Conheça os Benefícios do Matcha


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 4 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
O Macabro Plano Andino - Já está acontecendo?
31-12-2013, 09:48 AM (Resposta editada pela última vez em: 31-12-2013 09:52 AM por Firenze.)
Resposta: #1
O Macabro Plano Andino - Já está acontecendo?
Invasão sionista na América Latina
[Imagem: andi.jpg]

http://en.wikipedia.org/wiki/Andinia_Plan
http://es.metapedia.org/wiki/Plan_Andinia

Quem está verdadeiramente por trás do Foro De São Paulo... Vão vender um comunismo disfarçado de socialismo, mas é um comunismo só deles(como é o sistema judaico), depois que nos enganarem usando de nossos ideais mais nobres, vão nos usar para desmantelarem o estado democrático, depois vão nos esquecer, e implantarem o Estado judaico sionista totalitário. Soma-se a isso que o clã kirchner é sionista até o último fio de cabelo. O Fidel e o seu sobrenome vem do famoso clã os Castros (clã com um histórico bem "interessante". Quem apoiou Fidel no poder foi a poderosíssima família Bacardi(vai um rum aí?) isso mesmo poderosa na indústria e comércio de bebidas alcoólicas (aliás como todas as grandes são judaicas). O clã Bacardi (exilada na Costa Rica apoiou financeiramente a CIA(que é 100% kosher) e este clã tem grande influência nos EUA. E por aí vai. O judaico sionismo nunca precisou de canhões para dominar as Américas, só de maletas pretas cheias de dólares e muito circo holywoodiano. (Profa.Márcia Regina Zaros)

- No Chile, cercado pela sionista CIA, Allende queria conduzir o Chile no regime socialista não teve alternativa; deu fim a sua vida apertando o gatilho contra si, com a arma fornecida pelo comunista Fidel Castro. O Chile foi invadido pelos EUA sobre as vistas de Pinochet... mortes e genocídios tomaram as ruas chilenas.

- No Brasil, Lincoln Gordon pediu a intervenção do Estado americano para apoiar um golpe anti-Jango que já estava sendo articulado e patrocinado. No dia 31 de março de 1964, teve início a Operação Brother Sam. Os norte-americanos chegaram a enviar à Frota do Caribe, próximo do Espírito Santo, 100 toneladas de munições, navios petroleiros, aviões de caça, navios de transporte de helicópteros, encouraçados, destroyers e aviões que transportavam armamentos pesados. O exílio de João Goulart ao Uruguai de forma pacífica se deu porque ele temia o desencadeamento de uma guerra civil; enquanto isso, Fidel Castro treinava os brasileiros como guerrilheiros para neste país implantar o comunismo cubano de Lênin leninismo - Stalin Russian Revolution.

Cercados pelo inimigo

Para os que acham que não precisamos de um exército forte vejam...

[Imagem: 1.jpg]



Confirmem abaixo ano 20??: está próximo? A Revolução comuno-indigenista que toma conta do Brasil, especialmente em nossas fronteiras. Publicados separadamente não dão a dimensão para onde nos conduz a ação da sionista CIMI (Conselho Missionário Indigenista), da CNBB, do Conselho Mundial das Igrejas, de diversos governos estrangeiros e milhares de ONGs internacionais e nacionais. É obra sobretudo dos governos FHC e Lula da Silva. Já toma conta de 13% do território nacional.

É POR ESTE MOTIVO QUE AS GOVERNANÇAS CIVIS TIRARAM OS PODERES DAS FORÇAS ARMADAS, DESARMARAM A POPULAÇÃO BRASILEIRA, E ARMARAM AS FARC/MST...?

America del Sur en pie de Guerra contra la Invasion Sionista que quiere adueñarse de Latinomaerica??

PATAGÔNIA??
[Imagem: planandiniaai3.jpg]


PLANO ANDÍNIA: (projeto dos sionistas)

"Estamos vendo com mais freqüência que novas nações emergem no mundo, para que isso aconteça, deve haver uma razão. Se não, você tem que criá-lo, você precisa planejar, organizar e preparar a sua execução. "Agora, que não há nenhuma razão particular. Para criá-lo, a situação a nosso favor. Um deles é, em princípio, CHAOS aprofundar a confusão existente promover, aprofundar a corrupção, especialmente na política, administrativa, cultural e social. "No campo econômico, devemos aumentar a corrupção administrativa e ilegal especulação promover e aprofundar e especulação, trazem miséria e injustiça à sua conclusão final, especialmente nas aldeias abrangidas pela área de Andinia, Capital Federal resultante da devastação dos direitos federais das províncias; reprimir qualquer ato que representa a reação ou acção de auto-defesa pelo povo. Nestes repressão violenta é de primeira necessidade a ser utilizadas as tropas das Forças Armadas, especialmente o Exército, porque o que irá produzir o confronto com as pessoas, levando a descrédito. Consequentemente, moral causa enfraquecimento dos seus membros: um profundo processo de desintegração a ser apresentado através do governo, causando confrontos sucessivos dentro dele, o que será alcançado CAOTIZACIÓN de suas pinturas e corrupção de sua disciplina, atingindo o menor nível de desempenho e eficiência.

Nos fins do sec. XIX um grupo de europeus decidiu colonizar esse território. Conhecidos como “Sionistas” era constituído por uma minoria de extremistas dentro das colectividades judaicas. Queriam criar uma pátria judaica, pensaram inicialmente em localizar-se algures em Africa ou na América do Sul (Plano Andínia), acabando por escolher a Palestina para implantar essa colonia.

Tais imigrantes não causaram, de início, qualquer problema. Porém, à medida que aumentava a deslocação de sionistas para a Palestina – muitos com o desejo explicito de se apoderarem do território para fundar um estado Judeu – a população autóctone foi ficando cada vez mais preocupada. Como consequência acabou por haver lutas entre os dois grupos, com escalada das vagas de violência.

O Sionismo é uma heresia, e os verdadeiros judeus não são contaminados pelo Sionismo. Judeus verdadeiros não se envolvem com as atividades sionistas. De acordo com a Torah, não nos é permitido insultar, humilhar ou dominar outro povo.

* Toda terra deve ser devolvida à nação palestina, e outras terras ocupadas devem ser devolvidas à Síria e ao Líbano.

* Políticos sionistas e seus companheiros de viagem, mesmo se aparentarem religiosidade, não falam pelo povo judeu. De fato, a conspiração sionista contra a tradição e lei judaicas tornam o Sionismo e todos os seus feitos e entidades os arqui-inimigos do povo judeu!

* O Estado Sionista ou qualquer organização sionista, ou uma que se auto-denomina "Conselho Ortodoxo Mundial" e qualquer indivíduo envolvido neste tema não representa os Judeus fiéis à Torah.

* Os judeus fiéis à Torah pedem que os políticos envolvidos com o assunto parem de lidar com isso.

Atenção! todos os países do nosso continente, Não confie em nenhum deles. Eles são astutos como as serpentes, mas de olhar inocente.


Discurso do sionista Menachem Begin, primeiro ministro do estado de ISRAEL entre 1977 e 1983 para o Knesset, o Parlamento israelense:

"Nossa raça é a raça mestre. Nós judeus somos deuses divinos neste planeta. Nós somos tão diferentes das raças inferiores como eles são de insetos. Na verdade, em comparação com a nossa raça, outras raças são bestas e animais, gado na melhor das hipóteses. Outras raças são consideradas excremento humano. Nosso destino é para se pronunciar sobre as raças inferiores. Nosso reino terrestre será regido pelo nosso líder, com uma barra de ferro. As massas vão lamber nossos pés e nos servir como nossos escravos. "
Menachem (Um terrorista Sionista Askhenazi- Khazarian)

Tem sido uma constante que tudo relacionado com o chamado "Plano de Andinia" e as ações do sionismo na Argentina foi classificado, de forma consistente, como resultado da "mente febril" do nacionalismo.

Vamos limitar-nos a publicar o seu texto original e completo, como é óbvio a partir do conteúdo da reunião secreta realizada em 1969 pelo rabino Gordon com líderes judeus em Buenos Aires.

Desenvolvimentos recentes, como o anúncio de que um rendimento grande área da Patagônia para imigrantes judeus russos (as quantidades reais falar de uma primeira onda de 60.000 a 600.000 indivíduos atingem) foram tratados e analisados ​​a sério e base para várias publicações no campo nacional, que isenta-nos de uma análise mais aprofundada.

Nós apenas queremos dar ao leitor a versão completa do "Plano de Andinia" para compará-los com isso e tirar suas próprias conclusões.

A reunião secreta

[Imagem: reunion2bpre2by2bpro.jpg?w=509&h=346]


Para começar, sabemos que a classe dominante chilena é composta principalmente de judeus e pelos maçons sociedade secreta, a Maçonaria é uma organização pseudo-religiosa que é gerenciado pelo judaísmo internacional.

O Judaísmo controla completamente os governos da Inglaterra e da América, e o apoio econômico e militar desses países para o Chile, e tratam de tentar prejudicar os outros países latino-americanos através do FMI e da dívida externa controlada pela bancário mundial nas mãos de judeus .

Isto explica também o apoio incondicional a Israel dos EUA e Inglaterra, e seus ataques constantes sobre os árabes, as grandes agências de notícias só nos dão informações que são útieis para eles, em muitos casos distorcidas e falsas.

Quase todas as autoridades norte-americanas são judeus, como os seus presidentes, Roosevelt (passou de judeu alemão Rosenfeld), Truman, Eisenhower, Ford, Carter, etc.

O atual secretário da Defesa Rumsfeld, seus empresários mais poderosos, como Bill Gates, Rockefeller (Rosenberger mudou, etc.

Em 1990, em entrevista à revista brasileira "Veja" o presidente do Citibank o judeu John Reed disse: "O Peru e a Bolívia vai desaparecer."

Para além deste plano para dividir a Argentina, Brasil, Colômbia e Venezuela, em menores e, portanto, mais fracos e fáceis para o plano diretor de criar um Estado judeu na Patagônia Argentina, que mais tarde se expandiria para o Chile. Este plano é conhecido como o "Plano de Andínia."

"Nós também planejamos assumir a Amazônia através da "United Nations"

(UN), com a criação de uma "Reserva Florestal Internacional" (FIRAF) para o que promoveu, através de ONGs financiadas por eles, e os conflitos tribais de fronteira entre Brasil e Venezuela. e entre o Equador e o Peru, ao que acrescentou as drogas, promovida e protegida pelo "Great Power International," tudo isso para justificar a intervenção internacional no nosso hemisfério, o início do que é promovido o "Plano Colômbia".

"Em 23 de março de 1969, de 21 a 23 horas foi realizada na sede do Templo judaico em Passo 423 (Buenos Aires) uma reunião de judeus aschkenazis presidido pelo rabino Gordon de New York Kahal.

A traição de um deles permitiu-nos saber o tema da conferência, que se concentrou na Argentina e no Plano de Andínia.

O rabino Gordon em 1971 está de volta na Argentina, começou a enfatizar a qualidade da concorrência, absolutamente selecionado, e a importância fundamental do assunto.

Na verdade, sua capacidade de agir depende da implementação do Plano que não admitir o fracasso, como Israel e da diáspora estavam pendentes que o sucesso ou fracasso, o que poderia tornar-se a glória ou o sofrimento judaico, como no o presente e futuro próximo, a força da estabilidade do estado de Israel poderia ser movido e para uma emergência desse tipo teria de garantir um futuro para o território do povo judeu no mundo, que transferem seu poder e força, e a partir daí dar início a medidas necessárias para recuperar a Terra histórico, se necessário, causando uma catástrofe global. "

Plano de Andínia

[Imagem: 3089341basesyejercitos.jpg]


A origem da informação remonta a 23 de março de 1963, uma data entre 21 e 23 Hs, na sede do judeu Passo Temple Street # 423 da Capital Federal, foi uma reunião de judeus aschkenazis, presidido pelo rabino Michel Gordon, a Kahal de Nova York.

O tema da conferência tratou com a Argentina e o "Plano de Andínia".

O rabino Gordon está de volta em nosso país, em 1971, e recentemente esteve em contato com os agentes da comunidade nos países vizinhos do nosso território, habilmente selecionados, dada a importância fundamental do plano de desenvolvimento.

Na verdade, sua capacidade de agir depende da implementação do plano, cujo fracasso não é suportado, porque tanto Israel e da Diáspora estão pendentes que o sucesso ou fracasso, o que poderia tornar-se a glória ou o sofrimento judeu, porque a presentes e / ou no futuro próximo, a força da estabilidade do estado de Israel poderia ser movido.

Para o trabalho de emergência, na implementação do "Plano de Andínia", já em andamento, o que garantiria FUTURO território para o povo judeu no mundo, e para onde mover o seu poder e força. O "coldna" de um agente permitiu SIC sabe algumas expressões textuais (registrados) pelo rabino Gordon: Transcrevemos:

"Agora, meus irmãos, quero dizer que a situação pode tornar-se muito crítica para o mundo judaico não muito distante, se não formos capazes de prevenir e garantir o futuro.

Vocês todos sabem o plano de nosso profeta, o Dr. Theodore Herzl (Autor de "O Estado Judeu"), que planejou a criação de dois Estados, um judeu em Israel e um na Argentina, uma vez que em 50 anos teria um feito. Embora naquela época era chamado de "o sonho de Herzl".

Hoje nós e o mundo testemunhamos a realização desse "sonho".

De fato, a partir de outubro 1887 a maio de 1948 (50 anos e meses), o Estado judeu foi constituído, declarando a sua independência com a maravilha do mundo.

O aparecimento de Herzl não foi mais que o aparecimento do Messias para todos os judeus sionistas do mundo.

Seus planos foram verificados.

Eles não eram sonhos, mas sim realidade. Agora ele continua a ser executado, a segunda parte: o que chamamos de "Plano de Andínia"

"Se a Palestina tem sido feita com a capacidade e sacrifício judeu, agora é provar o mesmo na Argentina judaica, numerosa e seleta."

De acordo com realidades absolutas e estabelecidos pelas missões e comitês técnico-científicos, a Argentina é a mais rica da terra no mundo, com grande área de população escassa, com climas diversos que vão desde do Ártico aos trópicos, ou seja, de -60 C a 60 C com paragens intermédias.

É o mais adequado para nosso povo, porque nós podemos acomodar todos de acordo com sua origem, se a partir da Sibéria ou da África.

Dada a fertilidade de seu solo e da variedade de seu clima, a Argentina é capaz de produzir qualquer tipo de plantio, de qualquer origem do mundo, as vantagens disso seria incalculáveis.

Como fazenda não é necessário referir.

Esta superprodução de alimentos e derivados, e da existência na Argentina desse enorme frigorífico natural, onde se pode acumular a produção de anos e anos, pode-se converter o país na dispensa do mundo, sem arriscar um único grão.

Adicionando a isso o espírito e gênio judaico, terá entendido as enormes vantagens que significam para ganhar o controle do mundo, e regulá-lo de acordo com nossa conveniência.

A enorme riqueza do subsolo da Argentina, especialmente a área montanhosa é infinito, não há minério no mundo que não tenha na Argentina, e em grande parte inexplorado, graças aos bons ofícios de nossos irmãos. "

Localização estratégica: Argentina é o país mais estrategicamente bem localizado em todo o mundo.

Fora milhares e milhares de quilômetros de futuras grandes frentes lutas globais.

Naquelas milhares de milhas podem ser escalonados defesas e mais defesas, o que torna praticamente impossível um ataque em seu território.

Acreditando que com os avanços modernos disponíveis para a guerra poderia atacar o território argentino, uma grande área é cercada pela Cordilheira dos Andes no chão do que pode ser construído cidades e permanecer neles se necessário, para todos os nossos povos, a instalação de nossa indústrias pesadas, leves, e até mesmo o consumidor permanecer neles por anos, e ser inexpugnável até mesmo para a bomba atômica.

Calculando a magnitude da guerra futura e suas características, não podemos ignorar que o Canal do Panamá serão levados nas primeiras fases da guerra.

Assim, a junção chave de dois oceanos permanecerão em nossas mãos. "

"Com essa bravíssima descrição vocês terão entendido e apreciado as imensas possibilidades judias envolvidas, de levar a execução do " Plano Andinia " ,e a conseqüente responsabilidade da Argentina judaica na sua realização.

"PLANO ANDINIA": O plano em si é muito simples, mas complexo em execução por que deverá ajustar-se às circunstâncias particulares que agora analisaremos concretamente".

Tendo em conta as considerações prévias do Dr.Herz ao conceber o Plano, onde faz citações específicas sobre a legislação internacional existente e sua aplicação a este caso, recomenda-se um minucioso estudo.

"Devo avisar que não pode e deve ser erros na execução física do plano.

Nós estamos vendo mais e mais freqüentemente, como novas nações emergem no cenário mundial.

Para que isso aconteça, deve haver uma razão.

Se este motivo não existe você tem que criá-lo. Para criá-lo você tem que planejar, organizar e preparar a sua aplicação.

Nenhuma oportunidade é mais favorável do que hoje.

Absolutamente tudo deve depender da habilidade dos judeus nesta emergência.

Estamos vendo que nesse momento esse motivo determinante não existe para criar a situação que nos favoreceria, portanto, seria, em princípio, para criar e aprofundar o caos e no processo de ações, promover a confusão, e aumento de corrupção "(este último especialmente no campo da política, administrativa, cultural, econômica e social)

"No campo econômico deverá acrescentar a corrupção administrativa e ilegal, para promover e aprofundar o lucro e especulação, trazendo miséria e injustiça ao extremo, especialmente para o povo dentro da zona ANDÍNA (Tucumán, Catamarca, La Rioja, Santiago del Estero), provocando desde a Capital Federal a demolição dos direitos Federais das províncias, reprimindo violentamente qualquer ato ou ação de auto-defesa por parte do povo.

E nestas violentas pressões de primeríssima necessidade, serão utilizadas tropas das Forças Armadas, especialmente do Exército.

Esta ação produzirá confronto com as pessoas levando-os ao descrédito.

Consequentemente, provocará o enfraquecimento moral de seus membros e um profundo processo de desintegração que será motivado através do governo, causando confrontos sucessivos em seus centros, alcançando a caotização de seus quadros e corrupção de sua disciplina, atingindo o nível mais baixo de desempenho e eficiência. "

É essencial a opinião pública e todas as fontes de difusão que estão nas mãos de judeus, e que os judeus vão gradualmente monopolizando as ruas, oferecendo lutas.

Apressar o socialista-comunista e organizar as suas forças sem demora.

É essencial conseguir a integração do movimento peronista ao nosso socialismo, por qualquer meio, desencadeando a repressão violenta e perseguição contra o mesmo.

Estas medidas irão ter lugar a partir do nível mais alto do governo.

A corrupção, a pobreza, a injustiça, repressão, violência, ódio, engendra e reação, que por sua vez irá gerar desespero e lutas determinação, vingança e ação, independentemente contra quem ou conseqüências.

Assim, praticamente todos os trabalhos sobre estas metas convergem, regulando gradualmente ao longo do tempo: a injustiça, a fome, pobreza, corrupção, perseguição e prisão, o arrasamento dos direitos das províncias envolvidas, com filiais em todo o território do país.

Aqui estão os fatores determinantes para essas pessoas e essas províncias, cansados ​​e exaustos de tantas indignidades e miseravelmente levada à sua conclusão lógica, tomados em conjunto a determinação mais tremendo:

Romper todos os laços com o governo federal proclamou a sua independência como nação livre e soberana e buscar imediatas organizações globais reconhecidas como tais. Reconhecido para eles e para as quatro grandes potências mundiais, e definitivamente constituído Andínia e soberania assegurada.

A Argentina não será capaz de recuperar as províncias perdidas porque:

1) O povo argentino será mergulhado na confusão mais terrível.

2) Sua economia estará louca.

3) Com a amputação de território com a maior riqueza mineral, a Argentina será pastagem simples.

Você não tem o que oferecer para ajudar os bancos ou crédito globais.

4) Ficará sem suprimentos ou de reservas de combustível. Todos os locais de produção estão dentro Andínia.

5) será bloqueado cada tentativa de abastecimento externo.

6) Suas forças armadas têm agora uma fonte de combustível para dois dias. Será, portanto, incapazes de operar contra Andínia.

7) No caso improvável de que, apesar desses inconvenientes a Argentina consiga organizar seus exércitos e tentar invadir Andínia, você não pode fazê-lo, ele estaria atacando uma nação livre e independente, reconhecida internacionalmente como tal.

8) O resultado seria o desembarque das Forças Armadas Internacional e tomar uma posição em defesa das fronteiras desta nova nação, cumprindo os tratados internacionais.

Este Andinia ser definitivamente estabelecido e soberania assegurada.

"Como você viu, a missão que você tem a honra de realizar é complexa e extremamente importante.

Foi necessário engenhosidade e ousadia para a sua realização e eu vou dizer que a judiaria do mundo inteiro, e em especial Israel, estamos seguros de seu êxito, porque a engenhosidade e audácia são sinônimo de ser judeu. "

Depende de nós não seguir esses traidores, este PLANO DE EXPLORAÇÃO mal, POR AMOR do nosso grande país.

Chile é o segundo Israel na América Latina?

[Imagem: sebastianpi25c325b1era-agentejudaicoenla....jpg?w=294]

foto google

CHILE O país com o Governo após ISRAEL mais judeu, ultrapassa EUA no percentual de pessoas de seu povo.

Em Israel e Chile comemoram a nação judaica tem 4 gabinete de Bachelet ministérios recente.

Estou revendo o Antigo Testamento, se alguma coisa sai com referência a esta terra foi dada por Yahweh, apenas obter as referências de Theodore Herzl, que disse em 1887:

"Em 50 anos na Palestina e Israel têm em 100 anos, a Nova Jerusalém na Patagônia Chilena, na Argentina."

O governo recém-eleito do Chile é o governo mais judaico do mundo, com três ministros judeus e um vice-ministro servindo no gabinete, nesta terça-feira o jornal israelense Yedioth Ahronoth. (Publicado 1st October 2011 por Julio Vega)

Os três ministros judeus chileno:. Eduardo Bitran, ministro das Obras Públicas, Clarissa Hardy, o ministro de Planificação e Cooperação e Karen Poniachik, o ministro de Minas e Energia.

Eles são unidos pelo Vice-Ministro dos Negócios Estrangeiros Alberto Van Klavren.

O presidente da comunidade judaica do Chile organizou uma festa em sua casa, o último fim de semana, em honra dos membros do gabinete judeus.

O embaixador de Israel para o Chile, David Cohen também participaram.

Conforme relatado anteriormente pelo Yedioth Ahronoth, um estudo realizado por uma importante organização judaica nos Estados Unidos revelou que a nação judaica [*] tem um número significativo de representantes nos parlamentos em todo o mundo, considerando que só tem o forçar de 13 milhões.

O estudo mostrou que 214 judeus servindo atualmente como legisladores e parlamentares em países ao redor do mundo.

Reflexão

O fato de Bachelet do Chile escolher diferentes religiões para se juntar a seu gabinete não tem nada de especial, mas quando estes são referidos em Israel como "membros da nação judaica" implica que obedecer a uma nacionalidade diferente da do Chile e não se temos um problema, que país são leais a estes cidadãos da nação judaica? O Chile ou Israel?.

E se levarmos em conta o papel desempenhado por Israel durante a ditadura de Pinochet no treinamento de torturadores nos prêmios que recebeu quando mataram os assassinos que consistem de viagem resistente e cursos especiais em Israel, o tráfico de armas para países em conflito inclusive na América Latina, a notícia da morte de Huber que aparece na última pesquisa.

E como cereja no bolo, o general-em-chefe das forças armadas chilenas recebeu um prêmio do Conselho Mundial Sionista pela sua contribuição para a causa ...... da Paz Mundial. (A Cheyre Prêmio sionista)

Tudo enquanto as forças armadas chilenas estão armados até os dentes gastos bilhões de dólares em todos os tipos de armas como se preparar para uma guerra de agressão.

Isso é muito engraçado e estranho, temos de estar atentos para o futuro.

A simples possibilidade de lacaios imperiais no poder, para converter o Chile num segundo Israel, é uma ponta de lança para a Andinoamérica.

Fonte:
http://carlosagaton.blogspot.com.br/2011...ontra.html
http://infoconnoticias.blogspot.com.ar/2...-plan.html
http://infoconnoticias.blogspot.com.ar/2...an_21.html
http://infoconnoticias.blogspot.com.ar/2...an_28.html
http://books.google.com.br/books?id=Ik7G...IA&f=false
http://diariopamperoarchivos.blogspot.co...-plan.html
Livro de Jack Walters – Laguna
http://veja.abril.com.br/110701/p_080.html
http://aangirfan.blogspot.com.br/2011/03...stein.html
http://respondedor.com.br/respostas/2010...caina.html

OCUPAÇÃO DAS MALVINAS PELA INGLATERRA... PARA REFLEXÃO!
Estamos profundamente preocupados – como a imensa maioria do povo argentino – pela conduta que o governo tem mostrado na guerra contra a Grã Bretanha. Não nos referimos a questões de técnica militar ou a detalhes das operações. Se bem que nesse sentido, os piratas receberam alguns bons golpes, como o de Sheffield. Referimos-nos à conduta de guerra em seu conjunto (política, militar, diplomática, econômica etc.).
A impressão, não só nossa, mas geral, é que o governo argentino conduz esta guerra como se a cada passo, timidamente, tivesse que “pedir permissão” e até “desculpar-se” por defender-se. O mais grave é que a “permissão” e as “desculpas” são pedidas ao imperialismo mundial que, encabeçado pelos Estados Unidos, tem feito causa comum com a Inglaterra.
Esta atitude tem dois graves efeitos:

· A Argentina faz a guerra, mas a faz com uma mão presa nas costas. Não golpeia com as duas mãos, nem ao menos dá pontapés. Não faz a guerra contra a Grã Bretanha em todos os terrenos até as últimas consequências, mas se autolimita (só responde aos contragolpes dos ataques militares britânicos, não expropria seus capitais, não aceita ajuda militar de outros países etc.). Atuamos acatando “as regras do jogo” que o imperialismo nos apresenta. Enquanto isso, a Grã Bretanha não só burla todos os “regimentos” e nos golpeia com ambas as mãos, como chama a ajuda dos Estados Unidos.

· O governo argentino não tem o eixo na guerra, mas na negociação. Lá em cima essas negociações são secretas, realizam-se pelas costas do povo e são levadas a cabo no antro imperialista que são as Nações Unidas. As declarações confusas de Costa Mendez ao canal [de TV] ABC dos EUA em 9 de maio: "não colocamos a soberania como condição para as negociações” – mesmo sendo depois retificadas, fazem-nos temer o pior.

Em resumo, o governo conduz a guerra como se não quisesse, ou temesse ganhá-la. Isso não é uma invenção nossa, foi dito por Costa Mendez: “Para a Argentina não interessa derrotar a Grã Bretanha” (La Prensa, 10/05/82). A Inglaterra nos bombardeia, mata soldados e assassina pescadores para roubar-nos novamente as Malvinas. Disse: Como vamos parar esses crimes se não os derrotamos?


Fontes:

http://mudancaedivergencia.blogspot.com....atina.html

http://carlosagaton.blogspot.com.br/2011...ontra.html

Uma 'Nova Judea' na Patagônia?

[Imagem: adrian_salbuchi2.jpg]


Por Adrian Salbuchi

Há indícios alarmantes de que os Donos do Poder Mundial, em geral, e o sionismo internacional, em particular, estão tecendo uma complexa manobra tendente a criar um segundo Estado judeu na Patagônia argentina-chilena.


Esta estratégia de longa data hoje se vê potencializada e acelerada devido à situação insustentável do primeiro Estado judeu na Palestina ocupada. Em verdade, Israel é um ente político artificial que só pode sustentar-se pela violência e graças ao apoio incondicional que brinda os Estados Unidos: nação crescentemente idiotizada, desculturizada e, incluso, narcotizada.

Primeiro, vieram pela Argentina…

Os Donos do Poder Mundial lograram um controle virtualmente total sobre a Patagônia argentina, não através da violência como na Palestina, mas através da imposição de governos decadentes e traidores na atual Argentina 'da democracia'.

Ao longo de mais de trinta anos, estes desarticularam todo vestígio de defesa territorial. Pior ainda, destruíram a educação e a consciência nacional substituindo o saudável nacionalismo herdado dos Pais da Pátria e da doutrina de Juan Perón por uma subcultura perversa, antinatural, antiestética e mentirosa. Neste sentido, podemos dizer que a Argentina é uma nação derrotada. E duplamente.

Sua primeira derrota foi militar: na guerra internacional pelas Ilhas Malvinas disparada em 1982 por uma geração de militares civis míopes e sem grandeza que caíram estúpidamente na armadilha feita pelo Reino Unido, Estados Unidos e OTAN. Resultado: essas potências hoje mantêm uma poderosa base militar nuclear frente às costas patagônicas, potencializada em 2008 com a reativação da Quarta Frota do Atlântico Sul ordenada pelo governo de George Bush.

Sua segunda derrota foi no plano político e cultural: ante o territorialismo marxista que desatou uma guerra social e civil na Argentina durante os anos 70 e 80, cujas dolorosas consequências a sociedade argentina segue sofrendo. Resultado: os guerrilheiros e terroristas derrotados no plano operacional uma vez, triunfaram no cultural e político e hoje ocupam a Casa Rosada, o Congresso e muitas multimídias na Argentina. Exemplos paradigmáticos: Nilda Garré de Abal Medina, Comandante Teresa quando integrava a guerrilha, ocupa o ministério da defesa e hoje o de segurança interior sob poder dos Kirchner; Horacio Verbitzky, ex-chefe de inteligência do grupo terrorista Montoneros hoje dirige o jornal fundamentalista pró-Kirchner 'Pagina 12'.

Um triste barômetro da decadência intelectual e moral que infecta as outrora poderosas forças armadas argentinas o comprovamos de maneira em que desde há trinta anos seus chefes militares toleram submissamente todo tipo de insultos, humilhações e vexações, incluso, o de ser 'mandados' por uma 'comandanta' em chefe bipolar. Sucessivas cúpulas militares tornaram-se uma corporação frouxa e amorfa que parece ter esquecido seu juramente de defender o território nacional ante graves perigos externos e internos que espreitam.

No caso da Patagônia argentina, seguramente veremos estes 'chefes' militares de joguete chorar amanhã como mulheres porque hoje não se atrevem a defender como homens.

Agora o Chile!

Mas os poderes mundialistas e sionistas não operam somente de um lado dos Andes em sua vocação dissociadora e infiltradora. O avanço do sionismo internacional que deseja ver um segundo Estado judeu na Patagônia também o verificamos na República do Chile, cujo presidente Sebastián Piñera nomeou em Novembro 2012 Rodrigo Hinzpeter como ministro de defesa, um homem iintimamente vinculado ao Estado de Israel e participante regular do Comitê Judeu-Americano. Antes de fazer-se cargo desta importância pasta, Hinzpeter se desempenhava vários anos como ministro do interior.

Em um amplo informe do jornal chileno 'O Cidadão' a dupla Piñera-Hinzpeter pretende redimensionar a defesa chilena para que “se enquadre com a tríada dos Estados Unidos-Colômbia-Israel”, agregando que “tudo aponta a que Hinzpeter manterá uma doutrina de defesa e política militar semelhante à de Colômbia, e alinhará Chile com os objetivos do Comando Sul dos Estados Unidos estabelecidos para a base que construíram em Concón”. Apesar de estar formalmente assinada a “tarefas de Forças de Paz de Nações Unidas”, a dependência de mando e operação responde ao Comando Sul do Exército dos Estados Unidos.

Hinzpeter e Piñera parecem coincidir em apoiar a política de 'defesa' que desejam impor os Donos do Poder Mundial, porquanto na base militar de Concón já existe um comando de Operações Militares em Territórios Urbanos.

Seguramente, se avançará no plano de reorientar as forças armadas chilenas a “combater a insurgência, a delinquência e o narcotráfico”, igual que no México e Colômbia. Ou seja, umas forças armadas com funções já não de defesa territorial ante ameaças extra-continentais, mas de segurança e controle policial interno. Assim, no futuro poderão operar como controladores da população local, alinhadas aos objetivos e interesses financeiros, econômicos, políticos e sociais do vindouro Governo Mundial.

Agrega este informa que “tudo indica que da mão do presidente Piñera, Hinzpeter fará todo o possível para impulsionar a denominada 'Primeira Estratégia Nacional de Segurança e Defesa'” que, em concreto, abre a porta para que as forças armadas chilenas participem em operações de repressão de seus cidadãos dentro do território nacional, com a desculpa de “combater a delinquência em suas distintas expressões”.

Quando Bebastian Piñera assumiu como presidente do Chile em 2011, a Agência Judia de Notícias titulou esta notícia salientando que “um judeu será o próximo ministro do interior e chefe de gabinete do presidente eleito Piñera”. Claramente, na Embaixada de Israel em Santiago, em Tel Aviv e entre as poderosas organizações sionistas e judias o encobertamente de Hinzpeter no governo do Chile não passou desapercebido.

Continua este informe salientando que “diversos meios destacaram que o atual titular do cargo de defesa é muito próximo ao American Jewish Committee (Comitê Judeu Americano), poderoso grupo de pressão sionista nos Estados Unidos e América Latina, que opera mancomunadamente dentro de uma nutrida rede de grupos de pressão e poder sionistas pró-Israel na região e no mundo inteiro.

Se salienta também que em Março de 2011, enquanto o presidente Piñera se encontrava de giro pelo Oriente Médio, uma delegação do Comitê Judeu-Americano conformada por 18 membros foi recebida silenciosamente no Palácio da Moeda em Santiago pelo ministro Hinzpeter e os embaixadores dos Estados Unidos, Inglaterra e Israel. Tal visita se extendeu por três dias, mas a imprensa nacional manteve 'discreto silêncio' sobre a mesma, sobre o que se discutiu, quem assistiu e a que acordos chegaram.

Já em 2006 Hinzpeter participou em um congresso de comunidades judias latinoamericanas organizado pelo comitê Judeu-Americano em Miami. A declaração final indicada no sítio do Comitê afirma que os representantes das diversas comunidades envolvidas “ratificam sua solidariedade com o Estado de Israel em sua legitimidade histórica”. Escrevendo no boletim 'Palavra Israelita', o dirigente direitista da comunidade judia chilena, Gabriel Zaliasnik, asseverou que o ministro de defesa é das “pessoas com inclinações políticas e com interesses de que a causa de Israel” seja apoiada. O parlamentário chileno Eugenio Tuma, por sua vez, manifestou que Hinzpeter “é um militante da causa israelita”.

Em 5 de Novembro de 2012, 'El Ciudadano' publicou um cartaz que afirmava que Rodrigo Hinzpeter tinha feito o serviço militar em Israel, salientando o inconveniente de que alguém com esses supostos antecedentes assumisse o cargo de chefe do ministério de defesa chileno, o que disparou a ira da comunidade judaica do Chile. Parecia que Hinzpeter “foi a Israel para fazer seu serviço militar ao terminar sua educação secundária, o que normalmente dura dois anos, e três para os que seguem sua formação no aparato de Inteligência do Mossad”. Seja como for, Hinzpeter jamais esclareceu que foi a Israel, se em efeito fez o serviço militar ou se recebeu algum tipo de instrução armada nesse país, e tampouco negou que mantenha vínculos com o Mossad, o serviço de inteligêcia israelita.

Como salienta o analista geopolítico argentina Leopoldo Markus, “os perigos atuais das forças armadas e do Estado chileno, tanto da designação de Hinzpeter como da doutrina oficial daquelas, é que resulta funcional aos interesses do comando Sul dos EUA e de Israel. Mais além dos argumentos justificatórios da intervenção interna das forças armadas chilenas na luta contra o narcotráfico e o crime organizado, ele encobre o objetivo de que se fazem preparadas para reprimir possívels futuros levantes da população chilena”.

Markus agrega que, incluso uma bem treinadas, equipadas e “reorientadas” forças militares chilenas estariam sempre prontas para cumprir o rol de força de intervenção rápida contra Argentina, Bolívia ou Perú em caso de se produzir revoluções nacionais ou populares que enfrentem o imperialismo e seus agentes nativos.

Apontando à Patagônia

No que pertence à Patagônia argentina, esta hipótese não é para nada louca, considerando a vil política 'desmalvinizadora' e de desarme unilateral que, sob pressão angloestadounidense, vêm impulsionando sistematicamente sucessivos governos da Argentina 'da democracia': desde Alfonsín e Menem, até Matrimonio Kirchner.

A Armada Argentina é hoje obsoleta pela falta de renovação de material, mantimento, combustível e substituições, facilitando assim a depredação pesqueira ilegal e o roubo descarado do petróleo argentino no Mar Argentino desde a base inglesa 'Fortaleza Falklands'. Similarmente, a Força Aérea Argentina apenas pode voar com suas unidades dilapidadas carentes de mantimentos e combustíveis. Nem sequer se recolocaram as aeronaves de combate perdidas na heróica ação liberada contra a Inglaterra durante a Guerra Malvinense de 1982.

Pior ainda é a situação do Exército Argentino, desarmado quase totalmente e sobre cujos oficiais pesa a maior carga revanchista dos guerrilheiros passados que hoje usurpam o poder nesse país.

Dentro desta ampla estratégia de indefesa nacional, o abandono unilateral dos programas argentinos nuclear, balístico e aeronáutico – entregados covarde e traidoramente ao inimigo angloestadounidense por Alfonsin e durante a Década Infame do governo de Carlos Menem – se soma a retirada argentina da Antártida, a destruição dos quebra-gelos Almirante Irizar, e a desonra covarde da fragata-escola Libertad da Armada a mãos de fundo abutre do sionista pró-gay Paul Singer, graças à imperícia e irresponsabilidade do governo Kirchner no manejo da dívida externa.

Em síntese, a incursão de rodrigo Hinzpeter no ministério de defesa chileno indica que os EUA e Israel potencializam sua intervenção decisiva na formulação de políticas tendentes a 'assegurar a ordem' do povo chileno ante a crescente consolidação da presença sionista em toda a Patagônia. A Argentina a têm integralmente sob seu controle; agora chegou o momento de 'apertar as porcas' contra o Chile.

Tradução ao Português por Álvaro Hauschild
http://portal-legionario.blogspot.com.br...gonia.html



Apenas como informação complementar para aqueles que ainda pensam que se trata de ficção e teoria da conspiração, em 2009, nesse blog

http://www.cavalera.com.br/blog/?p=1085

[Imagem: post-04-428x404.jpg]

Você poderá ver indícios reais dessa ocupação que está ocorrendo, quando este aventureiro/viajante se depara com a presença de soldados israelenses.

[Imagem: post-04-copy1-428x321.jpg]


[Imagem: post-05-copy-428x321.jpg]


Existe um livro que afirma que Hitler viveu tranquilamente seus últimos dias nos Andes.

[Imagem: blog-hitlerguiabariloche.jpg]


Então, fica a proposta para uma outra reflexão; Se foram mesmo os Sionistas os inventores do Nazismo, que, segundo muito autores, basicamente só matou os judeus pobres que não puderam escapar e que com esse Holocausto provocado fabricou-se as justificativas para o Estado de israel, não seria natural abrigar e proteger Hitler, o líder do Nazismo, em seus últimos dias?

Como explicar a grande presença judaica na região e ao mesmo tempo ser este o lugar de escolha como rota de fuga para tantos líderes nazistas?

Haverá uma estreita conexão ou apenas uma enorme e fantasiosa coincidência? Porque as vítimas e seus inimigos, principalmente os líderes, fogem para o mesmo lugar?

Leiam o post Hitler Morreu na Patagônia, aqui no fórum e tentem entender o que eu ainda não consegui.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 17 usuários diz(em) obrigado a Firenze pelo seu post:
Alkin (28-11-2014), Aragorn (01-01-2014), Denis (31-12-2013), fallen1232 (01-01-2014), Fire Fox (28-11-2014), jonas car (24-09-2015), LIRMC ...8 (02-01-2014), LucianoR (28-11-2014), MARCELO DF (14-04-2017), Mediador (31-12-2013), naste.de.lumina (01-01-2014), peagha (25-07-2016), Siouxsiesyw (31-12-2013), Ultraviolet (31-12-2013), ULTRON (24-07-2016), Webdriver Torso (26-08-2016), zemo (28-11-2014)
Produtos de qualidade é na Tudo Saudável
31-12-2013, 11:18 AM (Resposta editada pela última vez em: 17-01-2014 03:21 PM por Firenze.)
Resposta: #2
Plano Andino - Israel 2
[Imagem: PLAN+ANDINIA.jpg]



DEMOCRACIA ou DITADURA PLANO sionista e Palestinization Andinia DA ARGENTINA (Capítulo 1)

[Imagem: patagonia2-e1295815261730.jpg]


Tem sido uma constante ligar todo o chamado "Plano Andinia" e as ações do sionismo no país tem sido descrito de forma sistemática como "conspiranóico". Não querendo entrar em uma polêmica baixa altitude com as figuras do dia, nós estamos aderindo a publicar os textos originais, entre os quais se encontra uma reunião secreta realizada em 1969 pelo rabino Gordon com líderes judeus em Buenos Aires. Esta informação foi processada e analisada com grande seriedade e fundamento para várias publicações campo nacional, o que nos isenta de uma análise mais aprofundada. Simplesmente vai proporcionar ao leitor a versão editada de "Plano Andinia" com a adição de atualizado e dividido em capítulos para maiores dados de profundidade, bem como, após a leitura completa do mesmo, você pode compará-lo com a realidade atual Argentina, tirar suas próprias conclusões e, finalmente, concluir que: A única verdade é a realidade.

Por Herta

Eles sabem que alguns meios de comunicação de massa como La Nación e Clarín, publicou sobre a venda de terras para os "estrangeiros", mas argumentam que uma meia verdade ainda é uma mentira, os referidos meios chamá-los de "estrangeiros" e referências do mapa são desenhado com diferentes bandeiras representando a nacionalidade dos investidores, esta é uma visão míope falha sobre a única verdade irrefutável: O Plano Andinia e as graves conotações que isso implica. Estes não são isolados uns dos outros, mas parte de um plano para assumir todo o território estratégico da Argentina e do Chile. Imagine por um momento no mundo da ficção desenvolvimento de cenários de políticas que poderiam permitir a realização do "Plano de Andinia" e os fatos que exigem a implementação. Para resumir: o "Plano de Andinia" é um projeto que iria procurar para realizar a "Segunda Profecia" do líder sionista Theodor Herzl.



A primeira profecia declarou que o povo judeu na diáspora teriam direito a um estado depois de 50 anos. Isto foi afirmado em 1897, e foi chamado pelos sionistas, "o sonho de Herzl". Sonho ou não, 50 anos mais tarde, Israel foi fundado em 1948. O segundo, observou: .. "La Argentina, por natureza, é um dos países mais ricos do mundo, de imensa área, população escassa e clima temperado A República Argentina teria o maior interesse em oferecer-nos um pedaço de terra" em "O Estado Judeu", Herzl propôs como objetivos para a Palestina como uma nação histórica (ou Eretz Israel ), e Argentina, como a Terra Prometida (21 op. cit. p.). Agora, para a análise de cenários potenciais, colocando-nos em um tempo vago de um futuro que poderia estar perto. A capacidade de dividir o território ao sul da Argentina e do Chile passou por duas etapas. No primeiro, o adquiriu territórios há anos pelos judeus individuais, ou natural em sua representação (candidatos) foram lentamente formando uma unidade territorial. Tinha desde os anos 60 havido numerosos judeus ricos da Argentina que tinham comprado as suas estadias em Neuquén, Rio Negro, Chubut, Santa Cruz e Tierra del Fuego mesmo. Isso foi possível pela falta de argentinos possuem. Então, lentamente, eles estavam em posições de importância na vida dessas províncias remotas. O principal jornal em Bariloche estava em suas mãos. A produção de lã e de gado de Chubut, foi dividido em quatro grandes quartos, três dos quais pertenciam a eles. O comércio começou a estar sob seu controle. Lentamente no início, mais rápido depois, as salas contíguas às propriedades Hebreus foram comprados de seus proprietários, e o território foi crescendo. (1) No final do segundo governo de alta traição da Pátria, Carlos Saul "Menehem" ( ARGENTINA JUDAICA Orgien SIRIO) (2) as terras nas mãos de judeus nas províncias de Neuquén, Rio Negro, Chubut, Santa Cruz e Tierra del Fuego, totalizando cerca de 70% da superfície. Além disso, eles colaboraram com lealdade com o governo, estabelecendo territórios adquiridos no passado para o Chile. Também é importante notar que, já em 1886, personagem de origem judaica romeno Julio Popper (competição de Barão Hirsch, Jewish Colonization Association) avaliado por Boleslau Lewin como "Patagônia Conquistador" e "ouro fueguino Quixote", vinculada a pessoas proeminentes Buenos Aires, para quem conseguir contribuições de capital significativos constituído Company Limited "afunda Oro del Sud" e "Popper e Co.", tendo como objetivo a exploração de ouro e projeto de expedições de colonização da terra disfarçado " científico "patrocinado Institutos, Museus e instituições de prestígio. Para ele eram 55.000 hectares na melhor área da cidade onde os melhores quartos, o Rio Grande é então estabelecido. Durante o ano de 1890 foi o início de assentamentos judaicos em Argentina, meses antes de o vapor Wesser chegou trazendo colonos para o trabalho "filantrópico" do Barão Hirsch, que fundou as terras JCA (Jewish Colonization Association) foram compradas, foram loteadas e foram dadas aos imigrantes judeus para lavoura. Popper Em 1891, 375 mil hectares havia solicitado ao Congresso Nacional propondo mentira 100 famílias de origem incerta. (3)

Mas de volta ao presente, tanto a Laguna del Desierto (na província de Santa Cruz, centro de recursos naturais, mineração, silvicultura, agricultura e energia de enorme magnitude) como toda a Argentina foram transformados em um resort de renome internacional, tornando-se modo principal, a compra de grandes extensões e serviços de monopólio, empresas de turismo e concessões. É assim que a cada verão e até mesmo quase todo o tempo, mais e mais turistas israelenses estavam chegando para a "Terra Prometida" de Herzl. Edição do jornal chileno El Mercurio de 26 de novembro de 2006 relata: " Em Valparaiso os primeiros judeus europeus, dos quais se destaca Manuel de Sola Lima e uma transumância sefardita que se tornou um dos sócios fundadores da Pioneer Corps instalado Valparaiso fogo em 1851 e fundador do chileno Maçonaria para criar alojamento dos primeiros maçons, a "União Fraternal", dois anos depois. Depois disso, a presença dos filhos de Israel se expande Santiago, Valdivia, Puerto Montt, Temuco, La Union, e até mesmo de Atacama, onde atraído pelo negócio de mineração e comércio. "

[Imagem: logotipo+chileno.jpg]



[Imagem: logotipo+chileno+2.jpg]



Maçonaria judaica (como explicado em capítulos anteriores) lida com Argentina e Chile, destinos em cada país, mostrando que foi introduzido como uma mensagem subliminar durante o governo de Ricardo Lagos logotipo, juntamente com o Ministério das Comunicações e Tradicionalmente, os judeus, Patricia Politzer (4) , o logotipo consiste em uma série de cubos com cores dispostas bandeira chilena na mesma ordem que é estrela tão oculta de Israel, isto é usado para todos os documentos oficial e selo, esta mensagem é homólogo ao bilhete Evita com a estrela de David torceu o pescoço (5) introduzido pela presidente Cristina Wilhelm pró sionista, estes dois símbolos significam apenas uma coisa: "Argentina e Chile já são realizadas judeus sionistas ". Não é por acaso que o ex-presidente Lagos é de origem judaica sefardita (6) , um membro ativo do "A Grande Loja da Maçonaria no Chile" (7) ( assim como foi o judeu marxista Salvador Allende Gossens), um membro do organização sionista B'nai B'rith, (7 *) formou-se um dos grandes caldeirões da Maçonaria, pois é Duke University (Rockefeller) e ele entregou enormes extensões de mineração como Barrick Gold, bem como Wilhelm fez no projeto de mineração Pascua Lama binacional.

[Imagem: and+bend.jpg]


Talvez as pessoas não saibam que, em setembro de 2003, o comandante-em-chefe, em seguida, do Exército argentino, Roberto Bendini, foi forçado a renunciar por um escândalo de mídia alimentada pelo lobby sionista local de CS (Delegação de Associações Israelenses na Argentina), então Bendini que manifestou preocupação com a presença de oficiais israelenses posando como "mochileiros inocentes".
[Imagem: and.jpg]

Mais uma vez o jornal The Nation 30 de setembro de 2003, disse: "Quanto aos israelenses, notando importa: é na Patagônia, há. Eles se movem em grupos, são jovens e falam uns com os outros em hebraico. Grande parte são de militares. Eles só tiram o uniforme do exército israelense. " Isto é perfeitamente evidente e para isso não precisamos ir muito longe, a 4 deste mês, a imprensa chilena relata mais turistas israelenses expulsaram parque Torres del Paine (8): " pela segunda vez em um mês, turistas israelenses foram expulsos do del Paine Parque Nacional Torres em causar problemas do sul no local e ignorar as recomendações do ranger no comando do setor. A Comissão Nacional de Florestas disse em um comunicado que a polícia expulsou parque nacional quatro cidadãos israelenses localizado cerca de 3.200 quilômetros ao sul da capital chilena da província de Magallanes, após tumultos na noite de sábado em Camp Las Torres . Turistas israelenses foram identificados como Diencman Niv Ori Eldar, e Shwartz Shpack Omer Dor. No mês passado Conaf também expulso do parque nacional para outro turista israelense que foi capturado em uma não autorizada Torres del Paine, um parque de 242 mil hectares lugar. " Lembre-se que em dezembro do ano passado, o israelense Rotem Cantor causou um incêndio que varrido 17 mil hectares. Embora Singer foi favorecido pelo juiz Jorge Lavín com um "acordo de saída alternativa" em uma audiência que não demorou mais de 35 minutos no Tribunal de Garantias de Puerto Natales, o dano que comprometeu a mata nativa, mato e pastagem na reserva naturalmente foram estimados em um custo para o estado de três milhões dólares (9) O episódio do agente militar israelense Rotem Singer (provável membro da Mossad) (10) em um incêndio em Torres del Paine, também serviu como um dos " motivos "para aprovar uma lei" contra o incitamento ao ódio "ou Lei Contra a Discriminação (11) , cujo único propósito é o de restringir o direito à liberdade de expressão, de opinião política e discussão aberta sobre temas de interesse nacional, certamente nada a ver com a proteção das minorias vulneráveis, o que significa que o simples fato de querer ofertar opiniões sobre o Mossad pode ser objecto de uma queixa-crime por "incitar o ódio", obviamente, um gimmick do sionismo, especialmente porque as recentes declarações do presidente da comunidade judaica no Chile, Shai Agosin na entrevista com The Jerusalem Post em 23 de agosto deste ano: "serviços de inteligência, como o trabalho de inteligência da CIA e Mossad estão em curso em Iquique, norte do Chile " (12).

[Imagem: annd.jpg]


Mas agora focalizemos-nos na Patagônia em uma região entre o Rio Colorado, ao norte, o Oceano Atlântico a leste, Tierra del Fuego, a sul, e o Oceano Pacífico a oeste: se incluem também o sul do Chile, que tem a mesmas características geográficas da região. Os recursos hídricos da Patagônia estão em torno de 230.000 km2 da bacia no lado Atlântico do naturalista Charles Darwin descreveu como "deserto estéril" tem 4.000 km2 de área de superfície do gelo continental e glaciares, tem reservas de água subterrânea incalculável e, apesar de menos de 5% dos 37 milhões de argentinos vivem na Patagônia, a região tem cerca de metade do território nacional, a energia hídrica e 80% de petróleo e gás natural. Depois, há uma razão válida para preocupação entre os nacionalistas argentinos e chilenos, razões, obviamente, não servem os traidores "populares" para a nação. No entanto, o recém-criado Cadastro Nacional de Propriedade Rural (RNTR) começou a coletar dados sobre quantas das terras da Argentina é de propriedade de estrangeiros. Após o prazo para apresentação de depoimentos (31 de Agosto), e ainda com cinco províncias que não enviaram dados, os primeiros resultados publicados somente através Facebbok página de RNTR-mostrou que quase 7,5 milhões de hectares de terras rurais da Argentina são realizadas por estrangeiros. expiração do prazo previsto por lei, ainda permanece por várias províncias (La Rioja, Santiago del Estero, Chaco, Corrientes e Santa Cruz), há casos conhecidos, entre os quais grandes extensões de terras nas mãos de estrangeiros, enviar depoimentos solicitados pelo RNTR, então esses 7,5 milhões de hectares são susceptíveis de aumentar, aproximando-se de 10 ou 15 milhões reportado por várias organizações agrícolas. Uma grave lacuna da legislação não discrimina entre subúrbios rurais, e que a lei não estabelece uma proteção especial em áreas estratégicas como bacias geológicas ou aquíferos . Além disso, o projecto é omisso sobre arrendamentos, um dos principais mecanismos que exploram terras estrangeiras hoje em outros países. (13) A empresa chinesa opera a concessão Heliongjiang 330 mil hectares em troca de Rio Preto 1.500 milhões em investimentos ao longo dos próximos 20 anos, é o pacto em condições controversas, sem apoio legislativo, com o governo do Rio Preto, enquanto a capital da Arábia Saudita exploração presa com 30000-200000 opção hectares em O retorno impenetrável Chaco, o grupo árabe Al Khoraref colocar 400 milhões de dólares e manter um plano de produção para a segurança alimentar no país ("nós agregar valor às terras improdutivas", disse Kirchner Governador Jorge Capitanich) . (14) Sobre as declarações arquivadas 7696, 10,64% correspondem a indivíduos, enquanto 89,36% para pessoas jurídicas, dos quais 93% estão registrados como capital estrangeiro argentino e os restantes 7% e estrangeira. Com base nos depoimentos dos estrangeiros que já possuem ou possuem terras rural em nosso país apenas 1% é detido por latinos. Se tomarmos os 175 milhões de hectares como a base de cálculo da terra rural na Argentina, o número é alarmante. A 7,5 milhões relatados até agora representam apenas 4,2% das terras rurais no país, com o qual esta lei ainda foreignized 18.750.000 hectares . (15)

Como mencionamos acima, é a década do "90, sob a presidência do traidor infame Carlos" Menehem "Menem, quando começou a comercializar terras locais para o capital ou de negócios" estrangeiros ". Em países como Polônia, Hungria, Bulgária, República Checa e Eslovénia já proibiram a venda de terras a estrangeiros. Nos Estados Unidos, Canadá, Grã-Bretanha, condições excepcionais são colocados para os estrangeiros comprando terras. condições no Peru e México também são feitas paradas no Brasil e na fixação , Elsa Bruzzone historiador, autor de "Guerra da Água", declarou: "O pára 20 por cento de propriedade estrangeira e 1.000 hectares para cada comprador em outro país são muito altos eu acho que a Argentina não deve ter terras estrangeiras. , como em alguns estados dos Estados Unidos, países europeus e Japão ". (16) To be continued ....

Referências:
(1) profecia auto-realizável Andinia Rumo A (2) "Identidade e modos de participação política: os judeus argentinos de origem síria na década de 90" (2010) pelo Dr. SUSANA BRAUNER (3) Julio Popper, caráter judaico interessante por Fernando E. Edição Ana Kazakevich


DEMOCRACIA ou DITADURA Andinia PLANO SIONISTA: THE Palestinization da Argentina (cap. 2)


Em 2009, o jornal "A Voz de Galicia", em sua edição on-line publicou um artigo intitulado "From Jerusalén à Patagônia" em um livro "estrangeiro" incorporado no corpo de literatura Inglês, chamado "fim do século Palestina I "Michelangelo Murado na pág.364 do trabalho observou: "Este país não tem mais jeito" e agora passa por Patagônia e Terra do Fogo, incluindo livros de viagem incluem Plano Andinia e ouvir falar de "paisagens intemporais", como Darwin definiu o Cone Sul. O fato é que, quando a Palestina está explodindo em escândalo mundial vem sempre o espectro da migração em massa para uma terra desabitada. O Plano de Andinia é um último recurso, nada impede que o reconstruir numa beleza inesgotável Patagônia Jerusalém ... " (1) . Isto não é surpreendente, portanto, como explicado no primeiro capítulo, tudo o que acontece à terra Argentina e Chile tem um propósito e um fim, não só encarna no livro "O Estado Judeu", Herzl chamado pelos sionistas " O sonho de Herzl "para ver a Argentina como a" terra prometida ", mas também descrito pelo ativista pioneiro sionista, fundador e líder do movimento" Amantes de Sião ", Leon Pinsker. Em seu ensaio "Self Emancipação", Pinsker explicou que ele acreditava que o anti-semitismo era inevitável e escreveu que "a salvação dos judeus era para ser lançado e apenas se contentar em outro país favorecendo Argentina e em outros países como locais para a pátria judaica" , (2) o texto publicado pelo The Jewish Llibrary (Biblioteca Virtual Judaica) (3) extract: "Qualquer um pode ver à primeira vista que a compra de terras na América seria, pelo rápido crescimento do país, não só não arriscado, mas lucrativo negócio ... () Se esse ato auto-ajuda nacional da nossa parte poderia ser rentável ou não, no entanto, é de pouca importância em comparação com a grande importância que a empresa tem para o futuro do nosso povo não resolvidos, porque nosso futuro continuará a ser incerto e precário, a menos uma mudança radical na nossa posição seja feita, esta mudança não pode ser causada pela emancipação civis dos judeus no estado deste ou daquele, mas apenas pela auto-emancipação do povo judeu como nação, a fundação de uma comunidade colonial pertencentes aos judeus, para torná-la nossa casa inalienável, o nosso país. claro, a criação de um refúgio judaico não pode ficar sem o apoio dos governos. Para este último, e para garantir a existência permanente de um abrigo, moldadores da nossa regeneração nacional deve proceder com cautela e perseverança. Estamos olhando para o fundo não é nova ou perigosas para qualquer um. Ao invés dos muitos abrigos que sempre foram acostumados a olhar, têm um refúgio único, cuja existência, no entanto, teria que ser politicamente garantida. adequada, a única solução é a criação de uma nacionalidade judaica, um povo que vive em seu próprio solo, a auto-emancipação dos judeus retornar às fileiras das nações na aquisição de uma pátria judaica. não deve nos convencer de que a humanidade e a iluminação só pode curar a doença do nosso povo .. () .... Isso não pode ser forçado a vagar de um exílio para o outro, temos uma terra longa e produtiva de refúgio, um nosso centro. O momento presente é o mais favorável para este plano. " Embora Pinsker tenha morrido na Rússia em 1891, o rabino Zvi Hirsch Kalischer, mais conhecido como o "Barão Hirsch" , juntamente com a quota nominal de Rothschild e outros sionistas continuaram seu "trabalho" com a fundação, "Jewish Colonization Association" (JCA ou ICA), criado no mesmo ano para a emigração de judeus para os assentamentos de financiamento na Argentina e também no Brasil, Canadá, América do Norte e Chile, entre outros para a realização do "sonho sionista" de ocupação secreta-a-escravidão de todo o território nacional e o país vizinho do Chile, procedendo, como disse Pinsker, "com prudência e perseverança"

[Imagem: andd.jpg]


Esta realidade é palpável, não apenas pela vasta extensão de terras compradas e comprar criptografar irrisória por proxies para o sonho sionista, o historiador judeu Osvaldo Bayer também trouxe à luz recentemente, o avô de Nestor Kirchner, Karl Kirchner não era apenas credor, na cidade de Rio Gallegos, capital da província de Santa Cruz, mas cafetão e usurário, é que Kirchner, como descreveu o jornalista internacional, Juan I. Irigaray em um artigo publicado por El Mundo em 2008 ", sempre tive boa mão para o negócio. Desde jovem, acumulou uma fortuna de quem chegou em 2003 na propriedade marital Casa Rosada aumentou em 160% em quatro anos. E ultimamente apenas dada a grande "pitch" 4.800% de lucro em dois anos, com a compra e venda de imposto sobre a terra.

Kirchner vendeu por US $ 120 por metro quadrado de terreno que foi comprado por apenas R $ 2,50 por metro. Ou seja, obteve um lucro excedente equivalente a 48 vezes o investimento. Ao todo, foram 15.000 metros quadrados e a operação deixou-lhe US $ 1,8 milhões, o imóvel está localizado no que foi o aeroporto de El Calafate cidade turística e de tesouros naturais da Patagônia Argentina e porta de entrada para Glacier Andina Perito Moreno. (4) Mas Kirchner não só ter relações carnais com Eskenazi, através de grupos de petróleo, soja transgênica e família Grobocopatel Werthein, Eurnekian, grupo Midlin Elztain, Szpolski, e grandes multinacionais sionistas para o controle total do nosso país, como "ir para mais" e um "aprofundamento do modelo" também, Maximo Kirchner, ainda compra de terras, desta vez investiu no início de dezembro mais de dois milhões de dólares em Puerto Honeycomb , bairro fazenda localizada no meio de uma reserva natural, a 100 quilômetros de Buenos Aires, e como este perfil não é de todo "popular", e muito menos Nacional (como todos os investimentos feitos através de Lázaro Báez, empresário e figura judaica, (5) ) para investimento utilizado a rubrica de Osvaldo Sanfelice, seu sócio na empresa Sanfelice, Sancho & Associates, que administra as propriedades da família no sul da Patagônia (6) .

Mas voltando ao Jewish Colonization Association, foi o financiamento para a ocupação de terras na Argentina que permitiu o início da política de compras de imigrantes judeus, também chamado de "pioneiros" (7) para as diferentes províncias ao longo e em todo o país, incluindo as províncias de Buenos Aires, Santa Fé e Entre Rios (entre outros), em que as colônias foram fundadas como: Mauricio (Buenos Aires), o Barão Hirsch (Buenos Aires e La Pampa) Moiseville (Santa Fe), Montefiore (Santa Fe), Lucienville (Entre Rios), Clara (Entre Rios), San Antonio (Entre Rios) e López Berro (Entre Rios), Moss e Wlater Curbelo (Entre Rios), Santa Isabel (Entre Rios), Palmar Yatay (Entre Rios), Luis Oungre (Entre Rios), Leonardo Cohen (Entre Rios), Avigdor (Entre Rios), Dora (Santiago del Estero), Narcisse Leven (La Pampa).

[Imagem: NMG-reunion-1.jpg]


Uma coisa que talvez muitos não sabem é que, em outubro de 2002, o Governo da Província de San Luis, um projeto chamado "Pioneiros Siglo XXI", um plano para a "colonização" no sul da província, a região apresentou recursos naturais do semi-árido, mas quase inexplorados, para o qual a província adquiridos 68.705 hectares (!), bem, não assinar este acordo com INTA, mas com a Associação Argentina de Amigos da Universidade Ben Gurion, em Israel. (8 ) . Claro que não é apenas um caso, e estamos desenvolvendo-os em capítulos, há também um projeto chamado "Nova Jerusalém" de Javier Berman (9) , em seus estados do website oficial: "as doze tribos de a comunidade vai viver margens do Rio Deseado, na província de Santa Cruz, na imensidão do deserto da Patagônia, onde a beleza das paisagens só é superado pelas distâncias em que os olhos podem ver, há a Nova Jerusalém, nossa cidade vai aumentar. " Ao contrário de sementes transgênicas, causando câncer, malformações fetais, e envenenamento em massa da terra por glifosato importado graças ao acordo do Presidente Wilhelm com a multinacional Monsanto sionista, " em Nova Jerusalém" nenhum alimento de transgênicos será utilizado, mas alimentos através da utilização de cultivos orgânicos, completamente naturais. Algo muito importante que não temos publicado em nosso semanal, mas torna-se oportunidade justa e nobre para dar a conhecer ao público sobre o nível de incidente de ocultação a que está sujeita toda a humanidade, é dada neste Ecovillage, em o tratamento em pacientes com câncer, para aqueles que vivem nela serão tratadas de forma diferente para os gentios, isto é, de acordo com seu site, em Nova Jerusalém, "a saúde é livre e pacientes com câncer não será tratados com quimioterapia tradicional, mas pela nova medicina do Dr. Hamer " . (10) é que o medicamento de quimioterapia usada apenas para o "goyim" (gado) por que milhões de pessoas não só não curar, mas que são maltratados e torturados até a morte com morfina foi descoberta mais de 30 anos atrás, mas negou HID e não-judeus, este é um fato reconhecido em um documento assinado pelo rabino-chefe Dr. Esra Iwan Götz em dezembro 2008 na Noruega, que é reconhecido publicamente os médicos judeus, e especialmente todos os oncologistas, a maioria judeus, conscientemente feitos dois tipos de tratamento (por religião). Os judeus são tratados como o germânico New Medicina e não-judeus recebem o tratamento oficial de tortura com quimio e morfina. (11) Entre os judeus, há correntes tais como "Progressive Judaism União Mundial" (Judaísmo União Mundial para A Progressive), que pertence ao rabino-chefe Dr. Esra Iwan Götz, que se recusam a ser cúmplice neste crime. O documento assinado pelo rabino com outros médicos, afirma que o boicote à germânica Nova Medicina, não é uma questão de ignorância, erro ou falta de informação, mas um genocídio dirigido e planejado e faz um apelo a todos rabinos, especialmente para oncologistas: ". acabar com este crime e o genocídio global de não-judeus"

documentos originais no PDF ALEMÃO

[Imagem: NMG-reunion-1.jpg]


[Imagem: NMG-rabino_grupo.jpg]

Na foto ao lado do rabino Dr. Götz Hamer (lateral-direito)

Em suma, a nova Jerusalém não só proporciona saúde gratuitos, alimentos e roupas, mas, é claro, apenas para os filhos de Sião. To be continued ....

e-mail: hertasigrid@gmail.com

Referências:
(1 ) http://www.lavozdegalicia.es/opinion/200...456566.htm
( 2) A história do sionismo ea criação de Israel, http://www.mideastweb.org/zionism.htm
( 3) Federação dos sionistas americanos de 1916, os textos essenciais da sionismo http://www.jewishvirtuallibrary.org/jsou...nsker.html
( 4) http://www.elmundo.es/elmundo/2008/08/18...91113.html
(5) http://sefardi.webs.com/genealogia.htm
( 6) http://www.elmundo.es/america/2012/12/02...68746.html
( 7) judaica Biblioteca Popular (Nro.78, pag.4, 12, 23)
(8) http://www.lanacion.com.ar/441710-coloni...e-san-luis
(9) http://nuevajerusalen.galeon.com/porquenj.htm
( 10) http://nuevajerusalen.galeon.com/salud5.htm
( 11) http://www.bibliotecapleyades.net/salud/...reos01.htm


http://infoconnoticias.blogspot.com.ar/2...-plan.html
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Firenze pelo seu post:
Mgll (17-01-2014), Ultraviolet (01-01-2014)
31-12-2013, 02:09 PM
Resposta: #3
RE: Plano Andino - parte 2
Falsos Turistas israelenses FAZEM MAPEAMENTO no sul do Chile
A alegação grave de violação da soberania chilena pelo regime eficaz de Israel está gravado na Patagônia no país sul-americano.

Relacionados NOTAS "Andinia PLANO"

http://infoconnoticias.blogspot.com.ar/s...%20ANDINIA



Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Firenze pelo seu post:
Mgll (17-01-2014), Ultraviolet (01-01-2014), Webdriver Torso (26-08-2016)
31-12-2013, 11:51 PM
Resposta: #4
RE: O Macabro Plano Andino - Já está acontecendo?
O que existe de concreto na Patagonia Argentina e Chilena atualmente é um turismo massivo de jovens israelenses que recém serviram o exército. Eles vem em bando e recorrem toda a Patagonia. São extremamente incovenientes, arrogantes, mal educados, desrespeitam as regras dos Parques Nacionais. Enfim, são pessoas rudes e ignorantes, não respeitam o povo argentino e tem uma postura de arrogância insuportável. Não duvidaria se esses mesmos soldadinhos não estariam fazendo reconhecimento das zonas montanhosas e montando uma teia para futura invasão. É assombrosa a quantidade de isras de novembro a março na Patagonia. E se uma tentativa de invasão acontecer algum dia, se depender da defesa frouxa e obsoleta da Argentina versus a chilena ( que são loucos para tomar a patagonia completamente ) em conjunto com Israel e possivelmente USA, a tomada do território seria relativamente "fácil". Quem interfereria a favor da Argentina?

Is life under the sun not just a dream? Is what I see and hear and smell not just an illusion of a world before the world? - Peter Handke.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 11 usuários diz(em) obrigado a Ultraviolet pelo seu post:
Dom Ramón Valdés "tripa seca" (05-12-2014), fallen1232 (01-01-2014), Fire Fox (28-11-2014), Firenze (02-01-2014), LIRMC ...8 (02-01-2014), LucianoR (28-11-2014), Mediador (01-01-2014), mr.newface (04-12-2014), naste.de.lumina (01-01-2014), ULTRON (24-07-2016), Urtiga (01-01-2014)
Compre Linhaça Dourada Orgânica pelo Menor Preço na Tudo Saudável!
17-01-2014, 01:27 PM
Resposta: #5
O Macabro Plano Andino - Já está acontecendo?
Reino de Araucania e Patagônia - Mapuche Portal
[Imagem: coat-of-prince.gif]


Antonio IV Príncipe investido como novo Chefe do Reino de Araucania e Patagônia

10 de janeiro de 2014

Ontem, 09 de janeiro eu faço em O Chèze, Chourgnac D'Ans, Tourtoirac, França, a reunião do Conselho de Regência do Reino de Araucania e Patagônia. A reunião foi convocada pelo príncipe regente Felipe de Lavalette, nomeado pelo falecido Príncipe Filipe da Araucania e Patagônia em seu testamento político. A principal função do regente era facilitar a transição de poder para o novo príncipe.

O Conselho de Regência, durante a sessão, eleito por unanimidade Sua Excelência o barão Jean-Michel di Para Parasiliti, Duque de San Pedro de Hueyusco e presidente do Reino Unido como o sucessor do falecido Príncipe, que irá liderar a Casa Real sob o nome de Príncipe Antonio IV da Araucania e Patagônia.

[Imagem: Prince-Antonio-IV.gif]

___________________________

Antonio Principe SAR IV da Araucania e Patagônia

O Portal de Mapuche do Reino de Araucania e Patagônia felicita calorosamente Sua Excelência o barão Jean-Michel di Parasiliti Para por seu alto cargo ea inauguração como o príncipe Antonio IV do Reino de Araucania e Patagonia, depois de mais de 40 anos de serviço da Casa Real.

Para a nossa organização é de grande satisfação esta nomeação e desejo-lhe tudo de melhor na difícil tarefa que tem pela frente. Ele também tem sido uma grande alegria ter conhecimento de que seu bisavô foi relacionado para o primeiro governante do Reino, Aurelio Antonio-1, que foi condecorado por seus serviços em 1870, a Ordem da Coroa de aço. Além disso, saudamos também sabendo que seu avô foi ministro de Estado para o governo provisório real Laure-Thérèse Rei de Araucania e Patagônia. Este é um sinal claro da tradição e envolvimento da família no apoio à causa da Casa Real do Reino de Araucania e Patagônia.

O fundo acima mencionado nos dá grande confiança para o desempenho contínuo de seus antecessores, e a tocha de independência e auto-determinação que levantaram as autoridades Mapuche ancestrais, juntamente com o procurador Orélie-Antoine de Tounens é força e os seus objetivos são, invariavelmente, projetar para a frente em direção ao futuro com lealdade e determinação mostrada por todos os monarcas do Reino, apesar dos obstáculos, criados e continuar a elevar bem alto a bandeira da liberdade de Mapuche e outros povos originário do Cone Sul.

Reino de Araucania e Patagônia

O Reino de Araucania e Patagônia foi fundada em 17 de novembro de 1860, uma Assembléia Constituinte conhecido como Futa Kolloj , por parte das autoridades do povo mapuche eo advogado francês de origem nacional Mapuche Orélie Antoine de Tounens. O evento teve a participação de mais de 3000 delegados mapuches e outros povos indígenas dos quatro membros que formavam jurisdições territoriais. Durante a Assembleia aprovou a Constituição e elegeu Orélie Antoine de Tounens como o governante do Reino Mapuche. Embora o Chile e Argentina invasão ocorreu, a legalidade constitucional do Reino Unido é sem dúvida válido.

___________________________

Para obter informações sobre Mapuche Portal, por favor enviar e-mail / ou visitar os sites listados abaixo:
e-mail: portal.mapuche.rap @ gmail.com
Tel: +44- (0) 117 927 9391

Reino de Araucania e Patagônia - Mapuche Portal

Reino de Araucania e Patagônia - Mapuche Portal (local Facebook)

Reino de Araucania e Patagônia - (site oficial do Reino Unido)

http://www.mapuche-nation.org/espanol/ht...do-13.html



Reino de Araucania e Patagônia -
quem aqui já tinha ouvido falar nisso???
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Firenze pelo seu post:
Fire Fox (28-11-2014), Mediador (27-11-2014), naste.de.lumina (17-01-2014)
17-01-2014, 03:05 PM
Resposta: #6
RE: Plano Andino - parte 2
Duas interessantes matérias. Uma de um site de viagens internacionais e outra sobre a Patagônia.

[Imagem: patagonia.jpg]


itinerário que incita a conhecer o dia-a-dia da maior comunidade judia da América Latina.

Armá tu Viaje

Na Argentina, a imigração judia se desenvolveu de uma forma única no mundo. A experiência judaica se vive aqui nas grandes cidades, como Buenos Aires, e também no interior do país. Na região Litoral, no Estado de Entre Rios, o encantador circuito das “Colônias Judias” é testemunha de uma colonização agrícola inigualável. Também em Santa Fe, em Córdoba, em Tucumán e em Salta se respiram ares –sabores, sons e tradições- judaicas.

Museu Judaico de Buenos Aires (Dr. Salvador Kibrick)
[Imagem: 23bfca2eea.jpg]

Pertence à Congregação Israelita da República Argentina (C.I.R.A.) e foi fundado em 22 de outubro de 1967 pela iniciativa do Dr. Salvador Kibrick. Para fazer isso, ele mesmo doou de sua própria coleção, torot (pentateucos) sidurim (livros de orações), quadros, livros antigos, moedas e outros objetos que pudessem representar aspetos da cultura judaica através de seu valor simbólico.

Os judeus viveram na Argentina a partir do final do século XIX. Em 1876 o governo argentino autorizou o exercício do Ministério do Rabinato Judeu, promovendo assim a imigração judia. Desde então, centos de imigrantes dessa origem chegaram a estas terras do sul do mundo escapando, naquela época, das perseguições que sofriam na Rússia Czarista. A Jewish Colonization Association, criada pelo Barão Mauricio de Hirsch, possibilitou nessa época que se sentaram as bases da colonização judia na Argentina. Fundamentada em um projeto agrícola que se desenvolveu em diferentes Estados do país, especialmente da região Litoral, o projeto permitiu a fundação de dezenas de povoados que seriam conhecidos como as “Colônias Judias”, erguidas por homens e mulheres reconhecidos culturalmente como “Gaúchos Judeus”.

[Imagem: b5debbd732.jpg]

Tip
Sinagoga T.L. Moises

A Sinagoga T.L. Moisés, em nome do Barão Moritz (Moisés) de Hirsch, foi fundada em 1912, no centro da zona comercial da cidade, em frente da atual localização da cooperativa agrícola.


Atualmente, a cidade de Buenos Aires é o destino que conta com o maior número de judeus e instituições judaicas no país: é a sexta cidade fora de Israel em número de habitantes dessa origem. Embora o bairro tradicional dos judeus ortodoxos seja o Once, hoje os judeus porteños estão espalhados pela cidade inteira; o mesmo acontece com os templos, escolas, centros culturais, restaurantes e padarias. Na capital argentina é possível visitar o Museu Judeu de Buenos Aires, a Sinagoga da Congregação Israelita da República Argentina –conhecida como Templo Libertad, é a mais antiga de Buenos Aires e a mais importante do país-, a Associação Mutual Israelita Argentina (AMIA), o Gran Templo de Paso, a Sociedade Hebraica Argentina, a Escola Integral Hebreia Natan Gesang e o Museu do Holocausto, entre outras instituições. Além disso, Buenos Aires conta com um clube de prestadores turísticos associados ao Clube Buenos Aires Kosher que fornece informação especial e serviços para os observantes do kashurt que quiserem visitar a cidade.

[Imagem: 3b2ffe708c.jpg]

Grande Templo de Paso

O Grande Tempo Paso, fundado em 1930, é uma das mais antigas sinagogas da Argentina. O templo constitui uma importante peça religiosa localizada no tradicional Bairro de Once. Além de sua história e tradição, a particularidade da sinagoga é a atividade cultural que desenvolve. É um dos mais bonitos de toda América do Sul. Nele se localizou o primeiro Talmud Tora (casa de estudos religiosos) da Cidade de Buenos Aires, fundado em 1894. Sua imponente construção, patrimônio histórico da cidade, foi erigida em 1929 e contempla o mais belo da iconografia ashkenazí (Européia), da qual eram originários seus fundadores.


Em parte importante do seu território, Argentina alberga uma importante quantidade de consumidores de produtos “kosher”, é por isso que o viageiro que aderir a esta norma alimentícia encontrará uma variada oferta de serviços em supermercados, restaurantes e hotéis. Na cidade de Buenos Aires, onde está radicado o primeiro restaurante fora de Israel de tipo fast food reconhecido como “kosher”, também tem açougues, rotisserias e confeitarias com especialidades judias, tanto da Europa Central quanto do Oriente Médio. E, como não poderia ser de outra maneira no país berço do Malbec, Argentina conta também com o primeiro “Clube de vinhos com certificação kosher”.



Ao longo do ano, se realizam na Argentina atividades especiais, festivais artísticos, competições esportivas e celebrações que dão conta das diversas expressões do judaísmo que se manifestam no país. Desde 2004, a AMIA organiza amostras no Espaço de Arte AMIA com o objetivo de compartilhar uma seleção das melhores produções de artistas, onde convivem o reconhecimento aos grandes mestres e o descobrimento de jovens talentos. Com o nome de “YOK, judaismo a tu manera”, se realizam a atividades vinculadas ao enriquecimento da vida social e cultural das pessoas; se destacam aqui os eventos urbanos que reúnem a mais de 35.000 pessoas para compartilhar as festividades de Pesaj (Páscoas Judias) e Rosh Hashana (Ano Novo Judeu) em uma praça do bairro de Palermo. Também se desenvolvem anualmente eventos como: Festival Internacional de Cinema Judeu, Festival Dalia, Expo Mezuza, Feira do Livro Judeu, comemorações na via pública na festa de Jánuca, concurso de Bandas Macabeas “Chik Chak Rock” e competições esportivas organizadas pela Federação Argentina de Centros Comunitários Macabeos (FACCMA).

Neste contexto, uma ampla quantidade de propostas vinculadas à comunidade judia são suporte para que os estudantes desta origem –quer sejam argentinos ou estrangeiros- participem de encontros, cursos, saídas grupais, jantares de Shabat e viagens.

http://argentina.travel/pt/xp/experienci...ntina/4339

---------

PATAGÔNIA: A COMUNIDADE JUDAICA INTERNACIONAL COMPROU PATAGÔNIA ARGENTINA E CHILE PARA CONSTRUIR UM SEGUNDO ISRAEL.

[Imagem: el-jefe-de-gabinete-sergio-massa-el-dire...-amado.jpg]

Cristina Fernandez de Kirchner trocou a Patagônia pelo cancelamento da dívida da Argentina com o Banco Mundial e o FMI, Eduardo Elztain, presidente da comunidade judaica mundial.

A Patagonia Argentina, com uma área de 1.043.076 km ² é o dobro da Espanha, incluindo ilhas Baleares e Canárias.

[Imagem: 800px-WJC_meeting_with_Argentine_Preside...rchner.jpg]


A Patagônia Argentina vai unir parte do sul da Patagônia, no Chile, cujos efeitos já são sentidos de fato, e este eixo está trabalhando com o exército chileno para estabelecer previamente uma base militar subterrânea, a segunda mais sofisticada base depois do complexo militar nos EUA, a Área 51.

De tal base de controle poderão destruir submarinos que passarem pelo Cabo Horn do Pacífico para o Atlântico.

A base tem alguns anos, e é a fundação Rockefeller que, juntamente com a base que já existe no Ártico são as maiores do hemisfério sul.

A base Rockefeller da Patagônia e do Lake District, no sul do Chile e Argentina, são realmente uma extensa rede de túneis DUMB.

A água desta região é a mais pura do mundo e a mais saborosa. Rica em oligoelementos terciarios e impoluta. O homem ali não chegou ainda, exceto na forma de nada mais que algumas famílias e algumas unidades militares na história recente.

Os cientistas e militares israelenses têm vindo fazer suas medições e estudos técnicos da área e têm dado sinal verde para ir em frente com o estabelecimento de um novo Israel.

A construção dos DUMB gigantes é essencial para o desenvolvimento da vida no subsolo em uma região de temperaturas e ventos hostis no inverno antártico, e mais tarde, no verão pode se locomover para a superfície.

Os cultivos criogénicos nos DUMB são essenciais para a sustentabilidade da vida subterrânea, sem depender das condições climáticas externas e adversas na maioria do ano .

Outra parte dos DUMB funcionarão como refúgio atomico e de catástrofes naturais, com sistemas de bombeamento de água e ar tanto para sua extração como para sua alimentação.

A compra de tais territórios garantirão a propriedade privada e a carta branca para a própria organizacão como um país dentro de outros dois países, Chile e Argentina, com seu exército próprio mas também com a colaboração de ambos exércitos: argentino e chileno.

Para o equilíbrio dessa área geoestratégica, Argentina assinou acordos comerciais com a China, e a comunidade judaica, por sua vez pressionará o Império Britânico para a sua retirada das Malvinas (Falklands) ou se repartirá com a China e a Argentina os recursos desta área.

A comunidade internacional, no que diz respeito aos países extinguidos de sua soberania pela comunidade sionista internacional, não foi informada de nada desses planos, e apenas alguns serviços secretos conhecem muito por alto sobre essas ações, pois o exército de Israel, Argentina e Chile são responsáveis ​​pelo sigilo e discrição no desenvolvimento do projeto.

Na explosão termonuclear que se espera que possam ocorrer entre os blocos, e a contaminação e desaparecimento de cidades inteiras, por sua vez, dirigida e empurrada pelos interesses sionistas, que possuem Federal Reserve, terão sob seu controle a emissão de uma moeda única, e Israel espera continuar em vida solitária na terra, juntamente com os outros dumbs construídos na África e os EUA, pela mesma finalidade, de ter um lugar seguro, onde acomodará a elite do mundo.

Brocas poderosas estão trabalhando para conectar todos esses dumbs de diferentes continentes no número máximo de quilômetro e trâmites possíveis.

Israel herdará a terra, porque os outros países poderão cair sob os efeitos nucleares, da poluição ambiental diretamente ou por morte. E eles, os sionistas, que foram os arquitetos da confrontação de doutrinas para o sucesso do controle das finanças, dos governos, e as suas doutrinas inventadas para tal confronto do marxismo ao fascismo, sob a tutela da maçonaria internacional.

http://www.vientopatagon.cl/2013/11/la-c...al-ha.html
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Firenze pelo seu post:
Mgll (17-01-2014)
28-11-2014, 10:05 AM
Resposta: #7
Exclamation RE: O Macabro Plano Andino - Já está acontecendo?
Goldman Sachs e o plano de um “Novo Israel” no sul da Argentina e do Chile



[Imagem: nroeazx.png]


O que um banco usureiro e criminoso como a Goldman Sachs iria querer nas terras de Tierra del Fuego ao sul da Argentina?


Conforme aumenta a tensão no Oriente Médio provocada pelo regime nazi-sionista de Israel, mais aumentam os avanços sobre as terras da Patagônia argentina e chilena pelos sionismo internacional.


O objetivo é bem claro, criar um “Novo Israel”, uma nova “Terra Prometida” para os judeus que sairão de Israel e serão transferidos para terras ao sul do continente latino-americano. Tudo feito sem o consentimento do povo argentino/chileno e organizado por entidades promotoras do lobby israelense como DAIA e OSA na Argentina.


[Imagem: lGGj9zM.png]


Para disfarçar a verdadeira intenção de usurpação da terra que não lhes pertence, assim o próprio banco judaico apresenta o seu projeto de “proteção das riquezas” das terras chilenas/argentinas:


Citar:No extremo sul das Américas fica uma das mais ricas, mais ecologicamente diversas terras do mundo. Parque Natural Karukinka é o lar de mais de 100 espécies nativas que habitam as suas montanhas, pântanos e florestas antigas. E ele está sendo protegido por uma parceria público-privada entre a Goldman Sachs e da Wildlife Conservation Society (WCS), que está estabelecendo um novo padrão para a conservação a nível mundial.

O envolvimento da Goldman Sachs começou quando a empresa adquiriu 680 mil hectares de deserto bonito em Tierra del Fuego, Chile. Reconhecendo uma oportunidade única para preservar uma parte importante da biodiversidade do mundo, Goldman Sachs está em parceria com a WCS para garantir que Karukinka permaneça protegida em perpetuidade.

Fonte: goldmansachs.com


Ou seja, um banco criminoso irá “proteger” as riquezas virgens em terras que não possuem nenhum vínculo.


Como se isto fosse pouco, para “proteger” esta riqueza incalculável, vão colocar jovens israelenses para tomar conta do território. O pretexto é sempre “proteger a natureza e os recursos”.


Proteger para quem? Quem irá usar estes recursos no futuro?


[Imagem: t5ZYWty.png]


Citar:
(24-11-2014) A Embaixada de Israel chegou a um acordo com o Conaf para que jovens israelenses participem como voluntários nas tarefas de guardas-florestais em Torres del Paine.

Isto significa que no verão de 2015 ao menos quatro voluntários israelenses cumprirão as funções de guardas-florestais, entre os meses de dezembro e fevereiro.
Isto, após de que o Ministério de Relações Exteriores de Israel, em conjunto com a Embaixada de Israel em Santiago, lançassem uma campanha para promover as belezas naturais e particularidades ecológicas do Chile – especialmente do Parque Nacional Torres del Paine – entre os turistas israelenses.

Segundo explicou a cônsul de Israel no Chile, Hilly Gal-Or, o tema despertou grande interesse em Israel e foi recebida mais de 100 candidaturas para participar neste projeto.

A iniciativa não é nova, pois em janeiro passado cinco jovens estrangeiros foram selecionados para trabalhar como guardas-florestais voluntários: um estadunidense, um alemão, um espanhol e dois israelenses.

Fonte: biobiochile.cl


Acaso não existem voluntários chilenos ou argentinos para proteger seu próprio território?


O plano é evidente, só um estúpido não enxergaria o que está por trás disto, se trata de infiltrar agentes do Mossad israelense disfarçados de mochileiros para cartografar e mapear todos os recursos naturais que serão explorados numa futura invenção sionista de um “Novo Israel” na Patagônia chilena/argentina.


Já há diversas imagens na internet mostrando em algumas regiões da Patagônia, cartazes em hebraico para orientação dos “mochileiros” israelenses. Este é de uma localidade ao oeste da província de Santa Cruz, Argentina. Está localizada no sul da cordilheira dos Andes, no extremo sudoeste da Patagônia argentina.


[Imagem: uzxPPPs.jpg]


A tática é simples, é mais fácil “comprar” terras do que invadir militarmente, pois além do custo ser mais alto, haverá mortes. Então fazem tudo isto sorrateiramente, com o silêncio cúmplice da mídia corporativa que eles mesmos controlam. É claro que o plano só poderia ser bem sucedido com a atuação dos políticos corruptos que estão no poder, todos recebendo gordas comissões para permitir que bancos e corporações tomem o controle total do aparelho estatal e inclusive do próprio território.


Qualquer nação soberana jamais permitiria que grupos estrangeiros entrassem em seu território, ainda mais em regiões estratégicas, riquíssimas e que são altamente cobiçadas pelas petroleiras e corporações sionistas.


O plano de criação de um Israel na América do Sul é antigo, foi elaborado pelo fundador do sionismo, o antissemita Theodor Herzl em 1895, onde em seu livro “O Estado Judeu” indagava:


Citar:Palestina ou Argentina?

Qual escolher: Palestina ou Argentina? A Society tomará o que for dado e ao que se inclinar a opinião geral do povo judeu. A Society regulamentará ambas coisas. A Argentina é, por natureza, um dos países mais ricos da terra, de superfície imensa, população escassa e clima moderado. A República Argentina teria o maior interesse em nos ceder uma parte de seu território. A atual infiltração dos judeus os desagradou, naturalmente; teriamos que explicar à Argentina a diferença radical da nova emigração judia.

Palestina é nossa inesquecível pátria histórica. Somente seu nome seria, para nosso povo, um chamado poderosamente comovedor. Se S.M. o Sultão nos desse a Palestina, poderiamos comprometer-nos a regularizar as finanças da Turquía. Para Europa formaríamos ali um baluarte contra a Ásia; estaríamos à serviço dos postos de avançada da cultura contra a barbárie. Enquanto Estado neutro, manteríamos relação com toda a Europa, que teria que garantir nossa existência. Em relação aos Santos Lugares do cristianismo, se poderia encontrar uma forma de autonomia, isolá-los do território, de acordo ao direito internacional.

Formaríamos a guarda de honra ao redor dos Santos Lugares, assegurando com nossa existência o cumprimento deste dever. Esta guarda de honra seria o grande símbolo para a solução do problema judaico, depois de dezoito séculos, cheio de sofrimento para nós.


Este é o plano sionista para usurpar as terras do sul da Argentina e do Chile. Argentinos e chilenos que ousarem defender a sua soberania territorial serão rotulados como “terroristas” ou “antissemitas” e se tornarão os futuros palestinos.


[Imagem: h35kk7d.jpg]


O brasileiro que abra os olhos, porque também há um plano sionista para tomar todos os recursos da Amazônia, tanto o petróleo como as reservas de água. Para isto tentarão usar a farsa Ianomâmi em conjunto com ONG’s e a própria ONU, irão promover “nações indígenas” totalmente independentes do governo brasileiro.


Wall Street Journal critica a demora na exploração do pré-sal brasileiro. O petróleo é nosso ou é deles?


Se você é um verdadeiro patriota brasileiro, é sua obrigação tomar consciência disto e denunciar publicamente. Alerte seus familiares, seus vizinhos e seus amigos. Reaja antes que todos os recursos naturais e energéticos do seu país sejam usurpados por corporações transnacionais sionistas.




Caminho Alternativo - Goldman Sachs e o plano de um “Novo Israel” no sul da Argentina e do Chile

"Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima." (Lucas 21:28)
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 8 usuários diz(em) obrigado a Mediador pelo seu post:
Alkin (28-11-2014), Dom Ramón Valdés "tripa seca" (05-12-2014), Fire Fox (28-11-2014), LucianoR (28-11-2014), mentefantastica (28-11-2014), Minerim (28-11-2014), naste.de.lumina (28-11-2014), ULTRON (24-07-2016)
Pasta de Dente sem Flúor Oralin Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
28-11-2014, 01:03 PM (Resposta editada pela última vez em: 28-11-2014 01:05 PM por Alkin.)
Resposta: #8
RE: O Macabro Plano Andino - Já está acontecendo?
[Imagem: las-condes-santiago-chile.jpg]


[Imagem: Santiago-Chile.jpg]


Reparem a urbanização das cidades chilenas. O chile será o primeiro país desenvolvido da américa latina, se é que já não pode ser considerado.

Chile possui inúmeros tratados bilaterais principalmente com usa.

Percebem também que a mídia não fala sobre o Chile e a sua vida política?
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 6 usuários diz(em) obrigado a Alkin pelo seu post:
Dom Ramón Valdés "tripa seca" (05-12-2014), LucianoR (28-11-2014), Mediador (28-11-2014), Minerim (28-11-2014), naste.de.lumina (28-11-2014), ULTRON (24-07-2016)
28-11-2014, 02:58 PM
Resposta: #9
RE: O Macabro Plano Andino - Já está acontecendo?
(28-11-2014 01:03 PM)Maiode1968 Escreveu:  Reparem a urbanização das cidades chilenas. O chile será o primeiro país desenvolvido da américa latina, se é que já não pode ser considerado.

Chile possui inúmeros tratados bilaterais principalmente com usa.

Percebem também que a mídia não fala sobre o Chile e a sua vida política?

Muito bem reparado, brother @"Maiode1968"!

Aqui estão dois vídeos muito importantes sobre a iminente quebra da estrutura geopolítica da América Latina e futura colonização sionista no Chile (em espanhol):







"Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima." (Lucas 21:28)
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a Mediador pelo seu post:
Alkin (04-12-2014), Minerim (28-11-2014), naste.de.lumina (28-11-2014), ULTRON (24-07-2016)
28-11-2014, 03:36 PM
Resposta: #10
RE: O Macabro Plano Andino - Já está acontecendo?
Os jesuítas estão metidos nisso até o pescoço. Os jesuítas foram e são a continuação da ordem templária. Quando perseguidos pelo vaticano fugiram com a maior frota mercante do mundo. Eles criaram a suíça alicerçada pela criação dos primeiros bancos. Sempre neutra em guerras. Muito conveniente.

Vejam essa reportagem: Por que os Rockefellers e os jesuítas orientaram o Movimento de Divulgação UFO?

Isso está interligado com a onu, banco mundial, fmi, bis, psy-blackops, eugenia, inteligência artificial, petrodólares, mercenários, tecnologia secreta, ufo, terraformação, nano-genética, controle de mente, realidade holográfica, mente sobre a matéria, linhas ley de prisão eletromagnética, re-encarnação compulsória, consentimento, conhecimento, controle, poder, vaticano, linhagens de sangue, constante reinvenção do passado, desamparo aprendido, papado, escravidão.

Alguém sabe dizer como é feito a ligação dessa estratégia implementada no chile e argentina em relação ao brasil?

O MEDO É O ASSASSINO DA MENTE E A PRISÃO DA ALMA

O 'Agradecimento' significa educação e respeito, não é necessariamente concordância de opinião.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a naste.de.lumina pelo seu post:
Alkin (04-12-2014), Mediador (28-11-2014), ULTRON (24-07-2016)
Aromaterapia você encontra pelo menor preço na Tudo Saudável
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Tráfico de seres humanos está fora de controle em Portugal. Cimberley Cáspio 4 1,014 22-04-2018 02:18 PM
Última Resposta: Nelson Ferreira
Exclamation Venezuela lança plano nacional para desarmamento de civis Randradeknives 3 3,209 24-09-2014 03:59 PM
Última Resposta: Bill Goldberg
  Romeu Tuma Jr. alega que está prestes a ser preso por causa de seu livro! over9 11 6,525 07-08-2014 10:57 PM
Última Resposta: carlosrb
Exclamation Cuidado neste momento você esta sendo observado... mirtesavelaneda 7 4,750 17-07-2014 06:30 PM
Última Resposta: LucianoR
  o plano prawer de israel probra 2 3,192 21-04-2014 07:44 PM
Última Resposta: Chronoplast

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 134 usuários online.
» 0 Membros | 134 Visitantes

Estatísticas do Fórum
» Membros: 20,497
» Último Membro: Angie
» Tópicos do Fórum: 25,151
» Respostas do Fórum: 268,898

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Abertura Copa 2018 - Vídeo
Última Resposta Por: Toualy
Hoje 07:43 PM
» Respostas: 14
» Visualizações: 1233
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Justo
Hoje 06:05 PM
» Respostas: 872
» Visualizações: 176511
O inferno africano
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Hoje 04:34 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 61
O que estou a ler.
Última Resposta Por: ULTRON
Hoje 02:12 PM
» Respostas: 54
» Visualizações: 11139
União Europeia quer destruir Internet Livre
Última Resposta Por: Nikoloz
Hoje 01:21 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 92
Pedra surpreende NASA ao aparecer na frente de robô em marte
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 12:03 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 4749
Qual seria a diferença entre vida e 'estar vivo ou não'?
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 11:57 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 1048
Monarquia no Brasil: um sonho que não parece tão distante.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Hoje 11:36 AM
» Respostas: 5
» Visualizações: 305
Judaísmo, Selo de Salomão e a Serpente
Última Resposta Por: marcosarierom
Hoje 09:20 AM
» Respostas: 26
» Visualizações: 1920
Ovo de avestruz de 7.000 anos tem representado as 3 grandes pirâmides
Última Resposta Por: djaga
Hoje 12:36 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 272
O show da Nova Ordem Mundial
Última Resposta Por: ULTRON
Ontem 07:31 PM
» Respostas: 10
» Visualizações: 1077
Aí vem o futuro!
Última Resposta Por: Cecelo
Ontem 05:14 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 264
Centenas de crianças imigrantes estão presas em gaiolas na fronteira com o Texas.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Ontem 10:25 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 213
400 links que o Google não quer que você acesse
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 06:25 AM
» Respostas: 9
» Visualizações: 3538
Copa de 2014: uma Copa de desgraça social para muita gente Brasil afora.
Última Resposta Por: Bogoton
17-06-2018 09:08 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 157
Trump ordenou: Copa 2026 - quem não apoiasse os EUA,não teria mais o apoio americano.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
17-06-2018 05:07 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 180
37 anos depois, o INCRA volta a mostrar sua verdadeira face.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
17-06-2018 12:33 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 150
Greve dos Caminhoneiros. Temer não vai tolerar isso.
Última Resposta Por: ULTRON
17-06-2018 11:52 AM
» Respostas: 160
» Visualizações: 10699
Terra preta da Amazônia - Prova de Terraformação
Última Resposta Por: rmuller
17-06-2018 10:59 AM
» Respostas: 2
» Visualizações: 303
China: por falta de abelhas, foi criado o "homem-abelha".
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
16-06-2018 05:52 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 164
USA obrigam a China a taxar produtos do Brasil,em troca dos seus.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
16-06-2018 04:41 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 212
EUA oferecem doação de material militar da guerra do Vietnã, ao Brasil.
Última Resposta Por: pablo_hp
16-06-2018 03:07 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 589
A Pedra Misteriosa de Winnipesaukee
Última Resposta Por: pablo_hp
16-06-2018 02:49 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 208
1984- GEORGE ORWELL - COMPLETO LEGENDADO EM PT
Última Resposta Por: mongenegro
16-06-2018 07:00 AM
» Respostas: 14
» Visualizações: 35769
Algumas músicas anom
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
16-06-2018 02:17 AM
» Respostas: 125
» Visualizações: 25044
Evolucionismo, o Conto de Fadas de Darwin
Última Resposta Por: Bogoton
15-06-2018 09:30 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 225
Nibiru, Elenin, - Transformações da Terra - o que ninguém te conta
Última Resposta Por: Thucks
15-06-2018 05:31 PM
» Respostas: 1255
» Visualizações: 548129
Nosso mundo é uma prisão conceitual e só vemos relances da realidade, diz cientista
Última Resposta Por: Thucks
15-06-2018 04:41 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 348
A Origem da Vida
Última Resposta Por: Thucks
15-06-2018 04:27 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 336
A Estátua Reptiliana No Templo Horyuji Nara, Japão
Última Resposta Por: Thucks
15-06-2018 04:24 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 178

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial