Compre Spirulina e Chlorella da OceanDrop na Tudo Saudável



Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 1 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Zaitt - Mercado Autônomo, 4ª revolução industrial e NOM.
17-04-2019, 12:22 AM (Resposta editada pela última vez em: 17-04-2019 12:30 AM por Anonymous_T.ron.)
Resposta: #1
Zaitt - Mercado Autônomo, 4ª revolução industrial e NOM.
Chegou em São Paulo o Mercado Autônomo que opera quase sem nenhum intervenção humana.

[Imagem: zaitt.jpg]
Primeiro mercado 100% autônomo da América Latina.

O Mercado não possui qualquer necessidade de interação humana para que o cliente adquire produtos alimentícios, é somente instalar um app no celular, fazer o cadastro, ler o codigo QR na porta do mercado, entrar e comprar tudo que deseja de forma rápida e sem enfrentar filas como ocorre em mercados convencionais, ao sair é somente verificar os itens numa tela da porta de saida e pronto, tudo que você comprou será debitado do cartão de debido/credito que você cadastrou no app.

O mercado apenas deve contar com uma "ajudinha humana" para repor produtos que estão faltando e para limpeza, mas isto por enquanto, daqui uns anos tenho certeza que robôs de limpeza como aspiradores e que lavam o chão serão utilizados e para repor produtos, será usado robores de prateleiras no qual após a falta de uma limeira da gondola do mercado, o mesmo já repoem tudo em apenas alguns segundo logo quando o ultimo produto da fileira da gondola é levado por um cliente, segurança? câmeras de reconhecimento facial é utilizado, se houver furto (que é praticamente impossível), vandalos ou qualquer outro comportamente criminoso será detectado e as autoridades policiais chamadas.





4ª revolução industrial

As maquinas e inteligencia artificial irá dominar o mundo em breve, pode não escravizar os humanos como muitos apontam, mas irá com certeza tirar o emprego de muitas pessoas, vide que linhas de fabricação inteiras foram automatizadas com robôs e milhares de trabalhadores foram realocados ou mandados embora, com todo este aparato tecnológico, o ser humano esta ficando para trás no quesito desempenho e rentabilidade, pois as maquinas trabalham 24h por dia sem pausa, sem descanso, e ainda custam no final das contas, muito menos do que seria contratar mão de obra humana, isto é um fato, fora o riscos processuais após a demissão do funcionário e várias outras burocracias e impostos e taxas a ser pagar,

O ser humano esta sendo deixado para trás, quanto maior a robótica e a inteligência artificial evoluem, mais o humano é passível de ser descartado, chegará um momento que toda a industria será automatizada e haverá muitos humanos desempregados, pois não há mercado que empregue milhões de funcionários da industria que serão substituidos por robôs.

Ai que entra o papel da Elite e da NOM, se não precisa de tantos humanos neste Planeta, onde ao invés de produzirem com mão de obra, apenas consomem recursos, os mesmos são dispensáveis, descartáveis, logo algo pode ser feito, como uma Guerra de Nível Mundial sendo arquitetada para eliminar facilmente estes humanos "inúteis" aos olhos da Elite e da NOM.

Pelo jeito a 4ª revolução industrial será vista totalmente entre 2030 a 2040, lá robôs serão visto com muita facilidade nas casas, seja limpando e servindo os seres humanos (de coisas simples a até sexuais como já esta sendo discutido).

Sabe aquele futuro estranho e até devastador visto em filmes como 'EU, Robô' a 'Jogador Numero 1', uma realidade estranha, complexa e vril ao ser humano, isto tudo por conta da Elite Ocultista, talvez sem eles as coisas poderiam ser melhores, imagine todos viverem para o que sempre quiseram, ao contrário de hoje, que trabalham em empregos que não querem, grande parte infeliz com o que sua vida se tornou...

Fonte: https://www.todoscontraosistema.com/2019...lucao.html
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Anonymous_T.ron pelo seu post:
Fire Fox (18-04-2019), marcosarierom (17-04-2019), Rox Extreme (17-04-2019)
O Melhor em Suplementos Esportivos Você encontra na Tudo Saudável
17-04-2019, 02:31 AM
Resposta: #2
RE: Zaitt - Mercado Autônomo, 4ª revolução industrial e NOM.
(17-04-2019 12:22 AM)Anonymous_T.ron Escreveu:  Chegou em São Paulo o Mercado Autônomo que opera quase sem nenhum intervenção humana.

O Mercado não possui qualquer necessidade de interação humana para que o cliente adquire produtos alimentícios, é somente instalar um app no celular, fazer o cadastro, ler o codigo QR na porta do mercado, entrar e comprar tudo que deseja de forma rápida e sem enfrentar filas como ocorre em mercados convencionais, ao sair é somente verificar os itens numa tela da porta de saida e pronto, tudo que você comprou será debitado do cartão de debido/credito que você cadastrou no app.

Amigo, embora não tenhamos percebido muitos setores ligados a industria e comercio já estão automatizados, não cem por cento como este mini-mercado, mas milhões de empregos já se foram a décadas. Pergunto: "Mesmo sabendo de tamanho desemprego as pessoas deixarão de usar o tal app?" Eu acho que não....


(17-04-2019 12:22 AM)Anonymous_T.ron Escreveu:  O mercado apenas deve contar com uma "ajudinha humana" para repor produtos que estão faltando e para limpeza, mas isto por enquanto, daqui uns anos tenho certeza que robôs de limpeza como aspiradores e que lavam o chão serão utilizados e para repor produtos, será usado robores de prateleiras no qual após a falta de uma limeira da gondola do mercado, o mesmo já repoem tudo em apenas alguns segundo logo quando o ultimo produto da fileira da gondola é levado por um cliente, segurança? câmeras de reconhecimento facial é utilizado, se houver furto (que é praticamente impossível), vandalos ou qualquer outro comportamente criminoso será detectado e as autoridades policiais chamadas.

Ajudinha humana proveniente de pessoas de baixa renda e ensino fundamental. E já chego no ponto...


(17-04-2019 12:22 AM)Anonymous_T.ron Escreveu:  As maquinas e inteligencia artificial irá dominar o mundo em breve, pode não escravizar os humanos como muitos apontam, mas irá com certeza tirar o emprego de muitas pessoas, vide que linhas de fabricação inteiras foram automatizadas com robôs e milhares de trabalhadores foram realocados ou mandados embora, com todo este aparato tecnológico, o ser humano esta ficando para trás no quesito desempenho e rentabilidade, pois as maquinas trabalham 24h por dia sem pausa, sem descanso, e ainda custam no final das contas, muito menos do que seria contratar mão de obra humana, isto é um fato, fora o riscos processuais após a demissão do funcionário e várias outras burocracias e impostos e taxas a ser pagar,

O ser humano está colhendo os frutos que plantou, tamanha preguiça e falta de foco no proprio futuro. Aqui no Brasil as pessoas NÃO gostam de ler, estudar, aprender e tampouco correr atrás... A parada é samba, futebol e cerveja!!!


(17-04-2019 12:22 AM)Anonymous_T.ron Escreveu:  O ser humano esta sendo deixado para trás, quanto maior a robótica e a inteligência artificial evoluem, mais o humano é passível de ser descartado, chegará um momento que toda a industria será automatizada e haverá muitos humanos desempregados, pois não há mercado que empregue milhões de funcionários da industria que serão substituidos por robôs.

Já citado lá em cima...

(17-04-2019 12:22 AM)Anonymous_T.ron Escreveu:  Pelo jeito a 4ª revolução industrial será vista totalmente entre 2030 a 2040, lá robôs serão visto com muita facilidade nas casas, seja limpando e servindo os seres humanos (de coisas simples a até sexuais como já esta sendo discutido).

Dificil, não creio que em 2030 exista ou ao menos a tecnologia seja usada para estes fins.


(17-04-2019 12:22 AM)Anonymous_T.ron Escreveu:  ....talvez sem eles as coisas poderiam ser melhores, imagine todos viverem para o que sempre quiseram, ao contrário de hoje, que trabalham em empregos que não querem, grande parte infeliz com o que sua vida se tornou...

Isso acontece ( Brasil) porque durante a juventude o infeliz não teve estrutura familiar adequada, somada a falta de interesse na carreira seja ela qual for e o infeliz ainda se orgulha de nunca ter lido um livro. Não estou exagerando, mas a coisa tá feia por aqui.... Os niveis de alienação estão alarmantes. Quem quer corre atrás, quem não quer curte a vida (hoje) e se fode amanhã.

Conhecimento não ocupa espaço.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 3 usuários diz(em) obrigado a Rox Extreme pelo seu post:
Anonymous_T.ron (17-04-2019), Fire Fox (18-04-2019), marcosarierom (17-04-2019)
17-04-2019, 03:15 PM
Resposta: #3
RE: Zaitt - Mercado Autônomo, 4ª revolução industrial e NOM.
A tão falada renda básica universal deve surgir para suprir a falta de empregos.

Mas o problema é que uma parte não vai aceitar ter o mesmo salário que o outro, então daí surge o apocalipse global.
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 2 usuários diz(em) obrigado a Nikoloz pelo seu post:
Anonymous_T.ron (17-04-2019), Fire Fox (18-04-2019)
17-04-2019, 06:04 PM
Resposta: #4
RE: Zaitt - Mercado Autônomo, 4ª revolução industrial e NOM.
[Imagem: Photo-06-05-2018-13-54-58_trans_NvBQzQNj...mwidth=600]

Amazon Go - Supermercado do futuro

A amazon abriu em Dezembro de 2018 algumas novas unidades do novo modelo de supermercado do futuro que vem de um modelo em teste desde 2016.
O supermercado conta com sistema de cobrança no qual não necessita de frente de caixa e nem com a necessidade de operadores, semelhante ao Zaitt, o cliente adentra ao supermercado, escolhe os produtos alimentícios que deseja comprar e na saida do sistema implementado dentro do local saberá qual produto você adquiriu e faz a cobrança (debita) no seu cartão de debito ou crédito cadastrado no app do loja no smartphone, veja abaixo:








O vídeo acima mostra que o amazon go é quase o mesmo sistema da Zaitt, mas este é apenas um mercado pequeno de compras rapidas, mas é de se notar a simplicidade com que se compra um produto, sem enfrentar filas ou qualquer outro aborrecimento, note que parece que o rapaz esta roubando o produto de tão simples que é kkkkk, este é o futuro, infelizmente tem a Elite Ocultista...

Veja outro vídeo do supermercado da amazon go:




Diferente da Zaitt, parece que a Amazon Go não possui sensores em cada produto lá vendido, ou seja, é passível que alguém leve produtos sem que o sistema identifique isto, ou seja, leva sem pagar, já na Zaitt, cada produto tem um nano sensor (ou chip RFID) no qual basta passar na porta que o leitor ler o produto e sabe qual exatamente passou pela porta e qual cliente adquiriu o mesmo, ou seja, a Amazon Go ainda é um sistema dificiente e também ainda necessita de intervenção humana como visto nos vídeos, já na Zaitt é quase 100% autônomo mesmo, parece que apenas tem intervenção humana quando precisa repor produtos que acabou ou mesmo na limpeza, mas em geral, quando se entra na Zaitt não se ve funcionários, apenas outros clientes.

Eu diria que isto é muito inovador, até me surpreendeu no que tange a simplicidade no qual é comprar produtos alimenticios sem enfrentar filas, falar com funcionários no qual as vezes é mal educado e mal olha para você (parece um robô), e outros aborrecimentos que é ir ao mercado para comprar 2 produtos e enfrentar fila de 5 a 10 minutos, com estes supermercados e mercados autônomos, este problema não existe, o futuro até parece promissor, se não fosse a Elite ocultista...
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
[-] O(s) seguinte(s) 1 usuário disse obrigado a Anonymous_T.ron pelo seu post:
Fire Fox (18-04-2019)
Chlorella Green Gem Pelo menor Preço Você Encontra na Tudo Saudável Produtos Naturais
17-04-2019, 09:26 PM
Resposta: #5
RE: Zaitt - Mercado Autônomo, 4ª revolução industrial e NOM.
Não creio que o fórum "anti" nom esteja defendo a ideia esquerdista que a tecnologia tirará empregos.
Deixo aqui então a brilhante sátira do economista Frédéric Bastiat(1801-1850):


Petição dos fabricantes de velas, candeias, lâmpadas, candelabros, lanternas, corta-pavios, apagadores de velas, e dos produtores de sebo, óleo, resina, álcool, e em geral de tudo relativo à iluminação.



Aos Membros da Câmara de Deputados.



Cavalheiros:

Estais no caminho certo. Rejeitais as teorias abstratas e tendes pouca consideração para com a abundância e a barateza. Preocupais-vos, sobretudo, com os interesses do produtor. Desejais protegê-lo da concorrência externa e quereis reservar o mercado nacional para a indústria nacional.

Vimos oferecer-vos uma maravilhosa oportunidade para aplicardes a vossa - como diremos? A vossa teoria? Não, nada é mais enganador que a teoria. A vossa doutrina? O vosso sistema? O vosso princípio? Mas vós não gostais de doutrinas, tendes horror aos sistemas, e, quanto aos princípios, vós negais que eles existam na economia. Diremos, pois, a vossa prática - a vossa prática, sem teorias e sem princípios.

Estamos sofrendo a intolerável concorrência de um rival estrangeiro que, ao que parece, se beneficia de condições muito superiores às nossas para a produção de luz, com a qual ele inunda completamente o nosso mercado nacional a um preço fabulosamente baixo. No momento em que ele surge, as nossas vendas cessam, todos os consumidores recorrem a ele, e um ramo da indústria francesa, cujas ramificações são inumeráveis, é subitamente atingido pela mais completa estagnação. Este rival, que vem a ser ninguém menos que o sol, faz-nos uma concorrência tão impiedosa, que suspeitamos ser incitado pela pérfida Inglaterra (boa diplomacia nos tempos que correm!), visto que tem por aquela esnobe ilha uma condescendência que se dispensa de ter para conosco.

Pedimos-vos encarecidamente, pois, a gentile[/b][/b][/b]za de criardes uma lei que ordene o fechamento de todas as janelas, clarabóias, frestas, gelosias, portadas, cortinas, persianas, postigos e olhos-de-boi; numa palavra, de todas as aberturas, buracos, fendas e fissuras pelas quais a luz do sol tem o costume de penetrar nas casas, para prejuízo das meritórias indústrias de que nos orgulhamos de ter dotado o país - um país que, por gratidão, não poderia abandonar-nos hoje a uma luta tão desigual.

Certos estamos, nobres deputados, de que não tomareis o nosso pedido por uma sátira, e não o rejeitareis sem ao menos escutar as razões que exortaremos em seu apoio.

Em princípio, e se fechardes, o máximo possível, todo o acesso à luz natural, criando assim uma demanda por luz artificial, qual indústria francesa não se sentirá estimulada?

Se mais sebo for consumido, terá de haver mais gado bovino e ovino; e, consequentemente, ver-se-á multiplicarem-se as pastagens, a carne, a lã, o couro e, sobretudo, o estrume, que é o alicerce de toda a riqueza agrícola.

Se mais óleos forem consumidos, ver-se-á expandir-se a cultura da papoula, da oliveira e do nabo. Estas plantas ricas e erosivas oportunamente nos permitirão aproveitarmo-nos da crescente fertilidade que o rebanho adicional trará às nossas terras.

Nossos campos cobrir-se-ão de árvores resinosas. Numerosos enxames de abelhas recolherão, nas nossas montanhas, tesouros perfumados que emanam das flores - as quais hoje desperdiçam suas fragrâncias no ar desértico. Não haverá, pois, um único ramo da agricultura que não se beneficiará enormemente de tal política.

A mesma observação vale para a navegação: milhares de barcos dedicar-se-ão à caça de baleias e, em pouco tempo, haveremos de ter uma frota capaz de manter a honra da França e de gratificar as aspirações patrióticas dos peticionários abaixo assinados: os fabricantes de vela e outros.

Mas que diremos nós dos artigos manufaturados em Paris? Já podemos visualizar os enfeites dourados, os bronzes, os cristais nos candelabros, nos lampadários, nos lustres e nos candeeiros brilhando em espaçosos magazines, face aos quais as lojas de hoje não passam de meras butiques.

O pobre resineiro, no alto do litoral, ou o triste mineiro, no fundo da sua negra galeria, irão regozijar-se com maiores salários e com seu bem-estar aumentado.

Querei refletir sobre isto, cavalheiros; e ficareis convencidos de que não há talvez um só francês, do mais opulento proprietário de minas de carvão ao mais humilde vendedor de fósforos, a quem o sucesso da nossa petição não traga melhorarias de condição.

Prevemos as vossas objeções, cavalheiros; mas sabemos que vós não nos oporeis uma única objeção que não tenhais retirado daqueles decadentes livros utilizados pelos defensores do livre comércio. Ousamos desafiar-vos a pronunciar uma só palavra contra nós que não se volte imediatamente contra vós próprios e contra os princípios que norteiam toda a vossa política.

Dir-nos-eis que, se por um lado nós ganhamos com esta proteção que buscamos, por outro a França só terá a perder com ela, uma vez que o consumidor arcará com as despesas.

Responder-vos-emos:

Não mais tendes o direito de invocar os interesses do consumidor. Pois sempre que o interesse deste se viu em confrontação com o do produtor, sacrificastes sempre o próprio consumidor - e assim procedestes, de maneira sábia, para estimular o trabalho e aumentar o emprego. Pelo mesmo motivo, deveis de novo fazê-lo.

Haveis respondido vós próprios à objeção. Quando vos diziam que o consumidor está interessado na livre importação do ferro, do carvão, do sésamo, do trigo, dos têxteis, vós dizíeis: "sim, mas o produtor está interessado na sua exclusão". Pois bem! Se os consumidores estão interessados na livre admissão da luz natural, os produtores de luz artificial estão igualmente interessados na sua proibição.

Porém, novamente, vós podereis dizer ao povo que o produtor e o consumidor são indivisíveis. Se o fabricante ganhar com a proteção, fará do agricultor também um ganhador. E se a agricultura prosperar, abrir-se-ão mercados para as fábricas. Destarte, se nos conferirdes o monopólio da iluminação durante o dia, compraremos muito sebo, carvão, óleo, resina, cera, álcool, prata, ferro, bronze e cristal para alimentar a nossa indústria. Além disso, nós e os nossos numerosos fornecedores, enriquecidos, consumiremos muito e espalharemos a prosperidade por todos os ramos da indústria nacional.

Se disserdes que a luz do sol é uma dádiva da natureza, e que rejeitar tais dádivas seria o mesmo que rejeitar a própria riqueza sob o pretexto de se estar estimulando os meios de adquiri-la, então teremos de alertar-vos que estais pondo em risco toda a vossa própria política.

Notai que até agora haveis sempre rejeitado o produto estrangeiro exatamente por ele se aproximar da dádiva gratuita. Para aquiescerdes às exigências dos outros monopolistas, não foram necessários motivos; e rejeitar-nos fundamentando-vos precisamente naquilo em que estamos mais fundamentados que os outros seria como adotar a equação: + × + = - . Em outras palavras, seria acumular absurdo sobre absurdo.

A natureza e o trabalho humano cooperam em proporções diversas (dependendo dos países e dos climas) para a criação de um produto. A parte que corresponde à natureza é sempre gratuita; é a parte executada pelo trabalho humano que dá valor ao produto e é por ela que se paga.

Se uma laranja de Lisboa é vendida pela metade do preço de uma laranja de Paris, é porque o calor natural, e por consequência gratuito, faz por uma o que o calor artificial, e por isso custoso, precisa fazer pela outra

Assim, quando uma laranja nos chega de Portugal, podemos dizer que metade nos é dada gratuitamente e a outra metade, com custos; em outras palavras, ela chega a nós pela metade do preço da laranja de Paris.

Ora, é precisamente essa "semi-gratuidade" (perdão pela palavra) que deve ser repudiada. Vós direis: Como poderia a mão-de-obra nacional suportar a concorrência da mão-de-obra estrangeira quando a primeira tem tudo a fazer, e a última não tem de satisfazer senão metade das necessidades, encarregando-se o sol do resto?

Mas se essa "semi-gratuidade" vos leva a rejeitar a concorrência, por que a "gratuidade" inteira vos levaria a admitir a concorrência? Ou não sois lógicos, ou deveis, rejeitando a semi-gratuidade como prejudicial à indústria nacional, rejeitar com o dobro do zelo a gratuidade inteira.

Repetindo: quando produtos como carvão, trigo ou têxteis nos chegam de fora e podemos adquiri-los com menos trabalho do que se o fizéssemos nós mesmos, a diferença é uma dádiva gratuita que nos é conferida. Essa dádiva será mais ou menos considerável quanto maior ou menor for essa diferença. Esta diferença será de um quarto, metade, ou três quartos do valor do produto se o estrangeiro nos pedir apenas três quartos, metade ou um quarto do preço que pagaríamos normalmente. E ela será máxima quando o doador (como faz o sol em relação à luz) não nos pede nada.

A questão, e colocamo-la formalmente, é essa: quereis para a França o benefício do consumo gratuito ou as pretensas vantagens da produção onerosa? Escolhei, mas sede lógicos; pois, enquanto rejeitais o carvão, o ferro, o trigo e os têxteis estrangeiros pelo fato de seus preços se aproximarem de zero, que inconsistência seria admitir a luz do sol, cujo preço é zero, durante todo o dia![/font]
Encontrar todas as respostas deste usuário
Adiciona agradecimento Citar esta mensagem em uma resposta
Responder 


Tópicos Similares
Tópico: Autor Respostas Visualizações: Última Resposta
  Mercado Brasil! Compre agora que amanhã o preço aumenta! Cimberley Cáspio 5 1,828 25-05-2018 01:55 PM
Última Resposta: LONE WOLF II
  Pensa novamente quando estiver no mercado Firenze 11 7,168 22-05-2014 10:57 AM
Última Resposta: over9
Exclamation Gráfico: Anonymous seria o comando da CIA na internet na Revolução Tropical? Sann 6 5,393 05-07-2013 07:55 PM
Última Resposta: asmdec
  Ativista preso Adam Kokesh pede "Nova Revolução Americana" naste.de.lumina 5 4,024 26-05-2013 01:49 AM
Última Resposta: Chronoplast

Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes
Tópicos relacionados...

Publicidade:
Loja de Produtos Naturais Tudo Saudável

Recomende o Fórum


Sites Associados: Dossiê Vacina HPV
Registro de Efeitos Adversos das Vacinas
Rastreando Chemtrails
Site Notícias Naturais
Fórum Notícias Naturais Blog Anti-Nova Ordem Mundial

Pesquisar

(Pesquisa Avançada)

Olá, Visitante
Olá Visitante!
Para participar do fórum, é necessário se Registrar.



  

Senha
  





Usuários Online
Existem no momento 90 usuários online.
» 0 Membros | 90 Visitantes

Estatísticas do Fórum
» Membros: 21,190
» Último Membro: deas98541
» Tópicos do Fórum: 26,310
» Respostas do Fórum: 280,219

Estatísticas Completas

Tópicos Recentes
A Santa Sé no Clube Bilderberg?
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 04:09 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 137
Cristina Martín, a mulher que desmascarou o clube Bilderberg
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:57 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 58
O experimento mais avançado do Big Brother da China é uma bagunça burocrática
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:56 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 34
EUA sancionam hackers norte-coreanos pelo Swift hack, WannaCry e outros ataques
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:55 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 36
Mais um produto falsificado Made in China: a democracia vendida por Pequim
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:54 PM
» Respostas: 6
» Visualizações: 225
O Vietnã realiza experimentos para tentar acabar com a dengue
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:54 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 30
Navio de guerra dos EUA desafia reivindicações chinesas no disputado Mar da China
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:53 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 29
O Homem foi a Lua?
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 03:52 PM
» Respostas: 201
» Visualizações: 55641
Flávio Bolsonaro e o PT tem uma pauta em comum: enterrar a CPI da Lava Toga
Última Resposta Por: pablo_hp
Ontem 01:19 PM
» Respostas: 1
» Visualizações: 75
10 alegadas armas secretas dos militares dos EUA
Última Resposta Por: Bruna T
Ontem 01:15 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 51
Últimos acontecimentos ONLINE
Última Resposta Por: Branco
Ontem 12:18 PM
» Respostas: 1375
» Visualizações: 241166
Algumas músicas anom
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 01:43 AM
» Respostas: 197
» Visualizações: 34418
Negacionismo científico: Uma negação ignorante ou infame?
Última Resposta Por: CaféSemAçúcar
Ontem 12:40 AM
» Respostas: 3
» Visualizações: 117
O Brazil com "Z" de Ama'Z'ônia
Última Resposta Por: jonas car
Ontem 12:04 AM
» Respostas: 101
» Visualizações: 3889
Greenpeace protesta do lado de fora do Salão Automóvel de Frankfurt contra a poluição
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 09:16 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 83
A festa acabou: abastecer o carro elétrico é mais caro que o diesel
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 09:06 PM
» Respostas: 17
» Visualizações: 1890
Edward Snowden: O maior perigo ainda está por vir, com os aprimoramentos de IA
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 08:41 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 67
Conheça a arma secreta da América para matar as armas nucleares subaquáticas da China
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 07:54 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 57
Sergio Moro vai criar Academia Nacional inspirada no FBI para treinar policiais civis
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 07:48 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 33
5G, Armas Psicotronicas, Radiação RF, Mk Ultra, Vozes Intracranianias (V2K)
Última Resposta Por: ULTRON
13-09-2019 04:43 PM
» Respostas: 3
» Visualizações: 332
Justiça gasta R$ 4,3 bilhões com dinheiro extra para juízes e desembargadores
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 12:37 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 67
[VIDEO] A Máfia dos Transplantes de Órgãos e o Caso Paulinho Pavesi
Última Resposta Por: Bruna T
13-09-2019 11:52 AM
» Respostas: 47
» Visualizações: 30339
O plano global de extinção da classe média mundial
Última Resposta Por: Xevious
13-09-2019 11:35 AM
» Respostas: 18
» Visualizações: 855
Coréia do Norte lança mísseis no mar do Japão após a retomada de conversas com os EUA
Última Resposta Por: Bruna T
12-09-2019 06:59 PM
» Respostas: 0
» Visualizações: 79
Perseguição cristã.
Última Resposta Por: Bruna T
12-09-2019 06:58 PM
» Respostas: 31
» Visualizações: 1551
Industria farmacêutica age como crime organizado
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
12-09-2019 10:11 AM
» Respostas: 5
» Visualizações: 668
Pedofilia para a NOM.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
12-09-2019 09:28 AM
» Respostas: 12
» Visualizações: 370
A degeneração progressiva dos povos e das culturas
Última Resposta Por: Diakonov
12-09-2019 12:04 AM
» Respostas: 97
» Visualizações: 4327
Mitos e mentiras das elites globais sobre incêndios na Amazônia queimam quente
Última Resposta Por: rmuller
11-09-2019 04:20 PM
» Respostas: 22
» Visualizações: 1092
Invasão das idéias.
Última Resposta Por: Marcelo Almeida
11-09-2019 04:15 PM
» Respostas: 2
» Visualizações: 268

Lista completa de tópicos

Divulgue o fórum em seu site!

Camisetas:
camisetas resista à nova ordem mundial