Óleo de Coco Extra Virgem pelo menor preço é na Tudo Saudável


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 2 Votos - 3 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Mentiras econômicas - Dívida pública no Brasil
10-07-2018, 11:25 AM
Resposta: #1
Mentiras econômicas - Dívida pública no Brasil
Eis um cenário:

Estou precisando de dinheiro. Algo em torno de R$ 800. Você me oferece esse valor emprestado com a condição de que eu lhe devolva R$ 1.000 daqui a dois anos.

Aceito a proposta.

Passam-se dois anos e, como combinado, eu lhe devolvo R$ 1.000.

Pois bem.

Primeira pergunta: qual foi o valor monetário que paguei de juros para você? Correto, R$ 200.

Segunda pergunta: qual seria a sua reação se, no momento da quitação do empréstimo, eu reclamasse dizendo que você está me gerando uma despesa de R$ 1.000?

Em outras palavras, como você reagiria se eu reclamasse dizendo que a quitação deste empréstimo gerou uma redução de R$ 1.000 em minha renda disponível?

Faz sentido eu dizer que o meu gasto total com essa dívida foi de R$ 1.000?

O que é seu e o que é meu

Repare: você me emprestou R$ 800 e eu, depois de 2 anos, devolvi R$ 1.000. Destes R$ 1.000, R$ 800 eram seus. Esses R$ 800 são um valor que eu nem sequer teria se você não os tivesse me emprestado. Eles são a quantia que você me emprestou e que eu, agora, estou devolvendo.

Logo, o que eu realmente estou pagando a mais, e que não eram originalmente seus, são os R$ 200 de juros.

Portanto, não faz sentido eu dizer que a minha despesa com a dívida foi de R$ 1.000.

De novo: dos R$ 1.000 que devolvi para você, R$ 800 eram originalmente seus. Eu não teria estes R$ 800 se não fosse pelo seu empréstimo. Eu não teria como gastar R$ 800 se não fosse por você. Logo, devolver os R$ 800 que eram seus e que nunca foram meus não pode ser considerado uma despesa que irá consumir parte da minha renda. Esse dinheiro nunca foi meu. Não faz sentido computar como gasto o simples retorno de algo que não é meu.

Portanto, dos R$ 1.000 que paguei para você, apenas R$ 200 são realmente um gasto que irá afetar a minha renda.

Logo, minha verdadeira despesa com o serviço da dívida — no caso, a amortização total do empréstimo — é de R$ 200, e não de R$ 1.000.

O mesmo vale para uma amortização prematura

Continuemos com este mesmo cenário.

Se você me empresta R$ 800 e eu prometo devolver R$ 1.000 daqui a dois anos, então temos que a taxa de juros total durantes estes dois anos é de 25%.

E 25% de juros durante dois anos equivalem a 11,80% ao ano.

Pois bem.

Imagine que, depois de um ano, eu lhe ofereça R$ 900 para quitar todo o empréstimo. Ou seja, você me emprestou R$ 800 e eu, após um ano, ofereço devolver R$ 900 para encerrar a dívida.

R$ 900 sobre R$ 800 representam um ganho de 12,5% ao ano, que é mais que a taxa de juros original (que era de 11,80% ao ano). Sendo assim, você aceita a proposta.

Nova pergunta: qual foi a minha despesa com a dívida? Exato, apenas R$ 100. E não R$ 900.

Dos R$ 900 que paguei para você, R$ 800 eram seus e estou apenas devolvendo. Eu não teria como gastar esses R$ 800 se não fosse por você. Já os outros R$ 100 eu realmente tive de arranjar, e eles, de fato, representam uma despesa que afeta minha renda disponível.

Vamos agora ao último exemplo.

Refinanciamento

Suponha agora que, no dia de quitar a dívida, eu não tenha em mãos os R$ 1.000 para dar para você.

Porém, como tenho vários amigos, recorro a outro amigo e peço R$ 1.000 emprestados.

Ato contínuo, corro até você e lhe dou os R$ 1.000 e você fica satisfeito.

Observe que, neste cenário, duas coisas ocorreram:

1) Minha dívida não se alterou. Não houve amortização porque minha dívida total permaneceu a mesma. Eu apenas troquei de credor. Quitei meu empréstimo com você, mas agora terei de me virar com outro credor.

2) Ao contrário do que ocorre na amortização, não tive nenhuma despesa aqui. Simplesmente peguei dinheiro emprestado para saldar uma dívida que estava vencendo. Nada saiu do meu orçamento. Minha capacidade de gasto presente não foi afetada.

Isso se chama refinanciar a dívida.

Entendido tudo isso, vamos agora à prática.

Demagogia e má fé

Populistas e demagogos que dizem que o governo federal brasileiro gasta metade do seu orçamento com a dívida pública estão incorrendo no erro — extremamente amador — ilustrado acima. Eles misturam no mesmo balaio gasto com juros, amortização e refinanciamento.

Isso é ou ignorância ou má fé.

Vamos aos dados.

O quadro a seguir, retirado do site do Tesouro e com dados do SIAFI (Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal) (link aqui), resume todas as despesas do governo federal no ano de 2017.

Comecemos pelo básico.

As rubricas que mais interessam são "Juros e Encargos da Dívida", "Amortização da Dívida" e "Amortização da Dívida — Refinanciamento".

A rubrica "Juros e Encargos da Dívida" se refere, como o próprio nome diz, aos juros que o governo paga sobre determinados títulos. Quem opera Tesouro Direto sabe que há títulos que pagam juros a cada 6 meses e há títulos que não pagam esses juros semestrais, pois pagam tudo (principal mais juros) na data de vencimento. Essa rubrica "juros e encargos da dívida" se refere exclusivamente os títulos que pagam juros semestralmente.

Já a rubrica "Amortização da Dívida" se refere exatamente à prática ilustrada no exemplo do início deste artigo. É quando o governo quita parte da sua dívida, recomprando títulos em posse de investidores (pode ser na exata data do vencimento ou pode ser uma amortização prematura). Como descrito no exemplo, ao fazer isso, o governo paga principal mais juros. Pagar o principal é apenas retornar ao proprietário aquilo que não é dele (do governo). O governo não teria como gastar não fosse o empréstimo desse principal. Já os juros, de fato, podem ser considerados "uma despesa que afeta o orçamento".

Por fim, a rubrica "Amortização da Dívida — Refinanciamento" se refere também àquilo que foi descrito no exemplo acima. É quando o governo "rola a dívida", ou seja, quando ele se endivida para quitar outra dívida. Neste caso, a dívida total não se altera. Tampouco se pode dizer que foi uma despesa que afetou o orçamento do governo, pois ele pegou emprestado um dinheiro que não estava em seu orçamento para quitar essa dívida. Ele não usou nenhum dinheiro de imposto para fazer essa rolagem.

Tendo entendido isso, a lógica nos permite concluir que a real despesa do governo com o serviço da dívida envolve apenas aqueles gastos com juros, e não com principal ou com rolagem. Dado que o governo nem sequer teria como gastar se não houvesse pegado emprestado o principal, a simples devolução deste principal não pode ser considerada uma despesa adicional. E dado que a rolagem da dívida é feita com mais empréstimos, e não com dinheiro do orçamento, não se pode dizer que tal prática representa um gasto do orçamento do governo.

Portanto, a real despesa do governo com o serviço da dívida seria a rubrica "Juros e Encargos da Dívida" mais uma parte (apenas os juros) da rubrica "Amortização da Dívida".

Porém, dado que a rubrica amortização envolve o pagamento tanto de principal quanto de juros, é impossível separar ali o que é principal e o que é juros.

Por isso, pelo bem do debate, vamos fazer uma estimativa completamente exagerada e supor que, daquele valor amortizado (R$ 320,4 bilhões), 50% são juros. De novo, isso é extremamente exagerado, mas vamos supor assim pelo bem do debate.

Temos, portanto, que, em 2017, as reais despesas do governo com a dívida foram de R$ 203,11 bilhões (rubrica "Juros e Encargos da Dívida") + R$ 160,20 bilhões (metade da rubrica "Amortização da Dívida") = R$ 363,31 bilhões.

Dado que as despesas totais do governo (excluindo refinanciamento) foram de R$ 2 trilhões, temos que os gastos com o serviço da dívida, em uma estimativa bastante exagerada, representaram 18% dos gastos totais do governo.

É muito? Sim, é muito, mas bem menos do que gritam os demagogos, que afirmam que os gastos com a dívida representam metade do orçamento do governo.

E, ainda que você cometesse o erro técnico de somar a totalidade das amortizações, isso daria um total de R$ 523 bilhões. Logo, ainda assim você teria uma despesa com a dívida que seria de 26% do orçamento.

Alta? Bastante. Mas ainda muito longe dos 50% gritado pelos populistas.

E como então eles chegaram a esse valor de 50%? Simples: eles somaram tudo (juros e encargos mais amortizações e mais refinanciamento) e dividiram por R$ 2 trilhões (que é uma despesa que exclui o refinanciamento, o que deixa o denominador menor).

Aí dá 49% do orçamento do governo. Uma total impostura intelectual.

Conclusão

Vale ressaltar quatro obviedades:

1) Devolver o principal é devolver algo que nunca foi seu. Mais ainda: é devolver um valor que você nem sequer teria gasto caso não tivesse conseguido emprestado.

Mas isso ainda é o de menos.

2) A despesa do governo com os juros da dívida é de 18% do orçamento. É muito? Bastante. De cada 5 reais, aproximadamente um real vai para os juros.

Mas isso é muito menor do que os 50% dito pelos demagogos.

3) Mesmo que você cometa o erro de considerar a totalidade das amortizações como "despesa com a dívida", essa despesa equivalerá a 26% do orçamento. Isso significa que, de cada R$ 5, R$ 1,30 vai para juros e amortização.

Mas agora vem o que realmente importa.

4) O governo gasta muito com os juros da dívida porque se endividou muito. E ele se endividou muito porque gastou mais do que arrecadou. E ele gastou mais do que arrecadou exatamente porque adotou as políticas populistas defendidas por esses mesmos demagogos que criticam os gastos com juros.

A dívida não surgiu do nada. Ela é a simples e inevitável consequência dos gastos. Foi exatamente para gastar mais que o governo se endividou.

Defender mais gastos públicos por meio de um estado intervencionista e onipresente — como fazem os demagogos e populistas —, mas xingar as consequências desses gastos (aumento da dívida e das despesas com juros) é sintoma de dissonância cognitiva.

É atitude de quem não compreende nem mesmo o princípio mais elementar da matemática contábil.


fonte: https://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2916
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Marcelo Almeida pelo seu post:
Cimberley Cáspio (10-07-2018)
Óleo de Copaíba é na Tudo Saudável
10-07-2018, 11:21 PM
Resposta: #2
RE: Mentiras econômicas - Dívida pública no Brasil
Mises, Instituto liberal, Spotniks, MBL, etc. são thinks tanks financiados por capitalistas internacionais que têm muito interesse em manter esse quadro vergonhoso da dívida pública brasileira. Já que eles ganham muito dinheiro com essa dívida.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Infinite pelo seu post:
CaféSemAçúcar (14-07-2018), Marcelo Almeida (11-07-2018), ULTRON (11-07-2018)
11-07-2018, 02:27 PM (Resposta editada pela última vez em: 11-07-2018 02:29 PM por ULTRON.)
Resposta: #3
RE: Mentiras econômicas - Dívida pública no Brasil
A coisa é muito mais complexa que a própria economia. Um país que se endivida está sujeito a perder a soberania, pois é obrigado a vender patrimônio da nação como vêm acontecendo. A questão é quem compra esse patrimônio?

Será que está aberto para todo mundo, ou somente para uma parcela ínfima que detêm 99% da riqueza mundial?


Apenas 147 Super Empresas governam o planeta, diz estudo suíço

https://thoth3126.com.br/apenas-147-supe...udo-suico/

Nesse diapasão a teoria do livre mercado não passa de uma falácia muito bem propagada por esse thinks thanks que o @Infinite mencionou.

A coisa toda não é tão simples, é preciso perpassar pelo processo da globalização, a história dos juros, da desvinculação do padrão ouro como lastro, da especulação na bolsa de valores, e do poder econômico e politico que controla o mundo. O sistema financeiro é o âmago da NOM, e o capitalismo atual não existe sem esse sistema. Por isso acho que essas teorias econômicas são meias verdades nos dias de hoje.

Essa dicotomia. Essa briga de esquerda e direita, ela é um instrumento fantástico nas mãos do poder que nos domina. ” Dr. Adriano Benayon
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a ULTRON pelo seu post:
CaféSemAçúcar (14-07-2018), Doc S (15-07-2018), Marcelo Almeida (11-07-2018)
14-07-2018, 01:06 AM (Resposta editada pela última vez em: 16-07-2018 01:40 AM por CaféSemAçúcar.)
Resposta: #4
RE: Mentiras econômicas - Dívida pública no Brasil
A coisa não é tão difícil de entender. Não precisa ser um doutor em economia para entender a nossa crise.

[Imagem: foto-auditoria.jpg]


*Na imagem ainda falta a D.R.U que desvincula 30% de impostos da Previdência para ajudar a pagar juros e amortização da dívida.

A crise brasileira se dá por um governo gastão que achou que poderia fazer justiça social com o dinheiro do contribuinte e usar isso como propaganda eleitoreira na T.V para se perpetuar para sempre no governo enquanto roubava para todos os partidos, a elite empresarial e para governos e grupos comunistas e terroristas internacionais, farra da Desoneração fiscal, e artistas e sindicatos ganhando seus "cachês" para atuar em nome do governo.

Acredito que o caldo engrossou com o atrito entre Israel e Irã. O governo Brasileiro passou a ser visto como um agente revolucionário de muçulmanos xiitas e narcotraficantes comunistas quando começou a ser revelado as conexões do governo petista doando milhões para palestinos, negócios com Irã, PCC com Hezbollah e etc.

Entramos na guerra econômica em um mundo multipolar aonde o Brasil escolheu seu lado contra o Ocidente ou Velha Ordem. Quem dita quer se manter, a velha ordem: Reino Unido e EUA - A esmagadora maioria das empresas citadas pelo Ultron ainda são deste antigo polo da NOM.

No fim, o que aconteceu é que o sistema financeiro viu o desastre fiscal do governo dilma depois de descobrirem a maquiagem fiscal e com o TCU reprovando as contas do governo. Neste ínterim a pressão dos movimentos de rua e os seus agentes econômicos todos da Velha Ordem (agências especulativas reduzindo o rate brasileiro e se mobilizando contra nossos interesses) forçaram assim uma crise econômica, social e institucional.

Temer está continuando a política de privatização que começou com Dilma(pré-sal, ativos da petrobras, aeroportos, usinas de energia, distribuidora de energias). Entregando a quem quiser, de preferência a chineses.

Querem agora mais privatizações e reforma da previdência para manter a confiança no pagamento dos juros e amortização da dívida - E quem são nossos credores? É óbvio que são da Velha Ordem.

Depois da surra de pau mole vem agora a giromba do negão arrebentando tudo: Vender o máximo possível à China, passar a faca no gado com austeridade e claro: Tentar ser um bom pagador da dívida à Velha Ordem. Por isso que não invadem este país. Não precisa! Tem pra todo mundo!

Stand up for what you believe in, even if you're standing alone

For those who believe, no explanation is necessary. For those who don't believe, no explanation will suffice. ~ St. Bernadette

Eretz Yisrael
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a CaféSemAçúcar pelo seu post:
Doc S (15-07-2018), Marcelo Almeida (16-07-2018)
Sua pele mais bonita com colágeno hidrolisado
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
Exclamation [ATENÇÃO] Conheça a Agenda Globalista por trás dos protestos e anarquia no Brasil Sann 35 34,267 14-10-2018 01:26 PM
Última Resposta: APollux
  Porta do Inferno - República Gramscista do Brasil Marcelo Almeida 17 1,185 23-09-2018 02:12 AM
Última Resposta: Bruna T
Exclamation Plano dos EUA Para Invasão do Brasil Sann 27 22,578 18-09-2018 06:14 PM
Última Resposta: klanpaia
  Boletos...um passo sorrateiro para a NOM no Brasil. jonas car 35 8,533 14-09-2018 12:53 AM
Última Resposta: jonas car
  TRF derruba decisão sobre criação da CPI da dívida pública ULTRON 1 243 03-09-2018 03:12 PM
Última Resposta: Beobachter

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 137 usuários online.
» 1 Membros | 136 Visitantes
jose genildo

Estatísticas do Fórum
» Membros: 20,678
» Último Membro: alexandre lima 1971
» Tópicos do Fórum: 25,575
» Respostas do Fórum: 272,537

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
E se os candidatos a presidência fossem os Cavaleiros do Zodíaco?
Última Resposta Por: Diakonov
Hoje 01:03 AM
» Respostas: 4
» Visualizações: 129
Aumento do número de sem-teto nos EUA é ‘bomba-relógio’
Última Resposta Por: Aldebarâ
Hoje 12:08 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 252
Modus Operandi do Jornalismo
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 12:01 AM
» Respostas: 59
» Visualizações: 2288
Manipulados 2018 - by Steve Bannon
Última Resposta Por: chuvoso
Ontem 11:40 PM
» Respostas: 8
» Visualizações: 287
Pesquiza Eleitoral A fraude
Última Resposta Por: Aldebarâ
Ontem 11:39 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 257
A festa acabou: abastecer o carro elétrico é mais caro que o diesel
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 11:04 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 701
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 10:18 PM
» Respostas: 1014
» Visualizações: 194267
"Juiz que tentou sabotar às eleições, foi punido com aposentadoria compulsória."
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Ontem 05:55 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 164
Políticos de estimação, por favor, NÂO!!!!!
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Ontem 05:30 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 214
Pesquisa de Opinião: Por que as Mulheres são facilmente seduzidas pela Esquerda?
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 04:24 PM
» Respostas: 39
» Visualizações: 1738
O Líder Global Tomará Posse do Governo Unico Mundial a Qualquer Momento!
Última Resposta Por: Byll
Ontem 01:30 PM
» Respostas: 188
» Visualizações: 145066
Candidato Bolsonaro leva facada
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 09:59 AM
» Respostas: 190
» Visualizações: 12074
Fraude nas eleições 2018
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 09:50 AM
» Respostas: 61
» Visualizações: 3237
Maçonaria escancarando
Última Resposta Por: Elvedito
Ontem 07:28 AM
» Respostas: 22
» Visualizações: 4175
[Documentos PDF]- Maçonaria, Ritos, Codigos, Fratenidade...
Última Resposta Por: Elvedito
Ontem 07:13 AM
» Respostas: 4
» Visualizações: 28766
Vem ai, mais uma Crise Economica Mundial.
Última Resposta Por: Ricardo T
Ontem 12:18 AM
» Respostas: 6
» Visualizações: 645
Nova descoberta pelo Grande Colisor de Hádrons poderá mudar toda ciência conhecida
Última Resposta Por: kdmais
14-10-2018 11:29 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 609
Monitoramento Global, Terremotos, Solares, Marés etc
Última Resposta Por: APollux
14-10-2018 02:19 PM
» Respostas: 61
» Visualizações: 42876
Seu Direito Termina Onde Começa O Meu, E Vice Versa...
Última Resposta Por: APollux
14-10-2018 02:08 PM
» Respostas: 10
» Visualizações: 9082
EUA detectam presença do ETA e Hezbollah na Venezuela
Última Resposta Por: APollux
14-10-2018 02:01 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 359
Em vídeo, Witzel ensina 'engenharia' dos juízes para receber gratificação.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
14-10-2018 01:28 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 139
[ATENÇÃO] Conheça a Agenda Globalista por trás dos protestos e anarquia no Brasil
Última Resposta Por: APollux
14-10-2018 01:26 PM
» Respostas: 35
» Visualizações: 34267
O que há de melhor a se fazer????
Última Resposta Por: Nikoloz
14-10-2018 11:48 AM
» Respostas: 7
» Visualizações: 521
Haverá Segundo Turno e quem irá ganhar será a Esquerda Novamente.
Última Resposta Por: Beobachter
13-10-2018 05:50 PM
» Respostas: 96
» Visualizações: 4208
Não querem que você saiba: Geração de energia.
Última Resposta Por: Anonymous_T.ron
13-10-2018 05:27 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 253
O Eixo do Mal Latino-Americano e a Nova Ordem Mundial
Última Resposta Por: chuvoso
13-10-2018 04:25 PM
» Respostas: 9
» Visualizações: 484
Recebemos ordens p/fazer um antisserviço à população.Nem sequer sabemos quem deu à or
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
13-10-2018 02:00 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 353
Parece que o @ked acertou de novo o que vai acontecer no Brasil...
Última Resposta Por: Bogoton
13-10-2018 07:51 AM
» Respostas: 13
» Visualizações: 967
"Todos os que se intitulam 'Templários' ou 'Cavaleiros do Templo' são impostores."
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
12-10-2018 05:03 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 259
Um ocorrido não registrado na história brasileira
Última Resposta Por: Nikoloz
12-10-2018 01:27 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 390

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial