Biscoitos saudáveis e sem glúten
você encontra aqui!



Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
O risco da desinformação.
21-03-2019, 02:46 PM
Resposta: #1
O risco da desinformação.
Vamos abordar alguns pontos que compõem uma mudança no consumo da informação, fato que foi catalisado pela popularização da Internet. Através da monitorização de sites de notícias e redes sociais, viu-se que as informações, além de mais rasas, estão se tornando mais rápidas, de forma a suprir a necessidade de actualizações constantes, sem que haja um filtro de relevância. Esse comportamento mostra-se parte de um fenómeno conhecido por desinformação, em que o consumo por informação se torna maior e mais disperso, porém o conhecimento diminui. Concluiu-se que a Internet aparece como uma facilitadora no processo de desinformação, agilizando sua propagação e prejudicando a credibilidade das fontes. A procissão ainda vai no adro e o debate mal começou. Mas a importância do mesmo é extrema e dele dependerá a qualidade futura da nossa cidadania e democracia.

[Imagem: fake.jpg]



Devemos ser nós, consumidores de informação, a ter cautelas com o que nos é apresentado não prescindindo de proactivamente procurar informação?

Caro leitor, se é uma daquelas pessoas que lê notícias na edição impressa do jornal é bom que saiba que é uma espécie em vias de extinção. Um estudo realizado pela Reuters em 26 países de todo o mundo (Portugal incluído) indica que para os diversos segmentos etários entre os 18 e os 44 anos a principal fonte de informação é o canal online e, neste, crescentemente, as redes sociais.

Não é novidade que a massificação do acesso à Internet tem contribuído para a universalização do acesso a informação. No entanto, a questão que cada vez mais se coloca é se o caminho que tem sido seguido é necessariamente positivo. A pergunta pode parecer estranha. Afinal, mais informação sempre foi vista como sinónimo de melhor qualificação da sociedade, melhor cidadania e até de uma melhor democracia. A verdade, porém, é que o “mais informação” que a Internet proporciona não se traduz necessariamente em “melhor informação” e, por vezes, nem mesmo em informação com o mínimo de fidedignidade.

O consumo de notícias e de opinião online é, como grande parte dos conteúdos a que acedemos na net, crescentemente personalizado. Os nossos hábitos na web são escrutinados e os nossos perfis traçados por algoritmos com o objetivo de que nos sejam apresentadas ou recomendadas apenas as coisas de que gostamos. O fenómeno começou por ser mais visível na publicidade online. Recebemos anúncios relacionados com o que pesquisamos no Google ou com as conversas que temos nas redes sociais. A questão é que o mesmo padrão está a chegar à informação.

Os designados social media, onde consumimos notícias, utilizam algoritmos de recomendação que sabem o que gostamos de ler e nos mostram as notícias e a opinião que nos agradam. Embora se crie uma aparente eficiência que à primeira vista até podemos apreciar, os riscos são óbvios.

Por um lado, a possibilidade de vivermos numa bolha de notícias e de opinião, onde não entrámos voluntária ou conscientemente, e que não é necessariamente representativa e plural. Por outro lado, o risco de a nossa opinião poder ser manipulada por quem escolhe as notícias que lemos ou por quem, ilegitimamente, sabe usar os algoritmos para influenciar as notícias (verdadeiras ou falsas) que nos chegam. Aquilo que os norte-americanos acusam os russos de terem feito nas eleições presidenciais de 2016 através das redes sociais é um claro exemplo do potencial do que está aqui em causa.

A questão é séria e merece reflexão. Como podemos tirar partido da tecnologia, eliminando os riscos que esta também coloca? Devemos ser nós, consumidores de informação, a ter cautelas com o que nos é apresentado não prescindindo de proativamente procurar informação? Deve deixar-se nas mãos destas plataformas de social media a iniciativa da autorregulação com vista a mitigar os riscos dos algoritmos e da manipulação de informação? Ou devem estas entidades, que têm o poder de influenciar a informação a que acedemos, ser reguladas e sujeitas a obrigações como as que impendem sobre a imprensa em geral?




Ab alio expectes, quod alteri feceris
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a ruicoelho pelo seu post:
CaféSemAçúcar (27-03-2019), Cimberley Cáspio (22-03-2019), indignado (26-03-2019)
Goji Berry Pelo menor Preço Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
22-03-2019, 01:49 AM (Resposta editada pela última vez em: 22-03-2019 05:24 PM por SE7MUS.)
Resposta: #2
RE: O risco da desinformação.
Olá @ruicoelho

Permita-me largar minha opinião sobre, então: Realmente a imprensa jornal entrou no rol das coisas extintas, mas ainda não foi despachada. Afinal, um público de 18 a 44 anos, nesta era de canais online e redes sociais, não vão dispensar uma "Rapidinha News" de bolso.

Entretanto, acesso a informação tendenciosa pode ser danosa para a autocrítica ideológica do cidadão, o qual polariza suas ideias ou que alimenta sua sequacidade com tais enunciados jornalísticos unilaterais. Toda esta linha de informação parcial tratada como "fidedigna" pelo leitor não pode ser levada como "desinformação", mas como um ponto de equívoco onde o próprio leitor, quem sabe acidentalmente, pode comparar os fatos com as narrações das notícias. E nesta comparação tomar um caminho positivo. Pois a desinformação real é destruída diante dos fatos experienciado pelo leitor.

E com certeza que os algoritmos de recomendações atrapalham, porque polarizam a pesquisa atendendo os "gostos" dos leitores ao invés de estimular contra-pontos às idéias dos usuários. E, eu sei, claro, que os algoritmos trabalham em favor da empresa que a implementa para agradar seu público; e não se preocupa com o desenvolvimento intelectual dos clientes. E ainda, quem encoraja mais investimentos em algoritmos malignos pode inculcar idéias hostis e formar fanáticos, onde um ingênuo acessa e de repente se torna parte disso pensando que tais ideias são representativas e plurais.


E ao final, não pode regular estes meios de comunicação democrática aos moldes da imprensa tradicional, porque o filtro de interpretação está no leitor, a formação de opinião está no embate de argumentos variados e quanto mais se recebe notícias mais formas de expressões aprende-se para debates.

Claro que o respeito deve ser elevado. Mas a imprensa tradicional regida sob regulamento de tais chefes partidários e mentirosos deve ser enfrentada com a autonomia e independência de uma "imprensa online".

O leitor se vira!



Abaços.

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
O pássaro prefere um simples ramo a uma gaiola de ouro. Lao Tzu
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a SE7MUS pelo seu post:
CaféSemAçúcar (27-03-2019), Cimberley Cáspio (22-03-2019), marcosarierom (25-03-2019), ruicoelho (22-03-2019)
22-03-2019, 08:49 AM
Resposta: #3
RE: O risco da desinformação.
Com a internet, entramos na Era da Informação.
Paradoxalmente, entramos também na Era do Engano.
A contra-informação por meio da grande mídia, da contracultura de Antonio Gramsci e de toda a agenda cultural marxista anti-cristã e anti-familiar são armas revolucionárias a fim de desconstruir a herança Greco/romana fruto dos princípios espirituais judaico/cristãos.
Após a desconstrução, ficará legitimada a construção de uma NOM por meio de um governo único, detentor do poder econômico, político e religioso em uma única central de comando.
Nada mais totalitário e abjeto já se construiu em tão larga escala no globo terrestre.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Marcelo Almeida pelo seu post:
ruicoelho (25-03-2019)
22-03-2019, 09:24 AM
Resposta: #4
RE: O risco da desinformação.
A grande mídia é mais que mera fake news.
A mídia brasileira cria uma realidade paralela e fica navegando nela, sob os olhares atônitos de um povo vitimado pela ignorância e com o cérebro sendo fritado por uma chuva de informações contraditórias.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Marcelo Almeida pelo seu post:
ruicoelho (25-03-2019)
Compre o Melhor do Mel e Derivados na Tudo Saudável
22-03-2019, 02:39 PM
Resposta: #5
RE: O risco da desinformação.
Agora na Rússia, notícias falsas vão dar cadeia.

The Moscow Times

[Imagem: A7vEwFJEtOZJlcJQiMEf3W4xIvIxhTej1.jpg]



O presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou um controverso conjunto de leis que tornam crime “desrespeitar” o Estado e divulgar “notícias falsas” on-line, informou a mídia russa na segunda-feira.

Os projetos de lei que alteram as leis de informações existentes ultrapassaram as duas câmaras do parlamento russo em menos de dois meses. Observadores e alguns legisladores criticaram a legislação por sua linguagem vaga e potencial para sufocar a liberdade de expressão.

A legislação estabelecerá punições para divulgar informações que “exibam desrespeito flagrante pela sociedade, governo, símbolos oficiais do governo, constituição ou órgãos governamentais da Rússia”.

Noticiários online e usuários que espalham “notícias falsas” enfrentarão multas de até 1,5 milhão de rublos (US $ 22.900) por crimes reincidentes.

Símbolos insultuosos e as autoridades, incluindo Putin, terão uma multa de até 300 mil rublos e 15 dias de prisão por ofensas repetidas.

Como é o caso de outras leis russas, as multas são calculadas com base no fato de o infrator ser cidadão, funcionário ou pessoa jurídica.

Mais de 100 jornalistas e figuras públicas, incluindo a ativista de direitos humanos Zoya Svetova e a popular escritora Lyudmila Ulitskaya, assinaram uma petição contrária às leis, que eles chamavam de “censura direta”.

O Kremlin, no entanto, negou que a legislação seja uma censura.

“Além disso, essa esfera de notícias falsas, insultos e assim por diante, é regulamentada de forma bastante dura em muitos países do mundo, incluindo a Europa. Por isso, é necessário fazê-lo também em nosso país”, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

Leis mais severas sobre Internet introduzidas nos últimos cinco anos exigem que os mecanismos de pesquisa excluam alguns resultados de pesquisa, serviços de mensagens para compartilhar chaves de criptografia com serviços de segurança e redes sociais para armazenar dados pessoais de usuários em servidores no país.

A Reuters contribuiu com reportagem para este artigo.

.themoscowtimes.com/2019/03/18/putin-signs-fake-news-internet-insults-bills-into-law-a64850
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Cimberley Cáspio pelo seu post:
CaféSemAçúcar (27-03-2019), ruicoelho (25-03-2019), SE7MUS (22-03-2019)
22-03-2019, 05:33 PM
Resposta: #6
RE: O risco da desinformação.
A censura começou. O poder que o povo exerce expressando sua indignação, seus anseios e seus planos lhe será tirada.

No fim das contas, quem fazer matéria contra as simbologias maçônicas, satanismo e desmascarar os planos malignos será punido. O que implica que a verdade será barrada a todo custo.

E sabemos que o leitor tem a responsabilidade de interpretar as "Fakes News".

Fake News é uma nova disciplina que se deve estudar, porque a grande mídia tem se mostrado a maior manipuladora de informações e produtora de falsas notícias.

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
O pássaro prefere um simples ramo a uma gaiola de ouro. Lao Tzu
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a SE7MUS pelo seu post:
CaféSemAçúcar (27-03-2019), Cimberley Cáspio (22-03-2019), marcosarierom (25-03-2019), ruicoelho (25-03-2019)
25-03-2019, 04:58 PM (Resposta editada pela última vez em: 25-03-2019 04:59 PM por ruicoelho.)
Resposta: #7
RE: O risco da desinformação.
(22-03-2019 05:33 PM)SE7MUS Escreveu:  ...
Fake News é uma nova disciplina que se deve estudar, porque a grande mídia tem se mostrado a maior manipuladora de informações e produtora de falsas notícias.
...

E assim continuará por todo o sempre. Não sei, sou pela sobrevivência da verdade e ainda acredito numa vitória...

A mídia como um meio de expressão e um intermediário na transmissão de uma mensagem, exerce legalmente a função do quarto poder. Em teoria, podemos considerar que, também, e sou optimista nesse sentido, pode ter o seu lado positivo, ou seja, o sentido da denuncia. Algo que se está a tornar menos visível por força opositora dos poderes instituídos.

Compete a cada um de nós, exercer o seu sentido critico, ser intelectualmente correcto, selectivo, não manipulável, pesquisador e, assim, filtrar o que entendemos por verdade informativa. Quem possui uma mente e uma cultura sã, está invulnerável à desinformação. Lamentavelmente, cada vez são menos os que têm consciência para exercer autonomamente uma filtragem à informação intoxicante, que, como todos constatamos, prolifera como cogumelos.

Infelizmente, os atributos acima referidos são cada vez mais escassos na sociedade, levando assim uma mídia sensacionalista e negativista, a se sobrepor sobre a mídia informativa e realista.

O facilitismo com que hoje se coloca uma noticia no ar, que se propaga à velocidade de um click, é um terreno fértil que favorece a falta de rigor. A maior enciclopédia do mundo, a "Biblioteca de Alexandria Electrónica" (Internet), é o terreno mais pantanoso para a desinformação e, infelizmente, o mais utilizado, pelo simples facto de não dar trabalho a pensar. Está tudo lá, ao segundo, independentemente de estar errado e/ou manipulado.

Se no fórum, algum tópico, excede umas poucas linhas, a probabilidade de não ser lido, a não ser o seu titulo, é quase de 90%. Podemos constatar este facto nos comentários breves, destituídos de conteúdo, mal elaborados, sem fundamento, pobres em linguagem, repletos de erros ortográficos e gramaticais, etc...

Vai longe o tempo de uma imprensa escrita que tinha como primeira opção informar, mas informar com responsabilidade. Devemos habituarmo-nos a esta vil realidade e aprender a sobreviver à falsidade e à desinformação. No entanto, sou daqueles que ainda considera que esta má informação, propagada por uma mídia podre, tem pés de barro e um dia cairá.

Ab alio expectes, quod alteri feceris
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a ruicoelho pelo seu post:
CaféSemAçúcar (27-03-2019)
Shoyu Orgânico Fermentado Naturalmente Você Encontra na Tudo Saudável
Responder 


Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 74 usuários online.
» 2 Membros | 72 Visitantes
Cimberley Cáspio, Voh

Estatísticas do Fórum
» Membros: 21,090
» Último Membro: esser78341
» Tópicos do Fórum: 26,183
» Respostas do Fórum: 278,215

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Por que devemos confiar nos cientistas?
Última Resposta Por: NoNOM
Hoje 09:04 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 81
Não há vacina contra a estupidez.
Última Resposta Por: ruicoelho
Hoje 08:49 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 9
Fatos que ninguém questiona (mas deveria)
Última Resposta Por: Anonymous_T.ron
Hoje 02:59 AM
» Respostas: 10
» Visualizações: 505
A degeneração progressiva dos povos e das culturas
Última Resposta Por: Diakonov
Hoje 01:14 AM
» Respostas: 46
» Visualizações: 1731
Sonhos premonitórios
Última Resposta Por: jonas car
Hoje 01:07 AM
» Respostas: 135
» Visualizações: 54581
Padre: Sou maroto, sou danado...
Última Resposta Por: jonas car
Hoje 12:52 AM
» Respostas: 11
» Visualizações: 405
NETFLIX - Propagando o feminismo, empoderamento e LGBT
Última Resposta Por: jonas car
Hoje 12:10 AM
» Respostas: 5
» Visualizações: 305
A perversa estratégia da NOM na desvirtualização do aceitável
Última Resposta Por: jonas car
Hoje 12:06 AM
» Respostas: 9
» Visualizações: 634
Jung e Deus.
Última Resposta Por: Diakonov
Ontem 11:41 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 101
YouTube, o grande agente da radicalização.
Última Resposta Por: Diakonov
Ontem 10:19 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 107
Na presença da ignorância, a inteligência se cala.
Última Resposta Por: DeOlhOnafigueira
Ontem 07:10 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 141
Estamos a desenvolver estudos que têm implicações na Terra
Última Resposta Por: ruicoelho
Ontem 01:14 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 94
Trump aprovou ataque contra o Irão, mas cancelou “abruptamente”
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Ontem 11:33 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 211
Terra Plana: A Elite e a doutrinação secular da Terra em formato de globo
Última Resposta Por: Supermoderador
Ontem 11:02 AM
» Respostas: 242
» Visualizações: 10645
Astrônomos alertam sobre 'impacto catastrófico' de chuva de meteoros que se aproxima
Última Resposta Por: Anonymous_T.ron
22-06-2019 08:00 PM
» Respostas: 10
» Visualizações: 467
(Importante) III Guerra Mundial
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
21-06-2019 08:01 PM
» Respostas: 695
» Visualizações: 454109
Sinais do Apocalipse
Última Resposta Por: BioMachine
21-06-2019 06:18 PM
» Respostas: 19
» Visualizações: 1765
Missão MMX arranca em 2024 para explorar as duas luas de Marte
Última Resposta Por: ruicoelho
21-06-2019 05:50 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 116
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
21-06-2019 05:39 PM
» Respostas: 1199
» Visualizações: 225293
NASA coletará amostra de asteroide que pode atingir a Terra.
Última Resposta Por: ruicoelho
21-06-2019 04:27 PM
» Respostas: 34
» Visualizações: 5122
Métodos de datação e as mentiras da teoria da evolução.
Última Resposta Por: ruicoelho
21-06-2019 02:53 PM
» Respostas: 44
» Visualizações: 1723
O GRANDE SEGREDO dos seus Dentes (Importante)
Última Resposta Por: Beobachter
20-06-2019 05:22 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 409
Nova Ordem Mundial e as Cripto Moedas (bitcoin)
Última Resposta Por: BioMachine
20-06-2019 12:22 PM
» Respostas: 18
» Visualizações: 5903
Terremoto, Furacão, Tempestade Solar - Acontecimentos recentes!
Última Resposta Por: jonas car
20-06-2019 02:22 AM
» Respostas: 96
» Visualizações: 19380
Toy Story 4 - Ideologia de gênero para as crianças.
Última Resposta Por: jonas car
20-06-2019 02:12 AM
» Respostas: 9
» Visualizações: 738
Graças a Glenn Greenwald, Maduro será a primeira vítima.
Última Resposta Por: Bogoton
20-06-2019 12:52 AM
» Respostas: 2
» Visualizações: 398
Sol poderá lançar “bombas de chamas” que fritarão satélites e redes elétricas.
Última Resposta Por: ruicoelho
19-06-2019 03:49 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 401
Por que sentimos Insegurança?
Última Resposta Por: ruicoelho
18-06-2019 04:35 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 227
Seis maneiras de estimular o pensamento crítico.
Última Resposta Por: ruicoelho
18-06-2019 04:03 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 212
Brendon O'Connell: Israel tem Back Door em todos os dispositivos da Microsoft
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
18-06-2019 01:25 PM
» Respostas: 8
» Visualizações: 854

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial