Produtos de qualidade é na Tudo Saudável



Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 2 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Venezuela no fogo cruzado das potências mundiais
03-02-2019, 02:42 PM
Resposta: #1
Venezuela no fogo cruzado das potências mundiais
[Imagem: 42652_resize_620_380_true_false_null.jpg]

A Venezuela pode ser o estopim de uma nova Guerra Fria na América Latina: percebendo que perdem para China a influência na região, EUA não aceitarão abrir mão de seu "quintal", avalia colunista Alexander Busch.

Quando o assunto é Venezuela, as ex-superpotências Estados Unidos e Rússia vasculham fundo no baú de cacarecos verbais da Guerra Fria. Ao anunciar recentemente que todo o faturamento em dólares com importações de petróleo venezuelano ficaria congelado numa conta especial, o assessor de Segurança americano, John Bolton, acrescentou, ameaçador: "A opção militar continua sobre a mesa."

O ministro russo do Exterior, Sergey Lavrov, advertiu contra uma intromissão militar americana: "Parece que os EUA não hesitariam em derrubar governos malquistos na América Latina." Ainda em dezembro, o presidente Vladimir Putin enviara ao Caribe dois bombardeiros supersônicos TU-160, com capacidade para portar armas nucleares. Uma provocação, já que Caracas está a apenas três horas de voo de Miami.

Comparado com os fanfarrões da Rússia e dos EUA, a terceira potência na Venezuela se manifesta de forma quase moderada. Hua Chunjing, porta-voz do Ministério do Exterior da China, urgiu todas as partes envolvidas a manterem a calma e negociarem uma solução política conjunta.

Isso soa tão débil e inócuo quanto uma resolução das Nações Unidas. No entanto, por trás está o pragmatismo chinês e uma porção de understatement, pois a China é a potência mundial que, há uma década, apoiou, com mais de 60 bilhões de dólares, primeiro o autocrata Hugo Chávez e agora seu sucessor, Nicolás Maduro. Sem Pequim, há muito os caudilhos de esquerda já estariam fora do jogo.

[Imagem: 1549027186_3004.jpg]

Nenhum outro país recebeu tanto crédito chinês quanto o grande produtor de petróleo no Caribe – um fato que os dirigentes em Pequim agora lamentam profundamente. "Com o desastre econômico, social e político, todo o interesse da China na Venezuela dissipou-se de uma vez só", confirma Matt Ferchen, especialista do Carnegie-Tsinghua Center for Global Politics. "A China quer, acima de tudo, estabilidade."

Para Pequim, o foco mundial sobre a Venezuela é um fator perturbador para a longamente planejada conquista estratégica da América Latina. Ele chama a atenção dos EUA e, em última análise, da comunidade internacional para o fato que, nos últimos 15 anos, Pequim expandiu meteoricamente sua influência econômica, mas sobretudo também política, na região.

E isso "no quintal dos Estados Unidos", que é como há quase 200 anos Washington vê os 23 Estados e 650 milhões de habitantes ao sul do Texas, até a Patagônia. Tudo começou em 1823, com a doutrina Monroe, quando o então presidente americano, James Monroe, declarou o Hemisfério Ocidental zona de influência exclusiva dos Estados Unidos. Desde então, os governos americanos consideram em primeira linha os próprios interesses estratégicos.

Agora a doutrina volta a ser colocada à prova, devido à entrada em cena da China – como 50 anos atrás, quando a União Soviética tentou inutilmente ampliar sua influência na região, a partir de Cuba. O novo jogo de poder tem consequências imprevisíveis.

"Washington não estará disposto a aceitar a China como mais importante protagonista econômico e político na América Latina", afirma Oliver Stünkel, professor de relações internacionais da Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo. No entanto, os EUA provavelmente não terão alternativa, pois num breve prazo os chineses ampliaram sua rede econômica e política na região, e a ela os americanos nada têm para opor.

A direção e velocidade da ofensiva chinesa na América Latina ultrapassa longe a inicial garantia de matérias-primas e energia, a qual acabou por tornar toda a região dependente das exportações para a China de minério de ferro, soja, cobre e petróleo.

Até o momento, o país já investiu lá 150 bilhões de dólares, muito mais do que na África, algo apenas superado por seu engajamento na Ásia. Conglomerados chineses compram usinas, redes de eletricidade, aeroportos e portos marítimos, constroem ferrovias, estabelecem zonas de livre-comércio e agora investem em fábricas de automóveis e plataformas digitais.

Originalmente, a assim chamada Nova Rota da Seda (Belt and Road Initiative, ou BRI) não era destinada à América Latina, mas em 2018 o presidente Xi Jingping constatou, em uma de suas numerosas viagens, que a região "é a expansão natural da Rota da Seda marítima no século 21".

Desde então, 14 nações latino-americanas se candidataram para investimentos chineses no contexto da BRI. Chile, Peru e Colômbia, voltados para o Oceano Pacífico, competem agressivamente a fim de se transformarem em cabeças de ponte para os produtos chineses na América Latina, e para tal estão também dispostos a fazer concessões políticas ao Extremo Oriente.

Em 2018, a República Dominicana, El Salvador e Panamá cortaram relações diplomáticas com o Taiwan e as estabeleceram com Pequim, que os recompensou generosamente. Assim, agora o Panamá fechou mais de 20 grandes projetos com a China, e com seu canal o país é um eixo e polo decisivo para a dominância estratégica dos EUA no Hemisfério Ocidental.

Sob o esquerdista Andrés Manuel López Obrador, também o México, colaborador estreito dos EUA, mostra-se aberto para investimentos chineses. Em conjunto com Pequim, o novo presidente pretende iniciar um Plano Marshall para a América Central, no montante de 30 bilhões de dólares, a fim de criar empregos e infraestrutura na região e, no médio prazo, limitar o fluxo de refugiados em direção ao Norte.

Contra isso, nem mesmo Donald Trump tem como impor seu veto. "A China está procedendo na América Latina com muito mais criatividade do que os EUA", observa Stünkel. Então não é de espantar que, após as hostilidades por parte do presidente americano, o México prefira apostar paralelamente na cooperação com a China.

"Para os governos da América Latina, o engajamento de longo prazo na China é mais atraente do que o tratamento inseguro, volátil, pelos Estados Unidos", comenta Cui Shoujun, diretor do Center for Latin America Studies da Universidade Renmin, na China.

Há muito os EUA mal prestam atenção à América Latina: além de "Chávez, Castro e Coca", o "quintal" não lhes interessa. Mas agora o país alerta de forma ácida contra a sedução chinesa. David Malpass, secretário de Estado para assuntos estrangeiros no Departamento de Finanças americano, menciona problemas de segurança, caso as comunicações da região fiquem centradas em redes chinesas.

O secretário do Exterior Mike Pompeo critica que a China não se preocupe com o bem-estar dos cidadãos latino-americanos, em vez disso cuidando, acima de tudo, do interesse de seu próprio governo: "Esses acordos são bons demais para ser verdade."

A última joia de Maduro

[Imagem: 1549027111_17868748_303.jpg]

Por muitos anos, a equação era muito simples para o governo de Caracas: o petróleo cru da Venezuela chegava aos EUA de navio. Lá, a Citgo recebia a mercadoria. A subsidiária da estatal petrolífera PDVSA refinava o produto em suas próprias refinarias e vendia a gasolina nos postos Citgo. Os dólares de lucro iam então para Caracas.

Embora os EUA e a Venezuela tenham estado, pelo menos retoricamente, no limiar de uma guerra desde a chegada ao poder de Hugo Chávez, em 1999, a Citgo continuava a fazer negócios, e em Caracas choviam dólares.

É com isso que o governo Trump quer acabar agora. Todo o negócio petrolífero venezuelano nos EUA está autorizado a continuar, mas dólares só chovem nas chamadas contas bloqueadas. O governo americano quer agora tornar essas contas acessíveis ao autoproclamado presidente interino Juan Gaidó.

Para o cientista político venezuelano Ivo Hernández, pesquisador da Universidade de Münster, no oeste da Alemanha, essa medida tem algo de histórico. "Os Estados Unidos eram a única fonte regular de divisas para Venezuela – a curto e médio prazo, este é um duro golpe para Maduro", avalia.

Günther Maihold, do Instituto Alemão de Relações Internacionais e Segurança (SWP), não é tão incisivo. "Agora vai depender de quais fontes alternativas de receita a Venezuela pode dispor agora”, pondera.

Maduro ficou visivelmente irritado com a decisão de sanção dos EUA. "Eles querem nos roubar a Citgo", acusou em um discurso televisionado, acrescentando que a Venezuela vai apelar aos tribunais americanos contra a decisão.

A Citgo já tem mais de 100 anos. Na década de 1980, era uma das maiores empresas de petróleo dos EUA. Em 1986, a PDVSA comprou metade da companhia, depois, em 1990, comprou a totalidade.

Quem quiser entender o significado da Citgo para a Venezuela de hoje, precisa olhar para a PDVSA. A estatal do petróleo da Venezuela operou de forma autônoma por décadas, foi muito lucrativa e também se expandiu para o exterior.

Hugo Chávez tentou usar as receitas da PDVSA para financiar seus programas sociais. Funcionários da PDVSA desafiaram Chávez com meses de greve geral. O presidente venceu.

"Os trabalhadores da PDVSA são a favor desta revolução, e aqueles que não são, devem ir para outro lugar, vão para Miami", disse Chávez. Em 2003, ele declarou 18 mil grevistas da PDVSA como "inimigos do Estado" e os demitiu.

Os críticos também veem a tomada completa da companhia pelo Estado como o começo do declínio do setor petrolífero venezuelano. Gradualmente, os socialistas foram se livrando das participações internacionais na PDVSA. Em 2010, as ações da Ruhr Öl Gmbh – uma joint venture com a BP que tinha quatro refinarias na Alemanha – passaram para a companhia de petróleo russa Rosneft.

[Imagem: 1549027136_47293092_401.jpg]

Dos quase 3,5 milhões de barris por dia em 1998, a taxa de produção da Venezuela caiu para menos de 2 milhões de barris em 2017. No ano passado, devido à crise econômica, o país exportou apenas 1,2 milhão de barris, segundo estimativas da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

A Citgo afirma ser capaz de processar 750 mil barris por dia em suas refinarias nos EUA. O restante do petróleo da Venezuela vai para a Rússia e a China, segundo o cientista político e especialista em energia Hernández. "Mas provavelmente não há dinheiro novo, pois as remessas são usadas como contrapartida por empréstimos."

Na verdade, Maduro provavelmente estaria no fim se não fossem seus apoiadores na China, Turquia, Irã e Rússia. Segundo relatos, somente a China poderia ter gasto entre 50 e 60 bilhões de dólares em empréstimos, pagos com petróleo. Nos 11 primeiros meses do ano passado, segundo a agência de notícias econômicas Bloomberg, a China importou 340 mil barris de petróleo por dia.

Na Venezuela, mais de 90% de toda a receita cambial vêm das exportações de petróleo. Como a última joia comercial no exterior, a Citgo é, portanto, a fonte vital de divisas de Maduro. Mas mesmo na Citgo, da outrora orgulhosa rede de cerca de 14 mil postos de gasolina, restam apenas cerca de 5 mil; das oito refinarias de antigamente, permanecem só três.

Como o regime de Maduro sofre de dificuldades financeiras crônicas, a Venezuela doou 49,9% das ações da Citgo como garantia ao grupo russo Rosneft. No geral, estima-se que a Rússia já tenha doado 17 bilhões de dólares à Venezuela.

É por isso que a Rússia defende a Venezuela, criticando as sanções dos EUA. O Kremlin afirmou que defenderá seus interesses "dentro do quadro jurídico internacional".

O especialista em América Latina Günther Maihold, do SWP, afirma que quase não há dados confiáveis da Venezuela. "Devido ao fato de que a cooperação com organizações internacionais cessou, a Venezuela não está mais fornecendo dados", frisa.

Maihold vê problemas legais nas ações dos EUA. "Você não pode simplesmente ignorar as relações de propriedade. Isso contradiz não só as regras da economia mundial como também da economia dos EUA."

John Bolton, conselheiro de segurança nacional de Trump, quer congelar diretamente 7 bilhões de dólares em ativos. Através do negócio do petróleo, podem ser somados outros 11 bilhões no decorrer do ano.

Se os EUA realmente fizerem isso, a Venezuela poderá parar de fornecer petróleo cru à Citgo. "Mas mesmo a curto e médio prazo, nenhuma nova fonte de receita deverá ser encontrada”, acredita Ivo Hernández, observando que há diversos tipos de petróleo. "As refinarias são especializadas em determinados tipos", explica o especialista venezuelano.

A rapidez com que o governo venezuelano poderá encontrar novas fontes de divisas vai depender da disposição de seus aliados no exterior permanecerem leais a Maduro. Pelo menos os mercados financeiros são céticos e acreditam que Maduro não durará muito mais tempo.

Segundo o Financial Times, os preços dos títulos do governo venezuelano e dos títulos da PDVSA aumentaram significativamente. Os investidores já estão especulando sobre uma mudança de poder e investem nos papéis. Acima de tudo, eles esperam obter bons lucros com a reconstrução do setor petrolífero.

FONTE: http://www.defesanet.com.br/ven/noticia/...-mundiais/
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 6 usuários diz(em) obrigado a Bruna T pelo seu post:
Anonymous_T.ron (09-02-2019), Cimberley Cáspio (03-02-2019), DeOlhOnafigueira (25-02-2019), Doc S (03-02-2019), Fire Fox (04-02-2019), ruicoelho (05-02-2019)
Compre Linhaça Dourada Orgânica pelo Menor Preço na Tudo Saudável!
05-02-2019, 09:39 AM
Resposta: #2
RE: Venezuela no fogo cruzado das potências mundiais
Simplesmente para dizer uma coisa: Se Hugo Chávez ainda fosse vivo e estivesse no poder, a situação da Venezuela seria completamente diferente.

Nicolás Maduro é um homem sem qualquer formação politica e ligeiramente acéfalo, para conduzir um país que já foi um dos mais ricos e importantes da América Latina.

Quase que com toda a certeza, a Venezuela irá ser um novo jardim dos Estados Unidos, uma vez que Nicolás Maduro é uma espécie de Fulgencio Batista mas ao contrário.

Importa também referir que Juan Guaidó não foi eleito legitimamente e, para além disso, parece-me a mim que é mais um populista, que soube aproveitar a ocasião para se fazer sobressair na cena politica mundial. No fundo, um ilustre desconhecido que corre o risco de se tornar mais uma marioneta nas mãos dos Estados Unidos.

Ab alio expectes, quod alteri feceris
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 8 usuários diz(em) obrigado a ruicoelho pelo seu post:
Anonymous_T.ron (09-02-2019), Aragorn (05-02-2019), Cimberley Cáspio (05-02-2019), djaga (09-02-2019), Infinite (05-02-2019), Minerim (05-02-2019), Neo1 (27-02-2019), tarcardoso (05-02-2019)
05-02-2019, 10:52 AM
Resposta: #3
RE: Venezuela no fogo cruzado das potências mundiais
(05-02-2019 09:39 AM)ruicoelho Escreveu:  [align=justify][color=#000080]Simplesmente para dizer uma coisa: Se Hugo Chávez ainda fosse vivo e estivesse no poder, a situação da Venezuela seria completamente diferente.
...

E isso porque o Chávez era bem limitado.

Muito bom vê-lo novamente aqui no fórum.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a tarcardoso pelo seu post:
Cimberley Cáspio (05-02-2019), Neo1 (27-02-2019), ruicoelho (22-02-2019)
06-02-2019, 10:32 AM (Resposta editada pela última vez em: 06-02-2019 01:42 PM por Bruna T.)
Resposta: #4
RE: Venezuela no fogo cruzado das potências mundiais
(05-02-2019 09:39 AM)ruicoelho Escreveu:  Simplesmente para dizer uma coisa: Se Hugo Chávez ainda fosse vivo e estivesse no poder, a situação da Venezuela seria completamente diferente.

Discordo, Hugo Chávez foi igualmente nocivo ao pais, assim como foram nocivos todos os governantes autoritários, os sinais de perda de poder econômico, de liberdade na Venezuela, eram presentes desde o inicio de seu "reinado".

O projeto de Chávez, o bolivarismo, foi um reforma do modelo supostamente democrático, enfatizando a participação direta, e direitos sociais e econômicos, mas como de costume, a busca pela utopia comunista, esta gerando mais uma catástrofe, onde os afetados são inocentes, geram fome, pobreza e morte.

Chaves a exemplo de Fidel, é uma pessoa que pensava em si próprio, o povo foi apenas uma ferramenta, onde usou e agora Maduro usa a seu "bel-prazer".

(05-02-2019 09:39 AM)ruicoelho Escreveu:  Importa também referir que Juan Guaidó não foi eleito legitimamente e, para além disso, parece-me a mim que é mais um populista, que soube aproveitar a ocasião para se fazer sobressair na cena politica mundial. No fundo, um ilustre desconhecido que corre o risco de se tornar mais uma marioneta nas mãos dos Estados Unidos.

O senhor esta usando de meias verdades

E o que o senhor sugere, que deixem Maduro, que é igualmente uma marioneta das Russia e China, que o deixem em paz, e que siga com o plano da "Revolução Bolivariana", mais uma tentativa de buscar a utopia comunista.

Juan Guaidó não foi eleito democraticamente, ele mesmo afirma que e um representante de um governo provisório, alguém que de forma corajosa ou oportunista, esta se destacando, o fato e apenas ele teve coragem de encarar o governo corrupto, Juan Guaidó inclusive clama por eleições diretas, onde o povo venezuelano escolherá seus governantes.

Têm um detalhe, enquanto Maduro pede socorro a Russia e China, que prontamente enviaram recursos militares, e usa de tom ameaçador, que as irá usar se seu "reinado" for colocado em risco, o que esta deixando os militares brasileiros em uma posição desconfortável.

O governo provisório do Juan Guaidó, pede ajuda financeira e humanitária dos países, não pediu, pelo menos eu desconheço, não solicitou tanques e nem aviões de guerra aos EUA, ilustra bem ele, que se não é nenhum santo, políticos geralmente não são, mas fica a braçadas de distancia de um ditador.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 4 usuários diz(em) obrigado a Bruna T pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (25-02-2019), Doc S (06-02-2019), ruicoelho (22-02-2019), Velho Druida (23-02-2019)
As delícias de ALFARROBA da Carob House você encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
06-02-2019, 01:43 PM
Resposta: #5
RE: Venezuela no fogo cruzado das potências mundiais
(06-02-2019 10:32 AM)Bruna T Escreveu:  ...mas como de costume, a busca pela utopia comunista...

Como sempre alhos com bugalhos.

Criar vínculos que possa ser facilmente estereotipados em preconceitos que a propaganda já formou é uma estratégia bem conhecida e usada pela Rede Global.

Porque não chamar o movimento Bolivarianismo do que ele é, sem esses subterfúgios vis usado pela mainstream?
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a tarcardoso pelo seu post:
ruicoelho (22-02-2019)
06-02-2019, 01:56 PM
Resposta: #6
RE: Venezuela no fogo cruzado das potências mundiais
(06-02-2019 01:43 PM)tarcardoso Escreveu:  Porque não chamar o movimento Bolivarianismo do que ele é

O bolivarianismo é um movimento autoritário e populista, de viés esquerdista, ou seja, causa os mesmos efeitos indesejados.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Bruna T pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (25-02-2019), tarcardoso (07-02-2019), Velho Druida (23-02-2019)
07-02-2019, 07:47 AM
Resposta: #7
RE: Venezuela no fogo cruzado das potências mundiais
(06-02-2019 01:56 PM)Bruna T Escreveu:  
(06-02-2019 01:43 PM)tarcardoso Escreveu:  Porque não chamar o movimento Bolivarianismo do que ele é

O bolivarianismo é um movimento autoritário e populista, de viés esquerdista, ou seja, causa os mesmos efeitos indesejados.

O efeito indesejado da esquerda é a extrema direita.

O efeito indesejado da direita é a extrema esquerda.

Platão explicou isso a 2000 anos. Explicou também como sair desse ciclo dualístico.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a tarcardoso pelo seu post:
ruicoelho (22-02-2019)
Temperos saudáveis você encontra pelo menor preço aqui - Loja Tudo Saudável
07-02-2019, 09:15 PM (Resposta editada pela última vez em: 07-02-2019 09:27 PM por Bogoton.)
Resposta: #8
RE: Venezuela no fogo cruzado das potências mundiais
(07-02-2019 07:47 AM)tarcardoso Escreveu:  Platão explicou isso a 2000 anos. Explicou também como sair desse ciclo dualístico.

Platão... defensor de um estado totalitário... inimigo mortal do sistema familiar... arrancar filhos das mães... defensor do aborto, eventualmente do infanticídio...
Pois é...
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Bogoton pelo seu post:
Beobachter (07-02-2019), Doc S (07-02-2019), Velho Druida (23-02-2019)
07-02-2019, 09:42 PM (Resposta editada pela última vez em: 08-02-2019 07:38 AM por Beobachter.)
Resposta: #9
RE: Venezuela no fogo cruzado das potências mundiais
(07-02-2019 09:15 PM)Bogoton Escreveu:  Platão... defensor de um estado totalitário... inimigo mortal do sistema familiar... arrancar filhos das mães... defensor do aborto, eventualmente do infanticídio...
Pois é...

Não poderia ter lido nada mais convincente do que isso que você acaba de escrever!



Chega ser um eufemismo dizer que a "Venezuela se encontra em um fogo cruzado das potências mundiais".

Até parece que foi os Estados Unidos que foi lá e pôs o Maduro... Até onde sei, ele está lá, graças a devoção do Falecido Hugo Chávez.

Lembro que foi escolhido a dedo, pelo próprio Chávez e depois de sua morte, ainda sim, continuou sendo apoiado por uma população cega e que não tinha como e nem saberia como lutar contra isso.

Hoje, estão colhendo as amargas frutas que lá atrás, foi plantada e quem planta, tem que colher essa é a ordem das coisas.

Esse seria o destino do Brasil, e vejo aqui, membros defendendo Maduro até o último ato.

Vamos ver como vai terminar isso!

Já não sou quem eu era nem voltarei a ser quem fui, mas serei sempre fiel aos meus princípios.


Não há prisioneiro pior do que aquele que não busca conhecimento, mas pensa estar livre.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Beobachter pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (25-02-2019), Doc S (07-02-2019), Velho Druida (23-02-2019)
08-02-2019, 08:01 AM
Resposta: #10
RE: Venezuela no fogo cruzado das potências mundiais
Tudo está caminhando para mais uma intervenção americana, só que agora, praticamente dentro de seu quintal!

Digo isso, pois os Estados Unidos, sempre entraram em conflitos armados no outro lado do mundo. Vejo cada vez mais, uma Venezuela abatida, isolada e sem perspectiva de uma saída digna para os seus próprios erros que os cometeu.

Agora, um porta voz do governo russo, diz que os americanos já tem um plano pronto de invasão ao país de Simon Bolívar e Hugo Chávez e que agora pertence ao lunático do Maduro que manda matar a sua própria população para se firmar no poder.

Vejamos as próximas cenas.

Citar:
Washington já decidiu intervir militarmente na Venezuela, diz porta-voz da Rússia


Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse que o governo dos Estados Unidos está "preparando o cenário" para um intervenção militar na Venezuela e que toda a narrativa de "intervenção humanitária" não passa de uma "operação de encobrimento"

https://www.revistaforum.com.br/washingt...da-russia/

Já não sou quem eu era nem voltarei a ser quem fui, mas serei sempre fiel aos meus princípios.


Não há prisioneiro pior do que aquele que não busca conhecimento, mas pensa estar livre.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Beobachter pelo seu post:
DeOlhOnafigueira (25-02-2019), Fire Fox (08-02-2019)
Balas de Colágeno pelo melhor preço é na Tudo Saudável
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Conflito hibrido qual é o plano do pentágono para a fronteira Colômbia X Venezuela Marck Vini 1 404 11-09-2019 11:44 AM
Última Resposta: Marcelo Almeida
  Grupo usou Whatsapp para convocar "dia do fogo" no Pará Velho Druida 36 1,517 01-09-2019 08:44 PM
Última Resposta: pequeno gafanhoto
  Relembrando: A Carta de 1871 que previu 3 Guerras Mundiais. Anonymous_T.ron 4 1,262 27-07-2019 07:21 PM
Última Resposta: Abenis
  Confirmado: começa o cerco naval americano à Venezuela. Cimberley Cáspio 28 2,295 13-03-2019 08:13 PM
Última Resposta: CaféSemAçúcar
  EUA ordenam a retirada de cidadãos americanos da Venezuela.Será um prenúncio? Cimberley Cáspio 1 468 13-03-2019 08:25 AM
Última Resposta: Marcelo Almeida

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 87 usuários online.
» 0 Membros | 87 Visitantes

Estatísticas do Fórum
» Membros: 21,198
» Último Membro: cycle87ink
» Tópicos do Fórum: 26,356
» Respostas do Fórum: 280,498

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
Grandes mistérios da humanidade que já foram resolvidos
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 01:13 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 10
Fake news: o mais novo pretexto para censura ideológica
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 01:12 PM
» Respostas: 12
» Visualizações: 1660
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 01:02 PM
» Respostas: 1392
» Visualizações: 242815
Livre mercado capitalista e monopólio socialista.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 11:55 AM
» Respostas: 0
» Visualizações: 27
[VIDEO] A Máfia dos Transplantes de Órgãos e o Caso Paulinho Pavesi
Última Resposta Por: Bruna T
Hoje 11:48 AM
» Respostas: 50
» Visualizações: 30489
O esquerdismo é uma religião sociopata
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 11:42 AM
» Respostas: 21
» Visualizações: 545
ONU: "direitos sexuais" para crianças de 10 anos
Última Resposta Por: pequeno gafanhoto
Hoje 10:41 AM
» Respostas: 8
» Visualizações: 7093
Os verdadeiros números sobre a morte de LGBTs no Brasil
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 09:50 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 129
Por que o socialismo não funciona?
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 09:39 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 91
Ex-Presidente brasileiro Temer diz que destituição de Dilma Rousseff foi golpe.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 09:24 AM
» Respostas: 13
» Visualizações: 373
Brasil saindo do “Dilmanomics” e já aponta para rumo sustentável
Última Resposta Por: Velho Druida
Hoje 09:09 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 122
Até o Dalai Lama é contra essa onda multiculturalista
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 08:57 AM
» Respostas: 2
» Visualizações: 92
O Grupo Bilderberg é a face pública da nova ordem mundial
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 08:42 AM
» Respostas: 1
» Visualizações: 116
Corrupção socialista.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
Hoje 08:24 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 114
A misteriosa doença ligada a cigarros eletrônicos que já matou seis pessoas nos EUA
Última Resposta Por: safeAndSound
Hoje 01:51 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 162
Marielle Franco e Raoni são indicados para prêmio Sakharov
Última Resposta Por: Velho Druida
Ontem 08:31 PM
» Respostas: 33
» Visualizações: 703
Mais um produto falsificado Made in China: a democracia vendida por Pequim
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 05:29 PM
» Respostas: 7
» Visualizações: 311
Edward Snowden: O maior perigo ainda está por vir, com os aprimoramentos de IA
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 05:07 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 141
Guarda iraniana diz pronta para 'qualquer cenário' em meio a impasse nos EUA
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 04:25 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 38
A campanha de ódio, mentiras e desinformação contra a ativista Greta Thunberg
Última Resposta Por: ruicoelho
Ontem 04:13 PM
» Respostas: 15
» Visualizações: 405
Reator de fusão nuclear ITER (International Thermonuclear Experimental Reactor)
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:06 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 52
Regressão de idade usada em programas espaciais secretos são cientificamente viáveis
Última Resposta Por: ruicoelho
Ontem 01:03 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 101
Chefe indígena, defensor da Amazónia, sugerido para Nobel da Paz 2020
Última Resposta Por: ruicoelho
Ontem 06:49 AM
» Respostas: 19
» Visualizações: 426
Mais um crime bárbaro de militante do “EleNão” e o silêncio sepulcral da esquerda
Última Resposta Por: Diakonov
21-09-2019 09:36 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 151
Jeffrey Epstein assassinado para ocultar rede pedófila satânica
Última Resposta Por: Bruna T
21-09-2019 05:15 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 98
Impressionante do triângulo voador confirma programa espacial secreto da USAF
Última Resposta Por: Bruna T
21-09-2019 04:59 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 67
China quer subverter a hegemonia dos EUA para se tornar o maior poder espacial
Última Resposta Por: Bruna T
21-09-2019 04:49 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 56
Bilderberg, banca global, nazistas e alianças alienígenas
Última Resposta Por: Bruna T
21-09-2019 04:49 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 104
O dinheiro brasileiro também é soberano e tem dono.
Última Resposta Por: Cimberley Cáspio
21-09-2019 04:07 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 64
Caçadores de alienígenas se reúnem para “invadir” Área 51
Última Resposta Por: Bruna T
21-09-2019 03:20 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 97

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial