Óleo de Copaíba é na Tudo Saudável



Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
O Califado Islâmico morreu. Já o ISIS...
28-04-2019, 04:39 PM (Resposta editada pela última vez em: 28-04-2019 04:40 PM por ruicoelho.)
Resposta: #1
O Califado Islâmico morreu. Já o ISIS...
Tal como com a Al-Qaeda, a erradicação da base só serviu para espalhar o cancro.


[Imagem: ISIS-shooting.jpg]

Quando, a 22 de Março, a coligação de curdos, sírios e iraquianos, apoiada por americanos e russos, proclamou a queda da última aldeia do autodenominado Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIS), o pesadelo parecia terminado. Mas tudo mostra que está apenas a começar.

O mais terrível dum cancro é que nunca se sabe se está erradicado. Extrai-se o tumor e as metástases podem aparecer depois, em qualquer lado. É o que se está a passar com o ISIS. Quando o Daesh (o nome em árabe, que eles não gostam), foi proclamado pelo “verdadeiro califa”, Abu Bakr al-Baghdadi, na mesquita de Mosul, no Iraque, no primeiro dia do Ramadão, 24 de Junho de 2014, a notícia foi recebida com incredulidade. A organização já existia desde 1999 mas, como é prática dos movimentos de guerrilha, não se esperava que ocupasse um território demarcado.

A Al-Qaeda, e todos os movimentos semelhantes antes e depois, funcionam segundo uma estratégia consagrada desde que há guerrilheiros a lutarem a chamada “guerra assimétrica” contra um exército regular: atacam e depois desaparecem no mapa, deixando as forças que os perseguem sem alvos concretos para derrotar. Se acabam por dominar algum território, é porque a “tropa de quadrícula” desiste de penetrar em certas zonas, pois sempre que lá vai é emboscada e volta sem uma vitória que se veja.

Mas esta tomada de posição do ISIS tinha a ver com a sua ideologia: a recriação do Sultanato sunita, regido rigorosamente pela Xaria, que serviria de base para a islamização do mundo.

Durante os anos seguintes, o Daesh surpreendeu esse mundo – cristão, xiita, pagão – ao ocupar efectivamente um território de 210.000 km2, com 12 milhões de habitantes, praticando as mais criativas atrocidades de que há memória e publicitando-as ao vivo e a cores nas redes sociais. Por razões que até hoje se discutem, mas nunca se hão-de compreender, jovens de dezenas de países tão diversos e distantes como Trinidad e Tobago, Camboja, Austrália e Chile aderiram à missão. Muitos deles, cultos e com excelentes conhecimentos técnicos, trabalharam afincadamente para o Califado mostrar sofisticados vídeos profissionais das barbaridades que cometia contra os “infiéis” e da destruição de património histórico dentro do seu território.

Um bom exemplo é Palmyra, uma cidade grega, romana e persa, Monumento Histórico Mundial classificado pela UNESCO em 1980. O ISIS ocupou-a duas vezes, em 2015 e 2016. Da primeira, decapitaram Khalid al-As’ad, o arqueólogo de 83 anos que tomava conta do local. Da segunda, no palco do anfiteatro, um grupo de crianças executou com um tiro na nuca dezenas de de prisioneiros ajoelhados.

(Ainda em 2016, quando os sírios retomaram Palmyra, com o apoio dos russos, Vladimir Putin assistiu a um concerto por uma orquestra sinfónica de Moscovo no mesmo palco.)

A população civil do território, que estava farta da violência, descaso e corrupção dos governos da Síria e do Iraque, começou por receber com alívio os novos senhores. Mas Damasco e Bagdade praticavam um islamismo soft, com hábitos ocidentais. O ISIS obrigou os homens a deixar crescer a barba e a usar vestes próprias, proibiram-nos de fumar, ouvir música e beber; quanto às mulheres, emburcadas de preto, não podiam trabalhar, nem estudar, nem sair sozinhas de casa. As que os seguiam – muitas estrangeiras, como sabemos – destinavam-se a ter filhos em série e calar a boca. As conquistadas ao inimigo eram distribuídas pelas tropas e violadas. Não admira que a população visse com alívio a chegada das tropas da coligação. Sim, porque a ideia de manter um território deu aos inimigos – não só os já citados iraquianos, sírios, curdos, russos e americanos, mas também turcos, europeus e até voluntários vindos de outros países – a possibilidade de atacar e ocupar terreno.

Uma a uma, as cidades do Califado foram sendo recuperadas, sempre em combates casa a casa, cara a cara, com todos os truques sujos, como objectos e casas armadilhados e civis a servir de escudo. A 22 de Março caiu Baghouz, a última aldeia, o que foi anunciado com pompa e circunstância pelos presidentes dos países vencedores.

O fim do pesadelo? Nem pouco mais ou menos. Logo para começar, os operacionais no terreno reconhecem que há pequenas bolsas de guerrilheiros espalhadas pelo antigo território do Califado. Em terriolas onde tudo parece normal, de repente despontam alguns confrontos, há tiros, bombas. Mas isso é o menos. Pior são os que escaparam nas várias fases da guerra e que podem ter voltado para os seus países de origem, ou para onde não estão identificados.

Entretanto, há os focos noutros países que, ainda durante a vigência do Califado, decidiram que também eram ISIS. São grupos que já praticavam a violência em nome do islamismo – que, não esqueçamos, é uma religião com mil e seiscentos milhões de praticantes, sendo a esmagadora maioria pacífica. Podem ter hábitos privados, como atitude em relação às mulheres, que consideramos questionáveis, mas em público são pacatas famílias, tementes a Deus e respeitadoras da ordem onde vivem.

Desses grupos, o mais terrivelmente famoso talvez seja o Boko Haram, que actua com impunidade na Nigéria. Fundado em 2002 por Mohammed Yusuf, com objectivos pacíficos – a purificação do Islão – a partir de 2009 começou a matar infiéis e a raptar raparigas, e a partir de 2016 declarou fidelidade ao ISIS e espalhou-se pelo Chade, Camarões e Benim.

Ainda em 2016, al-Baghdadi exortou os os seus seguidores no estrangeiro a atacar os “infiéis” em qualquer parte do mundo. Numa mensagem audio, em 2017, afirmou: “Soldados do Califado, soprem as chamas da guerra contra os vossos inimigos, ataquem-nos e cerquem-nos em toda a parte e mantenham-se atentos e corajosos.”

Segundo a BBC, citada pelo “The New Yorker”, em 2018 o ISIS esteve ligado a pelo menos 3.670 ataques, dos quais 300 no Afeganistão (onde concorre com a Al-Qaeda), mais de 180 no Egipto, cerca de 60 da Somália, mais de 40 na Nigéria e no Iémen, e 27 nas Filipinas.

Não se sabe exactamente quando um ataque é organizado por uma verdadeira célula do ISIS, ou por um grupo avulso de entusiastas a usar o nome para chamar a atenção, ou ainda alguém que se sente “inspirado” a seguir a jihad por conta própria. Pode dizer-se que “ISIS” se tornou uma marca de sucesso entre os raivosos deste mundo, com muitas franquias e também com muitas imitações e contrafacções. “Fica bem” a um ou mais jovens, com vontade de matar e morrer, dizer que também estão a cumprir uma missão “sagrada”.

E assim chegamos ao inesperado ataque que aterrorizou o Sri Lanka e espantou o mundo. Ocorreu exactamente um mês após a morte oficial do Califado territorial. A responsabilidade foi pela agência noticiosa do ISIS, Amaq, num dos chat rooms [janela de conversação] da app Telegram. Outro comunicado incluía um vídeo com oito homens em frente à bandeira do ISIS, sete com o rosto tapado, a jurarem fidelidade à causa. A voz que se ouve em fundo diz que cada um deles foi para um local conotado com o “feriado dos infiéis”.

Porque foi escolhido o Sri Lanka, não se sabe. Entre os combatentes que estiveram na Síria, só 32 seriam naturais do país. Os muçulmanos são apenas 10% dos 21 milhões habitantes.

Segundo o "The Atlantic"o ataque foi imediatamente a seguir a outro, falhado, na Arábia Saudita, outro bem-sucedido no Afeganistão e simultâneo ao aparecimento do grupo na República do Congo. Como a revista notou, há uma novidade: os comunicados agora não são apenas em inglês e árabe; também foram emitidos em tamil, um idioma falado por cerca de 35 milhões no estado indiano de Kerala – ou seja, a organização tem “soldados” que falam línguas regionais minoritárias. Segundo um especialista citado pela revista, “esta capacidade coloca-os de novo no circuito noticioso de um modo positivo e condiz com o que sempre disseram, que continuariam a sobreviver e a expandir-se.”

Num programa da BBC emitido no sábado, o embaixador do Sri Lanka nas Nações Unidas repetiu que as autoridades do país tinham ouvido rumores sobre um possível ataque, mas não acreditaram – um deslize fatal. A jornalista do “New York Times” Rukmini Callimachi, especialista em grupos jihadistas, acha que a ideia de que o atentado foi “vingança” pelo ataque a centros islâmicos de Christchurch, na Nova Zelândia, não faz sentido, porque uma operação destas envolve uma longa preparação e estes ocorreram em 15 de Março. Na verdade, nada do que se passou no Sri Lanka faz sentido, nem sequer ter sido naquele país, o que aumenta o pavor universal que o ISIS pretende.

Uma coisa é certa: a organização metastizou, está activa e tende mais a crescer do que a minguar. Tal como com a Al-Qaeda, a erradicação da base só serviu para espalhar o cancro. E, comparando uma com a outra, o ISIS é mais selvagem, ou inspira imitações mais brutais. O planeta tornou-se um mundo perigoso.

Qual o segredo do sucesso da marca? Explicações não faltam, mas no fundo todas se resumem ao mesmo: desencanto com as opções de vida disponíveis; vontade de protagonismo em sociedades onde o anonimato significa isolamento e carência. E também a famosa estupidez humana, a tal contra a qual lutaram em vão os deuses do Olimpo.

Como se poderia dizer, desajeitadamente, ainda a procissão vai no adro...


Ab alio expectes, quod alteri feceris
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a ruicoelho pelo seu post:
Marcelo Almeida (29-04-2019)
Biscoitos saudáveis e sem glúten
você encontra aqui!
28-04-2019, 07:41 PM
Resposta: #2
RE: O Califado Islâmico morreu. Já o ISIS...
Um vídeo do canal Casando o Verbo para melhor entendimento sobre o EI.

O monstro está apenas juntando forças paras se reerguer novamente e ainda mais violento.




Já não sou quem eu era nem voltarei a ser quem fui, mas serei sempre fiel aos meus princípios.


Não há prisioneiro pior do que aquele que não busca conhecimento, mas pensa estar livre.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
29-04-2019, 09:01 AM
Resposta: #3
RE: O Califado Islâmico morreu. Já o ISIS...
Diversas facções de uma mesma organização.
Para o Islam, o mundo só vai ter paz quando todos forem convertidos e não houverem mais infiéis.
Os infiéis precisam ter a cabeça separada do corpo.
Simples assim.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Marcelo Almeida pelo seu post:
ruicoelho (29-04-2019)
29-04-2019, 04:00 PM
Resposta: #4
RE: O Califado Islâmico morreu. Já o ISIS...
(29-04-2019 09:01 AM)Marcelo Almeida Escreveu:  ...
Para o Islam, o mundo só vai ter paz quando todos forem convertidos e não houverem mais infiéis.
...

Certo... em tempos idos os católicos faziam o mesmo. Relembrando a Inquisição.

Nada justifica a barbárie em nome de um Deus. Isto é o reflexo da estupidez humana levada ao extremo.

Ab alio expectes, quod alteri feceris
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a ruicoelho pelo seu post:
lobato (29-04-2019)
Manteiga Ghee pelo menor preço é na loja Tudo Saudável
29-04-2019, 04:13 PM
Resposta: #5
RE: O Califado Islâmico morreu. Já o ISIS...
(29-04-2019 04:00 PM)ruicoelho Escreveu:  
(29-04-2019 09:01 AM)Marcelo Almeida Escreveu:  ...
Para o Islam, o mundo só vai ter paz quando todos forem convertidos e não houverem mais infiéis.
...

Certo... em tempos idos os católicos faziam o mesmo. Relembrando a Inquisição.

Nada justifica a barbárie em nome de um Deus. Isto é o reflexo da estupidez humana levada ao extremo.
Faltou dizer sobre a corrupção humana que está tanto na religiao quanto nos governos resultado no que vemos hoje....

"Existem dois tipos de história mundal: Uma é a oficial, mentirosa, própria para as salas de aula; a outra é a história secreta, que esconde a verdadeira causa dos acontecimentos."

Honoré de Balzac
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
02-05-2019, 08:56 PM
Resposta: #6
RE: O Califado Islâmico morreu. Já o ISIS...
Como disse e apresentado em vídeo o que eu disse... O EI está se fortalecendo e virá com muito mais força e seguidores do que antes.





É aguardar e ver a profecia se cumpri com a queda de Roma e sua igreja de hereges!

Já não sou quem eu era nem voltarei a ser quem fui, mas serei sempre fiel aos meus princípios.


Não há prisioneiro pior do que aquele que não busca conhecimento, mas pensa estar livre.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Mecânico da American Airlines que sabotou o avião, suspeito de ligação com ISIS Bruna T 0 125 20-09-2019 02:52 PM
Última Resposta: Bruna T
  O Exército sírio anunciou o fim do Estado Islâmico no país. Cimberley Cáspio 0 475 19-11-2018 05:33 PM
Última Resposta: Cimberley Cáspio
  A missão real do Estado Islâmico é bloquear a Rota da Seda entre Bagdá e Damasco. Cimberley Cáspio 0 402 02-11-2018 12:19 AM
Última Resposta: Cimberley Cáspio
  Estado Islâmico assumiu a responsabilidade por uma série de explosões que em Cabul Bruna T 0 286 06-09-2018 11:44 PM
Última Resposta: Bruna T
  Estado Islâmico ataca escolas infantis no Afeganistão e matam crianças. Cimberley Cáspio 0 287 16-08-2018 01:57 PM
Última Resposta: Cimberley Cáspio

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 94 usuários online.
» 0 Membros | 94 Visitantes

Estatísticas do Fórum
» Membros: 21,198
» Último Membro: cycle87ink
» Tópicos do Fórum: 26,356
» Respostas do Fórum: 280,511

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Bilderberg, banca global, nazistas e alianças alienígenas
Última Resposta Por: Diakonov
Hoje 05:39 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 121
Corrupção socialista.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 05:13 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 148
A campanha de ódio, mentiras e desinformação contra a ativista Greta Thunberg
Última Resposta Por: ruicoelho
Hoje 05:05 PM
» Respostas: 16
» Visualizações: 436
Até o Dalai Lama é contra essa onda multiculturalista
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 04:58 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 145
O esquerdismo é uma religião sociopata
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 04:53 PM
» Respostas: 23
» Visualizações: 588
Ex-Presidente brasileiro Temer diz que destituição de Dilma Rousseff foi golpe.
Última Resposta Por: ruicoelho
Hoje 04:30 PM
» Respostas: 14
» Visualizações: 394
Grandes mistérios da humanidade que já foram resolvidos
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 01:13 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 61
Fake news: o mais novo pretexto para censura ideológica
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 01:12 PM
» Respostas: 12
» Visualizações: 1666
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 01:02 PM
» Respostas: 1392
» Visualizações: 242859
Livre mercado capitalista e monopólio socialista.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 11:55 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 39
[VIDEO] A Máfia dos Transplantes de Órgãos e o Caso Paulinho Pavesi
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 11:48 AM
» Respostas: 50
» Visualizações: 30498
ONU: "direitos sexuais" para crianças de 10 anos
Última Resposta Por: pequeno gafanhoto
Hoje 10:41 AM
» Respostas: 8
» Visualizações: 7102
Os verdadeiros números sobre a morte de LGBTs no Brasil
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 09:50 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 176
Por que o socialismo não funciona?
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 09:39 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 96
Brasil saindo do “Dilmanomics” e já aponta para rumo sustentável
Última Resposta Por: Velho Druida
Hoje 09:09 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 164
O Grupo Bilderberg é a face pública da nova ordem mundial
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 08:42 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 126
A misteriosa doença ligada a cigarros eletrônicos que já matou seis pessoas nos EUA
Última Resposta Por: safeAndSound
Hoje 01:51 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 166
Marielle Franco e Raoni são indicados para prêmio Sakharov
Última Resposta Por: Velho Druida
Ontem 08:31 PM
» Respostas: 33
» Visualizações: 730
Mais um produto falsificado Made in China: a democracia vendida por Pequim
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 05:29 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 313
Edward Snowden: O maior perigo ainda está por vir, com os aprimoramentos de IA
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 05:07 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 147
Guarda iraniana diz pronta para 'qualquer cenário' em meio a impasse nos EUA
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 04:25 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 41
Reator de fusão nuclear ITER (International Thermonuclear Experimental Reactor)
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:06 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 53
Regressão de idade usada em programas espaciais secretos são cientificamente viáveis
Última Resposta Por: ruicoelho
Ontem 01:03 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 111
Chefe indígena, defensor da Amazónia, sugerido para Nobel da Paz 2020
Última Resposta Por: ruicoelho
Ontem 06:49 AM
» Respostas: 19
» Visualizações: 434
Mais um crime bárbaro de militante do “EleNão” e o silêncio sepulcral da esquerda
Última Resposta Por: Diakonov
21-09-2019 09:36 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 161
Jeffrey Epstein assassinado para ocultar rede pedófila satânica
Última Resposta Por: Bruna T
21-09-2019 05:15 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 100
Impressionante do triângulo voador confirma programa espacial secreto da USAF
Última Resposta Por: Bruna T
21-09-2019 04:59 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 68
China quer subverter a hegemonia dos EUA para se tornar o maior poder espacial
Última Resposta Por: Bruna T
21-09-2019 04:49 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 62
O dinheiro brasileiro também é soberano e tem dono.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
21-09-2019 04:07 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 64
Caçadores de alienígenas se reúnem para “invadir” Área 51
Última Resposta Por: Bruna T
21-09-2019 03:20 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 103

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial