Sua pele mais bonita com colágeno hidrolisado


Atualizações: Operação Jade Helm

Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 2 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[Saúde Pública] Zika Virus e sua relação com a Microcefalia
18-12-2015, 05:10 PM
Resposta: #21
RE: [Saúde Pública] Zika Virus e sua relação com a Microcefalia
(18-12-2015 07:12 AM)ruicoelho Escreveu:  
(09-12-2015 10:51 PM)Vitoreli Escreveu:  ()
Gostaria que o amigo @ruicoelho pudesse enriquecer esse tópico com seu conhecimento no sentido de informar se já tinha visto casos ou estudos anteriores relacionando o zika virus a microcefalia antes dessa epidemia no nordeste do Brasil.
()

Nunca trabalhei com o Zika e conheço muito pouco dele.

Fica a promessa de uma consulta ás bibliotecas médicas sobre o assunto.
Caso entende que é relevante, exporei aqui o que consultei.

Muito rapidamente sei que já foi detectado no liquido amniótico... E, pode ser que induza mal formação (???)

Tenho dúvidas se é um factor determinante no surgimento da microcefalia...

Obrigado, amigo.

Que a Verdade do Teu Reino reine em mim!
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Vitoreli pelo seu post:
ruicoelho (18-12-2015)
O Melhor em Suplementos Esportivos Você encontra na Tudo Saudável
18-12-2015, 08:06 PM
Resposta: #22
RE: [Saúde Pública] Zika Virus e sua relação com a Microcefalia
(18-12-2015 05:10 PM)Vitoreli Escreveu:  
(18-12-2015 07:12 AM)ruicoelho Escreveu:  
(09-12-2015 10:51 PM)Vitoreli Escreveu:  ()
Gostaria que o amigo @ruicoelho pudesse enriquecer esse tópico com seu conhecimento no sentido de informar se já tinha visto casos ou estudos anteriores relacionando o zika virus a microcefalia antes dessa epidemia no nordeste do Brasil.
()

Nunca trabalhei com o Zika e conheço muito pouco dele.

Fica a promessa de uma consulta ás bibliotecas médicas sobre o assunto.
Caso entende que é relevante, exporei aqui o que consultei.

Muito rapidamente sei que já foi detectado no liquido amniótico... E, pode ser que induza mal formação (???)

Tenho dúvidas se é um factor determinante no surgimento da microcefalia...

Obrigado, amigo.


Nota: As fontes não são especificamente cientificas.

Casos de Microcefalia! Identificado Zika vírus em líquido
amniótico


Conforme foi divulgado anteriormente aqui no Biologia Total, a hipótese de que o surto de Microcefalia estaria diretamente relacionada com o Zika vírus, foi confirmada pela Fiocruz!O que embasava esta hipótese seria o fato de que aumento dos casos da doença foi compatível com o período em que as mães possam ter tido contato com este vírus, durante a gestação. Até o momento, não havia relatos na literatura científica que associavam este vírus e a doença.

[Imagem: laboratorio_fiocruz.png]

Análise de amostras de líquido amniótico das gestantes foi feito em Laboratório de Flavivírus, do Instituto Oswaldo Cruz


A descoberta inédita feita pelo Laboratório de Flavivírus do Instituto Oswaldo Cruz (IOC-Fiocruz) é que o Zika vírus é capaz de atravessar a barreira placentária e chegar até o líquido amniótico: fluido que envolve o feto durante a gravidez.Foram realizados testes com o líquido amniótico de duas mulheres que tiveram contato com o Zika vírus e que já tiveram o resultado positivo de Microcefalia em seus bebês, dentro do útero. O material genético (RNA) do vírus foi detectado em amostras de líquido amniótico, com o uso das técnicas de RT-PCR convencional e RT-PCR em tempo real. Os resultados obtidos foram reconfirmados através da técnica de sequenciamento parcial do genoma viral detectado nas amostras. Foi identificado o genótipo asiático – são conhecidos dois genótipos do vírus zika - os genótipos asiático e africano.

***


Detecção de zika no líquido amniótico é inédita na ciência


[Imagem: 1448021257liquido-amniotico-quantos-litr...-copia.jpg]

A descoberta feita pelo Laboratório de Flavivírus do Instituto Oswaldo Cruz (IOC-Fiocruz de que o zika vírus é capaz de atravessar a barreira placentária e chegar até o líquido amniótico, fluido que envolve o feto durante a gravidez, é inédita na ciência mundial.

Resultados de testes feitos no líquido amniótico de duas gestantes que tiveram contato com o zika vírus e cujos bebês foram diagnosticados com microcefalia por exames de ultrassonografia foram divulgados no dia 17 de novembro em coletiva de imprensa convocada pelo Ministério da Saúde. Na ocasião, representantes da pasta disseram que a expansão de casos de zika vírus é a "principal hipótese" para explicar aumento da ocorrência de microcefalia no Nordeste.

“Em termos científicos, a descoberta é extremamente relevante. Foi a primeira vez no mundo que se detectou a presença do zika em líquido amniótico”, diz Rodrigo Stabeli, vice-presidente de Pesquisa e Laboratórios de Referência da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Ele explica que, como o vírus é muito novo em termos epidemiológicos (os primeiros casos no Brasil foram identificados em abril deste ano), ainda não se sabia se ele teria a capacidade de atravessar a barreira placentária durante a gestação. “A placenta é uma barreira natural que previne infecções por vírus e bactérias. Os testes mostraram que o zika tem a capacidade de atravessar essa barreira importante e se concentrar no ambiente gestacional no interior da placenta.”

Zika vírus e microcefalia

Com esse resultado, é possível afirmar que a microcefalia aconteceu concomitantemente à infecção do zika vírus no ambiente em que o feto está sendo gerado. “Como esse vírus tem uma manifestação importante no sistema nervoso, isso é uma forte evidência de que o vírus possa estar relacionado com a microcefalia, mas ainda é preciso olhar para mais casos e explorar novas correlações para confirmar esse achado", observa Stabeli.

Segundo Stabeli, a descoberta também ajuda na compreensão da biologia e do desenvolvimento do vírus e traz informações importantes que podem ser usadas no combate das infecções virais por zika.

Outro achado interessante foi que, nas duas gestantes, o vírus não estava mais presente em amostras de sangue e de urina, o que significa que o vírus, além de ter entrado no ambiente placentário, tinha conseguido permanecer neste ambiente enquanto já tinha sido eliminado no resto do organismo da gestante.

Método de detecção

Para confirmar a presença do zika no líquido amniótico, as amostras coletadas nas gestantes foram submetidas a um método chamado PCR (sigla para reação em cadeia da polimerase, em inglês). Essa técnica permite amplificar o material genético do vírus presente na amostra, para que ele se torne detectável. Em seguida, foi feito um sequenciamento parcial do genoma do vírus, o que permitiu identificar que trata-se do zika originário da Ásia, e não da África.

Um dos problemas a serem enfrentados em relação ao surgimento de casos de zika vírus no país é que, diferentemente do que ocorre com a dengue, por exemplo, ainda não há um teste padrão para diagnosticar a doença. “Como o zika é novo, não temos uma padronização nos testes. Para se ter certeza do diagnóstico, é preciso usar a técnica de PCR, que é complexa e não está disponível no mercado”, diz o pesquisador.

No Brasil, somente três unidades da Fiocruz, além do Instituto Evandro Chagas, órgão vinculado ao Ministério da Saúde no Pará, têm a capacidade de fazer esse exame. “Esses laboratórios têm a missão de desenvolver um método melhor de diagnostico para suprir esse problema epidemiológico. A Fiocruz está preocupada em desenvolver metodologias que possam fazer testes mais confiáveis e menos complexos”, diz Stabeli

***

Zika vírus é o principal suspeito do surto de microcefalia, diz Ministério da Saúde


[Imagem: b557c56652da648dd3c7e4f828982d51.jpg]

"Na manhã de hoje, foi confirmada a identificação do zika em líquido amniótico colhido de duas gestantes da Paraíba que tiveram a constatação, por ultrassom, de que a criança tem microcefalia. Os exames foram realizados pela Fundação Oswaldo Cruz, por três técnicas diferentes. E todas elas confirmaram a existência do zika, o que garante a confiança do diagnóstico. Uma dessas técnicas foi o sequenciamento de parte do material genético das gestantes", disse ele, durante coletiva de imprensa para divulgação do boletim sobre o surto de microcefalia.

"O exame do líquido amniótico não é rotineiro durante a gestação, e não deve se tornar rotineiro, porque é invasivo. Não deve se tornar um método de investigação, e sim deve ser usado apenas quando houver suspeita da existência do vírus por parte da equipe médica".

De acordo com Maierovitch, essa descoberta torna "altamente provável" que a causa para o surto de microcefalia seja o vírus zika. "Isso (a comprovação do vírus em duas grávidas) fecha o diagnóstico da correlação entre a infecção de zika e a microcefalia? O que a gente pode responder até agora é: quase. É altamente provável a correlação entre as duas coisas. Dificilmente será uma coincidência, mas estamos sendo cautelosos em relação a isso. A situação é toda nova. Nós não temos literatura médica sobre isso em qualque lugar do mundo. Os cientistas devem nos ajudar a verificar essa relação de causa e efeito", observou ele.

Suspeita de microcefalia atinge 399 bebês

O diretor de vigilância de doenças transmissíveis destacou que, até a última contagem, foram identificadas 399 crianças com suspeita de ter a malformação congênita. Esses bebês são de Pernambuco, Sergipe, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Ceará e Bahia.

"Não podemos dizer que todas essas 399 crianças têm microcefalia porque o critério usado para diagnosticar a doença, a princípio, é o perímetro cefálico igual ou inferior a 33 centímetros. Mas, para confirmar mesmo que uma criança com um tamanho de crânio menor do que a média realmente tem a doença, é preciso que ela passe por exames", explicou Maierovitch.

Ele ressaltou que o Ministério da Saúde conta com as secretarias estaduais e municipais de saúde para que todos os casos de microcefalia sejam identificados. Ele reforçou que as gestantes devem evitar fontes de infecção de qualquer tipo, isto é, evitar contato com pessoas com febre e mosquitos transmissores de doenças.

"A gente sabe que isso (evitar mosquitos) não é fácil para a maioria da população. Se fosse fácil, não teríamos epidemias de dengue. Mas isso pode ser encarado como uma das muitas precauções especiais durante a gravidez", disse ele.

"Para as mulheres grávidas que tiverem qualquer indício de zika, é preciso conversar com seu médico para ver a necessidade de um eventual exame. Ainda não temos muito o que acrescentar quanto a isso. Precisamos entender melhor o problema até sermos capazes de dar quaisquer recomendações mais específicas", complementou.

De acordo com Maierovitch, não se encontrou, até o momento, nenhuma outra causa provável para explicar o atual surto de microcefalia. Maierovitch disse, no entanto, que não há como estimar quantas pessoas teriam tido o vírus zika este ano no Brasil, e, assim, é difícil prever a dimensão que esse problema poderá tomar nos próximos dias.

"É impossivel neste momento estimar a magnitude do surto de zika no primeiro semestre deste ano, porque muitas pessoas que tiveram a doença não apresentaram sintomas. Só sabemos que tivemos casos confirmados em 14 estados brasileiros, dentre eles todos os da Região Nordeste", afirmou ele.

"Mas acreditamos que não se pegue o vírus zika duas vezes, então, pode ser que, depois de uma intensa circulação do vírus no país, muitas pessoas fiquem imunes à doença, o que seria um bom cenário", finalizou.


Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a ruicoelho pelo seu post:
Marck Vini (25-01-2016), Padmé Amidala (14-01-2016)
18-12-2015, 11:05 PM
Resposta: #23
RE: [Saúde Pública] Zika Virus e sua relação com a Microcefalia
Por que minha resposta foi deletada @Chronoplast, ?
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
18-12-2015, 11:36 PM
Resposta: #24
RE: [Saúde Pública] Zika Virus e sua relação com a Microcefalia
Qual resposta, @John Dickinson?

"These chambers offer insight for those patient enough to look - in your haste to find me, perhaps you have not gazed deeply enough. Our futures are predestined - Moebius foretold mine a millennium ago. We each play out the parts fate has written for us. We are compelled ineluctably down pre-ordained paths. Free will is an illusion."
Kain
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
Sabonetes naturais pelo menor preço é na Tudo Saudável
19-12-2015, 08:08 AM
Resposta: #25
RE: [Saúde Pública] Zika Virus e sua relação com a Microcefalia
Entendendo a Microcefalia por Célio Pezza + Carta Aberta Monsanto [Atualizado]


[Imagem: 8c4c5b2a28a274299a3f1fccd03ae685.jpg]

Microcefalia é uma doença em que as crianças nascem com a cabeça e o cérebro menores que o normal, influenciando no seu desenvolvimento mental.

Aqui no Brasil estamos observando um aumento considerável da doença em especial nos estados do nordeste e muitos profissionais da saúde têm relacionado esse surto de microcefalia com o Zika vírus, transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, o mesmo transmissor da dengue.

As causas do aumento da doença no Brasil estão caindo sobre o mosquito, enquanto outras mais prováveis não estão nem sendo mencionadas, pois contrariam os interesses de grandes empresas.

Óbvio que a guerra contra o mosquito é importante e já deveria ter sido feita desde muitos anos atrás, mas o ponto central é: será que o mosquito é o causador das microcefalias?

O geneticista e ambientalista canadense David Suzuki tem alertado que alimentos geneticamente modificados e os agrotóxicos podem aumentar consideravelmente os casos de tumores cancerígenos, Mal de Parkinson, Alzheimer e microcefalias. Dentre esses produtos, o uso sem controle do herbicida 2,4-D (ácido diclorofenoxiacético) e do glifosato (Roundup da Monsanto), podem estar ligados ao surto de microcefalias no Nordeste.

Esse agrotóxico é um dos mais utilizados no Brasil, sendo aplicado nas culturas de arroz, café, cana-de-açúcar, milho, pastagem, soja, sorgo, trigo e outras.

Esses produtos são altamente tóxicos e seu uso proibido em países como Dinamarca, Suécia, Noruega e outros. Importante observar que a presença dos venenos diz respeito igualmente ao campo e à cidade, pois o agrotóxico tem a propriedade de permanecer por muito tempo no ambiente e ser carregado por longas distâncias, pelo vento e pela água.

Na verdade, temos uma situação de descontrole pela falta de fiscalização, corrupção, falta de conhecimento e as grandes multinacionais que fabricam esses venenos dominam a mídia e as decisões sobre sua utilização.

Também a ANAC é omissa no tema da pulverização aérea, permitindo que aeronaves particulares pulverizem as plantações sem observar margens de segurança em relação a recursos hídricos e áreas habitadas. Para completar esse quadro, temos um enorme contrabando de agrotóxicos proibidos.

O médico geneticista e pesquisador argentino, Andrés Carrasco, publicou uma pesquisa científica em 2009, mostrando sérios efeitos do glifosato na ocorrência do nascimento de bebês com microcefalia e outras deformações.

Infelizmente, esses estudos nunca tiveram o impacto que deveriam e o ser humano continua destruindo de forma acelerada o meio ambiente, sua saúde e as gerações futuras.

Posicionamento Monsanto sobre microcefalia em carta aberta ao Verdade Mundial

Abaixo posicionamento da empresa Monsanto com relação à matéria publicada no site Verdade Mundial, em 16/12/15, mencionando a empresa e seu produto Roundup

São Paulo, 17 de dezembro de 2015.

A segurança dos nossos produtos é prioridade na Monsanto. Para serem comercializados, tanto as sementes transgênicas quanto os defensivos agrícolas precisam atender padrões específicos e rigorosos, determinados por autoridades regulatórias que visam proteger a saúde humana, animal e o meio ambiente.

As sementes transgênicas apresentam um histórico de duas décadas de uso seguro no mundo e para serem aprovadas é preciso demonstrar que um alimento transgênico resultante é tão seguro quanto um não transgênico.

Quanto ao glifosato, sua segurança é documentada por um dos maiores bancos de dados científicos já compilados sobre um produto agrícola, sendo que centenas de estudos foram conduzidas e também avaliadas por agências regulatórias de todo o mundo.

Esses estudos não mostram ligação entre o glifosato e qualquer doença, entre elas o câncer, o Mal de Parkinson, o Mal de Alzheimer e a microcefalia.

A mais recente dessas conclusões foi divulgada no dia 12 de novembro de 2015, quando um parecer da Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) concluiu que o glifosato não apresenta propriedades cancerígenas, mutagênicas e não demonstra nenhum efeito tóxico sobre a fertilidade, reprodução ou o desenvolvimento embrionário.

Essa base científica é apoiada pelo amplo histórico de uso seguro, deste que é o herbicida mais utilizado no mundo, por mais de 40 anos e em mais de 160 países, sendo produzido e comercializado por diversas empresas.

Monsanto do Brasil

FONTE: verdademundial.com
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a John Dickinson pelo seu post:
Marck Vini (25-01-2016), martagoncalves7 (01-02-2016), Padmé Amidala (14-01-2016)
19-12-2015, 12:44 PM
Resposta: #26
RE: [Saúde Pública] Zika Virus e sua relação com a Microcefalia
BOATO NAS REDES SOCIAIS AFIRMA QUE 'MICROCEFALIA' ESTÁ SENDO CAUSADA POR LOTE DE VACINA VENCIDA. SERÁ?

[Imagem: microcefalia-02.jpg]


Corre um boato pelas redes sociais que a 'Microcefalia' está sendo causada por lote de vacina vencida que o governo mandou...
Eu acho que isso seria muito possível acontecer por parte deste nosso governo corrupto e serviçal dos globalistas eugenistas... mas será verdade mesmo? confira o texto:
---

Zika vírus? Mais uma vez o povo é feito de idiota. A malformação cerebral, chamada Microcefalia não tem nada a ver com o mosquito da dengue.

O que realmente aconteceu foi que o governo mandou um lote de vacina vencida para combater a rubéola nas gestantes. Esse lote, foi enviado para a região nordeste. Não se sabe se foi intencional. Quero acreditar que foi mal intencionada, pois mães hoje choram pelos filhos que terão sequelas pelo resto da vida.

Para o governo, nós somos povos analfabetos e sem instruções e por isso acharam que iam esconder por muito tempo o descaso deles. Algumas entidades não governamentais estudaram juntos com experientes médicos da área, e descobriram que os mosquitos não estão ocasionando os casos de microcefalia e sim, uma vacina contra rubéola que as grávidas receberam quando estavam gestantes.

"Uma pergunta clara: Porque só aqui no nordeste estão aparecendo esses casos? Outras regiões do país não têm o mosquito da dengue? Então povo, acordem! O governo quer nos fazer de idiota junto com essa mídia escrota, financiada por eles." diz cientista que não quis ser identificado.

Obs: No continente africano, o Zika Vírus já existe há décadas, mas os casos de microcefalia são quase zero! Por que no Brasil, este vírus estaria causando essa anomalia?

Por http://folhabrasiloficial.blogspot.com.br/
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Álvaro pelo seu post:
GU4RD1ÃO (21-12-2015), VentoCalmo (24-12-2015)
23-12-2015, 06:43 PM
Resposta: #27
Zika Virus + Aedes Transgênico


Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a VentoCalmo pelo seu post:
John Wesley (27-01-2016)
Produtos de qualidade é na Tudo Saudável
23-12-2015, 09:12 PM
Resposta: #28
RE: [Saúde Pública] Zika Virus e sua relação com a Microcefalia
@VentoCalmo, seu tópico foi mesclado a um já existente sobre o zika vírus e o mosquito. [/i]

"These chambers offer insight for those patient enough to look - in your haste to find me, perhaps you have not gazed deeply enough. Our futures are predestined - Moebius foretold mine a millennium ago. We each play out the parts fate has written for us. We are compelled ineluctably down pre-ordained paths. Free will is an illusion."
Kain
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Chronoplast pelo seu post:
SE7MUS (24-12-2015)
30-12-2015, 03:42 PM
Resposta: #29
RE: [Saúde Pública] Zika Virus e sua relação com a Microcefalia
SÃO PAULO DEVE TER “BOOM” DE MICROCEFALIA EM 2016, ALERTA MÉDICO DA UNIFESP

[Imagem: 7dez2015--840x420.jpg]


Eu ainda tenho dúvida se estes casos de microcefalia são devido unicamente ao Zika Vírus...
Na África, o zika vírus é uma doença antiquíssima, porém lá nunca existiu esta epidemia de microcefalia...

“É só uma questão de tempo” até São Paulo figurar entre os Estados campões de casos suspeitos de microcefalia associada ao zika vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. E nem é tanto tempo assim: com o vírus já circulante entre os paulistas, e com a temporada de chuvas de verão à vista, a metade de 2016 deve registrar um aumento de casos suspeitos.

A previsão é do neuropediatra Marcelo Masruha, professor da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), que examinou a primeira suspeita de microcefalia causada pelo zika, no Estado, mês passado. O menino nasceu no Hospital Jesus, Maria e José, em Guarulhos (SP), e uma tomografia feita no dia 24 de novembro indicou perímetro cefálico de 28 cm – quando o padrão é pelo menos 33 cm.

Em entrevista ao UOL, o médico, que preside a Sociedade Brasileira de Neurologia Infantil, disse acreditar que há uma tendência de aumento dos casos, uma vez que, com chuva e água parada, aumentam as chances de proliferação do mosquito, transmissor também da dengue e do chikungunya.

“Há uma tendência de haver um aumento de casos no verão, e, ainda assim, muitos só vão aparecer na metade de 2016”, disse. Evitar a gravidez neste momento, até com esse prognóstico, seria recomendável – uma vez que o risco é maior nos três primeiros meses de gestação? “Isso é muito individual, mas penso que as pretendentes deveriam, sim, adiar um pouco a gravidez, e ver como o vírus se comporta – sempre há um risco”, avaliou.

“O que me parece é que vão surgir ainda muitos outros casos, porque o Aedes está também em São Paulo – é só uma questão de tempo. Não dá mais para recomendar apenas às gestantes paulistas que não viajem por ora a Estados do Nordeste – o vírus já chegou a São Paulo, e as recomendações agora são as mesmas que às outras gestantes”, defendeu.

Sobre o primeiro suspeito, de Guarulhos, Masruha afirmou que a mãe do bebê relatou ter apresentado, nos primeiros três meses da gestação, quadro clínico compatível com uma dengue leve – manchas pelo corpo, febre e conjuntivite leves e dores corpo. A descrição dos sintomas, somada aos resultados da tomografia, levou o médico a considerar alta a probabilidade de a microcefalia, nesse caso, se confirmar tendo o zika vírus como causa secundária.

“É importante entender que o fato de o teste genético dar negativo para o RNA do vírus não descarta a doença, já que o zika só é detectado no sangue nos cinco primeiros dias após a infecção – no caso de recém-nascidos, eles nascem meses após a infecção, o que dificulta a comprovação mesmo com a realização de teste genético”, disse.
“Rede pública não absorve demanda por reabilitação”

A perspectiva do neuropediatra é pouco otimista em relação aos pacientes com microcefalia que precisem de atendimento na rede pública, no futuro. A razão, de acordo com ele – que atende as sequelas da má formação –, é o déficit de atendimento frente à demanda de casos.

Entre os sintomas a serem tratados, de graus leve a grave, estão dificuldades motoras, de linguagem e de visão, além do risco de deficiência intelectual. Em casos mais sérios, por exemplo, a criança apresenta dificuldades para sustentar a cabeça, para sentar e para caminhar – o que passa por avaliação com o correr do tempo.

“Essas crianças têm que ser submetidas a terapias de reabilitação e só o tempo dirá se elas deram certo. O que aflige é saber que a rede pública hoje não tem a menor estrutura para absorver a demanda existente e a que virá – como presidente da SBNI, afirmo que o sistema público não está preparado para receber crianças com deficiências, de modo que temos uma dificuldade enorme para conseguir essa terapias. Quem dá muito suporte acabam sendo as ONGs e Oscips, como Apaes e AACD”, comentou.

Na avaliação do neuropediatra, outro aspecto a ser acompanhado no futuro próximo, ainda sobre a reabilitação desses pacientes, é o que diz respeito à condição social dessas famílias.

“Preocupa muito o futuro sobre a microcefalia. Imagine milhares de crianças com um quadro neurológico desses, de uma vez, sem conseguir assistência? Além do impacto gigantesco no sistema de saúde, muitas dessas mães que poderiam estar trabalhando terão de deixar seus empregos para dar atenção a essas crianças. É um custo gigantesco para o país”, advertiu.

Indagado sobre o protocolo que o Ministério da Saúde lançou esta semana de atenção à saúde para microcefalia causada pelo zika vírus, Masruha foi irônico: “No papel, está tá ótimo. A questão é sair do papel. As famílias conseguirão consultas e terapia, de forma regular, para essas crianças?”, devolveu.

Via: UOL
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Álvaro pelo seu post:
Padmé Amidala (14-01-2016)
14-01-2016, 03:50 PM
Resposta: #30
RE: [Saúde Pública] Zika Virus e sua relação com a Microcefalia
Citar:Cientistas suspeitam que mosquito não é o único transmissor do zika
Propagação rápida intriga pesquisadores
. - Ministro fala em 'geração de sequelados'


RIO E BRASÍLIA — O zika é minúsculo, de simplicidade espartana e nem por isso um inimigo menos brutal. Mas pistas que prometem ajudar a controlá-lo chegam de laboratórios do Rio de Janeiro. Surgem do sequenciamento genético do zika que circula no Brasil. A análise, feita pelo Laboratório de Virologia Molecular da UFRJ, aumenta a suspeita de que a epidemia se propaga depressa impulsionada também por outro meio que não só o Aedes aegypti, embora o mosquito seja indiscutivelmente o maior transmissor. E reforça a tese de que ele poderia afetar o organismo humano associado a outros fatores, como vírus diferentes.

Na quarta-feira, o ministro da Saúde, Marcelo Castro, defendeu o engajamento da população na eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, que transmite o vírus zika. O ministro disse que essa é a única forma de evitar uma "geração de sequelados no Brasil".

Análise de genoma do vírus

O trabalho imprescindível para combater a epidemia foi realizado pelo grupo de Amílcar Tanuri, chefe do Laboratório de Virologia Molecular da UFRJ, um dos mais respeitados do país em genética viral. Tanuri sequenciou, isto é, analisou o genoma de vírus zika extraídos do líquido amniótico de dois fetos em gestação em Joazeirinho, na Paraíba. Um trabalho em parceria com Adriana Melo, diretora do Instituto de Pesquisa Professor Joaquim Amorim Neto, em Campina Grande, na Paraíba; e Ana Bispo, do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), no Rio.

O sequenciamento genético, importante para compreender a doença, revelou que a linhagem do zika no país parece igual à que causou epidemia na Polinésia Francesa, em 2013.

— O zika é 54% idêntico ao vírus da dengue e tem 80% de similaridade de proteínas — afirma Tanuri.

Isso significa que é muito difícil identificar as particularidades que o tornam tão perigoso. E aumenta o mistério de o zika se propagar muito mais depressa do que a dengue.

— Levada pela asas do Aedes, a dengue 4 levou cerca de três anos para se disseminar pelo Brasil. Desde maio de 2015, quando os primeiros casos de zika foram registrados na Bahia, o vírus se espalhou para 19 estados. O Aedes é seguramente um vetor. Mas será o único meio de transmissão? — destaca Tanuri.

Estudos menores, no exterior, indicaram que o vírus presente não só no sangue, mas na urina, no sêmen e no leite materno, poderia ser passado de uma pessoa para outra por meio de fluidos corporais. Para Tanuri, o contágio pessoal deve ser investigado com maior atenção. Cientistas experientes, como Tanuri, não estão convencidos de que o zika seja a única causa de microcefalia e outras complicações.

— Ele poderia estar associado a mais vírus. Outra possibilidade é que a infecção pelo zika seja uma espécie de gatilho para reações do próprio organismo humano — explica.

Ninguém sabe tudo o que zika faz com o ser humano. Aqui, como na Polinésia Francesa, ele tem sido associado à microcefalia. Cientistas dizem que o número menor de casos de microcefalia na Polinésia pode se dever ao fato de que fetos com defeitos graves foram abortados.

O zika em circulação na Guiana Francesa e no Suriname também teve sequenciamento genético anunciado esta semana por cientistas do Instituto Pasteur na Guiana. Sabem que é o mesmo da Oceania. Mas não há explicação conclusiva, para a associação com a síndrome de Guillain-Barre, causadora de complicações neurológicas.

— O vírus circula com outros agentes e fatores e eles tornam sua ação mais agressiva? Talvez, não temos respostas — disse o líder do estudo, Dominique Rousset, no artigo publicado na revista médica “The Lancet” desta semana.

Se sobram dúvidas, faltam recursos para as pesquisas. O laboratório da UFRJ está sem suprimentos para testes sorológicos, vitais para detectar o vírus.

— Também não temos kits para trabalhar com outros vírus que poderiam estar associados ao kit. Foi uma tremenda falta de sorte esta epidemia vir num momento tão ruim — lamenta Tanuri.

“TUDO COM O ZIKA É DIFERENTE”

Pós-doutoranda em seu laboratório, Luiza Higa enfrenta o desafio de investigar um micro-organismo que escapa de todas as formas convencionais de estudo. Luiza é uma especialista na genética do vírus da dengue 2 e trabalha também com o chicungunha.

O dengue 2 tem fama de difícil de trabalhar, mas não é um obstáculo para Luiza, pesquisadora com fama de incansável, capaz de passar horas trancafiada num laboratório de segurança, em busca de sinais de fraqueza do micro-organismo. O zika é o maior desafio que Luiza já enfrentou:

— Tudo com o zika é diferente.

Ele tem se mostrado muito esquivo. Geneticamente se parece com a dengue. Mas isso não tem nos ajudado. Ele desaparece do sangue depressa para reaparecer na urina dos pacientes. Não se multiplica bem em laboratório.

Os pesquisadores precisam de mais vírus para desenvolver testes eficazes de detecção — os testes sorológicos específicos.

Esses testes poderão distinguir, com segurança, os casos de malformações e doenças neurológicas causadas pelo zika dos demais. Podem monitorar o avanço da epidemia, avaliar a segurança de gestantes e o estado dos demais pacientes, se eles têm, de fato, a doença e podem transmiti-la — uma arma essencial na batalha contra a doença, à espera de recursos.

Perguntas e respostas

O que é fazer um sequenciamento genético?

É decifrar a ordem das “letras” bioquímicas do genoma de uma criatura. Com isso, é possível “ler” o código genético de um organismo. Seja ele um vírus, um elefante ou um ser humano.

E o que diz o genoma?

No caso de vírus, em linhas gerais, indica, por exemplo, similaridades com outros micro-organismos e pontos específicos daquela espécie. Além de caracterizar a espécie.

E para que servem essas informações?

Primeiro, é uma espécie de carteira de identidade. Assim, identifica a presença do vírus. Ao revelar similaridades, aponta estratégias de combate que podem ter funcionado com outros micro-organismos. Nas especificidades, cientistas podem buscar pontos fracos para serem atacados. O sequenciamento é fundamental ainda para saber se um vírus se tornou mais agressivo e para acompanhar sua taxa de transformação.

Por que o sequenciamento não é usado para saber, por exemplo, se um bebê com microcefalia foi afetado pelo zika?

Porque o vírus em si desaparece do sangue após a infecção. Para detectar que o zika é o culpado, é preciso encontrar vestígios do específicos vírus (proteínas ou pedaços delas). Isso é feito com os testes sorológicos.

'Geração de sequelados'

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, defendeu o engajamento da população na eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, que transmite o vírus zika, como única forma de evitar uma “geração de sequelados no Brasil”. Após cometer a gafe, disse em tom de brincadeira que iria “torcer” para que mulheres contraiam a doença antes da idade reprodutiva, para que não dependam de vacina, que, segundo ele, levará “alguns anos” para ser criada.

— Só temos um caminho para nos livrarmos, para evitarmos ter uma geração de sequelados no Brasil: é não deixar o mosquito nascer — afirmou. — Vamos torcer para que as pessoas, antes de entrar no período fértil, peguem a zika, para ficarem imunizadas pelo próprio mosquito, aí não precisa da vacina.

As declarações foram dadas pelo ministro após uma reunião sobre o início do funcionamento da Sala Nacional de Coordenação e Controle, parte do plano de emergência para combater a microcefalia. Castro apontou a malformação congênita associada ao zika como uma “epidemia de perspectivas mundiais”:

— O problema é alarmante porque está acontecendo no Nordeste, vai acontecer no Brasil inteiro, vai acontecer nos países tropicais inteiros. É uma epidemia de perspectivas mundiais, então temos que tomar todas as providências. Se você não tem remédio, não tem vacina, sé resta matar este danado deste mosquito. Matar, não. É não deixar nascer.

Segundo o ministro, três laboratórios estatais começaram pesquisas para desenvolver uma vacina contra zika. O Instituto Evandro Chagas é o mais adiantado. Os pesquisadores de lá irão para o Texas (Estados Unidos) nas próximas semanas para começar um estudo conjunto. O Instituto Butatan, que já desenvolve uma droga para dengue com norte-americanos, poderá manter a parceria no caso do zika. Já o Bio-Manguinhos estuda se associar a um laboratório inglês.

O ministro voltou a garantir que não faltarão recursos para o combate à microcefalia. Afirmou que essas são as “palavras da presidenta Dilma Rousseff”. Sem dar números, disse que a verba que será despendida para a criação de uma vacina não é “exorbitante”. O que pesará mais é a fase posterior, de imunização da população. Por isso, explicou, só mulheres em idade fértil serão público-alvo da futura droga.

A Sala Nacional de Coordenação e Controle começou ontem a fazer videoconferências com estados que já montaram estrutura semelhante para manter contato com o governo federal. Esse trabalho vai até sexta-feira desta semana. Até ontem à noite, só o Amapá não havia montado o próprio centro de controle da microcefalia. Com representantes de vários ministérios, a Sala Nacional receberá todas as demandas de prefeituras e governos na área do combate ao Aedes Aegypti.

A meta de visitar 100% dos imóveis no país está mantida, segundo o ministro. O prazo imposto pelo governo para alcançar esse objetivo é 31 de janeiro. A tarefa tem sido feito com os agentes de combate a endemias e também com agentes comunitários de saúde, além de homens do Exército. Não há ainda um balanço sobre quantos militares e em quais locais, porque muitos estados têm feito a solicitação diretamente aos batalhões locais.
Fonte
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
Produtos de Higiene naturais você encontra na Tudo Saudável
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  EUA passam a permitir manipulação de vírus mortais O Mensageiro 3 794 23-12-2017 08:18 PM
Última Resposta: O Mensageiro
  Zika Vírus foi criado para Controle Populacional e é vendido em site Mergulhador 28 8,055 30-08-2017 04:53 PM
Última Resposta: Beobachter
Exclamation A Farsa do Zika Vírus: Microcefalia ligada à larvicida na água Mediador 60 35,190 05-09-2016 11:03 AM
Última Resposta: Guigo Xavier
  Pesticidas do Zika Vírus Ligado a um Aumento de 60% de Autismo admin 0 1,196 19-08-2016 09:36 PM
Última Resposta: admin
  A Pandemia do Zika foi Projetada para Justificar o Bombardeio de Produtos Tóxicos admin 0 1,334 07-08-2016 07:23 PM
Última Resposta: admin

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 131 usuários online.
» 3 Membros | 128 Visitantes
Cimberley Cáspio, spydreh, Zunim

Estatísticas do Fórum
» Membros: 20,580
» Último Membro: uendel
» Tópicos do Fórum: 25,363
» Respostas do Fórum: 270,624

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Daciolo contra a NOM: futuro Presidente!
Última Resposta Por: spydreh
Hoje 01:40 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 126
O que a China faz com quem fala contra: invadem sua casa, ameaçam...
Última Resposta Por: Binho C.R.
Hoje 11:55 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 76
Daciolo denuncia Nova Ordem Mundial e pede volta de voto em papel em debate
Última Resposta Por: Binho C.R.
Hoje 11:44 AM
» Respostas: 27
» Visualizações: 816
A Justiça Eleitoral não admite que ela seja fiscalizada
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 11:27 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 53
O Mito da Urna Eletrônica
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 11:18 AM
» Respostas: 7
» Visualizações: 2386
Após conflito, 1.200 venezuelanos deixam Roraima
Última Resposta Por: Beobachter
Hoje 10:45 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 180
A arrogância americana & a sabedoria de Sun Tzu
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Hoje 10:25 AM
» Respostas: 2
» Visualizações: 118
Alguns pontos da entrevista do Bolsonaro na Globo News
Última Resposta Por: Beobachter
Hoje 09:30 AM
» Respostas: 123
» Visualizações: 7503
A verdade sobre a Vida, Reptilianos, a antiga e nova NOM [ MATERIA MUITO GRANDE ]
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Hoje 02:35 AM
» Respostas: 21
» Visualizações: 18774
Polônia deporta presidente do George Soros Open Dialog Foundation
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 12:07 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 57
Os cegos, os surdos, os mudos e os roucos
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 11:34 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 64
Donald Trump acredita que não precisamos mais conservar petróleo
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 11:29 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 63
Em Portugal, brasileiros pedem ajuda para voltar ao Brasil.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Ontem 10:10 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 206
10 fotos revelam as quantias de dinheiro que os venezuelanos precisam para comprar
Última Resposta Por: Beobachter
Ontem 09:54 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 99
Especialistas apontam ilegalidades do projeto de securitização da dívida
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 08:34 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 52
Inteligência chinesa executou mais de 30 agentes da CIA e destruiu a rede americana .
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Ontem 07:23 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 91
Índios e agronegócio: em toda guerra, a criança é a vítima principal.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Ontem 03:15 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 58
Esquerdopatas, petralhas e bolsominions: como não inviabilizar um debate
Última Resposta Por: tarcardoso
Ontem 03:12 PM
» Respostas: 10
» Visualizações: 470
Eu tomo Cloreto de Magnésio P. A. e já me sinto melhor
Última Resposta Por: Paulo2011
Ontem 02:40 PM
» Respostas: 232
» Visualizações: 596737
É fundamental e patriótico limpar o nome dos brasileiros no SPC e SERASA.
Última Resposta Por: ULTRON
Ontem 11:43 AM
» Respostas: 8
» Visualizações: 426
Chefe do Pentágono visita o Brasil em missão para conter influência chinesa
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Ontem 09:54 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 317
I.A, singularity, cripto-moedas e blockchain = Sistema da Besta
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 09:52 AM
» Respostas: 40
» Visualizações: 6127
A festa acabou: abastecer o carro elétrico é mais caro que o diesel
Última Resposta Por: Bruna T
19-08-2018 11:25 PM
» Respostas: 5
» Visualizações: 468
Trump corta verba para ONU, o que afeta escolas e clínicas em Gaza
Última Resposta Por: Binho C.R.
19-08-2018 11:02 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 182
Lula em 2009: “É preciso construir uma Nova Ordem Mundial”
Última Resposta Por: Bruna T
19-08-2018 10:54 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 115
Sul-coreanos se preparam para rever parentes do Norte
Última Resposta Por: Bruna T
19-08-2018 10:43 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 46
Irã anuncia nova arma "contra EUA e Israel"
Última Resposta Por: Bruna T
19-08-2018 10:35 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 124
Jogo Fifa prevê a eliminação do Brasil nas quartas de finais e campeão do mundo 2018
Última Resposta Por: Anonymous_T.ron
19-08-2018 07:46 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 157
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: jonas car
19-08-2018 05:00 PM
» Respostas: 964
» Visualizações: 187060
Sou pró-Bolsonaro e meu colega é petista: como lidar com essa situação no trabalho?
Última Resposta Por: Beobachter
19-08-2018 08:26 AM
» Respostas: 7
» Visualizações: 380

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial