saber?
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Elenin20182024 pelo seu post:
marcosarierom (20-03-2017), ruicoelho (24-03-2017)
23-03-2017, 09:41 PM
Resposta: #146
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
@jjbrasil

Deixa eu te falar uma coisa, não há relatos históricos TESTEMUNHAIS da existência de Jesus. O que eu quis dizer com isso? Simples. Nenhum historiador viu ou falou com ele. se quiser, depois eu passo dois podcasts muito bons sobre isso e eles NÃO SÃO ATEÍSTAS.

Qual o problema do cristianismo ser tratado como MITOLOGIA? Vcs fazem isso com diversos outros credos, sabiam. O certo era não falar de nenhuma religião em sala de aula. Pois se vc reclama que o que estão fazendo é doutrinação de esquerda, eu te digo que o oposto seria PROSELITISMO e isso seria INACEITÁVEL.

Artigo 19 da constituição: Resumo
O BRASIL É LAICO \\ o //
Diga NÃO a TEOCRACIA EVANGÉLICA
DIREITO PARA TODOS!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Slash pelo seu post:
ruicoelho (24-03-2017)
24-03-2017, 04:21 PM
Resposta: #147
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
Ontem vi um documentário.. uma parte dele falava que no inicio do sec XX, a humanidade pensava que já teria descoberto tudo que havia a ser descoberto.

Apesar de que ainda pensavamos que o universo era apenas nossa galáxia.
Que Andromeda era uma nebulozinha.
Não conheciamos as sub-partículas.
Nem a eletrônica como conhecemos.. etc..

Mas o conjunto de pessoas notáveis que eram cientístas e psicólogos, tinham tanta certeza que sabiam de tudo, que inclusive asseguravam que Deus não existia..

Mas hoje em dia sabemos que quanto mais sabemos, mais coisas temos que descobrir..

Eu não creio que exista nada mágico..

nada realmente paranormal.. místico..
Mas não que os fenômenos(que hoje são do dominio da mistica) não existam

muitos existem e ainda serão plenamente explicados..
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Xevious pelo seu post:
Elenin20182024 (25-03-2017), ruicoelho (24-03-2017)
Óleo de Copaíba é na Tudo Saudável
30-09-2017, 03:09 PM
Resposta: #148
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?


Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
19-10-2017, 05:15 PM
Resposta: #149
RE: [ megaposte ] - A ciência matou Deus?
(20-01-2016 06:26 PM)ruicoelho Escreveu:  
Breve nota: Convido todos, ateus, crentes, agnósticos, indecisos, criacionistas, evolucionistas, etc, a um debate sereno e produtivo. Há muito que tenho minha ideia formada sobre o assunto o que não invalida a discussão, pois acho que é da discussão que nasce a luz. Comentários à parte vamos ler e discutir dentro das regras do fórum.

***


Para muitos cientistas, a resposta é não. O Saúde Plena conversou com especialistas de áreas diferentes para tentar jogar luz à polémica questão da relação entre fé e ciência. Deus existe? Darwin era um mentiroso? Podemos acreditar que viemos de macacos e também em Deus?
C


[Imagem: ufRt1tl_o4BXakZqQXvRDjqk5zD5FO0d-Ng8mx9l...2aeeb4ffff]
Parte 1

O físico britânico Peter Higgs foi premiado com o Nobel da Física por sua descoberta da 'partícula de deus'. O apelido dado ao bóson de Higgs – que são as partículas de matéria mais elementares, presentes em tudo no planeta, desde plantas à pedras e nós – decepcionou o cientista ateu, defensor de que de divino o universo não tem nada. Contudo, independentemente de sua opinião sobre os diferentes tipos de religião, o britânico criticou publicamente a reincidente postura radical do consagrado biólogo Richard Dawkins contra religiosos. Quem também recentemente provocou criacionistas foi o roqueiro Jimmy London, vocalista do Matanza, ao falar, ao vivo no Rock in Rio 2013, sobre o último álbum da banda Alice in Chains, 'The devil put dinosaurs here'. Ao comentar o porquê do título, London afirma que criacionistas acreditam que o diabo criou os dinossauros para destruírem os bichinhos criados por Deus.

[Imagem: Sem+t%C3%ADtulo1.jpg]


"Dizer que Deus não existe porque não conseguimos o provar é uma infantilidade acadêmica" - Jorge Ponciano Ribeiro, professor emérito da Universidade de Brasília

Assim como eles, formadores de opinião de diversas áreas do conhecimento têm há muito tempo disputado um cabo de guerra no que diz respeito a possibilidade ou não da coexistência pacífica de ciência e religião. A disputa ficou mais acirrada, especialmente, com o aparecimento do Criacionismo, doutrina que lê a Bíblia literalmente – incluindo os dois primeiros capítulos de Gênesis, que narram a criação do mundo em sete dias por Deus. Mito, fato ou poesia, a discussão causa frisson no meio intelectual, filosófico e teológico. Em meio a tudo isso, resta ao censo popular o sentimento de que se posicionar a favor de uma teoria necessariamente nos faz contrários à outra. Mas afinal de contas, é possível ter fé e, ao mesmo tempo, acreditar no que a ciência nos ensina sobre a vida?

[Imagem: file_20131011102042.jpg]


Ganhador do Nobel de Física de 2013, Peter Higgs acredita que ciência e fé não são incompatíveis

Em entrevista ao jornal espanhol El Mundo, Higgs afirmou que acredita, apesar de não ser religioso, que ciência e fé não são incompatíveis. “O crescimento da nossa compreensão do mundo por meio da ciência enfraquece a motivação que faz de algumas pessoas religiosas. Mas isso não é a mesma coisa que dizer que religião e ciência são incompatíveis. Eu simplesmente penso que algumas das razões tradicionais para a fé estão bem minadas. Contudo, isso não encerra a questão. Qualquer um que é convencido, mas não é um crente dogmático, pode continuar com suas crenças. Isso significa que eu acho que você tem de ser mais cuidadoso sobre todo o debate entre ciência e religião do que algumas pessoas foram no passado”, disse Higgs ao El Mundo.

[Imagem: _album31011180402672577i.jpg]

Álbum mais recente da banda Alice in Chains critica a proposta criacionista, em defesa do ensino exclusivo da Teoria da Evolução em escolas norte-americanas


A premissa indica que não é impossível para uma pessoa acreditar em ambas as coisas. No entanto, muitos especialistas pontuam que não há como contestar o que uma diz, com base na outra, como seria possível entre outras áreas do conhecimento.

Para o historiador e professor do Departamento de Ciências da Religião da PUC Minas, Rodrigo Coppe Caldeira há uma incomensurabilidade entre ciência e religião. “Cada uma tem o seu lugar como fenômeno humano", afirma. Assim como defendem outros teóricos, Coppe acredita que essas áreas do conhecimento não se anulam, mas buscam responder perguntas diferentes da psiquê humana: o "como" e o "por quê". "A ciência busca conhecer e explicar como a vida existe, já a religião fala sobre o sentido da vida", comenta.

Coppe ainda ressalta que as origens do pensamento estão intrinsecamente ligadas a pensadores religiosos. “Na verdade, quem buscou os avanços físicos e filósofos, no século XVII, eram de religiosos, como René Descartes, Isaac Newton, entre outros nomes, que contribuíram de maneira muito importante para a ciência e não por isso deixaram de se considerar crentes”.

[Imagem: michelangelo2.jpg]


Adão e Eva, de Michelangelo Buonarrotti



Entender que desde a epistemologia da palavra religião já tem definições diferentes é, na opinião do professor emérito da Universidade de Brasília, Jorge Ponciano Ribeiro, um dos primeiros passos para a discussão. Segundo ele, os grupos religiosos se dividem, assim como os significados da palavra. Religare, vem de ligar, e segundo Ponciano, designa o grupo que tem Deus a priori. Relegere, vem de reler, e é associado a um grupo que busca Deus, mesmo que não intencionalmente.

O primeiro, que usa de rituais religiosos para se aproximar desse Deus, é composto por pessoas, em sua maioria, mais simples, de religiosidade natural e tradicional. “Elas podem ser um pouco alienadas mesmo e acabam colocando a religião acima da realidade”, afirma. Do outro lado temos pessoas como Sartre e Einstein, que tiveram a impressão de terem descoberto ser possível sim a existência de Deus. São pessoas que tem Deus à sua imagem e semelhança e têm uma profunda relação de intimidade e cumplicidade com ele”.

Contudo, ele destaca: “dizer que Deus não existe porque não conseguimos o provar é uma infantilidade acadêmica e querer dizer que o cientista não pode acreditar em Deus é uma ignorância absoluta”.

Parte 2


[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcSDGL5atmQLcwbFGxgyfT3...uztcjuDYRP]

O Design Inteligente atribui a criação do universo à uma mente superior


A ideia de que o conhecimento científico e a fé no sobrenatural podem coexistir é reforçada por renomados estudiosos de diversas áreas. No livro e documentário 'O teste da fé', lançado em setembro no Brasil, cientistas de algumas das principais universidades do mundo falam sobre seu relacionamento com religião e explicam como, para eles, fé e ciência caminham lado a lado. Entre os defensores do 'casamento' estão a coordenadora do Centro de Voos Espaciais da NASA, Jennifer Wiseman e Francis Collins, ex-diretor do Projeto Genoma Humano. Complementam os depoimentos, neurobiólogos, físicos, astrônomos, matemáticos e doutores em teologia, de universidades como Cambrigde, Oxford e o Massachusetts Institute of Tecnology (MIT).

A organizadora do livro e idealizadora do projeto, Ruth Bancewicz (veja a entrevista no final desse texto) conta que a principal proposta do trabalho era mostrar como a fé e a ciência de alguns cientistas caminham juntas sem problemas. Doutora em genética, ela trabalha atualmente no Faraday Institute, na Inglaterra, diretamente em contato com outros pesquisadores crédulos. “Essas pessoas realmente pensaram sobre isso e não vêem como um problema ter fé e trabalhar como cientistas. Na verdade, a maioria deles diz que a fé deles os ajuda a apreciar mais suas descobertas cientificas”, comenta. “Esse projeto também mostra às pessoas o que realmente acontece na comunidade científica. É fácil ouvir o Richard Dawkings e achar que o que ele diz deve ser o caso para todos os cientistas”, completa.

Ao contrário dos cristãos que lêem a Bíblia literalmente, Bancewicz defende uma leitura mais crítica, ciente que ela não é um livro científico e de que foi escrita antes do advento da ciência. Para ela, a estória contada em Gênesis 1 e 2 usa descrição geral para dizer que Deus fez tudo que há no mundo. A interpretação literal seria como afirmar que "às 9h Deus fez um arbusto, às 9h15 ele fez uma árvore". A pesquisadora brinca que, cientificamente, não haveriam minutos o suficiente para todo o trabalho.

[Imagem: 140207_collins.jpg]

Francis Collins, ex-diretor do projeto Genoma, afirma que a teoria da evolução pode ser a resposta para a pergunta 'como', referente à origem do universo

Curiosamente, a doutrina que propõe a leitura literal da Bíblia é relativamente jovem e antes disso, a maioria das comunidades cristãs no mundo acreditavam em uma leitura mais poética dos primeiros livros de Gênesis. "Em meados do século XIX as pessoas não achavam que os livros eram mitos, achavam que era verdade, mas colocada de forma poética e metafórica", explica o teólogo e diretor do projeto 'O teste da fé' no Brasil, Guilherme de Carvalho. Antes disso, Santo Agostinho já defendia a ideia, dizendo que o processo de criação do mundo foi gradual e que Gênesis não deveria ser lido em detalhes.

A linha de pensamento, conhecida no Brasil como criacionismo evolucionário, aceita a explicação da teoria da evolução sobre o desenvolvimento da vida na Terra, mas não tira de Deus a autoria das coisas. O termo é novo e antes seus pensadores eram identificados como evolucionistas teístas. “A adição da palavra criacionismo é mais uma confissão de fé que qualquer outra coisa”, destaca.

O criacionismo evolucionário é um dos melhores exemplos atuais de como ciência e fé podem caminhar juntas em harmonia – o que implica que as limitações de cada uma não são ignoradas. Apesar de acreditar na evolução proposta por Darwin, esses pensadores refutam a ideia de que a teoria seja válida para explicar tudo. A experiência moral humana, por exemplo, não é considerada algo passível de explicação biológica. “Para eles, a ciência não pode responder o significado do cosmos, mas sim como as coisas acontecem dentro do tempo e espaço”, pontua.

Paralelo a esse modelo de pensamento também está o criacionismo progressivo, defendido por um outro grupo de pessoas que acreditam que Deus criou o universo e em algumas explicações que a ciência dá para a maneira como ele fez isso. “Os evolucionários enfatizam a soberania da ciência em seu próprio campo. Talvez o ponto de diferença entre os dois seja a maneira de interpretar a Bíblia”, afirma.




O Teste da Fé


Fomos desenhados?

De um lado completamente oposto surge a Teoria do Design Inteligente (TDI). Criada por cientistas que viram falhas na teoria Darwiniana, o argumento é de que, do ponto de vista bioquímico, os conceitos biológicos são abstratos e sem evidências. “Do ponto de vista molecular, atômico e químico vimos que somos inviáveis”, afirma o doutor em Química, professor da Unicamp e autor do livro 'Fomos planejados', Marcos Eberlin.

A teoria contesta a ideia de que moléculas inanimadas teriam criado vida no planeta. “Sabemos que a mutação, ao longo do tempo, diversifica a vida, mas jamais transforma um macaco em humano ou um urso em baleia. O que as pessoas fizeram para dizer isso foi pegar a parte do nosso DNA mais parecida com as do macaco, mas na análise completa deles somos 80% diferente deles”, explica. Para ele, e outros seguidores da teoria, somos feitos de um sistema de extrema inteligência e somente uma mente inteligente seria capaz de criar vida assim.

Nem todos os adeptos da teoria, contudo, acreditam que essa mente superior seria Deus. Alguns a chamam assim, outros dizem que foram seres extraterrestres, outros, como os agnósticos, não sabem quem foi o desenhista, mas não duvidam que tenha existido um. “Eu não creio que Deus existe. Eu sei disso. Toda minha ciência me prova isso. Ela mostra que a matéria é insuficiente para explicar o universo e a vida. A inteligência teria de emanar de uma mente inteligente”, afirma.

Apesar de chegarem a conclusões semelhantes, as variadas correntes criacionistas são metodologicamente diferentes do Design Inteligente. Segundo Eberlin, os criacionistas já partem do pressuposto de que Deus criou o mundo e, eventualmente, buscam provas científicas que comprovem isso. Já na TDI, a 'busca pela verdade' usa a metodologia científica, mas não parte de um conceito pré-concebido de existência divina.

Nesse ponto, Eberlin também critica fortemente os evolucionistas que, segundo ele, excluem a possibilidade de uma mente inteligente existir. “Estamos resgatando ciência de seu mau caminho. Você pode me perguntar se o desenhista é Deus. A resposta é que eu não sei porque a ciência não me permite dizer quem ele é. Temos que levar essa questão para a filosofia e a teologia”. Para Eberlin, são os dados brutos e racionais providos pela ciência que o fazem acreditar na existência de Deus, não a fé – que a própria Bíblia caracteriza como o “firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não vêem”.





Entenda melhor a Teoria do Design Inteligente


[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcTbJ8-8wiSZ3JvWwlXYGA1...nDDhzEG8mQ]

Idealizadora do projeto, Ruth Bancewicz


Três perguntas para...

Por que você acredita que é possível para alguém acreditar na ciência e crer em Deus? Alguns cientistas dizem que elas são incoerentes. Por que você não acredita nisso?

Eu acho que as duas são maneiras de se buscar a verdade, obviamente elas usam métodos diferentes. Eu sou uma cristã porque eu vi evidências de que Deus existe, de que a Bíblia é um documento confiável, em algumas horas ela é um documento histórico, em outras ela traz registros de histórias pessoais e em outras o testemunho de testemunhas oculares. É como um processo legal, em que você junta evidências, não é uma equação matemática, que ninguém pode discordar. Eu penso que, provavelmente, um dos motivos pelo qual as pessoas pensam que você não pode acreditar na ciência e ser um cristão é porque a gente acredita que um cientista não pode acreditar na Bíblia, mas eu não a vejo como um livro científico. Alguns cientistas pensam que é incoerente porque os métodos são diferentes, e a religião não te dá provas. Mas ciência não sobre ter provas, é sobre ter evidências, boas evidências. As pessoas querem fazer experimentos para comprovar a religião com dados, mas eu diria que existem muitas coisas na vida em que você não pode fazer um experimento para comprovar. Matemática, lógica, filosofia, nenhuma dessas coisas são científicas. A beleza no mundo, a maneira como nos relacionamos com os outros, em nada disso você pensa de maneira científica. Eu nunca conheci ninguém que vivesse inteiramente dessa maneira.

Como as pessoas podem manter sua fé intacta diante de todas as descobertas científicas que temos hoje?

Eu não acredito nesse tipo de Deus. Algumas pessoas acreditam no tipo de Deus que preenche as lacunas do conhecimento. Onde não sabemos o que causa uma coisa, dizemos que é Deus. Não sabemos como a consciência humana funciona, aí dizemos que deve ser Deus. Mas assim que a ciência começa a descobrir mais coisas, Deus fica menor e menor. Eu acredito que as pessoas devem acreditar em um Deus 'bem grande'. Alguém me disse que o Richard Dawkins esteve em um debate aqui em Cambridge recentemente e disse que o universo é incrível, imenso e complexo, e que se ele acreditasse em Deus, acreditaria em um que fizesse esse tipo de universo. Bom, esse é o Deus em que eu creio - um que interage conosco, nos dá liberdade, nos deixa cometer erros, mas nos ama do mesmo jeito.

O projeto 'O teste da fé' é composto por um livro e um documentário. Como você pensou a estrutura dele e por que o fez assim?

A ideia era de que o documentário trouxesse todas as questões importantes e o livro fosse uma sequência. Você vê no documentário essas pessoas importantes e inteligentes falando de questões complexas e depois você tem a oportunidade de conhecer no livro quem eles são, no que eles acreditam e como eles chegaram no lugar em que estão hoje.

Parte 3


Seria Deus um delírio? Para alguns cientistas, posturas pacíficas sobre fé e ciência são incoerentes. Para pesquisadores materialistas, a tentativa de aproximação entre fé e ciência é uma postura de resgate do sentido da vida. Leitura literal da Bíblia é o principal ponto de polémica.

[Imagem: michelangeloadao.jpg]

A pintura de Michelangelo Buonarotti, feita no teto da Capela Sistina, retrata a ideia de que Deus criou o homem e o mundo


No best-seller "Deus, um delirio", Richard Dawkins, considerado o líder do pós-ateísmo e um dos intelectuais mais influentes do mundo, deixa claro que despreza a ideia de que qualquer forma de religião mereça respeito e compara a educação religiosa à crianças ao abuso infantil. Centro de várias polêmicas, recentemente o autor chegou a dizer, via Twitter, que uma das faculdades da Universidade de Cambridge tem mais ganhadores do Nobel que todo o mundo mulçumano.

Ao contrário dos ataques midiáticos que faz à religiosos, em seu livro, Dawkins traz argumentos para sua tese. Mesmo assim, ele provoca convictos e também aqueles que chama de religiosos "por inércia" - aqueles que desconhecem a possibilidade de crer em algo mais -, levando-os a pensar racionalmente e trocar sua crença na religião pela crença na ciência. Para ele, "espíritos livres como esses devem precisar só de um pequeno incentivo para se libertar de vez do vício da religião".

Nem todos os ateus são tão radicais quanto Dawkins, contudo, eles concordam que o método da ciência não combina com a crença em um ser sobrenatural. O médico e professor aposentado Luiz Oswaldo Carneiro Rodrigues, coordenador clínico do Centro de Referência em Neurofibromatose do Hospital das Clínicas da UFMG, é categórico ao dizer que considera a crença em qualquer religião ou Deus incompatível com a postura científica

Considerando que tecnologia e postura científica são coisas diferentes, ele ressalta que é incoerente filosoficamente acreditar nas duas possibilidades. “Tecnologia é o que você faz com o conhecimento científico, é colocá-lo em prática. Ter uma postura científica é acreditar e confiar somente naquilo que você pode medir, comprovar ou que tenha uma base racional”, pontua. “O que acho incompatível é acreditar em qualquer coisa metafísica e todas as religiões têm perspectivas metafísicas, acreditando que existem inteligências não comprovadas materialmente”, explica.

Para ele, as teorias que unem ciência e fé são tentativas de se continuar sendo religioso e 'engolir' as demonstrações científicas. “É muito difícil conviver com a realidade que a ciência nos mostra”, comenta. A dificuldade de se achar o sentido da vida e das coisas também é, para ele, um dos motivos que tem levado mais pessoas a aderirem pontos de vista 'em cima do muro'.

“Quanto mais individualista nossa sociedade for, mais difícil fica de encarar esse medo da própria morte e do desconhecido. Entendo a dificuldade que as pessoas têm, mas isso não me faz abandonar a coerência que acho na outra proposta e continuo achando que as duas não são compatíveis”, ressalta.

[Imagem: B%C3%ADblia-Sagrada-e-vela..jpg]

Mestre em teologia, Michelson Borges considera que partes das escrituras devem ser vistas sim como metáforas e alegorias, contudo, ele sustenta que os livros também contêm narrativas históricas factuais


Contudo, as provas científicas mostram o contrário. Na versão de criacionistas fundamentalistas, a Terra tem cerca de quatro mil anos de existência, enquanto que a ciência estima que nosso planeta tenha mais de 4,5 bilhões de anos. Borges afirma que “a história da criação em Gênesis é um dos relatos factuais que alguns querem que seja mitológico”. “Mitologizar as narrativas bíblicas se tornou muito conveniente para aqueles que não querem se divorciar totalmente da religião ao mesmo tempo em que querem viver como bem entendem. Se a história da criação e da queda (pecado) se tratasse de um mito, toda a teologia bíblica seria jogada por terra”, ressalta.

Ignorância intelectual? Ao contrário do senso comum que tem postulado muitos religiosos de 'ignorantes intelectuais', Luiz Oswaldo Rodrigues discorda da relação direta entre fé e ignorância. Para ele, o fato de uma pessoa acreditar e ter uma postura filosófica científica ou religiosa não tem nada a ver com a sua capacidade intelectual. “Tem a ver com estrutura da personalidade da pessoa, não do caráter dela. Minha impressão é de que a estrutura e criação é que faz a pessoa ter uma menor ansiedade diante da morte e do desconhecido”.

Já o mestre em teologia Michelson Borges acredita que ciência e fé podem estar caminhando para a intolerância total. Segundo ele, a culpa é da mídia, que estaria, cada vez mais, aplicando aos criacionistas o termo de fundamentalistas, o que para ele, se tornou grandemente pejorativo. “Esse estereótipo faz com as pessoas mal informadas vejam os criacionistas como pessoas de mente estreita e até perigosas”, afirma.

O argumento é de que em ambos os lados existem radicalismo e ignorância. “Não podemos tomar o todo pela parte. Há ateus, evolucionistas e religiosos educados, razoáveis e honestos. Esses deveriam lutar para promover o diálogo e o respeito. Só teríamos a ganhar com isso”, destaca.



Comentário em 19/10/2017
IOLANDA DE BALBOA
Teoria da Evolução e Criacionismo não excluem um agente do processo de Criação. Se descendemos do macaco, quem criou o macaco? Se o homem foi criado do barro, quem o criou? O Nada não pode criar qualquer coisa. Parece que a grande dificuldade humana é lidar com sua mente finita, o homem não tem capacidade para compreender ou explicar Deus. Mas, se pensarmos que as coisas não se criam por si só, acabamos reconhecendo um último agente todo poderoso, pairando sobre os múltiplos criadores.
Existe uma tendência em acreditar que Deus é um homem. A um homem, então, não é possível atribuir o poder de sustentar a organização do Cosmos, da Natureza ou simplesmente, a manutenção dos sistemas circulatório, digestivo, reprodutivo dos seres vivos em qualquer lugar do planeta ou do Universo. Tenha o nome de Deus ou não, uma energia criadora inteligente deve pairar sobre o Universo para manter sua ordem e harmonia.
Como se pode manter a fé intacta diante de todas as descobertas que temos hoje?
Uma pergunta estranha, certamente. Na minha opinião, a Ciência é o depósito do pensamento de Deus. As descobertas que temos hoje nada mais são do que a revelação de possibilidades escondidas por uma inteligência superior e atuante, a fim de serem descobertas à medida que o homem vai estando apto para as receber. Tudo o que a Ciência revelará daqui a cem anos já existe, mas ainda encoberto ao conhecimento humano, que deve absorve por etapas os meios para o avanço da humanidade. Aceitar a Ciência como obstáculo à fé, pode provir do dogmatismo religioso ou da simples ideia que Deus criou o mundo em seis dias e nunca mais criou coisa alguma, pode provir daqueles que pensam saber explicar Deus. As religiões baseadas na Biblia ou em outros livros sagrados, têm a marca humana. Religiões são manifestações do homem. Ciência é a revelação do poder criador de quem pode ou não ser designado por Deus, mas certamente, é o controlador, sustentador, diretor, mantenedor do que nos rodeia, aqui ou a mil melhões de anos luz de nós.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Iolanda de Balboa pelo seu post:
Doc S (19-10-2017), marcosarierom (20-10-2017), tarcardoso (20-10-2017)
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Evolução Versus Deus Ki11uminati 33 12,733 27-06-2017 11:46 PM
Última Resposta: Bogoton
  Busque a Deus, mas não use Religiões para chegar até Ele Anonymous_T.ron 5 1,042 11-03-2017 09:41 PM
Última Resposta: Slash
  Deus existe e a ciência pode provar pela análise de DNA – Confira… GU4RD1ÃO 11 5,103 11-01-2017 08:29 PM
Última Resposta: A.Xavier
  A maçonaria, está buscando um DNA, para seu "deus"? Elenin20182024 5 1,993 05-01-2017 10:08 PM
Última Resposta: marcosarierom
  A promessa de Deus se cumprindo. O fim de uma era? roockoff 0 571 28-09-2016 04:12 PM
Última Resposta: roockoff

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 151 usuários online.
» 4 Membros | 147 Visitantes
Branco, NoNOM, ULTRON

Estatísticas do Fórum
» Membros: 20,090
» Último Membro: rennekerly nunes
» Tópicos do Fórum: 24,596
» Respostas do Fórum: 263,623

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
False Flags para acelerar a agenda do carro autônomo
Última Resposta Por: fil
Hoje 11:59 AM
» Respostas: 18
» Visualizações: 1243
Cientistas descobrem espaço vazio escondido na Grande Pirâmide de Gizé
Última Resposta Por: Infinite
Hoje 10:21 AM
» Respostas: 21
» Visualizações: 2073
Caixões da FEMA: Estocados para a Eliminação de Corpos Durante uma Pandemia?
Última Resposta Por: Mayaman
Hoje 09:48 AM
» Respostas: 25
» Visualizações: 14851
O que está por trás das mentiras de Guga Chacra e da imprensa em geral
Última Resposta Por: pequeno gafanhoto
Hoje 09:24 AM
» Respostas: 23
» Visualizações: 1409
O Mito da Urna Eletrônica
Última Resposta Por: tarcardoso
Ontem 02:12 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 426
R$ 2,84 - valor retirado de cada brasileiro p/construir mansão de presidente angolano
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Ontem 12:19 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 226
[Opinião] Delação Premiada
Última Resposta Por: tarcardoso
Ontem 08:19 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 211
Uma liberdade que agora pode estar mais longe do que imaginamos.
Última Resposta Por: tarcardoso
Ontem 07:45 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 181
Escola infantil para a Elite chega ao Brasil ano que vem. E a NOM agradece...
Última Resposta Por: MarcioEscolaBilingue
21-11-2017 08:48 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 805
IA o Exterminador do futuro?!
Última Resposta Por: Beobachter
21-11-2017 08:48 PM
» Respostas: 27
» Visualizações: 5672
2019: A NOM e a Igreja Pan-Amazônica agora com aval do Papa
Última Resposta Por: O Mensageiro
21-11-2017 08:05 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 246
Canal "Ciência de Verdade" Anti Globalista, Perseguido
Última Resposta Por: Nikoloz
21-11-2017 07:48 PM
» Respostas: 42
» Visualizações: 2278
Como a JBS sugou o BNDES para expandir seus negócios
Última Resposta Por: tarcardoso
21-11-2017 07:39 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 381
Como detectar MAVs e bloquear
Última Resposta Por: Aragorn
21-11-2017 05:20 PM
» Respostas: 21
» Visualizações: 1911
Cartórios faturaram no Brasil 12 bilhões de reais. Faturamento que aumentará em 2018
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
21-11-2017 04:00 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 119
Trump abrindo documentos sobre JFK. Os Aliens e Deep State
Última Resposta Por: ULTRON
21-11-2017 01:41 PM
» Respostas: 20
» Visualizações: 3340
Barrações e constrangimento não impedem o aumento migratório de brasil.p/ Portugal.
Última Resposta Por: Bruna T
20-11-2017 10:42 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 413
Asgardia: Proposta de Nação Espacial
Última Resposta Por: Binho C.R.
20-11-2017 09:57 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 455
O que aconteceria se a Terra de repente ficasse plana
Última Resposta Por: Bruna T
20-11-2017 09:19 PM
» Respostas: 34
» Visualizações: 3088
O Último Dia De Gandhi - Outro Pedófilo?
Última Resposta Por: Infinite
20-11-2017 02:32 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 6860
Restauração da Pátria. Um trabalho de grande exaustão e profissionalismo ao extremo.
Última Resposta Por: tarcardoso
20-11-2017 02:06 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 688
Brasil: onde a vida humana é desprezada, odiada, perseguida e discriminada.
Última Resposta Por: Guigo Xavier
20-11-2017 12:52 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 909
Lobos em Peles de Cordeiro: como o Público foi Enganado no Socialismo
Última Resposta Por: Bogoton
20-11-2017 11:04 AM
» Respostas: 21
» Visualizações: 6257
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Nelson Ferreira
20-11-2017 09:18 AM
» Respostas: 611
» Visualizações: 138032
O Estado não necessita do imposto. Ele é viciado em arrecadar.
Última Resposta Por: pablo_hp
19-11-2017 06:23 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 677
Onde foi parar a sua testosterona?
Última Resposta Por: Elenin20182024
19-11-2017 01:23 PM
» Respostas: 52
» Visualizações: 9122
Maduro nomeia chefe de narcotráfico como negociador da dívida externa do país.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
19-11-2017 01:22 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 233
Terra Chata? Uma Nova Teoria sobre o Polo Sul
Última Resposta Por: Elenin20182024
19-11-2017 12:03 PM
» Respostas: 402
» Visualizações: 69455
Sobrevivencialismo: Conceito e Principais Postulados
Última Resposta Por: Nikoloz
19-11-2017 10:59 AM
» Respostas: 16
» Visualizações: 9645
Canal da Nicarágua: força aérea russa faz patrulhamento constante.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
18-11-2017 06:55 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 240

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial