Biscoitos saudáveis e sem glúten
você encontra aqui!


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 4 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
O Controle Mundial da Alimentação
11-06-2014, 03:48 PM (Resposta editada pela última vez em: 13-06-2014 10:49 AM por Mediador.)
Resposta: #1
Information O Controle Mundial da Alimentação
"Não custa reforçar":


Muitas pessoas não percebem que a maioria dos alimentos industrializados disponíveis no mercado, sejam eles em supermercados ou em cadeias de fast-food, todos vêm das mesmas e poucas companhias. Sem darmos conta que estas empresas são agentes importantes das organizações da elite mundial que também decidem sobre a nossa saúde, nosso meio social e políticas econômicas no mundo todo. Irei destacar apenas três grandes empresas que alimentam o mundo, suas muitas marcas e as táticas que eles utilizam para que seus produtos sejam mais e mais desejados.



[Imagem: food%252520empressas%252520que%252520con...imgmax=800]

“Controlar a alimentação é controlar o povo”




Se fôssemos parar para estudar cuidadosamente os rótulos dos produtos embalados em uma mercearia simples, provavelmente perceberíamos que o nome da mesma empresa aparecem repetidamente: Nestlé, Kraft, General Mills, Pepsico e alguns outros.


Muitas marcas oferecem e dissimulam a "moda do bom e velho alimento caseiro (ou alimentos in-natura/orgânico), porém, nada mais são do que mega-empresas filiais desses poucos a nível mundial.


A principal diferença entre a marca principal e as filiais é na embalagem e na publicidade, que são direcionados para atingir diferentes mercados. A fim de preservar a imagem cuidadosamente trabalhada em torno de um produto, as ligações para a "empresa-mãe" são muitas vezes convenientemente escondidas.


Imagine um anúncio de água engarrafada como este: "Pura, clara, refrescante, a água engarrafada "Aquafina" é tratada a partir de fontes naturais remotas do Himalaia... Trazido a você por PepsiCo, fabricante do Taco Bell e do Maravilhoso CHEETOS!". Isso provavelmente iria estragar o natural, a imagem saudável que eles estão tentando criar para o produto, não é verdade?!




Esse é o motivo e a função do Marketing, e é a parte mais importante da indústria de alimentos. Cada produto deve viver no seu "próprio mundo", separado de sua empresa-mãe e produtos similares.


A publicidade é tão poderosa que duas marcas de cereais semelhantes, tendo como base os mesmos ingredientes, podem ser direcionados inteiramente para diferentes mercados. Por exemplo, porque a Nesfit e a Estrelitas são tão diferentes? De um ponto de vista estritamente racional, estes produtos são quase idênticos, no gosto, na forma e nos ingredientes. Do ponto de vista (Marketing) irracional no entanto, eles estão em dois mundos diferentes. Anúncios de Nesfit giram em torno de um belo corpo, perfeito e saudável, enquanto a Estrelitas é destinada a crianças. Nas embalagens de Estrelitas têm jogos e sorteios de brinquedos, enquanto a Nesfit promete uma “perda de peso” desafiadora. Tudo isso é fumaça e espelhos, no entanto, porque no final da linha, se você escolher um, ou o outro, ou praticamente qualquer outro cereal do supermercado, você estará comendo a mesma coisa e seu dinheiro acabará no mesmo local.



Acompanhe os comerciais (em inglês):












A indústria de alimentos processados ​​pode ser considerado um verdadeiro oligopólio. Juntemos, as três principais empresas de alimentos,


Nestlé, Kraft Foods e PepsiCo,



então veremos elas atingirem uma posição dominante de vendas de alimentos processados ​​no mundo. Na verdade, essas três empresas são muitas vezes utilizadas como exemplo da "regra de três" em cursos de economia, uma vez que elas são um exemplo real de um mercado dominado por três atores gigantescos.


Suas posições como fornecedores de alimentos no mundo têm feito estes conglomerados extremamente poderosos, e eles são representadas na maioria das organizações da elite, como o Conselho das Relações Exteriores (CFR). Isto não só lhes permite oferecer as suas políticas preferenciais em matéria de nutrição e saúde em todo o mundo, mas em política, economia e questões sociais também. Tal destaque também permite que estas empresas garantam a sua dominação do mercado, através de decisões políticas, o acesso à informação privilegiada e à intimidação de potenciais concorrentes. Se consideramos, objetivamente, o oligopólio das grandes empresas, veremos que estes são uma ameaça direta às teorias de livre mercado.



Hoje, se uma empresa de alimentos de pequeno porte criar um produto novo e revolucionário, ela teria dificuldades para obter uma distribuição sem abrir mão de seus direitos a um desses conglomerados. Além de dominar as prateleiras, as TRÊS GRANDES detêm o controle da maioria dos canais de distribuição em todo o mundo, a ponto que as empresas nunca poderiam atingir os consumidores sem interferências destes.


A única maneira de proprietários de pequenas empresas evitarem anos de luta e de rejeição para obterem espaço nas prateleiras dos supermercados é chegarem a um acordo de licenciamento com um dos gigantes, onde o proprietário cede a posse e os direitos sobre o produto em troca de cheques de royalties (que são geralmente uma pequena percentagem das vendas). Cada acordo de licenciamento consolida a posição dessas empresas e elimina as ameaças de qualquer concorrente potencial que tentem criar produtos para mudar o jogo.




Aqui estão as três empresas e uma lista resumida de suas várias marcas:



NESTLÉ


[Imagem: nestle%252520-%252520priscila%252520e%25...imgmax=800]



A Nestlé é a maior empresa do mundo em gênero alimentício. Ele detém 6.000 marcas, com uma vasta gama de produtos em vários mercados, incluindo café, água mineral e outras bebidas, como: chocolates, sorvetes, alimentos infantis, desempenho aeróbico e saúde, nutrição, temperos, alimentos congelados e resfriados, doces e alimentos para animais de estimação.

Em 2009, as vendas consolidadas foram próximas a 120 bilhões de dólares e os investimentos em pesquisa e desenvolvimento foram 2,24 bilhões de dólares. O presidente da empresa, Sr. Peter Brabeck-Letmathe, está no Conselho de Administração do Credit Suisse Group, L'Oréal e da ExxonMobil. Ele também é membro da ERT (Mesa Redonda Europeia dos Industriais) e membro do Conselho de Fundação do Fórum Econômico Mundial (um ator importante no impulso de um governo mundial).


Os produtos vendidos pela Nestlé incluem:


Em solo brasileiro

Leites: Molico, Leite Ninho, Leite Moça, Ideal e Sollys
Cafés: Nescafé, Nescafé Ice, Saborizador de café Coffee-mate, Nespresso, Nescafé Dolce Gusto
Culinários: Maggi
Achocolatados: Nescau e Nesquik
Cereais: Nescau Cereal, Snow Flakes Original e Chocolate, Corn Flakes, Gold, Crunch cereal, Nesfit, Estrelitas Mel e Chocolate, entre outros.
Biscoitos: Negresco, Biscoito Passatempo, Biscoito Bono, Tostines, Biscoitos Integrais, entre outros.
Nutrição: Mucilon, Farinha Láctea, Nutren, Nan, etc.
Chocolates: Alpino, Galak, Diplomata, Crunch, Prestígio, Charge, Leite Moça, Classic Nestlé, Especialidades Nestlé, Nestlé Noblesse, Nestlé Sensação, Sem Parar, Suflair entre outros.
Refrigerados: Chambinho, Nesvita, Ninho Soleil, Bliss, Chandelle, Chamyto e Iogurtes Nestlé.
Sorvetes: La frutta, Sem Parar, Mega etc.
Águas: Aquarel, Perrier, Petrópolis, São Lourenço e Pureza Vital.
Rações animais: Purina (Alpo, Pro Plan e Friskies entre outros.)

Mais informações: Nestlé Marcas


Controvérsias

A Nestlé tem enfrentado resistência em todo o mundo para a promoção e desenvolvimento de substitutos do leite materno (fórmula infantil), especialmente nos países do terceiro mundo. Segundo ativistas, a Nestlé contribui para o sofrimento desnecessário e até mesmo mortes de bebês, principalmente entre os pobres.

Citar:
Grupos de defesa e instituições de caridade acusaram a Nestlé de métodos antiéticos de promover a fórmula infantil durante o aleitamento materno de mães pobres em países em desenvolvimento. Por exemplo, IBFAN alegação de que a Nestlé distribui amostras de fórmula livre aos hospitais e maternidades, depois de deixar o hospital, a fórmula já não é livre, mas porque a suplementação tem interferido com a lactação, a família deve continuar a comprar a fórmula. IBFAN alega também que a Nestlé usa "ajuda humanitária" para criar mercados, não rotulam os seus produtos em uma linguagem apropriada para os países onde são vendidos, e oferece brindes e patrocínio para influenciar os trabalhadores e profissionais da saúde para promoverem seus produtos. A Nestlé nega essas acusações.

FONTE


CEO da Nestlé: "A água não é um direito humano essencial

Leia mais: http://forum.antinovaordemmundial.com/To...z34LooUNDp

Citar:O atual presidente e ex-CEO, da Nestlé, a maior produtora de alimentos do mundo, acredita que a resposta às questões de água global é a privatização.

Esta declaração vem da maravilhosa empresa que vendia junk food na Amazônia, e que investiu dinheiro para impedir a rotulagem de produtos cheios de OGM, e que tem um histórico de saúde e ética perturbador por sua fórmula infantil, e que também implantou um cyber exército para monitorar críticas de internet e moldar as discussões nos meios de comunicação sociais.

Esta é, aparentemente, a empresa na qual devemos confiar para controlar a nossa água, apesar de registro de grandes empresas de engarrafamento como Nestlé terem um histórico de criar escassez?


[Estado policial] Propaganda da Nestlé “Nós te acharemos” usa Chip para rastrear “vencedor” de uma promoção

Leia mais: http://forum.antinovaordemmundial.com/To...z34LpTsooL




Citar:Uma nova promoção envolvendo as barras de doce da Nestlé, válida para o território do Reino Unido e Irlanda, torna o conceito da polícia de estado - altamente equipada com serviço de monitoramento, algo divertido e excitante...para idiotas. O titulo arrepiante da promoção “ Nós Te Acharemos ”, coloca um chip rastreador dentro da barra de doces do “vencedor”, permitindo que o quartel general da Nestlé rastreie os vencedores via satélite e envie uma equipe especial, com o objetivo de entregar aos “vencedores” os prêmios. O comercial de TV anuncia:

“A barra será equipada com um dispositivo sinalizador GPS. Que quando ativado, emitirá um sinal para o espaço, via satélite e retornando à Terra. Isso alertará a sala de controle secreta, que expedirá uma equipe” de força tática” com indivíduos altamente treinados. Eles virão de helicóptero, encontrar a barra de doces especial e entregar ao vencedor £ 10.000,00.

( £ 10 mil Pounds - equivale aproximadamente €12.000,00 Euros).”

Então, resumindo, os ganhadores da promoção são rastreados e encontrados por uma equipe de ‘troca’ que, “prende” os vencedores, como se eles fossem terroristas ou inimigos do estado. Todavia, ao invés de agredi-los e envia-los para prisões secretas, os entregam , o valor de 10.000 Pounds.


As águas turvas da Nestlé: Nestlé "mata" com a Água Mineral São Lourenço

Leia mais: http://forum.antinovaordemmundial.com/To...z34Lq1lL7V

Citar:
Há alguns anos a Nestlé vem utilizando os poços de água mineral de São Lourenço para fabricar água marca PureLife. Diversas organizações da cidade vêm combatendo a prática, por muitas razões.

As águas minerais, de propriedades medicinais, e baixo custo, eram um eficiente e barato tratamento médico para diversas doenças, que entrou em desuso, a partir dos anos 50, pela maciça campanha dos laboratórios farmacêuticos para vender suas fórmulas químicas através dos médicos. Mas o poder dessas águas permanece. Médicos da região, por exemplo, curam a anemia das crianças de baixa renda apenas com água ferruginosa.

Para fabricar a PureLife, a Nestlé, sem estudos sérios de riscos à saúde, desmineraliza a água e acrescenta sais minerais de sua patente.

A desmineralização de água é proibida pela Constituição.

Cientistas europeus afirmam que nesse processo a Nestlé desestabiliza a água e acrescenta sais minerais para fechar a reação.

Em outras palavras, a PureLife é uma água química.

A Nestlé está faturando em cima de um bem comum, a água, além de o estar esgotando por não obedecer às normas de restrição de impacto ambiental, expondo a saúde da população a riscos desconhecidos. O ritmo de bombeamento da Nestlé está acima do permitido.

Troca de dutos na presença de fiscais é rotina. O terreno do Parque das Águas de São Lourenço está afundando devido ao comprometimento dos lençóis subterrâneos. A extração em níveis além do aceito está comprometendo os poços minerais, cujas águas têm um lento processo de formação.

Dois poços já secaram. Toda a região do sul de Minas está sendo afetada, inclusive estâncias minerais de outras localidades.




KRAFT FOODS


[Imagem: kraft%252520foods%252520empresa%252520-%...imgmax=800]


Uma subsidiária da Philip Morris (fabricante dos cigarros Marlboro), a Kraft Foods é a maior empresa de confeitaria e comida, e a sua sede de bebida fica nos Estados Unidos. Ela comercializa várias marcas em mais de 155 países, e onze das suas marcas no mundo inteiro, ganham mais de US$ 1 bilhão anualmente.

Como a Nestlé, a Kraft tem consolidado o seu estatuto na oligarquia de alimentos através da compra de marcas gigantes como Nabisco (Oreo, Chips Ahoy, Fig Newtons, Ritz, etc) e Cadbury (Ferrero Rocher, Dairy Milk, Caramilk, etc.)

[Imagem: chocolate%252520-%252520priscila%252520e...imgmax=800]

Se somarmos, quantas horas que passamos hipnotizados pelo turbilhão do chocolate na TV?


CEO da Kraft, Irene Rosenfeld Blecker foi classificada como a "segunda mulher mais poderosa do mundo" pela revista Forbes. Não é surpreendente, pois a maior parte do mundo consome alimentos Kraft.

Antes de ingressar na Kraft, Rosenfeld foi Presidente e Chief Executive Officer da Frito-Lay, uma divisão da PepsiCo (outro dos "Três Grandes").


Marcas da Kraft incluem:


No Brasil

Amandita - Biscoito de wafer (em forma de nozes) com recheio de chocolate.
Bis - Bombons de chocolate preto, chocolate branco.
Clight - Sucos sem açúcar e de baixa caloria de pêssego, limão, maçã, laranja entre outros.
Club Social - Biscoitos salgados.
Diamante Negro - Chocolate preto.
Fresh - Sucos de uva, pêssego, tangerina entre outros.
Lancy - Bombom recheado de avelã.
Laka - Chocolate branco.
Oreo - Biscoitos de chocolate.
Philadelphia Cream Cheese - Queijo cremoso, nos sabores tradicional, light, peito de peru e presunto.
Royal - Fermento em Pó Químico.
Tang - Sucos de limão, laranja, tangerina, manga..
Trakinas - Biscoitos recheados de morango, chocolate, doce de leite, entre outros.
Ploc - Chiclets Bola

Sonho de Valsa - Bombom:

Citar:Mulher é indenizada em R$ 12 mil após comer bombom com larvas e fezes

O TJ-MG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais) condenou nesta sexta-feira (7) as Lojas Americanas e a Kraft Foods Brasil, que produz os bombons Sonho de Valsa, a pagarem R$ 12 mil de indenização por danos morais a uma consumidora que comeu o produto com larvas de insetos. A decisão confirma sentença proferida pela 3ª Vara Cível de Muriaé (a 316 km de Belo Horizonte).

[Imagem: saco-de-bombom-sonho-de-valsa-com-1kg-13...00x300.png]
A consumidora comprou na unidade de Muriaé (MG) das Lojas Americanas bombons Sonho de Valsa (foto ilustrativa), da Kraft Foods Brasil, para presentear uma amiga


Costa Teixeira, relator do processo, considerou que era "irrelevante" procurar culpados no caso. "É irrelevante saber se a contaminação dos bombons se deu na linha de produção ou no armazenamento (...) A responsabilidade é objetiva e solidária entre o fabricante e o comerciante", afirmou na decisão.
(...)

Trident - Chiclets sem açúcar de sabores múltiplos:

Citar:TRIDENT CANELA

Ingredientes: goma base, edulcorantes: sorbitol, maltitol, manitol, aspartame, acesulfame-K e sucralose, aromatizantes, umectantes: glicerina e triacetina, corante caramelo IV, emulsificante lecitina de soja e corante natural carmim. CONTÉM FENILALANINA.




PEPSICO


[Imagem: pepsico%252520-%252520priscila%252520e%2...imgmax=800]

PepsiCo Incorporated é uma empresa global da Fortune 500 com sede em Purchase, Harrison, New York, com interesses na produção, comercialização e distribuição de bebidas, salgadinhos a base de grãos e outros produtos. Se você não tinha adivinhado, seu principal produto é a Pepsi Cola, refrigerante, mas não é o único produto da empresa.

De fato, um adolescente qualquer poderia facilmente sair de uma loja de conveniência com três ou quatro produtos da PepsiCo sem perceber ou tomar nota disso.


A PepsiCo é um membro "Premium" do Conselho de Relações Exteriores e do Instituto Brookings, duas das mais importantes organizações mundiais para a elite. O presidente e CEO da PepsiCo, Indra Nooyi, faz parte do Fórum Econômico Mundial.

Dentro dessas organizações, os executivos da PepsiCo, e outras mega-corporações como a Sony (a maior gravadora da indústria da música), Nike (o maior vendedor de calçados do mundo), Rockefeller Group International, e a Lockheed Martin (a maior empresa de defesa e segurança do mundo), trabalham com vários chefes de Estado (incluindo ex-presidentes EUA), os decisores políticos (como a atual Secretária de Estado dos EUA, Hilary Rodham Clinton) e fabricantes de imagem (marketeiros), (como Tom Brokaw e George Clooney), ajudam e contribuem no desenvolvimento, social, econômico e opiniões políticas, dissimulando e recomendando idéias que afetam países inteiros.

Essas idéias e opiniões tem como objetivo e finalidade direcionar o mundo para um governo mundial unificado e uma única moeda corrente (Nova Ordem Mundial).


Marcas da PEPSICO incluem:


No Brasil

Pepsi-Cola
Elma Chips
Gatorade
Toddy
Toddynho
Sukita
Quaker Oats
Coqueiro
Club Cheetos
H2OH!
TEEM
Lucky
Trop Coco
Kero Coco
Frutzzz

No Brasil, a PepsiCo comercializa e produz diversos produtos, mas não fabrica o refrigerante Pepsi-Cola, bem como todas suas marcas de bebidas, sendo então fabricadas pela AmBev.


Spin-off

PepsiCo também alimenta milhões diariamente através de suas empresas spin off, a Yum! , que detém as cadeias de restaurantes, incluindo Pizza Hut, Taco Bell, KFC, Hot ‘n Now, East Side Mario’s, D’Angelo Sandwich Shops, Chevys Fresh Mex, California Pizza Kitchen e Stolichnaya.

[Imagem: kfc%252520taco%252520bell%252520-%252520...imgmax=800]





Muitos dos produtos listados acima já existem há décadas, alguns há mais de um século.

Qual é o segredo do sucesso duradouro para tal?

Primeiro, a receita tem que ser apenas direcionada. Como mencionado acima, a Nestlé gastou mais de US$ 2 bilhões de dólares só em 2009, e que é usado principalmente para pagar as pessoas com seus jalecos para criar uma imagem mais atraente, produtos que “satisfaçam”, que sejam viciantes e, claro, o melhor custo-benefício possível.

As propriedades do aditivo de sal, gordura, açúcar e outros produtos químicos são conhecidos e são investidos US$ 2 bilhões em pesquisas por ano. Os alimentos processados ​​contêm uma combinação cuidadosamente calculada de produtos químicos e aditivos, que enviam sinais de sensação de "prazer" para o cérebro, dessa forma o cérebro continua então a procurar maneiros de se satisfazer, ou seja, comendo.

No entanto, existem inúmeras empresas que vendem produtos similares. Assim, a fim de trazer os consumidores de volta à sua marca específica, as empresas investem bilhões de dólares no segundo segredo do sucesso: "a fidelidade à marca", conseguido isso através de marketing e publicidade.




Anúncio


Embora o objetivo final de uma propaganda seja vender um produto, as empresas de relações públicas lhe dirão que eles estão buscando ir muito além da venda barata. Sua missão é criar uma ligação emocional com um produto, um conceito que é totalmente irracional, mas extremamente eficaz. Eles não querem apenas você como seu produto, eles querem que você se identifique com ele. Eles querem que você defina a si mesmo por ela. Eles estão objetivando criar clientes fiéis ao longo da vida, e isso através da criação de uma imagem, um estilo de vida e até mesmo uma filosofia em torno de um produto.


Os anúncios são cuidadosamente calculados para atingir uma determinada população demográfica e gerar emoções específicas dentro destes telespectadores. Para alcançar estes objetivos, eles contam com uma extensa pesquisa sobre o comportamento humano.


Citar:
"As equipes de anúncios têm bilhões de dólares para gastar anualmente em pesquisa e testes de reações, e seus produtos são magníficas acumulações de materiais sobre a partilha de experiências e sentimentos de toda a comunidade."

- Marshal McLuhan


Para vender a fidelidade à marca para um espectador por meio de um anúncio de televisão, argumentos racionais/lógicos têm efeitos limitados. Os anúncios mais eficientes e bem sucedidos são capazes de contornar o pensamento racional (em que um argumento pode ser aceito ou rejeitado) e tocar diretamente no subconsciente do espectador, através de seus instintos, medos ou inseguranças.


Citar:
"É com o conhecimento do ser humano, suas tendências, seus desejos, suas necessidades, seus mecanismos psíquicos, seus automatismos, bem como conhecimentos de psicologia social e psicologia analítica, que aprimora suas técnicas de propaganda."

- Jacques Ellul




Conclusão


Por que se importar com qual empresa que vende produto? Primeiramente, é uma questão de saúde. Quase todas as centenas de produtos citados neste artigo contêm ingredientes tóxicos, a partir de quantidades excessivas de gordura saturada de aditivos como MSG, xarope de milho de alta frutose (HFCS), mercúrio e / ou aspartame. Estas substâncias, e muitos mais como eles, são tóxicos para o organismo, o sistema nervoso e o cérebro. Os alimentos processados ​​estão fazendo todo o mundo mais gordo, mais doente e burro, apesar de poucas empresas produzirem.

É fundamental conhecer e reconhecê-las ... para que você possa evitá-las. Também é importante reconhecer as táticas de marketing de base que estão sendo usados ​​para empurrar os consumidores a comprar alimentos processados e industrializados (os enlatados).


A questão é muito maior do que a saúde individual, no entanto. Conhecer as empresas que vendem o alimento é estar ciente de atores importantes da elite mundial. Como diz o ditado lá no início do tópico, "controlar os alimentos é controlar o povo".


Se você acredita que é importante saber a verdade sobre a estrutura mundial de energia, é fundamental saber sobre essas empresas e entender o seu alcance extensivo em todas as áreas da nossa sociedade. Eles podem "apenas" vender o alimento, mas o seu poder e posição dá a estes conglomerados um papel ativo na governo mundial, incluindo a economia, política, legislação e até mesmo os militares (quem você acha que fornece os alimentos para os refeitórios militares?).


As Três Grandes corporações e globalmente dominantes, como fazem parte da política de fixação de "think tank" e organizações como o Conselho de Relações Exteriores e do Clube Bilderberg, servem como verdadeiros motores da mudança global.


A PepsiCo deveria dar uma palavra a dizer na invasão de um país como o Irã? Bem, ela dá.


E cada vez que você compra uma Pepsi, um saco de Doritos ou jarro de Tropicana, você está ajudando a se tornarem mais ricos e poderosos.


Felizmente, porém, há uma maneira fácil de parar de apoiar estas empresas: Basta substituir os produtos processados, por produtos frescos ou naturais. Você vai melhorar sua saúde e sua economia local, mas o mais importante, você também vai se tornar o pior pesadelo da elite: um consumidor racional.




Fonte: Priscila e Maxwell Palheta - Maçonaria e o Controle Mundial da Alimentação

(Fonte primária: Vigilant Citizen – adaptado para alimentação Brasil e traduzido por Maxwell Palheta)

[Imagem: fe8f66bb63.jpg]

"Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima." (Lucas 21:28)
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 23 usuários diz(em) obrigado a Mediador pelo seu post:
(11-06-2014), Campanário (02-04-2015), Célio Freitas (25-06-2014), Cida Oliveira (19-06-2014), CristalShip (13-06-2014), dougglasrb (11-06-2014), Droid Z (11-06-2014), Eduardo - Unholy Confessions (24-06-2014), FaNtOmAs (12-06-2014), Fire Fox (17-06-2014), Galaxia (04-03-2015), Guigo Xavier (12-06-2014), Jah Soldier (11-06-2014), Lord Ravenous (12-06-2014), moonwatcher (03-03-2015), pequeno gafanhoto (24-06-2014), Redfoca (17-06-2014), rogcon (11-06-2014), Rox Extreme (02-04-2015), sobrevivencialista (11-06-2014), Technologic Monk (11-06-2014), Toualy (03-03-2015), Zunim (03-03-2015)
Maca Peruana pelo menor preço você encontra na Tudo Saudável
11-06-2014, 09:35 PM
Resposta: #2
RE: O Controle Mundial da Alimentação
Muito Bom esse Topico.

Estou deixando aos poucos de comer alimentos industrializados.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 6 usuários diz(em) obrigado a sobrevivencialista pelo seu post:
(12-06-2014), CristalShip (13-06-2014), Droid Z (11-06-2014), Fire Fox (17-06-2014), Mediador (12-06-2014), pequeno gafanhoto (12-06-2014)
12-06-2014, 08:12 PM
Resposta: #3
RE: O Controle Mundial da Alimentação
Exatamente!
Ao decorrer das ultimas décadas, vem acontecendo cada vez mais isso, empresas grandes engolindo as menores.
A mais recente é astrazeneca pela pfizer, a pfizer quer a todo custo compra a astra, porque esta, ameaça o mercado de tratamento contra o cancer.Segundo lí a astra zeneca esta prestes a lançar um tratamento novo contra o cancer, e que não mata o paciente.
E não se iludam, não só os alimentos industrializados estão sendo produzidos por poucos grupos, muitos grãos e produtos ditos "naturais" já são de propriedade de poucos grupos como monsanto.E leite, simplesmente não existe mais em sua forma natural!!!
No capitalismo moderno, o maior temor era a prevalência do monopólio(trust), infelizmente foi o que prevaleceu.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 5 usuários diz(em) obrigado a carlosrb pelo seu post:
(13-06-2014), Mediador (13-06-2014), Minerim (13-06-2014), pequeno gafanhoto (12-06-2014), Zunim (03-03-2015)
13-06-2014, 02:45 AM
Resposta: #4
RE: O Controle Mundial da Alimentação
Apesar de concordar com boa parte do que eu li, comparar Nesfit com estrelitas ou outro cereal infantil não faz sentido afinal eles tem diferença sim na composição, principalmente o teor de açúcares. Óbvio que ambos estão sujeitos a itens na composição que são potencialmente nocivos. E alguém acreditar que vai emagrecer comendo cereal me poupe né.
Mas como sempre digo aqui viver de orgânico não cabe no bolso de todo mundo. Aproveitar pra deixar meu relato aqui, eu hoje estou com sobrepeso mas já estive obesa, bastante indo quase pro primeiro nível de morbidez. Então parei de vez com o refrigerante, hambúrgueres, nuggets e cachorros quentes.
Não estou numa dieta super restrita pq sejamos francos, eu já tenho mente de gordo(fora ansiosidade) e não vou conseguir mudar do dia pra noite mas desde então eu perdi cerca de 14 quilos. E olha que eu sou preguiçosa pra caramba e nem estou indo a academia nem nada.
As peças fundamentais foram essas, refrigerante, hambúrguer(sabe aquela mania de comer na refeição mesmo como se fosse uma fatia de bife pq é mais rápido?), nuggets e salsicha. Agora imagina se eu continuasse cortando outros alimentos que ainda não consegui perder o hábito?
E pra dizer a verdade eu não fui em nutricionista também, tirei esses quatro vilões e os resultados vieram na minha cara. Ainda preciso perde cerca de 10 quilos para sair do sobrepeso e atingir o máximo que posso pesar pois sou bem baixa. Mas antigamente eu achava um feito impossível, agora sei que mudando a alimentação e esperando o tempo passar e deixar de preguiça compensa.

E voltando as marcas, vcs podem ver que assim como eletrônicos não tem nenhuma marca forte que seja brasileira, o mesmo se aplica as comidas. Mesmo que tenha filiais aqui, no final o dono de tudo é de fora e o dinheiro vai é pra eles. Não basta tem tudo quanto tipo de produto nocivo nas fórmulas o dinheiro nem fica aqui no final, apesar de circular.
Só a qtd de problemas de saúde que vai gerar no futuro pra população não compensa. E os casos de câncer só aumentando cada vez mais, até os cachorros sofrem pq praticamente todas as rações são transgênicas. E se a pessoa tiver tempo de cozinhar pro seu animal ainda não vai ter garantia que os alimentos também não são transgênicos. E mais uma vez se o orgânico não cabe no bolso da gente pra consumo próprio, imagina pra alimentar nossos animais.

E sobre o marketing é isso mesmo, já fiz uma disciplina disso e praticamente todos os produtos a gente vende uma ideia, ideologia, modo de vida e não o produto em si. Precisamos pensar num público alvo, decidir que conceito vamos vender, uma identidade, logo a pessoa passa a consumir tudo que for associado aquele grupo que ela acredita pertencer.
Por isso tantas celebridades, músicos, atores, jogadores são usados em campanhas publicitárias, pra ser um modelo de tal identidade/personalidade, um formador de opinião que na maioria das vezes nem entende do que está falando ou nem curte/é aquilo que divulga(o cachê é que importa).
O pessoal de marketing entende mais de psicologia do que a gente pode imaginar.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a CristalShip pelo seu post:
(13-06-2014), Mediador (13-06-2014), pequeno gafanhoto (24-06-2014), Zunim (03-03-2015)
Você encontra o Sal Rosa do Himalaya pelo menor preço na Tudo Saudável
16-06-2014, 11:56 AM
Resposta: #5
Apenas dez grandes companhias controlam a indústria de alimentos no mundo.
[/b][/b][/size]Apenas dez grandes companhias controlam a indústria de alimentos no mundo.[size=medium]
   
Um punhado de (apenas 10) grandes companhias controla a indústria de alimentos em todo o planeta!

Centenas de marcas conhecidas de produtos alimentícios industrializados que encontramos nas prateleiras dos supermercados nas grandes cidades dão a impressão de que o nosso dinheiro vai para muitas empresas diferentes. No entanto, este não é o caso: a grande maioria dessas marcas registradas pertencem a apenas um punhado de APENAS dez grandes empresas com penetração no mercado mundial.

O gráfico a seguir apresenta uma visão geral de para onde o nosso dinheiro realmente vai quando compramos alimentos industrializados em supermercados nas pequenas, médias e grandes cidades    


Por que essa concentração é prejudicial ao consumidor?

Esta é uma pergunta legítima: o que faz do fato de que estas empresas são controladas por tão poucas companhias/conglomerados gigantes serem uma coisa ruim? Isso não é o resultado apenas funcional do nosso sistema econômico?

De fato, acreditamos que esta convergência e concentração são prejudiciais por diversas razões, em vários níveis, que estão todos mais ou menos relacionados. Aqui estão cinco principais:


1 – Estas empresas são tão grandes que elas têm uma política própria e perigosa:

A razão é que, de alguma forma, engloba todas as outras. Os LUCROS dessas empresas são gigantescos: sozinha, a NESTLÉ gerou mais de US$ 37 bilhões de lucro em 2010. No entanto, esse dinheiro é rapidamente convertido em poder político. De fato, em nosso sistema político, os grupos de pressão estão constantemente fazendo esforços para passar ou bloquear a legislação não favorável aos seus interesses. Em geral, os grupos de pressão são mais bem financiados e organizados, além de terem os meios para ter uma grande influência sobre as decisões finais.
   


As grandes indústrias de alimentos realizam lobby constante em todos os níveis possíveis: os níveis internacional, nacional e local. Além disso, grandes somas de dinheiro são investidas por essas empresas nas campanhas para o referendo de vários candidatos políticos de todos os partidos, nos principais países. Seria ingênuo acreditar que essas empresas investem todo esse dinheiro (em 2010, a Kraft gastou meio milhão de dólares em contribuições a candidatos políticos americanos, a Nestlé, sozinha doou cerca de US $ 300.000 para a campanha de Arnold Schwarzenegger se eleger governador na Califórnia), sem esperar nada em troca: eles querem ter uma palavra final sobre a legislação que vai ou não ser aprovada. Quando perguntado se a favor ou contra sobre os projetos que vai pressionar, o único critério que parece se aplicar na escolha é o lucro máximo possível.

Isso faz sentido e parece razoável, uma vez que são as empresas que, apesar de tudo, têm a missão de fazer lucro. No entanto, a pressão política para o lucro ESTA muitas vezes em conflito com o interesse do público, para que os políticos possam ser capazes de trabalhar sem pressões de compensação. É ruim para todas as empresas que o seu interesse venha antes que os interesses da população em geral, especialmente quando se trata de áreas importantes como a saúde pública.


A legislação do registro da rotulagem de produtos que contenham organismos geneticamente modificados (OGM) é um bom exemplo para o momento, é impossível ainda saber se os OGM têm um efeito perigoso para a saúde ou não. Apesar disso, a maioria dos produtos nas prateleiras dos supermercados já contêm OGM. O estado de Oregon EUA tentou ainda em 2002 introduzir legislação para obrigar as empresas a divulgar os produtos que contêm OGM.

Não estamos falando aqui de proibição dos OGM, ou até mesmo reduzir o seu uso, mas apenas INFORMAR na embalagem aos consumidores sobre a sua presença nos produtos adquiridos, e dando-lhes a opção de compra-los ou não. Um enorme lobby que representa as companhias gigantes da indústria de alimentos foi então formado, com cada empresa contribuindo para derramar dezenas de milhares de dólares contra a aprovação do projeto (a Pepsico investiu $ 127.000 dólares, a Procter & Gamble, $ 80.000). No final, o projeto de lei não foi aprovado .



Os políticos representantes eleitos pelo público, que, em princípio, deveriam proteger as pessoas que os elegeram, estão rapidamente se tornando impotentes, especialmente se a sua eleição depende de fundos adiantados por essas mesmas empresas. Esta é uma forma indireta de corrupção legal, e é fácil acreditar que, se fosse possível, estas corporações iriam usar meios muito mais diretos (de suborno).

A gigante UNILEVER também admitiu ao jornal New York Times, que dava subornos, propinas, ou “pagamentos fáceis” para membros de governos em alguns países do mundo em desenvolvimento. A Unilever disse que não incentiva esse tipo de prática, mas de vez em quando “tolera um costume local”. Em outras palavras, se os políticos são corruptíveis no local em que a empresa tenha interesses e já estão recebendo subornos, propinas, vamos apreciá-lo !



2 – Impactos na Saúde pública
Isso é lógico e natural: a nossa saúde é em grande parte afetada também pelos alimentos que ingerimos, é a partir deles que constituímos e mantemos o nosso corpo saudável. Na medida em que a grande maioria dos alimentos que compramos são fornecidos por um número muito pequeno de empresas, cada um dos quais passa a ter um papel enorme a desempenhar na nossa saúde, que de certo modo esta nas mãos destas mesmas empresas. No entanto, ao contrário do que eles bem possam dizer através de vários anúncios publicitários, a nossa saúde não faz parte das suas preocupações sinceras, muito pelo contrário.

Em 2005, quase todas as grandes empresas multinacionais de alimentos se uniram para pressionar o governo francês, que se preparava para aprovar uma lei proibindo venda de refrigerantes e lanches como “junk food” em escolas, assim como mudar o tipo de publicidade que envolve os alimentos não saudáveis. Uma grande parte do projeto teve que ser abandonado depois de muita pressão por parte da indústria de alimentos.


Pior, apesar dos estudos da Organização Mundial da Saúde e da UNICEF que mostram que o uso de LEITE EM PÓ como substituto para o leite materno para alimentar os bebês contribui para a morte de 1,5 milhões de crianças por ano nos países subdesenvolvidos. A Nestlé, é a maior fabricante de substitutos do leite materno no mundo, promove abertamente a escolha de usar alimentos substitutos, mesmo que a mãe SEJA capaz de amamentar. Eles vão financiar clínicas médicas em países subdesenvolvidos que estão dispostos a promover o seu leite em pó como substituto ao aleitamento materno.

Estas práticas são diretamente responsáveis pela morte ou problemas de saúde de milhões de crianças, existe um movimento de boicote internacional da Nestlé desde os anos 80 por causa desta controvérsia do leite infantil industrializado.


3 – Impactos na economia
Economicamente, o pequeno número de grandes empresas controladoras do mercado de alimentos industrializados nos coloca em uma situação de risco de termos que enfrentar um oligopólio. Duas grandes consequências daí advêm:

Primeiro, um mercado controlado por um pequeno número de empresas apresentam “barreiras à entrada” de novos competidores, que quer dizer que qualquer nova empresa a tentar entrar nesse mercado vai ter vida difícil, se não impossível. Por exemplo, se um novo fabricante produtor de alimentos tem a sorte de seu supermercado local se comprometer a vender o seu produto, muitas vezes ele é posto em prateleiras quase inacessíveis, afastando e desencorajando os consumidores para comprá-los, porque estarão quase escondidos.


De fato, os locais bem visíveis são reservados para as grandes multinacionais de alimentos industrializados, que pagam caro pelo privilégio. Um pequeno produtor simplesmente não tem o orçamento para competir com eles. Além disso, as pessoas estão acostumadas as marcas de grandes empresas, e o reflexo (condicionamento inconsciente pela propaganda) imediato de comprar essas marcas (que também recebem apoio de publicidade maciça), o que torna a competição com eles muito mais difícil.

E, se um produtor finalmente conseguiu entrar no mercado com um produto que interesse os consumidores, é muito provável de ser rapidamente adquirido por uma dessas multinacionais, e sua marca vai se tornar apenas mais uma das centenas das que “eles já possuem. Tudo isso impede a concorrência saudável no mercado.

Em abril de 2011, a Procter & Gamble teve que pagar €$ 211.000.000 em multas após ser condenada de fazer parte de um cartel de preços na Europa em oito países em conjunto com a Unilever e Henkel. A Henkel, a menor das três empresas (e, portanto, a que se beneficiou menos) não foi punida porque foi quem denunciou o cartel para as autoridades.

[b]4 - Impactos Ambientais.


Empresas que controlam a indústria de alimentos têm, em geral, um histórico com problemas ambientais. Em 2001, a Kraft decidiu investir fortemente em uma empresa de lobby do governo Bush para argumentar contra o protocolo de Quioto.
Na China, PepsiCo e Nestlé foram condenados pela poluição dos cursos de água. A Unilever, por sua vez, ilegalmente despejou 7,4 toneladas de resíduos contaminados com mercúrio na entrada para a floresta Pambar Shola na Índia, adjacentes a uma cidade com alta densidade populacional. A Unilever foi forçada a fechar a planta industrial de mercúrio por este motivo.
   

Também não é surpresa que a Procter & Gamble fez campanha para enfraquecer medidas europeias de proteção ambiental sobre produtos químicos. Devido às pressões da P & G, a legislação final aprovada em 2003 pelo Parlamento Europeu protege apenas muito pouco o meio ambiente e a população das substâncias tóxicas usadas em produtos domésticos. Este comportamento “militante” anti-ambientalista demonstrado por estas grandes empresas só tem um objetivo: assegurar que o custo da produção de seus produtos seja o mais barato possível no curto prazo. Danos em longo prazo para a população geral de nosso planeta, incluindo os animais e o meio ambiente, não tem peso, mas ele parece aceitável.

Mas o impacto mais significativo que essas empresas têm sobre o meio ambiente pode estar relacionada com o uso maciço de óleo de palma na produção de seus alimentos industrializados. De fato, os impactos devastadores (o desmatamento em grande escala, a realocação de comunidades que levam a situações de violência, a extinção de espécies animais, emissão de gás estufa) da indústria de óleo de palma foram verificados nos últimos anos, mas o óleo de palma ainda é usado extensivamente em uma variedade de produtos transformados, principalmente por causa do seu custo muito baixo e o fato de que é um substituto (tão insalubre ) da gordura trans.



5 – Impactos Humanos[b]


A reputação de várias multinacionais, como as condições de trabalho que impõem aos seus trabalhadores no exterior é algo mais a se citar. Ao longo dos anos, essas grandes empresas que operam em vários áreas estiveram sempre situadas no centro de vários escândalos. O fato de que a indústria de alimentos tenha também participação, provavelmente, não surpreende. No entanto, a gravidade das ações de algumas dessas empresas pode surpreender a muitos.

Em 2005, a Nestlé foi perseguida pela ILRF (Fundo Internacional Direito do Trabalho) pelo tráfico de crianças. Estas crianças são trazidas para a Costa do Marfim (África) desde países vizinhos para trabalhar em plantações de cacau (produção de chocolate) utilizados pela empresa. Apesar de vários avisos recebidos, ao invés da empresa parar com essas práticas, a Nestlé nunca realmente sequer respondeu às interpelações antes de continuar a sua operação. Outra ação foi lançada nos Estados Unidos, onde a Nestlé é acusada de cumplicidade no sequestro, escravidão e tortura de crianças em vários países da África Ocidental.

Para não mencionar o assassinato de um líder sindical na Colômbia. Ele havia denunciado publicamente a estratégia desleal que permitiu a Nestlé mudar a rotulagem de leite em pó importado para o produto parecer ser um produto local. O leite em Pó, muitas vezes com prazo de validade vencido, foi importado de países vizinhos com desconto. A denúncia levou a uma investigação da polícia que confirmou os fatos e levou à Nestlé ao tribunal por minar a saúde pública. Vários outros assassinatos misteriosamente atingiram trabalhadores que entraram com ações contra a Nestlé. Mas este tipo de prática não é monopólio da Nestlé: o caso da Coca-Cola chama atenção também.

Como reagir?

Difícil não se sentir impotente diante das grandes multinacionais que têm orçamentos muito grandes, uma grande influência política e sempre pode pagar os melhores advogados para combater qualquer acusação. Mas as receitas exorbitantes dessas empresas, que mantêm essas práticas não crescem em árvores … eles saem dos nossos próprios bolsos! E contribuímos com eles diariamente, quando compramos centenas de produtos que eles nos oferecem nas principais prateleiras dos grandes supermercados.
[b]

A alimentação mundial é um mercado enorme: cada um de nós deve se alimentar diariamente para se manter vivo. Nossas visitas ao supermercado são regulares e representam uma boa soma, uma grande parte do nosso orçamento mensal. Seria errado acreditar que o impacto que cada um de nós tem sobre esta indústria é mínimo. Faça um exercício, e calcule quanto dinheiro você gasta em compras de produtos dessas grandes empresas por ano.

Melhor ainda, experimente em sua próxima visita ao supermercado, qual a percentagem de produtos que você compra são vendidos por estas poucas multinacionais: você pode calcular aproximadamente quanto dinheiro que voce lhes canaliza com suas compras. O resultado pode ser surpreendentemente elevado. Assim, mesmo que seja apenas um de nós que cortasse a sua contribuição mensal, o impacto já será de milhares de dólares!

Dois obstáculos surgem, no entanto:

- É difícil evitar os produtos vendidos por um punhado de empresas. Eles estão por toda parte, e às vezes pode parecer que não há outra alternativa oferecida: se você não comprar o produto Nestlé, então vai comprar o Kraft ou Pepsico. Mas existem alternativas, basta procurar por elas. Essa opção mais consciente às vezes exige um esforço extra, especialmente o esforço para fazer um pouco de pesquisa sobre a origem dos produtos que escolhemos para comprar (e da empresa que o fabrica).

Este esforço é visto em nível individual, no entanto, será recompensado pela consciência de ser uma boa escolha, e em conjunto com o dinheiro investido fora deste sistema de oligopólio.

- As marcas possuídas por estas empresas já são parte de nossas vidas e hábitos por muito tempo, elas estão por toda parte. Estamos acostumados, por vezes ligados à elas. Maciça publicidade nos encoraja a comprar cada vez mais esses produtos (às vezes completamente supérfluos). Muitas vezes, é muito difícil imaginar banir todas essas marcas das nossas vidas, de repente e mudar completamente nossos hábitos em um instante, essa atitude simplesmente não é realista.
   


Mas esses obstáculos não devem nos impedir a ação! Primeiro, pode ser conveniente imprimir o nosso grande gráfico acima dessas marcas e levá-lo consigo para o supermercado para fazer o diagnóstico de nossos hábitos, mas também procurarmos para os produtos que NÃO pertencem a essas empresas: assim nos tornamos conscientes das alternativas possíveis.

Então, é possível experimentar os produtos que são oferecidos como alternativa, talvez mais do que vai recorrer, e os nossos hábitos serão mais fáceis de se mudar. Também pode ser benéfico tentar mudar nossos hábitos de consumo, um por um: ao longo do tempo, o impacto vai crescer mais e mais, e nós também não vamos nos desestabilizar. Esta abordagem é, pelo menos, mais realista do que um súbito e inflexível boicote aos produtos dessas grandes empresas, mesmo que seja idealmente desejável.


Informem-se!

Não sejamos manipulados pela publicidade, porque é através da ignorância que essas empresas são capazes de ter um poder tão grande. De fato, se todos estivessem cientes de todas as suas ações, os seus enormes lucros diminuiriam progressivamente: há muito poucas pessoas dispostas a apoiar suas ações. A riqueza de informações e artigos disponíveis na internet sobre o assunto esta apenas esperando para ser explorado. Para os interessados neste tema, também recomendo o excelente documentário Food Inc., que retrata a indústria de alimentos nos Estados Unidos (nos EUA situação é muito parecida com a nossa na Europa).
attachment=2593]


Finalmente, não deixe de visitar as páginas que criamos em algumas das empresas onde listamos resumidamente (e incompleto) fatos interessantes sobre cada uma. Incluímos a empresa ConAgra , que não está no gráfico grande, porque é menor das grandes empresas. A decisão de dedicar uma página sobre o escândalo sobre ética: nós convidamos você a visitar a página da ConAgra e julgar por si mesmo.

.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Fonte: http://www.convergencealimentaire.info/


Arquivos Anexos Imagens
   

"E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música."
Friedrich Nietzsche

Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 8 usuários diz(em) obrigado a avalon pelo seu post:
(16-06-2014), Célio Freitas (25-06-2014), DeOlhOnafigueira (16-06-2014), hk1321 (16-06-2014), Mediador (17-06-2014), sobrevivencialista (16-06-2014), Spectro (16-06-2014), Toualy (16-06-2014)
16-06-2014, 05:58 PM
Resposta: #6
RE: Apenas dez grandes companhias controlam a indústria de alimentos no mundo.
Agente pode ate tentar diferenciar nas marcas mais no fundo elas são do mesmo dono....

Acabei de ver dois shampoos aki em casa o seda e o clear os dois são do mesmo dono a unilever.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 5 usuários diz(em) obrigado a sobrevivencialista pelo seu post:
(16-06-2014), avalon (16-06-2014), Mediador (17-06-2014), Rox Extreme (02-04-2015), Spectro (16-06-2014)
17-06-2014, 12:55 PM
Resposta: #7
RE: O Controle Mundial da Alimentação
@avalon, seu tópico foi mesclado a um anterior o qual trata sobre o mesmo assunto: O Controle Mundial da Alimentação exercido por um limitado número de corporações.

[Imagem: fe8f66bb63.jpg]

"Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima." (Lucas 21:28)
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Mediador pelo seu post:
(18-06-2014), avalon (17-06-2014)
Loja Tudo Saudável
17-06-2014, 02:59 PM
Resposta: #8
RE: O Controle Mundial da Alimentação
(17-06-2014 12:55 PM)Mediador Escreveu:  @avalon, seu tópico foi mesclado a um anterior o qual trata sobre o mesmo assunto: O Controle Mundial da Alimentação exercido por um limitado número de corporações.

beleza Wink

"E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música."
Friedrich Nietzsche

Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a avalon pelo seu post:
Mediador (18-06-2014)
17-06-2014, 10:03 PM
Resposta: #9
RE: O Controle Mundial da Alimentação
É eu fico pensando como vou confiar na qualidade e nas decisoes de10 grandes empresas, se nas poucas decisões que vem a público nas suas declarações a gente encontra conceitos do tipo....

.... a agua não é um direito essencial, que alimentos OGM são completamente seguros para humanos e para a natureza, que são éticos ao anunciarem seus produtos e na utilização de aditivos, e quimicos para melhorar sabor, visual, odor, estimular as sensibilidade dos consumidores e aumentar a vida util com conservantes. Isso tudo pensando apenas em fazer bem a sua saude. KkkkkkTongue

Fora isso, nós mesmos somos cumplices, pois fazemos o trabalho sujo defendendo e criando estas formulas de maximizar os lucros das grandes corporações, pois estamos cegos e presos a um sistema e por um salario e bonus atrativos defendemos qualquer causa, enfim não somos muito melhores que eles, afinal damos isso para nossos filhos comerem, e fingimos que é bom, simplesmente porque é mais fácil comprar pronto industrializado do que fazer. Huh

A verdade da grande maioria dentro do sistema é cruel, por isto a a massa prefere não acordar é melhor ignorar as evidencias e se conseguir dormir em paz, de preferencia com bons sonhos que no futuro podem virar potencias pesadelos...Dodgy


Vamos a luta, mudar depende de nós, 10 empresas controlando o mercado só favorece o plano dos poderosos, no supermercado se ainda não conseguimos nos libertar do industrializado procuremos pelo menos sair foras das grandes corporações e das grandes redes.

Abracos,
Redfoca

Onde o espírito não teme, a fronte não se curva.

Rabindranath Tagore
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Redfoca pelo seu post:
(18-06-2014), Mediador (18-06-2014), Zunim (11-03-2015)
18-06-2014, 02:29 PM
Resposta: #10
RE: O Controle Mundial da Alimentação
avalon Escreveu:
[Imagem: attachment.php?aid=2592]


Os alimentos da Kellogg's estão cheios de beterrabas-OGM (geneticamente modificadas): Junte-se ao boicote!


À luz dos perigos que cercam os organismos geneticamente modificados (OGM), as empresas possivelmente estarão deixando gradativamente de usar os ingredientes polêmicos, ou em outros casos, apenas rotulando-os.

Felizmente, alguns países estão proibindo alguns tipos de OGM.

Mas nem todas as empresas estão felizes com esta situação.

Na verdade, alguns dos cereais mais populares, como os Froot Loops (de flocos de milho) contém uma carregada dose de beterrabas geneticamente modificadas (entre outros ingredientes prejudiciais). A gigante dos cereais Kellogg's está usando a beterraba modificada pela engenharia genética da Monsanto para adoçar sua refeição da manhã, e neste ritmo, cerca de 90% da indústria de alimentos seguirá o "exemplo", a menos que nós, com uma consciência coletiva, deixemos de comprar produtos que estão cheios de OGM.


[Imagem: gmo_flakes-263x190.jpg]


Estas beterrabas estão sendo cultivadas nos EUA desde 2008, mas a Kellogg's não permite que estas mesmas beterrabas cheias de OGM viajem em navios para a Europa, uma vez que vários países da União Europeia não toleram o seu cultivo.


O site da Kellogg's afirma: "Por mais de 100 anos, temos trabalhado apaixonadamente para ajudar as famílias a consumir o melhor cereal, e continuar sendo a melhor".


"Ser a melhor" e continuar produzindo um açúcar geneticamente modificado é uma bizarra contradição. E algumas pessoas claramente não concordam com a Kellogg's, uma vez que estas planejaram uma recente sabotagem de dois campos de beterrabas transgênicas no mês passado em Jackson County, no Estado do Oregon.

Um total de seis mil plantas foram destruídas. Por que alguém iria querer destruir "simples e doces beterrabas"?


Para começar, a beterraba geneticamente modificada passa pelo "trabalho" do Roundup Ready - o que significa que elas devem ser muito resistentes ao herbicida "best-seller" da Monsanto.

Os produtos químicos Roundup são no mínimo questionáveis ​​e, realmente, puramente perigosos. Seu principal ingrediente é o glifosato, o qual a Monsanto chama de "herbicida perfeito", mas está comprovado que tal produto é a causa de uma das maiores incidências de câncer de mama no mundo, conforme publicado em um estudo realizado pela National Library of Medicine.

Portanto, este produto químico está associado a muito, muito mais problemas...


Além disso, o glifosato foi encontrado na urina de vários residentes europeus, que foram voluntários aleatórios convidados a participar de um estudo para ver se as pessoas estavam mesmo sendo expostas a esta substância química, os quais não ingeriram de maneira nenhuma alimentos transgênicos.

Portanto, o glifosato pode ser apenas mais invasivo do que inicialmente suspeitado. Este estudo sugere que estamos sendo expostos a este químico na nossa alimentação, água e solo, mesmo que não comamos alimentos transgênicos.



Consumir produtos da Kellogg's, portanto, é como adicionar uma dose extra de veneno para o seu sistema endócrino e consequentemente danificar o seu sistema imunológico.




Você pode se juntar à Rede de Ação Corporativa e assinar esta petição que exige que a Kellogg's pare de usar OGM - como já o fazem em suas exportações europeias, ou você pode simplesmente mudar para bons e velhos hábitos saudáveis, como consumir aveia orgânica e leite de amêndoas, uma xícara de café (não de café OGM) e uma fruta orgânica no café da manhã. Você vai desfrutar de uma melhor saúde e drenar os lucros das empresas, que continuam a persistir no uso de OGM contra o público, que abriu os olhos e está pedindo para parar.




RT.com


Read more: Natural Society



Fonte: Illuminati - A Elite Maldita

[Imagem: fe8f66bb63.jpg]

"Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima." (Lucas 21:28)
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Mediador pelo seu post:
Zunim (11-03-2015)
Pasta de Dente sem Flúor Oralin Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Projeto de lei que afrouxa controle de agrotóxicos ULTRON 1 241 09-05-2018 11:26 PM
Última Resposta: Doc S
  Assumindo a nossa Alimentação, Seremos a Última Geração de Seres Humanos? lone warrior 36 20,203 17-05-2016 11:16 AM
Última Resposta: Álvaro
Exclamation Acido x Alcalino - Alimentação correta Zeddicus Zul Zorander 15 92,132 02-04-2016 03:03 PM
Última Resposta: jjmac
  Evite que o Aperto no Bolso Deixe sua Alimentação Mais Pobre admin 1 1,434 30-01-2016 07:04 AM
Última Resposta: MARCELO DF
  Organização Mundial da Saúde Confirma: Bacon Causa Câncer admin 15 3,508 02-12-2015 12:18 AM
Última Resposta: Angelick

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 126 usuários online.
» 2 Membros | 124 Visitantes
dyego.jhou, marcosarierom

Estatísticas do Fórum
» Membros: 20,455
» Último Membro: HERMES SALES CAMPOS
» Tópicos do Fórum: 25,070
» Respostas do Fórum: 268,392

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Simbologias Satânicas no edifício Wilton Paes de Almeida
Última Resposta Por: Nikoloz
Hoje 11:57 AM
» Respostas: 26
» Visualizações: 2140
Mundo Paralelo / Outra Dimensão
Última Resposta Por: Unk
Hoje 11:19 AM
» Respostas: 17
» Visualizações: 777
IA o Exterminador do futuro?!
Última Resposta Por: rmuller
Hoje 10:10 AM
» Respostas: 28
» Visualizações: 6825
Maçonaria Françesa X Maçonaria Inglesa
Última Resposta Por: NoNOM
Hoje 09:11 AM
» Respostas: 8
» Visualizações: 836
Porque Tesla acreditava que os números 3, 6 e 9 são segredos para o nosso universo
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 12:00 AM
» Respostas: 2
» Visualizações: 390
A ERA DO ENGANO
Última Resposta Por: pablo_hp
Ontem 07:06 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 121
Os misteriosos megálitos da Rússia podem ser evidência de civilizações avançadas perd
Última Resposta Por: Thucks
Ontem 06:02 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 92
Símbolos Aborígenes Australianos descobertos no pilar de 12 mil anos na Turquia
Última Resposta Por: Thucks
Ontem 05:51 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 75
Pirâmide na Indonésia poderia mudar a história convencional
Última Resposta Por: Thucks
Ontem 05:21 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 120
Bracelete de 40.000 anos abala a história
Última Resposta Por: Thucks
Ontem 05:03 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 92
Os Gigantes Construíram o Templo de Lepakshi?
Última Resposta Por: Thucks
Ontem 04:28 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 93
Evidência de tecnologia avançada no Egito Antigo cortou pedra
Última Resposta Por: Thucks
Ontem 04:06 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 108
No Kosovo, encontrou um transformador com 20 mil anos de idade
Última Resposta Por: Thucks
Ontem 03:50 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 135
E se formos apenas uma simulação de computador?
Última Resposta Por: Thucks
Ontem 03:32 PM
» Respostas: 13
» Visualizações: 4528
O Cérebro Russo
Última Resposta Por: Thucks
Ontem 02:29 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 236
Prenúncio do fim do PCC é encontrado no centro de uma rocha de 270 milhões de anos
Última Resposta Por: Thucks
Ontem 02:20 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 437
WAFFLE ROCK: UM RESÍDUO DE UMA TECNOLOGIA DE 300 MILHÕES DE ANOS ATRÁS?
Última Resposta Por: Thucks
Ontem 02:04 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 250
RELATIVISMO
Última Resposta Por: NoNOM
Ontem 11:43 AM
» Respostas: 2
» Visualizações: 215
Entenda o que é GIPS: A Islamofobia é a própria Nova Ordem Mundial
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 01:16 AM
» Respostas: 9
» Visualizações: 383
Coletivismo
Última Resposta Por: pablo_hp
Ontem 12:16 AM
» Respostas: 16
» Visualizações: 545
15 vezes o Simpson previu corretamente o futuro
Última Resposta Por: Doc S
21-05-2018 09:29 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 486
A verdade por trás do desarmamento
Última Resposta Por: StephanieDK
21-05-2018 05:33 PM
» Respostas: 9
» Visualizações: 720
A Cia age livremente no Brasil, sem que ninguém a incomode. E à ABIN? Bem, a ABIN...
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
21-05-2018 04:01 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 220
Fome gera deserção em massa nas forças militares venezuelanas.
Última Resposta Por: Beobachter
21-05-2018 03:14 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 168
SIONISMO: A verdadeira face do mal
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
21-05-2018 10:43 AM
» Respostas: 46
» Visualizações: 19439
Brasil: onde a vida humana é desprezada, odiada, perseguida e discriminada.
Última Resposta Por: Unk
21-05-2018 10:39 AM
» Respostas: 13
» Visualizações: 2029
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Justo
21-05-2018 10:28 AM
» Respostas: 840
» Visualizações: 170704
Canal "Ciência de Verdade" Anti Globalista, Perseguido
Última Resposta Por: Elenin20182024
21-05-2018 01:29 AM
» Respostas: 54
» Visualizações: 4712
Nibiru, Elenin, - Transformações da Terra - o que ninguém te conta
Última Resposta Por: Elenin20182024
21-05-2018 01:24 AM
» Respostas: 1252
» Visualizações: 542949
Hitler era bastante islamófilo
Última Resposta Por: ked
20-05-2018 09:58 PM
» Respostas: 11
» Visualizações: 444

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial