O Melhor em Suplementos Esportivos Você encontra na Tudo Saudável


Atualizações: Operação Jade Helm

Enquete: Qual a sua obra de fantasia favorita ?
O Hobbit - Tolkien
O senhor dos aneis - Tolkien
O Silmarilion - Tolkien
Crônicas de gelo e fogo - Martin
Os Heróis do Olimpo - Rick Riordan
[Mostrar Resultados]
 
Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 3 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Tolkien anti-NOM
05-01-2017, 08:23 PM (Resposta editada pela última vez em: 05-01-2017 08:33 PM por fallen1232.)
Resposta: #1
Tolkien anti-NOM
Tenham todos um excelente 2017 !
Dedico este tópico para todos os amantes de fantasia, e aqueles que possuem curiosidade pelo assunto.

Objetivo : traçar paralelos entre a estória criada pelo mestre JRR Tolkien e a nossa realidade interior (psiquê - "mundo ideal' ) e exterior ( "mundo real" )

[Imagem: 20162476.jpg]


Para entender um pouco da vida de Tolkien




TRATAREI DE RESUMIR
O Silmarilion
O pilar da terra média, narra a história da criação do mundo de Arda. As descrições feitas pelo autor, são muito semelhante ao próprio Gênesis da bíblia.

No princípio criou Deus o céu e a terra.
E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
E disse Deus: Haja luz; e houve luz.
Gênesis 1:1-3

No início havia Eru, o único, que em Arda era conhecido como Ilúvatar.
Capítulo 1. "Ainulindalë" traduzindo do élfico, "A música dos Ainur"
Ainur e Vala equivalem aos deuses, os deuses criaram Arda através da música. No entanto, entre os deuses, havia um em particular... Melkor. Melkor desejava conceder a melodia criada pelos deuses, algo seu próprio, gerado unicamente pelo seu ventre, e houve peleja entre os ritmos que Melkor criava, contra os ritmos que o próprio Eru criava. No fim, Melkor é expulso do "paraiso" e vaga decidido a tomar a terra média/Arda.
Adendos : A cidade sagrada, onde habita os santos e os imortais, é chamada de Valinor. A "deusa" Yavanna, era responsável pela natureza, concedeu ela duas grandes árvores em valinor, e nessas árvores haviam as luzes primordiais das estrelas, uma força e energia vital única.

[Imagem: 250px-Tolkien_The_two_trees.jpg]


Em determinado período da história, essas árvores são corrompidas e a luz dos céus é roubada pelo Melkor com o auxílio de uma aranha terrível chamada Ungoliant.

Primeiro vieram os elfos...e os elfos são belos e imortais, apaixonados por todas as artes e pelo progresso científico. Entre eles, estava Fäenor, filho de Finwë, e Fäenor tinha como irmãos Fingolfin e Finarfin.
O seu irmão Fingolfin era forte e habilodoso nos trabalhos braçais, o próprio Fäenor era apaixonado pelas pedras preciosas e de suas mãos foram geradas as famosas Silmaril. Essas pedras apresentavam em si mesmas as luzes das estrelas, brilhavam mais do que qualquer outra coisa na escuridão e eram dotadas de um poder absoluto. Em datas comemorativas e festas, Fäenor costumava usá-las em sua fronte, como sinal de poder e de força, todos paravam maravilhados, pois aquelas eram as três únicas pedras que haviam em todo a existência...até que o próprio Melkor, expulso do "paraiso", as cobiçou.
Quando as luzes cederam com a sabotagem nas árvores, a escuridão tomou o paraiso, e durante uma festa comemorativa, as Silmaris foram roubadas.

[Imagem: ungoliant.jpg]

Melkor havia prometido á Ungoliant que a deixaria engolir uma das pedras, para que ela se tornasse grande e poderosa, porém, após a fuga, Melkor a traiu e quando a aranha decidiu destruir a sua vida, das profundezas do mundo, o "deus caído" fez com que balrogs se levantassem contra a aranha, que fugiu amedrontada.
[Imagem: d02f8fd6ad33b960c8cb0f2c71ed11d9.jpg]

PS : Ao longo dessa história, há vários outros deuses que decidem caçar Melkor, e o perseguir, esses são os chamados Valars e não irei aprofundar em cada um. Cada um deles representem um elemento da natureza e fazem parte do culto na terra média. Varda por exemplo, é a deusa das estrelas, e portanto, é o alvo de maior culto por parte dos elfos. Os marinheiros tendem a cultuar Ulmo, por ser o deus das águas, e assim vai indo. Cada um deles participou de alguma forma na canção que criou o mundo e parte do universo.
[Imagem: latest?cb=20150825113955]


Quando as pedras foram roubadas, devido a quantidade de mentiras que Melkor havia infiltrado em Valinor, Fäenor, Finarfin e Fingolfin, dividiram o seu povo. Esse povo élfico "eleito" eram chamados de NOLDORS, os noldors prontamente montaram uma espécie de "plebiscito", onde os três irmãos possuíam posições diferentes. Fäenor, desejava caçar Melkor até os fins do mundo, para recuperar as pedras que outrora pertencia ao seu povo, e não foi tão simples !, Fäenor acusou os Valars de serem negligentes, deferiu palavras de ódio ao universo e fez uma PROMESSA, de que, enquanto as SILMARIS estivessem nas mãos de Morgoth/Melkor, o povo de noldor jamais descansaria até conquistar a sua vingança. Fingolfin era oposto a essa decisão, mas não deixaria o irmão para o exílio sozinho, assim como Finarfin. Os valars amaldiçoaram Fäenor, para que nem ele e nem a sua linhagem voltasse a por os pés em Valinor.
Diversas batalhas foram travadas entre elfos e orcs, até a chegada dos anões e homens.
Durante um levante do norte ( Angband, Mordor. ), os Noldors começaram a cair um a um, e Fingolfin, o novo rei supremo dos exilados, decidido a cumprir o destino do seu irmão, montou o seu cavalo e atravessou Anflaughit com a fúria do próprio deus Oromë, os orcs não cruzavam o seu caminho por temer o fogo em seu olhar. Ao adentrar os domínios de Melkor, o desafiou para um duelo, e por impulso do seus próprios, Melkor ( na língua élfica é conhecido como MORGOTH ) acabou aceitando o desafio.
Reza a lenda que nessa batalha, Melkor parecia uma torre em pé e Fingolfin era apenas uma formiga, mesmo assim, enquanto era esmagado pela maça do gigante, Fingolfin deferiu diversos golpes em suas pernas com a sua espada Ringil, quase a decepando, no entanto, acabou cedendo. Após a morte do rei supremo dos noldors, Melkor desejava o jogar para os lobos e orcs, para que o seu corpo fosse despedaçado e incinerado. Nesse mesmo instante, Thorondor, o rei das águias resgata o seu corpo, e o desenvolve para o seu povo.
[Imagem: death_of_fingolfin_by_abepapakhian-d25jwxy.jpg]


Beren e Luthien é uma história famosa, reza a lenda que Beren, sendo um caçador famoso nas redondezas de Beleriand, conseguiu conquistar a mão de Luthien roubando uma Silmaril da coroa de Morgoth ( a história é longa e muito envolvente, recomendo que leiam na íntegra ). Ao cumprir esta promessa, Luthien se vê em uma dilema : ela é uma elfa, destinada a eternidade. Ele é um mero homem, destinado a morrer. Diante desse fato, Luthien abre mão da sua imortalidade para viver com Beren em uma região isolada, para que possam seguir o mesmo destino após a morte. Até então, sabia-se que os elfos voltava para Valinor, e o destino dos homens sempre fora um mistério, o homem que durou mais tempo, pouco passou dos 97 anos.
Quando Beren e Luthien roubaram a Silmaril, voltaram a acender o desejo de vingança dos noldors, nenhum outro povo poderia ter em posse tal pedra, seja anão, seja homem, seja outros povos élficos, APENAS ELES. Dessa forma, o pai de Luthien reteve a pedra para si e Fingon Maedhros ( filho de Fingolfin ) organizava um enorme exército para atacar o norte enquanto suas forças não estavam totalmente restauradas. Reunião grande parte dos homens e anões, no entanto, Melkor já havia inflado os corações de alguns homens de mentiras, para que esses homens traíssem os seus aliados durante a batalha, os matassem ou corressem.
Essa batalha ( e é uma das mais interessantes ) é chamada em élfico Nirnaeth Arnoediad ou batalha das lágrimas incontáveis.
Gondolin era uma cidade oculta dos olhos daqueles que eram estrangeiros e não sabia uma porta secreta de acesso, o rei de Gondolin não prometia reforços, assim como outros, principalmente dos homens. Pouco antes do início da batalha, os elfos se viram sem apoio, e ao avistar ao longe, na região sul do seu contingente, a aproximação das grandes hordas dos exércitos dos homens, os corações dos elfos se inflaram, e Fingon disse em voz alta:
- O dia está chegando ! filhos dos elfos, dos homens e dos anões, o dia está chegando !
Onde o grande exército respondeu :
- A noite está passando !!
[Imagem: 1439426025.jpg]

Para o desfecho da batalha, os orcs assassinaram um parente elfo muito tempo em cativeiro, na prisão de Angband, Angband era onde Melkor costumava aprisionar qualquer elfo, por conta do seu ofício com as pedras e músicas.
Imediatamente, ao ver o parente tombar morto, os elfos iniciaram a sua marcha e fez com que o exército de orcs fosse dizimados em pouco tempo... no entanto, aquele não era o contingente principal. Sabendo desse ponto, Melkor passou a enviar dragões, balrogs, orcs, lobisomens e todo o tipo de monstruosidade. Neste exato estante, os homens temeram e correram, outros cumprir o seu papel de tentar assassinar Fingon, sem sucesso, os anões mataram o dragão Glaurung, perdendo o seu líder durante a batalha, saíram em marcha carregando o seu corpo e cantarolando, para voltar a sua terra natal e o sepultar devidamente, ignoraram os inimigos e toda carnifica ao redor. Reza a lenda, que se os homens não tivessem traído a grande aliança, os filhos de Ainur poderiam ter sido vitoriosos.
[Imagem: latest?cb=20140222052653]


Após a batalha das lágrimas incontáveis, as forças se dispersaram e temeram pelo pior. Os noldors estavam praticamente dizimados na tentativa de recuperar o que lhes era precioso, estavam abandonados pelos deuses e pelo destino, e as forças de Melkor marchava pelo sul pilhando todas as suas maravilhas. Ora, os homens e elfos também estavam habitando os portos e alguns deles, possuíam a capacidade de enxergar longe, do outro lado do oceano e diziam "Existe ali alguma coisa que brilha sem se cansar, flutuando sobre as águas". Durante esse período, nasceu e cresceu Eärendil em Gondolin, possui sangue élfico e sangue dos homens, ele construiu um barco chamado , Vingilótë e colocou em sua fronte a Silmariln que outrora pertencia ao pai de Luthien. Essa Silmaril serviu para que a escuridão que existia no mar entre a costa da terra média e Valinor pudesse ser dissipada, e através da escuridão, chegou ele a terra dos imortais com auxílio de Ulmo, o deus das águas, onde clamou por clemência pelo seu povo e pelos habitantes da terra média diante de Manwë ( o "rei dos deuses"). Os Valars compreenderam a urgência, e desceram dos céus para intervir. Não só os deuses lutaram, mas também os homens, elfos e anões, com contingente comparável. Eärandil lutou montando em Thorondor, o rei das águias, contra o grande dragão Ancalagon ( ps : Smaug e Balerion são crianças)
.
[Imagem: latest?cb=20120521124402]


O Grande dragão foi vencido, e o exército de Melkor dizimado. O valar traidor foi arremessado nas profundezas do abismo no universo, de onde nunca mais poderia sair. Após a batalha, os remanescentes da linhagem de Fäenor, chamado Curufin e Celegorm roubaram as Silmaris, e a pedra ardia em suas mãos a ponto de se tornar insuportável, ambos cometeram suicídio, um a jogou para o alto enquanto pulava de um desfiladeiro, e outro se matou no mar, assim sendo, as três pedras foram guardadas/abandonadas no céu, na terra e no mar ( para entender o pq na terra, é necessário ler a morte de Thingol, que traiu os anões e foi morto por eles, Thingol é o pai de Luthien, que ficou obscecado pela Silmaril que Beren trouxera )
[Imagem: death_of_thingol_by_steamey-d8xghim.jpg]

Anteriormente, Morgoth havia sido capturado e foi aprisionado por um certo período, dessa vez, já não havia mais regalias. No entanto, ele havia um súdito que ainda causaria muitos problemas para a terra média, e esse súdito muito aprendera com ele...Sauron.
Após a queda de Morgoth ( Melkor ), os homens que habitavam as costas e portos, ergueram um grande império, NÚMENOR, onde estão as raízes de Aragorn, filho de Arathorn. Númenor causava muita inveja, principalmente nos descendentes dos elfos de estirpe mais nobre, havia grandes muros brancos, belíssimas pedras e até mesmo uma árvore branca que crescia no centro do império, próxima a casa do rei, essa árvore branca era descendente de Nimloth, que por sua vez, era descendente de uma das árvores de Valinor.
[Imagem: search?q=Thingol+and+Silmaril&sa...R0y79FM%3A]

PS : Para quem assistiu apenas O senhor dos aneis / The Lord of the rings, SIM, essa árvore é o símbolo das armaduras. Ela é extremamente sagrada em Númenor.
[Imagem: latest?cb=20060119163320]


O último rei de Númenor, decidiu então, varrer as trevas do mundo e convocou Sauron. Durante uma negociata, fez com que Sauron se tornasse refém, aos poucos, Sauron foi conversando com o rei e o convencendo de que os Valars havia se esquecido a muito tempo da terra média, plantou em sua mente diversas mentiras, disse que os religiosos deveriam ser perseguidos, a árvore cortada e o culto proibido. Muitas foram as perseguições e Sauron, o novo senhor do escuro, reinava em Númenor através do rei. No entanto, alguns poucos remanescentes, ainda tinham fé nos Valars e Isildur, decidiu preservar uma amostra da árvore pra plantá-la em outro lugar. Esses fiéis, eram da mesma família, Isildur havia insistido para que fossem em outra linha e aguardassem uma mensagem do destino ou dos deuses, para que não corressem riscos de perder a vida. Elendil era o nome daquele que construiu pelo menos nove barcos e navegou para o outro lado do mar, e aguardou o desenrolar da história. Ora, Sauron havia convencido o rei, de que os Valars eram maus, e os paraíso devia pertencer aos homens. O rei então levantou armas contra os céus e navegou o grande oceano até alcançar a terra dos imortais, onde desejou pilhar e matar todos aqueles que tinham direito do paraíso. Nessa mesma hora, Ulmo, fez com que as águas levantassem em ondas gigantescas e causassem um grande dilúvio em Númenor, suas embarcações que ainda estavam no mar afundaram, e o maior império dos homens desapareceu, restando apenas Elendil e sua família, que viajaram para outro lado do mar, onde fundariam Gondor e plantariam ali, a árvore sagrada.
[Imagem: 4549459-akallabeth_by_grrrod.jpg]


Sauron ainda não descansado, voltou para a sua terra em Mordor, onde estaria maquinando uma nova forma de controlar os homens, elfos e anões...

One ring to rule them all







Durante a crise, criada por Sauron, o anel foi perdido durante uma batalha contra os filhos de Isildur, Elrond e Gil-Galad. Nessa batalha, o anel dominante foi não foi destruído nas montanhas da perdição, onde fora construído outrora, por este fator, o anel perambulou pela terra média...até encontrar lugar em um jovem do condado. Outra enorme perda foi a morte de Gil-Galad. Gil-Galad morreu durante uma batalha contra o Sauron, e foi feita uma música em seu nome. Ele era o último rei supremo dos noldors.



Gil-galad was an Elven-king.
Of him the harpers sadly sing;
the last whose realm was fair and free
between the Mountains and the Sea.

His sword was long, his lance was keen.
His shining helm afar was seen;
the countless stars of heaven's field
were mirrored in his silver shield.

But long ago he rode away,
and where he dwelleth none can say;
for into darkness fell his star
in Mordor where the shadows are.

TRADUÇÃO
Gil-Galad foi um rei élfico,
Dele, as harpas tristemente cantam;
O ultimo cujo reino era justo e livre
Entre as montanhas e o mar

Sua espada era longa, sua lança era afiada
Seu elmo era brilhante podia ser visto de longe,
As incontáveis estrelas no campo dos céus
Estavam refletidas em seu escudo

Mas, a muito tempo ele cavalgou
E onde ele mora ninguém sabe dizer,
Pois na escuridão caiu a sua estrela
Nas terras de mordor...onde as sombras se deitam.

[Imagem: elrondgilgalad1.jpg]


Os Valars, observando o desenrolar da história do mundo, enviaram os profetas/magos na língua dos homens e Istari, na língua dos elfos, para os auxiliar nessa nova jornada. Entre eles estavam Mithrandir, Saruman e Radagast.
[Imagem: latest?cb=20151105155925]


Saruman ficou fascinado pela estratégia adotada por Sauron, e caiu em sua sedução. Mithrandir ficou desconfiado de seu novo comportamento e percebendo o seu declínio, o confrontou e perdeu. Radagast não sabia das intenções de Saruman e o auxiliou na sua pesquisa sobre o poder dos anéis, utilizando os animais como olhos.
Ora, Calin era o nome do elfo que habitava os portos, e todo desenrolar da história do mundo havia acompanhado. Concedeu a Mithrandir ( GANDALF !! ) o anel de fogo, para que o seu espírito nunca morresse nem descansasse, enquanto as forças das trevas caminhassem pelo mundo, quando Saruman caiu e Gandalf venceu o Balrog, renasceu como Gandalf, o branco e auxiliou elfos, anões e homens diretamente contra as forças de Sauron, até que o anel fosse destruído pelo jovem do condado. Yavanna, a deusa das árvores, Thorondor, o rei das águias, Ulmo, o deus das águas e Oromë, o deus da caça e da vida selvagem, prestaram o seu auxílio destruindo a torre de Saruman, resgatando os necessitados e comunicando aos elfos os eventos futuros ( No Silmarilion, Ulmo utiliza as águas para falar com os elfos do futuro, mas os homens não conseguem entender sua língua ). No fim da história, o anel de fogo pertence a Gandalf, o anel do ar pertence a Galadriel, e o anel da água pertence a Elrond, de Valfenda. Os "espectros" são guardiões dos anéis, os reis que caíram diante do seu poder. Sauron ainda estava fraco após a guerra de Númenor e não podia assumir formas físicas no mundo. ( ASSISTIR/LER : O HOBBIT )
O retorno de Sauron se dá ao sul da floresta onde habitava Thranduil e seu povo, ninguém acreditava que as constantes hordas de orcs presentes na mata, fosse indício do seu retorno, até a chegada de Mithrandir.










DISCUSSÃO
Para os mais apaixonados pela obra de Tolkien, podem achar muito vago e vazio, mas eu tentei resumir justamente para atrair quem não possui tanta afinidade. Sempre fui apaixonado pela fantasia e os RPGs modernos, e Tolkien é pai de 99,9% da literatura de fantasia que temos hoje nas bibliotecas.
É interessante notar que ele traçou diversos paralelos com a bíblia, como podemos notar na introdução de Silmarilion e na queda de Númenor, e ainda, a construção dos idiomas élficos e dos anões, é algo muito belo e notável ! faz com que a linguagem Dothraki de George RR Martin pareça "uga-uga". ( PS : Também gosto de Game of Thrones )










Durante a história das origens do mundo ( Silmarilion ) é possível identificarmos diversas tentativas das forças dos homens, anões e elfos combaterem as trevas e sobreviverem de diversas maneiras possíveis. A maldição dos Noldors, a queda de Thingol e Gondolin, nos deve trazer uma reflexão em questão ao apego á nossa matéria, estaríamos dispostos a abrir a mão do que verdadeiramente somos e até da imortalidade, em troca de nosso orgulho ?
A queda de Númenor tem muita semelhança com a história da serpente e a queda do homem do Éden, seríamos tão inocentes a ponto de entregar o nosso bom destino pela mentira ?
E quanto os nossos Gil-Galads, Mithrandirs, Fingon, Fingolfin, Earandil interiores, deveríamos abandonar os nossos heróis mais internos e ceder á fraquezas ? o que somos nós afinal e mais importante.. o que desejamos ser ?
Somente a partir do aprofundamento de algumas questões, seria possível traçar uma estratégia de contra-revolução psicológica anti-NOM.
Já não se trata mais de opções, a única escolha que existe é sobreviver contra um mundo cercado de trevas. Os tempos são obscuros e devemos aprender a vencer primeiramente a nós mesmos.

LIVROS
O Silmarillion

O senhor dos aneis - AGUARDEM PROMOÇÃO

O Hobbit

Contos inacabados + O hobbit + Os filhos de Húrin

Ainda não foi possível dizer detalhes importantes das genealogias e localizações, bem como outras histórias épicas como Túrin Turumbar e Eöl. No entanto, espero que o material disponível e o resumo da "história principal" tenha servido para apreciação e seja de uma leitura agradável.
Detalhes : Galadriel nunca mais retorna para Valinor, vários elfos e até homens podem voltar para terra imortal após a batalha de Númenor, ela foi apenas uma boa amiga para Mithrandir. O casamento entre Aragorn e Arwen serve para selar a união de homens e elfos, que nunca mais foi a mesma após a batalha das lágrimas incontáveis.
[Imagem: berenandluthieninthecourtofthingolandmel...agaucs.jpg]
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 10 usuários diz(em) obrigado a fallen1232 pelo seu post:
admin (06-01-2017), CaféSemAçúcar (15-01-2018), Fire Fox (15-01-2018), jonas car (06-01-2017), MARCELO DF (06-01-2017), Marck Vini (19-01-2018), marcosarierom (06-01-2017), ruicoelho (06-01-2017), Salsichinha (12-01-2017), Tecnocrata (09-01-2017)
Compre Cúrcuma em Pó na Tudo Saudável
05-01-2017, 10:31 PM
Resposta: #2
RE: Tolkien anti-NOM
Eu até gosto desse tipo de história, mas confesso que não tive paciência de ler nenhum livro do Tolkien. São nomes demais, fatos demais é tudo muito entulhado de personagens e nomes.

Outra coisa que não me atrai nem um pouco nessas histórias é o fato de todos parecerem viver de brisa. Não há nenhum sistema econômico, trabalho. comércio. Tudo se resume a poderes mágicos, salvadores da pátria e coisas que ocorrem deus ex-machina.

Esse tipo de abordagem serve para filmes, afinal eles são curtos, mas - para mim - quando se trata de criar mundos novos, essa criação deve ser completa. Não serve mostrar fatos A, B ou C, citar uns pontos geográficos ( sempre cheios de coisas mágicas) e pronto.

Esse é o motivo pelo qual geralmente eu não leio livros de fantasia e de ficção que se passam fora da Terra.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 5 usuários diz(em) obrigado a MARCELO DF pelo seu post:
admin (06-01-2017), fallen1232 (06-01-2017), jonas car (06-01-2017), marcosarierom (06-01-2017), Salsichinha (12-01-2017)
06-01-2017, 12:42 AM (Resposta editada pela última vez em: 06-01-2017 12:46 AM por fallen1232.)
Resposta: #3
RE: Tolkien anti-NOM
(05-01-2017 10:31 PM)MARCELO DF Escreveu:  Eu até gosto desse tipo de história, mas confesso que não tive paciência de ler nenhum livro do Tolkien. São nomes demais, fatos demais é tudo muito entulhado de personagens e nomes.

Outra coisa que não me atrai nem um pouco nessas histórias é o fato de todos parecerem viver de brisa. Não há nenhum sistema econômico, trabalho. comércio. Tudo se resume a poderes mágicos, salvadores da pátria e coisas que ocorrem deus ex-machina.

Esse tipo de abordagem serve para filmes, afinal eles são curtos, mas - para mim - quando se trata de criar mundos novos, essa criação deve ser completa. Não serve mostrar fatos A, B ou C, citar uns pontos geográficos ( sempre cheios de coisas mágicas) e pronto.

Esse é o motivo pelo qual geralmente eu não leio livros de fantasia e de ficção que se passam fora da Terra.

Boa noite Marcelo !
Também já pensei neste quesito, e aqui Tolkien da poucos detalhes da economia. No entanto, em diversas passagens nós notamos a presença de tesouros com moedas de ouro, joias preciosas e coisas parecida...ao que parece, a economia era muito semelhante a época medieval. Ele chega a mencionar lavouras, minerações que os anões faziam e a forma que os elfos trabalhavam as joias mais finas, a troca era feita por objeto com esforço semelhante ou moedas de ouro. Acredito que nesse ponto, George RR Martin dá mais detalhes do modelo econômico em Guerra dos tronos, onde há um banco central em Bravos que empresta dinheiro para a coroa, e ainda descreve parcialmente as fontes de renda para financiar custos. Inclusive, um dos grandes dramas da personagem Daenerys Targaryen é : como atravessar o mar, sem ter dinheiro para comprar embarcações e um exército ?
Ao longo do arco da história da personagem, ela descobre algumas fontes possíveis de renda ( como importação e exportação de produtos ) e obtém certo sucesso.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a fallen1232 pelo seu post:
jonas car (06-01-2017), MARCELO DF (06-01-2017), marcosarierom (06-01-2017), Nelson Ferreira (09-01-2017)
06-01-2017, 02:12 AM
Resposta: #4
RE: Tolkien anti-NOM
Me parece que as obras de Tolkien são uma resposta aos anseios místicos e míticos do ideal popular em substituição ao papel igualmente ocupado pela religião, em especial a católica.
Depois das "denuncias" de Cervantes quanto ao poder da literatura popular cavalaresca, e a incursão iluminista de desmistificação da espiritualidade ficou um grande vazio que sem preenchimento seria ocupado por obras de pequeno calibre(o que na pratica acabou acontecendo, visto que de publicações fantásticas e suas poucas imagens, fomos migrando aos poucos para as graphic novels visualmente recheadas mas com conteúdo, posteriormente aos gibis/mangás onde pouco ou quase nada de literatura ha e hj nem isso mais...), creio que Tolkien respondeu com a criação do rico universo que vemos em suas obras. Mais uma vez ressaltando que suas obras tem forte teor místico e mítico.

A obra de Martin no entanto me parece ser muito mais política que fantástica. Na verdade posso ver ate a quais famílias reais ele se refere em seus livros(monarquias do Reino Unido, Rússia, França, Roma, Egito, India, Etiópia, etc...). Contudo não é desinteressante, só não é tão complexa quanto a de Tolkien.

Rick Riordan, nunca ouvi falar...nunca li o Hobbit, na verdade comecei mas talvez por ter lido antes LOTR achei meio "fraco". Vi trechos de Silmarilion que tbm não consegui acabar, mas esse por questão de tempo mesmo.
A obra de Martin infelizmente conheço pelas series.

Não é que toda obra "visual" seja inferior. Tenho lido ultimamente a saga Sandman de Neil Gaiman, é uma graphic adulta e bem rica, nada no nível de Tolkien, mas um rico exemplo do universo sombrio e onírico e tbm cheio de ligações ao universo religioso e arquétipos da psique humana.

Só senti falta na lista das obras de C.S. Lewis(Cronicas de Nárnia). É tbm bem rico e profundamente influenciado por Tolkien. Eu pessoalmente considero Narnia superior ao Hobbit como narrativa para crianças/adolescentes.

"Curioso, valorizamos mais o ouro e a prata do que o ar e a água, mas bastam alguns segundos sem ar pra perceber a realidade.
Quanto de nossa percepção foi contaminada?"

Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a jonas car pelo seu post:
fallen1232 (06-01-2017), Fire Fox (15-01-2018), MARCELO DF (06-01-2017), marcosarierom (06-01-2017)
Stévia pelo menor preço você encontra aqui
06-01-2017, 06:33 AM
Resposta: #5
RE: Tolkien anti-NOM
Numa escrita bem diferente, deixaria para enriquecer o tópico um autor que acaba por abordar assuntos paralelos mas de um modo mais diferente. Nunca esquecendo que a fantasia e a imaginação fazem parte do nosso inconsciente mais profundo.

[Imagem: 1507-1.jpg]

SINOPSE: O nosso imaginário está habitado por terras e lugares que nunca existiram, nascidos da imaginação dos escritores. Alguns destes locais, que às vezes se tornam tão reais como se tivessem existência física, têm lendas fascinantes que os mantêm vivos ao longo de gerações. Esta obra de Umberto Eco é uma viagem ilustrada pelos lugares lendários da literatura. Dos poetas da antiguidade aos escritores contemporâneos de ficção científica, os contadores de histórias de todas as épocas inventaram lugares míticos e imaginários, levando-nos a projectar neles sonhos, esperanças e receios. O autor conduz-nos numa viagem por essas terras de mito e fantasia. Inclui dezenas de imagens e reúne elementos díspares do nosso legado literário, num equilíbrio que só um autor como Umberto Eco conseguiria de modo tão brilhante.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 5 usuários diz(em) obrigado a ruicoelho pelo seu post:
fallen1232 (06-01-2017), jonas car (08-01-2017), MARCELO DF (06-01-2017), Nelson Ferreira (09-01-2017), Salsichinha (12-01-2017)
06-01-2017, 05:00 PM (Resposta editada pela última vez em: 12-01-2017 01:37 AM por MARCELO DF.)
Resposta: #6
RE: Tolkien anti-NOM
(06-01-2017 12:42 AM)fallen1232 Escreveu:  
(05-01-2017 10:31 PM)MARCELO DF Escreveu:  Eu até gosto desse tipo de história, mas confesso que não tive paciência de ler nenhum livro do Tolkien. São nomes demais, fatos demais é tudo muito entulhado de personagens e nomes.

Outra coisa que não me atrai nem um pouco nessas histórias é o fato de todos parecerem viver de brisa. Não há nenhum sistema econômico, trabalho. comércio. Tudo se resume a poderes mágicos, salvadores da pátria e coisas que ocorrem deus ex-machina.

Esse tipo de abordagem serve para filmes, afinal eles são curtos, mas - para mim - quando se trata de criar mundos novos, essa criação deve ser completa. Não serve mostrar fatos A, B ou C, citar uns pontos geográficos ( sempre cheios de coisas mágicas) e pronto.

Esse é o motivo pelo qual geralmente eu não leio livros de fantasia e de ficção que se passam fora da Terra.

Boa noite Marcelo !
Também já pensei neste quesito, e aqui Tolkien da poucos detalhes da economia. No entanto, em diversas passagens nós notamos a presença de tesouros com moedas de ouro, joias preciosas e coisas parecida...ao que parece, a economia era muito semelhante a época medieval. Ele chega a mencionar lavouras, minerações que os anões faziam e a forma que os elfos trabalhavam as joias mais finas, a troca era feita por objeto com esforço semelhante ou moedas de ouro. Acredito que nesse ponto, George RR Martin dá mais detalhes do modelo econômico em Guerra dos tronos, onde há um banco central em Bravos que empresta dinheiro para a coroa, e ainda descreve parcialmente as fontes de renda para financiar custos. Inclusive, um dos grandes dramas da personagem Daenerys Targaryen é : como atravessar o mar, sem ter dinheiro para comprar embarcações e um exército ?
Ao longo do arco da história da personagem, ela descobre algumas fontes possíveis de renda ( como importação e exportação de produtos ) e obtém certo sucesso.

E não pense que eu estou criticando a criação de Tolkien, afinal mesmo que eu não goste dessa falta de vida "mais pé no chão" nas histórias dele, ninguém pode negar que sem ele o mundo seria um pouco mais pobre e ainda mais feio do que já é. Além do mais, mesmo que falte a ele o que para mim é crucial, um sistema econômico; ele um milhão de vezes mais ESCRITOR que, por exemplo, o tal R.R Martin.

Eu por exemplo comecei a ler O Senhor dos anéis, e mesmo que não estivesse entendendo nada a principio, a leitura me envolveu a tal ponto que eu só parei quando decidi conscientemente parar. Se eu deixasse me levar pela escrita teria lido o livro todo de uma vez só.

Já o tal de R.R. Martim eu não suportei ler três páginas. E nem que me pagassem eu leria aquela porcaria que mais pareciam tijoladas na minha cara a cada linha.

E para não dizer que não tentei, assim que lançaram o Harry Podre, eu não consegui ler a primeira página inteira. Se o tal R.R Martin escreve como quem joga tijolos na cara do leitor (não por ser um estilo deliberado e sim por deficiência de técnica e estilo) a tal Rowling parece estar arrotando na cara de todos.Acho realmente inacreditável que algo tão tosco, mal escrito e grotesco (falo do estilo, se é que aquela mulher tem algum que não seja a falta de estilo) tenha vendido tanto. Talvez por vivermos numa época em que o analfabetismo funcional é uma regra e não uma exceção o sucesso veio rápido, afinal o público acéfalo gosta que todos rastejem no lixo junto com ele e é uma ofensa pedir para que os vermes tentem sair do chão.

E finalizando, eu não conheço os fãs de Harry Bosta, mas com certeza eles nunca irão ler Tolkien, o nível é elevado demais para eles.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a MARCELO DF pelo seu post:
fallen1232 (06-01-2017), Nelson Ferreira (09-01-2017)
06-01-2017, 05:10 PM
Resposta: #7
RE: Tolkien anti-NOM
(06-01-2017 06:33 AM)ruicoelho Escreveu:  
Numa escrita bem diferente, deixaria para enriquecer o tópico um autor que acaba por abordar assuntos paralelos mas de um modo mais diferente. Nunca esquecendo que a fantasia e a imaginação fazem parte do nosso inconsciente mais profundo.

[Imagem: 1507-1.jpg]

SINOPSE: O nosso imaginário está habitado por terras e lugares que nunca existiram, nascidos da imaginação dos escritores. Alguns destes locais, que às vezes se tornam tão reais como se tivessem existência física, têm lendas fascinantes que os mantêm vivos ao longo de gerações. Esta obra de Umberto Eco é uma viagem ilustrada pelos lugares lendários da literatura. Dos poetas da antiguidade aos escritores contemporâneos de ficção científica, os contadores de histórias de todas as épocas inventaram lugares míticos e imaginários, levando-nos a projectar neles sonhos, esperanças e receios. O autor conduz-nos numa viagem por essas terras de mito e fantasia. Inclui dezenas de imagens e reúne elementos díspares do nosso legado literário, num equilíbrio que só um autor como Umberto Eco conseguiria de modo tão brilhante.

Com certeza eu preciso desse livro. Provavelmente não devo encontrar no Brasil, um país que adora comprar livros de youtubers e de garotas no trem não tem espaço para literatura de verdade e autores que sabem o que escrevem. Você não sabe a sorte que tem em morar em Portugal.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a MARCELO DF pelo seu post:
fallen1232 (06-01-2017), jonas car (08-01-2017), ruicoelho (06-01-2017)
Aloe Vera Pelo Menor Preço Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
06-01-2017, 07:08 PM (Resposta editada pela última vez em: 06-01-2017 07:17 PM por fallen1232.)
Resposta: #8
RE: Tolkien anti-NOM
(06-01-2017 02:12 AM)jonas car Escreveu:  Só senti falta na lista das obras de C.S. Lewis(Cronicas de Nárnia). É tbm bem rico e profundamente influenciado por Tolkien. Eu pessoalmente considero Narnia superior ao Hobbit como narrativa para crianças/adolescentes.

Irei acrescentar caro amigo Jonas !!
O Hobbit parece ter vindo para preencher a lacuna que Tolkien acabou deixando em alguns dos seus escritos, no Silmarillion, sempre temos a presença de humanos e elfos como principais, embora os anões tenham certas passagens e influências. Os hobbits são mencionados apenas no final, e lembro bem de que no prólogo de O Hobbit, ele menciona a necessidade de ter uma obra mais voltada a esses pequenos.
Também penso que George RR Martin vem sendo mais realista e político em sua obra, já não temos mais a luz contra as trevas, raças e criaturas tão místicas. Na Guerra dos tronos, a guerra gira em torno de famílias, existem diversas religiões e cultos distintos e todos podem ser bons e maus, não há personagens puros, e é incrível como essas obras embora tenham bebido da mesma fonte, possuam prismas tão únicos. Acho interessante uma certa análise desses extremos, pq são escritos em épocas diferentes. Tolkien presenciou a guerra, sua obra é mais mística, mais fora desse mundo e Martin já é um fenômeno mais "moderno", caso eu não esteja enganado, a primeira obra foi lançada no final de década de 90.
É como compararmos Lovecraft com as obras de terror/suspense mais modernas, existe um jogo chamado Alan Wake, que aborda bastante esse assunto e cita vários clássicos.
Eu infelizmente esqueci de acrescentar algumas outras obras a lista, fico devendo.


Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a fallen1232 pelo seu post:
jonas car (08-01-2017), MARCELO DF (06-01-2017)
13-01-2018, 08:40 PM
Resposta: #9
RE: Tolkien anti-NOM



Citar:A Fantasia é uma atividade humana natural. Certamente ela não destrói a Razão, muito menos insulta; e não abranda o apetite pela verdade científica nem obscurece a percepção dela. Ao contrário. Quanto mais arguta e clara a razão, melhor fantasia produzirá. (...) É claro que a Fantasia pode ser levada ao exagero. Pode ser malfeita. Pode servir a maus usos. Pode até iludir as mentes das quais surgiu. Mas, neste mundo caído, para que coisa humana isso não é verdade? Os homens não só conceberam elfos, mas imaginaram deuses, e os cultuaram, e cultuaram até aqueles mais deformados pelo mal de seu próprio autor. Mas fizeram falsos deuses a partir de outros materiais: suas opiniões, seus estandartes, seus dinheiros; até sua ciência e suas teorias sociais e econômicas demandaram sacrifício humano. Abusus non tollit usum (O abuso não impede o uso). A fantasia continua sendo um direito humano: fazemos em nossa medida e nosso modo derivativo, porque somos feitos, e não apenas feitos, mas feitos à imagem e semelhança de um Criador.
J. R. R. Tolkien em On Fairy-Stories

"Curioso, valorizamos mais o ouro e a prata do que o ar e a água, mas bastam alguns segundos sem ar pra perceber a realidade.
Quanto de nossa percepção foi contaminada?"

Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a jonas car pelo seu post:
CaféSemAçúcar (15-01-2018), fallen1232 (13-01-2018), Nelson Ferreira (13-01-2018)
15-01-2018, 12:38 AM (Resposta editada pela última vez em: 15-01-2018 01:12 AM por CaféSemAçúcar.)
Resposta: #10
RE: Tolkien anti-NOM
De ficção "sem conspiração" que eu gostei e recomendo é John Fante - Pergunte ao Pó, Os Mímicos - VS Naipaul e O Apanhador no Campo de Centeio de J. D. Salinger.

Vi uma live esses dias do Padre Paulo Ricardo falando sobre Senhor dos Anéis e anunciando um curso só de Tolkien. Tolkien era católico e deixou pérolas metafísicas e teológicas nos livros.

Lembro que nos meus 15 anos tinha um amigo que era fissurado nos livros de Tolkien e me fez despertar a curiosidade. Assisti os filmes mas não li muito os livros, uma pena. Não sou lá fã de ficção em livros e de fato Tolkien se tornou uma lacuna para mim.

Tolkien tem razão, o olho de Sauron(Saturno/Lúcifer) cai no final.

Esnobar é exigir café fervendo e deixar esfriar - Millôr Fernandes
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a CaféSemAçúcar pelo seu post:
Fire Fox (15-01-2018), jonas car (16-01-2018)
Sua pele mais bonita com colágeno hidrolisado
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Graffiti anti NOM jr_revoluir 21 32,967 10-03-2017 05:42 PM
Última Resposta: Sanderson S. Pierre
  Seu dia a dia anti-nom como é? pequeno gafanhoto 12 4,808 22-12-2013 02:40 PM
Última Resposta: Ultraviolet
  Manipulação anti-aborto por trauma. Sin Cara 9 3,341 08-10-2013 10:51 PM
Última Resposta: T.G
  Projeto Outdoor Anti-Nova Ordem Mundial admin 167 120,502 28-05-2013 03:42 AM
Última Resposta: Marcelo Ferreira
  Plano de ação Anti NOM Carlos Eugênio 4 3,307 26-01-2012 04:20 PM
Última Resposta: grazielly ferraz

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 119 usuários online.
» 0 Membros | 119 Visitantes

Estatísticas do Fórum
» Membros: 20,457
» Último Membro: sonbabevqbt
» Tópicos do Fórum: 25,076
» Respostas do Fórum: 268,419

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Entendendo o mundo atual
Última Resposta Por: OfimDoComeço
Hoje 01:13 AM
» Respostas: 26
» Visualizações: 5268
Suécia orienta população a se preparar para guerra e distribui panfletos de alerta
Última Resposta Por: ULTRON
Hoje 12:28 AM
» Respostas: 5
» Visualizações: 524
[FERRAMENTA] Mapeando Chemtrails/Rastros Químicos no Brasil - PARTICIPE!
Última Resposta Por: Branco
Ontem 10:55 PM
» Respostas: 58
» Visualizações: 57730
Nibiru, Elenin, - Transformações da Terra - o que ninguém te conta
Última Resposta Por: Elenin20182024
Ontem 09:21 PM
» Respostas: 1253
» Visualizações: 543240
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Justo
Ontem 06:11 PM
» Respostas: 842
» Visualizações: 171183
IA o Exterminador do futuro?!
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 05:33 PM
» Respostas: 29
» Visualizações: 6901
A verdade por trás do desarmamento
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 05:29 PM
» Respostas: 11
» Visualizações: 820
Mercado Brasil! Compre agora que amanhã o preço aumenta!
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 05:23 PM
» Respostas: 4
» Visualizações: 802
Simbologias Satânicas no edifício Wilton Paes de Almeida
Última Resposta Por: Fire Fox
Ontem 11:15 AM
» Respostas: 27
» Visualizações: 2399
Até os países mais pobres são roubados por governos locais.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
Ontem 10:34 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 137
Por que o brasileiro é assim??
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
23-05-2018 04:29 PM
» Respostas: 37
» Visualizações: 10505
O Que a tv tem a oferecer ao povo brasileiro?
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
23-05-2018 04:15 PM
» Respostas: 60
» Visualizações: 31210
Mundo Paralelo / Outra Dimensão
Última Resposta Por: Unk
23-05-2018 11:19 AM
» Respostas: 17
» Visualizações: 954
Maçonaria Françesa X Maçonaria Inglesa
Última Resposta Por: NoNOM
23-05-2018 09:11 AM
» Respostas: 8
» Visualizações: 893
Porque Tesla acreditava que os números 3, 6 e 9 são segredos para o nosso universo
Última Resposta Por: Bruna T
23-05-2018 12:00 AM
» Respostas: 2
» Visualizações: 504
A ERA DO ENGANO
Última Resposta Por: pablo_hp
22-05-2018 07:06 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 175
Os misteriosos megálitos da Rússia podem ser evidência de civilizações avançadas perd
Última Resposta Por: Thucks
22-05-2018 06:02 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 144
Símbolos Aborígenes Australianos descobertos no pilar de 12 mil anos na Turquia
Última Resposta Por: Thucks
22-05-2018 05:51 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 123
Pirâmide na Indonésia poderia mudar a história convencional
Última Resposta Por: Thucks
22-05-2018 05:21 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 281
Bracelete de 40.000 anos abala a história
Última Resposta Por: Thucks
22-05-2018 05:03 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 144
Os Gigantes Construíram o Templo de Lepakshi?
Última Resposta Por: Thucks
22-05-2018 04:28 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 130
Evidência de tecnologia avançada no Egito Antigo cortou pedra
Última Resposta Por: Thucks
22-05-2018 04:06 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 147
No Kosovo, encontrou um transformador com 20 mil anos de idade
Última Resposta Por: Thucks
22-05-2018 03:50 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 170
E se formos apenas uma simulação de computador?
Última Resposta Por: Thucks
22-05-2018 03:32 PM
» Respostas: 13
» Visualizações: 4545
O Cérebro Russo
Última Resposta Por: Thucks
22-05-2018 02:29 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 312
Prenúncio do fim do PCC é encontrado no centro de uma rocha de 270 milhões de anos
Última Resposta Por: Thucks
22-05-2018 02:20 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 546
WAFFLE ROCK: UM RESÍDUO DE UMA TECNOLOGIA DE 300 MILHÕES DE ANOS ATRÁS?
Última Resposta Por: Thucks
22-05-2018 02:04 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 319
CRISE POLÍTICA E ECONÔMICA
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
22-05-2018 12:24 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 47
MONOPÓLIO DA OPINIÃO
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
22-05-2018 11:54 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 34
RELATIVISMO
Última Resposta Por: NoNOM
22-05-2018 11:43 AM
» Respostas: 2
» Visualizações: 235

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial